O artesanato que transforma vidas

Com o título “Artesanato: tradição e modernidade”, eis artigo do superintendente estadual do Sebrae, Joaquim Cartaxo. Ele aborda o valor e o peso econômico do artesanato no campo não só cultural, mas da geração de empregos. Confira:

A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), acontecida em 2004, classifica as atividades da economia criativa em quatro grandes grupos de atividades da indústria criativa: tradição, arte, mídia e criações funcionais. Do latim traditio, tradição é o conjunto de bens culturais como os valores, os costumes e as manifestações que são transitados de geração a geração e passam a fazer parte da identidade social de um povo. Justamente neste grupo, encontra-se uma das atividades produtivas que mais conseguem materializar o patrimônio histórico e cultural de um povo, comunidade ou grupo: o artesanato.

O artesanato é uma das atividades primordiais do homem que passaram a criar utensílios para seu uso e também para decorar o ambiente onde vive. Também vem sendo sustento de milhões de pessoas em todo o mundo, que encontram no artesanato a sua principal atividade produtiva. Ao longo dos tempos, este fazer artesanal conseguiu resistir à era industrial e, hoje, em um mundo cada vez mais digital, e graças à internet, está conseguindo ampliar o seu alcance, atingindo consumidores em locais bem distantes de seus centros de produção.

Assim sendo, a modernidade passou a ser aliada importante desta produção artesanal, seja na divulgação, seja no acesso dos produtores a novos mercados consumidores. Mais do que uma atividade que resiste ao tempo, o artesanato vem encontrando cada vez mais espaço e, também, servindo de inspiração para os trabalhos criativos de diversos outros setores econômicos como a moda, a arquitetura e a indústria de mobiliários, por exemplo.

Em alguns locais, a produção artesanal também vem incorporando o design em seus produtos, trazendo para a criação desses utensílios aspectos funcionais, estéticos e que entrega conceitos. Com isso, o artesanato ganha um novo valor, estabelece novos padrões de qualidade e ajuda a transformar a vida de pessoas.

*Joaquim Cartaxo

cartaxojoaquim@bol.com.br

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae/Ceará.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =