Blog do Eliomar

Últimos posts

Belchior e o “pessoal do Ceará”

Há pouco mais de 40 anos, um grupo de artistas cearenses chegou ao Rio de Janeiro e chamou a atenção de “gigantes” como Vinícius de Moraes e Elis Regina. Enquanto Ednardo ganhava projeção com “Pavão Mysteriozo”, Raimundo Fagner já havia gravado “Mucuripe” e Amelinha participava de apresentações com Fagner, o sobralense Belchior ainda arriscava a sorte.

Apesar de ainda desconhecido do grande público, Belchior foi reconhecido por Elis Regina, que cochichou com Vinícius se aquele era o Belchior, do “pessoal do Ceará”. Antes, o próprio Vinícius já o havia abordado e lhe dito que ele (Belchior) conhecia sua poesia, que interpretava o que seus sentimentos.

Belchior começou a ganhar projeção nacional na voz de Elis Regina, que gravou “Como nossos pais” e “Velha roupa colorida”.

Na foto do arquivo de Totonho Laprovitera, da esquerda pra direita: Jorge Melo, Cirino, Belchior, Fagner, Sérgio Costa, Luiz Fiúza e Fausto Nilo.

UE pede a Trump que busque “seu próprio caminho” para cumprir Acordo de Paris

O comissário de Energia e Ação Climática da União Europeia, Miguel Arias Cañete, declarou neste domingo (30) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem “espaço” para encontrar uma forma de cumprir o Acordo Climático de Paris.

“Até agora, 195 países assinaram o Acordo de Paris e haverá 195 caminhos diferentes para alcançar seus objetivos. Os combustíveis fósseis continuarão desempenhando um papel em muitos países no caminho para a descarbonização, portanto há espaço para que a nova administração [dos Estados Unidos] também encontre seu próprio caminho”, disse Arias Cañete.

Durante uma visita de três dias ao Irã, o comissário europeu acrescentou que a incerteza sobre o caminho que os EUA vão tomar, com base nas declarações de Trump sobre a questão, “reflete que a discussão continua na atual administração americana entre ficar ou sair” do acordo.

“Continuamos esperando que os EUA encontrem uma forma de permanecerem no Acordo de Paris e de se manterem comprometidos com seus objetivos” e evitar “os efeitos mais devastadores da mudança climática”, incluindo “obviamente, as comunidades vulneráveis dentro dos Estados Unidos”, frisou Arias Cañete.

O político espanhol, que definiu como “um marco histórico” o Acordo de Paris, lembrou que os Estados Unidos são responsáveis por 15% das emissões globais.

A vice-presidente do Irã e responsável pelo Ministério do Meio Ambiente no país, Masoumeh Ebtekar, declarou na mesma conferência de imprensa que os Estados Unidos têm um papel histórico e significativo.

“Espero que [os americanos] entendam essa responsabilidade e que não mudem de rumo” porque é importante “para a humanidade”, acrescentou Masoumeh Ebtekar, que pediu aos Estados Unidos uma “decisão positiva” para “o futuro do planeta Terra” e lembrou a “responsabilidade” do país “nos danos que o planeta já sofreu”.

(Agência Brasil)

Morte de Belchior – Salmito lembra título de cidadania ao cantor

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), lamentou neste domingo (30) a morte do cantor e compositor cearense Belchior, “representante de um dos mais pulsantes movimentos da cultura musical de nosso Estado”.

Para Salmito, a dor dos familiares de Belchior é compartilhada aos milhares de admiradores e fãs do cantor. “O rapaz latino-americano teve força, talento e garra para levar a energia do nosso pessoal do Ceará para o país”, afirmou o presidente do Legislativo de Fortaleza.

Salmito lembra que, em 2005, a Câmara Municipal concedeu a Belchior o título de Cidadão de Fortaleza, ao atender requerimento do então vereador Francisco Pinheiro (PT). Salmito presidiu a solenidade.

“Belchior, nós, cearenses, admiradores de sua música, sua mente rica, sua alma pulsante, lhe agradecemos por todas as emoções que sua arte nos possibilitou viver, todos os momentos em que sua poesia nos fez companhia. Muito obrigado! Que siga para repousar no lugar onde sua alma deseja”, comentou Salmito, neste domingo, nas redes sociais.

Cidade Sustentável – Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 73 mi para Fortaleza

O programa Fortaleza Cidade Sustentável, da Prefeitura de Fortaleza, recebeu reforços significativos na noite desse sábado (29), em Washington (EUA), a partir da aprovação de um empréstimo equivalente a US$ 73,3 milhões (cerca de R$ 233 milhões), pela Diretoria Executiva do Banco Mundial.

Os recursos, que serão aplicados em parceria com investimentos municipais, fomentarão o desenvolvimento de ações sustentáveis no cenário urbanístico, econômico e social. Nesse sentido, a Prefeitura desenvolverá, por meio das secretarias de Urbanismo e Meio Ambiente, de Finanças e de Infraestrutura, além da Cagece e da Agefis, projetos integrados para assegurar melhorias na balneabilidade dos corpos hídricos, na rede de esgotamento sanitário e na intensificação da fiscalização em domicílios e imóveis estrategicamente localizados.

“Serão implantadas ações na Bacia da Vertente Marítima, que corresponde à orla de Fortaleza. Lá, haverá o maior impacto no tocante às ações, que buscam atingir a balneabilidade da praia e dos corpos hídricos por meio de várias ações. Teremos não somente um grande programa de desenvolvimento econômico, porque fomentará a atividade turística da nossa cidade, como, também, a gente vai proporcionar ao nosso cidadão locais adequados para banho, favorecendo o lazer e o entretenimento da nossa população”, disse a secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz.

“As atividades apoiadas pelo nosso financiamento vão melhorar a qualidade de vida da população mais pobre e promover o desenvolvimento econômico, gerando empregos, oportunidades para os jovens e incentivando a formação de comunidades. Esse é o tipo de desenvolvimento urbano integrado que gostaríamos de ajudar as cidades brasileiras a pôr em prática”, afirmou Martin Raiser, Diretor do Banco Mundial para o Brasil.

(Prefeitura de Fortaleza)

Morte de Belchior – Prefeito Ivo Gomes quer velório no Teatro São João

198 1

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), quer acertar com a família que o velório do cantor e compositor Belchior ocorra no Teatro São João. Seria uma forma da cidade homenagear um dos seus grandes nomes, de acordo com Ivo.

O velório será aberto ao público e, com certeza, atrairá caravanas de fãs para Sobral. Ivo Gomes divulgou nota de pesar. A família, no entanto, quer um velório discreto.

Belchior morreu na cidade de Santa Cruz do Rio Grande do Sul e o corpo será trasladado pelo Governo do Estado para Sobral, informou a assessoria de imprensa do Palácio da Abolição.

Belchior fez fama nos anos 1970 com álbuns como Alucinação (1976). Só neste disco, estão clássicos como Velha roupa colorida, Como nossos pais, A palo seco e Alucinação.

Ele é da mesma geração de outros artistas nordestinos como Raimundo Fagner, Amelinha e Ednardo, também cearenses. Nos últimos anos, no entanto, Belchior ficou recluso, se ausentando dos palcos há mais de sete anos.

 

*Mais sobre Belchior aqui.

Morte de Belchior – Guilherme Arantes lamenta a perda do “amigo leal”

O cantor e compositor Guilherme Arantes lamentou, nas redes sociais, a morte de Belchior:

Não é nada legal receber mais uma noticia dessas. É chatíssimo ver nossos contemporâneos partirem, toda uma safra de despedidas, muito triste. Ainda mais um amigo leal e importante como esses. Um pedaço da mocidade da gente vai embora, nessas horas, mas é a lei natural… Isso é que dá viver !

Belchior, que eu não canso de homenagear de todas as maneiras, foi e sempre será o melhor letrista de canções transformadoras que já existiu. Uma mente privilegiada em cultura e de talento cortante e visceral. Uma pessoa doce, querida, com a qual pude compartilhar muitos saraus em sua casa, com vinhos, literatura, muitas risadas, muita sabedoria e ensinamentos.

Compartilhamos muitas viagens para nossas batalhas no Rio, e jamais vou esquecer nossas caminhadas em Copacabana, um companheirão que passou por todas as dificuldades possíveis num pais de grande perversidade, de muitos privilégios, de muitos “protegidos” e eternas injustiças. Mas o mundo lhe fez, faz e fará justiça, com toda sua liberdade de ser e de criar…

A morte ? A jogada é tirar de letra …
Afinal, é a única coisa mais fatalmente certa que existe.
Nascer, morrer, faces da mesma moeda.
Choramos o desconhecido…Mas assim como morrem pessoas, outras estão nascendo, a diferença é que não sabemos quem serão, pra podermos dar o mesmo valor.

VIVA BELCHIOR !!!

*Morte foi divulgado no O POVO Online.

Morte de Belchior – Foi embora o “poeta transcendente”, diz o prefeito de Fortaleza

Depois do governador Camilo Santana (PT), que decretou luto oficial de três dias pela morte do cantor e compositor Belchior, que morreu, neste domingo, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos, eis nota de pesar do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT):

“A cultura musical cearense e de todo o País, assim como outra expressões das nossas artes, perde uma das suas mais marcantes personalidades. Não há como aferir o tamanho dessa perda que, infelizmente, encerra um longo e grave período de ausência de Belchior entre nós. É hora de nos solidarizarmos com os parentes, amigos e fãs, dentre os quais me incluo, alem de manifestarmos a nossa eterna gratidão por este cearense ter trazido ao mundo uma poesia transcendente em todos os seus aspectos.”

Também o Governo do Estado fará o traslado do corpo do artista para Sobral (Zona Norte), onde deve ocorrer o sepultamento.

Belchior fez fama nos anos 1970 com álbuns como Alucinação (1976). Só neste disco, estão clássicos como Velha roupa colorida, Como nossos pais, A palo seco e Alucinação.

Ele é da mesma geração de outros artistas nordestinos como Raimundo Fagner, Amelinha e Ednardo, também cearenses. Nos últimos anos, no entanto, Belchior ficou recluso, se ausentando dos palcos há mais de sete anos.

ACI lamenta morte de Belchior

A Associação Cearense de Imprensa (ACI) expressa seu pesar pelo falecimento do cantor e compositor cearense Belchior, neste domingo (30/04).
Suas canções constituem um legado representativo para a Música Popular Brasileira.
A Diretoria.

*Mais sobre Belchior aqui.

Morte de Belchior – Governo do Ceará decreta luto oficial de três dias

198 1

O governador Camilo Santana (PT) acaba de decretar luto oficial de três dias pela morte do cantor e compositor Belchior, que morreu, neste domingo, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. Familiares não divulgaram a causa da morte.

Também o Governo do Estado fará o traslado do corpo do artista para Sobral (Zona Norte), onde deve ocorrer o sepultamento.

Belchior fez fama nos anos 1970 com álbuns como Alucinação (1976). Só neste disco, estão clássicos como Velha roupa colorida, Como nossos pais, A palo seco e Alucinação.

Ele é da mesma geração de outros artistas nordestinos como Raimundo Fagner, Amelinha e Ednardo, também cearenses. Nos últimos anos, no entanto, Belchior ficou recluso, se ausentando dos palcos há mais de sete anos.

Nota do Governador

“Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no País, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias.”

 

*Mais sobre Belchior aqui.

Cantor Belchior morre no Rio Grande do Sul

66 1

O cantor e compositor Belchior morreu neste domingo em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. O corpo deve ser trazido para o Ceará ainda neste domingo. O sepultamento, de acordo com informação do POVO Online, deve ocorrer em Sobral (Zona Norte).

Belchior fez fama nos anos 1970 com álbuns como Alucinação (1976). Só neste disco, estão clássicos como Velha roupa colorida, Como nossos pais, A palo seco e Alucinação.

Ele é da mesma geração de outros artistas nordestinos como Raimundo Fagner, Amelinha e Ednardo, também cearenses. Nos últimos anos, no entanto, Belchior ficou recluso, se ausentando dos palcos há mais de sete anos.

Datafolha: Bolsonaro sobe e briga pelo 2.º lugar; Lula aumenta liderança

99 1

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) subiu e atingiu a segunda posição – em empate técnico com a ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) – em pesquisa do Instituto Datafolha sobre a eleição presidencial de 2018, divulgada neste domingo, 30, pelo jornal Folha de S. Paulo. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aumentou a liderança na sondagem em dois cenários pesquisados. Os dois principais cenários da pesquisa divulgada neste domingo são comparados pelo instituto com levantamento feito em 16 e 17 de dezembro de 2015.

Esse é o primeiro levantamento do Datafolha depois da divulgação das delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht na Operação Lava Jato.

Bolsonaro subiu de 4% para 15% e de 5% para 14% nos dois principais cenários pesquisados pelo Datafolha. No cenário 1, em que o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), é incluído, Lula aparece com 30% (ante 20% da última pesquisa), seguido por Bolsonaro (15%), Marina (14%), Aécio (8%), Ciro Gomes/PDT (5%), o presidente Michel Temer (2%) e Luciana Genro/PSOL (2%). Ronaldo Caiado/DEM e Eduardo Jorge/PV aparecem empatados com 1% cada. Votos em branco, nulos e em nenhum dos candidatos somam 17% e não sabem, 4%. Neste cenário, Aécio caiu de 26% para 8% e Marina caiu de 19% para 14%.

No cenário 2, quando o candidato tucano é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, Lula permanece com os mesmos 30% (ante 22% da pesquisa de 2015). Neste panorama, Marina caiu de 24% para 16% e Bolsonaro subiu de 5% para 14%. Depois, vem Alckmin, que caiu de 14% para 6%. Ciro ficou com 6% e Temer, com 2%. Luciana Genro e Caiado têm 2% cada e Eduardo Jorge, 1%. Votos em branco, nulos e em nenhum dos nomes somam 16% e não sabem 4%.

No cenário 3, em que não há base de comparação com pesquisa anterior, Lula tem 31%, Marina aparece com 16% e Bolsonaro, com 13%. Neste recorte, foi incluído o nome de Doria, que tem 9%. Em seguida, vêm Ciro Gomes, com 6%, e Temer, com 2%. Luciana Genro também aparece com 2%. Caiado e Eduardo Jorge figuram com 1% cada. Em branco, nulos ou em nenhum dos nomes, 15%. Não sabem 4%.

No cenário 4, em que não são pesquisados os nomes de Lula e Temer, mas é incluído o de Doria, o levantamento é liderado por Marina, com 25%, seguida por Bolsonaro, com 14%, Ciro (12%), Doria (11%), Luciana (3%), Eduardo Jorge (2%) e Caiado (2%). Votos em branco, nulos e em nenhum dos nomes somam 25% e não sabem, 6%. Neste cenário, também não há base de comparação com pesquisa anterior.

Num quinto cenário, sem Lula e Temer, mas com Alckmin, Marina lidera com 25%. Depois vêm, Bolsonaro (16%), Ciro (11%), Alckmin (8%), Luciana (4%), Caiado (2%) e Eduardo Jorge (2%). Em branco, nulos e nenhum somam 27% e não sabem, 6%. Também não há base de comparação com pesquisa anterior neste cenário.

O Datafolha realizou ainda um sexto cenário. Os números são os seguintes: Lula (29%); Marina (11%), Bolsonaro (11%), juiz Sérgio Moro (9%), Aécio (5%), Doria (5%), ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa (5%), Ciro (5%), Alckmin (3%) e apresentador Luciano Huck (3%). Neste cenário, votos em branco, nulos e em nenhum nome somam 11% e não sabem, 4%, e também não há base de comparação.

(O POVO Online)

Eike Batista vai para prisão domiciliar

156 1

 

O empresário Eike Batista deixou por volta de 9h25min da manhã deste domingo a Penitenciária Bandeira Stampa (Bangu 9), no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinar sua libertação. A informação é do portal O Globo.

Eike, que ficou três meses detido em Bangu 9, terá que ficar em prisão domiciliar, na mansão em que mora no alto do Jardim Botânico, Zona Sul do Rio, por decisão do juiz Gustavo Arruda, da Justiça Federal do Rio de Janeiro.

A decisão do magistrado foi antecipada pelo blog do jornalista Lauro Jardim, do GLOBO. Com a determinação, Arruda repetiu o juiz Marcelo Bretas que, no início do mês, quando Gilmar libertou Flávio Godinho, ex-braço-direito de Eike, determinou que ele fosse para prisão domiciliar.

Segundo a decisão, Eike continuará afastado da administração de suas empresas. Ele também não poderá ter contato com qualquer pessoa investigada na Lava-Jato. O juiz determinou ainda que Eike terá que levantar permanentemente o seu sigilo telefônico, enquanto durar os efeitos dessas medidas cautelares. O ex-empresário terá também que entregar o passaporte e só poderá receber visitas de parentes e advogados.

A prisão preventiva de Eike foi decretada na Operação Eficiência, desdobramento da Lava-Jato no Rio, no dia 13 de janeiro, pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. O empresário, que estava em viagem internacional, retornou ao Brasil e se entregou à Polícia Federal no dia 30 daquele mês.

Plenário tem pauta trancada por seis medidas provisórias

Na primeira semana de maio, o Plenário da Câmara dos Deputados terá a pauta trancada por seis medidas provisórias, entre as quais a MP 752/16, que estabelece condições para a prorrogação e a relicitação de contratos de concessão com parceria nos setores rodoviário, ferroviário e aeroportuário. O texto precisa ser votado também pelo Senado até o dia 4 de maio, quando perde a vigência. Confira outras pautas:

Unidades de conservação

Duas medidas provisórias (MPs 756/16 e 758/16) mudam limites de unidades de conservação no Pará, como o Parque Nacional do Rio Novo, a Floresta Nacional do Jamanxim e o Parque Nacional do Jamanxim.

Auxílio-doença

A Medida Provisória 767/17 aumenta as carências para concessão do auxílio-doença, da aposentadoria por invalidez e do salário-maternidade no caso de o segurado perder essa condição junto ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e retomá-la posteriormente.

Seguro-emprego

Já a MP 761/16 altera o Programa de Proteção ao Emprego (PPE), que muda de nome e passa a se chamar Programa Seguro-Emprego (PSE). Esse programa permite às empresas em dificuldade financeira reduzirem a jornada de trabalho e a remuneração de seus empregados em até 30%, contanto que não sejam demitidos sem justa causa.

Cartão de crédito

Com a Medida Provisória 764/16, é autorizado o desconto na compra de bens e serviços se o pagamento for em dinheiro.

Dívidas dos estados

Continua na pauta também o Projeto de Lei Complementar (PLP) 343/17, do Poder Executivo, que cria um regime de recuperação para estados em situação de calamidade fiscal.

O aumento da contribuição previdenciária dos servidores estaduais para 14%, além de alíquota adicional, foi uma das contrapartidas retirada do texto na última votação da matéria, dia 25 de abril.

(Agência Câmara Notícias)

Decisão Estadual – Ferrão não vence o Ceará há 8 anos

Em 2009, Ferrão conquista a última vitória sobre o Ceará

Barack Obama toma posse como primeiro presidente negro na história dos Estados Unidos. O então deputado Michel Temer é eleito presidente da Câmara Federal. Michael Jackson prepara o que deveria ser a sua última turnê. O filme “Quem quer ser um milionário?” é o grande vencedor do Oscar, com oito estatuetas, incluindo a de melhor filme. Ronaldinho Gaúcho ganha mais uma chance para as disputas da Copa da África do Sul, mas seria cortado na convocação oficial.

Esses são alguns dos acontecimentos no início de 2009, quando o Ferroviário venceu pela última vez o Ceará, em disputas pelo Campeonato Estadual. Naquele domingo do dia 15 de março, o Ferrão goleou o Vozão, por 4 a 1. O destaque coral foi Wescley, autor de dois gols, enquanto Sérgio Alves descontou. No banco do Ferroviário estava o atacante Jardel.

Após a goleada, as duas equipes voltaram a se enfrentar oito vezes, com oito vitórias do Vozão. O Ceará marcou 16 gols e sofreu somente um. Em abril de 2011, a equipe alvinegra goleou o Ferroviário por 5 a 0.

Ceará e Ferroviário iniciam na tarde deste domingo (30) a decisão do título deste ano. A partida será disputada no Castelão, a partir das 16 horas.

Milhares de manifestantes marcham pelo clima e contra Trump em Washington

Milhares de pessoas de várias partes dos Estados Unidos (EUA) iniciaram nesse sábado (29) a Marcha pelo Clima, uma ação que busca denunciar os efeitos que as ações do presidente do país, Donald Trump, terão no clima e na saúde dos americanos.

Os manifestantes se reuniram perto do Congresso dos EUA e marcharam pelas ruas da capital americana em um protesto ao redor da Casa Branca. Entre os participantes do ato estavam figuras conhecidas como o ator Leonardo Di Caprio e o ex-vice-presidente Al Gore.

Com grande quantidade de lemas a favor do meio ambiente e contra Trump, os milhares de manifestantes tomaram as principais artérias viárias da cidade, uma semana depois da realização de outra manifestação similar da comunidade científica, que denunciava os cortes dos fundos para pesquisas.

A marcha coincide com a data na qual Trump completa 100 dias no poder, cujo governo recuou em numerosas medidas de proteção ambiental impulsionadas por seu predecessor, Barack Obama.

Trump já deixou claro em várias ocasiões que dará prioridade ao crescimento econômico frente às preocupações dos grupos ambientalistas.

(Agência Brasil)

Greve com desemprego é soma negativa

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (30):

A “greve geral” de sexta-feira não foi geral. Foi parcial e dependeu quase que exclusivamente dos piquetes na área de transporte.

Em Fortaleza, um milhão de pessoas usam ônibus nos dias úteis. Parar o sistema, mesmo que em partes, vai sempre causar grandes transtornos, faltas e atrasos forçados ao trabalho. Pneus furados e chaves quebradas na ignição como argumento marrento. Porém, no fim das contas, o movimento ficou aquém das expectativas.

Na manhã da sexta-feira, uma notícia estampou manchetes rivalizando com a cobertura dos eventos de rua. “População desempregada atinge recorde de 14,2 milhões”. Segundo o IBGE, são cerca de 1,8 milhão de desempregados a mais do que no trimestre de outubro a dezembro, alta de 14,9% na população desocupada. Em 12 meses, 3,1 milhões de pessoas a mais sem emprego, um aumento de 27,8%. Dramático. Convocar greves em períodos de desemprego lancinante jamais pode ser uma boa ideia. É óbvio que a preocupação maior das pessoas é se sustentar nos empregos ou arranjar um.

O movimento sindical sabe bem disso, mas a convocação responde a uma agenda política, que se tornou imperiosa para o PT e as esquerdas que orbitam em torno da sigla. Por isso, os resultados de sexta-feira precisavam ser estrondosos e grandiosos. A ideia era enfiar a estaca no peito do Drácula. No caso, o impopular Governo de Michel Temer.

O sucesso inconteste fragilizaria a base do Governo e criaria imensas dificuldades para a aprovação das reformas. Feito isso, a esquerda partiria para uma tentativa de arrancada visando a disputa presidencial de 2018. Na bolsa da política, não há jogada sem risco.

O insucesso do movimento, uma greve geral meia boca e com atos de vandalismo e agressividade podem gerar efeito contrário. Ou seja, enfraquece o protagonista da greve e deixa o Palácio do Planalto menos desconfortável para seguir adiante em seus projetos de reformas. Nesse ponto, é melhor esperar o rescaldo dos fatos para se chegar a uma leitura mais conclusiva.

Hollande pede votos para Macron; Le Pen recupera cinco pontos percentuais

O presidente francês, François Hollande, pediu aos franceses nesse sábado (29) que escolham o centrista Emmanuel Macron contra a oponente de extrema direita Marine Le Pen no segundo turno da eleição presidencial que ocorre no próximo domingo (7).

Hollande havia dito anteriormente que votaria em seu ex-ministro da Economia, mas não tinha feito nenhum apelo direto aos eleitores.

“É preciso pegar a cédula de votação e considerá-la como a cédula que vai livrar [o país] da extrema direita”, disse Hollande, ao participar de reunião de cúpula da União Europeia dedicada ao Brexit.

Os eleitores têm responsabilidade com a Europa e com a França, disse ele, em sobre a posição anti-União Europeia de Le Pen.

“As consequências seriam sérias se a França se afastasse da Europa. A escolha do povo francês é uma escolha para a França, mas também para a União Europeia.”

Pesquisas recentes indicam que Macron venceria no segundo turno com cerca de 60% dos votos, mas o momento na corrida é de Le Pen, que recuperou cerca de cinco pontos percentuais na semana passada.

Le Pen anunciou que, caso eleita, o candidato derrotado no primeiro turno Nicolas Dupont-Aignan será seu primeiro-ministro, em uma tentativa de atrair os eleitores do candidato derrotado.

(Agência Brasil

Ceará – Justiça reverte liminar que impedia cobrança de bagagens por empresas aéreas

Atendendo a pedido da Agência Nacional de Avião Civil (Anac), a Justiça Federal no Ceará concedeu nesse sábado (29) decisão que suspende os efeitos da liminar que impedia a cobrança de bagagens por parte das companhias aéreas no Brasil. A liminar suspendia parcialmente a resolução da Anac que permitia a cobrança do transporte de bagagens e que, com a decisão judicial, volta a ser integralmente válida.

No pedido de suspensão da liminar, a Anac argumentou que a decisão suspendeu a permissão para cobrança do transporte das bagagens, mas manteve o novo peso de 10 quilos permitido para bagagens de mão previsto na resolução. Com isso, segundo a agência, a liminar colocava em risco a segurança dos vôos – especialmente os lotados – e poderia aumentar o custo das companhias, que seria posteriormente repassado ao consumidor em aumento das passagens. Segundo a Anac, a decisão liminar foi tomada sem amparo técnico sobre a questão.

A Agência Nacional de Avião Civil também reiterou o argumento de que a franquia de bagagem prevista antes da resolução, de 23 quilos por passageiro em voos nacionais, está muito além da média utilizada pelos usuários, que é abaixo de 12 quilos.

Além dos argumentos da Anac, o juiz Alcides Saldanha Lima, da 10ª Vara Federal no Ceará, pontuou que a apreciação do pleito da agência era urgente porque há “perigo de dano ou de risco resultado útil do processo”. E argumentou ainda que a persistência da decisão liminar da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo “gera insegurança jurídica, agravada ainda por outras circunstâncias”.

Além disso, segundo o magistrado, “ao manter a nova regra de franquia de bagagem em 10 quilos, sem possibilidade de limitação nem mesmo em nome da segurança do voo, [a liminar] violou a legislação pertinente e criou regra híbrida… no que se refere aos limites de bagagem despachada, inovando, em nome da defesa dos consumidores, no ordenamento jurídico e verdadeiramente legislando sobre a matéria, o que é vedado ao juiz”.

(Agência Brasil)