Júlio César manda nota para Blog e diz estar livre para disputar Prefeitura de Maracanaú

Do candidato a prefeito de Maracanaú, Júlo César Costa Lima (PSD), recebemos a seguinte nota, onde ele explica sua situação eleitoral. Ele garante estar livre para disputar mais um mandato eleitoral:

Caro jornalista Eliomar de Lima,Aproveitando a oportunidade para cumprimentá-lo por sua antenada atuação na área da editoria política do Jornal O POVO, informo que providências adotadas por meus advogados resultaram na anulação definitiva pelo TCM de decisões,  pelas quais fui responsabilizado, sem ter sido O AUTOR dos atos impugnados.
Neste sentido, o TCM, por unanimidade de seus componentes, anulou julgados anteriores, reconhecendo inexistência de minha autoria em contratações de pessoal temporário realizada no âmbito da administração nos exercícios examinados.
Sobre o mesmo tema, o STF também atendeu reclamação formulada por meus advogados no sentido de determinar que o TCM se abstenha de proferir decisões, já que, na condição de ex-prefeito, esse órgão, ao apreciar processos que me tenham como jurisdicionado, só deve proferir pareceres prévios para julgamento pela Câmara de Vereadores. Todas as minhas contas de governo foram apreciadas pelo TCM e julgadas pela Câmara Municipal e definitivamente aprovadas.
No mesmo sentido, os únicos dois processos por contratação de temporários, pelos quais teria o signatário sido equivocadamente responsabilizado,  tiveram seus efeitos suspensos por decisão liminar da 1a. Vara da Fazenda Pública, em face dos vícios apontados no exame pelo TCM.
Por todas estas razões, uma liminar foi proferida em MANDADO DE SEGURANCA, no Tribunal de Justiça do Ceará, determinando a não inclusão de qualquer registro na lista de gestores que tiveram contas julgadas com irregularidades.
O signatário garante ao Jornalista que mantém todas as condições de elegibilidade e não incide em qualquer causa de inelegibilidade, tendo seu registro como candidato a prefeito de Maracanaú assegurado, por estar em manifesto, inequívoco e pleno exercício de seus direitos políticos, sendo as informações contrárias a esta condição fruto das fragilidades políticas de adversários, temerosos da iminente possibilidade de sucesso da nossa candidatura nas eleições para Prefeito de Maracanaú de 7 de outubro de 2012.
Abraços,
JULIO CESAR COSTA LIMA.
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

3 comentários sobre “Júlio César manda nota para Blog e diz estar livre para disputar Prefeitura de Maracanaú

  1. Quem vai tornar Júlio César “inelegivel” é o povo de Maracanaú. Basta comparar o atrazo da sua administração com a modernidade da administração de Roberto Pessoa e perceber o salto de qualidade que se encontra hoje o povo de Maracanaú.

  2. A Câmara Municipal de Maracanaú votou nesta Terça Feira as contas do ex-prefeito de Maracanaú Julio Cesar Lima referente ao ano de 1998. Com a votação dos Vereadores, as contas foram desaprovadas por 10 votos a 0, sobre a orientação do Tribunal de Contas dos Municípios ( TCM ).
    O Deputado Estadual Júlio César Filho, acompanhado de sua genitora senhora Meyre Costa Lima, ex deputada estadual, e um grupo de seguidores do ex-prefeito de Maracanaú Júlio César Costa Lima, tentaram inviabilizar a sessão da Câmara Municipal que votava as contras referentes ao período de 1998, desaprovadas pelo TCM e cujo efeitos encontravam-se suspensos por força de Liminar. Liminar essa que foi cassada e mantida a decisão daquela Corte de Contas, na qual dentre as irregularidades apontadas destaca-se o seguinte “… declarando as contas regularidades insanáveis e configuradora de ato doloso de improbidade administrativa, conforme o art. 10, incisos VI e VII da Lei 8492/92, consistentes em efetuar operação de crédito não honrado no respectivo exercício atingindo a espantosa cifra de R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais) e ainda contratação direta de serviços comuns em acintosa afronta a Lei das Licitações e aos princípios constitucionais de igualdade, impessoalidade e eficiência…”.
    No transcorrer da sessão por diversas vezes o Deputado Estadual Júlio César Filho, tentou fazer intervenções, sendo chamado a atenção pelo Presidente da Casa Vereador Chico Barbeiro, pedindo ao parlamentar estadual respeito ao legislativo municipal.
    Por: Eudasio Menezes (Via FaceBook )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − seis =