Blog do Eliomar

Últimos posts

Vozão de olho – São Paulo sente o desgaste, cede o empate e é eliminado da Copa do Brasil

Após estar vencendo o Atlético Paranaense, por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (19), no estádio Morumbi, pela quarta fase da Copa do Brasil, o São Paulo sentiu o desgaste em campo, cedeu o empate e foi eliminado da competição. O time paulista agora enfrenta o Ceará, no domingo (22), no Castelão, pela segunda rodada do Brasileirão, com menos de 70 horas entre as duas partidas.

O São Paulo garantia a classificação até os 35 minutos do primeiro tempo, com gols de Wanderson e Nenê, mas segurou o placar por apenas seis minutos, quando Guilherme Gusmão descontou de pênalti. Na segunda etapa, logo aos 5 minutos, Matheus empatou e evitou a decisão da vaga em cobranças de pênaltis.

Apesar da maior presença no ataque, o São Paulo não conseguiu acompanhar os contra-ataques do Alético, que chutou a gol somente três vezes.

(Foto: Reprodução)

Ministro do STJ envia recurso de Lula ao Supremo

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, enviou hoje (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio da Lula da Silva para reverter a decisão da 5ª Turma, que rejeitou, em março, pedido para evitar a execução da condenação do ex-presidente na ação penal do tríplex do Guarujá (SP).

O caso foi julgado antes da decisão do juiz federal Sergio Moro, que determinou a prisão de Lula para cumprimento provisório da pena de 12 anos e um mês de prisão.

A medida foi tomada após a decisão do Supremo, que negou ontem um habeas corpus protocolado pela defesa para mudar o entendimento firmado pela Corte em 2016, quando foi autorizada a prisão após o fim dos recursos na segunda instância.

Na decisão, Moro explicou que, embora caiba mais um recurso contra a condenação de Lula, os chamados embargos dos embargos, a medida não poderá rever os 12 anos de pena.

(Agência Brasil)

Parlamento Metropolitano – Salmito defende o fortalecimento do Legislativo

Poder mais próximo da população, o Legislativo deve ser fortalecido, diante da tendência mundial de aglomeração das grandes metrópoles. A observação é do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), na noite desta quinta-feira (19), em Horizonte, na Região Metropolitana, em encontro do Fórum Parlamentar Metropolitano, que terá ainda eventos nos municípios de São Gonçalo do Amarante (nesta sexta-feira, 20), Maranguape (segunda-feira, 23), Aquiraz (terça-feira, 24), Guaiúba (terça-feira, 24), além de Maracanaú (9 de maio) e Eusébio (14 de maio).

Salmito ressaltou estudo em que, até 2050, toda a população mundial deverá ocupar somente 2% de território.

Em defesa do cidadão metropolitano, o presidente do Legislativo de Fortaleza colocou à disposição das demais câmaras municipais da Região Metropolitana a programação da TV Fortaleza (canal 61.4) e da FM Fortaleza (90.7) para a divulgação das pautas legislativas.

(Colaborou o jornalista André Capiberibe / Foto: Divulgação)

Comissão de Cultura aprova regionalização para incentivos da Lei Rouanet

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 6448/16, do deputado Dagoberto Nogueira (PDT-MS), que inclui instrumentos para garantir a equidade regional como princípio norteador para a aprovação dos projetos apreciados pelo Ministério da Cultura.

Atualmente, a Lei Rouanet (8.313/91) já estabelece os princípios de não concentração por segmento cultural e por beneficiário para não direcionar todos os recursos para poucos projetos.

Pela proposta, a destinação dos recursos para os projetos será classificada por região do País, conforme dois critérios:
– ¾, no mínimo, na proporção da população de cada região de acordo com o último censo;
– até ¼ priorizando as regiões com menor desenvolvimento cultural.

O relator na comissão, deputado Tadeu Alencar (PSB-PE), adotou emenda para incluir na proposta o uso de três informações mínimas para definição do desenvolvimento cultural de cada região:
– o consumo cultural das famílias;
– o mercado de trabalho cultural; e
– a presença de equipamentos culturais em cada região.

“Consideramos importante que a lei traga os parâmetros gerais para tal definição, a ser detalhada pelo regulamento”, disse Alencar

O texto também altera as regras de publicação de quem receberá os recursos da lei. Pelo projeto o aprovado deverá ter o CPF ou CNPJ divulgados e em qual área foi enquadrado, além dos dados como título do projeto, valor autorizado e prazo para captar recursos – como já estabelece a lei atual. E também fica exigida a divulgação online dos vencedores, e não apenas em publicação oficial.

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Sobe para quatro número de mortes por gripe influenza HINI no Ceará

Já são quatro as mortes por gripe influenza A H1N1 no Ceará, neste ano; Informou, nesta quinta-feira, a Secretaria da Saúde do Estado. Os óbitos foram registrados em Fortaleza, Iracema, Eusébio e Solonópole. Até agora, o número de casos da doença chega a 27.

A Secretaria da Saúde resolveu antecipar para esta sexta-feira a campanha de vacinação da gripe, que deveria ter início na segunda-feira. Isso por causa do aumento no número de mortes.

De acordo com informações da Sesa, a vacina previne contra três tipos de influenza: influenza A H1N1, influenza A H3N2 e Influenza B. O tipo que tem despertado maior preocupação nas autoridades e na população é a H1N1. A meta é vacinar 2.286.637 de pessoas dos grupos prioritários.

Grupo prioritário

– Idosos a partir de 60 anos
– Crianças de seis meses aos menores de cinco anos
– Trabalhadores de saúde
– Professores das redes pública e privada
– Povos indígenas
– Gestantes e mães com até 45 dias após o parto
– Pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas
– Funcionários do sistema prisional
– Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar, alerta a secretaria.

Dicas de prevenção recomendadas pela Secretaria da Saúde

– Lavar e higienizar as mãos com frequência
– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa
– Evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca
– Ter boa alimentação e beber bastante líquido
– Evitar contato com pessoas que estejam com sintomas da gripe
– Manter a sua casa bem arejada.

STF concede prisão domiciliar para Maluf

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu há pouco conceder prisão domiciliar ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) por razões de saúde.

A questão foi decidida após a votação na qual a Corte definiu que Maluf não pode recorrer em liberdade da condenação de 7 anos e 9 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

A decisão confirma liminar proferida pelo ministro Dias Toffoli, que, no mês passado, determinou que o deputado passe do regime fechado, no presídio da Papuda, em Brasília, para prisão domiciliar.

Atualmente, Maluf está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. De acordo com o último boletim médico, divulgado na terça-feira (17), ele faz tratamento contra um câncer de próstata, que está em estágio evoluído, com metástase.

(Estado de Minas)

Marco Aurélio manda nova ação sobre 2ª instância para plenário do STF

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou hoje (19) para julgamento no plenário da Corte uma nova ação declaratória de constitucionalidade (ADC) contra a prisão após a condenação em segunda instância. O processo foi aberto na quarta-feira (18) pelo PCdoB.

A inclusão da ADC na agenda do plenário depende agora da presidente Cármen Lúcia, responsável pela elaboração da pauta de julgamentos. Marco Aurélio enviou a ação ao pleno antes de decidir sobre a concessão ou não de uma liminar (decisão provisória) solicitada pelo partido.

Na nova ADC, assinada pelo jurista Celso Bandeira de Mello, que representa o PCdoB, o partido defende que uma pessoa só pode ser considerada culpada após o chamado trânsito em julgado, quando não cabem mais recursos em nenhuma instância da Justiça, incluindo o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o próprio STF.

A legenda pede uma liminar urgente para “impedir e tornar sem efeito qualquer decisão que importe em execução provisória de pena privativa de liberdade sem a existência de decisão condenatória transitada em julgado”.

A ação foi aberta pelo partido logo após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve um habeas corpus preventivo negado pelo STF sob o argumento de que o entendimento atual da Corte permite a execução provisória de pena logo após o encerramento do processo em segunda instância, sem que seja necessário aguardar os recursos a instâncias superiores.

(Agência Brasil)

Procurador-Geral do Estado promove seminário Direito 2018

Juvêncio Viana e os advogados Cândido Albuquerque e Jardson Cruz.

A Procuradoria-Geral do Estado do Ceará , por meio do Centro de Estudos e Treinamento (Cetrei), inscreve para o Seminário de Direito 2018, que será realizado no próximo dia 4, em seu auditório. A iniciativa é coordenada pelo procurador-geral do Estado, Juvêncio Viana.

O conteúdo programático abordará quatro temas: Tema I – Ainda o Processo de Conhecimento, expositor: Juvêncio Viana; Tema II – Da Petição Inicial, expositora: Angélica Cabral; Tema III – Da Coisa Julgada, expositor: José Ivan Ayres Viana Filho e Tema IV – Da Remessa Necessária, expositora: Sarah Kelly Limão.

Programação

8h30min – Tema I – Ainda o Processo de Conhecimento
Expositor: Juvêncio Vasconcelos Viana

9 horas – Tema II – Da Petição Inicial
Expositora: Angélica Mota Cabral

9h30min – Tema III – Da Coisa Julgada
Expositor: José Ivan Ayres Viana Filho

10 horas – Tema IV – Da Remessa Necessária
Expositora: Sarah Kelly Limão

SERVIÇO

*Serão ofertadas 95 vagas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas antecipadamente pelo telefone (85) 3459-6351 ou e-mail cetrei@pge.ce.gov.br.

*O seminário será realizado no auditório do Cetrei/PGE, situado na Avenida Dr. José Martins Rodrigues, 150 – Edson Queiroz, das 8h30min às 10 horas.

*Mais Informações – (85) 3459-6351.

(Foto – Cnews)

Uma reflexão sobre responsabilidade socioambiental no setor público

Com om título “Responsabilidade socioambiental no setor público”, a professora universitária Germana Belchior nos convida, em seu artigo, a debater o tema. Por sinal, dos mais atuais e importante naquilo que se propõe de crescimento econômico com respeito à natureza. Confira:

O contexto atual é caracterizado por uma incessante inovação tecnológica, cujos principais efeitos são a crise ambiental e a quebra da clássica divisão entre o público e o privado. A sociedade passa a interagir e a participar das empresas, fortalecendo a concepção de stakeholders (interessados externos à organização). A iniciativa privada não pode permanecer à margem dos problemas sociais, ambientais e éticos enfrentados pela sociedade, pois dela fazem parte como agente social ativo, possuindo, assim como as pessoas, direitos e deveres.

Dessa forma, inicialmente pensada para compor a ressignificação do conceito de empresa, a Responsabilidade Socioambiental entrou, há alguns anos, na agenda dos organismos internacionais, movimentando-se gradativamente para integrar a agenda pública dos Estados nacionais.

O Estado não é um fim em si mesmo, um ente fictício, dotado de soberania, que age por meio de poderes de império em busca da manutenção do bem comum. É mais um ator no mercado, possuindo três papeis distintos: como empresa, como consumidor e como regulador. Ao atuar como empregador e provedor de serviços, o Estado age de forma semelhante a uma empresa, devendo atentar-se para as consequências que geram suas atividades, evitar a degradação do meio ambiente e assegurar condições de trabalho decente. Quando o ente estatal é consumidor, ele deve se utilizar de compras sustentáveis, que se trata de aquisições de bens e serviços com o objetivo de aumentar os benefícios para a sociedade, mediante a inclusão de critérios de sustentabilidade nas licitações.

Como regulador, o Estado deve estabelecer padrões mínimos legais de respeito às condições de trabalho e ao meio ambiente, equidade de gênero, qualidade dos produtos e serviços, transparência, combate à corrupção, dentre outros. O Estado é, portanto, um sistema vivo, em que há uma influência de todos os setores e pensamentos, além de uma pluralidade de energia que dissemina e provoca mudanças, não podendo ser pensando de forma linear. A responsabilidade ética e intergeracional, fundamental para a cidadania, deve ser incorporada por todas as estruturas do Estado e por todos os entes federativos, fortalecendo o cooperativismo, a solidariedade e a intersetorialidade de temas que são essenciais para a promoção da dignidade humana, como é o caso da responsabilidade socioambiental.

*Germana Belchior

germana_belchior@yahoo.com.br

Servidora Pública e Professora universitária. Doutora em Direito.

Fortaleza receberá show Grande Encontro em nova versão

Fortaleza vai assistir ao espetáculo “O Grande Encontro”, que reúne no mesmo palco Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença, no dia 5 de maio próximo, no Centro de Eventos.

Desta vez, o show virá numa versão atualizada, segundo a produção, incorporando “uma sonoridade elétrica e percussiva”.

No repertório, claro, não vão faltar clássicos como “Caravana”, “Tropicana”, “Anunciação”, “Moça Bonita”, “Canção da Despedida”, “Bicho de Sete Cabeças”, “Coração Bobo” e “Táxi Lunar”.

(Foto – Lívio Campos)

Record é condenada a indenizar ex-atleta Jade Barbosa

Retratar pessoa pública como decadente é atitude abusiva da imprensa. Com este entendimento, a 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou a TV Record a indenizar a ginasta Jade Barbosa em R$ 20 mil.

A emissora publicou reportagem em seu portal falando que alguns atletas hoje vivem da imagem nas redes sociais e não do esporte. Jade foi chamada de “rainha das selfies” e que “vive mais do corpão do que de medalhas”.

Para o relator, desembargador Carlos Eduardo Fonseca Passos, a reportagem não tinha conteúdo informativo e era irrelevante ao interesse público. Porém, os desembargadores reduziram o valor de R$ 100 mil para R$ 20 mil.

“[Chamar de] atleta decadente, em publicação notoriamente sensacionalista, caracteriza abuso do direito à liberdade de expressão, do qual resulta o dever de indenizar”, afirmou Fonseca Passos, conforme reportagem do site Jota.

A corte também ressaltou que o fato de Jade já ter participado de programas de entretenimento da Record “não configura perdão tácito”.

Maranguape será sede de vaquejada com maior premiação no Ceará

A cidade de Maranguape (Região Metropolitana de Fortaleza) vai ser sede da II Vaquejada do Complexo Franskim Pedro, que, neste ano, oferecerá  a maior premiação dos últimos tempo na modalidade no Estado. A competição terá inicio nesta quinta-feira e vai se estender até domingo, na localidade de Forquilha, com R$ 200 mil em prêmios. O certame também oferecerá shows com artistas da atualidade, como Solange Almeida, Mano Walter e Canina do Forró, além de dar espaço a bandas regionais.

Delegações de vaqueiros de todo o País, em especial do Norte e Nordeste, já se inscreveram para garantir a senha de competição no primeiro Complexo de Vaquejadas do Ceará. Os competidores se enquadram nas categorias Profissional, Amador, Aspirante, Feminina e Derby.

Outro destaque é a maior premiação oferecida à categoria feminina no Ceará, um montante de R$ 10 mil. As mulheres vaqueiras, que têm demonstrado garra em suas apresentações e força no braço, têm conquistado cada vez mais respeito neste segmento esportivo cujas raízes se firmam na própria história do Nordeste brasileiro.

Programação do Forró

Sexta-feira (20/4) – Entrada Gratuita

Atrações: Forró Diferente, Hélio Araújo e Forró D’Nome

A partir: 22h

Sábado (21/4)*

Atrações: Solange Almeida, Mano Walter, Canina do Forró

A partir: 22h

Domingo (22/4) – Entrada Gratuita

Atrações: Jonas Alves, Farra da Patroa e Forró Di Origi

A partir: 16h

Ingressos antecipados do forró: loja Oficial (Maranguape shopping Mall), bar Do Ari (Amanari), blinclass (Shopping Maracanau e Parangaba)

Valores: pista R$32 / front R$52

Programação da Vaquejada

Quinta-feira (19/4)

Classificação

Categoria: *Profissional

Início: 7h

*A classificação do profissional será com boiada diferente das demais categorias.

Classificação

Categoria: Amador, Aspirante e Derby

Início: 12h

Sexta-feira (20/4)

Classificação

Categoria: Profissional

Início: 7h

Classificação

Categoria: Amador, Aspirante, Feminina e Derby

Início: 12h

Sábado (21/4)

Classificação

Categorias: Profissional

Início: 6h

Classificação

Categorias: Amador, Aspirante, Feminina e Derby

Início: 10h

Obs: Na categoria Derby e Feminina poderá haver encaixe de uma senha por rodízio.

Domingo (22/4)

Disputas Finais

Categorias: todas

Início: 7h

Premiação

Profissional

R$ 100mil (1º lugar 1 Carro Zero KM e do 2º lugar ao 15ºlugar premiação em dinheiro)

Amador

R$ 65mil (1º lugar 1 Carro Zero KM; 2º lugar ao 15º premiação em dinheiro)

Feminina

R$ 10mil (1º lugar 1 moto Zero KM; 2º lugar ao 5º lugar premiação em dinheiro)

Derby

1 moto zero km (1º lugar)

Senhas antecipadas da vaquejada: Cilene (85) 99849.0058 / Stênio (85) 99776.0128

Valores: R$1 mil (profissional); R$650 (amador); R$200 (aspirante); R$500 (derby) e R$100 (feminina) – 3x no cartão de crédito

SERVIÇO

Mais Informações – (85) 98796.3750.

(Foto – Divulgação)

Irapuan Aguiar, advogado e articulista do Blog, agora é da Academia Fortalezense de Letras

Advogados Humberto Cunha, Djalma Pinto e Irapuan Diniz Aguiar.

Articulista deste Blog, o advogado e professor Irapuan Diniz Aguiar acaba de ser informado pelo cúpula da Academia Fortalezense de Letras (AFL) de que vai integrar como membro essa entidade.

Irapuan Aguiar ocupará a cadeira que tem como patrono o escritor e poeta Moreira Campos.

“Partilho esta notícia com o dileto amigo”, diz, em comunicado, Irapuan, no que comemoramos também essa conquista.

Prefeitura de Juazeiro do Norte vai distribuir 2.500 laptops para professores

O prefeito de Juazeiro do Norte, José Arnon (PTB) promete concluir, dia 26 próximo, todo o processo licitatório para a aquisição de notebooks que serão disponibilizados para professores da rede municipal de ensino.

Dentro desse objetivo, foi lançado edital, que especifica a compra de 2.500 laptops que visam atender as necessidades e os trabalhos desenvolvidos pelos docentes junto aos seus alunos.

O processo licitatório virá por meio de pregão eletrônico. Ou seja, a partir daí será identificado o vencedor do certame e definido o valor da futura compra.

(Foto – Agência Câmara)

Livro infantil incentiva meninas negras a amarem seu cabelo crespo

Praticamente nenhuma obra da escritora, professora e intelectual afro-americana bell hooks (ela escreve mesmo com letra minúscula) foi traduzida e publicada no Brasil. De sua produção teórica, “Ensinando a Transgredir” é o único reeditado recentemente, em 2017.

Uma nova porta de entrada para seus escritos foi lançada em março de 2018 pelo Boitatá, selo infantil da editora Boitempo.

O livro infantil “Meu Crespo é de Rainha”, publicado pela primeira vez nos EUA em 1999, é um poema de hooks que enaltece o cabelo natural e os penteados de meninas negras. A obra conta com ilustrações do também americano Chris Raschka.

Nascida Gloria Jean Watkins, hooks adotou como pseudônimo o nome de sua bisavó materna, escrito sempre em minúsculas – transgressão gramatical que indica, segundo ela, que o essencial é o conteúdo de seus livros, e não quem os escreveu.

O feminismo, a intersecção entre raça e gênero, a pedagogia engajada e a representatividade na política são alguns dos temas de seus livros e artigos.

A questão da autoestima

Na quarta capa do livro, a empresária e influenciadora digital Ana Paula Xongani escreve que, com ele em mãos, crianças negras teriam “mais ferramentas para reverter o processo histórico de invisibilidade” a que estão submetidas.

Em entrevista ao Nexo, Xongani explica que o processo a que se refere é “o apartamento da beleza negra” do conceito geral de beleza.

“A gente sabe que as crianças negras não se veem representadas na mídia, nos livros, nos livros didáticos. Elas não estão ocupando esse lugar do belo, do carinhoso, do bonito. É esse o processo de invisibilidade. Ser uma criança negra no Brasil significa crescer sem se ver”, disse.

“É importante que a gente veja pessoas parecidas com a gente para construir a nossa autoimagem”, diz Xongani. “É um processo de invisibilidade imagética principalmente, mas que constrói todo o imaginário social.”

Para ela, imaginar que uma ativista com trabalhos tão contundentes como os de hooks também se dedicou a um livro infantil dá a real dimensão da importância de se pensar o processo de construção da autoestima da população negra desde a infância.

(Foto – Reprodução cedida pela Editora)

*Confira mais aqui.

TSE promoverá seminário sobre Propaganda Eleitoral

Juízes de todo o país responsáveis por analisar ações envolvendo propaganda eleitoral estarão reunidos, dias 19 e 20 deste mês de abril, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eles vão participar do seminário “Perspectivas e Desafios da Propaganda Eleitoral: Eleições 2018”. A informação é da assessoria de imprensa do TSE

O evento terá, em seu primeiro dia, a presença de ministros do TSE, bem como de autoridades e doutrinadores do Direito Eleitoral, que falarão aos convidados sobre temas vinculados à propaganda eleitoral. Os painéis incluem os tópicos: aspectos doutrinários e jurisprudência no tocante à liberdade de expressão; problemáticas da propaganda na internet; uso de redes sociais e impulsionamento de conteúdo; e fake news.

A programação se iniciará às 10h30min e terminará às 19h30min, e a abertura contará com a participação do presidente do TSE, ministro Luiz Fux, e do ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, diretor da Escola Judiciária Eleitoral do TSE.

O segundo dia será dedicado à reunião dos participantes em grupos de trabalho, sendo as atividades iniciadas às 9 horas e encerradas às 12 horas. Os temas discutidos na reunião, cujo escopo são as eleições que se avizinham, compreendem a remoção de conteúdo, a fiscalização da propaganda paga na internet, a responsabilidade eleitoral por divulgação de conteúdo e o direito de resposta.

A crise sociopolítica, a desesperança no porvir e as eleições de 2018

692 2

Com o título “A crise sociopolítica, a desesperança no porvir e as eleições de 2018”, eis artigo do professor e sociólogo João Arruda. Ele aborda cenários do País em crise, mas não perde a esperança. Confira:

O Brasil vive, seguramente, a maior tragédia sociopolítica da sua história e o brasileiro, em consequência, está cada vez mais cético quanto a sua capacidade de superação do caos prevalecente. O seu pessimismo tornou-se endêmico e ele chegou ao paroxismo quando passou a acreditar que nada é tão ruim que não possa piorar ainda mais.

E há fundadas razões para esse pessimismo. Basta analisar o conteúdo médio das publicações diárias da grande mídia nos últimos anos. É um cotidiano bombardeado por notícias que produzem enormes sentimentos de perplexidade, frustrações e desesperanças. Nesse contexto, ele passa a admitir que o Brasil está fadado a um destino inglório, acreditando que a culpa por sua tragédia deve-se à hipotética natureza humana corrompida dos brasileiros.

Apesar de uma relativa apatia política, o nosso cidadão médio está atento. Ele tem uma clara percepção de que os Poderes da República estão em decomposição e vazios de qualquer legitimidade. Percebe que os nossos valores éticos e morais estão sendo relativizados, que a corrupção endêmica foi institucionalizada como política de Estado e, o mais grave, que a atividade política foi criminosamente nivelada por baixo por políticos inescrupulosos. Percebe, enfim, que estamos perdendo as nossas referências socioculturais e caminhando perigosamente para um grave quadro social de anomia.

Ultimamente, além de ser vítima da maior crise econômica da história do Brasil, crise essa que já lhe subtraiu mais de 13 milhões de empregos, o brasileiro padece com uma onda de violência crescente que inferniza a sua existência. E há agravantes: as estripulias diárias dos nossos ímprobos e inescrupulosos políticos, de diferentes partidos e matizes ideológicas, fazem com que os brasileiros sintam que lhes roubaram até o direito à esperança. Com um forte sentimento de impotência frente a essa realidade macabra, eles acabam perdendo a confiança em nossas instituições e no seu próprio futuro.

Estamos a menos de seis meses das eleições que poderão mudar esse quadro. O brasileiro precisa, mais do que nunca, aproveitar esse momento privilegiado para tentar reverter essa situação de crise e desesperança coletiva. Devemos estar atentos para não embarcar em propostas messiânicas ou cair em aventuras simplistas, alternativas tão atraentes em momentos de crises, mas com consequências profundamente nefastas.

Nesse período pré-eleitoral devemos observar com muita atenção a máxima que diz: o voto não tem preço, tem consequência! Nesta perspectiva, temos a obrigação ética e o dever moral de fazer uma grande mobilização popular, efetuando uma magistral assepsia política, barrando candidaturas com passados comprometedores. Devemos evitar aqueles que vivem da política e a utilizam como meio para se locupletarem. Devemos procurar, com uma lupa, os políticos que, por vocação, vivem para a política. Estes são poucos, mas fazem uma diferença enorme. Eles são apaixonados pelas causas e ideais que defendem, possuem um claro senso de responsabilidade e uma refinada capacidade de dimensionar a importância ou a gravidade de uma conjuntura sociopolítica.

Felizmente, como no momento de crises as sociedades sempre encontram antídotos para combater as suas patologias, começam a surgir algumas luzes no fim do túnel. No Ceará, nas últimas semanas, temos sido surpreendidos positivamente com o aparecimento de várias personalidades da sociedade civil que, indignadas com os rumos da nossa política, aceitaram o desafio para colaborar na construção de um novo momento histórico, resgatando a esperança perdida dos brasileiros.

Como exemplo, entre as novas personalidades emergentes, gostaria de destacar a presença de duas mulheres guerreiras, que, por suas militâncias, vêm se destacando na vida política cearense, com grande potencial para contribuir para a superação da crise atual. A primeira é a Lia Ferreira Gomes, médica dermatologista e pertencente a uma tradicional família política. Antiga militante em defesa de uma sociedade mais justa e includente, Lia Gomes vem se destacando na periferia de Fortaleza pela sua luta intransigente contra toda forma de injustiça social, na defesa das mulheres e de outras minorias sociais. O segundo nome é o da líder empresarial Nicole Barbosa. Formada em direito e administração de empresa, Nicole, apesar da sua juventude, já acumulou uma longa folha de serviço prestada ao Ceará. Nicole foi diretora e presidente do SINDIGRAFICA, diretora e presidente do CIC e presidente da ABIGRAF. No governo de Camilo Santana foi Secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico e presidente da ADECE.

Finalizando, volto a reafirmar que a decisão de mudar essa patologia social encontra-se nas mãos de cada cidadão eleitor, pois somente ele, com o peso do seu voto, e usando rigoroso critério na escolha dos seus candidatos, tem a força e a legitimidade para reverter esse quadro, mandando para o lixo da história os políticos corruptos responsáveis pela atual crise e elegendo políticos sérios e vocacionados, comprometidos com a história e com o bem-estar dos brasileiros. Portanto, volto a repetir a mantra de que o voto não tem preço, tem consequência!

*João Arruda

Sociólogo e professor da UFC.

Os tucanos entre os índios

A parlamentar, os Pitaguary e seu pai, o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.

A deputada estadual Fernanda Pessoa (PSDB) parabenizou, nesta quinta-feira (190 os povos indígenas pelo Dia do Índio, celebrado neste dia 19 de abril.

“Um povo guerreiro, os primeiros habitantes de nossas terras e que são os guardiões do meio ambiente. Pedimos aos governantes políticas efetivas para os povos indígenas e à sociedade respeito a luta dos índios e a tudo o que representam à nossa cultura” disse a parlamentar.

Fernanda Pessoa também homenageou o povo Pitaguary, que foi o primeiro a habitar Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza).

(Foto – Divulgação)