Blog do Eliomar

Últimos posts

Sisu 2017 – Nesta segunda e terça-feira é hora da confirmação presencial da matrícula

A Coordenação do Sistema de Seleção Unificada (SISU) da Universidade Federal do Ceará divulga o resultado final de matrícula, com a divisão definitiva, por semestre de ingresso, de candidatos que solicitaram matrícula na Chamada Regular e na Lista de Espera: www.sisu.ufc.br/resultado-de-matricula.
Todos os estudantes alocados no primeiro semestre terão de fazer a Confirmação Presencial de Matrícula, na coordenação do curso, nesta segunda (6) ou terça-feira (7) deste mês. O candidato poderá escolher qualquer um dos dois dias e deverá entrar em contato diretamente com a coordenação de curso para se informar sobre os horários. Será preciso apresentar RG (ou outro documento oficial com foto) e assinar a Ata de Confirmação de Matrícula. As aulas terão início em 13 de março. Acesse os contatos de coordenações de curso da UFC: ufc.br/ensino/cursos-de-graduacao.
Não é permitido ao candidato escolher o semestre de ingresso. No caso de cursos com dois ingressos anuais, os candidatos de ampla concorrência e cotistas (considerando-se as classes de cotas individualmente) foram distribuídos equitativamente entre os dois semestres letivos, considerando-se a ordem decrescente de nota no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Não haverá mais, em hipótese alguma, remanejamento de estudantes entre os semestres.
Já os estudantes com ingresso no segundo semestre deverão fazer sua Confirmação Presencial de Matrícula, na coordenação de curso, em 3 ou 4 de agosto. O candidato também poderá escolher qualquer um dos dois dias e deverá entrar em contato diretamente com a coordenação de curso para se informar sobre os horários. Ao assinar a Ata de Confirmação de Matrícula, será necessário apresentar RG (ou outro documento oficial com foto). A primeira aula será no dia 16 de agosto. Acesse os contatos de coordenações de curso da UFC: ufc.br/ensino/cursos-de-graduacao.
A Confirmação Presencial de Matrícula pode ser feita por terceiros, desde que tenham procuração reconhecida em cartório. O procurador deverá apresentar o original da procuração e fotocópias autenticadas de documento de identificação oficial, tanto do candidato quanto dele próprio. No caso de candidatos menores de idade, pai, mãe ou responsável legal podem fazer a confirmação de matrícula sem procuração.
O candidato que não fizer a confirmação presencial de matrícula nas datas estipuladas perderá a vaga. Os ingressantes são matriculados automaticamente nas disciplinas do primeiro período de curso.
Cotistas
Para os candidatos cotistas que solicitaram matrícula em Lista de Espera, é importante destacar que o fato de ter o nome listado nesse resultado não significa necessariamente o deferimento do pedido de enquadramento nas cotas. O resultado da análise de documentos destes candidatos será divulgado no dia 10 de março. Entretanto, todos estão liminarmente matriculados e, com isso, têm direitos e deveres semelhantes aos de alunos já efetivados. Portanto, deverão fazer confirmação presencial.
SERVIÇO
*Confira o resultado final de matrícula do SISU 2017: www.sisu.ufc.br/resultado-de-matricula. Dúvidas somente pelo e-mail ingresso-sisu@prograd.ufc.br.

Cantora Amelinha dará show em Fortaleza em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

A cantora e compositora cearense Amelinha, uma das maiores intérpretes nacionais, fará show especial domingo que vem, a partir das 18 horas, no Cineteatro São Luiz. Será uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher e aos 40 anos do LP “Flor da Paisagem”, um dos discos clássicos da música brasileira.

O público poderá reencontrar a intérprete de “Foi Deus quem fez você”, “Frevo mulher”, da própria “Flor da paisagem” e de tantos outros sucessos, em um show no ambiente especial do Cineteatro, que vem consolidando o horário de fim de tarde de domingo como opção para os amantes da música.

SERVIÇO

*Cineteatro São Luiz, da Secult – Centro de Fortaleza.

*Ingressos já à venda no sitewww.ingressorapido.com.br e na bilheteria do Cineteatro São Luiz. R$ 30 (inteira), R$ 15,00 (meia) |

*Classificação Indicativa: Livre. Duração: 1h20min.

74% dos brasileiros são contra a reforma da Previdência

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas mostra que 74% dos brasileiros são contra reformar a Previdência.

A informação, divulgada, neste domingo, pela Coluna Radar, da Veja Online, chega como mais um reforço à luta que centrais sindicais e outros movimentos populares articulam contra as reformas do governo Michel Temer.

Na quarta-feira que vem, que marca o Dia Internacional da Mulher, haverá uma série de protestos pelo País., informa Graça Costa, secretário de Relações de Trabalho da CUT nacional e da CUT  do Ceará.

Cunha não cogitou delação premiada, diz advogado

O advogado do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em Curitiba (PR), Marlus Arns, afirmou, em entrevista à TV Bandeirantes, que o político não cogitou até agora fazer um acordo de colaboração premiada no âmbito da Operação Lava Jato. Cunha está preso preventivamente na capital paranaense desde outubro de 2016.

Arns disse, entretanto, que Cunha conhece o instrumento e que não há cliente hoje na advocacia criminal que não cogite a hipótese de delação, ferramenta defendida por ele como legítima. “Se a colaboração premiada for uma saída para o cliente não ser preso ou cumprir uma pena menor, por que não utilizar?”.

O advogado afirmou que o processo de Cunha em Curitiba “caminha bem” e que as provas levantadas até o momento são “muito favoráveis” ao cliente. Sobre um dos fatos que o político é acusado, envolvendo a indicação de um diretor da Petrobras em troca de vantagens, o advogado disse que as provas produzidas indicam que a nomeação não partiu dele, mas do PMDB mineiro. Sobre a participação de Cunha em um truste, o advogado sustenta que os fatos comprovam a licitude dos valores depositados a favor do ex-deputado.

Arns também falou que há outras investigações embrionárias que têm o peemedebista como alvo e que há menções dele nas delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht. Sobre o fim da Lava Jato, o advogado opinou que os julgamentos da operação podem acabar daqui a oito ou dez anos no Supremo Tribunal Federal (STF) e que a tendência é de condenação dos réus, considerando as características da Justiça Federal e da manutenção das decisões nas instâncias superiores.

O advogado reconheceu que a defesa de Cunha e de outros investigados na Lava Jato é um “papel complicado” e que busca resultados positivos para os clientes, mesmo que isso não signifique uma absolvição, mas, uma pena menor.

Além de o Supremo negar os pedidos de liberdade feitos pela defesa de Cunha, o advogado argumenta que o STF errou ao autorizar a prisão após a condenação em segunda instância e que muitos acusados continuarão presos sem serem julgados. “Aqueles que estão presos preventivamente terão, a meu ver, cada vez mais dificuldade de serem soltos e cada vez mais dificuldade de não cumprirem a pena presos”, afirmou.

Ambientalistas fazem encontro no Parque Rio Branco

Um grupo de ambientalistas de Fortaleza está reunido, nesta manhã de domingo, no Parque Rio Branco (Bairro São João do Tauape). O objetivo é avaliar o movimento ambiental em Fortaleza.

No encontro, o ex-vereador João Alfredo, João Saraiva, Alexandre Araujo Costa, Soraya Tupinamba, Marcus Vinícus Oliveira, Arnaldo Fernandes, Ademir Costa e Vanda Claudino, que está na cidade em temporada, mas que mora atualmente nos EUA.

Entre várias questões, a demora na regulamentação do Parque do Cocó.

(Foto – Araquivo)

Leônidas Cristino vê descompromisso com Nordeste o novo adiamento das obras da transposição

O deputado federal Leônidas Cristino (PDT) reagiu com indignação ao ler a manchete desse sábado no jornal O POVO sobre a possibilidade de adiamento para 2018 da conclusão da obra de transposição do rio São Francisco. A informação foi extraída da reunião do secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional, Marlon Cambraia, na última sexta-feira, em Fortaleza, na Comissão da Assembleia Legislativa para Acompanhar as Obras da Transposição.
Conforme o parlamentar cearense, não foi dada a ordem de serviço nem foi anunciada a data certa para tal, muito menos a previsão de entrega da obra. “Se isso não for negligência e descompromisso, eu pergunto, então, é o quê?”, indaga Leônidas Cristino.
“O Ministério da Integração avalia o que significa a ameaça de colapso no abastecimento de água nos centros urbanos do Nordeste?”, pergunta o deputado. Segundo ele, a  Região Metropolitana de Fortaleza, com 4 milhões de habitantes, dá a dimensão do quadro, pois tem como fonte hídrica o açude Castanhão, que está com pouco mais de 5% da sua capacidade de armazenamento.
Para o deputado, a situação é preocupante. “As protelações e adiamentos demonstram falta de compromisso com o Nordeste e com o Ceará”. O mais recente adiamento empurra a data de conclusão para de 2018. “Primeiro ou segundo semestre?”, ele quer saber.
Leônidas Cristino disse ter sido acusado, pelo Ministério da Integração, “de cometer um desserviço à população do estado do Ceará ao denunciar esse desrespeito deslavado com o nosso povo”. E voltou a criticar como “teatrinho” a maneira como o governo federal tem tratado a transposição, alertando para a gravidade da situação, diante da necessidade de retomada das obras da transposição do rio São Francisco para que as águas do canal Eixo Norte cheguem ao Ceará.
 (Foto – Valor Econômico)

Choveu em mais de 50 municípios cearenses nas últimas horas

 

Choveu, até as 7 horas deste domingo, em 52 municípios cearense, segundo boletim divulgado pela Funceme. Confira as 10 maiores:

Milagres (Posto: Serra Brava) : 95.2 mm

Missão Velha (Posto: Jamacaru) : 64.4 mm

Cedro (Posto: Varzea Da Conceicao) : 60.0 mm

Milagres (Posto: Comunidade Valdivino) : 55.3 mm

Iguatu (Posto: Iguatu) : 45.0 mm

Ipaumirim (Posto: Ipaumirim) : 44.0 mm

Abaiara (Posto: Abaiara) : 43.0 mm

Cariús (Posto: Sao Sebastiao) : 38.0 mm

Baixio (Posto: Baixio) : 37.0 mm

Cariús (Posto: Carius) : 35.0 mm

Governador quer apuração do caso de morte no segmento LGBT

120 1

O Governo do Ceará divulgou nota sobre a onda de violência contra o segmento LGBT. Camilo Santana (PT), inclusive, pediu apuração imediata do caso e punição dos envolvidos. Confira:

Nota Oficial

O Governo do Ceará vem a público manifestar o seu mais profundo repúdio a atos de violência e intolerância como o que foi praticado contra Dandara dos Santos, morta por brutal espancamento. Cumpre informar que toda a estrutura da Segurança Pública do Estado está mobilizada para a apuração do crime e punição dos responsáveis.

Este governo acredita e defende, por meio de uma estrutura de direitos humanos vinculada ao Gabinete do Governador e por políticas públicas vigentes, que o pluralismo, a diversidade e a tolerância são valores fundamentais para a democracia. Estes são pilares inalienáveis de uma sociedade inclusiva e justa.

A Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT do Estado do Ceará tem entre suas atribuições a execução de políticas de atendimento e de afirmação das minorias de gênero, assim como a contribuição efetiva para o debate sobre todas as questões relativas à população LGBT.

Em consonância com os preceitos das liberdades individuais e dos direitos humanos, reafirmamos nossa opção pela vida humana, renegando toda e qualquer manifestação de preconceito.

*José Élcio Batista
Secretário-chefe do Gabinete do Governador.

*Leia sobre Caso Dandara aqui.

País enganado e à deriva

129 2

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (5):

Finda a folia, voltamos à trágica rotina de um País “à deriva”, classificação dada pelo comandante do Exército, general Villas Bôas. Provavelmente, seus serviços de informação não deixaram de lhe revelar a hipocrisia escondida sob a bandeira da anticorrupção, atrás da qual se abrigam os verdadeiros corruptos. Pior ainda: dos que estão comprometendo a soberania nacional e entregando, à toda velocidade, o patrimônio nacional, sobretudo o petróleo (junto com empresas estratégicas nacionais) a potências estrangeiras que querem reduzir o Brasil à condição de vassalo. Sem seu patrimônio nacional, o País não terá esteio para sustentar a própria soberania e será tratado como um ‘zé-ninguém’, a exemplo do México, cujas elites traíram os interesses de seu digno povo e hoje o país está inerme, tanto para enfrentar internamente o crime organizado, como para fazer frente aos que pisoteiam sua dignidade nacional. Quem muito se abaixa, deixa a traseira exposta – diz a sabedoria popular.

As Forças Armadas conhecem o que significa sair do leito institucional democrático: os que sempre as instigaram, historicamente, a embarcar no caminho da exceção foram os mesmos que, depois, as abandonaram, quando já não lhes era mais conveniente, e atiraram todas as consequências dos desandamentos posteriores (como é inevitável quando se deixa o caminho da legalidade e da legitimidade) nos seus ombros, exclusivamente. Esses mesmos segmentos promoveram recentemente o golpe parlamentar-jurídico-midiático, através de um impeachment farsesco. Pois está provado que não houve crime de responsabilidade para justificar a deposição de uma governante eleita, cujo maior “crime” foi dizer não à chantagem de oportunistas.

Cometido o golpe, sob o manto do faz-de-conta formal-jurídico, e aberto o caminho para o caos econômico e social (que se aproxima celeremente), é quase certo que tirarão o corpo fora, tão logo a desgraça se consumar por completo. A essa altura é possível que tentem seduzir de novo a caserna para, depois, atirar-lhe novamente às costas, de forma exclusiva, o sangue do povo brasileiro. Será que ninguém aprendeu nada? As Forças Armadas, até aqui, vêm demonstrando que aprenderam. Sua missão é assegurar a incolumidade da Constituição, a integridade do território e do patrimônio nacional, bem como a soberania do Estado brasileiro, não devendo opor obstáculos à reconstituição da legitimidade do poder, através do jogo limpo das urnas, o quanto antes, como voltou a pedir o editorial da Folha de S. Paulo, na última sexta-feira. O Brasil não pode continuar a ser desmontado e vendido, ainda mais por um governo não-eleito e repudiado.

Romero Jucá vai assumir liderança do governo no Senado

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) vai assumir a liderança do governo no Senado, em substituição a Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), nomeado pelo presidente Michel Temer para o Ministério das Relações Exteriores. Atualmente, Jucá exerce a liderança do governo no Congresso, além da presidência nacional do PMDB.

As conversas para que o senador assuma a liderança do governo no Senado foram intensificadas na noite da sexta-feira (3), em jantar de Temer com líderes no Congresso. No entanto, de acordo com assessores de Jucá, o acerto final para a ocupação do novo cargo foi fechado hoje entre o presidente e o senador.

Considerado um dos maiores articuladores políticos do Congresso, Romero Jucá já exerceu a liderança do governo no Senado nos governos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. No início do governo Temer, Jucá ocupou o Ministério do Planejamento.

O novo líder do governo terá, entre outras missões, que trabalhar junto à base aliada e à oposição para a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista, que se encontram em tramitação na Câmara. O governo trabalha para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que modifica o sistema previdenciário, seja aprovada em dois turnos pela Câmara e pelo Senado ainda no primeiro semestre deste ano.

Com a ida de Jucá para a liderança do governo no Senado, o cargo de líder do governo no Congresso fica vago e para ele poderá ser nomeado o deputado André Moura (PSC-SE). O cargo de líder do governo na Câmara, ocupado por Moura, ficará com o deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB).

(Agência Brasil)

Doleiros presos no Uruguai devem chegar ao Brasil nos próximos dias

Em uma operação com autoridades uruguaias, a Polícia Federal prendeu nessa sexta-feira (3) os empresários Vinicius Claret Vieira Barreto – também conhecido como “Juca Bala”– e Cláudio Fernando Barbosa. Eles foram apontados como doleiros do esquema de corrupção e lavagem de dinheiro montado pelo ex-governador Sérgio Cabral, que está preso no Rio de Janeiro. Os mandados de prisão foram assinados pelo juiz Marcelo Bretas, da 7º Vara Federal Criminal, no âmbito da Operação Calicute, a pedido da força tarefa da Operação Lava Jato.

Morando em Punta del Este, Claret foi citado pelos irmãos Renato e Marcelo Chebar como responsável por trocar por dólares uma parte do dinheiro de propina recebido pelo ex-governador, a partir de 2007. O contato era feito pela internet.

As revelações foram feitas pelos irmãos Chebar, que fizeram acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal e contaram detalhes do esquema que identificou mais R$ 300 milhões ilegais no exterior.

Agora detidos, a expectativa é de que Vinicius Claret e Cláudio Barbosa revelem outra parte do esquema. Ambos devem ser extraditados ao Brasil nos próximos dias.

Em janeiro, o procurador responsável pela Lava Jato no Rio, Leonardo Freitas, afirmou que o esquema de Cabral era “um oceano ainda não completamente mapeado” e que todos os contratos firmados na gestão do peemedebista deveriam ser investigados.

(Agência Brasil)

Trump acusa Obama de ter “grampeado” seus telefones na campanha eleitoral

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou neste sábado (4) o seu antecessor, Barack Obama, de ter colocado escutas em seus telefones na Trump Tower em outubro, antes da eleição presidencial vencida pelo empresário. A afirmação foi feita na conta de Trump no Twitter.

“Terrível! Acabei de saber que Obama tinha me “grampeado” na Trump Tower logo antes da vitória. Nada foi encontrado. Isso é Macartismo!”, escreveu o presidente americano. Em outras mensagens sobre o mesmo tema, Trump questiona se é legal que um presidente no cargo faça isso durante a corrida presidencial. “Eu aposto que um bom advogado poderia conduzir um grande caso diante do fato de que o presidente Obama estava grampeando meus telefones em outubro, logo antes da eleição!”, afirmou o republicano.

“Quão baixo o presidente Obama foi para grampear meus telefones durante o tão sagrado processo eleitoral. Isso é Nixon/Watergate. Homem mau (ou doente)!”, escreveu Trump.

Além disso, o presidente também voltou a um tema que tem mobilizado a imprensa americana e o governo nos últimos dias: os vínculos entre membros da campanha do republicano e o governo da Rússia.

O procurador-geral do governo Trump, Jeff Sessions, se viu em meio a uma crise nesta semana, após ser revelado que ele se reuniu com o embaixador russo nos EUA durante a campanha eleitoral. Em sua audiência da confirmação de seu nome para o governo, Sessions não informou isso aos senadores, o que levou alguns políticos a pedirem sua demissão do cargo.

Diante da pressão, Sessions anunciou na quinta-feira que não se envolveria em qualquer eventual investigação do Departamento de Justiça sobre a campanha republicana. “O mesmo embaixador russo que se reuniu com Jeff Sessions visitou a Casa Branca de Obama 22 vezes, 4 delas apenas no último ano”, comparou Trump.

(Agência Estado)

Chuva forte em Altaneira derruba casa e desfaz calçamentos de ruas

Uma chuva de 79,9 milímetros que banhou neste sábado, 4, a cidade de Altaneira, a 556 quilômetros de Fortaleza, causou o desmoronamento de uma casa de taipa e o estrago de calçamentos de algumas ruas do município. Ninguém ficou ferido com o desabamento da residência.

A imagem do satélite GOES-13, utilizado pela Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), aponta nuvens mais significativas sobre o sul do Ceará. A previsão para este sábado, 4, é de nebulosidade variável com chuvas em todas as regiões. Já para o domingo, 5, a previsão é de nebulosidade variável com chuvas no centro-norte do Ceará. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado com possibilidade de chuvas isoladas.

Entre as 7 horas dessa sexta-feira, 3, e as 7 horas deste sábado, 4, de acordo com dados da Funceme, choveu em 44 municípios cearenses. Altaneira foi a cidade que teve a maior precipitação do Estado neste período.

As chuvas no último mês de fevereiro superaram a média histórica em 33,3%, conforme atualização da Funceme nesta quinta-feira, 2. O Ceará teve 158.1 mm de chuva, enquanto no mesmo período do ano passado foi anotado apenas 53.2 mm. Com isso, aumentam as chances para o fim da seca no Ceará, embora a possibilidade de escassez de chuvas nas regiões dos açudes estratégicos ainda preocupe.

Nos dois primeiros meses deste ano, os reservatórios tiveram recarga de 142,2 milhões de metros cúbicos (m³). Por enquanto, apenas um açude possui volume acima de 90%: Caldeirões (Saboeiro).

Outros 51 açudes estão com volume morto, quando o nível fica abaixo da tubulação feita para liberar a água acumulada. Além disso, 32 reservatórios estão com volume seco, o que significa que a água está em quantidade mínima e não tem possibilidade de uso.

(O POVO Online)

Injustiças do Imposto de Renda

139 1

Editorial do O POVO deste sábado (4) aponta que o pagamento de impostos no Brasil acontece de forma injusta, apenando os segmentos mais pobres da população e a classe média. Confira:

Já está aberto o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) referente ao ano-base 2016 – portanto, um bom motivo para refletir sobre esse tributo e as taxações, de modo geral, que incidem sobre os brasileiros. É sabido que a distribuição do pagamento de impostos se dá de forma injusta, apenando os segmentos mais pobres da população e a classe média.

Os pobres, pois a incidência da alta tributação sobre o consumo e serviços atinge mais fortemente esse setor; a classe média por pagar imposto de renda de forma desproporcional ao que aufere com o seu trabalho, em contraposição àqueles no topo da pirâmide social.

O caso torna-se mais grave, pois a tabela do IR vem sendo corrigida em percentuais abaixo da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), resultando em uma defasagem acumulada de 83%, desde 1996, segundo estudo do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). O problema, portanto, atravessa governos sem que providências sejam tomadas para evitar um verdadeiro sequestro na renda de milhões de brasileiros, que têm o desconto diretamente em seus contracheques.

Essa distorção resultou na redução da faixa da imunidade, a tal ponto que um trabalhador que recebeu R$ 1.903,99 por mês no ano de 2016 (pouco mais de dois salários mínimos) ficou sujeito à taxação do IR. Se a tabela houvesse sido corrigida de acordo com a inflação, o valor da isenção seria de R$ 3.484,30. Sem dúvida, seria um alívio para a classe média, pressionada a pagar por serviços que, obrigatoriamente, deveriam ser fornecidos, com qualidade, pelo Estado, como saúde, educação e segurança, em contrapartida aos impostos recolhidos.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou com ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a correção da tabela do IR. Para a entidade corrigi-la abaixo de índices inflacionários, fere a Constituição. As centrais sindicais de trabalhadores também reivindicam a correção da tabela.

Porém, esses apelos sempre encontram os ouvidos moucos dos governos, que veem no IR um modo fácil – ainda que injusto – de arrecadar imposto de assalariados, que não têm como fugir das garras do Leão.

Mais de 590 mil declarações do IRPF 2017 foram enviadas

O último balanço da entrega de declarações, no fim da tarde dessa sexta-feira (3), aponta que 592.491 contribuintes já prestaram contas com o Leão, por meio dos sistemas da Receita Federal.

De acordo com o supervisor nacional do IR, auditor-fiscal Joaquim Adir, a expectativa é de que 28,3 milhões de contribuintes entreguem a declaração até o prazo final, dia 28 de abril.

Neste ano o programa Receitanet foi incorporado ao PGD IRPF 2017, não sendo mais necessária a sua instalação em separado.

Leitor denuncia crime ambiental no rio Pacoti

O rio Pacoti, com nascente na Serra do Baturité, no Centro-Norte do Ceará, sofre mais uma agressão ambiental, de acordo com denúncia do leitor do Blog.

Segundo o leitor, caminhões com resíduos de fossa estariam derramando os dejetos no rio Pacoti. De acordo ainda com o leitor, o material despejado seria do esgoto dos grandes condomínios no Porto das Dunas, no município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza.

(Foto: Leitor do Blog)

A ocasião revela o ladrão

182 1

Em artigo no O POVO deste sábado (4), o oficial da Polícia Militar do Ceará e Mestre em Planejamento de Políticas Públicas (Uece), Plauto de Lima, avalia comportamentos de pessoas durante a greve da OM no Espírito Santo. Confira:

Segundo Bauman, segurança sem liberdade equivale à escravidão, enquanto que a liberdade sem segurança significa desorientação, eterna incerteza, o caos. E foi justamente o caos que se instalou no estado do Espírito Santo quando a Polícia Militar decidiu paralisar as suas atividades.

De acordo com relatos imprecisos, estima-se que houve mais de uma centena de mortes em decorrência da falta de policiamento nas ruas daquele Estado. Se somarmos a esses números a quantidade de roubos e furtos, certamente iremos ultrapassar a casa dos milhares. Mas o que me impressionou não foi a quantidade de ocorrências, e, sim, os protagonistas dessas ocorrências.

As cenas de pessoas aparentemente honestas ou sem histórico criminal arrombando as portas das lojas, atravessando ruas com televisores, sofás ou qualquer outro objeto que pudessem surrupiar, tal qual larápios, revela que a falta da força policial faz manifestar um surto de ausência moral em pessoas tidas como probas, expondo toda a grosseria de um corpo social em plena crise civilizatória, fazendo valer a afirmação de Machado de Assis: “A ocasião revela o ladrão”.

Naqueles dias, o brasileiro retornou ao seu “estado de natureza” hobbesiano, a natureza bestial, em que as leis e os limites impostos pelo Estado foram desrespeitados com a saída do seu mecanismo regulador, a polícia.

Para aqueles que defendem o fim da Polícia Militar, como sugeriu o Conselho de Direitos Humanos da ONU, em 2012, proponho que esperem mais um pouco, pois nós ainda não evoluímos o bastante para vivermos sem uma força policial nos vigiando. Sem ela, é impossível que a sociedade coexista pacificamente. Mas há esperança. Afinal, alguns voltaram para devolver os objetos roubados. Talvez tenham olhado para as mãos e percebido que existe nelas o polegar opositor.