Pacote de R$ 133 bi para rodovias e ferrovias sai no Diário Oficial da União

“O governo liberou R$ 455 milhões para estradas e ferrovias em todo o país. No Diário Oficial da União de hoje (16), na Seção 1, página 10, está publicado o decreto assinado pela presidenta Dilma Rousseff e a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. O texto define que será concedido crédito suplementar ao Ministério dos Transportes para a liberação dos recursos.

De acordo com o decreto, o crédito suplementar é aberto a partir de recursos do Orçamento Geral da União. A publicação da decisão ocorre um dia depois de a presidenta e a equipe ministerial anunciarem o plano de concessões de rodovias e ferrovias, cuja previsão é investir R$ 133 bilhões em 25 anos.

Para os primeiros cinco anos do plano, o ministro dos Transportes, Paulo Passos, estima cerca de R$ 56 bilhões em ferrovias. Ontem foi anunciada a criação da Empresa de Planejamento em Logística (EPL), que surge da transformação da Empresa do Transporte Ferroviário de Alta Velocidade (Etav).”

(Com Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “Pacote de R$ 133 bi para rodovias e ferrovias sai no Diário Oficial da União

  1. Acho que já este filme.Creio que os protagonistas serão os mesmos,bem como o enredo e o final.Torço para que esteja errado.

  2. Um jornal de circulação local dá em manchetes “garrafais” que o pacote das ferrovias exclui o Ceará. Mas isto é o óbvio. A malha ferroviaria no Ceará está desde 2002 sob a responsabiliade do Governo do Estado. É uma malha ultrapassada com a mesma bitola da época de Dom Pedro II e que o governo Tasso aceitou a estadualização do sistema no apagar das luzes do seu governo para agradar a Fenando Henrique. Tasso sabia que o sistema era falido e deixou uma BOMBA nas mãos dos futuros governantes. Então meu nêgo velho, não adianta agora chorar a falta de investimentos e de projetos. Quem pariu Mateus, que crie.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 10 =