Justiça manda professores grevistas de Crateús desocuparem prédio do município

Os professores de Crateús estão há 59 dias em greve e 16 dias acampados na Secretaria Municipal de Educação. A categoria reivindica, entre algumas pedidas, melhores condições de trabalho e o piso nacional  de R$ 950,00.

O prefeito Carlos Felipe (PCdoB) deu entrada com uma ação de reintregação de posse, que foi atendida pela Justiça. Os docentes terão que sair nesta terça-feira do local. Caso não obededçam a decisão judicial, o sindicato pagará multa de R$ 5 mil por cada dia.

Nesta terça-feira ainda haverá audiência de consciliação do dissidio coletivo na Justiça do Trabalho.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Justiça manda professores grevistas de Crateús desocuparem prédio do município

  1. sou afavor da greve pois é um único meio dos trabalhadores reivindicar por seus direitos que por lei devem ser cumprindos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =