Blog do Eliomar

Últimos posts

Espetáculo cearense sobre transexualidade gera polêmica na internet

O ator e jornalista de Fortaleza, Ari Areia, foi alvo de ataques pela internet por conta de sua atuação em uma peça teatral que fala sobre homens transexuais. Idealizado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o monólogo Histórias Compartilhadas ganhou os palcos da capital cearense e vem sendo encenado há cerca de um ano pelo Outro Grupo de Teatro. Mas foi após ser exibida durante um seminário na Universidade Federal do Ceará (UFC) que o ator passou a receber ameaças na rede social Facebook.

Histórias Compartilhadas trata da dor e do sofrimento de pessoas que são discriminadas ou impedidas de se reconhecerem como homens transexuais. A peça se desenha a partir de casos reais, como o de Riley Moscatel, transexual norte-americano que cometeu suicídio no ano passado, aos 17 anos, após assumir sua transexualidade, e o de João Nery, o primeiro homem transexual brasileiro a ser operado.

Durante o monólogo, Ari Areia trabalha com diversas formas de representar essas histórias. Uma delas se refere às dores dos transexuais devido à não aceitação do corpo e às cirurgias de mudança de sexo. O ator abre em si um acesso venoso e pinga gotas de seu sangue sobre uma imagem de Jesus crucificado. “Cristo foi morto por ser incompreendido e injustiçado. As pessoas transexuais são mortas diariamente, há relatos de estupros corretivos. A gente fez essa leitura de Cristo como um signo de mártir”, diz o ator.

Uma foto dessa cena do monólogo foi replicada em uma página do Facebook intitulada “Fortaleza sem prefeito” e maciçamente atacada. Entre os mais de dois mil comentários, ataques de viés homofóbico e ameaças de agressão e de morte. Areia reuniu alguns dos posts mais duros para embasar um processo criminal.

(Agência Brasil)

O “Lava Jato” nosso de cada dia

Em artigo no O POVO desta sábado (4), o professor do IFCE Aracati, Mauro Oliveira, comenta da postura do brasileiro, em relação à honestidade. Confira:

Professor Melo Lima, da UFC, contou-me essa. Estava no metrô em Copenhague quando apurou a vista em uma placa: “local de passagem livre para quem não pode pagar”. Depois de verificar que não se tratava de pegadinha, Dr. Melo pergunta à funcionária se alguns que poderiam pagar não “arrodiavam lá acolá”. Ao que a baixinha, surpresa, responde: “Por que alguém faria isso?”

A propósito, lembrei-me de outra do Melo em que um artista se disfarça de cego para comprar um “sanduba” de R$ 2. Ele paga R$ 10 e se retira sob o silêncio ganancioso do vendedor… à moda “político brasileiro”. Em seguida, volta disfarçado de jornalista e pergunta ao mesmo vendedor sua opinião sobre os políticos. O vendedor diz intempestivamente: “Um bando de ladrão, doutor”.

Os fatos acima ajudam a refletir sobre o que queremos ser e o que praticamos. Já vi garotos brasileiros, em Paris, tentando roubar Coca-cola da máquina. Vejo, frequentemente, a classe média ocupar a vaga do idoso. Ricos e pobres que não retornam quando o caixa se esquece de registrar um artigo comprado. Pergunto-me, curioso, por que temos (majoritariamente) esta “mania”.

Ao ler 1808, do Laurentino Gomes (Prêmio Jabuti de Literatura e um deleite para quem é “p. da vida” com colonização), encontrei resquícios desta nossa “mania” na vergonhosa fuga para o Brasil da “Corte corrupta, da rainha louca e do príncipe medroso”. Ora pois… fiquei “p. da vida”! Sei que o tema é complexo; do coronelismo, ainda em nossas entranhas, à crença em um deus inventado de quem abusamos no perigo (sem pensarmos no outro): ”graças a Deus eu não estava naquele avião”.

Mas desesperar jamais! Também temos boas histórias. Continua funcionando no IFCE Aracati a sorveteria Zé de William, um projeto criado em 2003 em que o aluno pega o picolé e paga sem fiscalização… à moda “político de Copenhague”. Animado com este e outros projetos (www.aracatidigital.com.br), finquei uma bandeira verde-amarela no meu ap… à moda “cidadão americano”.

Dia seguinte, a bandeira tinha desaparecido. Fiquei “p. da vida”, mas coloquei outra. Nem pensar sermos derrotados por essa “mania” nossa de cada dia!

Defensores do SUS participam de atos em Fortaleza

foto alce sus

Defensores do Sistema Único de Saúde (SUS) participaram nesta semana de atos em defesa do atendimento público de qualidade. O primeiro movimento ocorreu na abertura do XXXII Congresso Nacional das Secretarias Municipais de Saúde, no Centro de Eventos. Em seguida, o movimento seguiu para a Assembleia Legislativa, por meio de audiência no auditório Murilo Aguiar, que atendeu requerimento do deputado George Valentim (PCdoB).

Valentim fez suas pontuações acerca das mudanças propostas pelo governo em exercício e abriu as discussões com a participação de políticos, membros dos Conselhos Nacional e Estadual de Saúde, além de líderes de movimentos sociais.

Senadores negam ter recebido dinheiro de ex-presidente da Transpetro

foto sérgio machado

Após a divulgação pela imprensa de que, na delação premiada, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado teria afirmado que pagou a líderes do PMDB pelo menos R$ 70 milhões desviados da empresa, os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Renan Calheiros (PMDB-AL) negaram neste sábado (4) ter recebido recursos de Machado.

Reportagem publicada na noite dessa sexta-feira (3) pelo O Globo diz que, na delação, Machado relatou ter repassado R$ 30 milhões em dinheiro vindo de propina de contratos da estatal para Renan Calheiros, R$ 20 milhões para o ex-senador José Sarney e R$ 20 milhões para o senador e ex-ministro do Planejamento Romero Jucá.

Por meio da assessoria, o presidente do Senado, Renan Calheiros, negou ter recebido dinheiro de Sérgio Machado. “Jamais recebi vantagens de ninguém e sempre tive com Sérgio Machado relação respeitosa e de Estado”, divulgou a assessoria do senador.

Segundo a assessoria de Jucá, “o senador nega o recebimento de qualquer recurso financeiro por meio de Sérgio Machado ou comissões referentes a contratos realizados pela Transpetro”.

O ex-senador José Sarney não foi localizado. Mas, na semana passada, ao falar das gravações de Sérgio Machado publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo, citando o seu nome, o ex-presidente da República divulgou nota se queixando do vazamento de conversas particulares suas com o ex-presidente da Transpetro e afirmando que sua relação com ele é de amizade.

“As conversas que tive com ele nos últimos tempos foram sempre marcadas, de minha parte, pelo sentimento de solidariedade, característica de minha personalidade. Nesse sentido, muitas vezes procurei dizer palavras que, em seu momento de aflição e nervosismo, levantassem sua confiança e a esperança de superar as acusações que enfrentava”, disse.

Sarney confirmou ser amigo de Machado “há muitos anos” e disse lamentar “que conversas privadas tornem-se públicas, pois podem ferir outras pessoas que nunca desejaríamos alcançar”.

Segundo o jornal O Globo, na delação, Sérgio Machado indicou os contratos fraudados na Transpetro e os caminhos percorridos pelo dinheiro desviado até chegar aos parlamentares. O esquema teria funcionado de 2003 até o ano passado, período em que ele esteve à frente da empresa. A Transpetro é subsidiária da Petrobras e a maior empresa de transporte de combustível do país.

(Agência Brasil)

Três bancos são atacados em 24 horas; PM prende quadrilha após perseguição e tiroteio

Três agências bancárias foram atacadas em 24 horas no interior do Estado. As ações foram registradas nessa última sexta-feira (3), no Banco Bradesco de Morada Nova, às 13 horas, no Banco do Brasil de Aracoiaba, às 3 horas da madrugada. Já neste sábado (4), a ação foi contra um caixa eletrônico do Bradesco, no município de Choró, às 3 horas.

De acordo com o secretário adjunto da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Lauro Prado, na ação de Morada Nova, distante 161 quilômetros de Fortaleza, quatro pessoas foram presas, sendo três no município de Ibicuitinga e neste sábado uma quarta pessoa foi detida. Três armas foram apreendidas, uma pistola e dois revólveres. Dois dos detidos foram baleados durante um confronto com a Polícia Militar. Conforme o secretário adjunto, desde o momento do roubo o destacamento da Região de Quixadá e Russas, além do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque, iniciaram as ações no intuito de encontrar a quadrilha.

Segundo o relatório policial, cinco homens armados entraram em um Voyage de cor prata com placa de Parnamirim, no Rio Grande do Norte. Ao analisar a placa do veículo foi constatado que o carro apresentava queixa de roubo. O grupo entrou na agência, rendeu funcionários e levou R$ 30 mil, além de dois revólveres calibre 38 que pertenciam aos vigilantes e dois coletes balísticos.

Conforme o relato, a quadrilha fugiu sentido Ibicuitinga e a Polícia foi acionada com o Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque.  Houve uma intensa troca de tiros e os suspeitos abandonaram o veículo e fugiram para um matagal. Foi feito um cerco que resultou na prisão de três pessoas.

(O POVO Online)

Semana Nacional do Meio Ambiente tem início neste domingo

foto rc e bruno e camilo meio ambiente

Com o tema “Águas e Nascentes”, a Semana Nacional do Meio Ambiente tem início neste domingo (5), em Fortaleza, com atividades programadas no Parque do Cocó. A partir das 8 horas, haverá um passeio ciclístico, assinatura da política Municipal do Meio Ambiente de Fortaleza pelo prefeito Roberto Cláudio, doação de mudas de árvores nativas, distribuição de material de educação ambiental, serviços de saúde à população (UNIMED) e exposição de arte reciclada (Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz).

O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, explica que serão realizadas diversas ações, em parceria com municípios cearenses, ONGs e instituições públicas e privadas, com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente. São 34 municípios e 18 Unidades de Conservação Estaduais, além de diversas instituições, envolvidas.

Na programação constam palestras, rodas de conversa, visita às nascentes, reflorestamento de mata ciliar, passeios ciclísticos e de barco, blitze ecológicas, apresentações artístico-culturais, distribuição de material educativo, campanha nas rádios, oficinas educativas, aulas de campo, concursos de fotos e redações, trilhas ecológicas, distribuição e plantios de mudas, dentre outras.

A programação será encerrada no domingo (12), quando ocorrerá outro passeio ciclístico, dessa vez no trecho entre o Parque do Cocó até o Parque Botânico, retornando ao Cocó.

(Governo do Ceará / Sema)

A Fortaleza que temos e a Fortaleza que queremos

Em artigo no O POVO deste sábado (4), o jornalista Ítalo Coriolano avalia o debate que deverá dominar as campanhas à Prefeitura de Fortaleza. Confira:

Junho chegou trazendo um quadro praticamente consolidado para a disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Oito nomes estão colocados, a maioria com peso suficiente para transformar essa campanha na mais disputada dos últimos tempos.

O atual prefeito Roberto Cláudio (PDT) buscará reeleição, tendo como adversários sua antecessora Luizianne Lins (PT), os deputados Capitão Wagner (PR), Heitor Férrer (PSB), Tin Gomes (PHS), Renato Roseno (Psol) e Ronaldo Martins (PRB), e o advogado Dimas Oliveira (Rede). Para além dos perfis, contudo, é necessário ressaltar que cidade estará em debate nos próximos meses.

A saúde deverá ganhar papel central. Ao longo da última década, a Capital ganhou importantes equipamentos, como postos, UPAs e um hospital voltado para mulheres. Entretanto, o atendimento continua sendo um gargalo, diante da falta de médicos e escassez de remédios. CAPs e Frotinhas estão sucateados. A educação, por sua vez, voltará a ocupar espaço relevante nos discursos dos candidatos. Nossa Cidade teve avanços nas últimas gestões: anexos foram desativados, escolas construídas, a merenda deu um salto. No entanto, a qualidade do ensino ainda deixa a desejar.

A mobilidade urbana é o eixo em que as conquistas são mais visíveis. Desde o governo Juraci Magalhães que a evolução é clara, com a criação dos terminais. Depois se seguiram a manutenção da tarifa de ônibus a preços módicos, Transfor, tarifa social, Bilhete Único, corredores exclusivos e a recente rede de ciclofaixas e bicicletas compartilhadas. Ao mesmo tempo, ônibus permanecem lotados, a integração com o metrô não se efetivou e as opções de modais na periferia ainda são limitadas.

É na limpeza, porém, que se observam retrocessos. Mudanças na legislação não deram o resultado esperado, sendo necessária a criação de novas estratégias para lidar com tanta sujeira. Basicamente, é em cima desses avanços e desafios que os concorrentes ao Paço precisam se debruçar. Mostrar como manter conquistas e superar problemas, sem recorrer a propostas mirabolantes e em sintonia com a nova realidade política que se impõe.

Dilma e as empreiteiras

65 1

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (4), pelo jornalista Érico Firmo:

A semana política foi desmoralizante para quem estabelece maniqueísmo entre partidos. A polarização de forças costuma difundir a ideia, em simpatizantes de ambos os lados, de que todo o mal está nos adversários. Nada mais inocente.

A crítica ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) ganha adesões e argumentos. Com justa razão. Isso de forma alguma elimina os erros da presidente. Inclusive possíveis crimes. Dilma, por exemplo, foi pega dizendo algo que não é verdade. Em entrevista publicada domingo, disse à Folha de S.Paulo sobre encontros com Marcelo Odebrecht. “Muito poucos. Eu não recebi nunca o Marcelo no (Palácio da) Alvorada”.

A agenda da presidente afastada mostra, porém, que ela recebeu pelo menos duas vezes o dono da maior empreiteira do Brasil na residência oficial. Claro que isso não é prova nenhuma de culpa. Mas expõe tentativa de negar informação que é facilmente desmentida. Quando a presidente afastada é tão categórica sobre algo que não é verdade, sua palavra fica sob suspeita. E a mentira foi sobre algo muito grave. Tentou demonstrar distanciamento na relação com empreiteira enrolada até o pescoço em corrupção.

Por mais que tenha havido as mais diversas motivações para o impeachment — das oficiais às mais inconfessáveis — é fato que o governo Dilma foi desestabilizado pelos escândalos resultantes de relações promíscuas com empreiteiras. A relação entre público e privado favoreceu políticos e empresas, a prejuízo do interesse coletivo. E Dilma esteve enrolada em negociações. Vale lembrar que, em diálogos gravados por Sergio Machado, José Sarney dizia que Dilma se envolveu diretamente em negociações para pagar o marqueteiro João Santana.

Criança atirou em policiais, afirma comparsa

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo está investigando os policiais militares que mataram uma criança de 10 anos de idade, durante uma perseguição a um veículo que havia sido furtado, na noite da quinta-feira (2), de dentro de uma garagem de um condomínio na região do Morumbi, bairro nobre da cidade.

Segundo os policiais, o menino estava ao volante e efetuou disparos, antes de ser atingido na cabeça. A versão dos militares foi confirmada pelo comparsa da criança, um pré-adolescente de 11 anos de idade. Segundo o depoimento do comparsa do furto, que foi acompanhado pela mãe, a criança atirou duas vezes contra os policiais e que, depois da batida do carro, disparou novamente, pouco antes de ser baleado e morrer.

A delegada que preside o inquérito, Elisabete Sato, informou que o revólver calibre 38, encontrado no veículo furtado, tinha três cápsulas deflagradas e três balas intactas. A arma, segundo a Polícia, foi levada por assaltantes durante o roubo de carga de cigarro, em Jundiaí, interior paulista, há cerca de um ano.

Familiares do menino informaram que ela havia largado a escola este ano e que trabalhava nas ruas como engraxate. A família acredita que o menino estaria desarmado e que a Polícia poderia ter criado a cena da troca de tiros, pois a comunidade pune pessoas que colocam arma na mão de crianças.

(com agências)

Eleições 2016 – PMDB capacita pré-candidatos da Região Metropolitana de Fortaleza

Da análise da conjuntura social às questões jurídicas, contábeis e financeiras relativas ao processo eleitoral. Esse é o programa que será apresentado aos pré-candidatos do PMDB, neste sábado (4), no hotel Beira Mar, que concorrerão às eleições deste ano em Fortaleza e municípios da Região Metropolitana. A iniciativa é da Fundação Ulysses Guimarães, com apoio do Diretório Municipal do PMDB de Fortaleza.

O tema “Saber para Vencer” terá como capacitor o senador Eunício Oliveira, presidente do Diretório Estadual do partido, que informou a realização da mesma capacitação nas outras regiões do Ceará.

O curso será dividido em sete módulos, por meio de debates como movimentos sociais e a sociedade brasileira, questões jurídicas, aspectos contábeis e financeiros das campanhas eleitorais, planejamento da campanha, implementação da campanha, dicção e oratória e marketing eleitoral.

Câmara Municipal de Fortaleza pode firmar parceria com a Universidade de Lisboa

foto salmito universidade lisboa

A Câmara Municipal de Fortaleza pode formar parceria com a Universidade de Lisboa, por meio da capacitação internacional, pesquisas e investigações no campo científico. A aproximação das duas instituições ocorreu após encontro do presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), e do presidente do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, Manuel Meirinho, além de representantes da Universidade do Parlamento da Assembléia Legislativa do Ceará.

Salmito destacou a importância da parceria institucional, diante da necessidade da gestão pública em servir bem ao cidadão. O parlamentar observou que há alguns anos quem cursava uma universidade de administração, por exemplo, tinha um curso voltado para a administração privada.

“Aqui no Brasil, e em Fortaleza não é diferente, existe uma demanda muito grande por esse conhecimento técnico-científico para gestão pública e na gestão pública. Nossos quadros não foram formados para a gestão pública”, comentou.

Comissão debaterá projeto que exige licitação para exercer a atividade de taxista

cabosabino

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público tem audiência pública, na terça-feira (7), para discutir o Projeto de Lei 2631/15, do deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que exige prévia seleção, mediante processo de licitação pública, para o exercício da atividade taxista.

A proposta modifica a Lei 12.648/11, que regulamentou a profissão de taxista. O evento foi proposto pelo deputado Cabo Sabino (PR-CE), relator da proposta na comissão.

(Agência Câmara Notícias)

MEC adia entrega da versão final de base curricular das escolas para novembro

54 1

O Ministério da Educação (MEC) adiou a previsão de conclusão de uma versão final da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para novembro. A expectativa era que a versão final fosse concluída ainda neste mês. A base curricular está prevista em lei, no Plano Nacional de Educação, e vai fixar conteúdos mínimos que os estudantes devem aprender a cada etapa da educação básica, da educação infantil ao ensino médio.

Pela lei, o documento finalizado deve ser entregue ao Conselho Nacional de Educação (CNE) até 24 de junho. Em nota o Ministério da Educação diz que é necessário mais debate: “O Ministério da Educação acredita que a Base Nacional Comum Curricular é fundamental para o desenvolvimento educacional do Brasil. Por isso, é importante que ela seja amplamente trabalhada em conjunto com a sociedade de forma democrática, o que vale reabrir a discussão por mais alguns meses”.

O MEC diz ainda que, em conjunto com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), o documento será debatido nos municípios e devolvido ao MEC até o fim de agosto. A previsão de ter uma versão final consolidada é até novembro.

(Agência Brasil)

Ciro Gomes: “Temer é o testa de ferro do Eduardo Cunha!”

211 1

cirtv

Ao ser entrevistado, nessa noite de sexta-feira pela jornalista Mariana Godoy, na Redetv, o ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes já começou o programa com “primeiramente, fora Temer!” E disse mais: “O PMDB é um ajuntamento de grupos estaduais que caracterizou-se mais recentemente como uma quadrilha. Tem muita gente boa, gente séria, mas os que tomaram conta do PMDB são uma quadrilha”, definiu Ciro. O político não poupou críticas ao atual governo e afirmou que “Temer é testa de ferro de Eduardo Cunha”.

Ciro afirmou que a aliança PT-PMDB resultou em “roubalheira”. O político disse que foi processado por Eduardo Cunha pois o chamou de “ladrão” e que foi processado por dano moral por Michel Temer: “Façam uma pesquisa da quantidade de medidas provisórias que ele, Temer, entregou para Cunha relatar”.

“Eu vou pensar mil vezes antes de ser candidato. Eu já fui candidato duas vezes e as coisas pioraram como tal que para um camarada como eu é praticamente inumana”, afirmou Ciro sobre sair candidato à presidência da República. “Começou a cair a máscara do golpe”, afirmou o político sobre os projetos do governo interino.

Com relação às decisões polêmicas e aos escândalos envolvendo o governo Temer, Ciro Gomes foi taxativo: “Começou a cair a máscara do golpe”. Ciro voltou a afirmar que há uma série de fatores que motivaram o processo de impeachment contra Dilma Rousseff que, apesar de estar fazendo um péssimo governo sob o ponto de vista dele, teria sido vítima de um golpe.

Ciro elencou uma série de fatores que, sob sua ótica, contribuíram para o afastamento da presidente. Como motivação política, ele citou a paralisação da Lava Jato, cujos áudios que circularam nos meios de comunicação nos últimos dias poderiam comprovar. Citou, também, motivos estratégicos, que obedeceriam à hegemonia dos interesses financeiros. E citou, por fim, interesses estrangeiros, que teriam em José Serra “a competência a serviço do mal”.

Para Ciro Gomes, Temer descumprirá os “acordos” que teria feito em troca do impeachment, inclusive com o empresariado: “vem aí CPMF, aumento da CIDE, tudo pra passar no nariz do Paulo Skaf”.

O político criticou a política de José Serra, ministro das Relações Exteriores, com parceiros importantes do Brasil, como a Venezuela. Ele garantiu que não apóia o que ocorre no país, mas reforçou que não se pode desprezar os negócios bilionários que temos com esse importante vizinho.

Sobre a presidente Dilma Rousseff, ele repetiu que ela vinha fazendo um péssimo governo, mas admitiu: “Eu quero que ela volte por uma razão: ela foi eleita pelo povo brasileiro”. E completou: “Eu não defendo nada fora da legalidade”.

Ciro garantiu que pedirá impeachment de Temer, pelos mesmos motivos do pedido feito contra Dilma, pois ao se referir às pedaladas foi enfático: “O Michel Temer fez todas iguais”.

Ao analisar os presidentes que completaram mandatos, Ciro afirmou: “A regra no Brasil é o golpe”. O político afirmou que não aceitou pensões pelos cargos ocupados e disse: “a única ferramenta que eu tenho é a minha língua”.

Ciro citou conquistas importantes do país sob os governos do PT e fez uma constatação: “O governo Dilma foi um desastre também de comunicação”. Em outra crítica ao partido de Dilma Rousseff, Ciro afirmou: “O grande problema do PT é imitar o PSDB”.

Ciro Gomes comentou a reforma da previdência e disse que, em breve, o assunto deverá ser discutido com a sociedade, mas reiterou que no momento é mentira que ela esteja em déficit. Para finalizar, o político afirmou que “hoje o povo é quem manda menos” no Brasil e deixou uma mensagem bastante pessimista à população brasileira: “tem coisa muito ruim pela frente ainda”.

((Site da Redetv)

Eleições 2016 – Camilo dá a senha e chama RC de “meu prefeito, meu querido amigo!”

125 1

camilrccc

RC e Camilo – O bilhete único rumo à sucessão.

O governador Camilo Santana (PT) vai reforçar sua presença ao lado do prefeito Roberto Cláudio, ainda mais, em eventos. Ele quer dar uma demonstração ao PT e, em especial, ao grupo da deputada federal Luizianne Lins, já lançada como pré-candidata à Prefeitura, de que insistirá na tese da parceria com o pedetista.

Quem foi à solenidade pelo Dia da Indústria, na última quinta-feira à noite, no La Maison, ouviu o governador, em discurso, chamar Roberto Cláudio de “meu prefeito, meu querido amigo”.

Neste domingo, por ocasião da reabertura do Zoológico Sargento Prata, o prefeito deverá contar, de novo, ao seu lado, com o governador Camilo Santana.

Agora, resta saber, até quando, Camilo continuará no PT.

Justiça reconhece legalidade do aplicativo Uber

60 1

Uber-App

“A Justiça de Fortaleza reconheceu nesta sexta-feira, 3, a legalidade do Uber, aplicativo para solicitação de transporte particular, na Capital cearense e nos municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (Caucaia, Chorozinho, Horizonte, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante).

A decisão foi proferida pelo juiz Roberto Ferreira Facundo, da 29ª Vara Cível, que negou a liminar pleiteada pelo Sindicato dos Taxistas e dos Condutores Autônomos de Veículos de Passageiros da Grande Fortaleza – (Sinditáxi) contra os serviços do aplicativo.

O juiz não considerou a atividade do Uber ilícita, que não prejudica a atividade de taxistas e que deve ser preservada diante dos princípios da livre concorrência, livre iniciativa, liberdade de trabalho e das previsões do Marco Civil da Internet.”

(O POVO Online)

Dona Dilma vem aí

109 4

foto dilma 160501

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (4):

A presidente afastada Dilma Rousseff solicitou à Frente Brasil Popular (FBP) que agende presença sua numa caminhada em defesa da democracia que o organismo promoverá em Fortaleza, às 15 horas da próxima sexta-feira (10), com saída da Praça Luiza Távora. A informação é do presidente regional do PT, Francisco de Assis Diniz, que integra a frente, ao lado do Movimento Ceará Contra o Golpe e Frente Povo Sem Medo.

Dilma quer participar da manifestação que buscará atrair principalmente a juventude. Na preparação do ato estão também a Juventude PT (JPT), União da Juventude Socialista (UJS) e o Levante Popular da Juventude.

Diniz não deu mais detalhes, mas adiantou que, no começo da próxima semana, a coordenação nacional da FBP estará em Fortaleza.

Morre Muhammad Ali

72 1

foto Muhammad Ali

Morreu na madrugada deste sábado (4) – horário de Brasília – o lendário boxeador Muhammad Ali, aos 74 anos, em Phoenix, Arizona, nos Estados Unidos. “Após 32 anos de luta contra o Mal de Parkinson, Muhammad Ali morreu”, anunciou seu porta-voz, Bob Gunnell.  “A família Ali gostaria de agradecer a todos por seus pensamentos, orações e pede privacidade neste momento”, concluiu.

Muhammad Ali estava internado desde a quinta-feira (2), com problemas respiratórios. Ele deixa a viúva Lonnie Williams e nove filhos. A família ainda não decidiu a data do funeral, mas será realizado na cidade natal de Ali, Louisville, Kentucky.

Nascido Cassius Clay e depois Muhammad Ali, após convertido ao islamismo, o ex-boxeador conquistou seu primeiro título dos pesados ao vencer Sonny Liston no dia 25 de fevereiro de 1964. Seu estilo ficou marcado pela velocidade e jogo de pernas.

(com agências)