Blog do Eliomar

Últimos posts

BNB promoverá seminário sobre startups

“O Banco do Nordeste, por meio do Hub Inovação Nordeste (Hubine), promoverá nesta sexta-feira, às 14h30min, o seminário “A dor e a delícia de ser startup de sucesso no Nordeste”. O evento será oportunidade para troca de experiências e compartilhamento de iniciativas que se tornaram referências na região pelo sucesso obtido em seus empreendimentos.

Estarão presentes os representantes de startups Frederico Vasconcelos (empresa Joy Street), Marília Souto Maior de Lima (Silicon Reef), Renan Lima (Escribo), Delano Lima (Data Imobi), Kleisom Sabino (Usix Technology), Márcia Rats (WTI) e Vitor Rocha (Startup Brasil). Eles darão dicas de como inserir uma startup no mercado, os caminhos a serem percorridos, os desafios, além da identificação de ações necessárias para tornar o projeto um grande empreendimento.

As vagas são limitadas e gratuitas. As inscrições podem ser realizadas no site do Hubine (hubine.bnb.gov.br). O Hub Inovação Nordeste está localizado na sede administrativa do Banco, na Avenida Pedro Ramalho, 5.700, bairro Passaré, em Fortaleza.”

(Site do BNB)

Dia da Criança – Hemoce arrecada brinquedos

phoca_thumb_l_dia-das-criancas-hemoce-16

O Hemoce está arrecadando brinquedos para a campanha #Brincardefazerobem. As doações serão distribuídas para crianças carentes atendidas pelo ambulatório de coagulopatias hereditárias do órgão e mais duas ONG’s no próximo dia 18 de outubro.

Uma parte das doações ficará na brinquedoteca do Hemoce, onde serão usadas como elementos terapêuticos. Outra parte vai para as ONG’s Casa do Menor São Miguel Arcanjo e Casa Nosso Abrigo que atendem mais de 50 crianças em situação de vulnerabilidade social.

Onde doar

As doações podem ser feitas até o dia 15 de outubro na sede do Hemoce e nas centrais de atendimento Vapt Vupt. Confira endereços:

Hemoce (Avenida José Bastos, 3390 – Rodolfo Teófilo)
Academia DHL Fitness (Avenida Benjamim Barroso, 759 – Monte Castelo)
Vapt Vupt Messejana (Av. Jornalista Tomaz Coelho, 602 – vizinho ao terminal de Messejana)
Vapt Vupt Antônio Bezerra (Av. Mister Hull, S/N – vizinho ao terminal de Antônio Bezerra.

(Foto – Ilustrativo)

Endividamento das famílias cresce e atinge 58,2%

“O endividamento das famílias brasileiras aumentou 0,2 ponto percentual de agosto para setembro deste ano, atingindo 58,2%. Apesar do ligeiro crescimento, o resultado chega a ser 5,3 pontos percentuais inferior ao nível de endividamento das famílias há um ano. Em setembro de 2016 o nível era de 63,5%.

Os dados fazem parte da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada hoje (27) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Na avaliação do economista da CNC Bruno Fernandes, se por um lado “a manutenção das altas taxas de juros e a instabilidade do mercado de trabalho ampliaram o percentual de famílias com contas ou dívidas em atraso, tanto na comparação mensal como na anual”, por outro lado “a retração do consumo, em virtude da persistência da inflação e da contração da renda, além do elevado custo do crédito, explica a expressiva redução na comparação anual”.

Em setembro de 2015, o percentual das famílias com contas ou dívidas em atraso era de 23,1%, percentual que aumentou para 24,6% em setembro deste ano, depois de ter fechado agosto em 24,4%. Houve, portanto, aumento no percentual das famílias com contas ou dívidas em atraso tanto na comparação anual como na mensal, mantendo uma tendência de alta que vem desde o ano passado.

Inadimplência cresce

Os dados divulgados pela CNC indicam que o percentual de inadimplência é maior tanto na comparação mensal quanto na anual. Em agosto, o percentual era de 9,4%, passando a 9,6% em setembro, em ambos os casos números bem superiores aos 8,6% das famílias que se diziam inadimplentes em setembro de 2015.

Ou seja, que diziam não tinham como pagar dívidas adquiridas com cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguro.”

(Agência Brasil)

João Alfredo votará na Faculdade Farias Brito

99 2

eleicoes-2016-fortaleza-0918-psol-joao-alfredo

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSOL, João Alfredo, votará, no próximo domingo, às 10 horas, na Faculdade Farias Brito, que fica na Rua Castro Monte, 1364 – Varjota, seção 500.

Já a candidata a vice-prefeito, Raquel Lima (PCB), votará antes no Serviluz. Antes, na sede do PSOL, haverá um café da manhã.

(Foto – Divulgação)

MS anuncia incorporação de antirretroviral “inovador” a partir de 2017

“O Ministério da Saúde anunciou hoje (28) a oferta do antirretroviral Dolutegravir para cerca de 100 mil pacientes que vivem com HIV no Brasil. A previsão da pasta é que o medicamento comece a ser distribuído na rede pública em 2017. Inicialmente, o Dolutegravir será ofertado no Sistema Único de Saúde (SUS) a todos os pacientes que estão começando o tratamento e também a pacientes que apresentam resistência a antirretrovirais mais antigos.

De acordo com o ministério, o medicamento será incluído ao novo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas de Manejo da Infecção do HIV, que deve ser atualizado ainda este ano.

Atualmente, o esquema de tratamento das pessoas que vivem com HIV, na fase inicial, é composto pelos medicamentos Tenofovir, Lamivudina e Efavirenz, conhecido como 3 em 1. A partir de 2017, o Dolutegravir associado ao 2 em 1 (Tenofovir e Lamivudina) será indicado no lugar do Efavirenz.

Segundo a coordenadora do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Adele Benzaken, o Dolutegravir apresenta um nível muito baixo de efeitos adversos, aspecto considerado bastante importante para a adesão e o sucesso do tratamento contra o HIV.

“O acesso a medicamentos que trazem qualidade de vida faz com que as pessoas passem a utilizar a terapia antirretroviral e a viverem mais”, explicou.

A pasta informou ainda que, a partir de uma negociação com a indústria farmacêutica, o governo brasileiro conseguiu reduzir em 70% o preço do Dolutegravir – de US$ 5,10 para US$ 1,50. Segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a incorporação da droga não altera o orçamento atual do ministério.”

(Agência Brasil)

Diretora do FMI diz que Brasil dá “alguns sinais de melhora”

lagarde-1038

Ao fazer hoje (28) uma análise da economia mundial, a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, citou o Brasil e a Rússia como países que estão “mostrando alguns sinais de melhoria após um período de severa contração”. Ela disse que a economia mundial ainda apresenta uma série de fragilidades, mas acrescentou que as perspectivas das economias emergentes e em desenvolvimento “merecem um otimismo cauteloso”.

Em palestra na escola Kellogg de Administração, na Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, Christine disse que as economias emergentes, que lideram a recuperação mundial desde a crise financeira de 2008, vão continuar contribuindo com mais de três quartos do crescimento global este ano e também em 2017.

A diretora do FMI disse que a China, que é um dos sustentáculos desse crescimento das economias emergentes, vem trabalhando nos últimos anos para equilibrar a expansão de sua indústria como a área de serviços e tem reorientado o seu foco para o consumo interno. Isso, de acordo com Lagarde, vai permitir o desenvolvimento sustentável do país, mesmo com crescimento mais lento. Lembrou que esse crescimento lento é ainda “robusto” porque significa uma expansão anual de 6% para o país.

Índia faz reformas significativas

Christine Lagarde destacou, também, o exemplo da Índia, que “também está embarcando em reformas significativas” em sua economia, o que permite que o país cresça a uma taxa de 7% ao ano.

Para a diretora do FMI, o lado ruim – para as economias em desenvolvimento – é que os países exportadores de commodities ainda estão sendo duramente atingidos pelos preços baixos, enquanto os países do Oriente Médio “continuam a sofrer com os conflitos e com o terrorismo”.

Segundo Lagarde,, levando-se em conta os pontos positivos e negativos da economia mundial, os países ainda vão enfrentar durante muito tempo os problemas decorrentes do baixo crescimento. Ela acrescentou que os pontos positivos hoje beneficiam “muito poucos”.

(Agência Brasil)

Etufor reforçará transporte coletiva no dia do voto

De olho nas eleições dese domingo, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) reforçará a frota de ônibus. Todo o sistema de transporte coletivo vai operar com a frota de sábado, com cerca de 1430 ônibus, em torno de 70% do dia útil.

A programação especial envolverá 122 linhas que serão reforçadas, com aumento de frota ou operação de dia útil. O reforço depende das demandas a partir da localização dos maiores colégios eleitorais da cidade de Fortaleza.

A operação de reforço terá início às 7 horas e previsão de encerramento para as 17 horas.

Tarifa social

*Os passageiros poderão contar também com a tarifa social, onde a passagem passa a ser R$ 2,15 (inteira) e R$ 1,00 (meia).

Alvo de críticas, Temer telefonou para Faustão

115 2

faustaod

“Michel Temer telefonou para o apresentador Fausto Silva. Explicou-lhe as razões que o levaram a baixar a reforma do ensino médio por meio de medida provisória. Fez isso depois que Faustão criticou o governo, em timbre cáustico, no seu programa dominical. “Essa porra desse governo nem começou, não sabe se comunicar e já faz a reforma sem consultar ninguém”, dissera Faustão.

Indignado com a interpretação segundo a qual a educação física deixaria de ser uma disciplina obrigatória no ensino médio, Faustão batera abaixo da linha da cintura: ”Então, o país que mais precisa de educação faz uma reforma com cinco gatos pingados que não entendem porra nenhuma, que não consultam ninguém e aí, de repente, tiram a educação física, que é fundamental na formação do cidadão!”

Na conversa telefônica, Temer esclareceu a Faustão que as mudanças no ensino médio vinham sendo debatidas há vários anos. Disse que não é verdadeira a versão de que a educação física foi excluída do currículo. Explicou que a flexibilização do currículo será definida na Base Nacional Curricular, a ser amplamente debatida por especialistas no ano de 2017.

Temer declarou, de resto, que os resultados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgados recentemente, revelaram um desempenho sofrível dos estudantes brasileiros. Daí a decisão do governo de apressar o debate, editando uma medida provisória. O presidente se comprometeu a enviar para Faustão explicações do Ministério da Educação.

A conversa aconteceu na segunda-feira (26). Foi amistosa. Durante o telefonema, Faustão recordou seus tempos de repórter, na década de 1980, quando Temer foi secretário de Segurança de São Paulo. Lembrou de tê-lo entrevistado nessa época.”

(Blog Josias de Sousa)

Guarda Municipal – Armar é argumento meramente eleitoreiro

Com o título “Guarda Municipal: armá-la ou não?”, eis o artigo do advogado criminalista Leandro Vasques, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Ele deixa claro: “Guarda Municipal, conforme a Constituição Federal, tem por missão proteger bens, serviços e instalações do Município.” Confira:

É inegável que sofremos uma escalada brutal dos índices de violência, notadamente em Fortaleza, que segue em destaque no ranking das cidades mais violentas do planeta. São inadiáveis as políticas de Estado – e não apenas de governo – que enfrentem a raiz dessa problemática. De tempos em tempos, principalmente após crimes de grande repercussão midiática, observamos uma intensificação das vozes que proclamam o enrijecimento das leis como solução milagrosa contra a criminalidade.

Foi assim com o surgimento da Lei 8072/90, a polêmica Lei dos Crimes Hediondos (deflagrada no crepúsculo dos anos 1980 após a extorsão mediante sequestro do empresário Abílio Diniz), que tornou mais severo o tratamento penal a certos crimes considerados mais graves. Não estamos afirmando que as leis precisam ser suaves, mas acreditar que os números da violência diminuirão milagrosamente com a edição de uma lei é ingenuidade. A simples inflação legislativa que tem embrutecido nosso ordenamento jurídico não tem o condão de reduzir a criminalidade.

Sobre armar a Guarda Municipal como fórmula para a diminuição da violência, é importante esclarecer que o discurso que se nutre do medo da sociedade, ao mesmo tempo em que o fomenta, não deve ser aplaudido – muito menos deve render dividendos eleitorais a quem o profere. A Guarda Municipal, conforme a Constituição Federal, tem por missão proteger bens, serviços e instalações do Município. A segurança pública em seu aspecto convencional é realizada pelas Polícias Militar e Civil, ambas de responsabilidade do Estado e, convenhamos, o treinamento a essas polícias já não é dos mais elogiáveis, quiçá o “treinamento” que se destinaria a uma Guarda armada.

Dessa forma, embora se reconheça a existência de lei que autorize o porte de arma para esses profissionais, pregar a ampliação das atribuições da Guarda Municipal, além de possuir polêmica sobre sua inconstitucionalidade, data vênia, constitui argumento de fundo meramente eleitoreiro. Considerando o efetivo atual da Guarda Municipal de Fortaleza, armá-la seria colocar nas ruas, no máximo, 2.700 agentes armados – e com a limitada função de proteger bens, serviços e instalações do Município. Para verificar o curto alcance da proposta de armar a Guarda, basta ver que nos últimos anos houve maciço investimento na Polícia Militar, com aumento considerável no seu efetivo, e os números da violência não sofreram redução substantiva.

Assim, armar ou não a Guarda Municipal não é ponto relevante para o enfrentamento da criminalidade nas metrópoles. Há outras atribuições da Prefeitura que podem ser incrementadas para haver mudanças efetivas e duradouras nesse panorama, como a adoção de vídeo-monitoramento nas vias públicas e nos coletivos com a Guarda Municipal ajustada numa fina sintonia com a Polícia Militar, a edificação e manutenção de praças, o cuidado permanente com a iluminação pública de logradouros e praças e o permanente e maciço investimento em escolas, esporte, lazer e bibliotecas, o que contribuirá para a construção de uma cidadania sólida em nossa Cidade.

*Leandro Vasques

leandrovasques@leandrovasques.com.br
Advogado criminal, mestre em Direito pela UFPE, conselheiro da Escola Nacional da Advocacia e vice-presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública.

Secretário afirma: Abastecimento d’água está garantido até abril de 2017

foto francisco teixeira ministro

O secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, afirmou, nesta quarta-feira,a estar surtindo efeito o plano de segurança hídrica desenvolvido pelo Governo para garantir o abastecimento de água no Estado. Por isso, ele assegura, o Ceará está cumprindo as metas que garantem reservas suficientes até meados de abril de 2017. O Estado, então, fica esperando as chuvas do começo do ano para evitar “medidas mais drásticas”, como o racionamento.

Francisco Teixeira credita o resultado a obras realizadas pelo Governo do Estado como o sistema de reuso de águas das Águas de Lavagem de Filtros da Estação de Tratamento de Água (ETA) Gavião, que economiza, diz, 300 litros por segundo. Ele também destaca que o Estado consumiu, em dados de agosto último, 11% a menos de água se comparado com 2014.

Segundo o titular da SRH, isso é reflexo do plano de contingência adotado pela pasta, que já economizou, só na unidade familiar, 8% com a tarifa extra. A contingência na distribuição da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) também influenciou na economia, afirma.

Teixeira também destacou já ter sido acionado a estação de bombeamento emergencial de água do Rio Pacoti para o riacho Gavião. Ele ainda estima para até 15 de outubro próximo a inauguração do sistema de captação de água no açude Maranguapinho, onde se espera reaproveitar cerca de 200 litros por segundo. “Estamos trabalhando no sentido de não precisar de racionamento”, diz.

As declarações foram concedidas pelo secretário na manhã desta quarta-feira, 28, no Aeroporto Internacional Pinto Martins. O secretário embarcava para Brasília (DF), onde tem reuniões durante todo o dia na Agência Nacional de Águas (ANA). Pela manhã, ele debate com a diretoria da ANA a situação hídrica do Nordeste. Mais tarde, será debatido o modelo de gestão de recursos hídricos no País, com a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

*Clique aqui e ouça na íntegra a entrevista do secretário Francisco Teixeira

Empresários da indústria retomam otimismo

“Os empresários do setor da indústria de transformação retomaram o otimismo quanto à possibilidade de um crescimento das atividades nos próximos meses, revertendo o comportamento de desânimo manifestado em agosto último.

É o que mostra o Índice de Confiança da Indústria (ICI), relativo a setembro, com alta de 2,1 pontos ante uma queda de 1 ponto em agosto, passando de 86,1 para 88,2 pontos. A marca foi a mais elevada desde julho de 2014 (88,8).

O ICI avalia a percepção dos empresários em relação aos negócios atuais e, no médio prazo (seis meses), por meio da Sondagem da Indústria de Transformação feita pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). Entre 5 e 23 de setembro, foram ouvidos dirigentes de 1.122 companhias. De um total de 19 segmentos, 12 indicaram melhoria nas avaliações tanto em relação ao momento atual quanto no quadro previsto para daqui a seis meses.

O Índice de Expectativas (IE) avançou 2,5 pontos e atingiu 89,8 pontos, o maior desde junho de 2014 (90,3 pontos). Já o Índice da Situação Atual (ISA) aumentou 1,5 ponto, alcançando 86,7 pontos, o maior desde janeiro de 2015 (88,4 pontos).

A pesquisa mostra que, em relação ao momento presente, o resultado foi influenciado pelo nível dos estoques. A proporção dos entrevistados que consideraram os estoques excessivos teve queda, passando de 14,1% para 12,7%. Ao mesmo tempo aumentou de 5,4% para 7,1% a parcela dos que avaliaram os estoques como insuficientes. Este foi o maior índice desde maio de 2013 (7,3%).”

(Agência Brasil)

IJF – Novos médicos concursados são convocados

ijfcentro

O Instituto Dr. José Frota (IJF) fará na próxima sexta-feira, às 9 horas, em seu auditório, ato de contratação de 17 novos médicos, selecionados no último concurso público promovido pelo hospital em 2015. À frente, estará o superintendente do IJF, Walter Frota, a secretária de Saúde de Fortaleza, Socorro Martins, e o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Phillipe Nottingham.

Com a convocação, o contingente de profissionais da principal unidade de urgência e emergência da rede de saúde da Prefeitura de Fortaleza será reforçado nas especialidades de Radiologia, Neurocirurgia, Medicina Intensiva (Adulto e Pediátrico), Cirurgia Cardiovascular, Pediatria e Anestesiologia.

Novo certame

Nos próximos dias 9 e 16 de outubro ocorrem as primeiras etapas dos concursos para contração de 183 novos servidores, de nível médio e superior, do Instituto Dr. José Frota (IJF). Os editais 97 e 98 de 2016 disponibilizam vagas para: Assistente Social (9), Cirurgião-dentista (2), Enfermeiro (16), Farmacêutico Hospitalar (3), Farmacêutico Bioquímico (1), Fisioterapeuta (12), Nutricionista (2), Terapeuta Ocupacional (2), Técnico de Enfermagem (115), Técnico de Laboratório em Análises Clínicas (02) e Técnico em Radiologia (19).

 

Grupo do Ceará participa do 44º Congresso da ABAV

casablanca

Casablanca: Jane Durand, Renan Silva, Rose Rangel e Suane Lima.

O Ceará está participando, em São Paulo, do 44º Congresso das Agências de Viagem (ABAV). O evento vai se estender até sexta-feira, na Expo Center Norte, debatendo o cenário econômico do País e as perspectivas do setor turístico nacional.

O presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem (ABAV0, no Ceará, Eliseu Barros, e o vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), regional Ceará, Régis Medeiros, participam do congresso.

Entre várias agências cearenses que mandaram suas delegações para o evento está a Casablanca Turismo, a maior do ramo corporativo no Nordeste. À frente, o gerente da Casablanca do Iguatemi, Renan Silva.

SERVIÇO

*Mais sobre a o Congresso da ABAV aqui.

(Foto – Paulo MOska)

Papa visitará áreas atingidas por terremoto na Itália

foto papa francisco

“O Papa Francisco confirmou hoje (28) que visitará as áreas atingidas pelo terremoto de 24 de agosto na região central da Itália, embora não tenha definido uma data. Segundo o prefeito de Ascoli Piceno, Guido Castello, o líder da Igreja Católica disse que só não fez a viagem ainda para não atrapalhar as operações de resgate.

Ao lado de Aleandro Petrucci, prefeito de Arquata del Tronto, que teve um distrito devastado pelo tremor, Castello participou da audiência celebrada nesta quarta-feira pelo Papa no Vaticano, assim como cerca de mil fiéis da província de Ascoli Piceno, onde morreram 50 das 298 vítimas do terremoto.

O município mais atingido pelo terremoto foi Amatrice, na província de Rieti, com 237 mortos. Passado pouco mais de um mês da tragédia, 2.109 pessoas continuam alojadas em tendas e hotéis providenciados pelo governo.”

(Agência ANSA)

Eleições em Barbalha – Fernando Santana faz promessas para a juventude

fenandosantana

O candidato a prefeito de Barbalha pelo PT, Fernando Santana, prometeu, durante comício, nessa noite de terça-feira, no distrito de Cabeceiras, trabalhar pela geração de emprego e renda para a juventude desse município da Região do Cariri.

Fernando Santana, antes do evento, realizou caminhada com movimentos da juventude e da cultura, no que fez discurso: “É muito gratificante ver que essa juventude está com a nossa coligação. Vou trabalhar dia e noite para gerar emprego e renda para os jovens daqui e de toda nossa Barbalha”, reforçou.

Antes do comício, uma carreata com pelo menos 500 motos e 100 carros, segundo o PT, partiu da Cirolândia, onde foi realizada a caminhada da Juventude e da Cultura, até Cabeceiras.

(Foto – Divulgação)

PF deflagra 2ª fase da Operação Expresso 150

A Polícia Federal está cumprindo, nesta quarta-feira, em Fortaleza, nove mandatos de busca e apreensão e mais 24 mandados de condução coercitiva expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. As medidas visam aprofundar apuração em torno do esquema de venda de liminares do Tribunal de Justiça do Estado.

Quatorze advogados foram alvos da operação e dois desembargadores da ativa e um aposentado, de acordo com a Polícia Federal. As buscas acontecem nos escritórios de advogados e em gabinetes do TJ. O ministro Herman Benjamin, do STJ determinou a operação.

Segundo a PF, os núcleos criminosos foram revelados a partir da analise dos materiais apreendidos na 1ª fase da Operação Expresso 150, deflagrada em junho de 2015. A alusão ao número 150 seria o valor cobrado por liminares despachadas em plantões do Judiciário cearense.

Além de mandados de busca e apreensão, houve também determinação do bloqueio de contas de um desembargador aposentado e um advogado envolvido no caso. Um total de 110 policiais federais participou da operação.

Todos os investigados, segundo a Corporação, deverão prestar depoimento e, em seguida, ser liberados.

Sem ter medo da doação de órgãos

Com o título “Transplantes e doação de órgãos no Ceará e no Brasil: vamos bem?”, eis artigo do médico Juan Mejia, coordenador do Serviço de Transplantes de Coração do Hospital de Messejana. Para ele, não adianta só a família doar, mas garante o funcionamento adequado do órgão no transplantado. Confira:

Nos últimos anos, os índices relacionados à doação de órgãos no Brasil apresentavam ascensão. Os números melhoravam de forma surpreendente. Em 2007, tínhamos um índice de doação de órgãos por volta de 6,5 por milhão de habitantes. Em 2015, este número já era de 15 doações por um milhão de habitantes. Era um resultado interessante, porque mostrava um trabalho contínuo e sustentável em relação a este tratamento tão importante, o transplante, como parte do tratamento das doenças em fase avançada, dos diferentes órgãos.

Mesmo assim, naquela época, chamávamos atenção para um fator: embora o número de doações de órgãos crescesse, isso não refletia num aumento efetivo no número de transplantes dos órgãos intratorácicos, principalmente do transplante cardíaco. Existia uma desconexão entre esse aumento real das doações e a falta de um aumento efetivo do transplante cardíaco. Para termos uma ideia, de um número total de doadores efetivos no Brasil, apenas 10% são utilizados para o transplante cardíaco e 5% para o transplante pulmonar. Eram, e continuam sendo, situações que nos preocupam.

Também nos preocupa a baixa efetivação das doações de órgãos em relação ao número de notificações de casos de pacientes com morte encefálica. De janeiro a junho de 2016, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde apresentados pela Revista da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), foram notificados no Ceará 298 casos de pacientes com morte cerebral, com todo o potencial para a doação de órgãos e tecidos. Desses, apenas 102 viraram doadores. E desses 102, apenas 14 foram doações de coração, que foram transplantados. Ou seja, nossa taxa efetiva de doação de coração é de 14%. Nos EUA, esta taxa é de 40%.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza que deveríamos ter entre 6 a 8 transplantes cardíacos para cada grupo de um milhão de pessoas. A média brasileira é de 1.5, e, no Ceará, com uma Central de Transplantes atuante, este índice é de 3.4.

O Ceará e o Brasil estão muito longe de atingir bons números quando o assunto é doação de órgãos. Isso acontece por causa da negativa familiar para a doação de órgãos, das condições de saúde adequadas do doador e da falta de estrutura do nosso sistema de saúde. Isso é muito preocupante!

E como poderíamos melhorar estes índices de aproveitamento de doadores, preferencialmente para o transplante cardíaco? O transplante cardíaco precisa de uma seleção exigente em relação às características do doador. Não adianta só a família doar. Precisamos ter certeza de que este órgão funcionará adequadamente quando implantado no peito de um receptor que aguarda por este órgão. No Brasil, à exceção de São Paulo, temos uma carência em relação à transmissão de informações relacionadas à situação clínica dos doadores. É preciso saber a respeito do doador: pressão, temperatura, exames de laboratório, imagens, ecocardiografia, para poder saber se este órgão poderá ser retirado para ser muito bem aproveitado, e não provocar uma situação de risco para o paciente que precisa do transplante.

Por isso, precisamos de um sistema de transferência de dados on-line para todo o Brasil, para todas as equipes de transplantes do País, que deveriam estar conectadas em rede. Esta é uma reivindicação não só do Ceará, mas um desejo de todas as equipes de transplantes de todos os estados do Brasil.

*Juan Mejía

mejia.juanc@gmail.com
Cirurgião cardiovascular; coordenador cirúrgico do Serviço de Transplantes de Coração do Hospital de Messejana.