Blog do Eliomar

Últimos posts

Seplag faz nova reunião para discutir projeto de revitalização do Issec

402 1

Técnicos da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado (Seplag) e representantes do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) e do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec) se reúnem após o período carnavalesco para debater a revitalização do instituto. Na última sexta-feira (9), uma comissão foi recebida pelo secretário Maia Júnior, para a apresentação do novo Issec.

“Essa proposta de revitalização da autarquia foi construída no ano passado, quando descobrimos que o Isseec estava entrando em colapso”, disse Rita de Cássia Gomes, coordenadora geral do Fuaspec, ao lamentar casos de servidores que ficaram sem assistência médica.

(Foto: Divulgação)

Elba Ramalho e Iracema Bode Beat são destaques na programação de domingo em Fortaleza

A cantora Elba Ramalho, um dos grandes nomes do Carnaval brasileiro, é a principal atração do Carnaval de Fortaleza neste domingo, 11. Antes dela, o Luxo da Aldeia, um dos principais blocos de Carnaval da Cidade, apresenta-se no Aterrinho da Praia de Iracema. Mais cedo, o destaque é o bloco Iracema Bode Beat.

SERVIÇO

Aterrinho da Praia de Iracema

Las Tropicanas, Bloco Luxo da Aldeia, e Elba Ramalho com participação de Chico Pessoa

Quando: a partir das 17 horas

Onde: Aterrinho da Praia de Iracema

Praia de Iracema

Bloco Iracema Bode Beat

16h20min – Concentração no Largo dos Tremembés

17 horas – Cortejo

19 horas – banda Bode Beat, na Praça Verde do Dragão do Mar

Mercado dos Pinhões

Fertinha

Quando: das 16 às 19 horas

Onde: Praça Visconde de Pelotas, s/n – Centro

Mercado da Aerolândia

Tarcísio Sardinha e Banda

Quando: das 17 às 20 horas

Onde: BR-116, 5823 – Alto da Balança

Mocinha

Bloco Num Ispaia Sinão Ienche

Quando: das 18 às 22 horas

Onde: Rua Padre Climério, 140 – Meireles

Benfica

Renato Black (15 horas) e Os Alfazemas (16 horas)

Onde: Praça João Gentil (Av. Treze de Maio, 2311 – Benfica)

Mercado Joaquim Távora

Charanga Frevo Folia

Quando: das 17 às 19 horas

Onde: avenida Pontes Vieira – Joaquim Távora

Mercado dos Peixes

Charanga Os Foliões da Serra

Quando: das 17 às 19 horas

Onde: avenida Beira Mar, 3479 – Meireles

Domingos Olímpio

19 horas: Maracatu Nação Baobab

19h40min: Maracatu Nação Fortaleza

20h20min: Maracatu Vozes da África

21 horas: Maracatu Rei de Paus

21h40min: Maracatu Nação Pici

22h20min: Maracatu Nação Iracema

(O POVO Online / Foto: Divulgação)

Sem sobreviventes – Avião com 71 pessoas a bordo cai nos arredores de Moscou

Um avião birreator que levava 71 pessoas a bordo caiu neste domingo (11) nos arredores de Moscou, segundo informou a imprensa local. “Os primeiros dados mostram que ninguém sobreviveu ao acidente”, disse à agência Interfax uma fonte próxima aos serviços de emergência. A aeronave, segundo uma fonte citada pela agência, caiu entre as localidades de Arguntsevo e Stepanovo, na província de Moscou.

Moradores da região disseram que viram o avião, modelo AN-148, caindo em chamas. Fontes dos serviços de emergência indicaram que os destroços da aeronave foram avistados desde o ar e que equipes de resgate se dirigem ao local da queda.

O avião, pertencente à companhia Saratovskie Avialinii, desapareceu dos radares poucos depois de decolar do aeroporto internacional de Domodedovo, em Moscou, rumo à cidade de Orsk, ao sul dos montes Urais.

(Agência Brasil)

Lula perde até quando os adversários sofrem

Em ponto de vista sobre as decisões judiciais que atuam no debate político, o editor-executivo do O POVO, Guálter George, aponta que há indicação de que Lula estaria com dias contados de liberdade. Confira:

Um volume importante de decisões tomadas pela justiça ao longo da semana passada indica uma consolidação da tese de que a prisão de um condenado deve acontecer já a partir da segunda instância no País. A mais barulhenta envolveu o deputado João Rodrigues, do PSD de Santa Catarina, notório e ácido crítico do PT, e que, ao ser preso por agentes da Polícia Federal atendendo determinação do STF, reagiu dizendo-se “bode expiatório”. O paradoxo é que o recolhimento, na visão dele próprio, objetiva dar legitimidade ao que se imagina estar para acontecer com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um dos alvos prediletos, até então, da verve retórica do deputado.

Foram dias movimentados em relação ao tema, que está na ordem do dia do debate político por causa de Lula. Além do episódio envolvendo o deputado João Rodrigues, houve uma outra prisão, de Luiz Eduardo Oliveira, irmão do ex-ministro José Dirceu, e que teve negado recurso pelo TRF-4, de Porto Alegre, em relação a sentença condenatória do juiz paranaense Sergio Moro. Uma outra indicação de que, realmente, parecem contados os dias de liberdade do ex-presidente.

Finalmente, fechando o calendário semanal, veio a decisão do ministro Edson Fachin, do STF, de negar habeas corpus preventivo a Lula e, pior, encaminhar o caso diretamente ao plenário. Sem passagem pela Segunda Turma, como seria o rito normal. O caminhar das coisas, como dizem seus adversários, coloca o petista mais próximo da prisão do que de um palanque eleitoral em 2018.

Associação de procuradores critica Segóvia e diz que arquivamento cabe ao MP

O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti, publicou nota lamentando as declarações do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, sobre um possível arquivamento do inquérito que investiga o presidente Michel Temer. De acordo com ele, decisões desse tipo são atribuições “exclusivas” da Procuradoria-Geral da República, e o trabalho policial deve continuar sendo “técnico e independente”.

“Quando o País se vê diante do espetáculo dantesco de um diretor-geral de polícia dando declarações no lugar dos responsáveis por uma investigação percebe-se que é sorte para a sociedade brasileira que quem determina se um inquérito policial terá proposta de arquivamento, ou se a investigação continuará em busca de novas diligências não é a polícia, e sim o Ministério Público”, afirmou. No comunicado, a entidade elogia a decisão desse sábado (10) do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, que intimou Segóvia a prestar esclarecimentos.

Após a intimação, o diretor-geral negou que tenha antecipado informação sobre arquivamento do inquérito contra Temer durante entrevista concedida ontem à imprensa e disse que vai se explicar diretamente a Barroso na próxima quarta-feira (14). Na entrevista, o delegado disse que os indícios contra Temer “são muito frágeis” e sugere que o inquérito “pode até concluir que não houve crime”.

“As declarações de Segóvia desrespeitaram sua própria instituição e seus subordinados. A Polícia Federal é um órgão de Estado, e não de governo, e seus profissionais são sérios, técnicos e sempre terão o Ministério Público ao seu lado todas as vezes que sua independência técnica for colocada em risco”, escreveu Robalinho.

Temer é investigado por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro por ter, supostamente, recebido vantagens indevidas de uma empresa para editar o chamado Decreto dos Portos. A determinação de Barroso foi feita após a entrevista porque ele é o relator do caso no STF.

Na nota, a instituição lembra que cabe ao MP, “destinatário” de eventuais provas, avaliar “o momento” e decidir se apresenta denúncia ou pede o arquivamento ao Poder Judiciário.

Também por meio de nota, a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) também se manifestou. Segundo o órgão, nenhum dirigente deve se posicionar sobre investigações em andamento “independentemente da posição que ocupe” na PF.

“A ADPF espera que o diretor-geral garanta, nas palavras e nos atos, os instrumentos necessários para que os delegados exerçam suas atribuições de forma técnica e republicana, sem temor por reações do poder político e econômico”, afirmou a entidade.

(Agência Brasil)

Mega-Sena: Ninguém acerta, nem a Caixa…

Ninguém acertou os seis números do concurso 2.013 da Mega-Sena, sorteados na noite desse sábado (10), em Santana/AP. O prêmio de R$ 67,4 milhões – não de R$ 70 milhões, como previu a Caixa Econômica Federal – ficou acumulado para o sorteio da quarta-feira (14).

Em nova estimativa, a Caixa aponta uma premiação de R$ 71 milhões. Os números desse sábado foram: 0623303653 e 56.

Constituição deixa de ser um escudo contra abusos do poder; Vale o que o STF decidir

149 1

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (11):

Como um novilho laçado por uma sucuri, o País começa a se dar conta de que está sendo asfixiado pelo arrocho progressivo e sufocante da exceção – na visão dos legalistas. Se não conseguir se livrar a tempo do laço, a democracia brasileira sucumbirá ao esmagamento fatal. São inequívocas as evidências de que o último pacto social legitimado pela soberania popular, traduzido na Constituição de 1988, virou bagaço.

A Constituição parece ter deixado de ser um escudo contra eventuais abusos do poder. Muitos veem como enraizada na cabeça de certos magistrados a versão de que ela não é aquilo que foi definido pelo poder constituinte originário, proveniente da soberania popular, mas sim, o que o STF decidir que ela seja – apesar de nenhum de seus membros ter recebido um voto popular sequer.

Já antes do anúncio feito pelo novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, de que pretende modificar o entendimento da lei que trata de registros de candidaturas, de modo a impedir previamente o registro de candidato condenado em 2ª instância, o ex-ministro e cientista político Roberto Amaral, em artigo (“O poder do Judiciário e os dias piores que virão”) já botara a boca no trombone.

“O STF não tem competência para revogar o princípio secular da presunção da inocência e rasgar o inciso LVII do artigo 5º da Constituição (“ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”)”.

Mesmo que esse absurdo se configurasse, seria inútil: embora o Datafolha não tenha dado destaque, sua última pesquisa revelou que 44% dos entrevistados votariam no candidato indicado por Lula (27% com toda certeza e 17% indicaram que poderiam fazê-lo). Provavelmente, seria eleito já no 1º turno.

Polícia encerra festa de Carnaval de facção criminosa e detém 67 pessoas

416 1

Operação da Polícia Militar deteve 67 pessoas, entre adolescentes e adultos, no bairro Padre Andrade, nesse sábado, 10. A Polícia aponta as pessoas como participantes de uma festa de Carnaval que fazia referência a uma facção criminosa.

As pessoas detidas foram levadas em ônibus disponibilizado pela Polícia Militar, que encaminhou todos à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). De acordo com o o policial do Batalhão de Políciamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), sargento PM Ubiratam, a região é ocupada por pessoas que se denominam de uma facção criminosa. Neste sábado, 10, essas pessoas bloquearam a via do lado da via férrea e colocaram aparelhos de som.

Os policiais receberam denúncia de que havia uso de álcool por adolescentes e drogas como loló e cocaína. O major Nacarato, coordenador da operação, orientou os policiais a criarem um cerco fechando os acessos pelos trilhos. “Demos voz de comando para separar homens e mulheres e começamos a busca pessoal e na área. Constatamos menores ingerindo bebida alcoólica, consumo de drogas e indivíduos que respondem processos desde furto a latrocínio (roubo seguido de morte)”, ressalta o policial.

Foi apreendido um coldre (cinto) no padrão da Polícia Militar e um revólver calibre 38 do acervo da PM. Participavam da operação policiais militares do BPRaio e no apoio os militares do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Choque (BPChoque) e da Área Integrada de Segurança (AIS 6).

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a ocorrência foi registrada na rua Tenente Lisboa e que além do consumo e venda de bebidas alcoólicas para adolescentes, além da ocorrência de pertubação do sossego.

O cerco, conforme a SSPDS, foi organizado após informação do serviço de inteligência.

O POVO opta por não divulgar o nome de facções criminosas, salvo quando imprescindível para compreensão da informação.

(O POVO Online / Repórter Jéssika Sisnando)

Emoções do Estadual ficam para o rebaixamento

Sem surpresa, o Ceará derrotou o Horizonte, na noite desse sábado, no Castelão, por 2 a 1 (gols de Douglas Coutinho e Felipe Azevedo e Danilo), e deixou as emoções da primeira fase do Campeonato Estadual de Futebol para a zona de rebaixamento. A sétima rodada será completada na tarde deste domingo (11), a partir das 16 horas, no estádio Presidente Vargas, com Ferroviário x Maranguape.

Uma vitória coral, diante do lanterna, levará o Ferrão do inferno ao céu, Além de matematicamente fugir do rebaixamento, o time da Barra do Ceará ainda assumirá a vice-liderança na tabela de classificação.

Além do Maranguape, praticamente rebaixado, ainda agonizam na luta contra o rebaixamento o Tiradentes, o Guarani de Juazeiro e o Horizonte.

No próximo fim de semana, será disputada a oitava e penúltima rodada da fase de classificação: Uniclinic x Horizonte; Tiradentes x Iguatu; Fortaleza x Floresta; Ferroviário x Guarani e Maranguape x Ceará.

(Foto: FCF)

“As vidas das pessoas estão sendo quebradas e destruídas por uma mera alegação”, diz Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou no Twitter o que qualificou de uma falta de devido processo legal para “alguém acusado falsamente”. Em uma mensagem na rede social, Trump parece questionar as circunstâncias que levaram à demissão de um assessor sênior que foi acusado de violência doméstica.

“As vidas das pessoas estão sendo quebradas e destruídas por uma mera alegação”, afirmou. “Algumas (alegações) são verdadeiras e algumas são falsas, mas não há recuperação para alguém falsamente acusado. A vida e a carreira desaparecem. Não existe mais tal coisa como devido processo legal?”

Trump não menciona nenhum indivíduo em particular, mas estaria se referindo a Rob Porter. Ele é o secretário da Casa Branca que renunciou depois que surgiram alegações de que ele cometeu abusos contra duas ex-esposas.

O presidente defendeu Porter, ao afirmar que ele tinha “trabalhado duro” na Casa Branca e desejou a ele sucesso. “É um momento, obviamente, difícil para ele. Ele fez um trabalho muito bom quando ele estava na Casa Branca. E esperamos que tenha uma carreira maravilhosa”, disse Trump. “Ele disse de forma muito contundente que é inocente”, acrescentou. Trump não mencionou as mulheres cujos relatos de abuso levaram à renúncia. Porter nega veemente as acusações.

Os comentários de Trump levaram a uma condenação imediata por parte de grupos de mulheres e Democratas. Também foi questionada a maneira como o chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, tinha abordado o assunto e se ele poderia manter seu emprego apesar da crescente frustração de Trump. Kelly, entretanto, tentou defender a sua própria versão sobre Porter em comentários a meios de comunicação, repetindo uma narrativa que apresentou na sexta-feira em uma reunião de alto nível que contradiz relatos fornecidos por vários funcionários da Casa Branca.

Kelly disse que descobriu apenas na noite de terça-feira que as acusações contra Porter “eram verdade”. “Quarenta minutos depois, ele se foi”, disse Kelly. O chefe de gabinete acrescentou que a decisão foi tomada antes das fotos de uma das ex-esposas de Porter com um olho machucado serem publicadas.

(Agência Estado)

Cariri Encantado é tema do Terreirada Cearense, no Rio

Com muito forró de raiz, cocos, peças de reisado e cantoria, o bloco Terreirada Cearense, inspirado na cultura popular da região do Cariri, no Ceará, fez sua concentração neste sábado (10) na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, bairro imperial do Rio de Janeiro. O coordenador do bloco, Geraldo Jr., o Junu, e seus parceiros desenvolveram um espetáculo musical com canções autorais e grandes clássicos da música popular brasileira, para refletir a beleza e a diversidade do Cariri.

No ano passado, o bloco se inspirou nas figuras e guerreiros do reisado para compor as fantasias. Este ano, o tema escolhido foi o Cariri Encantado e os seres fantásticos criados em escultura de madeira, principalmente, pelos artesãos do Cariri. “São seres metade humano, metade bicho, jacarés de três cabeças, etc”, disse Juno à Agência Brasil. As fantasias são feitas de forma coletiva.

O Terreirada Cearense, que tem 150 componentes, costuma arrastar 10 mil pessoas. Mas em vez de um cortejo, o bloco promove uma espécie de ciranda, inspirada na cultura popular, onde a banda fica atrás tocando. “É como se fosse um grande reisado se apresentando. A gente toca as músicas, canta e as personagens entram”.

(Agência Brasil)

Nostra culpa

Em artigo no O POVO deste sábado (10), o juiz federal e professor universitário Nagibe Melo contesta a situação de controle do Estado na segurança pública. Confira:

Quatorze pessoas mortas na última chacina, a das Cajazeiras. Antes houve a de Messejana, a do Porto das Dunas, a da Sapiranga, e quantas outras? Se os bandidos tivessem matado as mesmas quatorze pessoas, cada um em um dia, não teriam chamado atenção. No ano passado, foram assassinadas 5.134 pessoas em Fortaleza, uma pessoa morta a cada 1h e 43 minutos. Nós vivemos dentro da chacina.

O governo diz que está tudo sob controle. Ridículo. Desculpem-me, mas não há outro adjetivo. Cínico, talvez. Se alguma coisa estivesse sob controle, não teríamos visto 17.984 homicídios em Fortaleza, registrados de 2001 a 2015. Nesse período, só se matou mais em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Quem são os culpados?

Todos nós. Porque não ligamos, não nos importamos, não cobramos, aceitamos. Mas as autoridades do Estado têm culpa maior: governador, deputados, procuradores e promotores de justiça, policiais. É um absurdo que, diante de números tão assombrosos, ninguém faça nada, ninguém diga nada de importante. Uma nota aqui outra ali como quem lava as mãos.

Todos sabem o quê e como fazer. A culpa é por omissão. É inaceitável que a taxa de elucidação de crimes seja tão baixa. Em Fortaleza, apenas 12 de cada 100 assassinos são identificados. Os outros 88 escapam impunes. Para além da polícia na rua, das viaturas, do Ronda, do Raio, da repressão pura e simples, a violência diminui com a certeza de punição. Inteligência, perícia criminal, investigação e condenação pelo devido processo legal.

Os deputados deveriam fiscalizar o governo, propor mudanças. Nada. O Ministério Público, responsável pelo controle externo da autoridade policial, nada tem feito de significativo. Comporta-se como um órgão auxiliar do governo. Não é esse seu papel, deveria fiscalizar a polícia, defender a sociedade. Os policiais tentam sobreviver com as péssimas condições de trabalho. E nós? Nós damos de ombros.

Fortaleza goleia o Guarani e assegura classificação ao hexagonal

O Fortaleza goleou o Guarani de Juazeiro, na tarde deste sábado (10), no estádio Romeirão, por 4 a 0, e assegurou a classificação para o hexagonal, a duas rodadas para o término da primeira fase. Líder do campeonato, com 15 pontos, o Fortaleza é beneficiado pelos confrontos entre Uniclinic x Horizonte e Floresta x Uniclinic para a classificação antecipada, diante do número de vitórias. Tinga, duas vezes, Léo Natal e Leonan marcaram os gols.

Ainda neste sábado, Iguatu e Floresta empataram em 1 a 1, e o Uniclinic venceu o Tiradentes, por 1 a 0. Com os resultados, o Tiradentes segue na zona do rebaixamento, ao lado do Maranguape, que neste domingo (11) enfrenta o Ferroviário. Neste momento, no Castelão, o Ceará enfrenta o Horizonte.

(Foto: O POVO)

Mega-Sena acumulada e IPVA em atraso levam centenas de pessoas a agências lotéricas neste sábado

Centenas de pessoas superlotaram agências lotéricas, neste sábado (10), para apostas na Mega-Sena acumulada, que nesta noite paga um prêmio de R$ 70 milhões, além do pagamento em atraso do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e do seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

A agência lotérica São Paulo (foto), no centro de Messejana, teve que ampliar o horário de fechamento, das 14 horas para as 16 horas.

PF diz que diretor-geral responderá a questões do STF na Quarta-feira de Cinzas

O diretor-geral da PF, Fernando Segovia, só irá responder aos questionamentos do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, na quarta-feira, 14. À agência Reuters, Segovia afirmou que a tendência é que as investigações contra o presidente Michel Temer sobre o Decreto dos Portos sejam arquivadas. O ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso mandou intimar o diretor-geral da PF para esclarecimentos.

“Afirmo que em momento algum disse à imprensa que o inquérito será arquivado. Afirmei inclusive que o inquérito é conduzido pela equipe de policiais do GInqE com toda autonomia e isenção, sem interferência da Direção Geral”, disse o diretor-geral da PF, por meio de nota.

(Agência Estado)

Carnaval deve movimentar R$ 6 bilhões e gerar 20 mil empregos

O maior feriado do calendário brasileiro vai aquecer corpos, ruas e também a economia. Após três anos em queda, a movimentação financeira gerada pelo carnaval deve registrar crescimento em 2018. Ao todo, R$ 6,25 bilhões devem ser injetados na economia, se confirmada a previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Já o Ministério do Turismo estima que a festa envolva 11 milhões de turistas, entre os quais 400 mil estrangeiros.

Uma dessas pessoas que virão de longe é a artista francesa Anna Bouillet. Ela disse que espera viver o carnaval brasileiro como um sonho. “Estranho”, “chocante” e “de intensa felicidade” são algumas das palavras que ela usa para resumir toda essa expectativa. O destino será o carnaval do Recife, cujas imagens evitou ver antecipadamente para “ter uma experiência total”.

“Imagino que a cidade inteira está parada e todo o mundo lá fora a dançar e a festejar. A música por todo lado. Imagino uma espécie de loucura coletiva, de uma energia incrível partilhada entre as pessoas”, relata Anna, que depois da festa viajará por outras cidades e regiões do país.

Quanto aos foliões brasileiros, o Ministério do Turismo informou à Agência Brasil que eles tendem a fazer deslocamentos curtos. “Em um país de dimensões continentais, o turismo inter-regional e interestadual tem grande força”, informou.

Setores econômicos

Neste ano, 85% de toda a receita gerada no carnaval devem vir dos segmentos de alimentação fora do domicílio, tais como bares e restaurantes (R$ 3,6 bilhões); transporte rodoviário (R$ 1,03 bilhão) e serviços de alojamento em hotéis e pousadas (R$ 705,6 milhões), detalha estudo da CNC. As atividades artísticas, esportivas e de lazer devem somar R$ 497,3 milhões. As pessoas que contratarão agências de viagens em busca de festas ou de descanso aportarão R$ 173,8 milhões.

Para a CNC, a principal razão para a reação no setor está no comportamento recente da inflação. Como resultado desse movimento, o estudo estima a contratação de 19,3 mil trabalhadores temporários entre janeiro e fevereiro de 2018, 8,9% a mais do que no carnaval de 2017 (17,7 mil). O segmento de serviços de alimentação deverá oferecer cerca de 70% das oportunidades de emprego, com 13,7 mil postos.

(Agência Brasil)