Nota da Oboé Financeira



Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “Nota da Oboé Financeira

  1. Meu Caro Eliomar:-

    Conheço o Newton Freitas há muitos anos e por extensão o irmão dele o jornalista Padua Lopes a quem tenho um slto apreço desde os tempos em que trabalhamos juntos nos Diarios e Emissoras Associados. Acompanho a trajetória profisional do Newton na área edconomico financeira e sempre o tive como exemplo de obstinação e abnegação no que faz. Transformou a Oboé numa expresa enxuta e respeitada, valorizou as coisas da terra como ninguém e soube ser sempre uma criatura humilde e leal aos amigos e funcionários. Mas o que mais me chamou sempre atenção foi o empenho do Newton em apoiar as letras e as artes no Ceará. Quantos não lançaram seus livros através da Oboé? Quantos não devem ao Newton a oportunidade de reunir seus amigos em torno de uma pequena produção literária? Francamente eu não sei os critérios do Banco Central quando resolve intervir numa instituição tão cearense quanto a Oboé….Não sou economista e nem tampouco jornalista que cobre o tal setor, mas acredito que existam coisas mais sérias no mundo financeiro que devem ser reprimidas pelo BC ao invés de fazer caçadas a empresas regionais e no caso especifico a Oboé que tanto bem tem feito ao Ceará e a sua cultura. Acredito firmemente no que o Newton Freitas diz em sua nota aos amigos publicados nos jornais de hoje. E não poderia ser diferente pois me considero um dos amigos dele e amigo só presta quando chega junto….

  2. Não precisa ser expert em finanças para comprovar que a OBOÉ está em crise. Muitas empresas que são terceirizadoras de serviços utilizam a OBOÉ para pagar o salário dos funcionários (SERVNAC, que terceiriza funcionários para a HANDARA). Ocorre que neste mês, desde antes do feriado de sete de setembro, milhares de trabalhadores (serventes, pessoal da limpeza, etc.) foram prejudicados por receberem seus salários nos caixas eletrônicos da OBOÉ. Simplesmente nenhuma caixa tinha dinheiro disponível. O que era pior, apenas um pedaço de papel informava que era preciso dirigir-se a outro caixa. Havia na fila de um dos caixas eletrônicos disponível no North Shopping uma senhora que já tinha ido em 6 locais diferentes e não havia conseguido sacar o dinheiro. Era sexta-feira à noite. Segundo ela fazia essa tentativa dede o dia 6 e nada. Quer prova maior do que essa para mostrar que a OBOÉ encontra-se em situação delicada? NÃO REPASSAR O DINHEIRO DE PESSOAS SIMPLES QUE RALAM O MÊS INTEIRO. Não é justo tratar funcionários assalariados desta forma. Muitos atrasaram o pagamento de suas contas e terão que arcar com custo de multas e juros. Isso não é justo. Principalmente porque sabemos que as empresas terceirizadoras depositaram o dinheiro na conta da OBOÉ. A OBOÈ deve é assumir que errou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =