NO GOVERNO LULA, CPMF VIRA NECESSIDADE SOCIAL

E os deputados federais mais afinados com o Palácio do Planalto desembarcam nesta terçaf-eira, em Brasília, defendendo o ‘caráter social’ da CPMF, aquele imposto que veio de forma temporária, mas se estabeleceu de malas e cuias nas continhas da gente. Os deputados cearenses José Airton e Eudes Xavier (ambos do PT), por exemplo, e como publicamos em post deste Blog, confirmam esse discurso, em forma de desculpa, pois se apegam ao apelo pelo social para que a CPMF seja prorrogada.

Na conta sobre o imposto, “dos quase R$ 40 bi anuais, repetem os líderes, ‘R$ 15 bi vão para a saúde, R$ 7,5 bi para o Bolsa Família e R$ 6 bi para a Previdência'”. Mas nesta conta ficam faltando R$ 11,5 bilhões. Para onde vai está diferença?

Clique e leia na Painel da Folha

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezoito =