Blog do Eliomar

Últimos posts

Aposta online – Mesmo em casa, Fortaleza não é favorito diante do Cruzeiro

O Fortaleza busca na noite desta quarta-feira (12), a partir das 21 horas, no Castelão, diante do Cruzeiro, a segunda vitória em casa no Brasileirão. O resultado tiraria a equipe cearense da zona de rebaixamento.

Apesar da motivação, o time do treinador Rogério Ceni não é o favorito para a partida, segundo os sites de apostas online, que apontam o Cruzeiro com 36.1% com chances de vitória, contra 31.9% de vitória para o Fortaleza e 31.9% de empate.

Na 17ª colocação na tabela de classificação, o Fortaleza cai mais uma posição quando se leva em consideração somente jogos em casa. A mesma colocação do Cruzeiro em jogos fora de casa. O time mineiro ainda não venceu fora do Mineirão, em quatro jogos. Na classificação geral, o Cruzeiro é o 14º colocado, com um ponto a mais que o Fortaleza.

(Foto: Arquivo)

CCJ da Câmara adia audiência com Onyx Lorenzoni para terça-feira

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara adiou para terça-feira (18) a audiência para a qual foi convocado o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Por se tratar de convocação, Lorenzoni é obrigado a comparecer ao colegiado. A comissão quer ouvir o ministro sobre o decreto que amplia a posse e o porte de armas no país. A convocação estava marcada para hoje.

Segundo o presidente do colegiado, deputado Felipe Franceschini (PSL-PR), o ministro enviou uma justificativa ao presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), alegando que não poderia comparecer à audiência em virtude de compromissos de sua agenda. Em visita a Onyx na manhã desta quarta-feira (12), o ministro teria reforçado o pedido de adiamento e se disponibilizado a comparecer à comissão.

Deputados de partidos da oposição criticaram o adiamento da audiência. O vice-líder da Minoria, José Guimarães (PT-CE), disse que o partido pedirá a desconvocação do ministro.

“Não acho correto o que foi feito. O ministro enviou ofício não à comissão, [mas] ao presidente da Casa. Atropela Vossa Excelência, atropela a comissão”, disse Guimarães. O deputado disse ainda que o PT entrará com pedido para desconvocar o ministro. “Não tem mais interesse [em ouvi-lo]”.

Votação na CCJ do Senado

O decreto que amplia a posse e o porte de armas no país foi votado nesta quarta na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. A comissão rejeitou, por 15 votos a nove, o relatório do senador Marcos do Val (Cidadania-ES) que derrubava sete projetos de Decreto Legislativo que pretendem sustar os efeitos do Decreto 9.797/2019, editado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Na prática, o decreto não foi derrubado. A decisão sobre a medida caberá ao plenário do Senado, para onde a matéria segue com pedido de urgência na tramitação. Nesse caso, o resultado da comissão serve para instruir a discussão dos 81 senadores.

Caso a decisão da comissão seja confirmada no plenário do Senado, por maioria simples, a proposta segue para a Câmara, onde será definido se passa por alguma comissão temática, como a CCJ, por exemplo, ou se vai direto a plenário.

Se o decreto legislativo também for rejeitado pelos deputados, perde o efeito imediatamente. Nesse caso, o novo texto deverá prever o que ocorre com as pessoas que adquiriram armas respaldadas pelo decreto presidencial.

(Agência Brasil)

Ceará alcança a meta de vacinação contra a gripe

O Ceará atingiu a meta de 90% na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que definida pelo Ministério da Saúde. A informação é da assessoria de imprensa da Secretaria da Saúde do Estado, adiantando que, até as 16 horas desta quarta-feira, 2.311.639 (90,18%) pessoas dos grupos prioritários haviam se vacinado. Ainda assim, o órgão destaca ser importante que quem não se vacinou e faz parte dos grupos prioritários deve se vacinar.

A campanha de vacinação contra a gripe encerra nesta sexta-feira, 14. Todos os postos de saúde dos 184 municípios cearenses estão atendendo.

Cuidados

Para reduzir o risco de adquirir ou transmitir o vírus da gripe, além da vacina, devem ser adotadas medidas como: lavar bem as mãos antes de se alimentar, antes de tocar olhos ou boca e ao chegar da rua, evitar aglomerações. “Quem está tossindo ou espirrando, deve cobrir a boca com lenço ou antebraço, ações conhecidas como etiqueta da tosse”, ressalta a médica.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe iniciou no dia 10 de abril. O objetivo é a redução das formas graves e complicações pela Influenza, além da redução da mortalidade pela doença. No Ceará, 157 municípios já alcançaram a meta da cobertura vacinal que é de 90%.

Oi informa – Investiu mais de R$ 74,3 milhões no Ceará no primeiro trimestre deste ano

A Oi informa ter investido mais de R$ 74,3 milhões no Ceará no primeiro trimestre de 2019. Segundo a assessoria de comunicação da operadora, isso representou um aumento de 118% em relação ao mesmo período do ano anterior. A operadora destaca ainda ter oferecido rede 4,5G nas cidades de Fortaleza, Maracanaú e Maranguape e rede de fibra ótica em Fortaleza. Também adianta que investiu na sua rede móvel com a modernização de 47 sites no Estado. Hoje tem cobertura 4G em 59 cidades do Estado.

Até 2020, a Oi planeja investir R$ 7 bilhões por ano, em todo o país, com foco na expansão de seu serviço de banda larga de fibra de alta velocidade (FTTH) e na rede 4G e 4,5G. Ao final de março, com o projeto de expansão de fibra de alta velocidade, a Oi revela ter alcançado um total de 1,7 milhão de casas passadas, com 145 mil clientes de fibra conectados, registrando uma taxa de ocupação de 8,7% das casas passadas.

Pelo terceiro mês seguido, desde que começou a fazer parte do índice do Netflix, a banda larga Oi Fibra ficou em primeiro lugar na medição de velocidade de internet, o que indica a melhora significativa da qualidade do serviço da companhia. O Oi Fibra oferece internet de até 200 Mega, por meio de FTTH.

Tudo pronto para a Expo Recicla 2019

Fortaleza recebe, nesta quinta e sexta-feira, a IX Expo Recicla. A realização é do Sindiverde, o sindicato que congrega empresa do ramo.

Essa feira reunirá, no Centro de Eventos, empresas de toda cadeia produtiva da reciclagem, como energias renováveis, água, borracha, plástico, entre outros.

A Sou Energy, empresa agraciada com o Prêmio Fiec por Desempenho Ambiental, na modalidade “Produção Mais Limpa”, é uma das participantes da feira, mais precisamente dentro da mesa redonda sobre Sustentabilidade Ambiental da Indústria Cearense.

DETALHE – Recentemente o país atingiu o marco de geração de 1Gw de energia limpa via geração Distribuída. Desse total, 87% foi gerado por placas fotovoltaicas.

(Foto – Arquivo)

Produtos típicos de festas juninas sobem 9,15%, diz FGV

Os preços dos produtos utilizados no preparo dos pratos típicos de festas juninas mostraram alta de 9,15% nos 12 meses compreendidos entre junho de 2018 e maio deste ano, superando a inflação acumulada no período pelo Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), da Fundação Getulio Vargas (FGV), que ficou em 5,06%.

Entre os produtos procurados pelos consumidores, destaque para a batata-inglesa, que subiu 98,13%, couve (24,43%), farinha de trigo (21,75%), leite de coco (17,80%). O economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre-FGV) e coordenador do IPC, André Braz, analisou que produtos como a batata-inglesa apresentam essas “taxas extremas” em alguns momentos do ano.

Essas taxas dependem de condições de safra que, nos últimos meses, não foram muito favoráveis, o que acabou possibilitando essa variação em 12 meses. “Não quer dizer que seja uma situação permanente porque, como são lavouras curtas, a oferta se restabelece rapidamente e os preços tendem a devolver toda essa gordura, todo esse aumento acumulado nos últimos meses. O ponto principal é que esses aumentos não são duradouros”, afirmou.

Câmbio

Outros itens componentes da cesta, principalmente os derivados do trigo, soja e milho, tiveram aumentos mais fortes porque, no ano passado, ocorreu uma desvalorização cambial maior. Este ano, Braz disse que o câmbio anda estável, devolvendo um pouco da valorização nos últimos dias. “Mas o acumulado em 12 meses ainda fica pressionado”. Como os preços das commodities (produtos agrícolas e minerais comercializados no mercado internacional) são negociados em bolsa, em especial milho e trigo, os preços dos derivados subiram muito, apresentando aumentos de dois dígitos. Isso tende a inflar também um pouco a variação média da cesta feita para esse período do ano.

Entre os alimentos in natura, como batata-inglesa e couve, não há tendência de que a alta perdure por muitos meses. “A gente está vendo na coleta de preços do segundo trimestre uma desaceleração muito forte nessas famílias ‘in natura’ e ela deve durar, pelo menos, até o final de julho, início do terceiro trimestre.

Pastagens

Em relação às proteínas, como carnes bovinas, que subiram 6,89% em 12 meses, linguiça (6,66%) e salsicha e salsichão (12,30%), André Braz observou que elas dependem do preço das grandes commodities, porque o gado se alimenta de rações à base de milho e soja, e também devido a condições de pastagem. Nesse período de inverno, com poucas chuvas, afirmou que isso compromete o estado das pastagens e prolonga o aumento do preço de proteínas.

O economista do Ibre-FGV avaliou que na família de produtos comprados para as festas juninas, o que tem mais chance de recuar no curso prazo são os produtos ‘in natura’, isto é, produtos de feira livre.

Para os consumidores que pretendem organizar festas juninas, André Braz aconselhou que, como se trata de festas sociais, a melhor maneira de driblar o aumento de preços generalizado nessa cesta é dividindo as despesas. “Se cada um levar um pouquinho, não vai pesar para ninguém e a festa vai ficar bonita. Já se ficar por conta de uma pessoa só, não vai ter orçamento para a festa, não”.

Dentre os itens da cesta que apresentaram queda, destaque para farinha de mandioca (-23,47%), bolo pronto (-1,98%), açúcar refinado (-0,67%) e bebidas destiladas (-0,02%).

(Agência Brasil)

Vem aí o programa Letras & Livros, uma opção para quem gosta de literatura

A TV O POVO vai estrear, em breve, mais um programa com a prata da casa.

Vem aí “Letras & Livros”, que terá a apresentação da jornalista Isabel Costa e direção do também jornalista Renato Abê. A atração virá em forma de temporadas, sendo que a primeira falará sobre Literatura de Fantasia, com entrevistas de autores cearenses e dicas de leitura no gênero.

Além de TV, o programa será veiculado também em canal do Youtube.

DETALHE – Letras & Livros será uma plataforma bem diversificada, pois, além de publicação de livros, terá quadro na Nova Brasil FM, podcast e outras novidades.

DETALHE 2 – Isabel Costa também assina o Blog Leituras da Bel, no O POVO Online.

(Foto – Bruna Sombra)

Governador Camilo e bancada têm audiência com ministro do Desenvolvimento Regional

O governador Camilo Santana (PT)e boa parte da bancada federal do Ceará se reuniu, nesta tarde de quarta-feira, em Brasília, com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

No encontro, Camilo entregou ao ministro uma lista de obras federais no Estado, com aval dos parlamentares coordenados por Domingos Neto (PSD), e solicitou apoio financeiro para uma serie de programas de importância para a área hídrica cearense.

Domingos Neto, após o encontro, disse que um dos principais focos é a segurança hídrica. Nesta semana, ficou acordado que o Governo Federal deve liberar recursos para as obras do Rio São Francisco e, dentro desse projeto, entra o Cinturão das Águas do Estado, por onde a água desse rio entrará no Ceará.

“O Cinturão das Águas é, sem dúvida, uma prioridade”, afirmou o parlamentar, enquanto o ministro Gustavo Canuto prometeu trabalhar para que o Ceará não tenha problemas de escassez de água.

“Diante disso, definimos que vamos marcar uma agenda com o ministro Paulo Guedes para que ele entenda a importância das nossas obras hídricas, de saneamento e demais áreas e, assim, possamos chegar a uma solução em conjunto”, informou o deputado Domingos Neto.

(Foto e Vídeo – Divulgações)

Cine Ceará 2019 – Que tal fazer um curso de Planejamento de Produção de Animação 2D?

Um curso avançado de Planejamento de Produção para série de animação 2D. Eis a oportunidade que a organização do Cine Ceará oferecerá para produtores de audiovisual que atuam no mercado ou tenham conhecimentos básicos no setor O curso ocorrerá nos dias 24 e 25 de junho, das 10 às 13 horas e das 14 às 17 horas, na sede do BNB Passaré.

As inscrições estão abertas até o dia 18 de junho ou até o preenchimento das vagas no site do Cine Ceará (www.cineceara.com). São ofertadas 30 vagas.

Com duração de 12 horas/aula, a capacitação conta com uma grade de estudo focada na produção de uma série de animação, com abordagem em desenho de produção, utilização de séries de 2D com animação cut out – toon boom, cronograma e orçamento. Durante a formação, será apresentado um método de trabalho para que o produtor consiga estruturar a produção da série de animação de forma mais segura. O curso será ministrado por Mariana Brasil, produtora executiva com mais de 20 anos de mercado na área de audiovisual.

Caixa já renegociou divida de 125 mil clientes após lançar campanha

Mais de 125 mil pessoas renegociaram dívidas com a Caixa Econômica Federal, desde o final de maio, quando o banco público lançou campanha de renegociação. A informação foi divulgada hoje (12), pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Segundo Guimarães, essas negociações ficaram em torno de R$ 150 milhões. A expectativa da Caixa é receber até o final da campanha, que dura 90 dias, R$ 1 bilhão.

A campanha da Caixa atinge cerca de 3 milhões de clientes que podem regularizar débitos com atraso acima de 360 dias. A renegociação é valida somente para pagamento à vista. Os descontos variam de 40% a 90%, conforme o tipo de crédito contratado e o tempo de atraso. Guimarães disse que, na média, o desconto está em 82,78%.

De acordo com Guimarães, a média dos pagamentos até agora é de R$ 1 mil, mas “a grande maioria” paga de R$ 500 a R$ 600.

Além dessa campanha, na quarta-feira passada (5), a Caixa anunciou a renegociação de crédito imobiliário. Segundo a Caixa, a renegociação beneficia 600 mil famílias devedoras, com potencial de alcance de 2,3 milhões de pessoas. Guimarães informou que já foram feitos pedidos de renegociação referentes a 25 mil imóveis.

(Agência Brasil)

Programa Viva o Parque terá eventos também no Canindezinho e no Curió

O Parque Estadual do Cocó ganhou um cachorródromo Foi entregue no último fim de semana pela gestão do local. Isso em clima de festa pelos dois anos de criação do equipamento e em meio a mais uma edição do projeto Viva o Parque.

Falando nisso, o secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, confirma: o Viva o Parque, que ocorre também no Parque Botânico do Ceará, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), chegará também ao rio Maranguapinho, no bairro Canindezinho, e ao Curió.

A estreia do projeto será domingo que vem.

(Foto – Paulo MOska)

Acordo garante discussão da proposta da Previdência sem obstrução de governistas

Com a confirmação de que o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) será apresentado amanhã (13) na Comissão Especial da Reforma da Previdência, a oposição e o presidente do colegiado, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), fecharam acordo hoje (12) para garantir que não haverá obstrução na fase de leitura do documento e de discussão da proposta.

Durante uma reunião a portas fechadas entre Ramos, Moreira e representantes das bancadas dos partidos para definir os procedimentos das próximas reuniões da comissão, ficou acertado que todos os parlamentares inscritos terão direito à palavra sem que governistas, que tem pressa em aprovar a matéria, apresentem requerimento para encerrar a fase de discussões quando o número de inscritos previstos pelo regimento para discussão for atingido. “Todos os inscritos terão a palavra”, comemorou o líder da oposição, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ).

A leitura do parecer do relator Samuel Moreira está marcada para as 9h30. Às 9h, será aberta a lista de inscrição, que será encerrada apenas na terça-feira (18), quando o primeiro deputado inscrito começar a falar. A leitura do relatório que, segundo Ramos, será longo, será seguida de um pedido de vista – mais tempo para análise – pelo prazo de duas sessões do plenário.

Com isso, a expectativa é de que os debates comecem só na próxima terça-feira. Além disso, o feriado de Corpus Christi, na próxima quinta-feira (20), e os festejos juninos no Nordeste, que tradicionalmente esvaziam o quórum na Câmara, devem empurrar a conclusão dos trabalhos da Comissão para o início de julho .

Para evitar prejuízo no calendário de votação da proposta, o presidente da comissão afirmou que, se necessário, irá convocar reuniões do colegiado na semana de festas juninas.

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), também tem mantido o otimismo e acredita que até o final deste mês, a matéria deve estar concluída na Comissão Especial.

(Agência Brasil)

Prefeito atende a pressões e anuncia a criação do Alvará Social

412 5

No ano passado, a Prefeitura de Fortaleza implantou um novo modelo de alvará, com o objetivo de aprimorar a segurança coletiva e dar mais transparência e regularidade aos mecanismos de fiscalização.

Houve, no entanto, muita reclamação em razão dos custos elevados e porque a renovação passaria a ser anual.

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) anunciou, nesta quarta-feira, um modelo novo do documento: o Alvará Social, proposto como emenda ao Código da Cidade em tramitação na Câmara Municipal.

A partir deste ano, todos os estabelecimentos comerciais enquadrados como microempresas e empresas de pequeno porte, que antes representavam um valor médio de cerca de R$ 600, ficarão com uma taxa anual única de apenas R$ 50 (cinquenta reais).

Além disso, outra dado: todos os empreendimentos do terceiro setor, como Igrejas, Fundações e ONGs, serão beneficiados com isenção total pelo novo Alvará Social.

Todos os detalhes da medida, bem como a situação atual de alvarás e cobranças, estão sendo divulgados ao longo desta quarta-feira.

Bom lembrar que essa conquista veio por meio de boa pressão por parte de entidades de vários setores como a CDL Fortaleza.

(Foto – Divulgação)

Inovações na Lei Maria da Penha

Com o título “Inovações na Lei Maria da Penha”, eis artigo de Leandro Vasques, professor de Direito Penal da Uni7 e Unifor e mestre em Direito pela UFPE. “Muitos debates sobre a constitucionalidade da nova lei já se observam no meio jurídico, tendo inclusive a Associação dos Magistrados Brasileiros ajuizado junto ao STF, uma ação direta de inconstitucionalidade”, diz o articulista. Confira: 

Com mais de doze anos de vigência a Lei Maria da Penha é uma das normas mais conhecidas e comentadas do Brasil. Ao longo desse tempo a lei passou por várias modificações, sempre com o objetivo de aperfeiçoar a proteção à mulher em situação de vulnerabilidade nas relações domésticas ou familiares.

A última mudança significativa da Lei Maria da Penha (e que já está vigorando) ocorreu em maio do fluente ano, com a alteração das regras de competência para a decretação de medida protetiva de urgência (Lei nº 13.827/2019). Anteriormente, somente a autoridade judicial (magistratura) poderia decretá-las, mas agora se permite que delegados de polícia e policiais civis e militares também determinem o afastamento imediato do lar, domicílio ou local de convivência com a ofendida, desde que atendidos alguns requisitos.

Em caso de risco atual ou iminente à vida ou à integridade física da mulher ou de seus dependentes em situação de violência doméstica e familiar, a autoridade judicial (o juiz) continua tendo a competência principal para a determinação dessa medida protetiva. Contudo, segundo a inovação trazida pela nova Lei 13.827/19, quando o município…

*Confira a íntegra do artigo de Leandro Vasques, no O POVO aqui.

Aníbal Gomes considera “muito estanho” o caso envolvendo Moro e Dallagnol

Até o deputado federal Aníbal Gomes (DEM), que teve um processo na Lava Jato arquivado e aguarda o julgamento de outro, reconhece: o caso Moro-Dallagnol é “muito estranho”.

Aníbal até cobra: “Tudo precisa ser apurado”.

O parlamentar diz torcer para que esse imbróglio envolvendo o ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro, e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, o procurador Deltaon Dallagnol, não atrapalhe o processo de discussões da reforma da Previdência.

(Foto – Arquivo)

Mobilização pelo Twitter aleta para o combate ao trabalho infantil

O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado hoje (12), movimenta o Twitter desde o início da manhã. A mobilização na rede social conta com a participação de importantes setores do poder público, como o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST), que chamam a atenção para o tema.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) demonstram que cerca de 2,5 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos estão trabalhando no país. Sabe-se ainda que, somente entre 2014 e 2018, o MPT registrou mais de 21 mil denúncias de trabalho infantil no país.

No mundo, segundo a organização não governamental de defesa dos direitos das crianças no mundo, Save The Children, o índice de trabalho infantil foi reduzido em 40% de 2000 até hoje. Ao longo desses anos, as ações de enfrentamento à prática tiraram 94 milhões de crianças e adolescentes dessa condição.

A ONG, porém, avalia que o combate ao trabalho infantil tem desacelerado com o passar do tempo, de forma que a meta estabelecida para os próximos seis anos, em âmbito global, de se erradicar esse tipo de crime, talvez não ocorra. A previsão é de que, caso não se potencialize o progresso nessa área, 121 milhões de crianças e adolescentes ainda estarão submetidas ao trabalho infantil em 2025.

Conforme levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT), 246 milhões de crianças e adolescentes, com idade entre 5 e 17 anos, viviam nesse contexto em 2000. Em 2016, o número caiu para 152 milhões, dos quais metade estavam especialmente vulnerável, já que desenvolvia atividades laborais de alto risco e que ameaçavam sua saúde física e emocional e sua segurança. Naquele ano, se todas as crianças e adolescentes submetidas ao trabalho infantil formassem um país, ele constituiria o nono maior do mundo.

De acordo com a Save The Children, as diretrizes e convenções internacionais de combate ao trabalho infantil têm surtido efeito em todo o mundo. No período analisado, as melhoras mais expressivas aconteceram na Ásia Central e no Leste Europeu, região em que as transformações foram possíveis graças ao desenvolvimento econômico, à diminuição da pobreza e ao compromisso político assumido pelos governos de melhorar as condições de vida da população em geral.

(Agência Brasil)

Unidade parceira da UVA promove em Fortaleza a I Feira de Oportunidade

178 2

A Universidade Vale do Acaraú vai promover, de quinta a sábado, a primeira edição da Feira de Oportunidade, evento destinado à difusão das experiências exitosas dos alunos da Instituição. A abertura do evento acontecerá na unidade parceira da Instituição, com sede em Messejana, em Fortaleza, a partir das 18 horas desta quinta. O evento é abeto ao público.

Na abertura, haverá uma exposição e roda de conversa sobre o tema “A Educação como Instrumento de Transformação da Realidade“, a cargo do ex-deputado federal Eudes Xavier e do professor Emanuel Ramos, sociólogo com especialização nas áreas de psicopedagogia e psicanálise.

Também será apresentada a experiência desenvolvida pelo Instituto Florestan Fernandes com jovens trabalhadores rurais do Sertão Central do Estado, integrantes do Projeto Formação de Formadores em Políticas Públicas e Cidadania.

A Feira da Oportunidade, segundo a coordenadora de ensino da UVA, professora Otilia Martins, objetiva difundir conhecimento e compartilhar com a comunidade universitária e movimentos sociais pesquisas e teses elaboradas pelos estudantes com foco na qualificação dos alunos e das comunidades assistidas pelos projetos sociais desenvolvidos pela universidade.

(Foto – Arquivo)

Caixa devolve R$ 3 bilhões ao Tesouro

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje (12) a devolução de R$ 3 bilhões ao Tesouro Nacional. A expectativa do banco é devolver R$ 20 bilhões até o final deste ano. No total, a Caixa deve ao Tesouro R$ 40,2 bilhões.

O anúncio foi feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, na reunião com os presidentes do Banco do Brasil, Rubem Novaes, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, nesta manhã, no Ministério da Economia, em Brasília.

“Essa é uma decisão de governo. Vamos devolver o dinheiro que se deve”, disse Guimarães.

De acordo com o ministério, os bancos públicos devem cerca de R$ 86,5 bilhões em empréstimos concedidos pelo Tesouro Nacional. Além dos R$ 40,2 bilhões da Caixa, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve R$ 36,1 bilhões, o Banco do Brasil, cerca de R$ 8,1 bilhões, o Banco do Nordeste (BNB), R$ 1 bilhão, e o Banco da Amazônia (Basa), R$ 1,06 bilhão. Os valores das dívidas são referentes a dezembro de 2018.

Segundo o ministro, a ideia é que todos os bancos devolvam o dinheiro do empréstimo para abater da dívida pública, mas a “maior pressão” do governo é pela devolução de recursos pelas instituições maiores.

“O dinheiro volta para resgatar a dívida pública. Esse movimento vai desestatizando gradualmente o mercado de crédito. A participação dos bancos públicos no crédito chegou a 60%”, disse o ministro. Guedes acrescentou que essa estratégia do passado, de estímulo ao crédito pelos bancos públicos, gerou distorções, com empréstimos a juros baixos para grandes empresas e crédito a taxas elevadas para a população. Ele citou como grandes empresas a Odebrecht e a Petrobras.

“A gente reduziu o crédito para grandes empresas. Isso também gerou uma folga muito grande de capital”, acrescentou o presidente da Caixa.

De acordo com Guedes, a devolução dos recursos também é boa para o balanço do banco que paga juros de 18% ao ano pelo empréstimo do Tesouro, enquanto a taxa básica de juros, a Selic, está em 6,5% ao ano. “Ele [Pedro Guimarães] não está só fazendo um favor para a União, está tornando o banco mais sólido. Está reduzindo a dívida. Está fazendo algo muito bom para a Caixa e justamente com essa folga financeira está melhorando o balanço dele, e isso permite dar desconto de até 80% em dívidas de brasileiros de baixa renda”, disse Guedes, referindo-se à abertura da renegociação de dívidas de clientes feita pela Caixa, recentemente.

(Agência Brasil)

UFC promove a III Seminário de Assessoria de Comunicação

O curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará vai promover, de 17  a 19 próximos, o III Seminário de Assessoria de Comunicação. O evento ocorrerá das 18 às 20 horas, no auditório da Pós-Graduação em História (Campus do Benfica).

O tema central será Tendências e Desafios do Meio Digital, com mesas de debates abordando questões como Marketing de Conteúdo e Branded Content”, com a participação de Adailma Mendes, editora-executiva de Cidades do O POVO, Eugênia Cabral, mestre em Comunicação Estratégica, e Falkner Moreira, analista de mídias sociais.

Também haverá mesa sobre Gerenciamento de Crises na Internet com a jornalista Camilla Viegas, e, também, outra mesa sobre Gestão de Mídias Sociais com as jornalistas Hayanne Neves (especialista em Marketing), Natércia Melo (Mídias Sociais) e Vanessa Lins (Especialista em Marketing Digital).

SERVIÇO

*Inscrições – even3.com.br/semascomufc

*Aberto ao público.

Nova Lei Geral de Proteção de Dados é tema de palestra em Fortaleza

A Nova Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor a partir de agosto de 2020, é tema de palestra a ser promovida pelo grupo Controller, que comemora 30 anos de mercado e que tem à frente Robinson de Castro e Silva. Robinson é também presidente do time do Ceará e do Conselho Regional de Contabilidade.

O encontro acontecerá nesta quinta-feira, 13, a partir das 8h30min, no auditório do grupo e contará com a presença de Rafael Pistono, sócio da área de Tecnologia, Mídia e Telecomunicações do Vinhas e Redenschi Advogados, especialista em Direito Digital e Proteção de Dados Pessoais, e de Airton Coelho, o Chief Technology Officer (CTO) na empresa Future Techlogies, atuante na área de tecnologia há 30 anos e mestre em Informática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

A norma causará mudança de mindset quanto ao tratamento dos dados pessoais pelas organizações públicas e privadas, pois incentiva a proteção dos dados dos brasileiros por meio de exigências que devem ser seguidas por empresas e entes governamentais. Entre tais obrigações existe a necessidade de determinar profissional especializado responsável pela segurança dos dados e das respostas aos incidentes.

A Lei também estabelece a criação de políticas internas de proteção de dados que devem ser seguidas por todos os colaboradores. Em caso de não cumprimento dos requerimentos legais poderão ser aplicadas multas por incidente equivalentes a até 2% do faturamento por exercício (com limite de R$ 50 milhões).

SERVIÇO

Controller – Rua Monsenhor Bruno, 1600 – Auditório Controller

Mais Informações – (85) 3208 2737.