MST reforça greve dos motoristas e cobradores de ônibus

Membros do MST do Ceará visitaram a sede sindical dos motoristas nesta sexta-feira.

Agora é que a coisa promete engrossar. Os motoristas e cobradores de Fortaleza em greve por melhores condições salariais vão receber, a partir deste sábado, a solidariedade do Movimento dos Sem Terra.

Várias caravanas do MST já estão se deslocando para a Capital, com objetivo de ocupar pontos da cidade e reforçar a luta da categoria, hoje em seu terceiro dia de paralisação.

(Foto – Sintro)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

8 comentários sobre “MST reforça greve dos motoristas e cobradores de ônibus

  1. E se o poste sem luz for eleito prefeito? Ele não era advogado do mst? Esse pessoal não respeita a lei. Vamos viver na anarquia?

  2. Greve de trabalhadores em transportes urbanos, em Fortaleza, a que era bela!
    MST?
    “E o que é tem o c… com as calças?”
    E, “PT, fraudações”!

  3. Um exemplo da solidariedade entre as reinvidicações dos trabalhadores do campo e da cidade! Queremos saber porque (as justificativas) dos empresários para nao atender a demanda dos empregados! Abre a caixa de despesas e lucros deste serviço publico (que é o transporte, concecido pela Prefeitura) para todos terem acesso já!!!

  4. Que forma deselegante de dar uma notícia. Torna-se claro o objetivo de ironizar e assim, desqualificar a luta dos motoristas e denegrir mais uma vez um movimento que ainda luta pela democratização do acesso à terra no Brasil, ainda por cima corroborando para uma visão corporativista das lutas sociais, como se quisesse dizer o que é que os dois grupos têm haver um com o outro. Que pena, perdeu-se uma oportunidade de informar e conscientizar as pessoas na importância de construir a cidadania, que pressupõe lutar por direitos coletivos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + sete =