Morre “Sombra,” acusado de ser mandante da morte de Celso Daniel

O empresário Sérgio Gomes, conhecido como “Sombra”, morreu nesta terça-feira (27) em São Paulo. Gomes se tornou conhecido por seu suposto envolvimento com o assassinato do ex-prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel (PT), em janeiro de 2002. As informações são do Estado de S. Paulo.

Gomes lutava contra um câncer e estava internado no Hospital Hospital Monte Magno, na Vila Formosa, Zona Leste da capital paulista. A morte dele foi confirmada por seu advogado, o criminalista Roberto Podval.

O Ministério Público do Estado apontava Sombra como mandante da morte do ex-prefeito. No entanto, ele nunca admitiu envolvimento com o caso. Em novembro de 2015, “Sombra” foi condenado a 15 anos, seis meses e 19 dias de reclusão, em regime fechado, acusado de estar à frente de um esquema de cobrança de propinas de empresas de transporte contratadas pela Prefeitura na gestão de Daniel.

Sombra nunca foi levado a júri popular pela morte do ex-prefeito. O Supremo Tribunal Federal anulou a ação contra ele porque o juiz do caso, em Itapecerica da Serra (SP), impediu que as defesas dos outros acusados fizessem perguntas na fase dos interrogatórios.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + vinte =