Blog do Eliomar

Últimos posts

Maiores bancadas no Congresso rejeitam Diretas Já

130 1

A maioria do Congresso Nacional é contra mudar a Constituição para convocar eleições diretas, caso o presidente Michel Temer deixe o poder. Nessa eventualidade, deputados e senadores querem manter a exclusividade de escolher quem comandará o país até dezembro de 2018.

A Folha de São Paulo ouviu líderes dos dez maiores partidos da Câmara e do Senado, que reúnem 72 senadores (89% do total) e 397 deputados (77%). Com exceção da esquerda, que é minoritária, todos se declararam abertamente contra as Diretas-Já.

Os oposicionistas PT, PSB e PDT não representam nem 30% das dez maiores bancadas. Para alterar a Constituição, é necessário o apoio de pelo menos 60% dos parlamentares em cada Casa.

Guimarães discorda de Camilo e diz que PT não participaria do processo por eleições indiretas

135 1

Para o líder da minoria na Câmara Federal, deputado José Guimarães (PT-CE), é muito difícil que o PT participe de um processo por eleições indiretas, em caso de renúncia ou cassação do presidente Michel Temer (PMDB). Segundo o parlamentar, o PT defende um novo pacto para o País e “o caminho tem que ser via eleições diretas para a Presidência da República”.

Sobre a posição do governador Camilo Santana (PT) em defender o nome do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), em caso de eleição indireta e seguindo o que manda a Constituição, José Guimarães disse que o partido “está em sintonia com as ruas” que cobram a renúncia de Temer e eleições diretas. No entanto, segundo ainda Guimarães, o governador do Ceará poderá expor seu posicionamento no Congresso Nacional do partido, que ocorrerá em Brasília, a partir de quinta-feira, lembrando que “O PT é um partido plural”.

Se vier a eleição indireta, José Guimarães afirmou que não discutiria o mérito, mas considerou ser necessário que grandes lideranças sentem para discutir. Citou Lula e FHC nessa conversação. Para o deputado petista, a expectativa é de que a chapa Dilma-Tremer seja cassada, embora ele ressalte que ainda se corre o risco de um ministro do TSE pedir vistas do processo.

Sobre a troca de ministro da Justiça – saiu Osmar Serraglio e entrou Torquato Jardim, Guimarães ironizou. O País está em crise, há pedido para que Temer deixe o poder e Temer parece viver “no mundo da lua” tomando medidas como essa mudança ministerial.

Chove em Fortaleza desde o começo da madrugada

Chove em Fortaleza desde o começo da madrugada desta segunda-feira. As chuvas não provocaram muitos alagamentos na cidade, que amanheceu com trânsito lento. Alguns semáforos estão apagados como um que fica na rua Senador Pompeu com avenida Heráclito Graça. Há registro da falta de energia na área

A previsão da Funceme é de que o tempo continue com chuvas ao longo do período, em alguns momentos variando de intensidade.

No decorrer do dia, em todo o Estado, a previsão do órgão é de nebulosidade variável, com chuvas no Centro-Norte e possibilidades no Sul do Ceará.

No Interior, também são registradas boas chuvas como, por exemplo, em Morrinhos (Posto: Morrinhos) : 56.0 mm; Horizonte (Posto: Horizonte) : 48.0 mm; Ibaretama (Posto: Ibaretama) : 35.0 mm; Morada Nova (Posto: Lagoa Da Serra) : 28.8 mm; São Gonçalo Do Amarante (Posto: Sao Goncalo Do Amarante) : 24.0 mm; Itaiçaba (Posto: Elevatorio ) : 23.6 mm; e Iracema (Posto: Bastioes) : 23.0 milímetros.

(Foto – Paulo  MOska)

Fortaleza enfrenta Campinas – Dia do Desafio reúne mais de 3 mil cidades contra o sedentarismo

Mais de 3,4 mil cidades em 18 países participarão da 23ª edição do Dia do Desafio, na quarta-feira (31). A ideia é mobilizar a população contra o sedentarismo com uma competição saudável entre cidades. Ganha quem contabilizar o maior número de pessoas que tenham praticado pelo menos 15 minutos de atividade física entre a 0h e 21h do dia 31 de maio. No Brasil, participam 1.886 cidades.

O mote deste ano é a construção de microrredes para o incentivo da prática esportiva. “A proposta é que um amigo desafie outro, na família, no trabalho”, explicou Airton Oliveira, da gerência esportiva do Serviço Social do Comércio em São Paulo (Sesc-SP), entidade que coordena o evento no continente americano. Depois de fazer a atividade, o praticante deve ligar para uma unidade do Sesc para que ela conte pontos para a cidade. Também é possível registrar a participação na página do Dia do Desafio no Facebook.

Os confrontos entre cidades foram definidos no dia 8 de maio. São Paulo vai enfrentar Porto Alegre e Fortaleza disputa com Campinas. Já o desafio de Curitiba é internacional, contra a cidade mexicana de León; assim como o município cearense Independência, que vai disputar com a cidade cubana Rodas.

O Dia do Desafio foi criado nos anos 1980 no Canadá com a proposta de incentivar o interesse pelas atividades físicas. O movimento envolve agentes comunitários, além do Poder Público e instituições privadas.

(Agência Brasil)

Filme The Square ganha Palma de Ouro no Festival de Cannes

O filme The Square, dirigido pelo sueco Ruben Ostlund, levou a Palma de Ouro nesse domingo (28), no Festival de Cannes, que na 70ª edição também premiou como melhores interpretações a alemã Diane Kruger e o americano Joaquin Phoenix.

Foi uma ampla lista anunciada pelo presidente do júri, Pedro Almodóvar, que incluía um prêmio especial para Nicole Kidman. Títulos e nomes esperados na maioria dos casos, exceto o prêmio principal que foi para um filme de humor e ironia, que não aparecia entre os favoritos.

O Grande Prêmio do Júri, o prêmio da crítica, foi para o francês 120 Beats Per Minute, de Robin Campillo, que narra a história de um grupo de ativistas durante epidemia da aids nos anos 1980. Segundo Almodóvar, um longa que o emocionou “do início ao fim”.

No campo das atuações se cumpriram todos os prognósticos. A alemã Diane Kruger levou o prêmio a melhor atriz pelo drama de uma mulher em busca de vingança, após a morte do marido e do filho em um atentado terrorista em In the Fade, de Fatih Akin.

Já o prêmio de melhor ator foi para Joaquin Phoenix, que revelou que não imaginava vencer, pela atuação no suspense You Were Never Really Here, da escocesa Lynne Ramsay.

O prêmio de melhor roteiro teve dois vencedores: The Killing of a Sacred Deer, do grego Yorgos Lanthimos; e ou Were Never Really Here.

Na categoria melhor direção quem venceu foi Sofia Coppola, por The Beguiled, um filme de amor passado na época da Guerra de Secessão e protagonizado por Nicole Kidman. Apesar de muito aplaudida, a produção não estava entre as apostas dos especialistas.

A lista de premiados teve ainda o longa russo Nelyubov, de Andrey Zvyagintsev, que faz uma crítica sobre a sociedade atual e que ganhou o Prêmio do Júri.

(Agência Brasil)

OAB/CE consegue junto ao STF barrar aumento na tabela das custas judiciais

O Diário da Justiça Eletrônico divulga nesta segunda-feira (29) a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que acatou Ação Direta de Inconstitucionalidade, movida pela Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará, contra o aumento na tabela das custas judiciais.

Para o presidente da OAB/CE, Marcelo Mota, a ação garante ao cidadão o acesso amplo ao Poder Judiciário e o pleno exercício da advocacia.

Brasil reduz mortalidade materna, mas continua longe do ideal, diz especialista

Hipertensão e hemorragia estão entre as principais causas da mortalidade materna no Brasil e no mundo, e ocorrem principalmente pela má qualidade da assistência no pré-natal e no parto. Hoje (28), no Dia Nacional de Redução da Mortalidade Materna, os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que cerca de 830 mulheres morrem de complicações com a gravidez ou relacionadas com o parto todos os dias.

O vice-reitor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e professor associado livre-docente do Departamento de Obstetrícia da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp), Nelson Sass, disse que o Brasil fez muitos progressos nos últimos anos na redução da mortalidade materna, mas ainda está longe do ideal.

Segundo o Ministério da Saúde, a mortalidade materna no Brasil caiu 58% entre 1990 e 2015, de 143 para 60 óbitos maternos por 100 mil nascidos vivos. Levando em consideração os dados de 2010 e 2015, sendo o último ano ainda com dados preliminares, a proporção da mortalidade materna diminuiu de 12%, saindo de 67,9 para 60 óbitos por 100 mil nascidos.

Sass explica, entretanto, que a proporção, no Japão, por exemplo, é de 6 óbitos de mulheres por 100 mil nascidos vivos. No Brasil, segundo ele, os números são bastante heterogêneos e podem variar conforme a região do país, de 44 até 110 óbitos por 100 mil nascidos vivos.

“Ainda que tenhamos uma rede de atendimento, não adianta só quantidade. A qualidade da assistência precisa ser revista. As mulheres parecem ter dificuldade no segmento de atendimento, com consultas muito distantes ou não se adota prevenção”, disse o professor. “Quando você tem um alto número de mulheres que morrem de pré-eclâmpsia, por exemplo, o gestor tem que entender o porquê, e qualificar essa assistência”, afirmou. “ Maternidades sobrecarregadas, com cuidado limitado, facilitam o risco de hemorragia, por exemplo, e, às vezes falta agilidade para a mulher receber suprimentos de sangue.”

Segundo Sass, o setor de saúde registra hoje crises importantes em todos os locais por causa do subfinanciamento e uma rede não muito bem articulada. “Não existe uma política de saúde que se dê sequência com a troca de gestores”, argumentou.

(Agência Brasil)

Leitor alerta para proliferação do Aedes aegypti no Centro

O mato crescido no entorno do riacho Pajeú, nas proximidades da avenida Heráclito Graça, no Centro, tem favorecido à proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O alerta é de José Simplício, leitor do Blog, que aponta as condições ideais de criadouro do mosquito.

Fortaleza é um dos municípios com maior número de casos de chikungunya no País. Somente nas duas últimas semanas, o crescimento de novos casos foi de 102%, com atuais 3.690 registros.

(Foto – Leitor do Blog)

Temer troca comando do Ministério da Justiça e nomeia Torquato Jardim

O presidente Michel Temer decidiu neste domingo (28) trocar o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública e anunciou a saída de Osmar Serraglio e a nomeação de Torquato Jardim, atual ministro da Transparência, para o cargo. A mudança foi divulgada neste domingo, por meio de nota, pela assessoria do Palácio do Planalto. Serraglio estava à frente do Ministério da Justiça desde março.

Na nota, o governo não informa os motivos de sua saída. Ao deixar o ministério, Serraglio retomará seu mandato de deputado federal pelo PMDB do Paraná no lugar de seu suplente, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), citado nas delações da JBS. Loures está afastado do mandato por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin.

(Agência Brasil)

Por uma questão de Justiça

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (28):

Em meio ao show de horrores, as virtudes não devem jamais ser esquecidas. Da parte que cabe ao Ceará, a Lava Jato enviou para investigação a suposta formação de cartel para a modernização do estádio Castelão. No rol de delações, falou-se que a obra foi alvo de combinação de preços para que a concorrência beneficiasse membros do fechado clube de empreiteiras.

Bom, foi um raro caso de combinação que deu com os burrinhos n’água. Na petição do ministro Edson Fachin, enviada ao Ceará, consta que um executivo da Odebrecht relatou um “acordo entre empresas do Grupo Odebrecht e Carioca Engenharia a fim de frustrar o caráter competitivo” da licitação.

Estaria no rol das normalidades verificadas nas bandalheiras nacionais se uma ou outra tivessem ganhado a licitação, feito a obra e conseguido elevar o preço final à estratosfera. Nada disso. Deu-se um fato raríssimo. Fez-se uma licitação com valor inicial de R$ 623 milhões, mas o custo final foi de R$ 518 milhões.

Foi o oposto do que ocorreu com todas as outras 11 arenas. Milagre? Também não. Por obra e graça do então secretário Ferruccio Feitosa, o Castelão foi a primeira arena a ser entregue e tudo sem que houvesse nenhum aditivo financeiro ao contrato. Nenhum.

Trump se diz “mais esperançoso que nunca” sobre união contra o terrorismo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se declarou “mais esperançoso que nunca” sobre a possibilidade de unir países e religiões na causa “comum” de derrotar o terrorismo.

“Venceremos”, enfatizou Trump em discurso perante as tropas americanas na base militar italiana de Sigonella ao falar da ameaça do terrorismo e fazer um balanço dos resultados de sua primeira excursão internacional, que durou nove dias.

O governante expressou gratidão à Itália, país anfitrião da cúpula do G7, e disse que com a sua participação nessa reunião concluiu “uma semana realmente histórica” para os EUA.

Trump mencionou especificamente os primeiros-ministros do Canadá, Justin Trudeau, e do Japão, Shinzo Abe, os quais considerou “gente boa”, e detalhou que durante as reuniões do G7 expressou sua “visão” sobre temas como comércio e mudança climática.

Após o discurso, introduzido pela primeira-dama, Melania Trump, o casal voará no Air Force One de volta aos Estados Unidos.

Melania falou brevemente antes do marido e enfatizou que a viagem, na qual visitaram Arábia Saudita, Israel, Cisjordânia, Vaticano, Bélgica e Itália, foi “incrível” para ela como primeira-dama.

(Agência Brasil)

Pindoretama poderá ganhar título nacional de “Capital da Rapadura”

Com cerca 35 engenhos de cana-de-açúcar, todos conservados da época da colonização, Pindoretama poderão ganhar o título nacional de “Capital Nacional da Cana e da Rapadura”. A proposta é do deputado federal José Airton Cirilo (PT), por meio do projeto de lei (PL-07623/2017), que se encontra em tramitação na Câmara dos Deputados.

O parlamentar cearense ressalta que o município da Região Metropolitana de Fortaleza realiza há 11 anos o Festival Internacional da Cana-de-Açúcar, conhecido como “Pindorecana”, quando destaca a potencialidade da cultura local, na versão de uma rapadura gigante, importante para a economia da região.

Chuvas atingem 33 municípios do Ceará neste domingo

O Ceará registrou chuvas em 33 municípios das 7 horas desse sábado, 27, até as 7 horas deste domingo, 28. A cidade que teve maior índice pluviométrico foi Pindoretama, Região Metropolitana de Fortaleza, com 68 mm, seguido de Aracaú (63 mm) e Granja (50 mm). Em Fortaleza, a precipitação foi de aproximadamente 30 mm, registrado no posto Pici. Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Sendo assim, com as chuvas registradas até hoje, este mês de maio é o mais chuvoso dos últimos dois anos, com 68 mm de média. Mesmo assim, o valor ainda está abaixo da média histórica do Ceará, pois, para o quinto mês do ano, a média de chuva é de 90 mm, meta não é batida desde 2013, quando choveu 92 mm.

A Região Metropolitana de Fortaleza teve o maior índice de chuvas do Estado. Além da Capital, choveu nos municípios de Itaitinga (47 mm), Aquiraz (43 mm), Caucaia (35 mm), Eusébio (32 mm), Beberibe (23 mm) e Pacajus (19 mm).

A previsão para o restante deste domingo, 28, é de nebulosidade variável com possibilidades de chuva em todas as regiões do Estado. Já nesta segunda-feira, 29, o prognóstico é de tempo nublado em todo o Ceará, com chuvas no centro-norte e expectativa no sul do Estado.

Confira as 10 maiores chuvas do Ceará

Pindoretama (Posto: Pindoretama): 68.0 mm

Acaraú (Posto: Lagoa Do Carneiro): 63.1 mm

Granja (Posto: Pessoa Anta): 50.0 mm

Itaitinga (Posto: Itaitinga): 47.0 mm

Aquiraz (Posto: Sitio Sapucaia Fagundes): 43.0 mm

Amontada (Posto: Barra Das Moitas): 42.0 mm

Caucaia (Posto: Tucunduba): 35.0 mm

Eusébio (Posto: Eusebio): 32.0 mm

Itaitinga (Posto: Seman): 30.1 mm

Acaraú (Posto: Aranau): 30.0 mm

(O POVO Online)

O realinhamento político-institucional de Camilo Santana e Tasso Jereissati

Em artigo nas redes sociais, o sociólogo e consultor político Luiz Cláudio Ferreira Barbosa avalia a relação político-institucional entre o governador Camilo Santana e o senador Tasso Jereissati. Confira:

O governador Camilo Santana (PT) já definiu o seu principal parceiro político-institucional a nível nacional, pois a escolha irá recair no senador Tasso Jereissati (PSDB), que deverá ser o próximo presidente da República. Camilo Santana sempre teve dificuldade de recriar um canal aberto de diálogo com o Governo Federal, após a saída da ex-presidente Dilma Rousseff do poder central, mas sempre contou com ajuda do senador Tasso Jereissati, para a diminuição de zonas de atritos na esfera administrativa de parceria do Governo Federal e o Governo do Estado do Ceará.

O cenário político-administrativo de confronto entre o grupo situacionista pró-Cid Gomes e os vários grupos oposicionistas anti-Cid Gomes da última eleição estadual de 2014, já não existe mais em função da aproximação do governador Camilo Santana com a maior liderança individual da oposição cearense: o ex-governador e atual senador Tasso Jereissati. Camilo Santana adotou o modelo administrativo da Era Tasso Jereissati (1987-2006), como, por exemplo, a sua matriz gerencial na pessoa do tucano-tassista, o secretário de Planejamento e Gestão do Estado, o engenheiro Maia Júnior, mas a matriz política ainda era cidista.

O senador Tasso Jereissati assumiu a presidência nacional do Partido da Social Democracia Brasileira, após o colapso das principais lideranças paulistas e mineiras. Tasso Jereissati é ainda candidato informal do bloco governista (PSDB-DEM-PSD-PR-PP) e setores do PMDB para terminar o mandato da chapa eleita na sucessão presidencial de 2014: Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). A eleição será indireta no Congresso.

O governador Camilo Santana transcendeu o Partido dos Trabalhadores quando declarou apoio ao senador Tasso Jereissati (PSDB), para presidência da República na provável eleição indireta no início do próximo semestre no Congresso Nacional. Tasso Jereissati deverá sair como liderança consenso na bancada congressista cearense, com exceção do apoio do bloco PT-PCdoB. O presidenciável Ciro Gomes deverá levar a bancada parlamentar (Câmara-Senado) do Partido Democrático Trabalhista (PDT), para votar na eleição indireta presidencial, no senador Tasso Jereissati (PSDB), como já tem afirmado quando defendeu a escolha do sucessor do presidente Michel Temer (PMDB), no parlamento brasileiro.

Governador nega surto de meningite em Parambu

O governador Camilo Santana (PT) negou na noite desse sábado (28) que haja um surto de meningite em Parambu, no Sertão dos Inhamuns, a 406 quilômetros de Fortaleza. Segundo o governador, foram quatro casos constatados, com dois óbitos e dois internamentos. A situação será reavaliada nesta segunda-feira (29).

Camilo Santana também voltou a reafirmar que o nome do senador Tasso Jereissati (PSDB) seria muito bom para o Ceará, no caso de eleição indireta para a Presidência da República.

(colaboração do repórter Helvecio Martins)

Camilo Santana participa de missa que abre a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha

O governador Camilo Santana (PT) participou na manhã deste domingo (28), em Barbalha, no Cariri, da missa que marcou a abertura da Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio. O governador esteve acompanhado dos deputados federais petistas José Airton e José Guimarães, além do prefeito de Juazeiro do Norte, José Arnon. Lideranças da região, Manoel Salviano e Vasques Landim, também estiveram na missa.

Durante o domingo, as atrações ficam por conta de Dorgival Dantas, Chambinho do Acordeon, Pra Xotiar, Solange Almeida, Santana, Forró Tapera, Caboclo Nordestino, Flávio Leandro e Alcymar Monteiro.

(Fotos: Divulgação)

PT do Ceará diz que não há outro discurso no partido, a não ser “eleições diretas”

218 2

“Uma eleição indireta nesse Congresso desmoralizado, não tem qualquer legitimidade e Camilo (Santana) não fala pelo PT, que tem posição muita clara”.

A reação é do presidente do PT do Ceará, Francisco de Assis Diniz, diante da declaração ao Blog, pelo governador Camilo Santana (PT), que o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) seria muito bom para o Ceará, caso fosse eleito presidente da República, em uma votação indireta no Congresso Nacional.

“Se houver uma eleição indireta, e, entre os nomes que existe no Congresso, o Tasso é um dos nomes mais respeitados e, para o Ceará, inclusive, seria muito bom”, disse Camilo, na quinta-feira (25), em entrevista ao Blog, durante solenidade na Fiec.

Segundo o presidente do PT do Ceará, “a resolução é que não temos qualquer perspectiva de debater qualquer outra saída que não seja a de eleições diretas”.

De acordo ainda com De Assis Diniz, a saída da crise passa pela retomada do estado democrático de direito, o resgate da soberania popular com o voto direto e, principalmente, um programa mínimo no qual sejam discutidas as questões econômicas.

Sobre a posição de Camilo Santana, o presidente do PT do Ceará afirmou que o assunto é de natureza interna do partido e que será tratado em um momento oportuno.

Na terça-feira (29), todos os governadores brasileiros se reunirão em Brasília para discutir o atual momento da crise no País.

Sisu abre inscrições nesta segunda-feira; vagas estão disponíveis para consulta

Começam nesta segunda-feira (29) as inscrições para a segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As vagas estão disponíveis para consulta na página do Sisu. As inscrições vão até dia 1º de junho.

Na hora da inscrição, os candidatos podem escolher até dois cursos por ordem de preferência. Até o final do período de inscrição, o estudante poderá alterar a opção de curso. Também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência ou pelo sistema de cotas destinadas a estudantes de escolas públicas ou a vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Uma vez por dia o Ministério da Educação divulga a nota de corte de cada curso de acordo com as inscrições feitas até aquele o momento e a classificação parcial do candidato na opção de curso escolhida.

Ao todo serão ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais. O número de vagas reduziu em relação ao ano passado, quando, no segundo semestre, foram ofertadas 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior. A oferta depende da adesão das instituições públicas de ensino superior, que neste ano ficou aberta até o dia 19 de maio.

Neste processo, valerá a nota do Enem 2016. Para participar, os candidatos não podem ter tirado zero na redação do Enem. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem no ano passado.

O Sisu terá uma única chamada, e a divulgação do resultado está prevista para o dia 5 de junho. Também nesta data será aberta a lista de espera, que permanecerá disponível até 19 de junho.

As matrículas serão do dia 9 ao dia 13 de junho e a convocação da lista de espera será feita a partir do dia 26 de junho.

(Agência Brasil)