Justiça Federal do Ceará vai apostar em energia solar

A Justiça Federal no Ceará acaba de adquirir uma usina minigeradora fotovoltaica de 150kWp para uso de energia solar em suas unidades no interior do Estado. O equipamento gerará aproximadamente 19.500 kWh/mês de energia, atendendo a 100% do consumo das Subseções de Limoeiro do Norte, Quixadá e Tauá. O objetivo é gerar economia, apostando em uam fonte de energia limpa e sustentável, informa a assessoria de imprensa da JFCE.

O investimento inicial com a implantação do sistema fotovoltaico será de R$ 1 milhão e terá retorno em seis anos. Em 25 anos de utilização – tempo de vida útil da usina – a JFCE terá economia prevista, com valores atuais, de R$ 7.842.000,00, ao final dos anos de utilidade do sistema. A iniciativa é pioneira no âmbito da 5ª Região.

Segundo o diretor do Foro, juiz federal Bruno Carrá, além da economia para os cofres públicos, a iniciativa contribuirá com os esforços internacionais para impedir o aquecimento global e, ao mesmo tempo, proporcionará uma série de benefícios ambientais para as futuras gerações.

A implantação das unidades ocorrerá na Subseção de Limoeiro do Norte (Vale do Jaguaribe) e, o serviço, executado no prazo máximo de 90 dias, a partir da emissão da ordem de serviço, que ocorreu na tarde da última sexta-feira. Com a instalação do sistema fotovoltaico, a Justiça Federal do Ceará deixará de emitir 29.000 kg de carbono por ano ao meio ambiente, o que equivale ao plantio de 1.521 árvores, além de evitar o consumo de água anual de 789.043.800 litros de água.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + onze =