Blog do Eliomar

Últimos posts

BNB abre licitação para contratar agências de publicidade

Da Coluna Layout, do O POVO desta sexta-feira:

O Banco do Nordeste está em fase inicial do processo de licitação para contratar duas agências de publicidade. Concorrem 18 empresas: as cearenses EBM Quintto, MartPet Comunicação, Advance Comunicação, Register Publicidade, Slogan Propaganda, Delantero Comunicação, Bolero Comunicação, Ágil Comunicação e SLA Propaganda; as pernambucanas Ampla Comunicação, Italo Bianchi Comunicações e Agência Um; as paulistas DA Multicom e Paz Publicidade; as baianas CCA Comunicação e Objectiva Comunicação; a carioca Agência Nacional e a mineira Fazenda Comunicação.

O resultado do julgamento técnico será publicado no Diário Oficial da União e no site do Banco do Nordeste, mas ainda sem data definida.

Os recursos orçados são de R$ 35 milhões e o contrato é de um ano, podendo ser renovado por mais doze meses. A baiana Ideia 3 foi desclassificada.

Inflação oficial cai para 0,33% em fevereiro

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 0,33% em fevereiro deste ano. A taxa é inferior ao 0,38% de janeiro e ao 0,90% de fevereiro do ano passado, segundo dados divulgados hoje (10), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IPCA acumula taxa de 0,71% no ano. Em 12 meses, a inflação oficial é de 4,76%, portanto, próximo ao centro da meta da inflação do governo federal, que é de 4,5%.

(Agência Brasil)

Ministério da Integração Nacional libera verba para carro-pipa

O Ministério da Integração Nacional autorizou a liberação de R$ 98 milhões para a Operação Carro-Pipa em diversos estados. Com o repasse de R$ 94 milhões efetuado na última quarta-feira (8), um total de R$ 192 milhões já está disponível para que o Exército faça o pagamento dos serviços prestados por pipeiros, nos meses de fevereiro e março, para o funcionamento da operação.

A Operação Carro-Pipa Federal atende cerca de 4 milhões de pessoas no Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo. A expectativa é que mais de R$ 1 bilhão seja investido nas ações em 2017. A contratação, seleção, fiscalização e pagamento dos pipeiros é uma atribuição do Comando de Operações Terrestres (Coter) do Exército Brasileiro.
VAMOS NÓS – Enquanto isso, Temer vai conferir a chegada das águas do rio São Francisco aqui pertinho, na Paraíba, deixando nós do Ceará chupando o dedo e com perspectiva de ter essa água só em 2018. Arriégua!

Setor hoteleiro defende permanência das barracas da Praia do Futuro

Os hotéis de Fortaleza entraram no movimento de defesa das barracas da Praia do Futuro. A Federação Brasileira de Hospedagem, a Associação Brasileira da Indústria e Hotéis (ABIH) e o Sindicato dos Hotéis do Ceará (Sindhotéis) divulgam um manifesto pedindo a permanência do comércio na orla, com base nos efeitos dos negócios na área, como geração de emprego e desenvolvimento.

No próximo dia 15, será julgada no Tribunal Regional Federal – 5ª Região, no Recife, uma ação do Ministério Público Federal do Ceará que pede a demolição dos empreendimentos.

O manifesto conta, inclusive, com as assinaturas do prefeito Roberto Cláudio e do governador Camilo Santana, informa o presidente do Sindhoteis e vice da ABIH nacional, Manuel Cardoso Linhares.

(Com Coluna O POVO Economia, do O POVO desta sexta-feira)

Michel Temer vai assistir a chegada das águas do rio São Francisco. Mas é na Paraíba

O presidente Michel Temer embarca nesta sexta-feira (10) para Campina Grande, na Paraíba, onde fará uma visita ao Complexo Multimodal Aluízio Campos. A expectativa é de que a visita tenha início por volta das 11h30min. De lá, o presidente irá aos municípios de Sertânia e de Monteiro, na divisa entre Pernambuco e a Paraíba, para ver a chegada das águas da transposição do Rio São Francisco.

O Complexo Multimodal Aluízio Campos é uma área onde serão instalados diversos empreendimentos comerciais, industriais, científicos e tecnológicos, além de empresas do setor de logística. Localizado próximo a terminais rodoviários, aeroviários e portuários, além de ferrovias, gasoduto e às BRs-104 e 230, o complexo representará facilidades para o escoamento do que for produzido na região.

Durante a cerimônia, Temer assinará ordem de serviço para a adequação de capacidade da BR-230, trecho Cabedelo-Oitizeiro. As obras na rodovia, ao longo de 28 quilômetros (km), vão envolver a criação da terceira faixa em alguns pontos e a construção de viadutos e passarelas. De acordo com o governo, o investimento total será de R$ 255 milhões.

Outra frente de obras que estão sendo tocadas na região abrange cerca de 4 mil moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida. A previsão é de que o complexo fique pronto em dezembro.

De Campina Grande, o presidente segue para Sertânia (PE), próximo à divisa entre os dois estados, para abrir a comporta de um dos trechos da transposição do Rio São Francisco. Com a liberação das águas, estará concluído o Eixo Leste do projeto, formado por 217 km de tubulações e seis estações de bombeamento.

Temer usará um helicóptero para se deslocar até o município de Monteiro, no lado paraibano, de forma a acompanhar o deslocamento das águas do São Francisco. Na cidade, ele participa de cerimônia alusiva à chegada das águas, com a presença de autoridades locais.

Ontem (9), o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, disse que a celeridade na transposição mostra a prioridade dada pelo governo ao desenvolvimento do Nordeste. Além de prometer entregar as obras do Eixo Norte até o fim do ano, o Planalto voltou a defender o diálogo e a pacificação do país.

A conclusão do Eixo Norte beneficia 12 milhões de nordestinos. A obra levará água a municípios do Ceará, da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte.

(Agência Brasil)

Túneis alagados – Houve falha técnica

85 1

Com o título “Alagamentos em túneis de Fortaleza são injustificáveis”, eis artigo do presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea), Victor Frota. “Sem sombra de dúvida, aconteceu falha técnica de projeto ou de execução nessas obras”, instiga o articulista Confira:

A problemática dos alagamentos em Fortaleza é grave e lamentável, pois traz transtornos de toda ordem para a população, inclusive com repercussão para o aumento da incidência de doenças em crianças, adultos e pessoas da terceira idade. Embora decorrente do acúmulo de águas pluviais neste período do ano, a questão indica, sobretudo, a ausência da implementação de medidas voltadas para drenagem urbana ao longo da história da capital cearense.

Atualmente, existe uma ação que vem sendo executada regularmente pela Prefeitura. Trata-se do Programa de Drenagem Urbana de Fortaleza (Drenurb). Contudo, o déficit de intervenções que possibilitem o adequado escoamento das águas das chuvas é tão grande que ainda vai demorar para que esta falha, que tanto incomoda a população, seja, de fato, solucionada.

No entanto, a ocorrência de alagamentos em túneis construídos recentemente na Capital é injustificável! Sem sombra de dúvida, aconteceu falha técnica de projeto ou de execução nessas obras. Ou teria sido em virtude da falta de manutenção, como, por exemplo, bombas paradas ou obstrução da rede de escoamento? Ainda assim, não é justificável!

Ressalta-se que, em caso de falha de projeto ou execução da obra, os profissionais, responsáveis técnicos, terão de responder legalmente por tal problema. Outra questão a ser avaliada é em relação aos danos registrados em veículos submersos em alagamentos na via pública. Quem responderá por esses e outros prejuízos causados aos cidadãos?

O certo é que precisa ser corrigido o quanto antes o grave problema técnico em alguns túneis — construídos com recursos do Município, Estado ou iniciativa privada —, que estão acumulando água proveniente das precipitações pluviométricas. A alegação de que a chuva foi intensa ou mesmo intermitente não convence.

Victor Frota Pinto

victorfrotapinto@gmail.com

Engenheiro civil e presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE)

Empresas deixaram de pagar mais da metade do valor total do FGTS que será sacado

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) informou que mais de 7 milhões de trabalhadores não receberam corretamente os depósitos a que teriam direito em contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), ativas ou inativas. O valor total devido pelas empresas chega a mais de R$ 24,5 bilhões. Isso representa mais da metade do que será sacado pelos trabalhadores com a nova medida – R$ 43,6 bilhões.

Para evitar a surpresa de descobrir que o empregador não depositou o dinheiro do FGTS, o Ministério do Trabalho recomenda que o empregado acompanhe o depósito todo mês, pelo extrato da conta disponível na Caixa Econômica Federal, inclusive por meio do aplicativo FGTS, para celulares e tablets.

O chefe de Fiscalização do FGTS do Ministério do Trabalho, Joel Darcie, diz que é alto o número de denúncias de recursos não depositados. “A gente recebe bastante denúncia de trabalhador. Às vezes, é denúncia de um sindicato, consta para nós como uma denúncia, mas refere-se a uma empresa enorme. que tem mil ou 2 mil funcionários e consta aqui como uma denúncia simplesmente”, relata.

O fiscal do trabalho informou que somente este ano já foram registradas 3.081 denúncias no ministério. Em 2016, foram 68.289 denúncias e, em 2015, o número chegou a 86.541.

A recomendação do Ministério do Trabalho é que o empregado, ao perceber que o recurso não está sendo depositado, denuncie ao sindicato, em uma das superintendências regionais do Ministério do Trabalho ou na Justiça do trabalho. É preciso apresentar um comprovante de vínculo empregatício, como Carteira de Trabalho ou contrato, e o extrato da conta do FGTS.

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional diz que os 24,5 bilhões inscritos em dívida ativa referem-se a créditos dos trabalhadores e do fundo que foram objeto de fiscalização, apuração e constituição por parte dos auditores fiscais do ministério.

Após a notificação fiscal e a abertura de processo administrativo, com direito do empregador a defesa e recurso, e persistindo o débito, os créditos são encaminhados pelo Ministério do Trabalho à PGFN para controle de legalidade, inscrição em dívida ativa e cobrança administrativa e/ou judicial.

(Agência Brasil)

Ceará registra chuvas em 46 municípios

Choveu, até 8 horas desta sexta-feira, em 46 municípios cearenses, de acordo com boletim divulgado pela Funceme. Confira as maiores:

Iracema (Posto: Bastioes) : 54.0 mm

Aurora (Posto: Ingazeira) : 41.0 mm

Farias Brito (Posto: Farias Brito) : 40.0 mm

Iracema (Posto: Canafistula) : 39.6 mm

Mauriti (Posto: Mauriti) : 38.0 mm

Aquiraz (Posto: Sitio Sapucaia Fagundes) : 37.0 mm

Jaguaribe (Posto: Jaguaribe) : 31.0 mm

Jaguaretama (Posto: Jaguaretama) : 30.0 mm

Granja (Posto: Timonha) : 29.0 mm

Granja (Posto: Pessoa Anta) : 29.0 mm

Coletivo do Grande Bom Jardim cobra implementação de medidas do Ceará Pacífico

A Rede de Desenvolvimento Sustentável do Grande Bom Jardim emitiu uma nota pública sobre o Pacto por um Ceará Pacífico Território Bom Jardim. Lamenta a morosidade do governo na implementação de projetos na área. A nota cobra 30 políticas da Matriz de Prioridades, elaborada em julho de 2016.

O documento destaca o aumento da violência e da taxa de homicídios no território, citando exemplos lamentáveis como o assassinato bárbaro da travesti Dandara, em 15 de fevereiro último, e a chacina no conjunto Leonel Brizola, em 21 de fevereiro, este que pouco repercutiu.

A Rede DLIS do GBJ, que neste ano de 2017 completa 14 anos de existência e de atuação, é um coletivo popular de articulações de lutas comunitárias envolvendo 34 entidades associativas e movimentos da sociedade civil organizada do território GBJ, e organizações parceiras, demandando questões específicas de cada bairro (Granja Lisboa, Granja Portugal, Bom Jardim, Canindezinho e Siqueira), região sudoeste de Fortaleza, ocupada por uma população de aproximadamente, 214 mil habitantes.
*A Nota é assinada por 32 organizações do território Grande Bom Jardim, por 03 entidades acadêmicas parceiras e por 01 professor universitário.
 
* Confira o Facebook do grupo aqui.

Fortaleza – Cadê a drenagem?

Da Coluna Vertical, do O POVO desta sexta-feira:

Com chuvas acima de 110 milímetros, ontem em Fortaleza, o cidadão percebeu algo que, até agora, não mudou: os pontos de alagamento são sempre os mesmos e desmoralizam a conversa oficial de que providências foram ou estão sendo tomadas.

Trechos das avenidas Heráclito Graça, Aguanambi (foto), 13 de Maio, Mister Hull, Beira Mar e outras vias como a Barão do Rio Branco – para não falarmos da periferia -, sempre se transformam em verdadeiras lagoas.

Um cenário absurdo para uma cidade que conta com o Programa Drenurb, apoiado por verba federal e tinha a meta de, até fim de 2016, levar drenagem a 65% de toda a Capital. O investimento, na época estimado em R$ 218 milhões, pelo visto, acabou engolido pela velha burocracia e, na prática, tem-se uma cidade sofrível em época de chuva.

Está na hora de alguém da Prefeitura prestar contas sobre o Drenurb. Ou o programa também foi pro ralo?

(Foto – Evilázio Bezerra)

Saque do FGTS inativo começa nesta sexta-feira

Começa nesta sexta-feira (10) o pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos nos meses de janeiro e fevereiro. Serão beneficiadas inicialmente 4,8 milhões de pessoas, que poderão sacar quase R$ 7 bilhões, o equivalente a 15,9% do total disponível. Segundo a Caixa Econômica Federal, 1,65 milhão de trabalhadores receberão automaticamente o crédito em suas contas na Caixa.

Além disso, mais de 1,2 milhão de pessoas poderão sacar utilizando o Cartão Cidadão no autoatendimento, em  lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Os demais trabalhadores deverão retirar seus recursos nas agências da Caixa, que vão abrir sábado (11), segunda (13) e terça-feira (14) com duas horas de antecedência para auxiliar no fluxo de atendimento.

O banco abrirá 1.841 agências no primeiro sábado após o início do cronograma mensal de pagamento, exceto em abril. No sábado, o horário de atendimento será das 9 às 15 horas. A consulta às agências que funcionarão pode ser feita na página da Caixa .

Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015. O pagamento das 49,6 milhões de contas inativas seguirá um calendário específico, que leva em conta o mês de aniversário do trabalhador.

Valores até R$ 1,5 mil podem ser sacados no autoatendimento, somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser feito com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, em lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$ 3 mil, os saques devem ser feitos nas agências do banco.

A Caixa recomenda que os trabalhadores tenham sempre em mãos o documento de identificação e a Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para saque acima de R$ 10 mil é obrigatória a apresentação desses documentos.

O trabalhador que não sabe se tem dinheiro a receber pode acessar o site sobre as contas inativas. Lá, ele vai conferir se tem algum valor a receber, a data do saque e os canais disponíveis para a realização do pagamento. Na tarde de ontem, a Caixa publicou um vídeo, no qual o diretor do FGTS da instituição, Valter Nunes, tira dúvidas sobre o saque de contas inativas.

(Agência Brasil)

Passeata cobrará justiça e políticas públicas após casos de violência contra travestis

Nesta sexta-feira, a partir das 9 horas, grupos LGBT de Fortaleza farão ato público contra a “bárbarie transfóbica”. Trata-se de um protesto contra os recentes casos de violência contra travestis, como o assassinato brutal de Dandara dos Santos e do espancamento Hérica Izidório. A concentração está marcada para a Praça Luíza Távora, de onde sairá uma passeata rumo ao Palácio da Abolição.

Segundo o Grupo Resistência Asa Branca (IGRAB), que está na organização, o ato vai exigir do Estado a apuração do assassinato de Dandara dos Santos e cobrará “respostas efetivas e permanentes para o combate à violência LGBTfóbica no Ceará”.

Também está na organização desse protesto o Fórum Cearense LGBT, com apoio do Conselho Municipal dos Direitos Humanos da população LGBT de Fortaleza.

Camilo Santana convoca 1.400 aprovados do concurso da PM

O governador Camilo Santana (PT) anunciou nesta quinta-feira 9, a convocação de 1.400 aprovados no último concurso da Polícia Militar (PM), equivalentes a 1ª turma. A convocação, que será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), traz o resultado definitivo da 2ª etapa (inspeção de saúde) do concurso e as informações necessárias à matrícula da 1ª turma do curso de formação profissional.

“O secretário André hoje fez a convocação dos primeiros 1.400 profissionais da PM do último concurso, que fiz no ano passado. São 4.200 homens, que vou chamar em três turmas. A primeira turma já vai iniciar o seu treinamento na Academia, a aula inaugural está prevista para o dia 3 de abril. E aí a partir dessa turma que será formada, nós já vamos convocar uma seleção para novas turmas de Raio, pois eu quero implementar em algumas cidades de médio porte no interior do Ceará”, disse Camilo.

A primeira fase das matrículas será realizada no período de 13 a 15 de março via internet, no seguinte endereço eletrônico: http://matricula.aesp.ce.gov.br/sismatAesp/index.php/start/beginning. Na segunda fase, o candidato deve realizar a entrega da documentação exigida no edital, na sede da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp-CE). O atendimento da matrícula presencial será realizado entre os dias 20 e 23 de março, de acordo com o cronograma contido no edital de convocação.

(O POVO Online)

Presidente da CNI defende no Senado a regularização do trabalho terceirizado

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, defendeu hoje no Senado as propostas que tratam da regularização do trabalho terceirizado. Em encontro com o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), Andrade conversou sobre terceirização e outros projetos de interesse do setor produtivo.

“Vim conversar com Eunício sobre o ambiente de negócios da indústria brasileira e a expectativa que nós temos de melhoria desse ambiente através de algumas medidas que estão no Congresso e que são importantíssimas pra que a gente possa crescer mais, voltar a investir e gerar empregos, inclusive atraindo investimentos externos”, explicou Andrade.

Entre as medidas discutidas estão as mudanças da legislação trabalhista, a questão tributária e a regularização do serviço terceirizado. Segundo o presidente da CNI, a proposta defendida pela indústria amplia a possibilidade de terceirização para qualquer tipo de trabalho e especialidade, independente se é atividade-fim ou atividade-meio.

Andrade disse ainda que apresentou ao presidente do Senado um estudo que mostra que  “57% da população pesquisada acha que a regulamentação do serviço de terceirização é importante para dar segurança jurídica e formalização do trabalho de milhões de pessoas hoje que são terceirizadas”.

Garantias

Questionado sobre as garantias de proteção aos direitos do trabalhador, ele defendeu que ampliar a terceirização não pressupõe o não pagamento dos encargos trabalhistas e, que, portanto, não se trata de reduzir os custos das empresas. “Estamos tratando de uma terceirização especializada formal, legal, que contribua com todos os encargos trabalhistas, férias, FGTS, INSS. Quer dizer, não existe redução de custos através da terceirização. Existe uma formalização da terceirização, para através dela aumentar a competitividade. Mas com empresas legalmente constituídas”, defendeu.

Tramitam hoje no Congresso dois projetos de lei que visam regulamentar o trabalho terceirizado. O PL 4302/98, que aguarda votação na Câmara, depois de já ter sido apreciado pelo Senado. E o Projeto de Lei Complementar (PLC) 30/2015, que ainda está em fase de debate nas comissões do Senado.

Eunício Oliveira afirmou que pode agilizar a votação dos projetos e propor alterações. “Se eles  chegarem à mesa, eu vou pautá-los, para que nós façamos uma compilação daquilo que o projeto anterior não contemplou. Principalmente do ponto de vista da segurança do trabalhador. Estou aberto pra que a gente agilize e vote este projeto aqui”, afirmou.

(Agência Brasil)

Fortaleza amanhece com tempo nublado. Aguenta mais 110 milímetros?

Fortaleza registra chuva, nesta manhã de sexta-feira, em alguns bairros. Segundo a Funceme, a previsão para o Estado é de nebulosidade variável, com chuvas em todas as regiões.

Nessa quinta-feira, a Capital cearense registrou sua chuva mais intensa do ano, o que provocou vários alagamentos e ocorrências como deslizamento de terra em obra da Via Expressa.

Na madrugada, houve chuva fina, o que deixou as vias molhadas. Esse quadro exige maior atenção dos motoristas.

(Foto – Paulo MOska)

Ceará registra queda de homicídios, roubos e furtos durante o mês de fevereiro

O Ceará registrou, durante o mês de fevereiro, quedas simultâneas nos casos de homicídios, roubos e furtos, numa comparação com as ocorrências do mesmo período de 2016. Foi a primeira vez, desde a criação do programa Em Defesa da Vida, em 2014, que os três tipos de crimes apresentaram redução concomitante para um mesmo período.

No caso dos homicídios, que incluem ainda as lesões corporais seguidas de morte e os latrocínios (roubos seguidos de morte), o resultado foi influenciado pela queda das ocorrências na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Em janeiro, a região havia apresentado alta de 4,8% nos assassinatos. Já em fevereiro, as ocorrências caíram 35,2%.

A Região Sul, referenciada por Juazeiro do Norte, também puxou para baixo as estatísticas gerais. No mês anterior, as ocorrências também haviam aumentado, em 13,4%. Por sua vez, fevereiro apresentou queda de 19%. Os números foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na manhã de ontem.

Fortaleza

Entretanto, Fortaleza, que vinha encabeçando as seguidas reduções alcançadas no Estado, registrou o segundo aumento consecutivo dos assassinatos. Desta vez, de 5,9%. Em janeiro, a alta havia sido de 26,8%. A última vez em que os homicídios tinham apresentado alta na Capital foi em agosto de 2015. De lá para cá, as ocorrências diminuíram em todos os meses, até o fim de 2016.

Fevereiro também registrou alta nas mortes ocorridas na Região Norte, encabeçada por Sobral. Após a queda de 25%, em janeiro, os assassinatos cresceram 28,9% no mês passado. Em entrevista coletiva ontem, o governador Camilo Santana (PT) enalteceu a queda. “Foi o mês em que tivemos o Carnaval, que é período mais complexo, por conta das festividades. Tem muita bebida e, muitas vezes, muita violência acontece durante esse período”, citou.

Camilo disse ainda que as variações são resultado do que voltou a chamar de ‘lençol curto’, pois, quando se desloca a tropa para algum lugar, deixa-se outro descoberto. Ele espera que a situação seja atenuada com a formação de novos 1.400 policiais militares, que concluirão o curso no segundo semestre deste ano, e com a convocação da última turma de delegados, inspetores e escrivães da Polícia Civil, prevista para abril.

Nos casos de roubo, a redução alcançada no Estado foi de 13,9%. Já os furtos caíram 4,9%. O governador atribuiu as reduções à intensificação das ações ostensivas realizadas pelo titular da SSPDS, André Costa. “Ele está participando pessoalmente das ações na Capital. Mas vamos avaliar o que está sendo positivo e também os pontos negativos, para traçar estratégias para março, que já esta em andamento”, completou.

(O POVO – Repórter Thiago Paiva)

The Economist traz entrevista com Temer e financiamento de campanhas na América Latina

A edição desta semana da The Economist traz uma entrevista com o presidente Michel Temer. A matéria diz que presidentes na situação de Temer vivem um clima de “batalha”. O Brasil ainda tem que se recuperar de sua pior recessão. Alguns dos aliados mais próximos do presidente enfrentam acusações no maior escândalo de corrupção do país.

O índice de aprovação do governo Temer está abaixo de 30%; muitos brasileiros consideram sua presidência como ilegítima.

No entanto, em entrevista ao The Economist, o presidente Temer parecia qualquer coisa menos alguém sob ataque. Com colarinho desabotoado e mangas arregaçadas até os cotovelos, em clima de palácio, o enérgico garoto de 76 anos estava despreocupado com o desprezo que os brasileiros jogam em sua cabeça.

Outras matérias

A matéria de capa é sobre tecnologia e inovação, abordando como a física quântica está sendo cada vez mais colocada em prática em diversas áreas. A edição também traz um especial sobre o assunto.

Entre os outros temas abordados pela revista estão:

– Mais um vazamento do WikiLeaks
– Venezuela: Será que o sistema ditatorial da Venezuela vai sair dessa?
– Democracia nos Estados Unidos
– O crescimento do uso da selfie para propósitos diagnósticos
– IPOs de empresas de tecnologia
– Queda da delinquência juvenil no Reino Unido
– Mulheres cientistas

Remédios vão subir de preço em abril

Chegou às redes de farmácias locais uma informação de deixar consumidor com dor de cabeça antecipada: os remédios terão preços reajustados em 3,4%, a partir de 1º de abril.

Pode acreditar. O setor fez beicinho, pois queria percentual bem maior.

Aliás, uma série de medicamentos anda em falta nas farmácias de Fortaleza. Por causa da onda de viroses provocando tosse, principalmente, algumas marcas de xarope sumiram.

Fortaleza será sede do IV Congresso Internacional de Direito Financeiro

Edilberto Pontes presidirá o congresso.

Fortaleza será sede do IV Congresso Internacional de Direito Financeiro. O evento acontecerá nos dias 8 e 9 de junho próximo, na sede do Tribunal de Contas do Estado, tendo como tema central “Novas fronteiras do Direito Financeiro”. Entre os objetivos do evento estão o compartilhamento de experiências no Campo do Direito Financeiro, a aplicação do Direito Financeiro na Administração Pública, o debate de assuntos nas mais distintas áreas do saber – no âmbito nacional e internacional, e a importância do estudo do Direito Financeiro como instrumento para um crescimento econômico justo, equilibrado e eficiente.

A programação será composta por palestras e espaços para debates, bem como apresentações de trabalhos científicos selecionados para o evento, por meio de edital. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo Sistema de Gestão Educacional, na página eletrônica da Escola de Contas do TCE Ceará.

O evento é voltado para Conselheiros, Magistrados, Auditores, Procuradores de Contas, Servidores dos Tribunais de Contas, Procuradores do Estado, Secretários de Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Prefeitura do Município de Fortaleza, Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União, Professores e Acadêmicos de Direito e servidores da Fazenda Estadual.

Conferencistas

Entre os palestrantes, estão especialistas de renome, como o Prof. Dr. Francisco Pedro Jucá, titular do Corpo Permanente dos Programas de Mestrado e Doutorado da Faculdade Autônoma de Direito da Universidade de São Paulo (FADISP); o Prof. Dr. Hugo de Brito Machado Segundo, adjunto da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC); o Prof. Dr. José Maurício Conti, da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP); o Prof. Dr. Marcus Abraham, desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região e professor adjunto da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Régis Fernandes de Oliveira Mestre e Doutor em Direito, adjunto em Direito e adjunto em Filosofia do Direito pela Universidade de São Paulo; o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler; ministro-substituto do TCU, Weder de Oliveira, e o presidente do TCE do Ceará, Edilberto Pontes.

De destaque no âmbito internacional, estarão presentes Juan Fernando Durán Alba, titular de Valladolid; e José María Lago Montero, catedrático de Salamanca.

O Congresso é uma realização do Tribunal de Contas do Estado do Ceará, do Tribunal de Contas do Mato Grosso do Sul, do Instituto Rui Barbosa (IRB) e da Sociedade Paulista de Direito Financeiro. A coordenação está a cargo do presidente do TCE Ceará, conselheiro Edilberto Pontes; do vice-presidente do TCE-MS, conselheiro Ronaldo Chadid; e de Francisco Pedro Jucá, juiz do trabalho do Estado de São Paulo.