Blog do Eliomar

Últimos posts

Bélgica quer proibir Pokémons em aeroportos

O ministro de Transporte e Mobilidade belga, Francois Bellot, pediu para a Niantic, empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo Pokémon Go, excluir todos os Pokémons dos aeroportos do país para não prejudicar a segurança dos terminais aéreos. As informações são da agência Ansa.

Em uma carta à empresa, o ministro pediu para proibir os Pokémons e os Pokégym, locais que são realizadas as batalhas entre os monstrinhos, nas áreas públicas dos aeroportos de Bruxelas, Lieja, Antuérpia e Ostende, segundo o site DH.

De acordo com o pedido, Bellot afirmou que o problema da segurança aconteceu após receber diversas denúncias e reclamações de casos em que passageiros entraram em áreas reservadas dos aeroportos, especialmente em Bruxelas, para caçar Pokémons.

“Entendam que um comportamento desse tipo não é aceitável em um aeroporto internacional e que as ações de prevenção são necessárias para evitar incidentes no transporte aéreo”, disse o ministro.

Em 22 de março, um atentado no aeroporto de Bruxelas causou a morte de 35 pessoas, incluindo os três terroristas responsáveis pelo ataque.

(Agência Brasil)

R$ 100 milhões – Perde validade MP que destina recursos para Olimpíadas e Paralimpíadas

Venceu no último dia 25 o prazo para tramitação no Congresso Nacional da Medida Provisória 722/2016. Essa MP ainda pode ser reeditada pelo governo federal, mas somente a partir do início de fevereiro de 2017, na próxima sessão legislativa do Congresso.

O texto original destinava R$ 100 milhões para divulgação de medidas de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e febre chicungunha, durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Rio de Janeiro. Os recursos, porém, foram bloqueados por liminar. A outra parte do crédito extraordinário, de R$ 80 milhões, destinou-se ao Ministério do Esporte para a implantação de infraestrutura dos eventos esportivos.

A MP estabelecia que os recursos de R$ 100 milhões seriam compensados por meio do cancelamento de uma dotação para o Ministério de Minas e Energia. Já os R$ 80 milhões foram remanejados dentro do próprio Ministério do Esporte.

A medida já havia sido aprovada na Comissão Mista de Planos e Orçamentos Públicos (CMO) e no Plenário da Câmara dos Deputados. Faltava a votação no Plenário do Senado.

De acordo com o artigo 62 da Constituição Federal, quando uma medida provisória tem o prazo de tramitação vencido, ela pode ser reeditada, mas não na mesma sessão legislativa. Portanto, essa MP só poderá ser reeditada a partir do início de fevereiro de 2017, na próxima sessão legislativa do Congresso Nacional.

Ademais, com o prazo de tramitação vencido, agora a Comissão Mista encarregada de analisar a MP terá que elaborar projeto de decreto legislativo que discipline as relações jurídicas já ocorridas durante a vigência da MP.  De acordo com o Artigo 11 da Resolução 1/2002 do Congresso, caso o decreto legislativo não seja editado em até 60 dias contados a partir do vencimento, as mudanças trazidas pela MP durante a vigência serão mantidas.

(Agência Senado)

Luizianne adesiva veículos como nos velhos tempos

eleições 2016 fortaleza pt 0903 luizianne

Jovens estudantes voluntários, a própria Luizianne adesivando veículos e, claro, a Avenida da Universidade. Não, o ano não é 2004. Também ninguém estava comprando camisetas ou boinas vermelhas. Mas o velho romantismo do PT em fazer campanha por ideologia está de volta.

Foi o que ocorreu na tarde deste sábado (3), em frente ao comitê de Luizianne Lins, candidata à Prefeitura de Fortaleza, quando ela mesma passou a adesivar veículos.

Segundo a candidata, a prática irá ocorrer durante toda a campanha.

Praça da Aldeota recebe leitura dramática de Miguel de Cervantes neste domingo

Neste domingo (4), a partir das 10h30min, será realizado na Praça Doutor Carlos Alberto Studart Gomes, a popular Praça das Flores, o projeto de extensão “Leituras na Praça”.

Nesta edição, participa o ator e professor francês Jean-Paul Giusti, que na ocasião fará leitura dramática de uma novela do espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616), em homenagem aos 400 anos de sua morte.

O projeto de extensão tem a proposta de ser itinerante e percorrerá algumas praças da cidade. De acordo com a professora Maria Inês Cardoso, do Departamento de Letras Estrangeiras e coordenadora da iniciativa, a intenção não é somente levar a leitura às praças, mas ajudar a fomentar atividades culturais nesses espaços.

“A valorização do espaço público não é apenas uma questão de política urbano-administrativa. É muito importante que essa empreitada seja encampada também pelos diversos órgãos ligados à educação e cultura da cidade. As universidades têm relevante papel nesse processo, em especial, no tocante à manutenção dessa realidade”, explica a idealizadora do projeto.

As leituras literárias a céu aberto são destinadas ao público em geral, frequentadores de diversas praças da cidade e alunos.

SERVIÇO

Praça Doutor Carlos Alberto Studart Gomes

Av. Desembargador Moreira esquina com Av. Padre Antônio Tomás – Aldeota

(UFC)

Prefeitura libera o segundo viaduto da Avenida Raul Barbosa na segunda-feira

foto trânsito viaduto raul barbosa

A Prefeitura de Fortaleza libera na segunda feira (5) o viaduto da avenida Raul Barbosa com a avenida Murilo Borges. A partir desta data, a via terá tráfego liberado, em ambos os sentidos, permitindo o acesso mais rápido naquele cruzamento.

Em agosto deste ano, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf) entregou o primeiro viaduto, permitindo o acesso no sentido Aeroporto/Aldeota. Com os dois equipamentos em operação, a avenida volta a operar no seu sentido original.

Com cerca de 312 metros de extensão, os viadutos, que possuem duas faixas para veículos cada, farão a ligação entre os bairros Parangaba e Papicu. A nova ponte, construída sobre o canal do Lagamar e conectada aos viadutos, terá a liberação de duas, das quatro faixas previstas, duplicando a passagem da avenida Raul Barbosa.

Com investimento de R$ 31 milhões, financiados pela Caixa Econômica Federal, o local recebeu ainda os serviços de drenagem, terraplenagem, nova pavimentação e sinalização.

As obras de construção da rotatória, no cruzamento das avenidas Raul Barbosa com Murilo Borges, bem como suas alças de conexão sob os dois viadutos, têm previsão de entrega para outubro deste ano. A rotatória permitirá a eliminação do semáforo existente naquele cruzamento e o acesso de veículos à avenida Murilo Borges e rua Capitão Aragão, de forma mais rápida e sem interrupções. O local contará ainda com travessias seguras para pedestres e projeto paisagístico, com o plantio de 726 árvores, além de palmeiras, arbustos e sistema de irrigação.

As demais faixas da nova ponte sobre o canal do Lagamar serão entregues no mesmo período. Quando finalizadas as intervenções, esse novo trecho possibilitará a ampliação do espaço de circulação de veículos e pedestres, passando de 30 metros para 50 metros de largura. A região passa a contar ainda com uma ciclofaixa e pontos de passeio compartilhado, onde pedestres e ciclistas dividirão espaços na calçada com delimitação feita por meio de sinalização especial.

(Prefeitura de Fortaleza)

Temer diz que buscará restabelecer a confiança para atrair investimentos

O presidente Michel Temer disse neste sábado (3), na China, que a primeira coisa que fará à frente da nação será restabelecer a confiança para atrair investimentos. Temer participa da Cúpula do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo. O encontro começa amanhã (4) e termina na segunda-feira (5).

“A primeira coisa que eu farei é restabelecer a confiança. Em primeiro lugar, a estabilidade política e a segurança jurídica. Não há nada mais importante para aqueles que queiram investir no país”, afirmou Temer, que também voltou a defender a necessidade de pacificação do Brasil.

“Como nós passamos um brevíssimo período de conflitos políticos, em razão do impedimento da senhora presidente da República [a ex-presidente Dilma Rousseff, afastada definitivamente pelo Senado no último dia 31], eu tenho pregado muito a pacificação entre os brasileiros”, afirmou o presidente a jornalistas.

Temer citou ainda o desemprego que, segundo ele, só será revertido com a retomada da confiança. “Temos um grupo muito grande de desempregados e o emprego você só retoma se incentivar a industrialização, os serviços, o agronegócio. Tudo isso será incentivado pela retomada da confiança”, concluiu.

(Agência Brasil)

Prêmio FIEC por Desempenho Ambiental será entregue na quinta-feira

foto fiec 160903 prêmio ambiental

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) entrega na próxima quinta-feira (8) o Prêmio FIEC por Desempenho Ambiental. A solenidade será realizada na unidade do SESI na Barra do Ceará (Av. Francisco Sá, 6623), às 8h30. Concorrem à premiação 14 projetos de nove indústrias filiadas aos sindicatos associados ao Sistema FIEC.

O prêmio, em sua 12ª edição, tem por objetivo reconhecer as iniciativas e a atuação das empresas em prol da preservação do meio ambiente. É dividido em quatro modalidades: produção mais limpa, reuso de água, educação ambiental e integração com a sociedade.

Neste ano, as empresas que concorrem ao prêmio são Solar Br – Coca Cola, Companhia Siderúrgica do Pecém – CSP, Ecomax, Paraipaba Agroindustrial LTDA, Companhia Energética do Ceará (Coelce), Ceagra – Grupo Tavares, Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos e Industriais do Estado do Ceará (Sindiverde), Ypióca – Unidade Paraipaba (Usina) e Sanebrás.

Segundo o gerente do Núcleo de Meio Ambiente (Numa), Renato Aragão, os projetos inscritos são avaliados por uma comissão composta por técnicos de excelente formação e destaque no cenário ambiental, técnico e político do Ceará. Entre os candidatos, o primeiro lugar em cada modalidade recebe uma placa alusiva ao prêmio, acompanhada de um diploma. Os demais recebem certificados pela participação.

Neste ano, nove empresas concorrem ao Prêmio Fiec por Desempenho Ambiental. São elas: Solar Br – Coca Cola, Companhia Siderúrgica do Pecém – CSP, Ecomax, Paraipaba Agroindustrial LTDA, Companhia Energética do Ceará, Ceagra – Grupo Tavares, Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos e Industriais do Estado do Ceará, Ypióca – Unidade Paraipaba (Usina) e Sanebrás.

FBI divulga relatório sobre e-mails de Hillary Clinton

O FBI (a Polícia Federal dos Estados Unidos) divulgou nessa sexta-feira (2) um relatório detalhado de sua investigação sobre o uso de servidores de e-mail privados por Hillary Clinton quando ela foi secretária de Estado norte-americana (de 2009 a 2013). As informações são da Agência Ansa.

O documento, de 58 páginas, inclui uma síntese do interrogatório com a candidata democrata à Casa Branca sobre o caso, mas algumas páginas estão marcadas como confidenciais. Em junho passado, o FBI decidiu não incriminar Hillary, após ter concluído que não havia provas de que a ex-secretária e sua equipe queriam violar a lei, embora tenham sido “extremamente negligentes”.

Das mais de 30 mil mensagens analisadas, 110 continham “informações confidenciais”. Segundo o FBI, é possível que “atores hostis” tenham tido contato com esses e-mails.

Enquanto foi secretária de Estado, Hillary usou um servidor privado para enviar mensagens oficiais, impedindo as autoridades norte-americanas de terem acesso aos registros de suas comunicações profissionais, como é praxe para quem ocupa cargos públicos.

A lei federal dos Estados Unidos estabelece que cartas e e-mails enviados e recebidos por funcionários do governo no exercício de suas funções são considerados documentos oficiais e, por isso, devem ser conservados, arquivados e ficar à disposição do Congresso, de historiadores e da imprensa.

A legislação exclui apenas as mensagens que guardam segredos de Estado ou estão ligadas à segurança nacional.

(Agência Brasil)

“A Câmara Municipal é uma Casa política, não eleitoral”, diz Salmito em alerta aos debates sobre a cidade

foto rádio fortaleza juristas

Apesar de o Legislativo Municipal ser o principal poder para se discutir e debater os problemas de uma cidade, a Câmara Municipal de Fortaleza tem se destacado por não promover seus atuais vereadores em discursos eleitoreiros ou que promovam candidatos ao Poder Executivo.

A observação é do coordenador do Centro de Apoio Operacional Eleitoral do MPCE, Emmanuel Girão, em entrevista à rádio FM Fortaleza, que destacou ainda a iniciativa do presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), em buscar o diálogo com o Tribunal Regional Eleitoral. “Outras câmaras municipais deveriam buscar esse exemplo”, destacou.

Já o juiz e professor de Direito Eleitoral, Marcelo Roseno, disse que as medidas de Salmito promovem a “igualdade de chances” entre os candidatos à Câmara Municipal nas eleições de outubro próximo. “As casas legislativas não podem parar durante o período eleitoral. E essas medidas atendem bem ao propósito da neutralidade governamental”, comentou o magistrado.

O secretário de Controle Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, Rodrigo Ribeiro Cavalcante, ressaltou que a “preocupação do presidente da Câmara Municipal é louvável”, pois a própria Casa Legislativa monitora os excessos nos discursos dos atuais vereadores.

foto rádio fortaleza salmito

Também em entrevista à FM Fortaleza, Salmito destacou que “a Câmara Municipal é uma Casa política, não eleitoral”.

Além de ter promovido um seminários sobre as regras eleitorais, a Câmara Municipal de Fortaleza ouve todos os candidatos à Prefeitura, com igual condição de tempo, desde o dia 25 de agosto, quando Francisco Gonzaga, do PSTU, deu início à apresentação das propostas. Na última quinta-feira (1º) foi a vez de Ronaldo Martins (PRB).

Na próxima quinta-feira (8), de acordo com o critério de sorteio, será a vez de Roberto Cláudio (PDT). Depois apresentarão suas propostas os candidatos Heitor Férrer (PSB), dia 15; Luizianne Lins (PT), dia 20; Tin Gomes (PHS), dia 22; Capitão Wagner (PR), dia 27; e João Alfredo (PSOL), dia 28.

DETALHE – Neste sábado, a partir das 17 horas, Salmito Filho (PDT) inaugura seu comitê de campanha para a Câmara Municipal de Fortaleza, na avenida Santos Dumont, 938, no Centro.

Artigo de pesquisadores do CAEN revela dados inéditos sobre rendimento acadêmico de alunos da UFC

O rendimento acadêmico de estudantes universitários da Universidade Federal do Ceará é tema do artigo Peer Effects and Academic Performance in Higher Education – A Regression Discontinuity Design Approach (“Efeitos de Colegas” e Desempenho Escolar no Ensino Superior – Uma Abordagem via Desenho de Regressão Descontínua), de autoria dos pesquisadores Diego de Maria André (UFRN) e José Raimundo Carvalho (UFC), ambos do Programa de Pós-Graduação em Economia (CAEN) da UFC. O estudo traz dados inéditos em termos de investigação de peer effects na América Latina sobre desempenho universitário.

O estudo foi aceito em um dos mais relevantes encontros mundiais da área de Econometria, o Encontro Latino da Sociedade de Econometria (LAMES, 2016), e será apresentado em novembro, na cidade de Medellín, na Colômbia.

Como explica o Prof. José Raimundo Carvalho, a ideia da pesquisa foi verificar como a concorrência entre alunos de uma mesma sala de aula interferiria na sua evolução acadêmica. Para isso, foram eleitos dois grupos: os últimos estudantes aprovados na lista ingressante para o primeiro semestre do calendário acadêmico, por exemplo ano xxxx.1, e os primeiros da lista de aprovados para o segundo semestre do calendário acadêmico, por exemplo ano xxxx.2.

“Queríamos pegar dois grupos de alunos que apresentassem aproximadamente as mesmas características e, na UFC, tínhamos essa situação natural (“experimento natural”) a cada ano de ingresso. Selecionamos aqueles com as piores notas no grupo de alunos do semestre letivo 1, ou seja, os piores entres as notas mais altas, e aqueles com as melhores notas do grupo do semestre letivo 2, ou seja, os melhores daqueles com as notas mais baixas. O que pudemos perceber é que os alunos situados no final da lista do semestre letivo 1 sofrem mais os efeitos da concorrência do que os demais”, comentou.

O estudo utilizou microdados que foram analisados através de um modelo chamado regressão descontínua (RDD), que possibilitou estimar uma equação de rendimento acadêmico dos estudantes da UFC e averiguar a influência da composição da turma.

Ainda segundo o pesquisador, os dados demonstraram um resultado contrário ao que pode ser verificado em escolas de ensino fundamental e médio. “Nesses locais, os alunos considerados mais fracos, ao dividirem a mesma sala com alunos de notas maiores, tendem a melhorar o seu desempenho. Já na Universidade isso se mostrou contraprodutivo”, afirmou José Raimundo Carvalho.

(UFC)

Presos fazem rebelião na Cadeia Pública de Fortim

Policiais militares se deslocam neste momento para o município de Fortim, no Litoral Leste do Ceará, a 135 quilômetros, onde presos promovem uma rebelião na Cadeia Pública.

Segundo os primeiros levantamentos da Polícia, a revolta teve início por causa de uma vistoria surpresa nas celas. De acordo ainda com a Polícia, um dos detentos, que saberia da ação dos agentes penitenciários com apoio de policiais militares, é ameaçado de morte pelos demais presos por não ter revelado a ação.

Governo estuda pagar duas parcelas extras do seguro-desemprego

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou ao jornal O Globo que o governo estuda uma proposta de conceder duas parcelas extras do seguro-desemprego a trabalhadores demitidos sem justa causa no primeiro semestre do ano.

A medida, elaborada pela Central Única dos Trabalhadores, justifica-se pela crise econômica e pela demora para que os trabalhadores consigam se recolocar no mercado de trabalho – ela também foi adotada em 2008, durante a crise financeira internacional. A estimativa é que 500 mil pessoas sejam beneficiadas e que o governo tenha custo de R$ 500 milhões.

Para ter acesso ao benefício, o trabalhador precisar preencher alguns requisitos, tais quais ainda estar desempregado, estar inscrito nas agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e matriculado em curso de formação gratuito na área de atuação profissional.

Tasso e Ciro unidos em críticas ao governo Temer

260 1

baladd

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (3), pelo jornalista Érico Firmo:

O agora presidente efetivado Michel Temer (PMDB) disse, em declarações anteriores, não ter pretensão de se reeleger. Até por isso, argumentou ser capaz de fazer as reformas, pois não teria receio de se indispor com a opinião pública. Porém, o grupo que assumiu o poder evidentemente quer fazer o sucessor. Mais que isso. Ele precisará sinalizar ao meio político a perspectiva de manutenção do poder com seus aliados. Expectativa de poder, eis o combustível da política. Se Temer não sinalizar que terá condições de emplacar o sucessor, sua base de sustentação irá debandar em dois tempos. A primeira interrogação é se a enorme coalizão governista será capaz de se compor em torno de um nome. Não será fácil.

Em meio a tudo isso, já têm havido estranhamentos. Inclusive, com ameaça do PSDB de possível saída da base aliada. O foco da insatisfação está no fato de que o alardeado ajuste fiscal não existiu até aqui. “O governo precisa definir se é governo ou se quer fazer graça para alguns”, cobrou o senador Tasso Jereissati (PSDB). O cearense tem sido um dos mais críticos da hesitação do governo. “O mais provável, se continuar assim, é o PSDB liberar sua bancada e ficar em uma posição de independência e indiferença em relação ao governo daqui para frente. Se ficar rachado na sua base, quem vai cair é o governo, não o PSDB. Se a base não apoia essa política, eu também não vou servir de boi de piranha”, disse Tasso.

Se há incerteza na base governista, ainda mais na oposição. No PDT, Ciro Gomes tem se apresentado como candidato. Vez por outra, e agora novamente, surgem rumores de que Luiz Inácio Lula da Silva pode levar o PT a apoiá-lo. Mas, a rigor, o próprio Lula seria o nome mais forte de oposição. A dúvida é como estará a situação do ex-presidente, réu na Lava Jato e com risco de ser preso e/ou ficar inelegível até lá. Não se vislumbra outros petistas como alternativa.

Acidente de carro em Horizonte deixa seis feridos em estado grave

foto acidente 160903 horizonte

Na manhã deste sábado (3), um carro do modelo Ecosport e uma carreta colidiram na BR-116, na região do distrito de Catolé, em Horizonte (CE), e deixou seis feridos em estado grave.

Algumas vítimas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) em Horizonte e outras em estado mais grave foram encaminhadas para o Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) ainda não revelou as causas do acidente.

(O POVO Online / Foto: PRF)

Vice-governadora denuncia crime eleitoral em Sobral

82 1

eleições 2016 sobral 0903 izolda

A vice-governadora Izolda Cela (PDT) denunciou neste sábado (2), em sua página no Facebook a prática de crime eleitoral no município de Sobral, na Região Norte do Ceará, a 240 quilômetros de Fortaleza.

Segundo a vice-governadora, a população estaria recebendo ligações telefônicas anônimas com informações não verdadeiras.

“É um recurso sorrateiro, é jogo sujo”, comentou Izolda Cela, que apoia Ivo Gomes (PDT) à Prefeitura de Sobral.

Crônica de uma morte inusitada

78 5

Em artigo enviado ao Blog, o advogado, escritor e blogueiro Gabriel Dantas avalia o desgaste do PT e, consequentemente, do PSDB. Confira:

Nos últimos tempos, muito tem se falado e investigado o Partido dos Trabalhadores, o PT, que tem governado o Brasil desde 2003. No entanto, pelos jornais e revistas raras são as análises das alternativas concretas à ideologia e aos métodos do partido, deixando na política brasileira um vácuo inaceitável num momento como este. Digo, nestes 13 anos, foi o PSDB o principal rival do PT em todas as searas, mas agora, na hora de maior necessidade, tal partido tem se esfacelado como uma estátua de madeira que, ao toque humano, cai em ruínas por conta dos cupins nela regiamente instalados.

A Social Democracia, ideologia que empresta o nome ao PSDB (já o símbolo do partido, como se sabe, é um tucano – ironicamente, ave de bico imenso, mas pouco poder de caça), é de nascença um conjunto de ideias de esquerda. Crê num Estado que distribui renda, intervém na economia, promove a justiça social e as medidas de ação afirmativa – as conhecidas cotas raciais ou sociais. Não é por menos que o PSDB e o PT nasceram de forma muito similar e mantiveram durante algum tempo uma afinidade, para não dizer amizade, muito grande. Basta lembrar das inúmeras intervenções do então senador Fernando Henrique Cardoso na primeira campanha presidencial do ex-presidente Lula e das intensas negociações, na década de 90, para a forja de uma chapa presidenciável do Lula com o então governador do Ceará Tasso Jereissati.

Não obstante, com o tempo, sempre o tempo nos metendo seus truques e artimanhas, os partidos se afastaram de tal forma que é quase impossível imaginar que já foram tão umbilicalmente ligados. O PSDB tomou ares de neoliberalismo e o PT buscou uma esquerda mais marxista do que social-democrata – cada um tomou o rumo de um extremo diferente, portanto. E assim foram os últimos 20 anos da política brasileira: PSDB e PT na arena, gladiadores a postos, dilacerando reputações e ideologias, até que deixaram de ser simplesmente adversários e passaram a ser verdadeiramente inimigos – a diferença estando no grau de ira e de desejo de vingança entre as partes.

Era de se esperar, portanto, que com o franco declínio do PT (hoje está mais fácil fazer campanha para racistas declarados do que para candidatos petistas) e a notória ausência de ideais morais e éticos do PMDB (o Frankenstein da política brasileira, feito de pedaços incompatíveis entre si, costurados Estado a Estado), os tucanos emergissem como salvadores da pátria, apresentando a tão esperada e necessária saída desta crise que assola os mais variados espaços do Brasil.

Era o esperado, sim. Mas… Cadê? Cadê o partido que tanto lutou para voltar ao poder? Que tanto se digladiou contra o PT?

Digo-lhes onde está: na UTI política, com um sério caso de Alzheimer e demência. Não consegue juntar uma frase coerente; seus membros não se reconhecem entre si; antigos aliados se enxergam como inimigos e se atacam das formas mais baixas possíveis, com xingamentos dos mais infantis (o empresário-candidato João Doria chamou o ex-governador de São Paulo Alberto Goldman de “velho caquético” num grupo do Whatsapp, em meio a uma discussão que em nada deixa a dever a discussões de adolescentes). Como canta Paulinho da Viola, “irmão desconhece irmão“.

Os seus caciques estão ainda mais senis. Aécio Neves, quase presidente do Brasil, submergiu completamente, soterrado por denúncias da Lava-Jato. José Serra (por quem, preciso admitir, nutro um desdém todo especial) está fazendo uma vergonha para si e para o Brasil como chanceler – até a “revista” Veja, tucana desde antes de os tucanos evoluírem dos dinossauros, teve que repreendê-lo pelo papelão que fez ao tentar subornar o Uruguai numa tentativa de esvaziar o Mercosul. Há também Cássio Cunha Lima, líder do partido no Senado e cassado quando foi governador, e Aloysio Nunes, líder do governo, tão sem expressão e influência que não consigo pensar em nada a falar sobre ele.

Há também Fernando Henrique Cardoso, uma espécie de astrólogo a quem os tucanos fingem consultar logo antes de ignorar solenemente seus conselhos, como fez o governador Alckmin ao jurar que não apoiaria nenhum candidato à prefeitura de São Paulo – dois dias antes de tirar uma foto oficial com o candidato João Doria. E então sobra o próprio Geraldo Alckmin, o único com cacife (governador do mais rico e mais populoso Estado do Brasil) para se candidatar a presidente em 2018, a quem seus próprios partidários apelidaram de “picolé de chuchu” devido à remoção cirúrgica de qualquer carisma que ele porventura tenha possuído na juventude.

Alguns podem dizer que esta morte não é inusitada, mas anunciada, já que o PSDB sempre foi um partido cheio de intrigas internas, mas a verdade é que nunca antes seus caciques estiveram tão próximos de um racha definitivo. Os donos do poder não concordam em nada neste momento: papel do partido no impeachment, papel no futuro governo, candidatura em São Paulo, candidatura em 2018 – nada, nada está definido, nada está concordado. A briga pela prefeitura paulistana foi tão patética que ganhou os jornais do mundo, junto com uma foto de uma briga de rua com um militante pago com as calças caídas em meio à luta.

E nesse vácuo, como em todos os vácuos, os parasitas semi-extintos encontram espaço para procriar novamente. Partidos dados como mortos, como o Democratas, estão voltando ao poder com força inesperada e surpreendente: o enCenador (perdoem-me pelo trocadilho) Ronaldo Caiado tem sido a voz mais dura contra o governo Dilma no Senado, enquanto a Câmara é presidida por Rodrigo Maia – herdeiro de uma dinastia que dez entre dez dos analistas políticos haviam dada como morta. Nada mais inusitado e inesperado do que isto.

2018 ainda está muito longe. O tempo político é elástico, pode voar, mas pode se estender ao ponto de parecer estático. Como se diz no Nordeste, entre a previsão e o fato previsto, “morrem o burro e quem o tange” – tudo pode mudar. Prova disso foi a reviravolta totalmente inesperada de 2014, com a morte do candidato e ex-governador Eduardo Campos. Mas elástico ou não, o relógio está correndo contra os tucanos. Se não se entenderem logo, vão ficar fora do jogo nas próximas eleições – e não há lugar pior para um jogador experiente do que a arquibancada.

Medida provisória altera direção da Empresa Brasil de Comunicação

Tramita na Câmara a Medida Provisória (MP) 744/16, que altera a lei que criou a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Entre as alterações está a extinção do Conselho Curador – órgão que tinha 22 membros, incluindo representantes da sociedade civil, cujo papel era “zelar pelos princípios e autonomia da EBC”.

A MP altera a composição do Conselho de Administração e a forma de nomeação da Diretoria Executiva.

A principal alteração diz respeito à destituição do presidente da empresa, que fica a cargo do presidente da República. No modelo anterior, o presidente da EBC, após nomeado pelo presidente da República, detinha mandato de quatro anos e só poderia ser destituído pelo Conselho Curador, por dois votos de desconfiança.

Após o afastamento da então presidente Dilma Rousseff, o presidente da EBC foi exonerado por Michel Temer. A medida foi objeto de ação no Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu liminar determinando a volta do dirigente nomeado durante o governo Dilma.

A medida provisória também inclui no Conselho de Administração representantes dos ministérios da Educação e da Cultura, ampliando a participação do governo nesse órgão.

Além da MP, foi publicado decreto que altera o Estatuto Social EBC. De acordo com o texto, a empresa passa a ser vinculada à Casa Civil e não mais à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

(Agência Câmera Notícias)

Arnon Bezerra diz que apoio do Governo será fundamental para Juazeiro do Norte

eleições 2016 juazeiro arnon e camilo

O candidato da coligação “Juazeiro precisa, Juazeiro merece”, Arnon Bezerra (PTB), visitou nessa sexta-feira (2) o governador Camilo Santana (PT), após participar de um debate de TV voltado para o município da Região do Cariri, a 491 quilômetros de Fortaleza. O candidato esteve acompanhado do vice Giovanni Sampaio.

Arnon disse que a parceria com o Governo do Estado será fundamental para o crescimento de Juazeiro do Norte.

No município, o PT cobra o apoio de Camilo Santana para o candidato Gilmar Bender (PDT), que possui o petista Manoel Santana como vice.

Começa neste sábado o terceiro simulado no portal Hora do Enem

Estudantes de todo o país podem testar, a partir deste sábado (3), seus conhecimentos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), fazendo o terceiro simulado no portal Hora do Enem. O teste é gratuito, tem 80 questões com a mesma metodologia de elaboração do Enem e pode ser feito até as 20h do dia 11 de setembro.

Para acessar a página por computador, telefone ou tablet, é preciso fazer um cadastro no site www.geekiegames.com.br e acessar o teste na aba de simulados. A partir do momento em que o aluno acessar a prova, terá quatro horas para resolver as questões. Mais de 1 milhão de pessoas acessaram as duas primeiras edições do teste em todos os estados do Brasil.

Nesta terceira etapa, 75% das questões aplicadas serão inéditas. Os estudantes que fizerem o simulado pelo aplicativo android terão acesso a um ranking, onde poderão comparar sua nota com a de outras pessoas que disputam uma vaga no mesmo curso universitário. Os candidatos podem ainda verificar se seu desempenho é compatível com a nota de corte do curso e da instituição em que desejam estudar.

A quarta e última edição do simulado em 2016 terá início em 8 de outubro. A prova do Enem será nos dias 5 e 6 de novembro.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para  maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

(Agência Brasil)