Lava Jato – Ministros negam recebimento de doações ilegais de campanha

Os ministros Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, e da Casa Civil, Aloizio Mercadante, negaram nessa sexta-feira (26) terem recebido doações ilegais, em dinheiro, do presidente da empreiteira UTC, Ricardo Pessoa, preso durante quatro meses pelas investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. De acordo com reportagens divulgadas nessa sexta-feira pela imprensa, Pessoa teria citado, em acordo de delação premiada, o nome de 18 pessoas que receberam contribuições dele.

O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, que atuou como tesoureiro da campanha da presidenta Dilma Rousseff em 2014, confirmou que recebeu R$ 7,5 milhões, mas ressaltou que em doações lícitas, conforme prevê a legislação.

O ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, confirmou que recebeu dois pagamentos de R$ 250 mil, da UTC e da Constran, para sua campanha ao governo de São Paulo, em 2010. Disse, no entanto, que os valores foram recebidos de forma legal e declarados à Justiça Eleitoral, que aprovou a prestação de contas. A direção do PT também reafirmou que todas as doações recebidas pelo partido são legais e registradas na Justiça Eleitoral.

Durante duas horas e meia, a presidente Dilma Rousseff se reuniu com Edinho Silva e Mercadante, no Palácio da Alvorada. O encontro, que não estava previsto na agenda presidencial, também teve a presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e de Giles Azevedo, assessor especial de Dilma. Eles começaram a deixar a residência oficial por volta das 20h10, sem falar com a imprensa. Na manhã deste sábado (27), Dilma embarca para os Estados Unidos, onde cumpre uma série de compromissos em Nova Iorque, Washington e São Francisco.

(Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “Lava Jato – Ministros negam recebimento de doações ilegais de campanha

  1. Como já disse um jornalista, o escândalo subiu a rampa do Palácio do Planalto e adentrou no gabinete Presidencial. Agora a turma da mão boba num futuro muito próximo passará uma longa temporada na papuda. Da presidanta ao ex-presidente, do Presidente do partido aos senadores, governadores, deputados, prefeito de SP, etc. A turma toda que arrasou o país está enrolada nos maiores escândalos da história. E pensar que ainda falta apurar osrombos e roubos do ELETROLÃO (Eletrobrás) e do BNDES, que dizem que supera facilmente os escandalos juntos do MENSALÃO, PETROLÃO e ELETROLÃO, algo em torno de R# 700 BILHÕES. E o impeachment está bem aí…

  2. É característica no PT: NEGAR. Os que foram presos segundo o PT, são PRESOS POLITICOS. Essa monumental crise porque passa o Brasil tem um chefe, LUÍS INÁCIO DA SILVA, o popular LULA que pensou implantar no Brasil o regime bolivariano, mas não deu certo, quebrou a cara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + nove =