Blog do Eliomar

Últimos posts

Prefeitura de Maracanaú abre inscrições para estagiários de nível técnico e superior

A Prefeitura de Maracanaú ( Região Metropolitana de Fortaleza) está com vagas abertas para a contratação de estagiários de nível técnico e superior. Há vagas para estagiários da área de técnico de Administração e para estudantes de nível superior dos cursos de Pedagogia e Direito, que estiverem cursando a partir do 3º semestre. Os estudantes de nível técnico em Administração serão encaminhados a uma unidade básica de saúde, na qual serão responsáveis por alimentar o sistema de atendimento E-sus.

A remuneração para os estudantes técnicos é de R$420,06, enquanto o valor para os estagiários de nível superior varia entre R$441,26 e R$481,00. A carga horária a ser cumprida é de 20 horas semanais.

SERVIÇO

*Para concorrer às vagas, os interessados devem se inscrever pelo site do Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE: http://www.ciee.org.br. (Sabrina Vieira)

Jornal terá de indenizar Sarney por danos morais

A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve em R$ 40 mil o valor de indenização por danos morais que um jornal do Maranhão terá que pagar ao ex-senador José Sarney (PMDB) por danos morais. Em 2010, ao divulgar matérias sobre a atuação de Sarney como ex-presidente da República e ex-presidente do Senado Federal, o Jornal Pequeno retratou Sarney como “capacho da ditadura e dos militares golpistas”, “velho coronel”, “figura minúscula” e que o político “mente compulsivamente”.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal manteve a sentença que havia fixado em R$ 10 mil o valor da reparação, considerando que houve divulgação ofensiva à reputação do ex-senador, capaz de abalar sua credibilidade e sua imagem pública.

No STJ, contudo, o ministro Luis Felipe Salomão, em decisão monocrática, aumentou a reparação para R$ 40 mil, por entender que o valor fixado nas instâncias ordinárias era irrisório. Segundo ele, a indenização deve evitar o enriquecimento sem causa da vítima da ofensa e fazer o réu deixar de praticar novos atos ilícitos.

O jornal recorreu do aumento alegando não ser possível o aumento do valor sem revolver fatos e provas. Além disso, afirmou que passa por dificuldades financeiras e que, por isso, deveria ser mantido o valor de R$ 10 mil fixado inicialmente.

O pedido foi negado pela 4ª Turma do STJ, que seguiu o voto do ministro Salomão. Considerando a capacidade financeira do jornal, “a qualidade da pessoa pública do ofendido e o fato de a reportagem ter sido veiculada na rede mundial de computadores”, os ministros mantiveram o valor da reparação em R$ 40 mil.

Conforme esclareceu Salomão, tal valor atende os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade, “evitando o indesejado enriquecimento sem causa, sem, contudo, ignorar o caráter preventivo e pedagógico inerente ao instituto da responsabilidade civil”. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas promove evento motivacional para servidores e clientela


A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas promoverá, a partir das 15 horas desta quinta-feira, 23, uma palestra motivacional voltada para servidores e usuários da Rede de Atenção psicossocial (Raps). A conferência será proferida por Wander Franco, profissional formado em Administração e especialista em Direito Tributário e Administração Pública.

Marcelo Uchoa, titular da SPD, afirma que quer, com essa palestra, contribuir com “a boa ambiência profissional interna da secretaria, corroborar com a humanização no atendimento da Raps e distribuir motivação a quem quer superar o uso problemático de drogas lícitas ou ilícitas”.

Sisu 2017 – UFC convoca chamados da 3ª convocação de suplentes

A Universidade Federal do Ceará está convocando 55 candidatos suplentes (https://goo.gl/4XcI5g) para ocupar vagas oriundas de desistências e cancelamentos de matrículas em seus cursos de graduação. Os convocados têm sua solicitação de matrícula realizada automaticamente, mas deverão, obrigatoriamente, comparecer à coordenação do seu curso para fazer a ativação da matrícula e garantir a vaga, independentemente do semestre em que estejam alocados. O prazo máximo para fazer isso é de três dias úteis após a data da publicação da lista com seu nome. Ou seja, o estudante convocado nesta quarta-feira (22) precisará cumprir essa etapa até segunda-feira (27).

Na ativação de matrícula, na coordenação de curso, o estudante deverá mostrar documento de identificação oficial com foto (RG, por exemplo) e assinar duas vias do termo de ciência (uma delas ficará com o estudante, e a outra será retida na coordenação).

Esse procedimento também pode ser feito por procurador legalmente reconhecido. Nesse caso, será necessário apresentar o original da procuração e fotocópias autenticadas de documentos de identificação oficiais com foto do candidato e do procurador. Após a ativação da matrícula, os selecionados para o primeiro semestre devem iniciar imediatamente suas atividades letivas.

Já os candidatos alocados no segundo semestre terão de cumprir mais uma etapa: a Confirmação Presencial de Matrícula, em 3 ou 4 de agosto, na coordenação de curso. O semestre letivo 2017.2 terá início no dia 14 de agosto. Todas as vagas não ativadas voltarão para o Banco de Suplentes, podendo ser ocupadas por outros candidatos na convocação seguinte.

Cotas

O suplente convocado a uma vaga de cota terá sua documentação complementar de cota verificada. O resultado da análise será divulgado no dia 29 de março no site da Coordenadoria de Concursos (www.ccv.ufc.br), juntamente com o prazo para defesa/recurso. Durante o período de verificação, o candidato estará pré-matriculado liminarmente, devendo ativar sua matrícula na coordenação de curso e acompanhar as atividades acadêmicas, se ingressante no primeiro semestre.

Se, mesmo após o recurso, o candidato continuar indeferido, sua pré-matrícula será considerada sem efeito. Um novo candidato da mesma classe de concorrência será convocado, em ordem de classificação.

Candidatos cotistas que obtiveram nota suficiente para serem convocados pela Ampla Concorrência, de acordo com a Portaria Normativa nº 18/2012, do Governo Federal, não terão documentação de cota analisada.

A UFC se desobriga do envio de mensagem eletrônica ou de qualquer outra comunicação direta com os candidatos. É de responsabilidade exclusiva dos candidatos acompanhar, através do site do SISU na UFC (www.sisu.ufc.br), as etapas e comunicados da Universidade quanto à ocupação de vagas através da Lista de Espera do SISU. Dúvidas somente pelo e-mail ingresso-sisu@prograd.ufc.br.

(Site da UFC)

Revista Entrevista, da UFC, traz cinco mulheres como destaque

Cantora Kátia Cilene é um dos destaques.

A Revista Entrevista, de nº 36, será lançada na próxima terça-feira (28), no auditório Rachel de Queiroz, no Centro de Humanidades II. É a primeira vez que a revista traz cinco mulheres como personagens das entrevistas. A publicação do Curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará, é produzida pelos alunos da disciplina de Laboratório de Jornalismo Impresso, ministrada pelo agora professor aposentado Ronaldo Salgado.

Nesta edição, foram entrevistadas a cantora, compositora e jornalista Mona Gadelha; a cantora de forró Kátia Cilene; a apresentadora Lena Oxa; a fotógrafa Karine Garcêz; e a jornalista e escritora Erilene Firmino.

Com abordagem diferenciada, Entrevista busca captar a sensibilidade e a história de vida de personalidades, tratando o gênero entrevista como um “diálogo possível”. A publicação tem 25 anos de tradição e já entrevistou mais de 178 personalidades do cenário político, econômico e cultural do Ceará e do Brasil, tais como o poeta Patativa do Assaré, a escritora Rachel de Queiroz, o jornalista Caco Barcellos, este blogueiro, o político Ciro Gomes e o cantor Ney Matogrosso.

Equipe

A Revista Entrevista nº 36 tem produção e realização dos alunos Aline Medeiros, Ana Rute Ramires, Carolina Melo, Caio Vitor, Claryce Oliveira, Diego Barbosa, Julia Ionele, Kamylla Karen, Nícolas Paulino e Theyse Viana.

Instituto Nordeste Cidadania abre inscrições para patrocínio de projetos

O Instituto Nordeste Cidadania lança seu Edital de Patrocínio para projetos no ano de 2017. O prazo para as inscrições segue até o dia 15 de abril e são realizadas mediante preenchimento de formulários disponíveis no site www.inec.org.br, e envio para o e-mail edital2017@inec.org.br.

Os recursos são destinados a projetos desenvolvidos na área de atuação do Instituto, sendo Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte,
Sergipe, além do norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo.

Na análise serão selecionados projetos que, prioritariamente, concentrem três segmentos:
“Educação”, “Arte e Cultura” e “Iniciação Profissional”, e que gerem sustentabilidade, promovam a cidadania e o respeito à vida.

SERVIÇO

*Para mais informações, entre em contato com a Área Socioambiental pelo (85) 3209.9236.

Cearense assumirá a diretoria de Mercado e Marketing da Unimed Brasil

O presidente da Unimed Ceará, Darival Bringel, embarcou para São Paulo, onde vai assumir a diretoria de Mercado e Marketing da Unimed Brasil.

Caberá a ele responder por toda a área de pesquisa de mercado, divulgação, gestão de marcas, inclusive dos hospitais e clínicas.

De acordo com Darival, a assembleia de posse ocorrerá no próximo dia 29. Já a festa da nova diretoria ocorrerá em São Paulo, no próximo dia 12.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza será sede do Fórum do Comércio Exterior

Para analisar os primeiros meses de governo do Presidente Donald Trump, assim como os próximos passos do republicano, a Amcham Fortaleza – Câmara Americana do Comércio promoverá, na próxima terça-feira, 28, o Fórum de Comércio Exterior.

O encontro contará com a presença de Richard Reiter, Consul Geral dos Estados Unidos para o Nordeste, e Gustavo Zech Sylvestre, professor e mestre em economia. Eles também vão abordar as perspectivas de acordos bilaterais entre Brasil e EUA e os impactos econômicos dessas parcerias.

O “Fórum de Comércio Exterior” acontece das 8 às 11 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Ceará. O evento é aberto a empresários, executivos e gestores de empresas de qualquer porte ou segmento.

SERVIÇO

*As inscrições evento podem ser feitas através do link www.amcham.com.br/acontece

Vereador de Nova Russas acusado de associação criminosa vai continuar preso

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça negou, nesta terça-feira (21), liberdade para José Roberto Alves da Costa, vereador do Município de Nova Russas, acusado de participar de associação criminosa para praticar assaltos. O relator do processo foi o juiz convocado Francisco Carneiro Lima. A informação está no site do TJCE.

“Entendo pela manutenção da prisão preventiva, visto que restaurar a liberdade seria, em última análise, expor a coletividade novamente ao desassossego, em face de sua periculosidade, evidenciada pela gravidade concreta do delito”, disse o relator.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE), o vereador participava de um grupo cujo intuito era praticar roubos a carros fortes e agências bancárias, entre outros crimes. Ele foi preso em flagrante no dia 18 de novembro de 2016, no Município de Guaraciaba do Norte, distante 301 km de Fortaleza. Na ocasião, estava acompanhado de outros quatro acusados.

Posteriormente, o Juízo da Vara Única daquela Comarca converteu a prisão em preventiva. Para requerer a liberdade, a defesa impetrou habeas corpus com pedido liminar (nº 0629085-81.2016.8.06.0000) no TJCE. Alegou que ele estaria sofrendo constrangimento ilegal em razão da ausência de fundamentação que decretou a prisão, além da condição de ser réu primário, ter bons antecedentes criminais, residência fixa e ser vereador do Município de Nova Russas.

Em parecer, o MPCE opinou pela denegação do pedido sob o argumento de que a prisão preventiva encontra-se devidamente fundamentada. Ao analisar o processo, a 1ª Câmara Criminal negou o pedido, acompanhando o voto do relator. “Com relação às alegações de que o paciente [acusado] possui condições pessoais favoráveis, como o fato de ser primário, possuir bons antecedentes e residência fixa, sabe-se que essas, por si só, não afastam a possibilidade de determinação da segregação preventiva, quando estiverem os requisitos autorizadores da mesma, o que ocorreu no presente caso concreto”.

IBEF do Ceará sob nova direção

O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças empossará, às 19 horas desta quarta-feira (22), em solenidade no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), a nova diretoria. Assumirá a presidência o financista Raul dos Santos Neto,, que cumprirá o biênio 2017/2018.

Raul dos Santos Neto é da DIBRA – Dias Branco Participações, e tem, entre metas, articular uma maior participação das executivas financeiras, visando um ambiente de troca de experiências, no denominado IBEF Mulher. Também quer agendar  eventos envolvendo o tema sustentabilidade e a ampliação da representatividade do Instituto.

No encerramento da solenidade, a presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (ADECE), Nicolle Barbosa, ministrar a palestra.

DETALHE – O instituto, que reúne os principais executivos e empresários do estado, chegou aos 30 anos em 2016.

Decon do Ceará expede recomendação para estabelecimentos que comercializam carnes

A Secretaria-Executiva do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), diante da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal para investigar adulteração e venda de carne estragada, entregou, nesta quarta-feira (22), ao presidente da Associação Cearense de Supermercados (ACESU), Gerardo Vieira Albuquerque, em reunião realizada na sede da entidade, uma recomendação. Nela, o Decon estabelece medidas a serem tomadas por supermercados associados e demais empresas que comercializam carnes e derivados. O objetivo é garantir a saúde e segurança de consumidores.

No procedimento, é recomendada a realização de análises microbiológica, para verificar se há contaminação destes produtos por micro-organismos, como a salmonela; de rotulagem; de composição do produto; e de microscopia, para detectar corpos estranhos no alimento, além de outros exames sensoriais, que verifiquem cor, textura e odor. É recomendado ainda que sejam verificadas as condições de salubridade para o consumo de carnes e derivados coletados por amostragem, além das condições de armazenamento, exposição, temperatura, higiene e integridade das embalagens.

De acordo com a secretária-executiva do Decon, promotora de Justiça Ann Celly Sampaio Cavalcante, a venda de produto impróprio para consumo é expressamente vedada pelo Código de Defesa do Consumidor e o proprietário ou responsável por estabelecimento que comercializa carne também é responsável por oferecer condições adequadas para os consumidores e demais frequentadores.

“O fornecedor de produtos de consumo duráveis ou não duráveis responde solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam. A comercialização de produto impróprio para consumo pode resultar na aplicação das sanções administrativas como as a suspensão de fornecimento de produtos e serviços, suspensão temporária da atividade ou, até mesmo, a interdição do estabelecimento, com imposição de multas e dano moral coletivo. Além disso, a venda, ou mesmo a exposição à venda, de mercadorias em condições impróprias ao consumo pode configurar crime contra as relações de consumo cuja pena pode chegar a cinco anos de detenção”, informa Ann Celly.

Ela lembra que o DECON rotineiramente realiza inspeções em supermercados e frigoríficos para garantir os direitos básicos dos consumidores à saúde e segurança, mas que, com a deflagração da Operação Carne Fraca, o órgão avaliou que seria oportuno expedir a Recomendação no intuito de reforçar a importância dos estabelecimentos ficarem atentos à qualidade de carnes e derivados comercializados.

O DECON estabeleceu na Recomendação que prazos de 20 dias corridos para a ACESU apresentar lista dos supermercados associados e de 30 dias corridos para as empresas que vendem carnes e derivados apresentarem, no setor de protocolo do órgão, as análises descritas no documento. Nele, é pontuado que a Recomendação não inibe a realização vistoria sanitária pelos fiscais do DECON nos estabelecimentos associados e não associados, para aferir se há carnes e derivados impróprios para consumo expostos à venda, bem assim se a forma de armazenamento e higienização de produtos encontram-se de acordo com as normas.

O não cumprimento do que é determinado na Recomendação poderá motivar, se constatada irregularidade à legislação consumerista, ajuizamento de Ação Civil Pública, além de outras medidas judicias cabíveis contra os fornecedores renitentes para interdição do estabelecimento, além da responsabilização penal com prisão em flagrante.

Temer já admite procurar Lula para conversar sobre situação do País

Em entrevista gravada hoje para o programa do jornalista Roberto D’Avila, Temer admitiu que pensa em procurar Lula para uma conversa sobre a situação do Brasil. D’Avila tocou no assunto mencionando o encontro dos dois no velório de Dona Marisa, no mês passado. Perguntou se tiveram uma conversa política, ou se ele considera procurar Lula com esse intuito.

Temer diz que sim, mas não dá mais detalhes, informa Lauro Jardim, em sua coluna no O Globo.

Em outro momento, o jornalista indaga se ele não pensa em se reinventar, sendo um político tradicional em um cenário de tantas mudanças no país. “Desde a faculdade sugerem que eu me reinvente”, confessou. Mesmo assim, Temer descartou a hipótese e afirmou que irá se ater ao seu modo de governar.

SERVIÇO

*A entrevista irá ao ar às 23h30 de hoje, na GloboNews.

Exportações de carne registram forte queda após Operação da Polícia Federal

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse hoje (22) que os problemas identificados na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, são questões “localizadas” e “pontuais” de desvio de conduta de servidores. Blairo Maggi defendeu o sistema e controle de qualidade da carne brasileira e disse que com o episódio a imagem do país ficou “arranhada” e “abalada”, impactando nas vendas para o mercado externo.

De acordo com o ministro, a média diária de exportação brasileira de carnes é de US$ 63 milhões e ontem (21) ficou em US$ 74 mil. “Estamos falando de números estratosféricos. Não sabemos o tamanho da pancada que vamos levar ainda”, disse.

Brasília - Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, acompanha fiscalização de produtos feitos de carne em supermercados (José Cruz/Agência Brasil)
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, acompanha fiscalização de produtos de carne em supermercado em BrasíliaJosé Cruz/Agência Brasil

O ministro estimou que o Brasil poderá ter um prejuízo de até US$1,5 bilhão por ano com os desdobramentos da Operação Carne Fraca. “Os prejuízos que vamos ter serão muito grandes”.

A grosso modo, o Brasil terá uma oscilação de mercado de aproximadamente 10% “num volume de US$ 15 bilhões que exportamos por ano nessas carnes. Vamos ver aí R$ 1
bilhão, R$ 1,5 bilhão de prejuízo por ano”.

O ministro participa nesta tarde de audiência pública conjunta das comissões de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Aos senadores, o ministro disse que os problemas identificados na operação não são predominantemente de qualidade da carne, mas sim problemas relacionados à corrupção e desvios de conduta.

“Quero defender o sistema brasileiro de controle, o sistema que atesta esses produtos. Não tenho dúvida nenhuma em afirmar que esse problema que aconteceu é localizado, pontual, um problema de desvio de conduta dos servidores”, disse.

Blairo Maggi disse que foi pego de surpresa com a forma que a operação da Polícia Federal foi divulgada e que a narrativa feita trouxe problemas à credibilidade da carne brasileira no mercado internacional.

“Em nenhum momento questionamos a ação da Polícia Federal de investigar os fatos que foram a ela denunciados. Quero deixar claro que não podemos fazer a defesa daqueles que fizeram coisa errada, mas, da forma como ela foi conduzida e apresentada à população brasileira é que digo que fomos pegos de surpresa. Anos e anos trabalhando para chegar a uma credibilidade nacional e mundial e a narrativa que foi feita nos trouxe esse problema”, disse.

Por mais de uma vez, o ministro ressaltou que não é contra as investigações da PF. “Não somos contra a investigação da Polícia Federal. As investigações não vão parar por que achamos que foi comunicada de forma errada”, disse.

(Agência Brasil)

Ministério Público do Ceará inicia projeto para fortalecer o Cadastro Nacional de Adoção

O Ministério Público do Ceará, por meio do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOPIJ), realizará uma audiência pública, às 14 horas desta sexta-feira, no auditório da Universidade Regional do Cariri (URCA), em Iguatu, com o tema “Quero adotar: o que devo fazer?”. A ação faz parte do novo projeto do Centro de Apoio para fortalecer a utilização do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) em todas as Comarcas cearenses. A meta é realizar neste ano seis encontros regionais sobre o tema. Os próximos acontecerão em Tauá (28/03) e Morada Nova (20/04).

O coordenador do CAOPIJ, promotor de Justiça Hugo Mendonça, explica que o CNA é implantado pelo judiciário, mas que os promotores de Justiça devem fiscalizar se ele está sendo utilizado para efetivar as adoções em todo o Ceará. “Queremos sensibilizar a sociedade da importância de fazer adoções por meio do Cadastro e alterar uma cultura existente de que a mãe escolhe para quem vai dar o filho”, diz. Neste tipo de adoção não são garantidas as cautelas para proteção do adotando, nem respeitada a sistemática prevista pela legislação nacional que foi criada para evitar a inserção delas em famílias totalmente incapazes de lhes acolher.

O projeto quer, ainda, estimular que os promotores de Justiça da Infância intensifiquem as ações de fiscalização determinadas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). No final de 2016, o procurador-geral de Justiça, Plácido Barroso Rios, expediu uma recomendação orientando os membros do Ministério Público a fiscalizar a implementação do CNA. O evento é aberto ao público.

(Com Site do MPCE)

Ministério Público Federal terá acesso a dados do Tribunal de Contas dos Municípios

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, conselheiro Domingos Filho, fechou, nesta quarta-feira, um termo de cooperação técnica com o Ministério Público Federal, através da Procuradoria da República. A parceria terá como objetivo o compartilhamento de dados e informações entre as duas instituições visando a consolidação e o fortalecimento de ações no combate a irregularidades em gestões públicas, informa o site do TCM.

Com o acordo de cooperação técnica, endossado pelo procurador da República, Rômulo Moreira Conrado, o Ministério Público Federal passará a ter amplo acesso aos dados do Sistema de Informações Municipais (SIM) e de outros produtos, como o Portal de Licitações dos Municípios. A parceria também visa à realização de capacitações para procuradores federais para que possam agregar mais conhecimento sobre a gestão pública e o controle externo. Os cursos serão ofertados por técnicos do tribunal.

“Com essas cooperações o TCM demonstra de forma clara e concreta sua importância no contexto do controle externo, como órgão que capacita e auxilia todas as instituições que necessitem do seu portfólio de informações e de sua colaboração técnica”, destacou Domingos Filho. Ele ressaltou que essa aproximação com o MPF “representa mais uma parceria de ações conjuntas entre instituições que zelam pela correta aplicação dos recursos públicos, o que resultará na melhoria das ações institucionais de cada uma”.

O TCM já possui parcerias similares com órgãos como o Tribunal de Contas da União – TCU, Secretaria da Receita Federal, Polícia Federal, Secretaria Estadual da Fazenda – Sefaz e Receita Federal, além de outros.

 

Renan Calheiros quer recriação dos Portos para contemplar o PMDB no Senado

Não é mais novidade que a bancada do PMDB no Senado quer furar a fila e abocanhar a próxima cota ministerial. E no que depender do senador Renan Calheiros, a próxima vaga será na recriação do Ministério dos Portos, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

Em sua avaliação, Minas não teria interesse nessa pasta. Hoje, a secretaria está vinculada ao Ministérios dos Transportes, nas mãos de seu adversário em Alagoas, Maurício Quintella.

Com isso, mataria dois coelhos com uma cajadada só: afagaria os colegas peemedebistas e enfraqueceria o adversário na corrida pelo Senado em 2018.

Sesc do Crato faz campanha de solidariedade às famílias de Assaré

O Sesc, através da sua unidade do município do Crato (Região do Cariri), está promovendo uma campanha em favor de famílias atingidas pelas enchentes registradas no último dia 17 e que foram ocasionadas pelas fortes chuvas que romperam a barragem do Açude dos Montes. Recebe doações de alimentos, vestimentas e acessórios de cama e banho. A unidade adotou plantão 24 horas para facilitar as contribuições.

Todo o material arrecadado é distribuído diariamente na Secretaria de Ação Social de Assaré e na paróquia da cidade. Até o momento, foram obtidos 500 quilos de alimentos, mais de 1.500 peças de vestuários, como roupas e calçados, além de toalhas e lençóis.

SERVIÇO

*Unidade Crato do Sesc – Rua André Cartaxo, 443.

*Mais Informações – (88) 3586.9150.

(Foto – Cariri Verdade.com)

Escritora lança em livro sua experiência de saber amar e conviver com o Alzheimer

A escritora cearense Neymar Queiroz Castro lançará nesta quinta-feira (23), em Belém, na sede da Secretaria do Turismo do Pará, o livro “Alzheimer, uma história de amor”.
A publicação conta sua história de amor com marido que sofreu, por décadas do Alzheimer. Ela expõe sua experiência com a doença e dificuldades, mas, principalmente, o aprendizado do saber amar.
(Via Facebook)