Justiça manda massa falida da Varig ficar com centro de treinamento da companhia

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio confirmou a sentença da 1ª Vara Empresarial da capital e manteve a posse do centro de treinamento da extinta Varig com a massa falida da companhia aérea. Avaliado em R$ 70 milhões e ainda responsável pela formação de pilotos e comissários de bordo de todas as companhias nacionais e algumas internacionais, o complexo é alvo de uma disputa com a União.

A decisão do desembargador Antônio Iloízio Barros Bastos acolheu pedido da massa falida e anulou decisão do comandante da Aeronáutica, que pretendia retomar o terreno usado por ex-funcionários da Varig, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, sob a alegação de que a companhia desrespeitou a cláusula que proibia a realização de atividades diferentes do serviço de treinamento de pilotos e comissários de bordo.

O desembargador Antonio Bastos escreveu na decisão: “nessa perspectiva, o fato de a área a ser usada, também, por duas empresas do mesmo grupo econômico que a autora e que desempenham esse serviço de treinamento e capacitação, e o fato de pequena parte da área ter sido usada como local de lazer de familiares de funcionários não é causa bastante para opor uma cláusula contratual cuja aplicação fria se mostra dissociada da realidade e viola a função social do contrato, sobretudo em momento de crise da autora”, afirmou.

(Agência Brasil)
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − sete =