Blog do Eliomar

Últimos posts

Adriana Calcanhotto volta ao palco de Fortaleza com o show “Margem”

168 1

Adriana Calcanhotto volta ao palco cearense no próximo dia 15, no Teatro RioMar Papicu. Ela vai apresentar “Margem”, o novo show que reúne três dos seus discos: Maritmo (1998), Maré (2008) e Margem (2019).

A trilogia marinha, como Adriana denomina a experiência dos três discos, será a base do repertório do show Margem. O primeiro álbum da trilogia, Maritmo, foi o quarto álbum de estúdio lançado pela cantora no qual Adriana se conecta com a sua paixão pelo mar, ambiente que identifica como um espaço físico e metafísico, ambiente de dança, movimento. A palavra, inventada por ela, é um trocadilho que reforça o ritmo do mar.

Dez anos depois vem Maré, também ambientado na ideia do mar, seu sétimo álbum de estúdio, o segundo da trilogia marinha. O álbum foi o ponto de início do projeto. O mais recente lançamento, que também dá nome a turnê, Margem foi lançado dia 7 de junho. A sua concepção foi feita logo após o lançamento do segundo disco da tríade, inspirado em canções que haviam ficado de fora dos trabalhos anteriores, mas que continuavam dentro de Adriana. Pode-se dizer que Maré e Margem confundem-se.

DETALHE – Com Adriana no palco, vão estar Bem Gil na guitarra, Bruni Di Lullo no baixo e Rafael Rocha na bateria, percussão e programações.

SERVIÇO

*Ingressos

Site: www.uhuu.com

*Bilheteria do Teatro RioMar Fortaleza: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 Piso L3 – Shopping RioMar Fortaleza – Papicu / Horário de funcionamento: de terça-feira a sábado, das 12 às 21 horas, e domingo e feriados, das 14 às 20 horas. Em dias de apresentações, das 12 horas até o início da última apresentação. Segunda-feira: fechada.

(Foto – Divulgação)

Ministra diz que liberação de agrotóxicos não traz riscos

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse hoje (5) que a liberação de agrotóxicos não coloca em risco a saúde dos consumidores nem o meio ambiente. Segundo ela, a liberação de registro para que novos produtos sejam usados no país foi acelerada, mas as exigências continuam as mesmas.

“Não mudou nada, o que mudou, somente, foi a celeridade. Foi colocado mais gente no Ministério da Agricultura, pesquisadores da Embrapa que vieram ajudar essa fila [de pedidos de registro]. Foi colocado mais gente no Ministério de Meio Ambiente, também a fila anda. E a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] resolveu pegar esse assunto em que o Brasil está muito atrasado em relação a outros países”, disse após participar da abertura do Congresso Brasileiro do Agronegócio.

Os pesticidas e herbicidas usados no Brasil também são, de acordo com Tereza Cristina, usados em outras partes do mundo. “Quase todos os países do mundo já usam esses produtos. E quando não usam é porque não precisam”, disse sobre a segurança dos produtos.

Para a ministra, há uma má compreensão sobre o assunto. “É inadmissível que o agronegócio brasileiro tenha tido nessa última semana um bombardeio pela mídia nacional, querendo colocar desinformação aos brasileiros, falando sobre o alimento inseguro, o que não é verdade”, acrescentou.

Na quarta-feira passada (31), foi publicado no Diário Oficial da União o marco regulatório para agrotóxicos. Detalhado por meio de três resoluções e uma instrução normativa, o marco atualiza e dá maior clareza aos critérios adotados para avaliação e classificação toxicológica desse tipo de produto. Estão previstas alterações nos rótulos e nas bulas dos agrotóxicos, definindo regras para a disposição de informações, palavras e imagens de alerta.

Como forma de combater as críticas, a ministra defendeu um reforço nas ações de comunicação direta e mediação com jornalistas sobre os temas relativos ao agronegócio brasileiro. “Nós precisamos ganhar a guerra da comunicação”, enfatizou.

Desmatamento

Tereza Cristina acredita que o tema do desmatamento também precise de ações focadas na comunicação. “Nós apanhamos da mídia internacional direto”, reclamou sobre as reportagens publicadas sobre o desmatamento no país. “Ninguém é mais sustentável do que o Brasil”, rebateu ao afirmar que, via de regra, os produtores rurais mantêm grande parte dos imóveis preservando a vegetação nativa.

Nesse sentido, a ministra defendeu mais cuidado na divulgação do monitoramento do desmatamento na Amazônia feito pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A partir da análise das informações do Sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real (Deter) foi apontado um aumento de 88% na derrubada da floresta em junho deste ano em comparação com o mesmo mês de 2018, com a perda de 920,4 quilômetros quadrados de mata.

“O Inpe é um instituto importante. Agora, ele colocou, primeiramente, os dados que são de alerta, em que você não tem a área desmatada. Esse dado precisaria ser melhor trabalhado para ser colocado à disposição de todos”, disse Teresa Cristina. “Nós precisamos trabalhar melhor essas informações para colocar para a população e para o mundo, para que não gere toda essa celeuma. E às vezes é uma coisa muito pequena”, acrescentou.

Na semana passada, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, rebateu a informação sobre desmatamento afirmando que pelo menos 31% do total do desmatamento apurado em junho ocorreram em anos anteriores, principalmente em 2017 e 2018, mas só foram computados depois. Para chegar a essa conclusão, segundo ele, foram analisadas imagens de 56% das áreas desflorestadas em junho indicadas pelo Deter.

Também na semana passada, o diretor do Inpe, Ricardo Galvão, foi exonerado depois de entrar em polêmica com o presidente Jair Bolsonaro sobre os dados do desmatamento.

(Agência Brasil)

Primeira cirurgia de redesignação sexual com pele de tilápia é realizada na Colômbia

Cirurgiões Edmar Maciel, Leonardo Bezerra e Álvaro Rodriguez

O uso da pele de tilápia na área da Ginecologia, iniciado a partir de pesquisas desenvolvidas em Fortaleza, ganhou destaque internacional. No último dia 2, em Cali, na Colômbia, registrou-se a primeira cirurgia de redesignação de sexo (masculino para feminino), realizada fora do Brasil.

O procedimento cirúrgico, que teve duração de duas horas, foi realizado em um paciente de 36 anos de idade, por uma equipe que contou com as participações dos pesquisadores cearenses Edmar Maciel Lima Júnior e Leonardo Bezerra, bem como do cirurgião plástico Álvaro Rodriguez, referência na Colômbia e na América do Sul em cirurgia de redesignação sexual.

Estão outras nove cirurgias para ocorrer nesse país até o fim do ano, com matéria prima originária do Banco de Peles de Tilápia, instalado no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos da Universidade Federal do Ceará (NPDM/UFC).

“Sucesso total”, comemoraram os cientistas cearenses ao fim dos trabalhos na Colômbia. A paciente deverá ter alta, na Clínica LungaVita, em Cali, até a próxima quarta-feira.

O procedimento cirúrgico contou com aprovação do Conselho de Ética Médica colombiano e foi precedido por um meeting internacional, com o objetivo de discutir e padronizar a técnica e as estratégias que vão nortear as cirurgias de redesignação sexual com a pele de tilápia em todo mundo. Aspectos éticos e legais, em âmbito internacional, também fizeram parte da pauta.

Equipe multidisciplinar

Autor da técnica de redesignação sexual usando a pele de tilápia, Leonardo Bezerra informa que o procedimento foi testado por uma equipe multidisciplinar da Maternidade Escola Assis Chateaubriand e do NPDM, sob coordenação do médico Odorico Morais.

O uso de pele de tilápia na Ginecologia passou a ser pesquisado a partir do sucesso alcançado com a utilização da membrana no tratamento de queimaduras – pesquisa realizada no Ceará desde 2014, com coordenação do cirurgião plástico e presidente do Instituto de Apoio ao Queimado (IAQ), Edmar Maciel. Segundo Bezerra, com a pele de tilápia, o procedimento cirúrgico ficou mais rápido e menos agressivo.

(Com NPDM//UFC)

Reforma tributária e revisão do pacto federativo são prioridades pós-reforma da Previdência, diz Alcolumbre

A reforma tributária e a revisão do pacto federativo, com a descentralização dos recursos do governo federal, serão a prioridade do Congresso Nacional logo após a aprovação da reforma da Previdência, disse hoje (5) o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Ele almoçou por duas horas e meia com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para definir a agenda legislativa para o segundo semestre.

Sobre a reforma tributária, Alcolumbre disse que a Câmara, o Senado e o Poder Executivo estão empenhados em chegar a um texto que reúna as diversas propostas em tramitação no Congresso. Ele ressaltou que o objetivo do governo e do Parlamento é simplificar tributos e reduzir a burocracia, o que, na visão dele, vai melhorar o ambiente de negócios no país e gerar empregos.

“Em relação à reforma tributária, o Senado tem uma proposta, a Câmara tem uma proposta, o governo tem a sua proposta. Nós fizemos um acordo e um entendimento para construir um texto que atenda aos interesses da Câmara, do governo e do Senado e que possa desburocratizar questão tributária”, declarou Alcolumbre após o almoço na residência oficial do presidente do Senado. Maia e Guedes assistiram à declaração de Alcolumbre, mas saíram sem falar com a imprensa.

Alcolumbre mostrou-se otimista com os trabalhos legislativos neste semestre. “Será um semestre de novas conquistas, novas discussões, que passam pela simplificação dos impostos nacionais através da reforma tributária. O governo, o Senado e a Câmara dos Deputados discutirão e aprimorarão esse texto. Para que a gente possa fazer uma reforma que, de fato, simplifique e desburocratize essa estrutura de cobrança de arrecadação de impostos e encargos do governo federal, dos governos estaduais e dos governos municipais”, acrescentou.

Sobre a revisão do pacto federativo, Alcolumbre disse que as discussões vão começar pelo Senado, onde os estados e o Distrito Federal têm representações equivalentes. “O Senado, como Casa da República e Casa da Federação, vai pilotar esse processo do pacto federativo, que é a desvinculação dos recursos do Governo Central para os estados e os municípios. Ao longo dos últimos anos, os recursos foram centralizados no governo federal, e os estados e os municípios têm ficado à mercê da boa vontade do governo de plantão para realizarem suas ações”, destacou.

Independência

O presidente do Senado também citou as reformas administrativa e do Estado brasileiro como pautas prioritárias para o segundo semestre. Ele disse que o Parlamento continuará se comportando com independência, mas respeitando a harmonia entre os Três Poderes. Segundo Alcolumbre, o texto da reforma da Previdência aprovado em primeiro turno foi um exemplo de como o Parlamento soube conciliar as demandas do governo, dos congressistas e da sociedade.

“Esse foi um almoço de avaliação das conquistas asseguradas. Reafirmo que essa unidade do Parlamento se deu de um parlamento forte, altivo, independente, mas harmônico porque a participação do governo, na figura do ministro Paulo Guedes, e de outros atores, também em nome do ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil. Assim como o próprio presidente Bolsonaro, fez com que a aproximação da política com o Estado Nacional pudesse dar esse fruto, que foi a aprovação em primeiro turno da nova Previdência”, comentou.

(Agência Brasil)

Morre Airton Fontenele, o expert em Seleção Brasileira

Vítima de complicações em cirurgia, morreu, nesta segunda-feira, em Fortaleza o historiador Airton Fontenele (92), conhecido como referência em se tratando de pesquisa sobre Seleção Brasileira Ele deixou três filhos e netos. O velório acontecerá a partir das 18 horas desta segunda, na Funerária Eternus, enquanto na manhã desta terça-feira ocorrerá o enterro no Cemitério Parque da Paz (Passaré).

Airton foi autor de oito livros sobre a Seleção Brasileira, cinco deles focados sobre a participação do time verde-amarelo em Copas do Mundo. Era dono de um acervo invejável de livros, revistas, itens esportivos e dezenas de cadernas de anotação.

Ele tinha catalogadas informações minuciosas sobre as partidas da Seleção, jogadores que atuaram, que foram convocados, além de inúmeras outras estatísticas a respeito da Seleção.

(Com O POVO Online/Foto – Arquivo Pessoal)

MP do Ceará oferece primeira denúncia contra prefeito afastado de Uruburetama

Rodrigo Coelho Rodrigues, promotor de justiça respondendo pela Comarca de Cruz (Litoral Norte), e os promotores de justiça integrantes do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), do Ministério Público do Ceará, ofereceram, no último dia 2 de agosto, a primeira denúncia contra o médico e prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva. Isso, em razão de condutas criminosas que feriram a dignidade sexual de, até o momento, duas vítimas no município de Cruz. O conteúdo da denúncia não foi divulgado pois o caso está em segredo de justiça, informa a assessoria de imprensa do MPCE.

A partir das reportagens que repercutiram o caso em rede nacional, outras vítimas se encorajaram e começaram a comparecer às Promotorias de Justiça das Comarcas de Uruburetama e de Cruz. Elas estão passando por um atendimento multidisciplinar humanizado com o apoio de profissionais do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência (NUAVV) do MPCE. Cada ato realizado pelo Ministério Público reforça o estímulo para que outras vítimas prestem novas depoimentos.

A Promotoria de Justiça de Cruz recebeu, durante o mês de julho, os depoimentos das primeiras quatro vítimas que se apresentaram à delegacia após a divulgação dos vídeos na imprensa. Antes disso, nenhuma mulher havia denunciado o médico. José Hilson trabalhou como médico da Prefeitura de Cruz de 1992 a 2012, e manteve um consultório particular na cidade até 2018.

Segredo de Justiça

O processo tramita em segredo de justiça em obediência ao que reza o artigo 234 -B do Código Penal. Segundo prevê o referido dispositivo, “os processos em que se apuram crimes definidos neste Título (TÍTULO VI – DOS CRIMES CONTRA A DIGNIDADE SEXUAL) correrão em segredo de justiça”. Tal previsão legal é fundamental para que as vítimas se sintam seguras e motivadas a delatar crimes sexuais sem receios quanto à exposição de sua identidade por conta do processo.

Portanto, há o entendimento de que em crimes sexuais, a exposição midiática do caso pode trazer consequências danosas para as vítimas do crime, razão pela qual buscou o legislador proteger o direito à intimidade, sobrepondo-o ao princípio da publicidade, como forma de evitar a revitimização. Nesse sentido, dispõem os artigos 5º, LX, e 93, IX, da Constituição da República Federativa do Brasil.

Investigação

Um procedimento foi instaurado em junho de 2019, antes da divulgação dos novos vídeos na imprensa. O órgão responsável é o Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc) e, até o momento, seis vítimas e uma testemunha já foram ouvidas. Em 15 de julho deste ano, foi instaurado outro inquérito policial em Uruburetama, quando novas vítimas começaram a ser ouvidas. Pelo menos 18 vítimas já identificadas nas imagens exibidas pela imprensa serão convidadas para prestarem suas declarações o mais rapidamente possível.

(Foto – Reprodução)

Assembleia Legislativa se engaja no “Agosto Dourado”

Em seu site, por orientação do presidente da Casa, José Sarto (PD), a Assembleia Legislativa se engajou ao “Agosto Dourado”, mês dedicado a campanhas para abordagem sobre a importância do leite materno e incentivo a doações.

A ação, inclusive passou a ser veiculada nas mídias do Poder Legislativo como parte do projeto Ideai Certa.

Confira:

Será lançado em breve edital de publicidade da Presidência

Fábio Wajngarten é o secretário de Comunicação do governo.

A Secretaria de Comunicação do Governo deverá colocar na praça, em breve, o edital de publicidade da Presidência. É o que informa a Coluna Radar, da Veja Online, nesta segunda-feira.

Hoje, cinco agências dividem um bolo milionário da verba publicitária do órgão em um esquema que separa a estratégia digital da área da comunicação.

(Foto – Reprodução de TV)

O banco e o tráfico: do aliciamento ao descarte

171 4

Em artigo sobre a prática abusiva dos bancos, o jornalista Nicolau Araújo expõe um problema que atinge milhões de brasileiros. Confira:

É mentira quando dizem que o usuário de drogas foi morto a mando do traficante, por não ter pago a dívida com a bocada. Também é mentira que traficante promove algum bem à comunidade.

A verdade é que o usuário somente é “descartado” quando não há mais rendimentos para explorar, quando não há mais como faturar sexualmente com o seu corpo, quando não dá mais para confiar no seu trabalho de avião e, por fim, quando não há mais como extorquir a sua família.

A morte do usuário serve ao traficante como forma de recado, não aos viciados em processo, mas de suas famílias, de onde partem os maiores ganhos do tráfico.

Não, não sou e nunca fui usuário de drogas, sequer as chamadas lícitas. Mas sou peça de um sistema semelhante, o bancário. Pior, em fase descartável, desde que decidi diminuir rendimentos por uma melhor qualidade de vida.

Após a redução salarial de quase R$ 9 mil líquidos para pouco mais de R$ 2 mil, comuniquei ao Banco do Brasil a mudança de rendimentos. A princípio, o banco não acreditou ou não quis acreditar. Mas confiscou integralmente o salário de janeiro, ao alegar que teria direito de cobrar o que lhe achava devido.

Entendi, então, que o banco dá as cartas. O cliente tem que estar em uma posição submissa, assim como o usuário de drogas perde a sua dignidade na busca por duas ou três pedras de crack das mãos do traficante.

Diante de uma renegociação absurda, foi dito ao banco que as cifras não poderiam ser honradas. Mas o negociador, após cochicho com o gerente, disse que seria a única solução para a liberação de algum dinheiro do meu próprio salário e que outra renegociação poderia ser feita, posteriormente.

Com leite de gêmeos para comprar e pensão alimentícia para pagar, a oferta me pareceu uma boa ação do trafic… do banco à minha comunidade familiar. Àquela altura, não havia percebido que entrava na fase do cliente descartável, após aliciado por vantagens (as desvantagens estão nas entrelinhas), explorado nos rendimentos e prostituído pelos juros.

A dura realidade veio no mês seguinte, diante do novo confisco integral do salário. Apesar da renegociação, o banco alegou atraso do dinheiro na conta, mesmo tendo sido avisado da impossibilidade de honrar o contrato então vigente.

Enfim, faríamos outra renegociação. Dessa vez com uma funcionária que sempre me recebeu com sorriso, durante os anos que o banco sacava mensalmente cerca de R$ 4 mil de minha conta.

Foram mais de duas horas de rererenegociação, incluindo os cochichos da simpática funcionária com o gerente, até definido que o banco ficaria com cerca de 60% do meu atual salário e liberaria o restante. Mas, pelo menos, eu ficaria sabendo que o valor seria até o fim do contrato. O dinheiro da aposentadoria, daqui a alguns anos, por certo trará algum alívio.

A queda no valor que me deveria ser cabido, após o segundo mês da rererenegociação, não me despertou o desejo de retornar à agência da Bezerra de Menezes, atualmente muito distante do trabalho e da nova moradia, pois não haveria motivo para “trapaça” do banco.

Até que ocorreu novo confisco integral do salário, junho. Na agência, o próprio gerente alegou que não havia saldo para quitar um adiantamento de parcela de 13º salário, quando o ganho ainda beirava os R$ 9 mil líquidos.

Em vão, argumentei que o adiantamento havia, sim, entrado na rererenegociação, pois foi, inclusive, cochichado entre a simpática funcionária e ele mesmo, depois que o valor foi acusado na tela do computador da agência.

Então tomei conhecimento que não havia a rererenegociação, que o banco usa o contrato firmado no começo do ano. O inviável.

Recorri ao chat do próprio Banco do Brasil. Além da limitação no número de caracteres, a resposta quase sempre nada tem a ver com o foco da reclamação.

Recorri, então, ao Atendimento ao Cliente. A garotada na ponta da linha é ótima! Educada, atenciosa, paciente, grande treinamento. Mas a resposta do SAC é pior que a do chat. Nada a ver com a reclamação.

Apelei então para o Banco Central. Dez dias úteis, emails do andamento do processo e, por fim, o Banco do Brasil responde que tem o direito de confiscar integralmente o salário com base em uma cláusula que o cliente é obrigado a assinar para não ficar refém de uma ação por não pagamento de pensão alimentícia e da necessidade da compra de leite para gêmeos, além da garantia do próprio banco de uma nova renegociação.

Mesmo tendo recebido cópia, conforme o próprio Banco Central informou que receberia, nenhum email me foi passado sobre o direito ou não do Banco do Brasil em confiscar integralmente o salário do trabalhador.

E o salário de julho já foi integralmente confiscado… Segundo o Banco do Brasil, a prática deverá ocorrer até os primeiros meses de 2020. Depois voltará a cobrar os 60%.

O sistema bancário, assim, me descartou. Igual traficante executa usuário. Esses dias, deverei pedir demissão do trabalho. Que a minha morte na formalidade não sirva de temor aos milhões de brasileiros que são diariamente explorados pelo sistema financeiro deste país (62% da população brasileira está endividada, segundo o Sindicato dos Bancários de São Paulo), mas que seja o início de um “basta” contra a prática selvagem e enganosa dos bancos.

Nicolau Araújo

Jornalista.

Cientistas criam lente de contato que dá zoom

328 1

Um estudo publicado, na última semana, na Advanced Functional Materials apresentou um protótipo de lentes de contato que permitem dar zoom em determinados objetos.

As lentes são bem fáceis de usar: o indivíduo deve piscar duas vezes seguidas para dar zoom e repetir o mesmo procedimento para voltar à visão normal. Isso só é possível devido à diferença de potencial elétrico entre a parte da frente e de trás do globo ocular. O olho tem um campo elétrico que pode ser medido quando realizamos determinados movimentos, como olhar para a esquerda, direita ou piscar.

O que o protótipo faz é identificar os sinais elétricos do movimento (no caso, as duas piscadelas) e traduzi-lo no zoom. As lentes são feitas de um material flexível parecido com o cristalino — a parte do olho responsável pelo foco. Ao receber os sinais, as lentes são capazes de mudar de forma para alterar sua distância focal em até 32%.

UFC abre seleção para professor substituto na Faculdade de Educação

Já está na praça o edital nº 122/2019 (http://www.progep.ufc.br/edital-122-2019/) da Universidade Federal do Ceará que vai selecionar professores substitutos a serem lotados na Faculdade de Educação, no Campus do Benfica, em Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa da Instituição.

São ofertadas três vagas para candidatos com título de doutor. Uma vaga é para o Departamento de Estudos Especializados, no setor de estudo Movimentos Sociais, Educação Popular e Educação de Jovens e Adultos, com jornada de 20 horas semanais. As inscrições ocorrem nos dias 8, 9, 12, 13 e 14 de agosto. A taxa é no valor de R$ 88,00 e a remuneração do selecionado é R$ 3.522,21.

As outras duas são no Departamento de Teoria e Prática de Ensino, uma das quais para o setor de estudo Ensino de Língua Portuguesa e Didática e a outra para o de Estágio I no Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Didática, em ambos os setores a jornada do selecionado será de 40 horas semanais. As inscrições devem ser realizadas nos dias 8, 9 e 12 de agosto. Nos dois casos, a taxa de inscrição é no valor de R$ 146,00 e a remuneração de R$ 5.831,21.

SERVIÇO

*Outras informações sobre o processo seletivo estão no Edital nº 122/2019, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (http://www.progep.ufc.br/edital-122-2019/).

*Divisão de Concursos e Provimento da PROGEP – (85) 3366 7407.

(Foto – Evilázio Bezerra)

Reforma da Previdência – Oposição vai se reunir para definir estratégias da votação do 2º turno

95 1

Os partidos da oposição na Câmara dos Deputados vão se reunir, às 18 horas desta segunda-feira. O objetivo é discutir estratégias para a votação em segundo turno da proposta de reforma da Previdência.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, avisou que a votação da matéria deverá começar nesta terça-feira e a expectativa é de que a análise esteja concluída até o fim da semana.

Entre os partidos de oposição, a estratégia é apresentar destaques que podem retirar trechos do texto que já foi aprovado em julho último.

Os líderes destas siglas discutirão hoje quais mudanças defenderão no plenário. Neste tipo de destaque, o governo precisará garantir 308 votos para não deixar que tais alterações passem.

(Com Agências/Foto – Agência Brasil))

Câmara Municipal de Fortaleza já inscreve para concurso público

Já estão abertas as inscrições para concurso público da Câmara Municipal de Fortaleza. em oferta, 31 vagas destinadas a candidatos com nível médio completo e superior completo, informa a assessoria de imprensa da Casa. O prazo de inscrições vai até 30 de agosto, no site da Fundação Carlos Chagas, responsável pelo certame.

São ofertadas vagas de nível médio para o cargo de agente administrativo, com salário de R$ 2.788,3 e carga horária de trabalho de 40 horas semanais.Já para nivel superior, cargos de consultor técnico jurídico, engenheiro civil, contador, consultor técnico legislativo, consultor técnico administrativo, médico clínico geral, bibliotecário, redator e revisor com salário de R$ 4.182,48 e jornada de trabalho também de 40 horas semanas, exceto o cargo de médico clínico geral, cuja carga horária é de 20 horas por semana.

SERVIÇO

*A taxa de inscrição é a seguinte:

Para nívelo médio – R$ 58,00

Para nível superior – R$ 78,00. A prova será aplicada no dia 6 de outubro de 2019.

*Confira o site da Fundação Carlos Chagas aqui.

Marcos Pontes diz que cogita oficial da Aeronáutica para o Inpe

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, afirmou, nesta segunda-feira (5), que cogita escolher um oficial da Aeronáutica para a direção do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Ele não quis informar o nome do candidato, segundo o Portal G1.

Marcos Pontes foi entrevistado pela rádio “Eldorado” e, ao ser questionado sobre a nomeação de um oficial da Aeronáutica para o cargo de Galvão, ele confirmou que está avaliando a possibilidade e disse que o candidato é um “doutor em desmatamento”. Na última sexta-feira (2), Ricardo Galvão foi avisado da exoneração do cargo após imbróglio com o governo federal a respeito dos dados de desmatamento.

Em julho, ao criticar os números de devastação da Amazônia, Bolsonaro disse que a floresta “já teria se extinguido” se os dados de desmatamento fossem reais e afirmou que o diretor do Inpe estaria “a serviço de alguma ONG”. Galvão negou as declarações do presidente.

Monitoramento

“Vamos criar um sistema melhor, colocar mais satélites e, em conjunto, fazer as análises para demonstrar como está sendo feito”, disse, ainda em entrevista, o ministro.

Ele lembrou que, antigamente, os dados eram enviados primeiro ao Ibama e, depois de cinco dias, disponibilizados ao público. Segundo Pontes, esse é um possível formato para a divulgação dos índices de desmatamento no futuro.

Lista tríplice

O novo nome para o comando do instituto será divulgado no início desta semana, de acordo com Pontes. O regimento interno do Inpe, aprovado pela portaria n° 897 de 3 de dezembro de 2008, prevê que a escolha do diretor deve ocorrer por meio de uma lista tríplice (relação de três nomes) elaborada por um comitê. Esse grupo é escolhido pelo Conselho Técnico-Científico do órgão, que tem 11 membros – seis especialistas e cinco integrantes do Inpe (incluindo o diretor, que neste caso foi exonerado). O G1 entrou em contato com o ministério, que não informou se irá respeitar esse trâmite.

(Foto – Agência Brasil)

CEO do Beack Park é conferencista em evento do Panrotas em Fortaleza

Murilo Pascoal, CEO do Complexo Turístico Beach Park, participará, nesta quarta-feira, como conferencista, do evento Panrotas Next que será realizado, das 8h30min às 13 horas, no Hotel Gran Marqui. Ele fará a palestra “Parques temáticos: Perspectivas para o mercado brasileiro”. O encontro é voltado para operadores e agentes de viagem.

Ele, que também é presidente do Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), fará a palestra “Parques temáticos: Perspectivas para o mercado brasileiro”.

O evento regional da Panrotas, cujo tema é “Reciclando ideias, multiplicando resultados e inspirando negócios”, também vai contar com as presenças de Juliana Vital (Voopter), Rodrigo Chamis (Facebook Latin America) e Estela Farina (NCL Cruzeiros).

(Foto – Divulgação)

Inscrições para exame que certifica português como segunda língua já estão abertas

Começou, nesta segunda-feira, 5, o prazo de inscrições para o único certificado de proficiência em português como língua estrangeira, reconhecido oficialmente pelo governo brasileiro – o Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras). Destinado a estrangeiros que querem o português como segunda língua, o exame é aplicado anualmente no Brasil e no exterior pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

As inscrições, que vão se estender até o dia 18 de agosto próximo, devem ser feitas na internet, no endereço celpebras.inep.gov.br/inscricao.

De acordo com o edital, os testes serão aplicados entre 16 e 18 de outubro, em “Postos Aplicadores”, como instituições de ensino superior, representações diplomáticas, missões consulares, centros e institutos culturais e outras instituições interessadas na promoção e difusão da língua portuguesa.

O exame é constituído de parte escrita, que inclui uma produção escrita em língua portuguesa; e parte oral, para avaliar o desempenho na compreensão e produções orais em língua portuguesa, informa o portal do Inep.

O Celpe-Bras certifica quatro níveis de proficiência em Língua Portuguesa. Para obter o certificado é preciso alcançar, nas partes escrita e oral, pelo menos o nível intermediário. Quem obtiver pontuação entre 0 e 1,99 não será certificado.

Candidatos cuja pontuação fique entre 2 e 2,75 receberão certificado de nível intermediário. Pontuações entre 2,76 e 3,50 resultarão em certificado de nível intermediário superior. Já os candidatos com pontuação entre 3,51 e 4,25 obterão certificado de nível avançado, e com pontuação entre 4,26 e 5 receberão certificado de nível avançado superior.

(Agência Brasil)

Levantamento de jornal diz que clã Bolsonaro nomeou 102 assessores com laços familiares; Presidente rebate

Em meio à provável indicação do filho Eduardo Bolsonaro para ser embaixador do Brasil em Washington (Estados Unidos), o presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa do deputado federal e criticou a imprensa na manhã desse domingo (4/8). Segundo ele, não há nada de errado em indicar pessoas da família para cargos de confiança.

O presidente questionou reportagem do O Globo, que destaca que o pesselista e os filhos dele teriam empregado 102 pessoas com laços familiares nos 28 anos de vida pública da família Bolsonaro.

“Quando alguém vai embora do meu gabinete, quando alguém morre, por exemplo, no velório tem 10 pedindo emprego. É natural botar quem está do seu lado”, disse. De acordo com Bolsonaro, a imprensa tem “mania” de achar que “todo parente de político não presta”.

“Eu tenho um filho que está para ir para os Estados Unidos e foi elogiado pelo Trump. Vocês massacraram meu filho, a imprensa massacrou, (chamou de) fritador de hambúrguer”, declarou, na saída do Palácio da Alvorada, reforçando que é “hipocrisia” a afirmação de que ele estaria cometendo nepotismo ao indicar Eduardo para o cargo de embaixador.

“O Senado pode barrar sim. Mas imagine que no dia seguinte eu demita o (ministro de Relações Exteriores) Ernesto Araújo e coloque meu filho. Ele não vai ser embaixador, ele vai comandar 200 embaixadores e agregados mundo afora. Alguém vai tirar meu filho de lá? Hipocrisia de vocês”, respondeu.o.

(Com Correio Braziliense/Foto – Agência Brasil))

Além de Maracanaú, Fortaleza e Caucaia também estão entre as mais violentas do País, diz Ipea

As regiões Norte e Nordeste do Brasil concentram 18 das 20 cidades mais violentas do país, mostra levantamento divulgado hoje (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A pesquisa, que contabiliza apenas municípios com ao menos 100 mil habitantes, mostra ainda que o estado de São Paulo tem 14 das 20 cidades menos violentas.

O estudo é um desdobramento do Atlas da Violência que destrincha os dados das 310 cidades médias e grandes do país. Para medir o nível de violência, o Ipea se debruçou sobre a taxa de homicídio por 100 mil habitantes nos municípios brasileiros no ano de 2017.

Os números permitem identificar que as cidades mais violentas e menos violentas apresentam também grande diferença entre os índices de desenvolvimento humano. Segundo o Ipea, as cidades mais violentas, em geral, têm também números piores no acesso à educação, desenvolvimento infantil e mercado de trabalho, enquanto as menos violentas têm indicadores considerados parecidos com os de países desenvolvidos.

As cidades mais violentas têm, em média, 60% da taxa de atendimento escolar das menos violentas, e o percentual de jovens de 15 a 24 anos que não estudavam, não trabalhavam e eram vulneráveis à pobreza era quatro vezes maior.

A cidade mais violenta do Brasil em 2017 foi Maracanaú, no Ceará, com 145,7 homicídios para cada 100 mil habitantes. No ano do estudo, 308 pessoas foram assassinadas na cidade, que fica na região metropolitana de Fortaleza e tem 224 mil habitantes.

A capital cearense foi a cidade que teve o maior número absoluto de homicídios em 2017, com 2.145 casos, superando até mesmo as cidades populosas do país. O Rio de Janeiro, que tem mais que o dobro de habitantes de Fortaleza, teve 1.850 assassinatos, e São Paulo, que tem uma população quatro vezes maior, teve 1.011 – menos que a metade.

Após Maracanaú, a lista de cidades mais violentas continua com: Altamira-PA, São Gonçalo do Amarante-RN, Simões Filho-BA, Queimados-RJ, Alvorada-RS, Porto Seguro-BA, Marituba-PA, Lauro de Freitas-BA, Camaçari-BA, Caucaia-CE, Nossa Senhora do Socorro-SE, Cabo de Santo Agostinho-PE, Marabá-PA, Ananindeua-PA, Fortaleza-CE, Mossoró-RN, Vitória de Santo Antão-PE, Rio Branco-AC e Eunápolis-BA.

A cidade considerada mais pacífica do Brasil foi Jaú, em São Paulo, com uma taxa de 2,7 homicídios para cada 100 mil habitantes. A cidade de 146 mil moradores teve quatro assassinatos em 2017. Indaiatuba e Valinhos, também situadas em São Paulo, ocupam o segundo e o terceiro lugar na lista, que continua com Jaraguá do Sul-SC, Brusque-SC, Jundiaí-SP, Passos-MG, Limeira-SP, Americana-SP, Bragança Paulista-SP, Santos-SP, Araxá-MG, Araraquara-SP, São Caetano do Sul-SP, Tubarão-SC, Mogi das Cruzes-SP, Itatiba-SP, Varginha-MG, Catanduva-SP e Sertãozinho-SP.

O coordenador do estudo, Daniel Cerqueira, avalia que políticas focalizadas em territórios vulneráveis são a luz no fim do túnel, com iniciativas voltadas para o desenvolvimento infanto-juvenil e para as famílias mais pobres. Ele defende ainda um reforço na qualificação policial e a melhora das condições de encarceramento.

(Agência Brasil/Foto – Ilustrativa)

Banco do Brasil divulga cronograma de pagamento do Pasep

O Banco do Brasil vai liberar os recursos do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) para todos os cotistas inscritos no Fundo PIS-Pasep a partir do dia 19 de agosto. Estão disponíveis para saque R$ 4,5 bilhões pertencentes a 1,522 milhão de cotistas. A informação é da assessoria de comunicação da Instituição.

Aqueles que tiverem conta corrente ou poupança no BB terão o depósito feito automaticamente no dia 19 de agosto. Esse público, de aproximadamente 30 mil participantes, não precisará realizar qualquer procedimento para receber o dinheiro.

Os cotistas clientes de outras instituições financeiras, com saldo de até R$ 5 mil, poderão transferir o saldo da cota via TED, sem nenhum custo, a partir do dia 20 de agosto. A opção de transferência disponibilizada pelo BB pode ser realizada tanto via internet, pelo endereço eletrônico www.bb.com.br/pasep, quanto pelos terminais de autoatendimento.

Os demais cotistas, assim como herdeiros e portadores de procuração legal poderão realizar os saques diretamente nas agências do BB, a partir do dia 22 de agosto.

Os valores serão liberados para os participantes do Fundo PIS/Pasep que ainda não sacaram os recursos. A ação integra a Medida Provisória nº 889, publicada no dia 24 de julho 2019.

Cronograma de Pagamento do Pasep

*Crédito em conta automático para clientes BB    – 19/08/2019

*Cotas até R$ 5 mil – TED pela internet/TAA (sem custo)  – 20/08/2019

*Atendimento nas agências do BB  – 22/08/2019.