Blog do Eliomar

Últimos posts

Justiça manda soltar Temer, Moreira Franco e Coronel Lima

O ex-presidente Michel Temer (MDB) conseguiu habeas corpus do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. A informação é do advogado dele, Eduardo Canelós, informa o Estado de S.Paulo. Essa mesmo decisão também se estende ao ex-ministro Moreira Franco e ao coronel João Batista Lima Filho, bem como outros cinco presos na mesma operação: Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Carlos Alberto Montenegro Gallo, Maria Rita Fratezi e Vanderlei Di Natalie.

Athié é relator do habeas corpus da defesa do ex-presidente. O magistrado havia pedido que o caso fosse apreciado na pauta do tribunal na próxima quarta-feira, para que fosse tomada em colegiado. Porém, ele decidiu se antecipar.

“Ao examinar o caso, verifiquei que não se justifica aguardar mais dois dias para decisão, ora proferida e ainda que provisória, eis que em questão a liberdade. Assim, os habeas-corpus que foram incluídos na pauta da próxima sessão, ficam dela retirados”, disse o desembargador na decisão.

(Foto – Folhapress)

Motoristas do SAMU aguardam sanção de projeto que lhes garante extra integral

Aguarda sanção do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), o projeto de lei que institui pagamento de plantões extras para motoristas socorristas do SAMU.

Hoje essa categoria recebe via RPA (Recibo de Pagamento Autônomo), o que reduz o valor do desembolso quase à metade.

O benefício foi resultado de luta encabeçada pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sinfort), que aguarda o ato para comemorar.

(Foto – Divulgação)

Câmara dos Deputados terá exposição sobre o eclipse que comprovou em Sobral a teoria de Einstein

205 1

Leônidas Cristino divulga a exposição, que ocorrerá em Brasília.

O Centenário do Eclipse de Sobral é o tema de exposição a ser realizada na Câmara dos Deputados, no período de 13 de maio a 7 de junho próximo, no corredor de acesso ao plenário. A iniciativa é dos deputados federais Leônidas Cristino e André Figueiredo, ambos do PDT. O evento integra a programação das comemorações dos 100 anos da comprovação da Teoria da Relatividade Geral formulada pelo físico alemão Albert Einstein.

A Prefeitura de Sobral realizará uma extensa programação para comemorar o Centenário. No período de 27 a 30 deste mês de março, haverá uma reunião regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), no Centro de Convenções dessa cidade da Zona Norte.

O encontro da SBPC tem como tema “Educação Básica de Qualidade: currículo, carreira e gestão escolar”. A agenda inclui debates sobre a experiência educacional de Sobral, experiências exitosas na educação básica e o seminário uma Janela para o Cosmos Sob o Sol de Sobral com cientistas que darão palestras sobre o Centenário da Teoria Geral da Relatividade.

Expedição

Tudo começou quando uma expedição de cientistas da Inglaterra e Brasil se deslocou até Sobral para observar, no dia 29 de maio de 1919, o mais famoso eclipse solar da história. A observação ajudou a confirmar a teoria geral da relatividade, que superou a teoria gravitacional de Isaac Newton, um conhecimento consolidada há dois séculos, e veio a alterar profundamente a visão do universo pelo homem.

Chuvas em Fortaleza, tragédia anunciada

Com o título “Chuvas em Fortaleza: tragédia anunciada”, eis artigo de Capitãlo Wagner, deputado federal e presidente estadual do Pros. Comenta a velha falta de entrosamento entre a Capital e São Pedro. Confira:

Dias e noites de chuvas intensas fizeram com que moradores de muitos bairros de Fortaleza como o Conjunto João Paulo II e o Barroso, suspendessem os móveis sobre tijolos na tentativa de salvá-los da água barrenta que invade as casas sem prévio anúncio. Na porta de entrada, barricadas de alvenaria feitas às pressas, improvisadas na tentativa de a água não invadir. Tentativas falhas. A água entra levando sonhos e tudo que puder. O desespero de algo pior acontecer sempre está presente.

Há muito, Fortaleza vem sofrendo com problemas de drenagem. Fato este que potencializa enchentes em ruas e avenidas, sobretudo nas áreas de risco. Nesses locais, as águas encontram refúgio e causam prejuízos inestimáveis aos moradores.

Esta semana, visitei o Conjunto João Paulo II e conversei com dezenas de pessoas que relataram o temor de permanecer nas suas casas, pois as paredes estão úmidas e rachadas, com risco de desabamento. Uns esperam indenização por parte da Prefeitura de Fortaleza há meses. Como o problema de alagamentos é recorrente, vários moradores já pediram ajuda à prefeitura bem antes destes novos episódios de enchentes. Ouve-se com frequência relatos de pessoas que contraíram várias doenças diferentes em decorrência desse fato – como leptospirose, dengue e hepatite. Os sintomas mais comuns são infecções, febre, diarreia e vômito.

Problemas históricos geram alagamentos recorrentes em Fortaleza. Ainda bem que nossa cidade é plana e as inundações são momentâneas, senão seria sempre uma tragédia, com vítimas fatais.

No mais, para diminuir o caos vivenciado em dias de chuvas, a Prefeitura de Fortaleza precisa adotar estratégias de drenagem, criando áreas de infiltração a partir das construções, além da desobstrução do lixo nas redes de escoamento, bem como políticas públicas para conscientizar a população quanto ao descarte correto do lixo. São várias soluções para reverter esse gargalo, basta colocá-las em prática. Caso contrário, as soluções serão pontuais e ruas e avenidas de Fortaleza continuarão encobertas por água em dias de chuva.

Minha parte como ser humano e homem público será a de lançar uma campanha de arrecadação de alimentos, roupas e demais itens para ajudar os moradores afetados pelos alagamentos do Conjunto João Paulo II. Aguardamos, também, que a Prefeitura de Fortaleza faça a parte que lhe compete.

*Capitão Wagner

Deputado federal do Pros.

Terminal Rodoviário João Tomé é alvo de queixas da clientela

148 1

A clientela do Terminal Rodoviário João Tomé promete festa para quem resgatar os monitores que avisavam horário de chegada e partida dos ônibus.

Quando a Socican ali chegou como gestora, havia equipamento do gênero que acabou numa manutenção sem fim.

No Terminal Rodoviário, a clientela também busca informações sobre outro equipamento que não está operando: o elevador, que liga o térreo ao primeiro piso, destinado a pessoas com deficiência física.

Uma placa, há semanas, indica “em manutenção”.

(Foto – O POVO)

Contas externas registram déficit de US$ 1,1 bi em fevereiro

As contas externas brasileiras apresentaram resultado negativo em fevereiro. O déficit em transações correntes (compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com outras nações) chegou a US$ 1,134 bilhão, segundo dados divulgados hoje (25), pelo Banco Central (BC). O resultado, entretanto, foi menor do que o registrado em fevereiro de 2018, um déficit de US$ 2,043 bilhões.

De janeiro a fevereiro, o déficit registra US$ 7,678 bilhões, contra US$ 8,335 bilhões em igual período do ano passado.

Entre os dados das contas externas está a balança comercial, que registrou superávit de US$ 3,161 bilhões, em fevereiro. A conta de serviços (viagens internacionais, transporte, aluguel de investimentos, entre outros) teve saldo negativo de US$ 2,058 bilhões em fevereiro deste ano.

A conta renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários), que também faz parte das transações correntes, ficou negativa em US$ 2,409 bilhões no mês passado.

A conta de renda secundária (renda gerada em uma economia e distribuída para outra, como doações e remessas de dólares, sem contrapartida de serviços ou bens) teve resultado positivo de US$ 171 milhões, em fevereiro.

Investimento estrangeiro

Em fevereiro, o resultado negativo para as contas externas não foi totalmente coberto pelos investimentos diretos no país (IDP). Quando o país registra saldo negativo em transações correntes precisa cobrir o déficit com investimentos ou empréstimos no exterior.

A melhor forma de financiamento do saldo negativo é o IDP, porque os recursos são aplicados no setor produtivo. No mês passado, o IDP chegou a US$ 8,4 bilhões. Em igual mês de 2018, esses investimentos chegaram a US$ 4,712 bilhões. No primeiro bimestre, esses investimentos totalizaram US$ 14,266 bilhões.

(Agência Brasil)

Rede Extrafarma no Ceará abre vagas para pessoas com deficiência

A rede de farmácias Extrafarma está com diversas vagas abertas para pessoas com deficiência trabalharem em suas unidades do Ceará. Os interessados podem enviar o currículo para o e-mail: rh.ne2@extrafarma.com.br.

São vagas para as funções de operador de caixa, balconista, farmacêutico, orientador de loja e auxiliar de serviços gerais. A empresa busca candidatos que tenham formação a partir do 2º grau completo.

SERVIÇO

*Assessoria de Imprensa da Extrafarma(11) 5053-5110 / imprensaextrafarma@nectarc.com.br

*Isabela Nader – (11) 5053-5127 / isabela.nader@nectarc.com.br

Mercado financeiro reduz projeção do crescimento da economia

O mercado financeiro reduziu a projeção de crescimento da economia em 2019 e 2020. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – caiu de 2,01% para 2% neste ano. Foi a quarta redução consecutiva.

Para 2020, a estimativa de crescimento do PIB caiu de 2,80% para 2,78. As projeções de crescimento do PIB para 2021 e 2022 permanecem em 2,50%.

As estimativas estão no boletim Focus, publicação semanal elaborada com base em estimativas de instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos. O boletim é divulgado às segundas-feiras, pelo Banco Central, em Brasília.

Inflação

A estimativa da inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), permanece em 3,89% neste ano.

Em relação a 2020, a previsão para o IPCA segue em 4%. Para 2021 e 2022, também não houve alteração na projeção: 3,75%.

A meta de inflação deste ano, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. A estimativa para 2020 está no centro da meta: 4%.

Essa meta tem intervalo de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. O CMN ainda não definiu a meta de inflação para 2022.

Taxa Selic

Para controlar a inflação e alcançar a meta, o BC usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic. Para o mercado financeiro, a Selic deve permanecer no seu mínimo histórico de 6,5% ao ano, até o fim de 2019. Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC optou por manter a Selic em 6,5% ao ano.

Para o fim de 2020, a projeção para a taxa caiu de 7,75% ao ano para 7,50%. Para o final de 2020 e 2021, a expectativa permanece em 8% ao ano.

A Selic, que serve de referência para os demais juros da economia, é a taxa média cobrada nas negociações com títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, registradas diariamente no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic).

A manutenção da Selic, como prevê o mercado financeiro este ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores nos juros básicos suficientes para chegar à meta de inflação.

Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo.

Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de ficar acima da meta de inflação.

Quando o Copom aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Dólar

A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,70 no fim do ano e em R$ 3,75 no fim de 2020.

(Agência Brasil)

Data Magna do Ceará terá desfile de maracatus na Avenida Beira Mar

Treze maracatus vão desfilar, a partir das 16 horas desta segunda-feira, na avenida Beira Mar, em Fortaleza. O evento faz parte das comemorações pela Data Magna do Ceará. Também é o Dia do Maracatu.

O ato principal será a coroação das rainhas, no Espigão do Náutico, por volta da 18 horas.

Foi neste 25 de março que o Estado libertou seus escravos, num ato pioneiro no País.

(Foto – Divulgação)

Cesare Batisti admite, pela primeira vez, participação em quatro homicídios

Pela primeira vez, o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, extraditado em janeiro do Brasil para a Itália, admitiu ter participado do assassinato de quatro pessoas nos anos de 1970. Na presença do procurador-geral de Milão, Francesco Greco, no Ministério Público, ele confirmou o envolvimento nos crimes e pediu desculpas aos parentes das vítimas.

Segundo relatos, durante o depoimento, Battisti disse que se envolveu nos atos políticos por acreditar que aquela era uma “guerra justa”. O italiano foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas durante os anos de 1970. Na época, ele integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas. Até então ele afirmava ser inocente.

O procurador Francesco Greco disse que Battisti admitiu “suas responsabilidades” em quatro assassinatos, no ferimento de três pessoas e na participação de roubos.

Captura

Battisti foi capturado em 12 de janeiro à noite enquanto caminhava pela rua em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. A prisão foi resultado de uma parceria de agentes bolivianos e italianos com apoio de brasileiros.

No Brasil desde 2004, o italiano foi preso três anos depois. O governo da Itália pediu sua extradição, aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Contudo, no último dia de seu mandato, em dezembro de 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que Battisti deveria ficar no Brasil, e o ato foi confirmado pelo STF.

Desde a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro defendeu a extradição de Battisti. Ao assumir o poder, ele reiterou sua determinação em capturar e enviar para a Itália para o cumprimento da pena.

(Agência Brasil com RAI)

A prisão de Temer e a força da Lava Jato

Com o título “A prisão de Temer e a força da Lava Jato”, eis artigo de Lucinthya Gomes, jornalista do O POVO. Para ela, ao prender Temre, a Operação do MPF busca fôlego no momento em que chegou aos cinco anos. Confira:

NÃO É QUE A PRISÃO do ex-presidente Michel Temer (MDB) fosse algo inesperado, mas a determinação de prisão preventiva que se materializou na última quinta-feira gerou surpresa. Alvo de dez investigações, sem foro privilegiado desde que deixou o Palácio do Planalto, sem ser réu e sem ter condenação, com residência conhecida, sem esboçar qualquer sinal de planejamento de fuga, por que ele foi preso agora?

Sem um fato novo que a embasasse, a decisão judicial, assinada pelo juiz federal da 2ª Região Marcelo Bretas, foi alvo de críticas, inclusive citando fragilidade na fundamentação. O pedido de soltura do emedebista está previsto na pauta de quarta-feira da 1ª Turma do TRF-2. Sem entrar no mérito da culpa de Temer, o fato é que esta se torna mais uma controvérsia no escopo da Lava Jato.

Uma das respostas imediatas, na tentativa de explicar a determinação da prisão do ex-presidente, tem sido um movimento de ofensiva da própria Lava Jato, que busca mostrar força. A operação completou cinco anos no domingo passado, após uma semana marcada por derrotas. Além da decisão colegiada do Supremo Tribunal Federal (STF), que atribuiu à Justiça Eleitoral a responsabilidade por julgar crimes que tenham relação com caixa 2, a procuradora-geral da República Raquel Dodge pediu anulação de fundo bilionário que a força-tarefa planejava gerenciar. Foram dois duros golpes na operação. A semana de desgastes se agravou com a troca de ataques públicos, remetidos por entrevistas e também por redes sociais.

O esforço da Lava Jato em mostrar sobrevida foi comemorado por alguns, que veem em Temer o chefe de quadrilha apontado pela denúncia. Por outro lado, sobraram críticas. O senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), por exemplo, voz recorrente de oposição ao emedebista, qualificou a prisão como “espetáculo midiático” e “abuso de autoridade”. Convenhamos, se o TRF-2 entender que houve mesmo fragilidade de fundamentação e decidir pela soltura de Temer, o rebuliço se resumirá às imagens de um segundo ex-presidente sendo preso pela operação.

Confiança da indústria registra queda de 1,9 ponto na prévia de março

O Índice de Confiança da Indústria teve uma queda de 1,9 ponto na prévia de março deste ano, na comparação com o resultado consolidado de fevereiro. Segundo dados divulgados hoje (25) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador caiu para 97,1 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

O recuo foi observado tanto na confiança dos empresários da indústria em relação ao momento presente quanto em relação ao futuro. O Índice da Situação Atual caiu 1,3 ponto, para 97,5 pontos. Já o Índice de Expectativas recuou 2,4 pontos, para 96,8 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI) avançou 0,2 ponto, para 74,9%. Para a prévia de março, foram consultadas 780 empresas entre os dias 1º e 21 deste mês.

O resultado final da pesquisa será divulgado na próxima sexta-feira (29).

(Agência Brasil)

Morre professor Adegildo Ferrer, um dos torcedores saudáveis do Fortaleza

786 15

Morreu, nesta segunda-feira, o professor Adegildo Férrer, aposentado da Universidade Estadual do Ceará e que era conhecido não apenas por ser bispo da Igreja Católica Ortodoxa em Fortaleza, mas, também pelo paixão pelo time do Fortaleza.

A informação foi dada agora há pouco pelo programa Toque Esportivo, da Rádio O POVO/CBN.

Familiares não deram mais detalhes sobre velório e enterro.

(Foto – Arquivo)

O que une no momento Ciro Gomes ao Capitão Wagner?

Capitão Wagner e Ciro Gomes.

Dois rivais políticos estão mais do que unidos no discurso contra a proposta da Nova Previdência de Jair Bolsonaro: o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e Capitão Wagner, deputado federal e presidente estadual do Pros.

São opostos que se atraem, como rege Lei da Física. Mas só nesse quesito.

Por enquanto?

(Foto – ALCE e Reprodução da Internet)

Acrísio Sena ouve reivindicações dos pescadores artesanais da Praia da Redonda, em Icapuí

O deputado estadual Acrísio Sena (PT) , em clima de feriadão, aproveitou para se reunir, na Praia da Redonda, no município de Icapuí (Litoral Leste), com representantes do Sindicato e Associação da Pesca Artesanal e com os militantes políticos da região. Ele ouviu as reivindicações da comunidade.

Na pauta, a recuperação do barco pesqueiro Monsenhor Diomedes face ao período de defeso da lagosta; luta pela água potável para esa banda do Estado, articulação com a Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado e Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) em busca de projetos de dessalinização e, também, articulação de uma audiência pública, na Assembleia Legislativa, para debater o período do defeso e a pesca artesanal no Ceará.

(Foto – Divulgação)

Sítio será reformado para acomodar Lula em caso de prisão domiciliar

209 1

A Prefeitura de São Bernardo do Campo (SP) autorizou o início de reforma em sítio da família do ex-presidente Lula.

A informação é do O Estado de S.Paulo desta segunda-feira, adiantando que isso seria feito como uma alternativa para acomodar o ex-presidente, no caso de o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizar sua prisão domiciliar.

O prefeito Orlando Morando (PSDB) assinou a autorização da obra. Segundo o Estadão, o terreno tem cerca de 20 mil metros quadrados, área de lazer e campo de futebol. A propriedade fica às margens da represa Billings.

Lula cumpre pena na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR).

DETALHE – O local não tem relação com outro sítio, em Atibaia (SP), cuja reforma por empreiteira levou à segunda condenação de Lula. O petista nega ser o dono da propriedade.

(Foto – Reprodução do Youtube)

Lei que libera venda de bebidas nos estádios cearenses divide base governista

Da Coluna Política do O POVO desta segunda-feira, assinada pelo jornalista Carlos Mazza, confira o tópico “Bebidas racha base”:

Aprovado na CCJ da Assembleia na última semana, projeto que libera a venda de bebidas alcoólicas em estádios do Ceará tem provocado forte reação na Casa nos últimos dias. A surpresa é que as manifestações contrárias não vêm da oposição, mas de dentro da própria base aliada. Só nas últimas sessões, parlamentares do PCdoB, MDB e até do próprio PDT subiram na tribuna para criticar a ação.

“Se aprovar esse projeto, a Assembleia será incoerente com sua campanha Ceará sem Drogas (…) será um retrocesso”, diz Marcos Sobreira (PDT). A proposta em si não é iniciativa do governo Camilo Santana (PT), mas foi proposta pelo ex-líder governista Evandro Leitão (PDT), que atua alinhado com o governador na Casa e também foi presidente do time do Ceará.

Na legislatura passada, a pauta da bebida em estádios acabou travada pelo então presidente do Legislativo e hoje secretário das Cidades, Zezinho Albuquerque (PDT), opositor da medida.

(Foto – ALCE)

Colégio Santo Inácio participa em Cuiabá do Encontro Nacional das Escolas Católicas

Albanisa Gomes e Padre Eugênio Pacelli.

A diretora do Colégio Santo Inácio, Albanisa Gomes, participa, em Cuiabá (MT), do V Congresso Nacional de Educação da Associação Nacional das Escolas Católicas (ANEC).

O encontro terá início nesta segunda-feira e vai se estender até quarta, com o tema “Inovação, sustentabilidade e humanismo solidário”.

Neste ano, o Colégio Santo Inácio planeja as ações em comemoração aos 60 anos de Educação Jesuíta no Ceará, que acontecerá  em 2020. Haverá uma intensa agenda para celebrar a data, considerando o seu crescimento e destaque entre as escolas jesuítas no Brasil.

Ao todo, são 18 estabelecimentos e, no Ceará, o Padre Eugênio Pacelli é o responsável jesuíta.

(Foto – Divulgação)