Blog do Eliomar

Últimos posts

Academia Cearense de Direito apresenta noções de cidadania para alunos do Liceu

Alunos do Liceu Ceará receberam neste fim de semana noções de cidadania e Direito, por parte de integrantes da Academia Cearense de Direito.

O presidente da Academia, Roberto Victor, esteve à frente da reunião, que contou ainda com a presença de vários acadêmicos, entre eles Evaldo Lima, secretário de Cultura de Fortaleza; Marcelo Mota, presidente da OAB-CE; e Tarcísio Lima Verde, desembargador federal do Trabalho.

(Fotos: Divulgação)

Aécio serve para ser senador, mas não para presidir o PSDB

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (29):

E o senador Tasso Jereissati? Pois é. O tucano aparenta estar se metendo numa disputa aparentemente sem volta e arriscada. A última notícia da noite da última sexta-feira, quando este texto estava em produção, apontava que o senador estaria disposto a enfrentar uma eleição interna pela presidência nacional do PSDB.
O PSDB não é disso não. Nem Tasso. Leitura: o veterano tucano e um grupo mais jovem do partido (cabeças pretas) vai para o enfrentamento seguindo uma linha clássica. Se ganhar, ótimo. Se perder, estão criadas as condições para deixar o partido.

A situação do senador não é confortável. Tasso votou para que Aécio Neves continuasse senador, mas trabalha com ardor para que Aécio deixe a presidência do PSDB. Ou seja, o mineiro até que serve para ser senador, mas não para presidir a sigla. Contraditório, não é?

Tasso comemora a maioria tucana na Câmara dos Deputados na votação da denúncia contra Temer. Porém, não conseguiu o único voto tucano cearense. No caso, o do deputado Federal Raimundo Matos.

Enquanto isso, no Ceará, o senador continua sendo pressionado a candidatar-se a governador. Um conjunto de difíceis decisões a serem tomadas entre abismos.

(Foto – Agência Brasil|)

Ferroviário assume liderança da Copa Cinquentão e decide título com o Fortaleza no próximo sábado

O Ferroviário Master assumiu a liderança da Copa Cearense de Futebol Cinquentão Masters, na manhã deste domingo (29), ao superar o Juazeiro, por 2 a 1, no Campo do Ceará Mirim, no bairro Presidente Kennedy.

O time coral chegará ao título da competição, no próximo sábado (4), se vencer o Fortaleza, em local ainda a ser definido esta semana. O Leão está com 100% de aproveitamento, mas com um jogo a menos que o Ferrão.

Atletas do Ferroviário foram comemorar a liderança da competição no Besouro Verde, na Parquelândia, dirigido pelo ex-atacante coral Nena, bicampeão juvenil pelo Ferrão (1978/1979).

(Foto: Paulo MOska)

A Ética Enlouquecida

Em artigo no O POVO deste domingo (29), o psicanalista Valton de Miranda Leitão diz que o Brasil vive uma inversão do sistema ético-jurídico-político-midiático. Confira:

Os retóricos sabem que a semântica de uma palavra pode ser modificada pela natureza persuasiva de um bom orador, pela má consciência de um político, sacerdote e/ou pastor, pela filosofia e, atualmente, pela perversão midiática.

Espinosa usou a retórica contra a própria retórica na sua Ética para mostrar como era fácil essa inversão, quando a virtude esconde o vício da arrogância.

A imprensa brasileira abusa do termo “liberdade” com desfaçatez, culminando na perversão da Globo. Atualmente, a palavra tomou dimensão tão aviltada que o bandido Marcola, numa entrevista, referiu-se claramente à ética do PCC.

Grandes empresas, como a Volkswagen e a fabricante de airbags Takata, são o exemplo mais gritante de que não pode existir ética concorrencial no mercado, pois este é estruturalmente corrupto e depende fundamentalmente da mentira e da fraude para sobreviver.

O consumo, filho do mercado, paira sobre a sociocultura mundial e brasileira com sua força corruptora, invadindo os poderes da República. Kant pretendia que o homem seria possuidor de uma ética a priori, portanto, a noção de dever e justiça já estaria na razão humana, isso é algo que a realidade sociocultural planetáriadesmente completamente.

O Brasil vive uma inversão do sistema ético-jurídico-político-midiático de tal monta que não pode haver dúvida sobre a vigência do estado de exceção, que funciona sob a máscara da democracia. Debaixo do beneplácito da lei, direitos de negros, indígenas e mulheres são ameaçados, enquanto domicílios são invadidos e prisões coercitivas feitas ao arrepio da ordem. Instala-se o “jus manipulandis” que permite a sobreposição da convicção do juiz à interpretação objetiva das leis.

Os atos institucionais que em 1964 permitiam aos militares invadir casas, queimar livros e prender pessoas sem ordem judicial agora estão reeditados a partir do imperativo categórico ético de um (a) juiz (a) que autoriza a brutalidade policial.

A aparência democrática dá origem a um estado de estupor na consciência social que não percebe o tamanho da inversão econômica praticada sob o comando de um farsante para incrementar privilégios injustos de banqueiros e capitalistas, enquanto penaliza a classe média e a minorias.

Weber escreveu a Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, e suas conclusões são muito atuais no Brasil. A participação do protestantismo pentecostal na (des) ordem brasileira atual é tão clara que até as pedras já sabem.

O mais recente ato da parte (des)ordeira do Judiciário foi a condução forçada e prisão do reitor da Universidade de Santa Catarina sem que nenhuma prova de culpabilidade existisse, humilhando um profissional e invadindo o espaço universitário que em qualquer parte do mundo é preservado até pelas ditaduras mais ferozes.

Humilhado e ofendido, o professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo cometeu suicídio. A educação e o pensamento no Brasil estão sob ataque constante, tanto no ensino médio quanto universitário, empobrecendo a capacidade crítica, própria do saber universitário.

Milhares de pessoas marcham em Barcelona contra declaração de independência

Milhares de pessoas se manifestam neste domingo (29), no centro de Barcelona, contra a declaração de independência promovida sexta-feira passada pelo parlamento da Catalunha e a favor da unidade da Espanha.

“Todos somos a Catalunha” é o lema da passeata organizada por uma entidade denominada Sociedade Civil Catalã (SCC) e da qual participam dirigentes dos partidos Ciudadanos (liberais), PSC (socialistas) e PPC (centro-direita).

Esses três grupos abandonaram o plenário do parlamento catalão na sexta-feira antes da votação da resolução sobre a independência da Catalunha.

Horas depois, o Conselho de Ministros do governo espanhol, após receber autorização do Senado, decretou a destituição de todo o gabinete regional e a dissolução do parlamento autônomo, com a convocação de eleições para o próximo dia 21 de dezembro.

(Agência Brasil)

Primeira pesquisa feita pelo Ibope aponta Lula e Bolsonaro no segundo turno

Conforme a primeira pesquisa feita pelo Ibope, divulgada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, na manhã deste domingo, 29, Lula e Jair Bolsonaro disputarão a presidência da República, no segundo turno, nas eleições do próximo ano.

O ex-presidente lidera em todos os cenários apresentados aos eleitores, com o mínimo de 35% e o máximo de 36% das intenções de voto. Já o deputado federal Jair Bolsonaro aparece em segundo com 15% dos votos quando enfrenta Lula, mas cresce para 18% quando disputa com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

Na terceira colocação vem a candidata Marina Silva, que teria índices variando entre 8% e 11% a depender dos adversários. Em caso de Lula ficar fora do páreo, Marina ficaria à frente, acompanhada de Bolsonaro.

O ex-ministro Ciro Gomes, o governador e o prefeito de São Paulo, Geraldo Alckmin e o João Doria, respectivamente, também foram citados na pesquisa. No entanto, ficam embolados na parte de baixo da tabela. Se Lula for substituído por Haddad, Ciro daria salto para 11% dos votos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 22, com 2.002 pessoas em todos os estados, com margem de erros de dois por cento para mais ou para menos.

(O POVO Online)

Músicos transformam as ruas de Fortaleza em palco para mostrar seu talento

Quem passa pelo cruzamento da avenida Barão de Studart com Costa Barros, conferiu um músico encantando, com seu pistom dos mais afinados, motoristas que aguardavam no semáforo.

Gente que pede apoio ou que, simplesmente, quer mostrar seu talento pelos palcos das ruas.

Bem que a AMC e a Secultifor poderiam criar um projeto nesse sentido para, no horário do rush no trânsito, as pessoas se encantarem com as artes.

Vereador diz que novo horário do comércio fere a regulamentação do período trabalhista

Para o vereador de Fortaleza pelo PT, Acrísio Sena, o novo horário do comércio na cidade, aprovado pela Câmara Municipal na quinta-feira (26) e sancionado pelo prefeito Roberto Cláudio na sexta-feira (27), fere duas teses nacionais: a desregulamentação do período trabalhista e o incentvo do trabalho precarizado e intermitente.

“A cidade não é feita somente de lojistas, a cidade também é feita de comerciários. Nós do PT jamais poderíamos concordar e defender essa proposição”, comentou Acrísio, que disse ainda que Fortaleza paga o menor piso comerciário do Nordeste.

O petista acredita que o novo horário não deverá gerar novas vagas de trabalho, pois, no ano passado, o setor demitiu 22 mil comerciários.

(Foto – CMFor)

Sim, senhor coronel!

240 1

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (29):

Com uma goleada de 8 a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a decisão de extinguir o TCM. O resultado configura uma importante vitória do grupo político de Ciro e Cid Gomes. Ao fim das contas, Domingos Filho foi a nocaute na segunda batalha da guerra política de 2018.

A primeira batalha foi a eleição para a presidência da Assembleia Legislativa. Para lembrar: Domingos bancou um nome e foi para a disputa. Nesse momento, estava em seu auge no TCM, fazendo articulação política às claras e já com um pé na presidência do órgão.

O bancado foi o deputado estadual Sérgio Aguiar, parente distante de Domingos e filho de outro conselheiro do TCM, Chico Aguiar. Atentem: tanto Domingos quanto Chico foram presidentes da Assembleia, continuaram fazendo política mesmo no TCM, comandam grupos políticos regionais e têm filhos com mandato.

Por pouco, Sérgio não saiu vencedor na Assembleia. Mesmo que o deputado fosse um cidista de carteirinha, seria a mais dura derrota imposta ao grupo dos Ferreira Gomes, que queria Zezinho Albuquerque fincando raízes no cargo. Mas, Governo é Governo. Caneta é caneta. Diante do risco, a Caterpillar ligou seus motores e avançou.

No fim das contas, Zezinho na cabeça. Porém, não foi o suficiente. Era preciso dar uma lição em Domingos, o ex-aliado que tentou dar dimensão ao seu próprio grupo em vez de apenas ser um componente do grupo ferreirista. O que fazer mais para que todos entendam quem manda? Simples, aniquila-se o TCM.

Dito e feito. Na tarde da última quinta-feira, em Brasília, oito ministros do Supremo colocaram um ponto final neste capítulo.

Resta a Domingos descansar no sétimo dia, refazer as forças e encarar as outras batalhas que se avizinham. E o que fez Sérgio Aguiar, o deputado que quis ser presidente da Assembleia sem o aval de Ciro? Aconselhado pelo pai, Sérgio se recolheu e voltou a ser um fiel escudeiro do grupo que detém a hegemonia da política cearense.

O relato mostra bem como a nossa política funciona. O poder do Governo continua determinando as coisas em nossas paragens. Como conta a piada, pode até mudar o governante, mas o modelo continuará esse. Esse modelo fica ainda mais marcante quando quem está no comando é um grupo político familiar formado por profissionais do ramo.

A propósito, o grupo continuará dando as cartas até que se instale mais uma vez o clima da mudança e os senhores eleitores resolverem substituir os plantonistas da vez.

Camilo reativa espaço esportivo no bairro Messejana

O governador Camilo Santana (PT) reativou, nesse sábado (28), a Vila do Esporte e Lazer de Messejana, que possui uma estrutura voltada para a prática de modalidades esportivas, como futebol e basquete, grupos de dança, além de outras atividades destinadas a atender às populações do entorno do equipamento.

O vereador Eron Moreira (PP) informou que o governador Camilo Santana estuda a possibilidade de uma academia ao ar livre e de uma piscina para o local.

(Fotos – Divulgação)

Sortudo ganha sozinho o prêmio de R$ 20,7 milhões da Mega-Sena

Sortudo ganha sozinho o prêmio de R$ 20,7 milhões da Mega-Sena

Um apostador de Curitiba ganhou sozinho o prêmio de R$ 20,7 milhões do concurso 1.982 da Mega-Sena, sorteado nesse sábado (28).

Os números sorteados foram: 04 – 14 – 20 – 24 – 46 e 50.

Já o concurso 4.518 da Quina voltou a acumular. Segundo a Caixa Econômica Federal, o prêmio do sorteio desta segunda-feira (30) deverá pagar a quantia de R$ 3,6 milhões. Os números sorteados nesse sábado foram: 26 – 36 – 43 – 66 e 77.

Visita de Evo Morales ao Brasil é adiada

O Ministério das Relações Exteriores informou nesse sábado (28) que a visita do presidente da Bolívia, Evo Morales, ao Brasil, foi adiada. Morales seria recebido pelo presidente Michel Temer em cerimônia oficial no Palácio do Planalto e para um almoço no Itamaraty nesta segunda-feira (30).

A agenda já tinha sido divulgada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, mas foi cancelada depois que o presidente Temer passou por um procedimento cirúrgico em São Paulo na noite da sexta-feira (27). O presidente receberá alta do hospital somente nesta segunda-feira e deve ficar de repouso em São Paulo até terça-feira (31), segundo recomendação médica.

Segundo o Itamaraty, as duas chancelarias definirão uma nova data para a visita de Evo Morales. Entre os principais temas que deverão ser discutidos pelos representantes dos dois países está a criação do Corredor Ferroviário Bioceânico, que pretende integrar o Brasil, a Bolívia e o Peru, ligando os portos de Santos, no Oceano Atlântico, ao de Ilo, no Pacífico. Os presidentes também devem tratar sobre medidas de prevenção ao crime organizado transnacional, esportes e energia.

(Agência Brasil)

Réquiem para a democracia

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (29):

A recusa da denúncia contra Michel Temer pelo Congresso coroa a desmoralização completa das instituições e é a prova definitiva de que a deposição de Dilma Rousseff não teve como objetivo o combate à corrupção.

Foi um simples golpe de Estado para fazer chegar ao governo as forças derrotadas nas eleições de 2014 e mudar ilicitamente o programa de governo rejeitado pelas urnas; tirar da Constituição, ilegitimamente, as conquistas sociais dos trabalhadores e entregar as riquezas nacionais às forças externas que vinham lutando por isso desde o suicídio de Getúlio Vargas em 1954.

Não queriam um Brasil forte, respaldado por recursos naturais invejáveis e uma indústria respeitável que pudessem dar sustentação a uma liderança continental e servir de estorvo à geopolítica americana e europeia na esfera global.

A última pilhagem foi o leilão dos campos de petróleo do pré-sal, prometidos por José Serra (PSDB) à Exxon, conforme documentos publicados pelo Wikileaks.

Presidente do Parlamento Europeu diz que “ninguém reconhecerá a Catalunha”

O presidente do Parlamento Europeu, o italiano Antonio Tajani, afirmou nesse sábado (28) que “ninguém reconhece, nem reconhecerá, a Catalunha como um estado independente” e que, para a União Europeia (UE), “não existe, nem existirá, outro interlocutor (relativo à região da Catalunha) que não seja o Reino da Espanha”.

“O referendo de 1º de outubro era ilegal, como o era a decisão do parlamento regional. O Estado de Direito deve ser restaurado”, declarou Tajani à imprensa durante um evento realizado no Vaticano sobre o futuro da Europa.

Tajani qualificou de “sábia” a decisão do presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, de convocar eleições autônomas na Catalunha para 21 de dezembro, “porque serão os catalães que decidirão o governo que querem”.

O presidente do Parlamento Europeu ressaltou que a UE “é favorável à democracia”, mas disse que “a independência da Catalunha é ilegal”, e que acredita que o diálogo político colocará um fim à crise.

“Esperamos que o diálogo seja o protagonista neste momento difícil, com base na Constituição espanhola”, concluiu Tajani.

(Agência Brasil)