Blog do Eliomar

Últimos posts

Os novos horizontes da economia cearense

Com o título “Novos horizontes”, eis artigo de Roberto Macêdo, ex-presidente da Fiec e membro do Conselho Nacional da Indústria. Ele faz uma avaliação positiva dos últimos ganhos obtidos pelo Ceará em matéria de investimentos. Confira:

A chegada a Fortaleza do South Atlantic Cable System (Sacs), ligando o continente africano à América do Sul, veio reforçar o entroncamento de cabos submarinos de fibras óticas, que já existe em nossa capital fazendo conexões com a Europa, os Estados Unidos e vários países hispano-americanos.

Esse fato lembrou-me uma imagem muito utilizada pelo meu pai, José Macêdo, para expressar uma das suas visões da vida e dos negócios. Para ele, saudável aos 98 anos, empreender é escalar montanhas, descortinando os horizontes que vão surgindo a cada cume alcançado.

A expansão da conectividade proporcionada pelo hub de fibra ótica gera grandes oportunidades para que o Ceará se transforme num polo tecnológico de importância global. Temos em nossas mãos imensas possibilidades de desenvolvimento e de atração de empresas de telefonia e de tecnologia da informação.

No momento em que vivemos a transição para um modelo industrial baseado na economia de conteúdos e de serviços, apoiado em plataformas digitais, o desafio maior que se coloca é o aproveitamento inovador desta valiosa infraestrutura para o aumento da nossa produtividade e competitividade.

Essa vertente tecnológica do desenvolvimento vem somar-se a outros horizontes visualizados, como o horizonte do turismo, potencializado pelas parcerias internacionais de tráfego aéreo com a Air France/KLM e Gol, e gestão aeroportuária com a Fraport, e o horizonte de logística marítima, a ser efetivada entre o Porto do Pecém e o de Roterdã.

A minha crença é que esses tipos de parcerias vão abrindo novos horizontes para outras formas de cooperação, imprimindo aceleração na dinâmica de desenvolvimento do Ceará. Na subida pela montanha de oportunidades da nova economia precisamos ter a ousadia de criar caminhos que nos levem ao desenvolvimento com benefícios para os negócios e para a sociedade.

*Roberto Macêdco,

roberto@pmacedo.com.br

Ex-presidente da Fiec e membro do Conselho da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Donald Trump diz que pode viajar a Jerusalém para inaugurar embaixada dos EUA

O presidente americano, Donald Trump, disse hoje (5) que pode viajar a Israel para inaugurar formalmente a embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém que se espera que comece a operar no próximo mês de maio. “Se puder, irei”, disse ele, ao receber na Casa Branca o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. A informação é da EFE.

Trump não esclareceu se viajaria para Jerusalém em maio ou depois, dado que a intenção de Washington é inaugurar nessa data somente uma pequena delegação da missão diplomática, composta pelo próprio embaixador e poucos assessores, enquanto se constrói uma embaixada definitiva.

Acordo de Paz

Além disso, Trump expressou otimismo a respeito do futuro dos seus esforços de paz entre israelenses e palestinos, apesar da sua decisão de transferir para Jerusalém a embaixada americana ter feito com que as autoridades palestinas o descartassem como mediador nesse processo.

“Acredito que os palestinos querem voltar à mesa negociadora, querem muito. Se não fizerem isso, não teremos paz, e isso também é uma possibilidade”, declarou Trump.

Netanyahu, por sua parte, agradeceu de novo ao “histórico” reconhecimento do Jerusalém como capital de Israel e comparou sua relevância com, entre outras coisas, a Declaração de Balfour de 1917, na qual o então secretário de Relações Exteriores britânico prometeu aos judeus uma pátria no Oriente Médio. “Isto é algo que nosso povo lembrará durante anos e anos”, afirmou.

O premiê israelense também salientou a preocupação mútua dos EUA e de Israel sobre as atividades do Irã na região do Oriente Médio e disse que “é preciso deter” esse país.

(Agência Brasil)

Ministério Público requer na Justiça convocação de aprovados em concurso público de Itatinga

696 1

A Promotoria de Justiça de Itaitinga, ajuizou uma ação civil pública requerendo que a Prefeitura dessa cidade da Região Metropolitana de Fortaleza garanta o direito à nomeação, posse e exercício dos candidatos aprovados em concurso público de 2015, com 639 vagas para diversos cargos efetivos e formação de cadastro de reserva. A informação é da assessoria de imprensa do MPCE.

Segundo o promotor de justiça Luís Bezerra Lima Neto, a validade do concurso está próxima “sem que o município tenha demonstrado interesse em convocar os aprovados, aliado a isso, foi verificado no bojo do procedimento que o município mantém diversos contratos temporários de prestação de serviço, em desacordo com a lei, inclusive em cargos para os quais existem candidatos aprovados”, disse o representante do MPCE em Itaitinga.

Foi pedido, ainda, na ação o reconhecimento do ato como improbidade administrativa e que o Município se abstenha de contratar temporariamente ou nomear para cargos em comissão agentes públicos de atribuições próprias de servidor de cargo efetivo previsto no edital 001/2015, bem como de renovar ou prorrogar contratos de trabalho dos agentes públicos ocupantes dos cargos dispostos no edital 001/2015, enquanto houver candidato aprovado no certame ainda não nomeado e empossado.

Cresce 106% em dois anos número de mulheres pilotando aeronaves no Brasil

Levantamento divulgado nesta segunda-feira (5) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostra que o número de mulheres com licença ativa para pilotar aeronaves cresceu 106% de 2015 a 2017.  Segundo a Anac, existem no Brasil 1.465 mulheres exercem a atividade. Os homens são 46.556.

O maior crescimento ocorreu no número de mulheres com licença de pilotos privados de avião, que aumentou 165%, passando de 279, em 2015, para 740 no ano passado.

A Anac também identificou aumento expressivo no segmento de pilotos privados de helicóptero, que passou de 47 mulheres em 2015 para 167 em 2017, o que representa crescimento de 255%.

No caso de pilotos de avião de empresas aéreas, o número de mulheres passou de 29, em 2015, para 41 em 2017. Também aumentou a presença de mulheres piloto de linhas  que operam com helicóptero, que foi de 14 profissionais para 22 no mesmo período.

O número de mulheres mecânicas de aeronave também cresceu. O percentual foi de 30% no período, passando de 179, em 2015, para 233 em 2017. “No entanto, o número ainda é pequeno quando comparado aos profissionais do sexo masculino: 8092 em 2017”, informou a Anac.

Comissárias são maioria

Os dados excluem a carreira de comissário de bordo que, historicamente, sempre teve mais profissionais do sexo feminino. Ao todo, são 6.485 profissionais contra 3.335 homens habilitados para a função.

De acordo com a agência, o levantamento de profissionais habilitados é feito a partir da extração das licenças ativas emitidas exclusivamente pela Anac. De acordo com a Anac, apesar de os homens serem a maioria nos postos de pilotos, mecânicos e despachantes, os dados mostram que o cenário está mudando aos poucos com o ingressos de mais mulheres no setor, em especial no comando das aeronaves.

(Agência Brasil/Foto – Divulgação)

Relator do projeto de privatização da Eletrobras falará nesta noite de segunda-feira na Fiec

José Carlos Aleluia recepcionado por Danilo Forte no aeroporto.

Já está em Fortaleza o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA). Ele é relator do projeto que trata da privatização da Eletrobras e tratará sobre o tema, a partir das 18h30min, na Fiec, com o empresariado local.

Aleluia é convidado do deputado federal Danilo Forte (DEM) e vai expor principalmente a sua disposição de direcionar parte do valor a ser arrecadado com a venda da empresa para ações de revitalização da bacia do Rio São Francisco.

Pelo menos R$ 400 milhões serão necessários anualmente para tocar o bombeamento das águas do São Francisco, informa o relator da matéria.

(Foto – Paulo MOska)

Ministro dos Assuntos Consulares dos EUA está preocupado com onda de facções no Ceará

O ministro de Assuntos Consulares dos EUA, Doug Konners, visitará Fortaleza no próximo dia 12. Na agenda, entre vários contatos oficiais, há um jantar programado com o presidente do Conselho Penitenciário do Estado, Cláudio Justa, para saber sobre facções no Ceará.

Os americanos sempre incluem o Ceará nos seus roteiros turísticos e, claro, têm preocupação quanto a esse tema.

Por falar nesse tema, Cláudio Justa será recebido em audiência nesta terça-feira, às 15 horas, em Brasília, pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim.

Ali, Justa apresentará para ele uma radiografia do sistema prisional cearense.

Ao som de Waldonys, Hemoce lançará nova campanha para doação de sangue

O Hemoce lança, nesta quarta-feira, às 9 horas, em suas sede, em Fortaleza, a campanha Vidas que Salvam Vidas. O objetivo é reforçar estoque de sangue para o período da Semana Santa. Essa nova ação terá uma programação especial para os doadores, como serviços de maquiagem, limpeza de pele, corte de cabelo e escova para quem estiver no hemocentro coordenador.

A abertura da programação terá a participação do cantor Waldonys, que receberá os doadores de sangue ao som da sanfona. O músico é padrinho da campanha de doação de sangue há cinco anos e voluntariamente participa das ações do Hemoce.

DETALHE – Nos hemocentros das cidades de Quixadá, Iguatu, Sobral, Crato e Juazeiro do Norte haverá também uma programação diferenciada no dia 7 de março. Artistas locais irão se apresentar nas unidades. Confira a programação no site do Hemoce: www.hemoce.ce.gov.br

Comissão de Anistia Wanda Sidou terá primeira reunião do ano nesta quarta-feira

502 1

A Comissão de Anistia Wanda Sidou fará sua primeira reunião do ano nesta quarta-feira, às 9 horas, na sede da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus).

Segundo presidente da comissão, Mário Albuquerque, dois assuntos constarão dessa pauta: planejamento das ações de 2018, com casos que devem ser julgados em matéria de indenizações de ex-presos políticos, e ampliação das atividades na área Projetos de Memória.

(Foto – Paulo MOska)

 

Bolsonaro deve ingressar no PSL e levar mais 10 parlamentares

1219 2

No mesmo ato em que Jair Bolsonaro (RJ) se filiará ao PSL, nesta quarta-feira (7), uma dezena de deputados também deve ingressar no partido. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Depois de entrar na nova legenda, Bolsonaro deve se licenciar do mandato de deputado por 60 dias para fazer pré-campanha.

A ideia é deixar o parlamento até maio.

VAMOS NÓS – Será que o Capitão Wagner, hoje com o pé fora do PR, vai ingressar na legenda de Bolsonaro, a quem já está apoiando?

Dia Internacional da Mulher terá “Mostra Multiplicidades – Mulher em Arte e Vida”

As artistas visuais cearenses Cida Fonseca, Fátima Gomes e Milena Fernandes vão abrir, às 17 horas da próxima quinta-feira – Dia Internacional da Mulher, no Centro Cultural Belchior, a exposição “Multiplicidades -= Mulher em Ate e Vida”.

Multiplicidades vem discutir acerca da atuação da mulher na arte, dentro de um contexto contemporâneo, onde a mulher surge como protagonista, com uma postura progressista, irreverente, libertadora, capaz de expressar suas próprias ideias e fazer sua história.

“O que nos surpreende é saber que ao mesmo tempo em que a imagem da mulher é excessivamente utilizada na interpretação e imaginação de artistas homens, ela se torna invisível, submissa, passiva, pois atua apenas como
figurante da idealização do homem, e deixa de ser agente de sua própria história”, dizem as artistas.

SERVIÇO

*Centro Cultural Belchior – Galeria Divina Comédia Humana – Rua dos Tabajaras, 123 – Praia de Iracema.

*Visitação: De segunda à sexta-feira, das 10 às 21 horas e sábados e domingos das 15 às 21 horas.

O Estatuto Municipal da Pessoa com Deficiência e sua Importância

Com o título “Estatuto Municipal da Pessoa com Deficiência”, eis artigo do vereador Acrísio Sena (PT). Ele destaca essa matéria importante para a consolidação dos direitos desse segmento. Confira:

Já está em vigor o Estatuto Municipal da Pessoa com Deficiência. A lei nº 10.668/2018, de nossa autoria, foi batizada de Nadja Pinho Pessoa, em homenagem à professora e militante dos direitos desta causa no Ceará, falecida em 8 de julho de 2017. O Estatuto consolida 30 anos de proposições, atualizando e inovando direitos. O texto sintetizou dispositivos legais que discorrem sobre direitos das pessoas que possuem qualquer impedimento de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, e que buscam garantir a participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condição com as demais pessoas.

A lei já está se afirmando como uma referência em todo país, pois informações sobre ela estão sendo constantemente procuradas por outros legislativos. Nossa intenção é garantir a inclusão plena e efetiva na sociedade desta população. Afinal, o Ceará possui 2.340.150 pessoas com deficiência, 3º maior índice do Brasil, segundo o Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em Fortaleza, segundo estudo realizado em 2000, havia cerca de 300 mil pessoas nesta situação.

O Estatuto reúne leis sobre acessibilidade, conscientização da sociedade, adoção de políticas sociais básicas (saúde, educação, habitação, transporte, desporto, lazer e cultura), políticas e programas de assistência social, medidas preventivas e execução de serviços especiais. Dentre os vários pontos, destacam-se descontos e gratuidades em serviços, meia-entrada em eventos culturais, disponibilização de cadeiras de rodas em espaços de grande circulação, reserva de vagas em eventos e concursos, datas comemorativas de conscientização, realização de jogos para desportivos.

Outras conquistas merecem destaque, como a obrigatoriedade do uso das linguagens Libras e Braille pelos meios de comunicação da Prefeitura e Câmara; autorização dos veículos de transporte coletivo urbano do Município de Fortaleza a parar fora das paradas obrigatórias para desembarque dos passageiros com deficiência física, respeitar o itinerário original da linha; redução de 50% da carga horária, sem prejuízo da remuneração, ao servidor municipal detentor da guarda judicial de pessoa com deficiência que necessite de atenção permanente.

Nossa expectativa é expandir este código por todo o Estado e garantir que ele seja efetivamente cumprido. Para que isso ocorra, cada cidadão precisa conhecer e compartilhar o Estatuto. Afinal, o respeito ao outro começa a partir da informação correta e reconhecimento dos seus direitos.

*Acrísio Sena,

acrisiosenapt@gmail.com

Vereador de Fortaleza (PT).

Lula e uma versão delirante

549 1

 

Com o título “Réu, não vítima”, eis artigo do publicitário e escritor Ricardo Alcântara. Ele analisa entrevista dada por Lula à Folha de S.Paulo, no fim de semana, e qualificou como “delirante” muitas das afirmações feitas pelo ex-presidente contra a Lava Jato. Confira:

Li a entrevista com Lula na Folha de São Paulo. Apostando na popularidade de sua figura e no surto de idiotização que acometeu sua militância, o ex-presidente demonstrou, sem êxito, sua conhecida disposição para manipular os fatos, sempre em reforço à sua suposta condição de vítima.

A versão vendida por Lula é delirante: a operação lava Jato decorre de uma conspiração internacional, cujo agente principal é o governo norte-americano, a serviço dos interesses econômicos de grandes grupos transnacionais que pretendem se apoderar da reserva petrolífera do Pré-sal.

Até tentei me colocar no lugar das pessoas que acreditam nessa tolice, mas fui contido pelos vestígios de razão que possuo ainda: considerando as diversas instâncias coletivas que dão curso aos processos sob o régio da lei, eu deveria acreditar que a embaixada americana comprou todo o Judiciário brasileiro!

Deveria crer, ainda, em absurdo maior: os magnatas da construção civil, bem como velhas raposas políticas sem vocação alguma para qualquer tipo de sacerdócio, aceitaram o sacrifício de habitar presídios – e tudo isso apenas para compor a cena do crime como coadjuvantes num teatro que, de fato, lhes pertence de papel passado.

Que Lula tente vender essa versão é fácil compreender: o desespero do náufrago suspende qualquer noção de natureza moral. O apelo anti-imperialista sempre foi refúgio retórico dos populistas que, como ele, foram devorados por estas máquina de estraçalhar reputações: um Estado latino-americano.

Mas não se enganem: à sua base popular pouco importa sítios e triplex, desde que ele volte para restituir benefícios que nenhum outro lhe dera. Governada pelo pragmatismo, o povo brasileiro tornou-se, também ele, pragmático: quem tem um Bolsa família com que me pague não me deve nada.

Causa perplexidade é que gente alfabetizada acredite ser possível, mediante favores pecuniários, curvar todo o Ministério Público e a Polícia Federal – instituições com autonomia, com membros concursados e bem remunerados.

Aí, somos levados a buscar explicações nos compêndios da moderna psiquiatria.

*Ricardo Alcântara

Escritor e publicitário.

Leptospirose – Todo cuidado é pouco

Fortaleza registra de 30 a 40 casos de leptospirose por ano. A informação é de Nélio Moraes, titular da Coordenadoria de Vigilância de Saúde.

Segundo adiantou, os casos dessa doença aumentaram em tempos de chuva. “Todo cuidado é pouco”, alerta Nélio, adiantando que o município vem fazendo ações preventivas.

Por ano, a taxa de óbitos vai de cinco a seis casos.

 

Tudo pronto para o Dia D de Debates sobre Base Nacional Comum Curricular

358 1

Nesta terça-feira (6) serão realizadas diversas ações voltadas para uma mobilização nacional em torno da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da educação infantil e do ensino fundamental. Na data, que será marcada como o Dia D de Discussão da BNCC, o Ministério da Educação (MEC), o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime) vão promover discussões em diversas localidades explicando a estrutura e as competências do texto.

Vão participar do Dia D de Discussão da BNCC secretarias estaduais e municipais de educação, escolas e professores. Entre as atividades previstas estão apresentações informativas e dinâmicas, visando ao engajamento dos profissionais da educação no processo de concretização do currículo comum.

A Base Nacional Comum Curricular foi homologada em 20 de dezembro do ano passado. O documento, que apresenta os conhecimentos, competências e habilidades considerados essenciais no processo de aprendizado dos estudantes brasileiros ao longo da educação básica e servirá como referência para a formulação dos currículos dos sistemas e das redes escolares estaduais e municipais, foi cercado de polêmicas durante todo o ano.

O documento que já está em vigor trata apenas das diretrizes para os currículos das escolas de educação infantil e ensino fundamental. A base para o ensino médio deverá ser enviada pelo Ministério da Educação ao Conselho Nacional de Educação até o fim de março,

(Agência Brasil)

Tesouro Direto lança aplicativo para smartphone

O Tesouro Direto lançou hoje (5) o aplicativo do programa para telefones celulares que funcionam com o sistema operacional iOS. O aplicativo permite fazer simulações e investimentos. O aplicativo tem Touch ID para que o investidor possa acessar sua conta também com a impressão digital.

Por meio do Simulador do Tesouro Direto, o usuário conhece os diferentes títulos do programa, faz projeções dos seus investimentos, compara a rentabilidade do título escolhido com outros produtos financeiros e pode personalizar os parâmetros de cálculo. É possível compartilhar as simulações nas redes sociais, além de enviar por e-mail.

O aplicativo permite navegar por várias funcionalidades mesmo sem o login. Para fazer transações, é preciso ser cadastrado e acessar a área logada do investidor.

Na área logada do app é possível acessar o menu “Meu Tesouro”, onde o investidor pode consultar informações detalhadas dos seus títulos e acessar um extrato completo com informações de custos e com gráficos de rentabilidade. Além disso, o investidor pode consultar informações dos seus investimentos, resgates e reinvestimentos realizados ou mesmo agendamentos.

O aplicativo também conta com duas novidades que não estão presentes no site do programa. Uma delas é a ferramenta Sonhos, que permite ao investidor traçar metas e acompanhar o progresso de seus investimentos, vendo o quanto já atingiu das metas pela evolução de sua carteira de títulos.

A outra novidade do aplicativo é a gerente virtual Tetê, uma personagem criada para aproximar os potenciais investidores do programa e facilitar a interação com as ferramentas do app.

Para conferir as novidades basta baixar o aplicativo do Tesouro Direto na loja da Apple. Para o sistema Android as novidades estarão disponíveis em breve, na sua nova versão a ser atualizada em abril.

A Secretaria do Tesouro Nacional informou que o lançamento do aplicativo vem em conjunto com a campanha #TDnaMão e na sequência de duas outras mudanças recentes. Uma delas é a oferta de vagas ilimitadas para os cursos do Tesouro Direto (de introdução, intermediário e avançado), ministrados gratuitamente pela Escola de Administração Fazendária (ESAF). Desde o início do ano, o curso está permanentemente disponível para todos os interessados, sem a necessidade de formação de turmas específicas.

A outra mudança foi o lançamento de um novo fluxo de investimentos que trouxe mais agilidade e tranquilidade para os poupadores. Desde 5 de fevereiro, o prazo para liquidação das aplicações efetuadas no TD diminuiu de dois para um dia útil, para as transações que ocorrerem em dias úteis de 00h às 18h, e de três para dois dias úteis, quando a operação for realizada em fins de semana, feriados ou em dias úteis das 18h às 23h59.

(Agência Brasil)

FHC e suas preocupações

310 1

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso chamou recentemente um especialista para avaliar sua adega, composta basicamente de vinhos que ganhou ao longo de décadas.

A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Apesar de possuir muitas garrafas de excelentes chateaux franceses, achou que o conjunto valia mais do que imaginou — e acabou desistindo de vendê-las.

Gerson Camarotii alerta contra “salvadores da pátria”

400 1

Camarotti e o presidente da Fiec, Beto Studart.

O jornalista Gerson Camarotti afirmou, nesta manhã de segunda-feira, em Fortaleza, que o Brasil vive, apesar da crise política, um momento diferenciado, no qual o eleitor nunca olhou com tanta atenção para os cenários. Ele lembrou que, mesmo a conjuntura atual não sugerindo lideranças tão fortes em termos de nomes nacionais para o pleito de 2018, é importante que, na hora do voto, sejam avaliadas as posições dos postulantes em relação a temas que não poderão mais ficar fora do debate político. Nada de apostar em “salvadores da pátria”.

Sobre a atuação do setor empresarial em relação ao cenário político do país, Gerson colocou ser fundamental fortalecer os espaços institucionais, dar legitimidade para exposição dos pensamentos em grupo, de modo a criar lideranças dentro das organizações. Ele disse que o setor empresarial é “importantíssimo” para a sociedade e não poder ficar omisso em relação aos rumos da Nação. O debate foi mediado pelo integrante do Núcleo de Estudos Políticos da FIEC, Marco Penaforte.

Gerson deu palestra em mais uma edição do programa Ideias em Debate, uma realização da Federação das Indústrias do Ceará.

(Foto – Divulgação)

Por falar em redes sociais, a burrice perdeu a vergonha?

765 2

Com o título “A rede dos saberes aviltados”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele analisa o conteúdo das redes sociais e avalia que a burrice “parece ter pedido a vergonha”Confira:

Já discorri, em outras oportunidades, sobre o desserviço proporcionado pelas redes sociais no tocante à disseminação de dados incorretos ou absurdos. A recente opção da Folha de São Paulo de retirar seu conteúdo do Facebook colocou novamente em evidência este problema.

Lembro da crítica do pensador italiano Umberto Eco sobre a quantidade de “lixo” produzido na Internet. Mas faço referência a um outro livro de autoria dele – O Cemitério de Praga –, no qual pululam falsos dossiês produzidos graças às técnicas de impressão que se afirmavam naquela segunda metade do século XIX, levando os primeiros jornais a se estabelecerem como meios de comunicação de massa.

Resguardadas as diferenças históricas de épocas tão distintas, chama atenção a forma como o aprimoramento de novas técnicas de comunicação – ao longo dos séculos – resulta numa enorme tentação para pessoas sem caráter, movidas pelos mais diferentes interesses, criarem suas próprias “verdades”. O assunto, aliás, foi retomado por Eco – e seu olhar político semiótico crítico em relação à mídia – na obra “Número Zero”.

Atualmente, o que mais causa asco em qualquer debate nas redes sociais é a total falta de respeito ao conhecimento acumulado. Neófitos ou mesmo ignorantes de maior monta, incapazes de conseguir ler e interpretar um texto, colocam-se em pé de igualdade com professores, pesquisadores ou estudiosos de qualquer – vou repetir: qualquer – assunto. Cavalgaduras desfilam relinchos, desqualificando especialistas, com uma autoridade de fazer tremer a mais competente cátedra.

Longe de mim referendar vaidades acadêmicas ou conceitos dogmáticos. A ciência ensina que os saberes precisam de renovação e reinterpretação, a partir de um diálogo constante com a realidade. Mas o que ocorre hoje nas redes é um acinte à inteligência. Quase não há debates ou, quando existem, resvalam rapidamente para o baixo nível e a agressão pessoal. Há pessoas jurando que que a terra é plana, que o holocausto judeu nunca existiu e que Hitler era comunista. Na política, uma área vítima da radicalização atual, os “argumentos” são lamentáveis.

A burrice parece ter perdido a vergonha. Melhor dizendo, pessoas desprovidas de formação se acham no direito de dar seu pitaco em tudo, afinal, são encorajadas por uma fileira interminável de sandices. No meio da confusão, a opinião de mestres, doutores, pensadores, cientistas perde peso e vira “mais uma” no poço sem fundo do senso comum ornado de lápides de lógica, iniciadas pela inabalável frase “eu acho que…”.

A implicação disso num plano macro é terrível, já que a tendência natural do senso comum é o conservadorismo, o imediatismo, o individualismo, fins justificando meios. Há outro viés mais delicado: quem detém de fato algum saber, por sinal cada vez mais especializado, acaba se achando no direito de sair atirando. E quem perde de lavada são as chamadas ciências humanas. O conteúdo se esvazia em relação à forma e o nível torna-se rasteiro, principalmente no tocante à arte, política e sociabilidade.

A falta de clareza, informação e estudo embaçam qualquer análise. Questões de estética são tratadas pelo viés político, problemas de estado viram disputas de torcida organizada e questionamentos filosóficos transformam-se em conflitos religiosos. Nunca foi tão necessário parar pra pensar e, mais do que isso, saber usar o conhecimento para discernir, antes de discutir. Melhor agir de forma consciente, antes de disparar uma postagem qual bala perdida.

Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo