Mulheres são maioria em academias de Muay Thai de Fortaleza

foto muay thai

Professor há cinco anos de Muay Thai, Marcones Nunes Júnior mostra-se surpreso ao realizar este mês uma aula somente com mulheres no tatame. A coincidência já é realidade nas academias de Fortaleza, quando o número de mulheres supera a quantidade de alunos.

Mas, quem imagina que as mulheres buscam proteção pessoal na arte marcial originária da Tailândia, poderá se impressionar com o real motivo da procura nessas férias: a perda de peso e o corpo modelado.

É o que confirma o professor Vladson do Nascimento, o Gereba, que trabalha em academias no Monte Castelo e Quintino Cunha. “Há cerca de dois anos aumentou muito a procura de mulheres pelo Muay Thai, mas o interesse maior é a perda de calorias e o corpo modelado”, comentou para o Blog.

foto muay thai 2

A desing gráfico Ana Karla Borges Pereira afirma que, apesar de não perder peso como desejaria, conseguiu reduzir as medidas. “Antes, eu vestia 42, hoje consigo usar 38”, destacou.

Já a aluna de Nutrição, Evangelina Araújo, confessa o interesse em manter as medidas do manequim 36, mas diz que o Muai Thay também acarreta em disciplina e respeito ao próximo.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Mulheres são maioria em academias de Muay Thai de Fortaleza

  1. A minha filha, 2, a Amália, que é psicóloga, pratica essa arte marcial, como forma de auxiliar no tratamento de uma disfunção glandular, que a predispõe para obesidade, e consequentemente, para as demais possíveis acarretações que daí possam advir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − um =