Blog do Eliomar

Últimos posts

PT/CE deve ter Francisco de Assis de novo na presidência

24 de outubro de 2014. Movimentacao nos comites regionais do PT em fortaleza. na foto: Francisco de Assis Diniz, presidente PT estadual

O comando do Partido dos Trabalhadores no Ceará vai mudar a partir de março próximo. A tendência, segundo membros de algumas correntes do PT, é de que o atual presidente, o sindicalista Francisco de Assis Diniz, terá reeleição sem problemas.

Francisco de Assis tem maioria para continuar nessa posição e uma das primeiras missões é tentar recompor a base que, do pleito passado, saiu mais do que fragilizada.

Em Fortaleza, por exemplo, o PT caiu de quatro para dois vereadores (Acrísio Sena e Guilherme Sampaio).

Você acredita que a Previdência Social esteja quebrada?

257 1

Com o título “A falácia do déficit da Previdência”, eis artigo do vereador Acrísio Sena (PT). Ele expõe dados da Associação Nacional dos Fiscais da Receita Federal desmistificando que a Previdência Social está quebrada. Confira:

Quando se fala em Reforma da Previdência no Brasil, predomina o discurso governista de que o sistema é deficitário, de forma a justificar o pacote de medidas enviado recentemente para aprovação no Congresso. Porém, é falaciosa a tese que sustenta a Reforma nos atuais moldes. Principalmente porque não há déficit: o que existe é um plano político para prejudicar trabalhadores e beneficiar bancos, fundos de pensão e planos de previdência privada. Hoje, 72% dos aposentados vivem com um salário mínimo e, ao mesmo tempo, estão vendo se repetir na mídia o discurso de que são culpados por um rombo na instituição.

Dados da Associação Nacional dos Fiscais da Receita Federal (Anfip), do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) e do estudo da dra. Denise Gentil, economista da Universidade Federal do Rio de Janeiro, alertam que enquanto os economistas do governo federal apontam em 2015 um déficit de R$ 85 bilhões, no mesmo ano as planilhas da Anfip anunciaram um superávit de R$ 24 bilhões.

O cálculo do governo é tendencioso, pois pega uma das receitas, que é a contribuição ao INSS, dos trabalhadores, empregadores, autônomos, trabalhadores domésticos, que é o que se chama de contribuição previdenciária. Do outro, pega o total do gasto com os benefícios: pensão, aposentadoria, todos os auxílios – inclusive auxílio doença, auxílio-maternidade, auxílio-acidente – e diminui. Aí o déficit aparece.

Porém, a Constituição Federal estabelece, no artigo 194, que, junto com a saúde e a assistência social, a Previdência é parte de um sistema de seguridade social que conta com um orçamento próprio. Quando se considera a receita total, incluindo os mais de R$ 310 bilhões arrecadados da CSLL, Cofins e PIS-Pasep, esse orçamento pula para R$ 686 bilhões.

A soma dos gastos federais com Saúde, Assistência e Previdência totalizou, em 2014, R$ 632 bilhões. Como o orçamento da seguridade foi de R$ 686 bi, no final de todas as receitas e todas as despesas, ainda sobraram R$ 54 bilhões. E como esse saldo se transforma em déficit? Com uma operação simples: antes de destinar o dinheiro para essas áreas, o governo desvia desse orçamento 20% do total arrecadado com as contribuições sociais, o que, em 2014, significou um ralo de R$ 60 bilhões.

Ainda que tal déficit existisse, o Estado tem a obrigação de amparar dignamente as pessoas na velhice, na doença, na viuvez etc. Infelizmente, a Previdência Social continua sendo o “bode expiatório” das crises econômicas. Isso acontece por falta de determinação política para seguir alternativas. E elas existem. Mecanismos de renúncia fiscal consomem R$ 69 bilhões. R$ 453 bilhões foram sonegados. R$ 501 bilhões foram gastos com juros da dívida. A dívida ativa já atinge o patamar de R$ 1,4 trilhão. Um governo sério estaria enfrentando essa sangria e não retirando direitos elementares da população.

*Acrísio Sena

acrisiosenapt@gmail.com

Vereador de Fortaleza. 

Renan Colares – Da Sepog para a Comissão de Orçamento da Câmara

renana

O vereador Renan Colares (PDT), que foi secretário-executivo da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão de Fortaleza (Sepog), articula para ocupar a presidência de uma das comissões técnicas mais importantes da Câmara Municipal.

O filho do deputado estadual Fernando Hugo (SD) está de olho na Comissão de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública.

(Foto – Paulo MOska)

O homem-forte da CSP é o mais novo cidadão de Caucaia

ricardfoparent

O gerente geral de Relações Institucionais e Comunicação da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), Ricardo Parente, é o mais novo cidadão de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). Ele recebeu o título na última semana, na Escola Municipal Antonio Valmir da Silva.

O título foi uma propositura do vereador Francisco José de Castro Miranda (PMDB), o Kiko do Cazuza. Estiveram presentes na cerimônia empresários, políticos, familiares e representantes da siderúrgica.

Perfil

Ricardo Parente, que é natural de Campo dos Goytacazes (Rio de Janeiro), veio morar no Ceará em função da CSP. É também presidente da Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP), diretor de siderurgia do Sindicado das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado do Ceará (SIMEC) e membro do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM).

(Foto – Divulgação)

PT de Fortaleza vive clima de renovação da cúpula

Deodato-Ramalho-pt-840x420

O PT de Fortaleza mudará seu comando em março próximo. Três nomes estão cotados para a presidência: o vereador Guilherme Sampaio e os ex-vereadores Ronivaldo Maia e Deodato Ramalho.

Na cotação, o nome que seria mais palatável é o de Deodato Ramalho. Segundo alguns membros das várias correntes do partido.

O que se fala no petismo é que o deputado estadual Elmano de Freitas, atual presidente, teria outros planos para este ano.

Sobrinho de Zé Airton assume a Prefeitura de Icapuí

417 1

zeddeairtonn

Lacerdinha assumiu em Icapuí, sob bênçãos do tio Zé Airton.

O deputado federal Zé Airton Cirilo (PT) prestigiou a posse de vários prefeitos cearenses durante este domingo.

Em Pentecoste, viu assumir João Bosco (PDT), e em Pindoretama o prefeito reeleito, Valdemar Araújo (PT) iniciar novo mandato.

Já em Icapuí (Litoral Leste) o deputado Zé Airton disse ter revivido a emoção, após 31 anos,  de ter assumido como primeiro prefeito eleito desse município. Foi através do seu sobrinho, Lacerda Filho (PMDB), que tomou as rédeas da gestão icapuiense.

Um destaque na Câmara Municipal de Fortaleza

117 2

Com o título “Política como Vocação”, eis artigo do professor universitário João Arruda. Ele destaca a figura de Salmito Filho (PDT), que foi reeleito, por unanimidade, com chapa única, para novo mandato como presidente da Câmara Municipal de Fortaleza. Confira:

No Brasil, a política e os seus agentes enfrentam uma grave crise de credibilidade. Se o brasileiro médio fizer uma leitura mais acurada da conjuntura política nacional, seguramente ele será contagiado por uma intensa e depressiva náusea, uma indescritível sensação de asco. E isto não se deu por acaso. Nos últimos anos, em consequência do criminoso nivelamento da política por baixo imposto pelos nossos governantes, falar que os políticos perderam os referenciais éticos ou que os seus valores morais foram relativizados em nome de um obsceno pragmatismo, nos soarão como uma enfadonha repetição de obviedades ululantes.

Se imitarmos o filósofo grego, Diógenes de Sinope, e sairmos com uma lamparina acesa procurando um político honesto, certamente, com alguma dificuldade, acharemos algumas dessas espécimes raras. Felizmente, dentro desse imenso mar de lama que envolve os Poderes da República, a sociedade começa a reagir, exigindo uma rigorosa assepsia moralizadora. Aos poucos, passamos a ver uma pequena luz no fim do túnel, nos dando a esperança de que poderemos passar o Brasil a limpo.

Ainda temos alguma razão para sermos otimistas, afinal, há políticos e políticos.  Max Weber, em uma célebre conferência realizada na Universidade de Munique, no início de 1919, no momento em que analisava a formação do Estado Moderno, diferenciou duas categorias de políticos na sociedade contemporânea: os políticos que vivem da política, e a utiliza como meio de vida, e os políticos que, por vocação, vivem para a política. Estes são apaixonados pela causa ou ideal que defendem, possuem um claro senso de responsabilidade e uma refinada capacidade de dimensionar a importância ou a gravidade de uma conjuntura sociopolítica.

Em Fortaleza, o jovem parlamentar Salmito Filho vem se destacando entre os seus pares. Ele se enquadra na categoria dos que, por vocação e em busca da concretização de suas utopias, vivem para a política e fazem dela uma das razões da sua existência. Apaixonado pela política e pela causa que defende, Salmito Filho tem o raro privilégio de, com impecável maestria, conseguir fundir a efervescência da paixão política e o frio senso da responsabilidade social.

Sociólogo e com boa formação acadêmica, Salmito começou sua militância ainda no movimento estudantil. Eleito à Câmara Municipal, em 2005, logo mostrou sua aptidão política, tendo presidido as importantes Comissões de Legislação (2005/07) e de Educação (2007/08), e sendo relator do Plano Diretor de Fortaleza. Reeleito em 2008, em confronto aberto com a prefeita Luizianne Lins, consegue se eleger, com ampla maioria, presidente da Câmara Municipal. Conhecedor da carência de planejamento da administração petista e contando com o apoio unânime dos seus pares e com grande adesão da sociedade civil, Salmito Filho formata o “Pacto por Fortaleza – A cidade que queremos até 2020″, com o objetivo de pensar e debater a cidade e apresentar soluções para os próximos 10 anos.

Em 2012, foi reeleito e, a convite do prefeito Roberto Cláudio, assumiu a Secretaria Municipal de Turismo de Fortaleza (SETFOR), ocasião em que imprimiu sua marca de grande gestor. Em 2014, recebendo apelo dos seus colegas da Câmara, reassumiu o mandato e foi eleito consensualmente presidente da Casa.

Salmito Filho assumiu a presidência da Câmara em meio a uma grande crise de credibilidade institucional. Ela estava acossada pelo Ministério Público, pelo Judiciário e pela polícia, que investigavam dezenas de denúncias de corrupção e outras acusações comprometedoras praticadas por vários dos seus membros. Sem perda de tempo, ele estabelece um pacto de compromisso ético com os vereadores, abre canais de diálogo com o Ministério Público e com o Judiciário, e consegue fazer os expurgos necessários na Câmara. Com grande credibilidade e um imenso poder de negociação, Salmito Filho, em pouco mais de um ano, conseguiu construir uma agenda positiva para a Casa, saindo dos noticiários policiais e retomando o seu papel de protagonista político.

Enfim, com competência, credibilidade e insuperável capacidade de administrar conflitos, Salmito Filho conseguiu resgatar a imagem da Câmara Municipal como a “Casa do Povo”, se reconciliando com a opinião pública fortalezense. Amparado em sua inquebrantável convicção da importância do respeito ao povo e do compromisso com a transparência, ele avançou na construção da democracia direta, levando sessões da Câmara para a Praça do Ferreira, dialogando com os nossos munícipes e franqueando os microfones da TV e Rádio da Câmara para o registro das legítimas manifestações populares.

Essa impecável vocação política acaba de garantir a Salmito Filho, por aclamação, o seu terceiro mandato de dirigente maior na Câmara Municipal, fato inédito para um parlamentar que está apenas na sua quarta legislatura. Essa sua singular biografia construída com muita dedicação, compromisso e responsabilidade, em um curto espaço de tempo, o diferencia e contrasta com a média dos nossos parlamentares. Fazendo política por vocação, tal como assim designa Max Weber, Salmito Filho se credencia para, no curto e médio prazo, assumir novos e maiores desafios.

Por isso, Salmito Filho, eu o parabenizo pelo seu brilhante histórico de vida parlamentar e lhe desejo muito sucesso no seu terceiro mandato como presidente da Câmara Municipal de Fortaleza. Espero que sua dedicação e seriedade sejam vistas como referência e inspiração para os demais colegas da Casa e que as mudanças continuem acontecendo, para melhor qualidade de vida dos fortalezenses.

*Professor João Arruda,

Sociólogo e Professor da UFC.

Eunício Oliveira tem um janeiro de articulações para alcançar a presidência do Senado

aboa-aaeunicio

O cearense tem o apoio do presidente Michel Temer.

Da Coluna de Sônia Pinheiro desta segunda-feira:

E os próximos dias serão determinantes para o projeto do senador Eunício Oliveira (PMDB) assumir a presidência da Câmara Alta, a partir de 1º de fevereiro.

Prioridades? Unificar a bancada do PMDB. Em seguida, buscar nos partidos aliados a ampliação dos votos.

Por fim, discutir com as demais siglas aliadas a definição da composição da Mesa Diretora e das Comissões Tecnicas.

(Foto – Agência Brasil)

Em Maracanaú, um vice que vale por um prefeito

possefirmoo

Firmo de Roberto prometem tocar a revitalização do Centro Histórico.

Em Maracanaú, Firmo Camurça tomou posse nesse domingo, durante cerimônia no Centro Cultural Dorian Sampaio. Com ele, o vice Roberto Pessoa, ex-prefeito desse município e presidente de honra do Partido da República.

Firmo Camurça foi reeleito com 72,10% dos votos válidos e prometeu reforçar investimentos na geração e atração de empregos.

O evento marcou ainda eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal. O vereador Carlos Alberto Gomes de Matos Mota foi reconduzido à presidência da Casa.

(Foto – Divulgação)

Roberto Cláudio empossa novo secretariado

possioo

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), está empossando, nesta manhã de segunda-feira, o seu secretariado. Ele apresenta e posa para fotos com cada um, nos jardins do Paço Municipal.

Nesta tarde, a partir das 14 horas, Roberto Cláudio comandará a primeira reunião de sua equipe, ocasião em que passará diretrizes no plano da contenção de gastos, mas, também, novos projetos que deverão ser tocados por cada secretaria.

ferruccii

O ex-presidente da Agência do Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece), Ferruccio Feitosa, assumiu como titular da Secretaria Executiva Regional 2, a que concentra bairros de maior poder aquisitivo.

Ferruccio, bom lembrar, foi pré-candidato a prefeito, mas acabou perdendo a indicação na primeira eleição de Roberto Cláudio.

Veja lista

Chefe de Gabinete – Francisco Queiroz Maia Filho
Secretário de Governo – Samuel Dias
Finanças – Jurandir Gurgel
Conservação e Serviços Públicos – João Pupo
Planejamento, Orçamento e Gestão – Philipe Nottingham
Procurador Geral do Município – José Leite Jucá
Urbanismo e Meio Ambiente – Águeda Muniz
Infraestrutura – Manuela Nogueira
Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Combate à Fome – Elpídio Nogueira
Cultura – Evaldo Lima
Controladoria, Ouvidoria e Transparência – Alcimor Rocha
Saúde – Joana Angélica
Educação – Dalila Saldanha de Freitas
Habitação – Sérgio Rocha
Desenvolvimento Econômico e Trabalho – Mosiah de Caldas Torgan
Turismo – Alexandre Pereira
Segurança Cidadã – Antônio Azevedo
Esporte – Ricardo Ferreira de Souza
Instituo de Planejamento de Fortaleza – Eudoro Santana
Secretário Regional I – Gilberto Bastos
Secretário Regional II – Ferruccio Feitosa
Secretário Regional III – Antônio Henrique
Secretário Regional IV – Francisco Sales
Secretário Regional V – Ronaldo Nogueira
Secretário Regional VI – Antônio José Albuquerque
Secretário Regional Centro – Adail Fontenele
Coordenador das Regionais – Renato Lima
Coordenador de Articulação Política – Lúcio Bruno

(Foto – Ana Aranha)

Sem abraço de urso, por favor!

amassou

Uma das cenas mais interessantes e que arrancou gargalhadas de quem estava, nesse domingo à noite, no ato de posse do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), foi esta aí da foto: RC ganhando abraço do seu vice de quase dois metros de altura, Moroni Togan.

O prefeito não foi abraçado, segundo comentavam alguns em tom de ironia, mas quase carinhosamente amassado. O presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho, e o governador Camilo Santana (PT), que estavam bem pertinho, não controlaram o riso.

(Foto – Evilázio Bezerra)

Líder do prefeito apregoa diálogo para momentos difíceis

https://www.youtube.com/watch?v=ZB9g0a7xdHw

O vereador Ésio Feitosa (PPL) foi confirmado pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), como seu líder na Câmara Municipal. O anúncio ocorreu durante a posse do novo secretariado, que aconteceu nesta manhã de segunda-feira, no Paço Municipal.

Em conversa com o Blog, Esio Feitosa disse como será sua atuação. Ele reconhece que o diálogo será fundamental num cenário onde o arrocho financeiro persiste no País e tem consequências nas gestões municipais.

Mercado financeiro projeta inflação de 4,87% para este ano

O mercado financeiro espera que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fique em 4,87% este ano. A expectativa é que a inflação se situe bem abaixo da projetada para 2016, que passou de 6,40% para 6,38%, de acordo com pesquisa semanal – Boletim Focus – do Banco Central (BC) feita junto a instituições financeiras e divulgada às segundas-feiras.

Diante da recessão econômica e da melhora na inflação, o BC tem sinalizado que pode intensificar o corte da taxa básica de juros, a Selic.

Nas suas duas últimas decisões, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC cortou a Selic em 0,25 ponto percentual. Atualmente, a taxa está em 13,75% ao ano. A próxima reunião do Copom está marcada para os dias 10 e 11 deste mês.

Prefeito empossa equipe e acerta pacote de ajustes

02 de fevereiro de 2015. Abertura dos trabalhos legislativos da Camara Municipal de Fortaleza. Na foto o prefeito Roberto Claudio e o vereador Salmito Filho do PROS

Roberto Cláudio terá maioria na Câmara Municipal para tocar medidas de ajuste.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), empossa, nesta manhã de segunda-feira, no Paço Municipal, o seu secretariado. Logo mais, a partir das 14 horas, ele comandará a primeira reunião para fechar pacote de cortes, dentro de um ajuste necessário para manter contas equilibradas.

Segundo o prefeito, o pacote consta de medidas como cortes de despesas com uso de carro oficial, passagens aéreas e eventos. Haverá redução de terceirizados.

Roberto Cláudio, em contrapartida, garante que não virá aumento de impostos. Virão ações para reforçar a luta contra a sonegação fiscal. Ele também criará um fundo de incentivos a novos empreendimentos.

Sobre mudanças no plano do segundo escalão, o prefeito informa que isso ocorrerá numa conversa com cada titular de secretaria.

Prefeita de Canindé empossa secretariado

A prefeita de Canindé, Rozário Ximenes, deu posse ao seu secretariado. Ela é a primeira mulher a gerir o município e promete promete priorizar o desenvolvimento regional sustentável. Rozário adianta que vai reforçar o turismo religioso que vive em torno dos milagres de São Francisco das Chagas.

Confira o secretariado:

1. Secretaria de Planejamento e Finanças: Luiz Evangelista
2. Secretaria de Administração: Meire Alves
3. Secretaria de Educação: Arleise Martins
4. Secretaria de Saúde: Nilvania Magalhães
5. Secretaria de Assistência Social: Marcio Sousa
6. Secretaria de Cidadania, Segurança e Transportes: Coronel Luciano Wagner
7. Secretaria de Turismo: Socorro Bastos

– Chefia de Gabinete: Paulo Italo Sales
– Procuradoria Geral do Município: Júnior Portela
– Instituto de Previdência do Município: Eugênia Falcão
– Serviço Autônomo de Água e Esgoto: Francisco Rocha
– Ouvidoria Geral do Município: Aline Tavares