Blog do Eliomar

Últimos posts

Seleção feminina olímpica de futebol da Austrália faz preparativos em Fortaleza

download (1)

A seleção olímpica de futebol feminino da Austrália (The Matildas) está em Fortaleza para adaptação e treinamento como período preparatório para os jogos Olímpicos Rio 2016.

A vinda das australianas para a cidade é resultado da atração de delegações olímpicas após articulações feitas pela Prefeitura de Fortaleza. Em abril, a comitiva da seleção representada por Alen Stajcic, técnico da seleção e Vito Basile, coordenador técnico, esteve em Fortaleza para fazer a inspeção de locais de treino e foi recebida pela Coordenadoria de Relações Internacionais (CERIF) em parceria com a Secretaria do Esporte e Lazer (Secel).

Além da intensa programação de treinos que as Matildas vêm desenvolvendo, nesta segunda, às 15h30min, a seleção australiana joga com o time da categoria de base do Ceará no Centro de Treinamento do Nordeste (Ceten), localizado em Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza)

Na sexta-feira (15), está agendado uma atividade com alunos da rede municipal de ensino e jovens de programas sociais da prefeitura. No dia 23, a Seleção Olímpica Australiana Feminina enfrentará a Seleção Olímpica Brasileira Feminina num amistoso às 16 horas, no Estádio Presidente Vargas.

DETALHE – O time está em quinto lugar no ranking da FIFA e escolheu o Estádio Presidente Vargas para o aperfeiçoamento tático da equipe.

(Foto – Divulgação)

Aos mestres, nada de carinho

71 3

Mauro-Filho-OP-Scanners

Professores da Uece, em greve há mais de 65 dias, reclamam de barriga cheia do salário.

O secretário da Fazenda, Mauro Filho, diz que a categoria está ganhando melhor do que os docentes da UFC.

Mauro Filho, que é docente da Federal, não declinou valores.

VAMOS NÓS – Quando é mesmo que essa greve vai chegar ao fim?

VAMOS NÓS 2 – E a greve dos professores da rede estadual entrou no caso do sem jeito? Alunos e seus papais e que sofrem com tal situação que, com certeza, só deve normalizar em agosto. Ou alguém acredita que os docentes voltarão ao trabalho neste mês das férias?

Carlinhos Cachoeira e Cavendish deixam a prisão

O Superior Tribunal de Justiça converteu as prisões do bicheiro Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e do diretor da empreiteira Delta, Fernando Cavendish, de temporárias para domiciliares. A corte também relaxou as detenções dos empresários Marcelo Abbud, Cláudio Abreu e Adir Assad, conforme a ConJur noticiou nesse domingo (10/7).

Os acusados, que estavam presos no Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, foram soltos às 4h desta segunda (11/7). Por falta de verbas no estado, eles não serão monitorados por tornozeleiras eletrônicas. A vigilância terá que ficar a cargo de agentes.

Os cinco foram presos depois de terem sido denunciados pela lavagem de R$ 370 milhões desviados de cofres públicos. Segundo o Ministério Público, contratada para fazer obras públicas, algumas inexistentes, a Delta repassava dinheiro a empresas de fachada, que recebiam o dinheiro e não faziam o serviço. Com informações da Agência Brasil.

Wanessa Camargo gravará sertanejo

veve

A cantora Wanessa Camargo voltará a gravar música sertaneja. A informação foi dada, nesta segunda-feira, pelo casal Vevè e Tânia, divulgadores que trabalham na Capital cearense para o escritório Work, o maior do segmento.

Eles não deram mais detalhes, mas informaram que, por esses dias, tudo será divulgado. O casal viajou para Goiânia, onde conferirá a inauguração da nova sede da Work.

(Foto – Paulo MOska)

Eleição da Câmara – Cotados para presidir a Casa enfrentam algum tipo de processo

76 1

“Dos seis candidatos favoritos à sucessão do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara, quatro enfrentam algum tipo de processo judicial, um apareceu na Operação Lava Jato e o sexto não responde mais a ações porque os crimes dos quais era acusado prescreveram. Entre os que ainda respondem, há acusações como peculato (desvios de recursos públicos) e até por submeter empregados a condições de trabalho análogas à escravidão.

A eleição do próximo presidente da Câmara, prevista para quarta-feira, vai definir uma figura central para os próximos passos do governo. Além de ser o primeiro na linha sucessória do presidente em exercício Michel Temer, o substituto de Cunha terá poder para acelerar ou atrapalhar o processo de cassação do peemedebista e as votações de projetos importantes para o ajuste fiscal do governo.

Levantamento do jornal O Estado de S. Paulo checou as pendências dos 16 nomes até agora cotados para a disputa nos bancos de dados públicos dos tribunais de Justiça, nas cortes superiores e eleitorais. Em nove deles, encontrou algum tipo de procedimento. Iniciada após a renúncia de Cunha, na quinta-feira, a disputa pelo cargo tem número recorde de concorrentes e promete movimentar a semana que antecede o recesso parlamentar do meio do ano.

Favoritos. Entre os mais cotados na disputa e possível candidato do Centrão (bloco que reúne 13 partidos), o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) é investigado por peculato e indiciado por corrupção. Os crimes são relacionados ao mandato-tampão como governador do Distrito Federal, em 2010, após um escândalo de corrupção que prendeu o então governador José Roberto Arruda e obrigou o vice, Paulo Octávio, a renunciar.

O possível adversário direto de Rosso, Beto Mansur (PRB-SP), primeiro-secretário da Câmara, é o que tem a maior lista de pendências judiciais entre os 16 pesquisados. Ele já foi condenado e responde a um processo por exploração de trabalho análogo à escravidão em uma fazenda no interior de Goiás. O caso envolve 46 trabalhadores, sete dos quais eram menores de idade na época.

Em outra ação penal no Supremo Tribunal Federal, Mansur responde por crime de responsabilidade relacionado ao período em que foi prefeito de Santos (1997-2004). Ele também é alvo de dois inquéritos na Corte por crimes contra a administração pública. Na Justiça paulista, o deputado ainda foi condenado por improbidade administrativa e é alvo de uma segunda ação por dano ambiental.

Outro candidato que aparece com boas chances, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) não responde a processo, mas teve seu nome envolvido na Operação Lava Jato após aparecer em troca de mensagem de Léo Pinheiro, da OAS, pedindo doações. Maia é alvo de um pedido de inquérito da Procuradoria-Geral da República.

Já Fernando Giacobo (PR-PR), graças à prescrição, não responde a processo atualmente, mas escapou de duas ações penais no STF por formação de quadrilha e crime tributário.

Também no páreo, Heráclito Fortes (PSB-PI) teve as contas das últimas eleições reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do seu Estado. O deputado ainda pode recorrer na ação em que o Ministério Público Eleitoral pede a cassação do mandato. Antes, foi condenado por improbidade administrativa quando era prefeito de Teresina, entre 1989 e 1993, por usar publicidade institucional para fazer promoção pessoal.

A Justiça determinou ressarcimento aos cofres públicos.

Do PTB, o goiano Jovair Arantes foi condenado pelo TRE por utilizar funcionário público em seu comitê de campanha em 2014. Ele foi multado em R$ 25 mil. Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Correndo por fora na disputa, Hugo Leal (PSB-RJ) foi condenado no Rio por violações administrativas em licitações quando foi presidente do Detran no Estado. Ainda cabe recurso.

No PP, os dois possíveis candidatos também respondem a processos Esperidião Amim (SC) responde por improbidade administrativa e dano ao erário e Fausto Pinato (SP) é réu em ação no STF acusado de falso testemunho.”

(Estadão Conteúdo)

Escândalo dos Banheiros – Ex-deputado vira alvo

teooo

“Prestes a completar cinco anos, desde que veio à tona em investigação jornalística do O POVO publicada a partir de 14/7/2011, o chamado Escândalo dos Banheiros volta a ter novidades. Após recursos e questionamentos, além de decisões das cortes superiores do Judiciário em Brasília, o caso agora tem o nome do ex-deputado estadual Téo Menezes e de um ex-gestor da área de Habitação da Secretaria das Cidades, Sérgio Barbosa de Sousa, como possíveis réus no processo. Ambos aparecem em nova denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual (MPE) no final de maio. A juíza Vanessa Quariguasy Veras, da 9ª Vara Criminal, é que decidirá a respeito.

Até então, os dois não constavam na relação de denunciados. O Escândalo dos Banheiros revelou o desvio de mais de R$ 2 milhões, verba que deveria ter sido usada para construir kits sanitários em áreas pobres do interior cearense. A fraude, segundo a investigação feita pelo MPE, direcionava o dinheiro público para entidades “de fachada” conveniadas. Que de lá teria migrado para contas particulares e usos indevidos, aponta a nova denúncia.

Os recursos eram do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop). O caso vinha num trâmite silencioso no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Estava na capital federal desde 2012 porque, no topo de um organograma de personagens investigados, está o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teodorico Menezes, que detém foro privilegiado. Teodorico, pai de Téo, afastou-se das funções de conselheiro do TCE uma semana após as denúncias feitas pelo O POVO em 2011. Nunca mais voltou ao cargo.

Desmembramento

No STJ, em março de 2015, foi decidido o desmembramento do caso: lá permaneceria como réu, pela prerrogativa, apenas o ex-presidente do TCE (processo nº 2012/0100724-4). Os demais investigados – havia mais 11 nomes, até então sem Téo nem Sérgio inclusos – deveriam responder na Justiça Estadual. A corte de Brasília também pediu que o MP do Ceará produzisse mais provas. Com os 49 volumes dos autos do STJ emprestados aos promotores estaduais, incluindo quebra de sigilos bancários e fiscais, houve o convencimento dos dois novos nomes surgirem na denúncia.

A lista de “novos” denunciados traz de volta os nomes da mulher e do outro filho de Teodorico, amigos, assessores de gabinete e até motoristas do conselheiro, além de servidores da Secretaria das Cidades. Teria sido “um esquema contínuo e amplo de fraude na aplicação de recursos públicos estaduais”, apontaram os promotores Eloilson Landim, Sávio Amorim e Luiz Alcântara.

Na investigação mais ampla feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), foram detectadas possíveis irregularidades em mais de 50 convênios e rombo acima de R$ 17 milhões. Os casos tramitam nas comarcas locais. Em relação ao grupo de Teodorico, como o MPE trata distintamente na denúncia, são cinco entidades sediadas em Pindoretama, Horizonte, Pacajus, Cascavel e Chorozinho que teriam recebido dinheiro e lançado para fins indevidos.

Movimentações bancárias

O nome de Téo até constou na denúncia anterior enviada ao STJ, quando ele ainda era parlamentar, mas acabou liberado das acusações. Nas novas diligências, o MPE considerou principalmente os dados bancários e fiscais, mais informações de contratos administrativos e operações financeiras. Foi com o espelhamento das movimentações bancárias das entidades e dos citados que o MPE diz ter comprovado o envolvimento do ex-deputado. “Ele foi beneficiário de dezenas de depósitos bancários realizados por parte dos denunciados em sua conta eleitoral”, descreve a denúncia.

O outro novo denunciado, Sérgio Barbosa de Sousa, era o então coordenador de Habitação da Secretaria das Cidades à época dos fatos. Ele chegou a ser um dos presos, em junho de 2012, quando a investigação do Escândalo dos Banheiros se estendeu para a cidade de Ipu. Posteriormente, chegou a ser nomeado secretário executivo da Secretaria das Cidades – o terceiro nome na hierarquia da pasta.

Para alguns dos convênios desta denúncia atual, conforme o MPE constatou, Sérgio autorizou a liberação de mais recursos mesmo com as entidades inadimplentes na prestação de contas, e até “produziu prorrogações ilegais no prazo do convênio 124/10”.

Esse foi justamente o convênio entre a Secretaria das Cidades e a Associação Cultural de Pindoretama onde O POVO descobriu que os banheiros não haviam sido construídos. A entidade recebeu R$ 400 mil. A juíza da 9ª Vara Criminal pode acatar ou desconsiderar a denúncia.

Teodorico Menezes até tentou voltar ao posto de conselheiro do TCE, mas o STJ manteve o afastamento. Em junho de 2016, seu salário bruto foi de R$ 30.471,11, mais R$ 4.377,73 referentes a auxílio-moradia, auxílio-alimentação e similares, segundo o Portal da Transparência do TCE.”

(O POVO – Repórter Cláudio Ribeiro)

Preço da carne sobe em agosto no Ceará

boigordo

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

Para quem reclama que o preço do feijão, leite e do queijo está nas alturas, uma informação: em agosto, mais um produto da mesa do cearense deve ter os preços remarcados. Dessa vez, a carne.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Carnes, Francisco Everton, avisa que agosto é mês de entressafra nos estados que fornecem o produto para o Estado (Goiás e Mato Grosso), o que, na prática, significará aumento de preço.

“É a tal da lei da oferta e da procura. A carne vai diminuir a oferta e o preço deve subir pelo menos 10% para cobrir custos”, diz ele.

O quilo da carne de primeira hoje beira os R$ 28,00.

Sites de Prefeituras fora do ar até fim das eleições

Os portais e as páginas do Facebook das prefeituras ficarão indisponíveis até o fim das eleições municipais. A medida atende a legislação eleitoral e também o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que veta propaganda e publicidade institucional três meses antes do pleito.

A lei nº 9504/97, artigo 73, VI, b, determina que só poderá ter propaganda de produtos ou serviços ou publicidade institucional em caso de grave e urgente necessidade pública, que deve ser reconhecida pela Justiça Eleitoral.

(Com TSE)

DETALHE – O site da Prefeitura de Fortaleza já está fora do ar há semanas.

Eleição da Câmara – PT quer eleger um nome que seja anti-Cunha e anti-Temer

57 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=ZthgvC7jlUw[/youtube]

“Nos estamos trabalhando para eleger um candidato que seja anti-Cunha e anti-Temer”, disse, nesta madrugada de segunda-feira, o deputado federal José Nobre Guimarães, líder da minoria.

Ele disse que é fundamental eleger um deputado mais de centro que tenha condições de restaurar a imagem da Câmara. Baseado nisso, defende que o nome não seja nem do PT nem do PCdoB.

Segundo José Guimarães, a expectativa é de que seja eleito um nome fora do bloco de poder do governo. “A Câmara está à deriva e precisamos eleger um deputado que esteja à altura do desafio de recuperar a dignidade da Câmara”, reforçou o petista.

A eleição do novo presidente ficou marcada para esta quarta-feira.

ProUni 2016 – Pré-selecionados no prazo final

“Hoje (11) é o último dia para os estudantes que não foram pré-selecionados para as bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) aderirem à lista de espera. A lista será usada pelas instituições de ensino para ocupar as bolsas que não foram preenchidas nas etapas anteriores.

Pode participar da lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção, o candidato que não foi pré-selecionado nas chamadas regulares e os pré-selecionados na segunda opção de curso, reprovados por não formação de turma.

Para o curso correspondente à segunda opção, pode participar da lista de espera apenas o candidato que não foi pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção; os que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção; e os pré-selecionados na primeira opção de curso, reprovados por não formação de turma.

A relação dos candidatos participantes da lista de espera será divulgada no dia 14 de julho. Os estudantes incluídos na lista deverão comparecer aos estabelecimentos de ensino, nos dias 18 e 19 de julho, e entregar a documentação que comprova as informações prestadas na inscrição.

Pelo ProUni, os estudantes podem concorrer a bolsas de estudo parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para a edição do segundo semestre de 2016 foram oferecidas 125.442 bolsas. Do total, 68.350 são parciais (50% da mensalidade) e 57.092, integrais. O sistema recebeu 1.215.768 inscrições de 627.978 participantes. Cada candidato pôde se inscrever em até dois cursos.”

(Agência Brasil)

Alpinista derrota prefeito e ex-governador em concurso de pizza

ciddd

Em comemoração pelo Dia da Pizza, ocorreu na Praça da Imprensa o primeiro Fortaleza Fest Pizza.

O concurso Pizzaiolo Por um Dia reuniu o prefeito Roberto Cláudio, o ex-governador Cid Gomes, o alpinista Rosier Alexandre, a humorista Rossicléa, o jornalista Luiz Esteves e a relações públicas Sandra Sampaio na disputa.

Rosier Alexandre acabou conquistando o certame.

(O POVO Online)

Seis presos fogem de delegacia do Pan Americano

Seis presos fugiram do 11º Distrito Policial, no bairro Pan-Americano, nesse domingo (10). Eles deixaram a delegacia por meio de um buraco feito nos fundos de um dos dois xadrezes, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil. O espaço não era captado pelas câmeras de vigilância, de acordo com a vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol/CE), Ana Paula Lima Cavalcante.

Ana Paula informou que os três inspetores que estavam de plantão perceberam a ação já em seu decorrer e impediram mais fugas. Havia 14 detentos no xadrez e 22, ao total, na delegacia. Segundo a lista de fugitivos disponibilizada pelo Sinpol, escaparam: Charles Espinosa Miranda, que responde por receptação; Francisco de Assis Moreira Uchôa, autuado por furto; José Edinaldo Ferreira de Andrade, também suspeito de receptação; Lucas dos Santos Silva, que responde por roubo; Robson Araújo de Souza, autuado por adulterar chassi de carro; e Vandeir Amorim Assis, que também responde por roubo.

O Sinpol denuncia que a delegacia permite regalias a presos, como acesso a ventiladores e visitas — “sendo que não há estrutura para recebê-las”. As hélices de um ventilador podem ser usadas em escavações, exemplificou Ana Paula. “Aí, tem uma fuga e recai sobre o policial a responsabilidade”, afirmou. As denúncias não foram confirmadas por um policial lotado na unidade, que tem a identidade preservada. Só há ventilador no corredor, o que faz, inclusive, com que presos, frequentemente, passem mal e precisem ser atendidos em hospitais, disse a fonte.

Alegando uma conivência do 11º DP, o Sinpol pedirá que o inquérito que apura a fuga seja realizado por outra delegacia. Ana Paula também disse que será cobrada à Delegacia Geral a padronização de objetos permitidos nas celas.

A vice-presidente do Sinpol reiterou a situação “insuportável” enfrentada pelos inspetores nas delegacias, citando o elevado número de presos para poucos policiais civis — que não possuem a função de carcereiros regulamentada. Ainda nesse domingo, citou Ana Paula, uma inspetora do 35º DP, no Curió, foi agredida por um preso, que tentou puxá-la no momento em que ela servia a alimentação. A inspetora conseguiu soltar-se e não foi ficou ferida com gravidade.

(O POVO Online)

Nem terça nem quinta – Eleição para presidência da Câmara deverá ocorrer na quarta-feira

Líderes dos partidos da base aliada do governo do presidente em exercício Michel Temer devem se reunir nesta segunda-feira (11) para fechar acordo para a data da sucessão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que renunciou ao mandato na quinta-feira (7). Semana passada, os líderes haviam anunciado a eleição da presidência da Câmara Federal para esta terça-feira (12), mas o presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), determinou a realização do pleito para a próxima quinta-feira (14).

Na noite desse domingo (10), no entanto, as duas partes teriam chegado a um acordo para a realização da eleição para quarta-feira (13). Os líderes do PMDB, PEN, PTB, PSC, PP, PTN, PR, PRB, PV, PHS, SD, Pros e PSL queriam a votação para esta terça-feira, mas as lideranças do PT, PSDB, PSB, DEM, PDT e Rede entenderam que a data favoreceria a uma manobra de Cunha para inviabilizar o pedido de cassação do seu mandato na Comissão de Ética.

(com agências)

Refis da Copa – Débitos com a Previdência poderão ser efetuados a partir desta terça-feira

A partir desta terça-feira (12), os contribuintes que aderiram ao Refis da Copa, em 2014, podem consolidar os débitos com a Previdência Social, inscritos ou não na dívida ativa. A consolidação é a fase na qual os devedores escolhem os débitos que querem parcelar e definem o número de parcelas. Também nesta fase, as empresas podem abater da dívida total os descontos concedidos no pagamento do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido por causa de prejuízos em anos anteriores.

O prazo para a consolidação das dívidas com a Previdência Social vai de 12 de julho às 23h59min59s de 29 de julho. Os procedimentos estão disponíveis nas páginas da Receita Federal e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, que administra os débitos inscritos na dívida ativa.

Em ambos os casos, os contribuintes precisarão de certificação digital (ferramenta de assinatura eletrônica) ou do código de acesso ao Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC). As dívidas não previdenciárias haviam sido consolidadas entre 5 e 23 de outubro do ano passado. Nesse caso, os devedores já estão pagando as parcelas.

Aprovado em 2014, o Refis da Copa é um programa de renegociação de dívidas de contribuintes com a União vencidas até 31 de dezembro de 2013. Diferentemente do Refis da Crise, criado em 2009 e reaberto diversas vezes ao longo dos últimos anos, o Refis da Copa estabelecia um valor mínimo de entrada para o contribuinte aderir à renegociação.

(Agência Brasil)