Blog do Eliomar

Últimos posts

Moro garante que durante sua gestão a Lava Jato não vai retroceder

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou hoje (1o) que não será no seu “turno” como ministro que a operação Lava Jato vai retroceder. Moro participou do evento de lançamento do livro Corrupção: Lava Jato e Mãos Limpas na sede do Jornal O Estado de São Paulo, na capital paulista.

“Houve um grande avanço [com a Lava Jato], agora, é importante que nós transformemos isso num padrão de comportamento, ou seja, que as pessoas tenham mais certeza de que se elas cometerem crimes no âmbito da administração pública, elas vão ser descobertas, investigadas e, se provada a culpa, vão ser punidas. É para isso que nós temos trabalhado”, declarou o ministro.

Pacote anticrime

Moro preferiu não prever datas para a análise por parte do Congresso ao projeto de lei anticrime. “Temos conversado com parlamentares e lideranças de ambas as casas [Câmara dos Deputados e Senado]. O desejo, evidentemente, do governo é que seja aprovado, discutido e, eventualmente, alterado e aprimorado o mais rápido possível. Agora, o tempo do Congresso pertence ao Congresso. O que eu tenho sentido, porém, em conversas com parlamentares é uma grande receptividade. É uma questão de ajustar o debate e o diálogo”, disse Moro.

Coaf

O ministro justificou a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), antes vinculado ao extinto Ministério da Fazenda, para o seu ministério. De acordo com ele, o órgão sobrecarregaria o ministério da Economia. Ainda, para Moro, o Coaf estava negligenciado nos governos anteriores e a mudança permitiu corte de cargos na área administrativa, que foram direcionados para a área fim. Ele destacou que o órgão vai manter o seu caráter de inteligência.

(Agência Brasil)

Grupo encena a Paixão de Cristo há 12 anos

Uma história fundamental da tradição cristã é recontada há 12 anos por um grupo do Bairro Ellery. Cerca de 50 crianças e adolescentes de 6 a 17 anos participam semanalmente das reuniões do grupo Sagrada Família, responsável por encenar a Paixão de Cristo. Neste ano, farão apresentações diferenciadas, relacionando os últimos momentos da vida de Jesus ao tema da Campanha da Fraternidade 2019, “Fraternidade e Políticas Públicas”.

“O Jesus que foi sepultado é o mesmo que está na fila dos hospitais todos os dias e não é atendido. Ele representa os que são desrespeitados sem seus direitos trabalhistas. A gente tá tentando trazer uma nova roupagem”, explica o coordenador do grupo, Wescley Sacramento.

O coletivo é ligado à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes e à Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo. A principal apresentação acontece nas ruas da região na Semana Santa. Começa no Domingo de Ramos, com a representação da entrada de Jesus em Jerusalém. Continua na Sexta-Feira da Paixão, com a Via Sacra, e é finalizada no domingo, com a Ressurreição. Neste ano, cada percurso está previsto para durar cerca de duas horas.

O trabalho alcança outros moradores que, além de participar como público, contribuem para deixar o espetáculo mais bonito, auxiliando, por exemplo, na confecção do figurino e na montagem dos cenários. Juliane Sousa, 43, reside em uma das ruas por onde passa o cortejo e destaca a importância da iniciativa. “Acho muito bonito e emocionante, hoje em dia, com a violência, ter uma apresentação dessa no bairro. Todas as vezes eu choro”.

SERVIÇO

Apresentações do Grupo Sagrada Família

06/04 – Cuca Barra, 18 horas
11/04 – Cuca Jangurussu, 18:30 horas
14/04 – Praça do Ferreira, 16 horas
17/04 – Cuca Mondubim, 19 horas
19/04 – Matriz Nossa Senhora de Lourdes, bairro Ellery, 7 horas

*Mais informações: (85) 98755-4463 / (85) 3281-5793

(O POVO – Nut Pereira/Foto – Divulgação)

Luís Roberto Barroso diz que ameaças a ministros do STF são “inaceitáveis”

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, classificou como inaceitáveis as ameaças aos ministros da Corte e seus parentes. A Corte abriu inclusive um inquérito que apura ataques e divulgação de notícias falsas (fake news) contra os ministros nas redes sociais.

Ao participar hoje (1º) de debate promovido pelo jornal O Estado de São Paulo, na capital paulista, Barroso disse esperar que o inquérito não aborde críticas feitas por procuradores, mas que o foco seja um “pacto de civilidade” com a sociedade para acabar com as ameaças de morte e agressão física a ministros e suas famílias.

Sobre a decisão da Corte de que a Justiça Eleitoral pode investigar casos de corrupção quando envolverem simultaneamente caixa 2 de campanha e outros crimes comuns, Barroso, que votou contra a mudança no julgamento, destacou que a Corte se baseou em um único precedente, datado de 1996, quando um político emitiu uma duplicata falsa. “Passados tantos anos, a realidade tinha se transformado de maneira tão profunda, que não justificava apegar-se àquele precedente pouco expressivo”, disse. Barroso defende que esse tipo de caso deve ficar com a Justiça Federal.

Quanto à relação do STF com a sociedade, ministro disse, em uma democracia, ninguém deve exercer poder em nome próprio. “O STF, como qualquer tribunal constitucional, pode, eventualmente, produzir decisões que vão contra o sentimento da sociedade, que tem que passar pelo filtro da Constituição. Às vezes, a sociedade está apaixonada, quer linchamento”, disse.“Se um tribunal repetidamente frustra o sentimento social vive um processo de deslegitimização”, acrescentou.

(Agência Brasil)

Não é 1º de Abril – Servidores da Assembleia Legislativa ficam sem salário nesta segunda-feira

A princípio se pensou que seria brincadeira de 1º de Abril, mas, com o avançar das horas, logo se percebeu que de “mentirinha” o problema não tinha nada. Nesta segunda-feira (1º), servidores da Assembleia Legislativa do Ceará ficaram sem pagamento, diante de uma falha no sistema do Bradesco, de acordo com a direção da Casa Legislativa.

O banco teria prometido resolver a situação até o meio-dia, mas depois teria informado que o pagamento somente seria depositado nesta terça-feira (2).

O Blog tentou falar com a direção do banco, mas somente a agência da Messejana afirmou que desconhecia o problema.

Desconhecimento também nos supermercados e casas lotéricas, longe da superlotação todos os dias primeiro de cada mês. Para a direção dos estabelecimentos, o problema seria a chuva que caiu hoje em Fortaleza.

Problema semelhante ocorreu com o Bradesco em Campo Grande/MS, há um mês, quando servidores da prefeitura ficaram sem salário por um dia. O Bradesco alegou que o atraso no repasse do pagamento dos servidores ocorreu em razão de uma atualização dos sistemas.

O jeito agora é perguntar a BIA…

Os partidos importam na Era Bolsonaro?

Com o título “Os partidos importam?”, eis artigo do professor universitário Clayton Monte. Ele aborda sobre a importância do governo dialogar com o Parlamento. Confira:

Intérpretes da política brasileira contemporânea, figuras do porte de Limongi, Abranches e FHC insistem na tese de que se o governo Bolsonaro não dialogar com os partidos e seus líderes terá um fim trágico ou amargará paralisia em sua agenda. As reformas não serão aprovadas e a crise acompanhará o mandato do presidente. A troca de farpas entre o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia e o grupo de Bolsonaro se tornou explosiva e fortalece essa tese. De qualquer forma, mesmo com o declínio registrado nas últimas décadas, os partidos ainda são vistos como canais de debate e resolução de conflitos na democracia representativa, mas e no Brasil, os partidos importam?

Essa pergunta exige uma contextualização. O Brasil teve uma experiência inicial com partidos organizados nacionalmente no período de 1946-1964. As circunstâncias da época, marcada por golpes, insurreições, militarização e guerra fria, impediram o desenvolvimento das forças partidárias. Durante o regime militar, as siglas eram tuteladas pela ditadura. O período de redemocratização produziu um panorama de multipartidarismo exacerbado, com cinco ou seis partidos decisivos no âmbito nacional. Apesar de dispositivos introduzidos para alterar essa dinâmica, do ponto de vista eleitoral, as agremiações são secundárias. O brasileiro, geralmente, vota em personalidades. Nos estados, a realidade é ainda mais crônica e os grupos políticos prevalecem sobre as legendas. Os partidos tiveram sua legitimidade questionada desde as jornadas de junho de 2013. O bolsonarismo não escondeu o desejo de destruir o modelo em vigor. Eis o grande entrave.

O Legislativo é o maior trunfo dos partidos. Ao mesmo tempo em que fortaleceu a Presidência da República, a Constituição de 1988 também agregou maiores poderes aos líderes e às mesas diretoras. Dessa forma, as siglas importam na arena legislativa. São essenciais no processo de aprovação da agenda do Executivo e ganham ainda mais destaque nos períodos de crise. Assim, a questão crucial é saber como o Planalto pretende “construir maiorias”. Acionando os líderes habilidosos do PSL? Apelando para o interesse público do parlamentar? Maia questionou Bolsonaro sobre a “nova política”, em outras palavras, desafiou o presidente a governar sem repetir o modelo clássico de coalizão.

*Clayton Monte,

Cientista político, professor universitário e pesquisador do Laboratório de Estudos sobre Política, Eleições e Mídia.

Fiec debate simplificação do sistema tributário nacional com integrantes do Novo

O deputado federal Alexis Joseph Steverlynck Fonteyne (Novo/SP) foi recebido nesta segunda-feira (1º), na Casa da Indústria, pelo presidente da Fiec, Beto Studart, e por diretores da entidade e empresários cearenses. O parlamentar esteve em Fortaleza para participar de encontro do Partido Novo com líderes políticos locais e representantes do diretório Ceará.

Na FIEC, Alexis Fonteyne conversou, ao lado do empresário Geraldo Luciano, atual presidente do diretório estadual, com os representantes da indústria sobre simplificação do sistema tributário nacional.

Além de engenheiro e empresário, Alexis Fonteyne agrega outras atividades à sua vida, sendo atualmente presidente da ANAPRE, conselheiro do CIESP e da Sociedade Hípica de Campinas. É inventor, escultor, fotógrafo amador, esportista (basquete, ciclismo, esqui e mergulho) e professor. Em 2018, ao se candidatar a deputado federal pelo estado de São Paulo, foi eleito com 45.298 votos.

(Foto: Divulgação)

UFC fará primeira cerimônia de entrega de distinção acadêmica a ex-alunos

A Universidade Federal do Ceará vai realizar, pela primeira vez, a partir de quarta-feira, 3, as solenidades de entrega de honrarias acadêmicas para alunos que se destacaram na graduação. As distinções Cum Laude, Magna cum Laude e Summa cum Laude são concedidas àqueles que tiveram Índice de Rendimento Acadêmico (IRA) superior a 8.500, completaram o curso no tempo padrão, sem reprovações e trancamentos, dentre outros critérios estabelecidos pelos cursos, informa a assessoria de imprensa da Instituição.

A primeira solenidade ocorrerá às 16 horas, no auditório da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC). Na ocasião, será outorgada, pelo reitor da UFC, a distinção Summa cum Laude (na tradução do latim, Com a Maior das Honras) a pelo menos 63 ex-alunos formados no semestre 2018.2.

Já no dia 16 de abril é a vez de 49 ex-alunos receberem a distinção Magna cum Laude (Com Grandes Honras, na tradução), a ser entregue pelo pró-reitor de Graduação, Cláudio Marques.

A entrega da distinção Cum Laude (Com Honras) pelos diretores das unidades acadêmicas será agendada para o período entre 8 e 30 de abril e contemplará pelo menos 36 formados em 2018.2.

DETALHE – Esta é a primeira vez que os estudantes contemplados com as distinções acadêmicas são homenageados em solenidades especiais. Até então, ao ser aprovada, a distinção apenas passava a constar no diploma do aluno.

(Foto -Evilázio Bezerra)

Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho será lançada na quarta-feira

Na quara-feira, 3,  em Brasília, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia lançará a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Canpat), que se estenderá até novembro. O objetivo, segundo a assessoria de comunicação do órgão, é chamar atenção da sociedade para a importância da prevenção de acidentes e adoecimentos que vitimam os trabalhadores. A campanha deste ano tem como tema a Gestão dos Riscos Ocupacionais.

“A efetiva e adequada prevenção de acidentes e doenças do trabalho no Brasil está sendo tratado como prioridade neste ano em razão da necessidade de se trocar a cultura de remediação pela cultura da prevenção, e isso envolve a participação de todos”, enfatiza o coordenador da Canpat 2019, o auditor-fiscal do Trabalho José Almeida.

A gestão de riscos ocupacionais é realizada para a prevenção de acidentes e doenças laborais e a promoção de um ambiente de trabalho seguro e saudável por meio de ações eficazes de identificação, avaliação e controle de riscos.

Maria da Penha reforça lobby contra venda de bebida alcoólica nos estádios cearenses

A oposição ao projeto que quer liberar a venda de bebida alcoólica nos estádios cearenses conta com uma adesão de peso: a farmacêutica Maria da Penha, cujo nome batiza lei que protege mulheres da violência dos parceiros.

Quem divulga é o Movimento Brasil Sem Drogas, que puxa lobby contra a matéria. Há expectativas de que o projeto, cujo autor é o pedetista Evandro Leitão, primeiro-secretário da Assembleia, possa entra em pauta nesta semana.

(Foto – Divulgação)

Cogerh vai debater situação da barragem Caldeirões, em Saboeiro

O deputado estadual Acrísio Sena (PT), presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, e lideranças políticas do município de Saboeiro vão se reunir, às 14 horas desta terça-feira, na sede da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). O assunto é um só: a situação da barragem Caldeirões.

“Os gestores municipais estão solicitando um plano de ação para recuperar a barragem, além da ampliação da barragem em pelo menos 40% ou construção de uma nova, informa o deputado Acrísio Sena (PT).

Técnicos da Cogerh realizam uma nova vistoria na barragem para expor resultados nessa reunião da Cogerh.

(Foto – ALCE)

Faixa de embarque e desembarque no aeroporto de Fortaleza sofre interdição parcial

O trafego em frente ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, mais precisamente na área de embarque e desembarque de passageiros, passou a operar com apenas uma das duas faixas.

Isso em razão de obras de reformas que a Fraport  contratou para a área de meio fio do terminal existente e também para retirada de antigas estruturas metálicas da cobertura do lado oeste do terminal.

Durante a intervenção, a gestora do aeroporto pede aos motoristas que fiquem atentos à sinalização do local. Não houve divulgação sobre prazo das obras.

(Foto – Paulo MOska)

MPF pede que Temer seja preso novamente

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF) recorreu nesta segunda-feira (1) ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) para pedir que o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro Moreira Franco e outros seis investigado na Operação Descontaminação, um desdobramento da Lava Jato, sejam presos novamente. A informação é da IstoÉ.

Segundo a Procuradoria Regional da República da 2ª Região, foi alegado que “as solturas afetam a investigação de crimes, a instrução do processo, a aplicação da lei e a recuperação de valores desviados”. Temer, o ex-ministro, João Baptista Lima Filho (Coronel Lima), Maria Rita Fratezi, Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Vanderlei de Natale, Carlos Alberto Montenegro Gallo são alvos da investigação que apura desvios na obra da usina nuclear de Angra 3.

Todos os suspeitos foram denunciados por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. No entanto, eles foram libertados na última segunda-feira (25). A decisão foi tomada pelo desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), em liminar. “Os recursos foram protocolados hoje e serão julgados na 1ª Turma caso não sejam aceitos em decisão individual do desembargador relator dos habeas corpus”, diz o pedido.

De acordo com o TRF-2, caso o pedido não seja aceito por Athié, o julgamento na Turma poderia ocorrer no dia próximo dia 10. Na nova solicitação, os procuradores ressaltam que existe fundamentação concreta para a prisão e discordam dos pontos alegados pelo desembargador de que não há “contemporaneidade dos fatos”. Além disso, o MPF pede que o ex-presidente seja colocado em prisão em domiciliar, caso a Justiça não aceite com a nova detenção.

A prisão de Temer foi decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Rio. Ele acusou o ex-presidente de liderar uma organização criminosa há 40 anos. De acordo com o MPF, o grupo teria recebido mais de R$1,8 bilhão de propinas. (ANSA).

(Foto – Agência Brasil)

Dnit vai recuperar trechos da BR-020

Assinada, nesta segunda-feira, durante ato na Câmara Municipal de Tauá, a ordem de serviço para recuperação de 307,8 km da BR-020 nos trechos entre os municípios de Canindé a Boa Viagem e de Boa Viagem à divisa do Piauí. “A recuperação desse trecho da BR-020 é um antigo desejo de milhares de pessoas que utilizam essa rodovia”, destacou Domingos Neto.

O ato contou com as presenças do coordenador da bancada federal do Ceará, deputado Domingos Neto (PSD), da deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD), da superintendente estadual do Dnit, Liris Campelo, do prefeito de Tauá, Fred Rêgo, e do presidente da Câmara, Valdemar Júnior.

“As obras concluídas trarão mais segurança, conforto e qualidade na trafegabilidade para essa rodovia que liga dois estados: o Ceará e o Piauí”, destacou Patrícia Aguiar.

A Construtora responsável pelo serviço é a AL Teixeira Pinheiro, que venceu a licitação para as obras nos dois trechos da BR-020:

*Trecho Divisa CE/PI-Boa Viagem
A licitação do trecho que atende aos municípios de Boa Viagem-Cruzeta(Pedra Branca)-Tauá-Parambu até a divisa entre os Estados do Ceará e Piauí, terá 203,2 quilômetros recuperados.

*Trecho Boa Viagem-Canindé
Pelo Edital de Licitação, no trecho Boa Viagem-Madalena-Canindé, os serviços serão realizados do KM 203,2 ao KM 308,8, com um custo de R$ 8.698.261,800, numa extensão 105,6 de quilômetros.

(Foto – Divulgação)

Isenção de IR vale desde o diagnóstico do câncer, diz juíza

Um servidor público federal conseguiu direito à isenção do Imposto de Renda e a receber a devolução de cerca de R$ 273 mil, correspondentes aos pagamentos já feitos, por ter sido diagnosticado com câncer em setembro de 2015. Ele é professor no Departamento de Geografia de uma instituição de ensino superior do Distrito Federal. A informação é do site Consultor Jurídico.

A juíza Ivani Silva da Luz, da 6ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal, acatou o pedido do servidor, que é portador de neoplasia maligna epitelioide de orofaringe e foi encaminhado para fazer quimioterapia. “A redação do art. 6º, XIV, da Lei n.7.713/88 concede isenção aos proventos de reforma ou aposentadoria, no entanto, a jurisprudência unânime nesta Corte, vem se orientando no sentido de autorizar a isenção desde a constatação da doença, sobre a remuneração de servidores em atividade”, disse a magistrada.

“A liminar com isenção do imposto é importante para garantir que o servidor conte com mais recursos justamente no momento em que mais precisa”, afirma Danilo Prudente, advogado do escritório Mauro Menezes & Advogados e um dos responsáveis pela ação. Foi concedido ao servidor não apenas a isenção a partir da concessão da cautelar, mas também a devolução dos valores recolhidos anteriormente correspondentes ao desconto do Imposto de Renda, desde o diagnóstico da doença.

De acordo com Leandro Madureira, coordenador da área de Direito Público do escritório e também advogado envolvido no processo, o TRF-1 também vem reconhecendo que a lei é aplicável aos servidores em razão do que dispõe o texto legal. A Justiça também tem levado em conta, ao conceder a isenção, o fato de que os casos são relacionados a pessoas portadoras de doenças graves, seja ainda em atividade ou aposentadas, que possuem gastos superiores com o tratamento a que são submetidas, cuidados que não podem ser integralmente garantidos pelo Estado.

ANTU cria comissão nacional para inovação na área do transporte urbano

Dimas Barreira, presidente do Sindiônibus, integra Comissão Nacional de Inovação do Setor de Transportes criada pela Associação Nacional do Transporte Urbano (ANTU).

Segundo explica, essa comissão atuará na coleta de projetos inovadores e que possam modernizar o segmento, que hoje sente o baque da concorrência com os aplicativos de transporte.

Sobre a área de transporte de Fortaleza, Dimas afirma que, apesar das incertezas do País, continua investindo em wi-fi e na oferta de ar-condicionado nos ônibus.

(Foto – Divulgação)

Serasa eCred amplia portfólio e anuncia chegada do cartão Credicard Zero

O Serasa eCred, buscador e comparador de crédito online gratuito criado pelo Serasa Consumidor, dentro do plano de expandir seu portfólio de empresas parceiras, anuncia a entrada de mais uma marca: o cartão Credicard ZERO – cartão de crédito sem anuidade e com benefícios do Itaú Unibanco.

Com ofertas para todos os públicos, a plataforma, que estreou com apenas cinco parceiros, hoje conta com o apoio de 28 instituições como Santander, Itaú, Geru, Lendico, Creditas, entre outras. A expectativa é ampliar ainda mais esse número em 2019, informa a assessoria de imprensa do grupo.

“São duas marcas (Serasa Consumidor e Credicard) muito fortes trabalhando juntas para oferecer condições de crédito cada vez melhores para o consumidor. Essa é nossa função no mercado e queremos aumentar ainda mais esse número de empresas parceiras, dando autonomia e liberdade para que o consumidor possa escolher o que é melhor para ele no momento em que precisar de crédito. Adicionar o Credicard Zero, produto do Itaú, é um passo significativo para o consumidor que busca crédito através da nossa plataforma”, afirma Eduardo Daniachi, Gerente do eCred.

Ecos 2020 – Élcio Batista está na fila dos prefeituráveis de Fortaleza

384 3

Se depender de Eudoro Santana, o nome do sociólogo Élcio Batista, que saiu de Chefe de Gabinete na gestão estadual anterior para Chefe da Casa Civil na nova gestão, vira “prefeiturável” de Fortaleza.

Eudoro, pai do governador, tem trânsito livre também na gestão de Roberto Cláudio, onde é superintendente do Iplanfor. Já Élcio não fala sobre o assunto que mexe, no âmbito da órbita camiliana, com outros pedetistas como os deputados estaduais Queiroz Filho, ex-secretário de Governo do Paço Municipal, e Salmito Filho, ex-presidente da Câmara Municipal.

Mas há quem continue apostando que o senador Cid Gomes (PDT) seria a bola da vez. Embora ele negue de pés juntos.

(Foto – Fiec)

Senador Eduardo Girão – “Uma trágica ressaca”

202 1

Com o título “Uma trágica ressaca”, eis artigo de Eduardo Girão, senador do Podemos, Ele bate duro na lei que quer liberar a venda de bebida alcoólica nos estádios cearenses. Confira:

Vítimas e mais vítimas. Este pode ser o resultado da grave ameaça que significa uma possível aprovação, esta semana, na Assembleia Legislativa do Ceará, do PL nº 85/2019 que trata da liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios e arenas de futebol no Ceará.

O consumo de álcool está diretamente relacionado à violência, seja nos estádios de futebol, onde nas últimas 20 principais ocorrências graves no Brasil os envolvidos haviam consumido álcool, seja no trânsito, onde os acidentes graves tiveram uma relação importante com a quantidade consumida, seja contra a mulher, onde quanto mais bebida alcoólica envolvida, mais lesões os agressores provocaram nas vítimas.

Estatísticas dos Ministérios Púbicos e das polícias civil e militar de Minas Gerais, São Paulo e Pernambuco, mostram a direta relação entre o consumo de bebida alcoólica e a violência nas arenas. Após a proibição do álcool nas praças esportivas desses estados, o número de ocorrências diminuiu 45 % (MG), 57% (SP) e 63% (PE).

Absurda também é a ideia de relacionar um evento esportivo no qual deveríamos fomentar o culto à saúde da população, ao consumo de uma droga que, em que pese ser legal, é atualmente uma das principais causas de mortes violentas no Brasil, principalmente entre os mais jovens.

Cabe lembrar que a Câmara Municipal de Fortaleza já se manifestou sobre o assunto através da lei nº 9.477/2009, que proíbe, em dias de jogos, o consumo e a comercialização de bebidas alcoólicas num raio de cem metros dos estádios. Isso não está sendo efetivado por total falta de fiscalização do executivo municipal.

O deputado idealizador do projeto de lei estadual nº 85/2019, não escondeu que o interesse dessa matéria tem como prioridade arrecadar impostos. Contudo, não estão sendo computados os enormes custos sociais e os riscos trazidos pelo consumo de álcool. Só para ilustrar, o Brasil perde 7,3 % do PIB com o consumo excessivo de álcool, ao passo que toda a indústria de bebidas movimentou apenas 1,6 % do Produto Interno Bruto.

Que na hora da votação, os deputados possam pensar na proteção do torcedor cearense, para que um momento de alegria e lazer não se transforme em tragédia. Quanto ao povo cearense, que se manifeste perante seu deputado ou deputada, sempre de forma pacífica e ordeira, mas não menos firme e corajosa.

*Eduardo Girão,

Senador do Podemos

(Foto – Mateus Dantas)

Sinditáxi do Ceará sob nova direção

284 3

O Sinditáxi Ceará empossará nesta terça-feira, às 9 horas, sua nova diretoria.

Como presidente, assumirá Francisco Moura, que já fechou uma meta: vai cobrar da Etufor reforço na fiscalização dos aplicativos de transporte, que, segundo reclama a própria categoria, estariam deitando e rolam em cima de profissionais taxistas que pagam muitos impostos.

(Foto – Divulgação)

Sinpol do Ceará busca apoio de parlamentares pró-reestruturação da Polícia Civil

O Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol) visitará, nesta terça-feira, gabinetes dos deputados estaduais para apresentar o projeto OPJ – Oficial de Polícia Judiciária e pedir apoio para a reestruturação da Polícia Civil.

A apresentação ocorrerá com vídeo e relatório expondo as estatísticas do piloto do projeto Oficial de Polícia Judiciária (OPJ), implementado em Aracati, de junho a setembro de 2018.

Segundo a diretoria do Sinpol, o principal objetivo do OPJ é a unificação dos cargos de inspetores e escrivães de polícia, o que deve conferir “mais dinamicidade no trabalho dos policiais, bem como maior resolutividade e diminuição de crimes”, expõe a entidade.

Além da apresentação do OPJ, o Sinpol buscará apoio para a reestruturação salarial de nível superior de escrivães e inspetores, pois, atualmente, segundo o sindicato, o Ceará é o estado que paga o menor salário do Nordeste, fato gerador de 58% de evasões, de acordo com levantamento feito com os diários oficiais do Estados no últimos 10 anos.

Confira abaixo os dados estatísticos atingidos em Aracati quando o OPJ esteve em vigência:

– Redução de 29% em Outros Delitos
– Redução de 50% no Porte Ilegal de Arma de Fogo
– Redução de 56% no registro de Homicídios Dolosos
– Redução de 60% no Uso de Entorpecentes
– Redução de 63% no Furto de Veículos
– Redução de 69% no Roubo de Veículos
– Redução de 71% no Roubo Diversos
– Redução de 68% de Inquéritos Devolvidos para Diligência
– Aumento de 28% no registro de Termos Circunstanciados de Ocorrência
– Aumento de 41% nos registros de Inquéritos Policiais Relatados
– Aumento de 60% de TCOs encaminhados à Justiça
– Aumento de 120% de Representações encaminhadas ao Poder Judiciário
– Aumento de 196% de Mandatos Judiciais Cumpridos

DETALHE – As estatísticas do OPJ foram levantadas por uma empresa de consultoria contratada pelo Sinpol especificamente para esse trabalho, de acordo com os dados repassados pela delegacia de Aracati.

(Foto – Ilustrativa)