Blog do Eliomar

Últimos posts

Célio Studart assume presidência do PV de Fortaleza de olho na Prefeitura

O deputado federal Célio Studart, que foi o segundo mais votado no Ceará, com 208.852 votos, está assumindo a presidência do Partido Verde em Fortaleza. Ele era o presidente estadual da legenda, que retorna par as mãos do ambientalista Marcelo Silva.

O parlamentar, em nota, informa que foi levado ao comando partidário por unanimidade. Vai cumprir mandato de dois anos e, assim, trabalhar principalmente sua imagem na Capital, pois já está como pré-candidato à sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Célio Studart é militante da luta pelos pets.

(Foto – O POVO

Produção de petróleo e gás cresce no País

A produção de petróleo e de gás no país cresceu, em abril, pela segunda vez consecutiva, em comparação com março e com o mesmo mês de 2018. Os dados foram publicados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Somadas, totalizaram 3,314 de milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

De acordo com a ANP, em abril, a produção de petróleo foi de 2,604 milhões de barris por dia (bbl/d), com um aumento de 1,7% em relação a março e de 0,3% se comparada com o mesmo mês do ano anterior. A produção de gás natural chegou 113 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), um incremento de 1,3% em relação ao mês anterior e de 3,8% se comparada ao mesmo mês no ano passado.

A Petrobras anunciou a chegada da plataforma de petróleo, P-67, ancorada na Baía de Guanabara, destinada ao Sistema de Produção do Campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos.

Produção do Pré-Sal

A produção do pré-sal cresceu, em abril, 2,3% em relação ao mês anterior e 10,9% na comparação com o mesmo mês de 2018. É a segunda vez consecutiva que a produção do pré-sal cresce mais de 10% em relação ao mesmo período de 2018. Em março, o aumento foi de 11%.

Em abril, a produção, oriunda de 94 poços, foi de 1,572 milhão de barris de petróleo por dia (bbl/d) e de 64,9 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia (m³/d). O total foi de 1,980 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

Gás Natural

O aproveitamento do gás natural em abril manteve-se estável em relação a março, correspondendo a 94,7% do total produzido. Foram disponibilizados ao mercado 55,3 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia). A queima de gás aumentou 2,8% se comparada com o mês anterior, e 76,5% se comparada ao mesmo mês de 2018.

Bacia de Santos

O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o que mais produziu petróleo e gás, com uma média de 873 mil de barris de petróleo por dia (bbl/d) e de 37,2 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia (m³/dia).

Os campos marítimos produziram 96,0% do petróleo e 83,1% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras produziram 94,6% do petróleo e do gás natural. A produção nacional ocorreu em 7.186 poços, sendo 671 marítimos e 6.515 terrestres.

Os dados de produção de abril estão disponíveis na página do Boletim Mensal da Produção de Petróleo e gás Natural.

(Agência Brasil)

Etufor vai vistoriar cerca de 50 mil carros que operam no transporte por aplicativos

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) deu início ontem, 3, às vistorias de veículos que atuam por aplicativos na Capital. A expectativa é que sejam analisados cerca de 50 mil carros e condutores – número baseado em dados fornecidos pelas plataformas. Esperam-se motoristas de pelo menos dez aplicativos: Uber, 99 Pop, Cabify, Uni4, Servos, Moobi, Urban, TáxiTuber, Canário Brasil e Bella Driver.

Até o fim do mês, em torno de 4 mil carros passam por vistoria do órgão público. Esta primeira etapa é destinada aos veículos com placa de final “0”. A previsão é que cada mês subsequente seja destinado a um fim de placa diferente: final “1” em julho, final “2” em agosto e assim até o final “9” em março de 2020.

Os condutores devem estar munidos de CNH e documentação do veículo, procurar um posto de atendimento da Etufor para agendar a vistoria e emitir o Documento de Arrecadação Municipal (DAM) no valor de R$ 101,78.

Em seguida, serão observados os itens básicos de conforto e segurança do veículo, tais como estado de conservação dos pneus, sistema elétrico, carroceria entre outros. Outro item a ser considerado é a identidade visual do carro que deve obedecer ao Decreto nº 14.415, de 3 de maio, que determina o tamanho máximo de adesivo (14cm x 14cm) fixado no vidro traseiro no lado direito superior, sinalizando a marca do aplicativo ou a frase “Este veículo trabalha por Aplicativos”.

Posteriormente, será emitido o selo de vistoria e o respectivo laudo, comprovando a aprovação do veículo.

Caso o veículo não atenda aos itens necessários e seja reprovado, o motorista pode realizar as adequações e agendar nova vistoria.

(O POVO)

Quiterianópolis festeja 32 anos de emancipação

A cidade de Quiterianópolis (Região dos Inhamuns) está completando 32 anos de emancipação política. A festa, aberta nessa noite de segunda-feira, com Missa de Ação de Graças e shows na Praça da Matriz, vai prosseguir ao lado da semana.

Deputado federal Júnior Mano, Dr. Barreto e Audic Mota.

O deputado estadual Audic Mota (PSB), que é votado nesse município, participou do ato, ao lado do prefeito Dr. Barreto. Teve direito a discursar e renovar promessa de que, na Assembleia Legislativa, buscará encaminhar pleitos do interesse da cidade.

(Fotos – Divulgação)

Prédio da Maraponga deve ser demolido

A Defesa Civil de Fortaleza notificou ontem o proprietário do prédio que desabou parcialmente na tarde do último sábado, 1º, na Maraponga. O órgão exige que, até hoje, o locador “tome as providências necessárias para agilizar a demolição da edificação”.

O risco havia sido constatado previamente pelo órgão municipal. No entanto, na época, poucas semanas antes da ocorrência, somente orientou aos moradores e ao proprietário que buscassem a avaliação de um engenheiro.

“Segundo informações do proprietário, o engenheiro contratado para a elaboração de um laudo atestou a segurança estrutural do prédio onde ocorreu o acidente”, alegou a Defesa Civil.

(Com O POVO)

Senado aprova MP que busca evitar fraudes no INSS

 

O Plenário do Senado aprovou nesta segunda-feira (3) a medida provisória que busca coibir fraudes nos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Foram 55 votos favoráveis e 12 contrários à proposição. Aprovada na forma do Projeto de Lei de Conversão (PLV) 11/2019, a MP 871/2019 segue agora para a sanção da Presidência da República.

Além de criar um programa de revisão de benefícios previdenciários, a MP exige cadastro do trabalhador rural e restringe o pagamento de auxílio-reclusão aos casos de cumprimento da pena em regime fechado.

A MP foi votada na Câmara dos Deputados na última quinta-feira (30) e perderia a eficácia já nesta terça-feira (4). Para viabilizar a aprovação da matéria no último dia de sua validade, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, convocou uma sessão deliberativa para esta segunda – quando as sessões normalmente são destinadas a discursos, sem discussão ou votação de projetos.

(Agência Senado)

Câmara Municipal de Fortaleza deverá instalar CPI da Cagece

291 6

O vereador Dr. Eron deu entrada na tarde desta segunda-feira (3) em requerimento para a instalação da CPI da Cagece, que deverá apurar as cobranças abusivas da Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará.

A Cagece tem liderado o ranking de reclamações dos consumidores no Procon-Fortaleza. Em média, os aumentos na conta do consumo de água chegam a mais de 100%.

O requerimento está assinado por 16 vereadores: Bá, Dr. Eron, Evaldo Costa, Idalmir Feitosa, John Monteiro, Jorge Pinheiro, José Freire, Julierme Sena, Larissa Gaspar, Márcio Cruz, Márcio Martins, Marília do Posto, Plácido Filho, Priscila Costa, Sargento Reginauro e Zier Férrer.

(Foto: Arquivo)

Uni7 promove debate sobre Solidão Compartilhada e Suicídio nas Redes Sociais

153 3

Dentro do ciclo que vem promovendo sobre tema polêmico como o suicídio, o Curso de Jornalismo e Publicidade da Uni7 promoverá mais um evento na área. Será nesta quinta-feira, a partir das 7h30min, no auditório do segundo andar da Sede Sul desse Centro Universitário.

Desta vez, o mote é Laços Des Conectados, abordando Solidão Compartilhada e Suicídio nas Redes Sociais com as participações de Hugo Mendonça, promotor de justiça, da psicóloga Priscila Diniz, e do Major Edir Paixão, do Corpo de Bombeiros.

SERVIÇO

*Uni7 – Avenida Maximiano da Fonseca, 1395 – Bairro Luciano Cavalcante.

Balança comercial registra superávit em maio

Depois de dois meses de queda, o superávit da balança comercial voltou a subir em maio. No mês passado, o país exportou US$ 6,422 bilhões a mais do que importou, alta de 5,8% em relação ao resultado positivo de US$ 6,073 bilhões de maio de 2018.

Este foi o terceiro melhor resultado da série histórica para o mês, só perdendo para maio de 2017 (superávit recorde de US$ 7,661 bilhões) e de 2016 (superávit de US$ 6,43 bilhões). Com o resultado de maio, a balança comercial – diferença entre exportações e importações – acumula superávit de US$ 22,806 bilhões nos cinco primeiros meses de 2019, valor 5,9% inferior ao do mesmo período do ano passado.

No mês passado, as exportações somaram US$ 21,394 bilhões, com alta de 5,6% em relação a maio de 2018 pelo critério da média diária. As vendas de manufaturados cresceram 29,5% na mesma comparação, com destaque para gasolina (R$ 0 para R$ 123 milhões), óleos combustíveis (197,3%), laminados planos de ferro e de aço (168%) e partes de motores e turbinas para aviação (151,8%).

As exportações de semimanufaturados subiram 15,4% em relação ao mesmo mês do ano passado, com destaque para ferro fundido (92,3%), semimanufaturados de ferro ou de aço (73%) e óleo de soja bruto (68,6%). Apesar do início da safra, as vendas de produtos básicos caíram 3,9%, puxadas pelo recuo nas exportações de minério de cobre (-32,3%), soja em grão (-30,3%) e farelo de soja (21%).

As importações somaram US$ 14,972 bilhões, com alta de 7,8% em relação a maio do ano passado pelo critério da média diária. As compras de combustíveis e de lubrificantes aumentaram 27,5%, influenciadas pela valorização do petróleo no mercado internacional durante boa parte do mês.

As importações de bens de capital (máquinas e equipamentos usados na produção) subiram 16,4%. As compras de bens intermediários aumentaram 6,4%. Apenas a importação de bens de consumo caiu, com recuo de 6,5% na mesma comparação, decorrente principalmente da alta do dólar no último mês.

Depois de o saldo da balança comercial ter encerrado 2018 em US$ 58,959 bilhões, o segundo maior resultado positivo da história, o mercado estima um superávit menor em 2019, motivado principalmente pela recuperação da economia, que reativa o consumo e as importações.

Segundo o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, os analistas de mercado preveem superávit de US$ 50,5 bilhões para este ano. O Ministério da Economia projeta superávit de US$ 50,1 bilhões para o saldo da balança comercial em 2019.

(Agência Brasil)

SiSU – Inscrições para mais de 59 mil vagas em instituições públicas começam nesta terça-feira

232 1

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) vai ofertar 59.028 vagas em 76 instituições públicas de ensino em todo o país no segundo semestre deste ano. As inscrições começam amanhã (4) e podem ser feitas até sexta-feira (7), na página do programa.

O número de vagas aumentou em relação ao ano passado, quando foram ofertadas, no segundo semestre, 57.271. O número de instituições participantes também cresceu, eram 68. Nesta edição, de acordo com o Ministério da Educação, estão disponíveis 64 cursos a mais para os candidatos.

Os estados com mais vagas são Rio de Janeiro, com 12.937, Minas Gerais, com 8.479, Bahia, com 6.745, e Paraíba, com 5.990.

O resultado da chamada regular será divulgado no dia 10 de junho. As matrículas devem ser realizadas de 12 a 17 de junho. O prazo para aderir à lista de espera é 11 a 17 de junho.

Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram prova do Exame Nacional do Ensino Médio em 2018 e obtiveram nota na redação acima de zero.

(Agência Brasil)

TRE do Ceará alerta: eleitor com deficiência também deve fazer a biometria

Eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida deverão comparecer a uma unidade da Justiça Eleitoral para realizar o recadastramento biométrico, sob pena de cancelamento da inscrição eleitoral. O alerta é feito pela assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. Essa obrigatoriedade vale para Fortaleza e municípios submetidos à revisão do eleitorado.

Por ocasião do período de revisão para coleta de dados biométricos, o eleitor com deficiência ou dificuldade de locomoção que torne extremamente oneroso o exercício do voto poderá solicitar a anotação dessa situação no cadastro eleitoral e a emissão de certidão de quitação por tempo indeterminado.

Procuração

Caso não seja possível o comparecimento ao cartório eleitoral, central ou posto de atendimento ao eleitor, o requerimento poderá ser apresentado por representante legal ou procurador devidamente constituído, acompanhado de documentação comprobatória da deficiência ou mobilidade reduzida.

SERVIÇO

Para saber se seu município o cadastramento biométrico é obrigatório confira o site do TRE-CE ou telefone para o 148. Mais informações, procure o Cartório Eleitoral ou posto de atendimento da sua cidade.

(Foto – TRE/CE)

UFC promove seminário internacional sobre bactéria que atua no trato gastrointestinal

O Campus do Porangabuçu, da Universidade Federal do Ceará, vai ser sede, nesta quinta e sexta-feira próximas, do II Simpósio Internacional Latino-Americano de Clostridium difficile: Epidemiologia, Patogênese, Prevenção e Tratamento. O evento ocorrerá no auditório do Núcleo de Pesquisas e Desenvolvimento de Medicamentos e contará com a presença de pesquisadores brasileiros e estrangeiros.

Organizado pelos Programas de Pós-Graduação em Ciências Morfofuncionais e em Farmacologia da UFC, o simpósio tem o objetivo de promover a prevenção, o diagnóstico e o tratamento da doença induzida pelo C. difficile, bactéria que atua no trato gastrointestinal e pode causar doenças como diarreia e colite pseudomembranosa.

Participarão do encontro pesquisadores de instituições como UFC, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade de São Paulo (USP). Também estão na lista de palestrantes profissionais de países como Estados Unidos, França, Chile e Costa Rica.

SERVIÇO

*A atividade é destinada a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores e profissionais da área. As inscrições são realizadas no site do evento (http://www.pcmf.ufc.br/ilacds2019/).

*Campus do Porangabuçu – Rua Coronel Nunes de Melo, 1000, Rodolfo Teófilo.

(Foto – Arquivo)

Enem 2019 – Quem teve nome social recusado, pode entrar com recurso até sexta-feira

Os estudantes que tiveram a solicitação do uso do nome social negado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem, até sexta-feira (7), interpor recurso. Eles devem enviar novos documentos para a análise, pela Página do Participante do Enem. O resultado do recurso será divulgado, também pela internet, no mesmo endereço, a partir do dia 10 de junho.

O atendimento pelo nome social é ofertado para participantes travestis ou transexuais que desejam ser identificados, na aplicação da prova, em consonância com a identidade de gênero.

O prazo para solicitar esse atendimento terminou no dia 24 de maio. Os candidatos tiveram que enviar documentos fotografia atual, nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro, sem o uso de óculos escuros e artigos de chapelaria; e cópia digitalizada, frente e verso, de um dos documentos de identificação oficial com foto, válido.

Os documentos somente seriam aceitos caso estivessem nos formatos PDF, PNG ou JPG, com o tamanho máximo de 2MB.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, ao todo, nesta edição, foram feitos 2.068 pedidos de uso de nome social. O resultado da primeira análise está disponível desde o dia 31, também na Página do Participante.

(Agência Brasil)

Partido Cidadania quer disputar a prefeitura de 20 municípios cearenses

115 1

O Partido Cidadania (ex-PPS) já está estruturado em 70 cidades cearenses, informa o seu presidente estadual, Alexandre Pereira.

“Nossa meta é disputar com candidato próprio em pelo menos 20 municípios”, diz ele, satisfeito com o aumento de filiações dos últimos meses.

O Cidadania, hoje, só detém a Prefeitura de Cascavel, com Tiago Pereira, que assumiu em eleição suplementar. Alexandre, no entanto, está otimista.

Em Fortaleza, a legenda apoiará o nome que o prefeito Roberto Cláudio indicar.

DETALHE – Ele é secretário do Turismo de Fortaleza.

(Foto – Fiec)

Fundos Constitucionais aumentaram liberações em 15% no primeiro quadrimestre

Empreendedores e produtores das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste acessaram mais de R$ 10,5 bilhões no primeiro quadrimestre deste ano, via Fundos Constitucionais de Financiamento que atendem a esses territórios. O número representa um crescimento de 15,92% no volume de recursos captados no mesmo período em 2018. Os valores são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e concedidos por meio do Banco da Amazônia, do Banco do Nordeste (BNB) e do Banco do Brasil, respectivamente.

A maior parte dos recursos, segundo a assessoria de comunicação da pasta, foi contratada no Nordeste, responsável pela captação de R$ 7,1 bilhões via Fundo Constitucional de Financiamento da região (FNE), entre janeiro e abril deste ano. O Rio Grande do Norte foi um dos destaques nesse período, ao aumentar o volume de financiamentos em 162%, alcançando um total de R$ 1,8 bilhão. Por sua vez, a Bahia aparece como o estado com o maior total de contratos, que somam mais de R$ 2,1 bilhões.

Os financiamentos para setores empresariais no Nordeste apresentaram aumento de 37,4%, alcançando mais de R$ 5,6 bilhões no período analisado. E os contratos que atenderam empreendimentos de pequeno e pequeno-médio porte foram os principais destaques, com avanços de 75,9% e 54% em seus volumes captados, respectivamente.

No Norte do País, registrou-se um acréscimo de 63,3% no montante contratado por empreendedores e produtores por meio do Fundo Constitucional de Financiamento da região (FNO). Se nos primeiros quatro meses de 2018 foram utilizados R$ 732,7 milhões, neste ano já foram contratados cerca de R$ 1,2 bilhão – com destaque para as movimentações no segmento empresarial, que cresceram 176%.

As atividades de médio (225%) e pequeno porte (119,1%) apresentaram as maiores variações positivas no período da análise. Amazonas (174,9%), Pará (100,6%) e Roraima (92,3%) foram as unidades federativas que registraram o maior aumento de captação de recursos do FNO.

Já o volume de recursos captados no âmbito do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) alcançou R$ 2,2 bilhões entre janeiro e abril deste ano. O valor apresenta ligeira variação negativa de 12,2% na comparação com o mesmo período em 2018, quando foram contratados R$ 2,5 bilhões. Isso porque a solicitação de crédito pelo setor rural registrou redução de 29,4%. Por outro lado, no entanto, os financiamentos empresariais saltaram 77,4%. As atividades de grande porte, por exemplo, captaram 85,2% mais dinheiro que no ano passado. O Distrito Federal foi o principal destaque da região, com elevação de 84,3% no total de financiamentos contratados.

Para o ministro Gustavo Canuto, os Fundos Constitucionais são instrumentos fundamentais para a redução das desigualdades regionais e o desenvolvimento do Norte, Nordeste e Centro-Oeste – territórios considerados prioritários pela Constituição Federal de 1998. “Essas três regiões, historicamente, tiveram um déficit de investimentos e os Fundos atuam para dar condições de igualdade para os desiguais. E os números provam que eles são uma ferramenta muito importante para apoiar o desenvolvimento produtivo e econômico”, destacou o ministro.

Governo do Ceará promove encontros regionais para elaboração do PPA 2020-2023

O Governo do Ceará vai promover, ao longo deste mês de junho, uma série de encontros regionais para elaboração do Plano Plurianual (PPA 2020-2023). Os trabalhos serão coordenados pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag). Técnicos do Governo irão a todas as macrorregiões de planejamento do Estado para ouvir os segmentos da sociedade, num amplo processo de participação popular.

A série de encontros tem início nesta primeira semana de junho e prosseguirá, com toda a programação, até o final do mês. Ao todo serão 14 encontros regionais, com a participação de representantes do Poder Público, dos colegiados territoriais e dos conselhos de direitos e de políticas públicas, bem como representantes da sociedade civil e dos setores produtivo e acadêmico.

Calendário de eventos

Na elaboração do PPA 2020-2023 vão ser observadas como premissas a gestão pública para resultados, a participação cidadã, a promoção do desenvolvimento territorial, a intersetorialidade e a sustentabilidade.

A partir do PPA são elaborados outros instrumentos de planejamento como a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA).

Pelo fim da ditadura do asfalto

156 1

Como título “Logística: somos reféns do asfalto”, eis artigo de Ernesto Antunes, consultor do Sebrae. Ele defende o fim da ditadura do asfalto. Confira:

Como atuamos na área de Logística de Transportes, verificamos que a greve dos caminhoneiros que completa um ano, deixou um recado claro: O País é refém do modal rodoviário. Sobre quatro rodas se transportam 65% da riqueza nacional. Se os motoristas cruzam os braços, o Brasil para. O governo passado pagou para ver. A paralisação pôs o pé no freio no crescimento econômico e fez o Produto Interno Bruto desabar, a ponto de encerrar 2018 com avanço de minguado 1,1%, nada para um País com tantas demandas sociais.

Analisando friamente esse imbróglio, temos uma certeza: Mesmo que a equipe econômica encabeçada por Paulo Guedes encontre uma saída para a crise com a categoria, a resposta será temporária. O Brasil paga a fatura de opções erradas feitas no passado, que tornaram o País refém do modal rodoviário. À medida que a industrialização nacional avançava, o asfalto foi ganhando a preferência tanto nos transportes de passageiros quanto no de cargas. Outros modais de transportes seguram o caminho inverso.

Juscelino Kubitschek, na segunda metade do século passado, acelerou o processo. Deu enorme impulso à indústria automobilística e deixou em segundo ou terceiro plano o transporte de cabotagem e de ferrovias. Os militares que assumiram o poder em 1964, também contribuíram para reduzir a malha ferroviária. Resultado: subverteu-se a lógica. Caminhões que deveriam responder por distâncias de até 400 quilômetros, deixando para o trem trechos mais longos, terminam imperando sem concorrência nos 8,5 milhões de quilômetros quadrados do território nacional.

Conhecidos diagnósticos, impõe-se solução duradoura; libertar-se da ditadura do asfalto. Mas ninguém é ingênuo de imaginar que a resposta resultará de uma simples canetada do presidente, pois o lobby nos meios políticos ainda é muito grande para atender toda a cadeia produtiva desse modal. Esse tipo de atitude tem tornado o nosso País ineficiente quando o assunto é a logística de transportes, principalmente pelo custo elevado, não cumprimento dos prazos de entrega e pela própria ineficiência dos portos, quando se trata de exportação.

*Ernesto Antunes,

Consultor do Sebrae/CE e Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

(Foto – Divulgação)