Lava Jato (Nova fase) – Cabral mandava dinheiro para o Exterior antes de ser governador

cabral-01-1

A Operação Eficiência, desdobramento da Lava-Jato que está nas ruas do Rio nesta quinta (26), afirma que o ex-governador Sérgio Cabral já enviava dinheiro para o exterior antes mesmo de se eleger governador. Entre 2002 e 2007, foram remetidos 6 milhões de dólares, ou 19 milhões de reais. A quantia, no entanto, disparou a partir de sua eleição, em 2007, até alcançar os 318 milhões de reais. Veja abaixo trecho do documento elaborado pelo Ministério Público Federal.

“A remessa de valores para o exterior foi contínua entre 2002 e 2007, quando Cabral acumulou US$ 6 milhões. Mas esse alto valor em nada se compararia às surreais quantias amealhadas durante a gestão do governo do Estado do Rio de Janeiro, quando ele acumulou mais de US$ 100 milhões em propinas, distribuídas em diversas contas em paraísos fiscais no exterior”, afirmam os procuradores Leonardo Cardoso de Freitas, José Augusto Vagos, Eduardo El Hage, Renato Silva de Oliveira, Rodrigo Timóteo da Costa e Silva, Jessé Ambrósio Junior, Rafael Antonio Barreto dos Santos, Sérgio Pinel e Lauro Coelho Junior, coautores da petição da Operação Eficiência

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − onze =