Blog do Eliomar

Últimos posts

Que o prefeito olhe para Fortaleza como um todo, recomenda historiador

61 1

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=JRf4ka2g4jE[/embedyt]

O que o prefeito reeleito de Fortaleza deve fazer e quais suas tarefas prioritárias?

O historiador Altemar Muniz analisou essa perspectiva para o Blog e deixou alguns recados importantes para Roberto Cláudio (PDT). Um deles: olhe mais para a periferia e procure preservar o patrimônio histórico de Fortaleza.

Eleições Municipais podem ser anuladas em 147 cidades

O jornal O Globo destaca que, dos candidatos a prefeito mais votados no primeiro turno, 147 não obtiveram registro até agora. Eles entraram com recursos judiciais e devem ter a situação definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o fim de dezembro.

Em caso de indeferimento definitivo do registro, será necessário realizar nova eleição no município, de acordo com a minirreforma eleitoral aprovada recentemente pelo Congresso Nacional. A situação ocorre em 22 estados.

“Agora a lei não permite mais que o segundo lugar assuma, em se tratando de anulação da eleição, haverá a realização de eleição suplementar, e isso certamente no futuro vai estimular a judicialização gratuita, que é muito comum até aqui. Esse é um esforço que temos que fazer até dezembro, para definirmos todas as situações”, afirmou o presidente do TSE, Gilmar Mendes.

Secult lançará a XII Bienal Internacional do Livro do Ceará

fabianood

O secretário da Cultura do Ceará, Fabiano dos Santos, lançará nesta segunda-feira, a partir das 9 horas, a XII Bienal Internacional do Livro do Ceará. Com ele, a coordenadora de Políticas de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secult, Mileide Flores.

No ato, que ocorrerá no Teatro Carlos Câmara (Centro), serão apresentados o tema e os curadores da Bienal, assim como escritores e outros convidados já confirmados para participação no evento com palestras, debates, shows e outras atividades.

O lançamento é voltado para imprensa, livreiros, editoras, escritores, contadores de história, bibliotecários, ilustradores e demais interessados.

SERVIÇO

*Teatro Carlos Câmara – Rua Senador Alencar, 454, Centro.

Sobe para 28 mil o número de atingidos por terremoto na Itália

Subiu para 28 mil o número de pessoas que necessitam de assistência pública em razão do forte terremoto que atingiu ontem (30) a Itália. As informações são da agência Ansa.

A pequena cidade de Norcia, que conta com pouco mais de 4,6 mil habitantes, tem três mil moradores desabrigados, segundo informou o comissário extraordinário para a Reconstrução, Vasco Errani.

O terremoto de 6,5 graus na escala Richter – ocorrido na região central da Itália – foi o mais forte registrado no país desde 1980, quando um violento tremor atingiu a cidade de Irpínia. Naquele ano, mais de 280 mil pessoas ficaram desabrigadas e mais de 2,9 mil morreram.

(Agencia Lusa)

Ciro vai retomar giro de palestras pelo Brasil, pós-campanha, em seu berço político: Sobral

foto ciro transnordestina

Ciro Gomes (PDT) chamou a atenção ontem também, quando acompanhou o prefeito Roberto Cláudio na hora da votação. Não pela língua solta, mas pela barriga que, protuberante, quase lembrava a de Moroni Torgan.

Eleição à parte, Ciro retoma agora, feliz com a vitória também em Fortaleza, seu giro de palestra. A partir de Sobral (Zona Norte), seu berço político, onde fez o irmão, Ivo, prefeito.

Atendendo a um convite dos alunos da UVA e da Faculdade Luciano Feijão, o exministro dará palestra dia 7 próximo, às 17 horas, no Centro de Convenções. O tema é “Direito e Sociedade”.

O prefeito Roberto Cláudio e a hora da refazenda

rcvitoriaa

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

Reeleito, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), terá pela frente não só a continuidade de uma série de obras e a entrega de outras. Mas uma missão mais do que política: reordenar sua gestão que, mesmo fechando hoje com 62% de aprovação, segundo pesquisas, acabou alvo de questionamentos duros, que turbinaram a oposição a ponto de lhe tirar os nervos no fim da campanha.

Será período, a partir de agora, e até o fim do ano, para repensar e dar início a uma nova gestão não só com projetos, mas reavaliando setores da equipe e obras prometidas e que continuam no papel. Pelo bloco de aliados que formou, Roberto Cláudio terá ainda que abrir vagas no Paço.

Que faça isso buscando unir critério político à exigência técnica. Fortaleza enfrentará 2017 de aperto e a gestão deve encontrar um cenário de dificuldades em Brasília.

(Foto – Matheus Dantas)

 

“Voz do Brasil” estreia com nova roupagem

Estreia hoje (31), com nova roupagem, o programa A Voz do Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em seu novo formato, o programa de rádio mais antigo do Brasil será mais interativo e próximo do cidadão. Haverá novos quadros, com jornalismo, prestação de serviço e diálogo com os ouvintes. Uma das grandes mudanças será a maior participação da audiência.

A ideia é oferecer um programa que lembre menos o formato solene e distante de décadas anteriores e tenha uma linguagem menos formal, mais próxima do cidadão. O programa contará com novos apresentadores – Airton Medeiros e Gláucia Gomes. “A ideia da nova Voz do Brasil é aproximar o cidadão, trazê-lo mais para perto da notícia, da informação. Fazer com que o cidadão interaja com o que fazemos aqui na EBC. A gente não pode estar distante”, diz Gláucia à Agência Brasil.

Os ouvintes poderão tirar dúvidas sobre programas sociais, sobre o trabalho do presidente da República e ministros ou esclarecer informações, como tirar documentos, por exemplo, além de fazer perguntas para os integrantes do Poder Executivo. O programa abrirá canais de e-maile telefone, além de um número de WhatsApp para interagir com o público. Pelo aplicativo, os ouvintes poderão enviar mensagens para a produção pelo número 61 99862-7345.

(Agência Brasil)

Inclusão de tratamento para câncer de mama avançado no SUS divide opiniões

A inclusão de tratamentos modernos para câncer de mama metastático pelo Sistema Único de Saúde (SUS) provocou divergências em debate na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal.

A mastologista Maira Caleffi, presidente voluntária da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), defendeu a incorporação pelo SUS de tratamentos para pacientes com câncer de mama metastático, como da droga Trastuzumabe, associada a outras. A medicação foi incorporada pelo SUS, em 2012, apenas para os estágios iniciais da doença, mas não para o câncer metastático – ou seja, que se espalhou a partir de seu foco inicial para outros órgãos do corpo. Segundo ela, o tratamento é inquestionável também para os níveis mais avançados da doença.

A médica disse que, no caso do câncer de mama metastático, há uma defasagem muito grande entre os tratamentos de uma paciente com plano de saúde e uma paciente tratada pelo SUS. “Essa é uma das grandes preocupações da Femama, que luta pela equidade”, destacou. A mastologista citou levantamento feito com as 184 mil pacientes com câncer de mama tratadas no SUS no último ano, segundo o qual 75 mil tinham nível avançado da doença.

Já a representante da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec), Clarisse Petramale, ressaltou que a maioria dos países não dá acesso a tratamentos de ponta no sistema público, por conta dos altos custos. “O acesso não é simples nem aqui nem em lugar nenhum do mundo”, disse.

Para o médico Gustavo Fernandes, representante da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica Metastático no SUS, as barreiras ao tratamento do câncer de mama no Brasil incluem deficit de equipamentos de radioterapia e dificuldade de acesso até mesmo a medicamentos baratos e reconhecidamente eficazes. “O Sistema Único de Saúde é universal, não dá para falarmos só da incorporação de medicações novas e caras, mas precisamos falar de medicamentos baratos que estão sendo retirados do mercado”, comentou.

(Agência Câmara Notícias)

Roberto Cláudio diz não ser super-herói, mas faz o melhor que pode

94 1

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-final-rc

O prefeito reeleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), afirmou, em clima de festa da vitória no comitê central de campanha (Bairro Cocó), que não é “um super-herói” para resolver, do dia para a noite, todos os problemas da cidade, mas ” ser um humano que faz o melhor que pode, com virtudes e defeitos.”

A declaração foi recebida de forma empolgada por militantes. Roberto Cláudio derrotou o Capitão Wagner, que usava a figura do “Capitão América” em sua campanha, com 678.847 votos (53,57% dos votos válidos).

Roberto Cláudio lamentou ter sido “ofendido” e “atacado” pelo seu adversário político, mas lembrou que , em nenhum momento, baixou o nível da campanha em respeito à população de Fortaleza.

Mas a noite também foi de agradecimentos. O prefeito reeleito agradeceu os apoios dos ex-governadores Ciro e Cid Gomes, do governador Camilo Santana, do seu vice, Moroni Torgan, e do presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho. Destacou o apoio da militância e prometeu corrigir o que está errado em sua gestão e continuar tocando projetos importantes para Fortaleza nos planos da educação, saúde e mobilidade urbana.

Roberto Pessoa diz que Célio Studart usou da coligação e sumiu no apoio a Capitão Wagner

foto-roberto-pessoa-e-celio-studart

Para o presidente de honra do PR, Roberto Pessoa, o advogado e vereador eleito por Fortaleza, Célio Studart (SD), usou a oposição da coligação PR/SD para se promover e depois sumir da campanha de Capitão Wagner, neste segundo turno.

Segundo Roberto Pessoa, em debate na noite deste domingo (30), na TV Diário, Célio Studart tirou proveito da força política de Capitão Wagner, no primeiro turno, mas sumiu logo após o resultado da eleição para a Câmara Municipal de Fortaleza.

De acordo ainda com Roberto Pessoa, a coordenação de campanha de Capitão Wagner foi informada que o vereador eleito teria ido a São Paulo, quando foi surpreendida com foto de Studart em apoio a Roberto Cláudio.

Pessoa disse que a coordenação acionou o deputado federal Genecias Noronha (SD-CE), que seria padrinho político do advogado, e pediu explicações da atitude do vereador eleito. Pessoa afirmou que Célio Studart retirou o apoio a Roberto Cláudio, mas também em nada ajudou a Capitão Wagner.

Capitão Wagner se diz vitorioso e acena para 2018

118 5

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-final-cw

O candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, se diz vitorioso neste segundo turno, na noite deste domingo (30), ao apontar um crescimento no número de votos. Ao afirmar que não tem medo da disputa eleitoral, Capitão Wagner acenou para uma campanha majoritária em 2018, quando disse que está para o que der e vier.

Sobre a derrota em Fortaleza, Capitão Wagner lamentou o poder econômico do adversário e garantiu não estar arrependido das acusações que fez a Roberto Cláudio.