Blog do Eliomar

Últimos posts

A 16ª Conferência Nacional de Saúde

Com o título “16ª Conferência Nacional de Saúde”, eis artigo de Moacir Tavares, professor da UFC e Doutor em Saúde Pública pela USP. Ele divulga o evento e fala de certa particularidade na temática. Confira:

O ano era 1986. A 8ª Conferência Nacional de Saúde, após reunir mais de 50 mil pessoas em suas etapas estaduais e municipais, definiu os princípios e diretrizes do que viria a ser um dos maiores sistemas de saúde do mundo, o SUS. O tema central à época era “Democracia e Saúde”.

O ano é 2019. A 8ª + 8 (16ª) Conferência Nacional de Saúde repete o mesmo em momento de turbulência e acirramento na sociedade brasileira. Nada mais alvissareiro que discutir democracia em ambiente plural. Os subtemas são ainda mais instigantes ao debate, a saber, saúde como direito e ainda consolidação e financiamento do SUS.

A sociedade brasileira, a cearense obviamente incluída, é chamada a defender o modelo solidário que baseia a seguridade social com seus pilares de previdência social, saúde e assistência. Sem saudosismos ou repetições acríticas e atemporais, contudo firmes no caráter universal, público, gratuito, de ótima qualidade nos seus serviços e sobretudo controlado pela sociedade. Esse é o imperativo ético para a promoção da saúde, o mais nobre de nossos bens.

As etapas estaduais e municipais já estão em curso. No estado, a longa tradição de sanitaristas, usuários do sistema, gestores municipais e profissionais da saúde faz do momento uma verdadeira enciclopédia viva de cidadania e soluções criativas e inovadoras para o SUS.

O governador Camilo Santana traz na sua gênese política o apreço ao contraditório que define qualquer processo democrático. O titular do Palácio da Abolição é reconhecido por receber e dialogar com movimentos sociais, parlamentares, prefeitos, cidadãs e cidadãos comuns. A cor ideológica não difere nenhum deles. Exemplo a ser seguido. A Conferência será uma plêiade de definições para o SUS estadual.

Imagino por fim, parafraseando o professor Volnei Garrafa, que poderemos dar mais um passo importante na consolidação de um sistema de saúde cientificamente comprovado, eticamente aceitável e socialmente justo.

*Moacir Tavares

Professor da UFC, Doutor em Saúde Pública pela USP.

Camilo vai criar a Coordenadoria de Proteção Animal

O deputado estadual Acrísio Sena (PT), que preside a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, confirmou o que este Blog já havia divulgado: o governador Camilo Santana (PT) vai criar a Coordenadoria de Proteção e Bem-Estar Animal.

“Fico feliz porque nossa iniciativa, apresentada através do Projeto de Indicação 050/2019, foi acolhida pelo governador Camilo Santana”, disse, da tribuna da Casa, nesta manhã de terça-feira, o petista.

Entre os objetivos da Coordenadoria Estadual de Proteção Animal, Acrísio destacou o auxílio aos municípios na identificação e cadastramento dos animais domésticos, citando a experiência de Fortaleza; a capacitação de recursos humanos para as ações de educação ambiental na defesa dos animais domésticos e da fauna silvestre; além da prevenção e punição de maus tratos.

DETALHE – Uma audiência pública para discutir a criação dessa Coordenadoria ocorrerá no próxima dia 25, às 15 horas, na sala das Comissões Técnicas. Em discussão também a criação da Rede de Proteção Animal.

(Foto – ALCE)

Fiocruz do Ceará oferece Doutorado em Biotecnologia

A Fiocruz do Ceará vai iniciar curso de Doutorado em Biotecnologia, a partir do próximo dia 8. Será em parceria com a Fiocruz do Rio, Paraná e Bahia. A primeira turma conta com 14 pesquisadores.

Para ministrar a aula inaugurar, nessa data, às 9 horas, no auditório da Fiocruz, virá o professor Manoel  Barral Neto. Ele abordará o tema “Educação em saúde; Reflexões Pessoais”.

Na equipe que coordena esse doutorado está o presidente estadual do PSB, o ex-deputado federal Odorico Monteiro, hoje professor e pesquisador dessa fundação.

Perfil

Manuel Barral Neto é formado pela Faculdade de Medicina da Bahia (UFBA), 1976; Tem Doutorado em Patologia Humana, é membro titular da Academia Brasileira de Ciências e Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico. Atualmente é pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ-Bahia) e professor titular da Faculdade de Medicina da Bahia. Atua na área de Imunoparasitologia.

(Foto – Divulgação)

Como é ser pai de autista?

225 1

Com o título “Como é ser pai de autista”, eis artigo de Bruno Mesquita, assessor parlamentar. Um pouco da experiência de quem convive e sabe o que é superação. Confira:

Quando recebi o diagnóstico de que o Bruno Enzo tinha características do Transtorno do Espectro do Autismo (TEO), perdi o chão e perguntei: Por que isso aconteceu comigo? E meu primeiro filho? O que é autismo? Tem cura?

Passei alguns dias chorando e sem saber o que fazer. Mas, depois, recebi um vídeo que, resumidamente, dizia que Deus só dava a missão para quem podia cumprir.

A partir daí, comecei a batalha para conseguir as terapias. Foi muito difícil, mas, aos poucos, e com ajuda, fomos superando e hoje, graças a Deus, meu filho faz as terapias.

Ser pai de autista é ser especial também.

Quando meu filho fala uma palavra, para mim é o mesmo que ganhar na Mega-Sena. Quando meu filho foi ao banheiro e fez xixi sozinho… foi como se o Brasil ganhasse uma Copa do Mundo de Futebol.

Quando meu filho tirou a roupa e vestiu outra sozinho, foi o mesmo que ver seu clube ganhar uma final de campeonato em cima do maior rival.

Ser pai de autista é ficar feliz com pequenos gestos e ter a coragem de lutar pelos direitos dos autistas contra todo mundo.

O futuro me reserva coisas boas e sei que vou realizar alguns sonhos que priorizei na vida como lutar pela implantação de um Centro de Atendimento às crianças com Autismo e Síndrome de Down na Assembleia Legislativa do Ceará e um Centro de Atendimento também no município de Fortaleza.

Sei que são sonhos, mas tenho certeza de que, com a ajuda de Deus e das pessoas, vou conseguir.

Sou Bruno Mesquita, sou pai de autista… sou pai do Bruno Enzo.

*Bruno Mesquita

Assessor Parlamentar.

Eleição para Reitor – Antonio Gomes ganha jantar-adesão nesta terça-feira

169 1

O professor Antonio Gomes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Ceará, na condição de candidato a reitor dessa Instituição, comandará nesta terça-feira, a partir das 18h30min, jantar-adesão no Salão Iracema, do Marina Park Hotel.

Gomes disputa o cargo de reitor com os professores Custódio Almeida, atual vice-reitor, e Cândido Albuquerque, diretor da Faculdade de Direito da UFC.

(Foto – Divulgação)

Senado pode gastar até R$ 74,7 mil com aquisição de bandeiras

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, abriu licitação para aquisição de bandeiras Segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online, com o objetivo de “suprir as necessidades das diversas unidades administrativas e legislativas da Casa”.

Com as bandeiras nacionais, estaduais e do Mercosul, a estimativa é gastar R$ 74,7 mil.

(Foto – Reprodução)

Chuvas num canto sim; noutros, não!

Com o título “Chuva num canto sim; noutros, não!”, eis artigo de Fabrício Moreira, advogado, contista e ex-vice-prefeito de Icó. Ele alerta para a crise hídrica que reina nos açudes dos arredores de sua cidade. Confira:
Como de costume, acordei antes do sol, mesmo concordando com o poeta Natã Oliveira onde categoricamente afirma: “que ele renova-nos de impurezas todos os dias”. Então, nada melhor do que uma parceria com ele, o sol, andando a pé pelas ruas largas e becos estreitos do Icó pra conversar com o povo e exercitar excelente processo de higienização corporal.
Mas, nos últimos dias, São Pedro – colega de nosso Senhor do Bonfim, tem desenhado nos céus do Icó uma belíssima imagem de prenúncio de muitas chuvas, mas que não estão caindo de suas nuvens carregadas como desejamos. Salvo em alguns locais isolados. Por aqui, a situação hídrica é perversa e assusta a todos nós com o possível colapso d’água para o abastecimento humano.
No última segunda – no Dia da Mentira, a verdade nos chegou para refletirmos com enorme preocupação: Os açudes de Lima Campos e do Orós não conseguiram ainda os aportes necessários para levar água a quem tem sede e sustentar os nossos sertanejos que dela precisam para plantar e colher os frutos de suas produções agrícolas.
Essa problemática, tema muito importante e vital, está passando despercebida da população, que dispersa, ainda não entendeu que é preciso racionar a água doce disponível para consumo humano, principalmente.
Diante dessa situação, gostaria de convocar o povo icoense à união com consciência. Antes que seja tarde demais!
*Fabrício Moreira da Costa,
Advogado, contista e ex vice-prefeito de Icó.

Atendimento das policlínicas e CEOs é tema de audiência pública na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Ceará promove audiência pública, na tarde desta quarta-feira (3), a partir das 14 horas, no Complexo de Comissões Técnicas, com os temas “A padronização dos consórcios regionais de saúde” e “A atual situação das policlínicas e Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs)”.

A realização do evento pela Comissão de Seguridade Social e Saúde da Casa atende a requerimento do deputado Audic Mota (PSB), que aponta que o Governo do Estado, junto com o Legislativo, precisa tomar para si a responsabilidade de discutir os graves problemas no atendimento das policlínicas e CEOs, bem como na gestão administrativo-financeira dos consórcios de saúde.

(Foto – ALCE)

Procon divulga ranking das empresas com maior número de reclamações

O Procon Fortaleza acaba de divulgar o ranking das empresas mais reclamadas em 2018. Bancos, operadoras de cartão de crédito, operadoras de telefonia e empresas públicas prestadoras de serviços são os segmentos que menos resolveram os problemas dos consumidores.

No ranking das empresas mais reclamadas em Fortaleza, no ano passado, estão entre as 10 principais, conforme maior número de reclamações fundamentadas: Companhia de Água e Esgoto do Ceará – Cagece (790); Oi Móvel S/A (324); Companhia Energética do Ceará – atual Enel (306); Caixa Econômica Federal (243); Banco Bradescard S/A (231); Banco Bradesco S/A (192); Banco do Brasil S/A (160); Banco ItaúCard S/A (158); Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – Correios (136) e Via Varejo – Casas Bahia/Ponto Frio (106).

Se comparados os anos de 2017, quando foram registrados 19.235 atendimentos, contra 20.504 registros, em 2018, houve um aumento de 6,59% na quantidade de reclamações.

O relatório indica que, pelo terceiro ano consecutivo, problemas no fornecimento e cobrança do serviço de água e esgoto lideram as principais reclamações dos consumidores da capital.

Cláudia Santos, diretora do Procon Fortaleza, avalia positivamente o aumento do índice de resolutividade nas empresas mais reclamadas. “As empresas que estão no topo do ranking têm procurado resolver, de forma mais efetiva, as reclamações dos consumidores. E isto só comprova que as medidas tomadas pelo Procon estão dando resultado satisfatório para o consumidor”, enfatizou.

Vitor Valim critica perda de investimentos federais em segurança pública

179 1

Enquanto o governador Camilo Santana esta semana discutirá em Harvard, nos Estados Unidos, o painel “Segurança: Estratégias para Superação da Criminalidade”, o Ceará é alvo de mais um ataque contra uma torre de transmissão de energia, na noite dessa segunda-feira (1º), em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza.

A observação é do deputado estadual Vitor Valim (PROS), nesta terça-feira (2), no plenário da Assembleia Legislativa, ao comentar a fala do deputado Heitor Férrer (SD) da perda de Maracanaú do projeto-piloto de segurança pública, que iria receber investimentos federais para a construção de duas escolas militares e reforço do contingente policial.

Segundo o secretário nacional da Segurança Pública, Guilherme Theophilo, em entrevista ao O POVO, na noite dessa segunda-feira, o governador Camilo Santana não teria colaborado com o Ceará, ao não comparecer ou enviar representante à reunião em Brasília entre os governos Federal e do Estado, no último dia 12 de março. Apesar da presença do secretário André Costa (Segurança Pública) na reunião, Theophilo alegou que o projeto envolve sete ministérios, não somente a pasta da segurança.

“Foi por falta de competência na gestão da política pública (do Estado) que perdemos este investimento”, apontou Valim, ao lembrar que a perda do projeto-piloto não foi por casa de questões políticas, pois Maracanaú foi substituída pelo município de Paulista, em Pernambuco, quando o governador Paulo Câmara (PSB) é oposição ao governo federal.

O deputado Julio César Filho (PPS), líder do governo, disse que protocolou requerimento, solicitando à Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) as demandas que “supostamente foram solicitadas ao Ceará e não foram atendidas”.

“Não houve nenhum documento que formalizasse nossa participação no programa, apenas palavras, e o secretário General Teophilo não teve força para manter sua palavra”, deduziu.

Vitor Valim sugeriu que o líder do governo convocasse Theophilo para esclarecimentos, pois ele mesmo (Valim) subscreveria o requerimento.

(Foto: Divulgação)

Produção industrial melhorou em fevereiro, diz CNI

A produção industrial no país melhorou em fevereiro, segundo dados da pesquisa Indicadores Industriais, divulgada hoje (02) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levantamento, segundo economistas da entidade, aponta para uma recuperação das atividades no Brasil.

Um dos principais fatores destacados nessa avaliação foi o aumento de horas trabalhadas na produção dos últimos meses. Fevereiro registrou o quarto aumento consecutivo do tempo de produção, com crescimento de 1,6%. O resultado é ainda 3% acima do registrado em 2018.

A pesquisa ainda apontou um incremento do faturamento de 1,6% em fevereiro na comparação com janeiro, considerando sazonalidades. No mesmo período, a utilização da capacidade instalada cresceu 0,1 ponto percentual e ficou em 78%.

Apesar de positivo, na comparação com fevereiro do ano passado, o faturamento teve queda de 1,2%. Para especialistas da CNI, se houver melhora nos resultados de faturamento e de dados relacionados ao emprego nos próximos meses, o país pode registrar aumento de consumo e o investimento e, consequentemente, aceleração maior da atividade industrial.

(Agência Brasil)

Enem 2019 – Cronograma está mantido, diz Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disse que o cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está mantido e que as provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, como previsto no edital.

Ontem (1º) a RR Donnelley Editora e Gráfica Ltda, gráfica responsável pela impressão do exame, anunciou o fim das operações no Brasil. O grupo, que atua em outros países, disse em comunicado que a decisão foi tomada devido às difíceis condições de mercado na indústria gráfica e editorial nacional.

Hoje (2), em nota, o Inep afirmou que as etapas para a aplicação do Enem 2019 “transcorrem normalmente e que o cronograma está mantido”. Em relação à falência da gráfica contratada para a diagramação e impressão dos cadernos de prova da edição deste ano do Enem, a autarquia diz: “existem alternativas seguras sendo avaliadas”.

Segurança

A RR Donnelley foi responsável pela impressão do exame desde 2009. Para imprimir as provas é necessário cumprir uma série de requisitos para garantir que as provas não vazem.

A gráfica só pode ser acessada por pessoas previamente identificadas e após passarem por três etapas de fiscalização. Os funcionários trabalham com uniformes de cores diferenciadas e a aproximação da área de impressão é restrita. Avançados softwares dão suporte ao sistema de vigilância por câmeras.

As provas do Enem são impressas durante dois meses, demandando um volume de 50 toneladas de papel por dia, de acordo com os dados divulgados pelo Inep em 2018. Ao todo, são consumidas 2 mil toneladas de papel em todo o processo, ou seja, 2 milhões de quilos de papel com selo de procedência. Mais de 600 funcionários, contratados em um formato diferenciado de seleção, atuam no processo.

No ano passado foram impressos 11 milhões de cadernos de questões para aplicação do Exame aos 5,5 milhões de inscritos. Foram impressos mais de 50 itens de material administrativo necessários para a aplicação, que vão da folha de coleta do dado biométrico até as etiquetas de identificação dos malotes.

Enem 2019

O Inep reforçou nesta terça-feira que está aberto, até 10 de abril, o período para pedido de isenção da taxa de inscrição no Enem 2019 e justificativa de ausência na edição anterior. As inscrições para o exame acontecem entre 6 e 17 de maio.

Para não pagar a taxa, os candidatos devem atender aos critérios de isenção. O pedido é feito pela Página do Participante, na internet. A taxa do exame este ano é R$ 85.

(Agêncai Brasil)

Caso Fonsequinha – Acusados da morte do humorista podem ser julgados ainda neste semestre

A 1ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza, em decisão do juiz Eli Gonçalves Júnior, pronunciou, nesta terça-feira, os acusados Marcílio de Jesus SOARES (“Loirim”), Jackson Maia da Silva (“Beca”) e Francisco Adaílton Sousa Costa (“Nego”) pela prática dos crimes de homicídios triplamente qualificados que vitimaram Francisco Fonseca Neto, humorista conhecido como “Fonsequinha” e Robson Borges da Silva Filho (“Chorão”). Eles também foram enquadrados no crime de Organização Criminosa.

O caso ocorreu no dia 2 de maio de 2018 e o magistrado acolheu, em todos os termos, o requerimento do membro do Ministério Público Estadual, Marcus Renan Palácio de Morais.

O processo, que integra o Projeto Tempo de Justiça, teve sua instrução criminal concluída em menos de um ano, apesar de ser um caso de extrema complexidade e contar com pluralidade de agentes (três acusados e duas vítimas)

A expectativa do Ministério Público Estadual é que, caso os acusados não interponham recurso, sejam os acusados submetidos a julgamento ainda neste semestre. Todos os réus pronunciados (homicídios triplamente qualificados e organização criminosa) continuam presos.

(Foto – Arquivo Pessoal)

Partido Cidadania, ex-PPS, emplaca filiado na equipe de Arialdo Pinho

Alexandre Pereira chancelou a nomeação de Tadeu Oliveira.

O empresário Tadeu Oliveira, fundador da Odontart, foi nomeado secretário-executivo de Planejamento e Gestão da Secretaria de Turismo do Ceará (Setur). Ou seja, será parceiro do titular da pasta, Arialdo Pinho

Ele é filiado ao Cidadania (ex-PPS) e foi indicado por Alexandre Pereira, titular do Turismo de Fortaleza e dirigente estadual da legenda.

(Foto – Divulgação)

TSE e INSS vão compartilhar dados para combater fraudes contra a Previdência

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai compartilhar com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) o uso da base de dados do programa Identificação Civil Nacional (ICN) na checagem de informações das pessoas cadastradas na Previdência Social.

A base é a mesma que será utilizada para a emissão do Documento Nacional de Identificação (DNI), também conhecido como Identidade Digital, adianta a assessoria de comunicação do TSE.

Essa parceria, que visa à redução de fraudes previdenciárias, se dará a partir do compartilhamento dos dados biométricos dos cidadãos, que são únicos em cada indivíduo. O uso da tecnologia trará mais segurança aos beneficiários do INSS e reduzirá prejuízos bilionários do Instituto.

A Corte Eleitoral é a responsável pelo ICN, conforme determina a Lei n° 13.444/2017.

“Se a economia vai bem… o resto que se f***”

169 1

Com o título “Se a economia vai bem…” eis artigo de Fernando Costa, sociólogo e publicitário. Ele expõe o lado egoísta de parte do empresariado que só pensa no equilíbrio de contas. Confira:

Escutei de um empresário a seguinte pérola: “se a economia estiver bem, o resto que se f***.” Esta visão extrativista que a classe dominante tem do País remonta aos tempos coloniais e parece que não vai mudar nunca.

Mesmo que o resto que se f***, sejam mais de 300 vidas perdidas em Brumadinho e 18 em Mariana, ou os mortos na escola de Suzano.

O pior é que a economia está longe de voltar a crescer nos índices desejados e, um dos motivos, parece ser que o governo prefere o massacre da previdência ao combate à sonegação fiscal. É obvio que o País precisa de uma reforma da previdência, mas não essa que está posta, que massacra os trabalhadores e transfere metade do patrimônio deles para o sistema financeiro. O tal do trilhão de reais economizados em dez anos é só uma miragem estatística, o certo é que até lá quase nenhum de nós estará aposentado.

Pelo que se vê, a reforma da previdência como queria Paulo Guedes fracassou, com uma queda de 15% nos índices de aprovação de Bolsonaro, este não vai se empenhar na aprovação de um projeto que pode causar danos irreparáveis no seu já debilitado capital político.

Enquanto isso, no sanatório geral da República, as forças que comandaram o golpe de 2016 estão perplexas com o desempenho do títere que acabaram de colocar no centro do poder e pelo barulho intestinal que emerge da disputa do Supremo com o Ministério Público. A crise dentro da crise provoca todo dia uma nova crise.

A prisão de Temer, feita de maneira inconstitucional assim como a de Lula, foi só uma cortina de fumaça. O alvo era Moreira Franco, sogro de Rodrigo Maia, com quem Moro mantém uma rixa que pode levar a dificuldades sem precedentes na relação entre o Executivo e o Parlamento. O partido da Lava Jato talvez veja Maia como um possível concorrente nas eleições de 2022, só não consegue ver que o presidente da Câmara só tem a cara, mas de bobo não tem nada.

Enquanto os desatinos políticos parecem não ter fim, o Copom manteve a taxa Selic em 6,5% ao ano, ou seja, a economia não está crescendo, e, enquanto isso, o presidente vai ao cinema.

Fernando Costa,

Sociólogo e Publicitário.

Produção industrial cresce 0,7% em março, diz IBGE

A produção industrial brasileira cresceu 0,7% na passagem de janeiro para fevereiro, segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal divulgados hoje (2), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De dezembro para janeiro, o setor caiu 0,7%.

Na comparação com fevereiro de 2018, houve uma alta de 2%. A indústria acumula queda de 0,2% no ano e alta de 0,5% em 12 meses. Na média móvel trimestral, a variação é de 0,1%.

Três das quatro categorias econômicas tiveram alta de janeiro para fevereiro: bens de capital, isto é, máquinas e equipamentos (4,6%), bens de consumo duráveis (3,7%) e bens de consumo semi e não duráveis (0,7%). Os bens intermediários, ou seja, os insumos industrializados usados no setor produtivo, caíram 0,8%.

Dezesseis das 26 atividades industriais pesquisadas tiveram alta, com destaque para veículos automotores, reboques e carrocerias (6,7%), produtos alimentícios (3,2%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (4,3%).

Dez ramos industriais apresentaram queda. O principal recuo veio das indústrias extrativas (-14,8%), resultado influenciado pelo recuo na produção de minério de ferro relacionada ao rompimento da barragem de Brumadinho (MG), em 25 de janeiro deste ano.

(Agência Brasil/Foto – Governo da Bahia)

Postos de Saúde em Caucaia ofertam vacina contra Meningite Tipo C

A Secretaria da Saúde de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), está ofertando vacinas contra o tipo C da meningite em todas as 46 salas de imunização do município. As aplicações são gratuitas e voltadas para crianças de três meses a cinco anos incompletos, além de adolescentes de 11 a 14 anos.

Uma das diversas formas para prevenir a doença é fazer o acompanhamento rigoroso do Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde, lembra a pasta.

Para isso, é essencial que a população acompanhe os registros do documento vacinal que apresenta a sistematização das vacinas incluindo as contra a meningite.

De acordo com o coordenador de Imunização da SMS, Luiz da Silva, a vacina protege contra o sorogrupo C, que hoje é o responsável pela maioria dos casos da doença meningocócica.

(Por Matheus Nunes/Foto – Agência Brasil)

Hidracor ganha dois prêmios no ramo de tintas do Norte e Nordeste

Wilson Carlos de Souza, diretor industrial.

A Hidracor ganhou dois troféus no Prêmio Paint & Pintura – Norte e Nordeste. Realizado em março último, no Recife (PE), pela Agnelo Editora, a festa reconheceu dois profissionais da empresa: Wilson Carlos de Souza (diretor industrial) e André Freitas (gerente de Supply). Eles foram indicados nas categorias Produção e Compras, respectivamente.

O reconhecimento foi criado para prestigiar fornecedores de matérias-primas e profissionais, distribuídos em 22 categorias, que contribuíram para o desenvolvimento do setor de tintas durante o ano. O prêmio é conhecido como o “Oscar” do setor de tintas.

“Nos tornar referência e inspiração para organizações e colaboradores é o que faz desse prêmio tão importante para nós que fazemos a Hidracor”, diz André Freitas.

André Freitas, gerente de suplly chain.

Para Wilson Carlos, a premiação é muito importante pois chega para reforçar o relacionamento entre profissionais e empresas, o que ajuda a oportunizar o desenvolvimento de projetos e incrementar a visibilidade do setores industrial e de supply chain.

DETALHE – A entrega do prêmio ocorreu durante o 40º Fórum e Exposição Paint & Pintura de Tecnologia e Gestão em Tintas – Região Nordeste, também organizado pela Agnelo Editora.

(Fotos – Divulgação)