OAB/CE vai acompanhar caso da agressão do ex-prefeito de Baturité a advogado

A Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, informa que, por meio do Centro de Apoio e Defesa do Advogado e da Advocacia (CADAA), recebeu a denúncia formal sobre agressão física sofrido por seu associado, João Batista Lima de Assis. Ele, durante uma assembleia realizada na noite da última terça-feira (21), no auditório da Secretaria de Finanças de Baturité, para discutir a situação do Itamaracá Clube, levou socos do prefeito afastado da cidade, Bosco Cigano.

O Centro de Apoio e Defesa do Advogado e da Advogada (CADAA) vai acompanhar o processo e encaminhar à Comissão de Defesa das Prerrogativas para análise urgente de desagravo e ações cabíveis. Segundo o presidente da Ordem, Valdetário Monteiro, “a arma dos injustos é a violência. A OAB lamenta e repudia a atitude do prefeito afastado, que continua a praticar desmandos”, ressaltou.

O motivo da agressão, segundo o advogado, foi a insatisfação de Bosco Cigano em não querer cumprir o tempo determinado de três minutos para intervenção, como teria sido determinado pela assembleia. Bosco Cigano administra o Itamaracá Clube há oito anos e foi acusado de não prestar contas durante todo esse período em que esteve à frente da gestão. Bosco Cigano, como é conhecido, está suspenso de suas funções públicas segundo decisão da desembargadora do TJCE, Francisca Adelineide Viana. 

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × três =