Blog do Eliomar

Últimos posts

25 Anos – Dom José Antônio ganhará homenagem da Assembleia Legislativa

domjosenatonio

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio de Aparecido Tose, será homenageado, às 19 horas desta segunda-feira, pela Assembleia Legislativa. Ele ganhará sessão especial por conta dos seus 25 anos da ordenação episcopal.

A solenidade foi requerida pelos deputados Carlos Matos (PSDB), Evandro Leitão (PDT) e Walter Cavalcante (PP) e aprovado pela Mesa Diretora da Casa.

Na ocasião, dom José Antonio receberá uma placa comemorativa do Poder Legislativo em reconhecimento ao jubileu de trabalho, amor e doação ao Ceará. Além do arcebispo de Fortaleza, foram convidados representantes da Igreja Católica do Ceará, representantes dos diversos organismos da Arquidiocese de Fortaleza e sociedade civil.

25 anos de episcopado

O lema de episcopado do arcebispo de Fortaleza remete a uma frase da Virgem Maria dita na resposta ao anjo Gabriel, “Fiat Volutas Tua” (Seja feita a Tua vontade). A expressão evoca o total abandono nas mãos de Deus e em Sua vontade. Em mensagem ao arcebispo pela data, o Papa Francisco destaca as obras realizadas na vinha do Senhor, suplicando a Deus que o bispo sempre se lembre de receber o Verbo de Deus em si mesmo.

Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques foi nomeado arcebispo metropolitano de Fortaleza pelo Papa João Paulo II, em 13 de janeiro de 1999. Nesses dezessete anos de governo episcopal na arquidiocese de Fortaleza, Dom José realizou inúmeras ações de evangelização, como por exemplo, visitas pastorais, o projeto do dízimo, a criação do Fórum dos Movimentos Eclesiais e a nomeação de presbíteros.

O arcebispo liderou ainda movimentos importantes da Igreja Católica como a Caminhada com Maria, declarada patrimônio cultural imaterial do Brasil.

(Foto – Paulo MOska)

Governo federal demitiu 6 mil servidores por envolvimento em corrupção

O governo federal expulsou aproximadamente 6 mil agentes públicos por envolvimento em atividades contrárias à Lei nº 8.112/1990 (Regime Jurídico dos Servidores). O dado consta do último levantamento realizado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), divulgado hoje (10).

O relatório registra que, de 2003 a setembro de 2016, já foram aplicadas 5.043 demissões; 467 cassações de aposentadorias; e 532 destituições de ocupantes de cargos em comissão. Os dados não incluem empregados de estatais como a Caixa Econômica Federal, dos Correios e da Petrobras.

Segundo o ministério, o principal fundamento das expulsões foi a comprovação da prática de atos relacionados à corrupção, com 4.013 das penalidades aplicadas ou 65,4% do total.

Já o abandono de cargo, a inassiduidade ou a acumulação ilícita de cargos são motivos que vêm em seguida, com 1.395 ocorrências. Também figuram entre as razões que mais afastaram servidores proceder de forma desidiosa (ociosa) e participação em gerência ou administração de sociedade privada.

(Agência Brasil)

Setor têxtil vive situação de estabilidade, diz Abit

13 DE ABRIL DE 2016 - Empres·rio ivan Bezerra Filho, controlador da TBM e vice-presidente da Ind˙stria de Tecelagem. - negocios - 14ne0124 - JOSE MARIA MELO

O setor têxtil vive situação estável, segundo o vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), o cearense Ivan Bezerra Filho.

Ele diz que o dólar se acalmou em termos de oscilações e que  a concorrência chinesa arrefeceu, mas não adiantou números.

Houve também queda no ritmo do desemprego no segmento, de acordo com Ivan Bezerra Filho, que  é diretor da Têxtil Bezerra de Menezes, uma das maiores no Ceará.

 

Justiça afasta de novo prefeito de Madalena

O juiz substituto titular da Comarca de Madalena, Rogaciano Bezerra Leite Neto, determinou, na última quinta-feira (06), um novo afastamento cautelar do prefeito do Município de Madalena, Zarlul Kalil Filho. Dessa vez, por 65 dias, a partir da última sexta-feira (07).

A determinação atende, em parte, o pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da Promotoria de Justiça da Comarca de Madalena, que solicitou o afastamento do prefeito por 90 dias, sendo restituído o prazo de decisão anterior, estabelecido no dia 21 de maio de 2015 e suspenso no dia 18 de junho de 2015, quando o gestor retornou à Prefeitura em cumprimento à decisão da relatora do recurso de Agravo de Instrumento interposto por Zarlul Kalil Filho ao Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE).

Zarlul Kalil Filho e todos os secretários municipais de Madalena foram afastados dos cargos em novembro de 2014, como medida da operação “Caixa Preta”, que investigava fraudes em licitações realizadas pelo Município em 2013 e 2014 e que somam quase R$ 7 milhões. O prefeito deveria ter se mantido afastado por mais 90 dias, a contar do dia 25 de maio deste ano, quando se encerrava o período de 180 dias do primeiro afastamento. Na época, o MPCE solicitou a prorrogação do prazo por conta de graves denúncias dando conta de que os referidos gestores, embora afastados, continuavam exercendo influência política e ameaças em desfavor de pessoas que se opõem ao retorno deles aos cargos, incluindo agentes políticos.

O magistrado Rogaciano Bezerra Leite Neto explica na decisão prolatada na última quinta-feira (06/10) porque descontou os 25 dias que o prefeito de Madalena esteve afastado em 2015 do pedido de 90 dias do MPCE, determinando afastamento de 65 dias. “A decisão interlocutória de segundo grau que concedeu efeito suspensivo ao Agravo de Instrumento, determinando o retorno do Prefeito Zarlul Kalil Filho ao cargo, somente suspendeu os efeitos da decisão, não a anulou, de forma que entendo que o prazo não deve ser restituído integralmente.”

(Site do MP-CE)

Draúzio Varella falará na Fiec sobre prevenções

drauzio_varella

O médico Dráuzio Varella falará nesta segunda-feira, às 18 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec). Ele abordará o tema “Outubro Rosa e Novembro Azul: Precisamos tocar nestes assuntos”.

Drauzío vai expor a necessidade das campanhas de conscientização contra o câncer de mama (Outubro Rosa) e a próstata (Novembro Azul).

A palestra de Dráuzio Varella faz parte do Ciclo de Debates que a Fiec promove desde o primeiro semestre. Depois dele, o próximo conferencista é o ex-presidente do STF, Ayres de Brito, que falará sobre o cenário do País dia 17 próximo.

 

Prisão em segunda instância – Isso é justo?

Com om título “Luto no direito – O STF julgou para a plateia”, o advogado Leandro Vasques, mestre em Direito pela UFPE e presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública, lamenta decisão do Supremo que permite a prisão em segunda instância. Confira:

No último dia 5 de outubro, aniversário da nossa Constituição Federal, a maioria apertada de seis ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) resolveu dar-lhe um verdadeiro presente de grego: fulminando a literalidade do artigo 5º, inciso LVII, decidiu pela possibilidade do início de cumprimento da pena antes do trânsito em julgado de sentença penal condenatória confirmada em 2ª instância, isso é, ainda na pendência de recursos aos tribunais superiores.

O Conselheiro Federal da OAB e o Partido Ecológico Nacional (PEN) haviam ingressado com Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs 43 e 44), pleiteando que fosse reconhecida a constitucionalidade do artigo 283 do Código de Processo Penal, que, de acordo com a Constituição, prevê claramente a impossibilidade de início de cumprimento da pena na pendência de recursos. Embora a Constituição seja passível de reinterpretações ao longo do tempo, essas não podem extrapolar ou violar algo que o texto da norma traz como absolutamente evidente: que ninguém poderá ser considerado culpado antes do trânsito em julgado de sentença penal condenatória. Ora, como permitir que alguém comece a cumprir pena e, ao mesmo tempo, não seja considerado culpado? Não faz sentido. Não estamos falando que ninguém pode ser preso antes do trânsito em julgado da condenação. Para isso existe a prisão preventiva, por exemplo.

O que o STF fez foi expressão extremamente perniciosa do ativismo judicial, ao tomar para si a responsabilidade do Poder Legislativo, que deveria modificar a legislação de modo a simplificar o labirinto de recursos, que os ministros utilizaram como argumento para autorizar, maquiavelicamente, o início do cumprimento da pena nas masmorras penitenciárias brasileiras, ainda com a possibilidade de o indivíduo ter sua situação revista por um tribunal.

O Supremo está “julgando pra plateia” e a incauta plateia, desinformada, acha que a impunidade será enfrentada com a relativização da Constituição, quando na verdade bastariam reformar as leis infraconstitucionais para reduzirem os números de recurso. Lembremos que a luz ilumina, mas em excesso faz cegar e esse excesso interpretativo dos seis ministros do Supremo custará muito caro à nossa jovem republiqueta. Veja, sendo o STF a corte responsável justamente por velar pela vigência dos comandos de índole e dignidade constitucional é decepcionante assistir a esse descalabro. Diante desse dantesco cenário, espera-se, pois, que nossa gloriosa OAB Federal acione a Corte Interamericana de Direitos Humanos denunciando o espancamento de nossa Carta Magna pela própria Corte que tem a indeclinável missão de preservá-la.

*Leandro Vasques
leandrovasques@leandrovasques.com.br
Advogado Criminal, Mestre em Direito pela UFPE e Presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública.

“Minha Casa, Minha Vida” – Sinduscon/CE vai entregar neste ano 30 mil unidades

robetosergio

Até fim deste ano, as construtoras do Ceará vão entregar 30 mil unidades do “Minha Casa, Minha Vida”. A informação é do diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado (Sinduscon), Roberto Sérgio.

Ele adianta que mais unidades não vão ser entregues porque faltou financiamento. Nessa área, estão entrando bancos privados.

Mas, sobre o dinheiro do Programa Minha Casa, Minha Vida, disse está normalizado e que as parcelas – não estimou valores, estão sendo liberadas.

 

Secretários da Assistência Social divulgarão nota contra a PEC 241

O Fórum Nacional dos Secretários de Estado da Assistência Social (Fonseas) vai emitir um manifesto contrário a PEC dos gastos. O assunto foi discutido pelos secretários na última quinta-feira durante reunião da entidade, em Brasília.

A decisão de publicar o documento foi unânime. O manifesto é assinado pelo presidente do Fonseas, Josbertini Clementino, secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará.

A entidade alega que o congelamento de gastos públicos durante 20 anos vai comprometer toda a rede do Sistema Único de Assistência Social já instalado e a qualidade dos serviços oferecidos.

Outra preocupação é com a situação de vulnerabilidade de pessoas idosas e com deficiência que dependem da renda do Benefício de Prestação Continuada. O Fórum alega que o serviço pode ser comprometido.

Tirulipa anuncia “Trapalhões da Nova Geração”

tirulippa
Vem aí a versão “Os Trapalhões” do cinema. Formada pelos humoristas Tom Cavalcante, Tirulipa, Whindersson Nunes (considerado um fenômeno da internet) e o apresentador Danilo Gentilli (SBT),  iniciará filmagens em janeiro próximo.
A informação é de Tirulipa, adiantando que a ordem é reeditar o sucesso que foi o quarteto dos “Trapalhões” nas telinhas do País. “A gente quer dar uma versão nova dessa trupe. Dá pra gente fazer muita molecagem”, contou o humorista e palhaço, acrescentando que o grupo vem se reunindo quinzenalmente para fechar todo o projeto.
O objetivo é criar os trapalhões da nova geração, com direito a incursões pelas redes sociais. O primeiro filme deve sair ainda em 2017.
(Foto – Paulo MOska)

Decon de olho em empresas que cobram taxas na venda de ingressos

O DECON ajuizou uma Ação Civil Pública com pedido de liminar contra as empresas Bilheteria Virtual, Ingressando.com, TicMix e Ingressos Fortaleza por estarem cobrando taxas na venda de ingressos. A ação, que foi distribuída na última quinta-feira (06), na 34ª Vara da Comarca de Fortaleza, aguarda apreciação do Poder Judiciário.

Na petição, a secretária-executiva do DECON, promotora de Justiça Ann Celly Sampaio, requer a concessão, no prazo de 72 horas, da antecipação dos efeitos da tutela, determinando que as empresas deixem de, em até 30 dias, cobrar “taxa de conveniência” e/ou “taxa administrativa” (ou qualquer outra denominação dada) na venda de qualquer tipo de ingresso, por ser algo abusivo.

Ann Celly Sampaio solicita também que seja disponibilizado o acesso do consumidor ao ingresso de forma eficiente e gratuita, tanto no local do evento quanto no momento da compra, caso sejam diferentes, à escolha do consumidor, através da entrega do ingresso impresso. E que, ainda, se houver concordância do consumidor, que lhe seja oportunizada a impressão ou o salvamento dele em mídia digital.

Nos pedidos principais, Ann Celly Sampaio requer a condenação das empresas à devolução em dobro, com a devida correção monetária, dos valores cobrados indevidamente dos consumidores, até o momento do julgamento da demanda e condenação pelo dano moral coletivo, no valor mínimo de R$ 200.000,00, individual para cada empresa, corrigidos e acrescidos de juros.

A promotora de Justiça explica que a propositura da ação decorreu de Processo Administrativo instaurado para apurar a prática da cobrança da taxa pela empresa Bilheteria Virtual na venda dos ingressos para o show do cantor Roberto Carlos, realizado em abril deste ano, mas que, apesar dele ter sido instaurado em face da empresa Bilheteria Virtual, é possível constatar facilmente, através de simples consulta na internet, que as empresas Ingressando.com, TicMix e Ingressos Fortaleza, atuantes não só no Ceará mas em outros estados do país, também efetuam a cobrança da “taxa de conveniência” e/ou “taxa administrativa”.

Ann Celly Sampaio lembra que, apesar de ter sofrido pena de multa no dia 19 de agosto deste ano no valor de 8.333 UFIRCE em Decisão Administrativa prolatada pela Secretaria Executiva do DECON, a empresa Bilheteria Virtual continua efetuando a prática irregular, em desobediência ao Código de Defesa do Consumidor (CDC).

(Com MP/CE)

Vereador do PT se engaja à campanha do prefeito

acrisiosena

O PT liberou suas bases na campanha eleitoral deste segundo turno, mas há um vereador que já se engajou e vem cumprindo agenda com o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

É Acrísio Sena que, inclusive, foi o primeiro a ocupar o cargo de assessor especial de Acolhimento dos Movimentos Sociais criado no Governo Camilo Santana (PT).

Para Acrísio, o apoio ao pedetista ocorre por avaliar como positiva sua gestão, mas por observar também que o partido de Roberto Cláudio se opôs ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Mercado estima inflação em queda neste ano

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram a projeção de inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), para este ano, de 7,23% para 7,04%. Essa foi a quarta queda seguida na pesquisa Focus feita pelo BC e divulgada às segundas-feiras. Para 2017, a projeção passou de 5,07% para 5,06%.

As projeções estão acima da meta de inflação de 4,5% neste ano e em 2017. A estimativa para este ano ultrapassa também o teto da meta que tem que ser perseguido pelo BC: 6,5%. Para o próximo ano, o teto da meta é 6%.

Na última sexta-feira (7), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o IPCA ficou em 0,08% em setembro, o menor nível desde 1998, quando chegou a -0,22%. Com isso, o IPCA acumula taxa de 5,51% no ano. Em 12 meses, a taxa acumulada chega a 8,48%,

Controle da inflação

O principal instrumento usado pelo BC para controlar a inflação é a taxa básica de juros, usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic). Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação. Quando mantém a taxa, o Copom considera que ajustes anteriores foram suficientes para alcançar o objetivo de controlar a inflação.

Desde julho de 2015, os juros básicos estão em 14,25% ao ano, no maior nível desde outubro de 2006. As instituições financeiras mantiveram a projeção para a Selic em 13,75%, ao final deste ano, e em 11% no fim de 2017.

A projeção de queda do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, este ano, foi ajustada de 3,14% para 3,15%, este ano. Para 2017, a expectativa de crescimento segue em 1,30%.

(Agência Brasil)

Capitão Wagner fará carreata de quinta a domingo

carreattaa

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PR, Capitão Wagner, comandou carreata, nessa noite de domingo,  por vários bairros. Passou por Dom Lustosa, Genibaú e Conjunto Ceará. Em algumas paradas, Capitão Wagner conversou com populares e expôs suas propostas.

Ele aproveitou para anunciar uma novidade de sua campanha: “Vamos realizar uma caravana que vai passar por toda Fortaleza, iniciando na quinta-feira, passando pela sexta-feira, pelo sábado e indo até domingo, sem parar. Serão quatro dias rodando por todos os bairros de Fortaleza”, anunciou.

Capitão Wagner disse ainda que a mensagem de sua candidatura passará também a mostrar as falhas da atual gestão no tocante à prestação de serviços públicos, como a saúde, a educação e a infraestrutura.

(Foto – Divulgação)

 

Temer exonera ministros para que votem a PEC que limita gastos públicos

saidastemer

As exonerações temporárias dos ministros Bruno Araújo, do Ministério das Cidades, e Fernando Coelho Filho, do Ministério de Minas e Energia, estão publicadas na edição de hoje (10) do Diário Oficial da União.

As exonerações assinadas pelo presidente Michel Temer vão permitir que os dois ministros retomem seus mandatos de deputados federais para participarem da sessão da Câmara marcada para esta segunda-feira, quando será votada a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241 de 2016 que prevê um teto para os gastos públicos.

Confiante na aprovação da PEC, o governo espera contar com mais de 350 votos para garantir a proposta. A afirmação é do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, responsável pela articulação política do governo.

O ministro falou com a imprensa após jantar oferecido pelo presidente Michel Temer na noite desse domingo (9), no Palácio da Alvorada, a deputados que integram partidos da base aliada. Durante o jantar, o presidente pediu aos parlamentares apoio para a aprovação da proposta.

(Agência Brasil)

Quebra de sigilo de fonte – Precedente perigoso

Confira o Editorial do O POVO desta segunda-feira. Faz um alerta, em tom de denúncia, contra decisão da Justiça Federal de Brasília que quebrou sigilo de fonte de um colunista da revista Época. Confira:

Há uma frase que perpassa os tempos desde que os ideais democráticos passaram a determinar os rumos das civilizações que optaram pelos sistemas representativos baseados em eleições livres e nas liberdades civis: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”. Ou seja, sempre haverá ataques às liberdades e, por isso, é preciso que os democratas jamais relaxem a guarda.

Muitas vezes, os ataques às liberdades partem de leituras enviesadas das leis e do sistema que garante a liberdade de expressão. É evidente que o livre funcionamento da imprensa é um dos esteios da democracia. Uma das âncoras da liberdade de imprensa é a garantia de que o profissional do jornalismo terá o pleno direito de manter o sigilo de suas fontes visando resguardar o jornalista e os veículos de comunicação da sanha de vingança dos poderosos.

No entanto, recente decisão judicial no Brasil, se não for barrada, pode se concretizar em um duro golpe contra as liberdades e a democracia. A juíza Pollyana Kelly Alves, da 12ª Vara Federal de Brasília, autorizou no dia 17 de agosto a quebra do sigilo do colunista Murilo Ramos, da revista Época. O episódio se relaciona ao escândalo Swissleaks, a investigação internacional sobre lavagem de dinheiro da divisão suíça do banco HSBC.

Em fevereiro, a revista publicou reportagem sobre o Swissleaks e a consequente investigação por parte do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Coaf. Como a reportagem teve acesso a dados confidenciais do Coaf, a PF acabou entrando no caso. Nada demais se um pedido de quebra do sigilo do jornalista não tivesse sido atendido pela juíza.

A Associação Nacional dos Editores de Revistas, a Associação Nacional de Jornais e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão foram ágeis em chamar a atenção para o caso e repudiar a quebra do sigilo telefônico do jornalista. “A quebra do sigilo telefônico implica em gravíssima violação ao direito constitucional do sigilo da fonte e ao livre exercício da profissão de jornalista”, diz a nota assinada pelas entidades.

IX Evangelizar é Preciso terá posto do Hemoce

manzotti2

O IX Evangelizar é Preciso Fortaleza renovou a parceria com o Hemoce pelo terceiro ano consecutivo. No próximo dia 15, data do evento, haverá um posto de coleta que receberá os doadores, das 9 às 17 horas, no aterro da Praia de Iracema.

Padre Reginaldo Manzotti, a grande atração desse encontro de fé, falou sobre a parceria com o Hemoce: “Através de uma doação de sangue é possível salvar até três vidas. Esse simples gesto de amor é a chance de milhares de pessoas continuarem vivendo.”

A diretora-geral do Hemoce, Luciana Carlos, reforçou a importância da parceria com o IX Evangelizar é Preciso Fortaleza e destacou: “É com grande satisfação que o Hemoce renova essa parceria de união e sucesso que fortalece as doações de sangue e ajuda a salvar centenas de vidas.”

SERVIÇO

*IX Evangelizar é Preciso Fortaleza – Padre Reginaldo Manzotti
A partir do meio-dia, no Aterro da Praia de Iracema.

*Mais informações: 3466.2039
https://www.facebook.com/IXEvangelizarFortaleza/?fref=ts

FPM – Primeira cota de outubro será de R$ 2 bi

O primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês será de R$ 2.098.884.367,55 – sem considerar os recursos destinados ao financiamento da Educação. Ao considerar do porcentual do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), valores brutos, o montante a ser distribuído entre as Prefeituras, nesta segunda-feira, 10 de outubro, chega a 2.623.605.459,44.

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em termos nominais, o Fundo apresenta crescimento de 3,19% em comparação com o primeiro decêndio de outubro de 2015, sem considerar os efeitos da inflação. Quando se considera o impacto inflacionário, o decêndio apresenta redução expressiva de 4,09% no valor real dos repasses.

Do início do ano até agora, o FPM acumula R$ 62,604 bilhões, nominalmente. Pouco menos que o montante repassado no mesmo período do ano passado, de R$ 62,788. Nesse aspecto, os economistas da Confederação esclarecem que, em termos nominais, o somatório dos repasses reduziu 0,29%, e isso significa menos recursos no valor efetivamente transferido.

Bloco PSD/PMB – Encontro avaliará as eleições nesta segunda-feira

domingosneto

Domingos Neto preside o PSD cearense.

A partir das 8h30min desta segunda-feira, no Hotel Romanos,  em Messejana, o bloco PSD-PMB vai se reunir para avaliar as últimas eleições. O encontro congregará lideranças e traçará diretrizes e estratégias para o momento de transição de gestão.

Participarão da reunião os prefeitos atuais e os prefeitos eleitos e vice-prefeitos do bloco. Técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e representantes do Ministério Público estarão presentes para esclarecer aos gestores sobre a transição.

O governador Camilo Santana, segundo o presidente regional do PMSD, deputado federal Domingos Neto, fará o encerramento da reunião.

Bloco

O bloco PSD-PMB elegeu 22 prefeitos (três estão sub judice – está no segundo turno em Caucaia), 19 vice-prefeitos, 280 vereadores e se consolidou como a terceira maior força política do Estado.

No País, conquistou 8 milhões de votos, elegendo 529 prefeituras e 4.638 vereadores. O bloco tornou-se a terceira maior força do Brasil em número de prefeituras.

Nobel de Economia – Um britânico e um finlandês ganham o prêmio

O economista britânico Oliver Hart, 68 anos, da Universidade de Harvad, e o finlandês Bengt Holmström, 67 anos, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), foram premiados hoje (10) com o Prêmio Nobel de Economia por suas “contribuições à teoria dos contratos”. As informações são da agência Ansa.

Hart é britânico e professor da Universidade de Harvard e Holmström é finlandês e professor do MIT. O Nobel de Economia tem uma recompensa de 8 milhões de coroas suecas, equivalente a R$ 3.028.000.

“As novas ferramentas teóricas criadas por Hart e Holmstroem são valiosas para a compreensão dos contratos e instituições da vida real”, disse a Real Academia Sueca, em Estocolmo.

(Agência Lusa)

Camilo participará de reunião dos governadores sobre previdência dos Estados

governador-do-ceara-camilo-santana-48196

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O governador Camilo Santana (PT) vai participar, na próxima quinta-feira, em Brasília, de reunião que congregará todos os governadores. O objetivo é fechar uma proposta no âmbito da previdência dos Estados, hoje um sério problema para esses gestores.

O Ceará, por exemplo, triplicou seu déficit nos últimos dez anos. Pulou de R$ 399 milhões para mais de R$ 1,21 bilhão, no que o sinal amarelo já acendeu no quartel-general do controle de contas comandado pelas Sefaz e Seplag.

Com esse rombo, o Ceará é uma das 13 unidades da federação sem reservas para continuar bancando a despesa. Entre as saídas, entrou a possibilidade de elevar de 11% para 14% a contribuição dos servidores e também do Estado.