IFCE vive crise financeira

Da Coluna Vertical, do O POVO desta sexta-feira:

Demissão de trabalhadores terceirizados, corte nos serviços de transporte e visitas técnicas, escassez de recursos para assistência estudantil e até incerteza quanto à própria continuidade do funcionamento de alguns campi, diante da falta de dinheiro até mesmo para custear o almoço de estudantes.

Eis a atual realidade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), incluindo ainda falta de equipamentos para laboratórios, suprimentos de informática, entre outros itens de consumo, além de total ausência de perspectiva quanto a obras necessárias nos campi. Tudo apurado pelo Sindsifce, o sindicato dos trabalhadores da instituição, a partir de relatos e visitas aos diferentes campi.

Para debater o tema e buscar saídas, a categoria puxa o debate “Educação profissional em tempos de crise: impactos no IFCE e estratégias de superação”, para segunda-feira, as 14h30min às 18h30min, no Campus Fortaleza (Benfica). A entrada é livre a todos os interessados e haverá transmissão online pelo Facebook do sindicato.

O reitor Virgílio Araripe foi convidado a participar, mas já confirmou que será representado pelo professor Tássio Lofiti, pró-reitor de Administração e Planejamento.

Que venham respostas concretas, em defesa da educação.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “IFCE vive crise financeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 8 =