Blog do Eliomar

Últimos posts

Bolsonaro quer indicar filho para embaixador nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem que decidiu convidar um de seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para assumir a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos. A decisão, segundo o presidente, depende apenas do “sim” de Eduardo, que estuda a possibilidade de ter que renunciar ao mandato parlamentar para assumir a função de embaixador.

“Imagina o filho do Macri (Maurício Macri, presidente da Argentina) aqui (no Brasil) como embaixador da Argentina. Teria tratamento diferenciado”, declarou Bolsonaro aos jornalistas em entrevista coletiva.

Segundo Bolsonaro, “não é fácil a decisão para Eduardo eventualmente ter que deixar o mandato para assumir a Embaixada dos EUA”. O presidente afirmou que ainda não está claro se ele realmente seria obrigado a deixar a função que ocupa no Congresso, mas disse que, se confirmado, isso seria um “complicador”.

Eduardo afirmou que aceitaria o cargo de embaixador em Washington caso seu pai o escolhesse. “Eu aceitaria qualquer missão que o presidente Bolsonaro me der e tentarei desempenhar da melhor maneira possível”, afirmou. O deputado, porém, disse que não houve convite formal.

O cargo de embaixador em Washington está vago desde junho, quando o diplomata Sérgio Amaral deixou o posto. Desde que seu pai foi eleito, Eduardo tem atuado como uma espécie de embaixador informal do governo. Acompanhou o pai nas viagens e chegou a substituir o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, em reunião com o presidente americano, Donald Trump, na Casa Branca.

Ao lado do presidente, em transmissão ao vivo feita pelo Facebook, Ernesto Araújo afirmou ontem que Eduardo Bolsonaro é um “excelente nome” para o posto de embaixador do Brasil em Washington. “Tem um papo aí que o Eduardo Bolsonaro pode ser indicado para ser embaixador nos EUA, é isso mesmo?”, pergunta o presidente, virando para o ministro. “É um excelente nome, presidente. Seria ótimo”, responde Araújo, provocando risadas em todas que participam da transmissão.

Em outro evento, mais cedo, o presidente recebeu cerca de 80 deputados da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional. Segundo relatos de quem participou do encontro, os parlamentares agradeceram ao presidente pelo compromisso firmado na quarta-feira (10) por ele de indicar um ministro “terrivelmente evangélico” para uma das vagas que serão abertas para o Supremo Tribunal Federal (STF).

(Agência Estado)

Ministério alerta para fraude via WhatsApp sobre 13º do Bolsa Família

Um novo golpe, veiculado por meio de mensagens no aplicativo WhatsApp, promete a liberação instantânea do décimo terceiro salário do Bolsa Família para beneficiários do programa, segundo informações divulgadas nessa quinta-feira (11) pelo Ministério da Cidadania.

De acordo com o alerta, a mensagem fraudulenta contém um link que redireciona o usuário para uma página onde são solicitados os dados pessoais, como nome completo, CPF e endereço. A mensagem exige ainda que a vítima compartilhe o link com todos os seus contatos para que o pagamento seja efetuado.

O Ministério da Cidadania informou que não solicita dados pessoais via WhatsApp ou o compartilhamento de links como condição para concessão de benefícios do Programa Bolsa Família. De acordo com a diretora do Departamento de Benefícios, Caroline Paranayba, para o recebimento do repasse não é necessário fornecer qualquer informação adicional das famílias.

O ministério esclarece ainda que o governo federal não faz nenhum tipo de coleta de dados por meio das redes sociais e que a atualização de informações de famílias beneficiarias de programas sociais deve ser feita exclusivamente no órgão responsável no município.

(Agência Brasil)

Três mil imóveis em Fortaleza poderão ser regularizados

Cerca de três mil famílias que ocupam imóveis em situação irregular de posse serão atendidas por uma parceria entre a Defensoria Pública do Estado do Ceará e a Universidade Federal do Ceará. (UFC). As instituições auxiliarão no trabalho de regularização fundiária de moradias localizadas em áreas vulneráveis de Fortaleza. Por meio da cooperação, que deve durar, inicialmente, um ano, defensores públicos e alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFC darão suporte técnico e jurídico às famílias em ações judiciais de usucapião.

“(Vou me sentir) Dona do Pedaço. Aí eu posso dizer é meu, né? Porque, por ora, eu não posso dizer isso”, relata Rita Araújo, 71 anos, sobre conseguir o “papel da casa”. A aposentada é uma dentre os moradores atendidos no Presidente Vargas, bairro que será o primeiro atendido pelo projeto, e terá aproximadamente 170 imóveis regularizados.

”É importante dizer que o projeto visa a uma coletividade. No dia a dia, a Defensoria entra com milhares de usucapiões individuais. Mas existem territórios onde tem necessidade de uma atuação coletiva porque há uma gleba de terras com várias famílias na mesma situação”, explica a defensora geral Mariana Lobo.

A Prefeitura de Fortaleza estima que 50% dos imóveis da Capital estão em situação irregular de titularidade. Segundo Mariana, o projeto focará apenas nos bairros de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Isso porque parte das dificuldades nas ações de usucapião se deve à falta de condições dos moradores em obter documentações comprobatórias que devem ser assinadas por equipe técnica especializada.

É nesse contexto que entra a participação de estudantes do Canto, Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo da UFC, que produzirão, por exemplo, plantas e memoriais descritivos dos imóveis, necessários para que a Defensoria entre com as ações na Justiça.

O professor da UFC e coordenador do Canto, Newton Becker, ressalta a importância do trabalho, que, pela Universidade, se dá por meio da Extensão. Becker cita também a construção de uma cartografia social, o que deve ser um elemento diferencial nas ações.

“Os alunos conversam com as pessoas que estão nessa situação, qual a relação de pertencimento que elas têm em relação ao lugar, para que isso seja mais um reforço no processo de usucapião. É uma tentativa de humanizar esse processo”, frisa o professor.

Mariana ainda completa que a cartografia dá corpo à ação e oferece ao Poder Judiciário uma dimensão dos impactos do direito de propriedade na vida e no cotidiano social da comunidade. “É uma questão de regularizar a vida social daquelas pessoas, o impacto social que isso vai ter”, completa Lobo.

Prefeitura

Segundo a Habitafor, um levantamento foi realizado no bairro Presidente Vargas, em uma poligonal com condições de habitabilidade e urbanização, a fim de se realizar a regularização fundiária dos imóveis. O material foi encaminhado para aprovação da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

(O POVO – Repórter Isaac de Oliveira)

Câmara aprova emenda que suaviza as regras de aposentadoria para policiais

407 4

Os deputados federais aprovaram, na madrugada desta sexta-feira, por 467 votos a 15, uma emenda que altera a reforma da Previdência. O objetivo foi garantir regras de aposentadoria mais suaves para uma série de carreiras policiais. Houve ainda uma abstenção. A informação é do Portal G1.

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, garantiu apoio à emenda que cria uma regra alternativa com idades mínimas menores para os integrantes dessas categorias. São favorecidos pela emenda policiais da: Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Polícia Ferroviária Federal; Polícias legislativas (Senado e Câmara); e Polícia Civil do Distrito Federal. Os agentes penitenciários e socioeducativos federais também são beneficiados.

A emenda aprovada não trata dos policiais dos estados (policiais militares, civis e bombeiros dos estados), uma vez que os servidores dos estados e municípios foram excluídos da reforma.

Mudança

A mudança prevê que a idade mínima para essas categorias passa a ser de 53 anos para policiais homens e 52 para mulheres, desde que o cidadão cumpra um período adicional de contribuição correspondente ao tempo que, na data de entrada em vigor da nova Previdência, faltará para atingir os tempos de contribuição da lei complementar de 1985 (pedágio de 100%).

Nesta lei os tempos de contribuição são:

30 anos de contribuição, com pelo menos 20 anos no exercício do cargo de natureza policial, para homens;
25 anos de contribuição, com pelo menos 15 anos no exercício do cargo de natureza policial, para mulheres.
As regras beneficiam, principalmente, os policiais que estão próximos de conquistar a aposentadoria.

Plenário mantém na reforma da Previdência regra sobre reconhecimento do tempo de contribuição

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, por 334 votos a 155, o destaque do PSB à proposta da reforma da Previdência (PEC 6/19) e manteve no texto regra que limita o reconhecimento de tempo de contribuição ao Regime Geral de Previdência Social somente ao mês para o qual o segurado tenha feito a contribuição mínima mensal exigida. Isso afetaria trabalhadores temporários e intermitentes que não conseguem contribuir sobre um salário mínimo.

Novas regras

Os deputados analisam hoje destaques que podem alterar o texto-base da reforma da Previdência, aprovado ontem na forma do substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP).

O texto-base aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, aumenta as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

Na nova regra geral para servidores e trabalhadores da iniciativa privada que se tornarem segurados após a reforma, fica garantida na Constituição somente a idade mínima: 62 anos para mulher e 65 anos para homem. O tempo de contribuição exigido e outras condições serão fixados definitivamente em lei. Até lá, vale uma regra transitória.

Para todos os trabalhadores que ainda não tenham atingido os requisitos para se aposentar, regras definitivas de pensão por morte, de acúmulo de pensões e de cálculo dos benefícios dependerão de lei futura, mas o texto traz normas transitórias até ela ser feita.

Quem já tiver reunido as condições para se aposentar segundo as regras vigentes na data de publicação da futura emenda constitucional terá direito adquirido a contar com essas regras mesmo depois da publicação.

Pensão e mulheres

Mais cedo, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 344 votos a 132 e 15 abstenções, emenda do DEM à proposta da reforma da Previdência (PEC 6/19).

Apesar de apoiada inicialmente por partidos de oposição, como PT e PDT, a emenda passou a receber críticas desses partidos e também da bancada evangélica sobre o item que permite o recebimento de pensão em valor inferior a um salário mínimo.

Um acordo entre a maior parte dos partidos da Maioria viabilizou a aprovação da emenda com uma posterior emenda de redação especificando que poderá ser paga pensão por morte inferior a um salário mínimo se esta não for a única fonte de renda formal recebida pelo dependente.

No caso da acumulação de uma aposentadoria de um salário com uma pensão, por exemplo, essa pensão poderá ser menor que um salário mínimo se o cálculo pela média resultar nesse valor inferior. A pensão, assim, poderá resultar em valor a partir de R$ 479,04.

A emenda também permite o acréscimo de 2% para cada ano que passar dos 15 anos mínimos de contribuição exigidos para a mulher no Regime Geral de Previdência Social. O texto-base, aprovado ontem, previa o aumento apenas para o que passasse de 20 anos.

(Agência Câmara Notícias)

Bolsonaro: espero que não desidratem a reforma nos destaques

101 1

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (11) que não tem muita influencia sobre a votação dos destaques da reforma da Previdência, que foi retomada no fim da tarde de hoje pelo plenário da Câmara dos Deputados, mas espera que o texto-base aprovado não seja “desidratado” pelos parlamentares.

“Em grande parte, o destino final dessa PEC (Proposta de Emenda à Constituição), que se tornará uma Emenda à Constituição, cabe ao parlamento brasileiro. Eu pouco influencio no momento. Espero que ela não seja desidratada e, se porventura tiver algo a ser corrigido, que o façam agora via destaques”, afirmou a jornalistas, após participar, em Brasília, da posse do novo diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o delegado da Polícia Federal Alexandre Ramagem Rodrigues.

Bolsonaro classificou como “vitória do Brasil” a aprovação da reforma da Previdência, em primeiro turno, no plenário da Câmara dos Deputados na noite de ontem e que seria um caos para o país se a medida não tivesse avançado. “Gostaria que não fosse necessário fazê-la. A esquerda acusa a gente que o pessoal vai trabalhar mais, ganhar menos, um montão de coisa. Em parte, eles têm até razão, mas se não fizer a reforma, ninguém vai ter aposentadoria e quem está recebendo corre o risco de não receber no futuro por problema de caixa”.

(Agência Brasil)

Proposta obriga que shoppings mantenham serviço de emergência médica

O Projeto de Lei 1759/19 obriga os centros comerciais instalados no território nacional a manterem serviços de atenção às emergências médicas e disponibilidade de ambulância para atendimento aos consumidores. A exigência prevista na proposta é para centros comerciais superiores a 10.000 metros quadrados de área edificada.

Pelo texto, o atendimento deve ser realizado por pessoal devidamente treinado e durante todo o horário de funcionamento do centro comercial e os serviços deverão possuir equipamentos, insumos e medicamentos suficientes e adequados às intervenções mais comuns em casos de urgência e emergência.

UTI móvel

A proposição exige que esses estabelecimentos de que trata esta lei disponham de ambulâncias tipo UTI móvel para a remoção tempestiva do paciente para unidades de saúde e hospitais nos casos de maior complexidade, após a prestação dos serviços de primeiros socorros.

O projeto estabelece ainda que os centros comerciais que infringirem a previsão lega estará sujeita os infratores às sanções previstas na legislação específica, sem prejuízo das sanções penais e cíveis.

O autor do projeto, deputado Chiquinho Brazão (Avante-RJ), afirma que quanto maior o tempo de espera por atendimento, maiores as probabilidades de ocorrência de óbito.

“Os locais que recebem grandes aglomerados de pessoas, como os centros comerciais, conhecidos no Brasil como “shopping centers”, enfrentam chances elevadas de vivenciar situações emergenciais médicas e que demandam uma rápida intervenção de primeiros socorros”, diz Brazão.

O projeto, que tramita conclusivamente, será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Expocrato terá show de Raimundo Fagner

O cantor Raimundo Fagner é a mais nova atração do Festival Expocrato, que será aberto neste sábado e se estenderá até o próximo dia 21. Foi o que divulgou, nesta quinta-feira, a organização do evento que ocupará o Parque de Exposições da cidade do Crato (Região do Cariri). Ele fará show no dia 19 de julho

Natural de Fortaleza, mas com registro de Orós, Fagner ganhou em 2018 título de Cidadão cratense, honraria merecida para este que canta a história do nordestino com tanta propriedade. Ainda em 2018, o artista realizou a abertura do Festival Expocrato abrindo o evento com quase três horas de show, emocionando os presentes ao cantar “O Último Pau de Arara”, hino do Cariri.

Prestes a completar 70 anos, e com mais de 40 anos de carreira, Fagner retorna para o Festival Expocrato com um repertório repleto de grandes sucessos, como os eternos clássicos “Deslizes”, “Retrovisor”, “Espumas ao Vento”, “Mucuripe” e “Borbulhas de Amor”. Promessa de muita emoção.

Na mesma noite ainda se apresentam as coleguinhas Simone & Simaria, Saia Rodada, Aldair Playboy, Maninho e banda, Luan Rocha e Antônio Marcos.

(Foto – Divulgação)

Deputados aprovam LDO 2020 e prestação de contas do Governo Camilo Santana

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou nesta quinta-feira (11/07) a proposta do Executivo que dispõe sobre o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. Também foi aprovada pelo Plenário as contas do Governo do Estado de 2018, um veto governamental e um projeto de lei do deputado Elmano Freitas (PT).

O projeto nº 42/19, aprovado com 25 emendas, dispões sobre as prioridades, diretrizes e normas da administração pública estadual para a elaboração e execução da Lei Orçamentária Anual (LOA) para exercício de 2020.

O texto aprovado prevê em seu anexo I, relativo às metas fiscais, R$ 70,2 bilhões de arrecadação entre 2020 e 2022 – R$ 46,7 bilhões de receita tributária e um montante de R$ 23,5 bilhões referentes às transferências correntes, como o Fundo de Participação dos Estados (FPE).

No que concernem as operações de crédito, há uma perspectiva de se arrecadar o montante de R$ 4,1 bilhões no período iniciado em 2019 até o final de 2022. Desse valor, encontram-se recursos de instituições financeiros nacionais como BNDES, Caixa Econômica Federal, além de agentes internacionais como BID, BIRD, FIDA e MLW.

Já as despesas, há uma previsão de R$ 77,6 bilhões. Do total, R$ 39,5 bilhões de despesas com pessoal (2020 a 2022), considerando a previsão de concursos, a possibilidade de reposição, eventual alteração em Planos de Cargos e Carreiras e as despesas previdenciárias que ocorrerão até 2022.

Para as despesas correntes, foram programados R$ 32,8 bilhões (2020 a 2022) principalmente para manter em funcionamento a “máquina pública”, os equipamentos como Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, Policlínicas, Escolas Regulares, Delegacias, Cadeias, Penitenciárias, Centro de Formação Olímpica dentre outros, além de contemplar os recursos destinados constitucionalmente aos municípios.

Para o pagamento dos Juros e Amortização das dívidas foi previsto de 2020 a 2022, o valor de R$ 5,3 bilhões em função, principalmente, das operações de crédito anteriormente contratadas que objetivam a realização dos investimentos estruturantes necessários ao Estado.

Os deputados acataram também, em votação secreta, o decreto legislativo nº 02/19, da Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação (COFT), que aprova as contas apresentadas pelo Governador do Estado, alusivas ao Exercício de 2018. A matéria foi aprovada com 30 votos favoráveis e três contrários.

E por 31 votos favoráveis e um contra, os parlamentares aprovaram o veto parcial do governador Camilo Santana aposto ao autógrafo de lei nº 80/19, de autoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que estrutura e aprova o novo plano de cargos e carreira e remuneração do Tribunal de Contas do Estado do Ceará. Veto parcial aposto ao § 4.º do art. 15, por razões de vício de inconstitucionalidade formal.

Também foi aprovado o projeto de lei nº 301/2019 do deputado Elmano Freitas (PT), que concede o Título de Cidadão Cearense ao economista João Pedro Stédite. Os deputados Manoel Duca (PDT), Fernanda Pessoa (PSDB) e Apóstolo Luiz Henrique (PP) registraram voto contrário.

(ALCE)

MPCE amplia programa “De olho na validade” com rede de supermercados

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), celebrou nesta semana um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Rede Parceria, para instituir o Programa “De olho na validade” nos 55 supermercados que compõem a rede.

O TAC foi assinado pela secretária-executiva do Decon, promotora de Justiça Ann Celly Sampaio, e pelo presidente da Rede Parceria, Marcos Antônio da Silva Moreira, na sede do Decon, em Fortaleza.

O programa tem o objetivo de incentivar uma atenção maior ao prazo de validade, não só do fornecedor, que proporcionará outro item gratuitamente, mas também do consumidor que será estimulado a observar a informação.

Com isso, espera-se prevenir a prática de oferta de produtos com prazo de validade vencido, incentivar o consumidor a verificar tal informação no ato da compra e propiciar mecanismos alternativos de solução de conflitos de consumo.

“Este programa é uma forma de o consumidor fiscalizar e se beneficiar. O TAC não exime os estabelecimentos de serem fiscalizados e, consequentemente, sofrerem penalidades administrativas, caso irregularidades sejam encontradas. Mas beneficia o consumidor porque ele deixa de ser prejudicado, caso flagre um produto com validade irregular”, explica Celly Sampaio.

Os estabelecimentos da Rede Parceira localizam-se nas cidades de Fortaleza, Aquiraz, Barreira, Baturité, Cascavel, Caucaia, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante.

TAC com a Acesu

A Associação Cearense de Supermercados (Acesu) já faz parte do Programa “De olho na validade” desde 2013. Os supermercados parceiros da iniciativa devem divulgar a informação em placas e avisos. Já aderiram ao programa o São Luiz, Centerbox, Cometa, Lagoa e Pinheiros.

(MPCE)

Chiquinho Feitosa será reconduzido ao cargo de presidente do DEM do Ceará

O DEM do Ceará vai realizar nesta sexta-feira, a partir das 17 horas, em sua sede, convenção estadual. O objetivo é mudar parte do diretório estadual do partido.

A presidência estadual, no entanto, não sofrerá alteração.

O empresário Chiquinho Feitosa continuará presidente do DEM, com a missão de organizar diretórios municipais e fechar o maior número de candidatos a prefeito em 2020.

(Foto – DEM)

Proposta determina prevalência do direito do consumidor sobre regulação bancária

O Projeto de Lei 2935/19 determina a prevalência das normas de direito do consumidor sobre a regulação bancária e considera abusiva a eventual cláusula contratual que trate de cobrança para ressarcimento de serviços sem a especificação do que será efetivamente prestado.

A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. Segundo o autor, deputado Cleber Verde (PRB-MA), a ideia é ajustar os dispositivos do Código de Defesa do Consumidor e da regulação bancária à jurisprudência consolidada pelo Supremo Tribunal Federal.

O parlamentar explicou que, na relação entre bancos e clientes, há serviços que são prestados pela instituição financeira e outros por terceiros, conforme contrato. Esses últimos são regulamentados pelo Conselho Monetário Nacional e podendo ser cobrados do cliente a título de ressarcimento.

“No entanto, essa cobrança de ressarcimento não pode se dar de forma genérica, o que afronta o Código do Consumidor”, afirmou Cleber Verde. “A especificação do serviço contratado é um direito, como também é a informação adequada sobre os acréscimos em um financiamento.”

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Presidente eleito da Fiec participa de evento com ministro das Minas e Energia

O presidente eleito da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcante, participou, nesta quinta-feira, em Brasília, no auditório do Ministério das Minas e Energia, do encontro “Diálogos com o Setor Mineral”.

Durante o evento, que contou com a presença do ministro Bento Albuquerque, foram discutidos temas como panorama do setor mineral, história da Agência Nacional de Mineração, desafios e entregas previstas pelo MME na da atual gestão.

Bento Albuquerque  ainda teve a oportunidade de ouvir de Ricardo Cavalcante, que também preside o Sindminerais, explanações sobre o segmento no Ceará.

(Foto – Divulgação)

PSB do Ceará terá Denis Bezerra como presidente estadual

358 1

O deputado Federal Denis Bezerra é o novo presidente estadual do PSB. Ele assume no lugar do ex-deputado federal Odorico Monteiro, que está se dedicando ao partido como vice-presidente, mas, também, ao trabalho de pesquisador da Fiocruz do Ceará. A mudança foi consensual e com o aval da direção nacional da legenda.

“O PSB vive mais um grande momento de sua história contra os retrocessos implementados por governos anteriores e agora na gestão do presidente Jair Bolsonaro. Vamos seguir resistentes para lutar por um Brasil para os brasileiros, em respeito às diferenças regionais, propondo os avanços necessários sem massacrar as pessoas,” defendeu o novo presidente do PSB-CE.

Perfil

Em 2018, o advogado Denis Bezerra foi eleito para o mandato de deputado federal com o apoio de 106.294 cearenses em sua primeira eleição. É Graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza, com especialização em Direito Imobiliário pelas Faculdades Integradas de São Paulo (FISP).

Na Câmara Federal é membro titular da Comissão de Finanças e Tributação (CFT), da Comissão Externa Ministério da Educação (CEMEX), do Centro de Estudos e Debates Estratégicos (CEDES), Reclusão Por Maus-Tratos a Animais (PL 1095/19) e vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CIDOSO). Além disso, assumiu também a suplência da Comissão de Seguridade Social e a Subcomissão Permanente Previdência Social.

Comissão Estadual Provisória

Presidente: Denis Anderson da Rocha Bezerra

Vice-Presidente: Odorico Monteiro

Secretário-Geral: Pedro Ferreira Mesquita Filho

Primeiro Secretário: Antonio Valdenizo da Costa

Secretário de Finanças: Eduardo de Andrade Mariano

Secretário de Formação Política: Leonardo Andrade Leite

Vogal: Manoel Messias Moreira da Silva.

(Foto – Paulo MOska)

Amigos e admiradores se despedem de Paulo Henrique Amorim

Familiares e amigos se despedem do jornalista Paulo Henrique Amorim, corpo é velado na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no centro do Rio.

O corpo do jornalista Paulo Henrique Amorim foi velado entre a manhã e a tarde de hoje (11) na sede da Associação Brasileira de Imprensa, no centro do Rio de Janeiro. Familiares, amigos e admiradores prestaram homenagens ao jornalista que trabalhava desde 2003 na TV Record e morreu ontem (10), aos 77 anos, vítima de um infarto.

O sepultamento está marcado para as 17 horas, no Cemitério da Penitência, na zona portuária do Rio de Janeiro.

Irmã de Paulo Henrique Amorim, a professora universitária Marília Amorim lembra que o irmão mais velho tinha uma forma de cuidado que sempre se preocupava em contribuir com sua formação profissional e intelectual.

“Ele sempre me protegeu num sentido muito diferente. Era uma proteção que não me dava refresco. Era uma proteção para me colocar indo à luta”, lembra Marília, que afirma que, por sua coragem, Paulo Henrique é uma “perda imensa” para o jornalismo brasileiro. “Era uma pessoa muito dedicada ao jornalismo”.

O presidente recém eleito da ABI, Paulo Jerônimo, contou que ofereceu a sede da associação à família pela importância que o jornalista teve ao longo de sua trajetória. “Foi um brilhante jornalista, respeitado por toda a classe. Estamos orgulhosos de prestar essa homenagem”, disse Paulo Jerônimo, que também chegou a conviver com Paulo Henrique Amorim. “Ele era um cara muito engraçado, com tiradas impressionantes”.

O cineasta Luiz Carlos Barreto contou que ainda no início de sua vida profissional, como repórter da Revista Cruzeiro, fez uma amizade com Paulo Henrique Amorim que durou até sua morte. Barretão, como também é conhecido, elogiou a firmeza do amigo em suas convicções e na defesa da democracia.

“Às vezes, nessa sua fé no jornalismo livre e independente, cometia alguns excessos, mas isso faz parte da paixão. E ele era um apaixonado pela democracia verdadeira”, disse o cineasta. “Era, sobretudo, um espírito livre, e como tal, sempre muito polêmico”.

Versatilidade

Com uma atuação que foi do jornalismo impresso ao televisivo, chegando também à internet, o profissional também foi homenageado por sua versatilidade. Paulo Henrique Amorim atuou como correspondente internacional em Nova York nas revistas Realidade e Veja. Na televisão, passou pela extinta Manchete, pela Globo, Bandeirantes, TV Cultura e Record, onde apresentou o programa Domingo Espetacular por 14 anos.

A atuação de Paulo Henrique Amorim no site Conversa Afiada reuniu milhares de seguidores, que acompanhavam suas postagens também nas redes sociais. Entre esses internautas estava a contadora e professora Fátima Leão, de 64 anos, que foi ao velório homenagear o jornalista mesmo sem tê-lo conhecido pessoalmente.

“Acompanhava ele no Twitter e no canal dele e a gente estava sempre interagindo nas lives. Era uma pessoa incrível que estava na luta contra esse estado de coisas desde os anos 60”, elogia ela, que de tanto interagir com o perfil dele no Twitter, passou a ser seguida pelo jornalista. “Ele me deu a honra de me seguir. Todos os dias eu entrava lá e via o que ele estava falando logo cedo”.

(Agência Brasil)

Bruno Covas pede a expulsão de Aécio como estratégia para aprender a dizer adeus ao ninho tucano?

Quem acompanha de perto o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), acredita que o ultimato cobrando a expulsão do deputado federal Aécio Neves do partido é a justificativa perfeita para sua própria saída.

A informação e´da Coluna Radar, da Veja Online.

De olho nas eleições do ano que vem, Bruno já estaria articulando essa estratégia caso não tenha espaço na legenda.

É um movimento calculado, mas por ora ele segue sendo o candidato do partido à reeleição.

(Foto – Charle Sholl, da Folhapress)