Blog do Eliomar

Últimos posts

Xô, Dengue – Secretaria Regional II fará vistoria forçada em imóveis nesta quarta-feira

A Secretaria Regional II, da Prefeitura de Fortaleza, vai realizar, nesta quarta-feira, a partir das 9 horas, a terceira vistoria forçada em imóveis com suspeita de infestação do mosquito Aedes aegipty, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

A ação ocorrerá na rua Carlos Vasconcelos (Bairro Aldeota), mais precisamente no número 2181.

Em seguida, a equipe de vistoria seguirá para o bairro Cocó, onde o imóvel da rua  Gilberto Studart, nº 800, será inspecionado. Essa será a quarta vistoria.

SERVIÇO

Denuncie e peça a vistoria pelo fone – 0800 2751364 ou pela Ouvidoria da Regional II, por meio do 3241 4802.

PPS quer ganhar assento na Câmara Municipal

alexandre-pereira

Além do apoio à reeleição do prefeito Roberto Cláudio (PDT), o PPS vai trabalhar para eleger pelo menos três vereadores em Fortaleza. Anunciou, nesta terça-feira, o presidente regional do partido, empresário Alexandre Pereira, que também é o coordenador das Parcerias Público-Privadas da gestão municipal.

Segundo Pereira, em termos de Estado, o PPS lançará 100 candidatos a vereador e mais 10 postulantes a prefeituras. “Queremos apostar em crescimento no Ceará. O partido está organizado neste sentido”, acentua o dirigente do PPS.

Na condição de conselheiro da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Alexandre Pereira, está em Brasília participando de reuniões da entidade. Ali, a ordem é avaliar os efeitos do pacote econômico lançado pelo presidente em exercício, Michel Temer.

Vereador cobra fiscalização nos estacionamentos

acrisiosoe

O vereador Acrísio Sena (PT) esteve reunido, nesta terça-feira, com a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos. O assunto foi um só: pedir para que o órgão reforce a fiscalização dos estacionamentos.

Acrísio é autor lei que regula esse segmento, cuja lei entrou em vigor desde 28 de abril de 2014. A lei obriga os estabelecimentos a cobrarem preço de forma facionada, calculada de 15 em 15 minutos, após a primeira hora.

“Nosso intuito é verificar como anda a fiscalização da lei em Fortaleza, para que o direito do cidadão seja efetivamente cumprido”, disse Acrísio Sena para o Blog.

(Foto – Divulgação)

Deputado quer Seplag avaliando situação salarial da Adagri

81 6

tomasholancdas

O deputado estadual Tomaz Holanda (PMDB) sugeriu, nesta terça-feira, ao secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Hugo Figueiredo, que elabore estudo para readequação salarial dos servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri). A categoria está em greve desde o dia 2 de abril cobrando melhorias salariais.

O parlamentar recebeu uma comitiva dos servidores em seu gabinete e se comprometeu a fazer a intermediação.

Um requerimento de Tomas Holanda propondo a elaboração de estudo sobre bases salários do pessoal da Adagri foi aprovado pela Assembleia Legislativa.

Os servidores da Adagri atuam como agentes pecuaristas, categoria responsável pela qualidade e segurança dos alimentos de origem animal e vegetal. Eles ainda desenvolvem ações referentes a erradicação de doenças transmitidas por animais como a febre aftosa.

 

Ceará X Atlético (GO) – Vavá Maravilha está otimista

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=pYWPnPi9vJ4[/youtube]

O comentarista e narrador esportivo Evaristo Nogueira, o “Homem Mau”, do programa Trem Bala, da TV O POVO, está otimista quando o assunto é o jogo do Ceará contra o Atlético Goianiense, nesta noite de terça-feira, no Castelão.

A partida é válida pela Série B, do Brasileirão, e, segundo Evaristo Nogueira, vale seis pontos.

 

 

PSC faz reunião para planejar ações eleitorais

nicolle

A secretária do Desenvolvimento Econômico do Ceará, Nicolle Barbosa, na condição de presidente estadual do PSC reuniu a executiva da sigla para planejar suas ações eleitorais, mas, também de olho em 2018.

Segundo Nicolle, o partido projeta ampliar os espaços com presença “marcante” no legislativos municipais, estadual e federal. O PSC é legenda que faz parte da base aliada do governador Camilo Santana.

(Foto – Divulgação)

MP de São Paulo investiga propina para o PCC

“O Ministério Público do Estado de São Paulo investiga a denúncia de que a empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), do governo paulista, pagou indenizações a criminosos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC) no programa de reassentamento das obras do Trecho Sul do Rodoanel e do prolongamento da Avenida Jacu-Pêssego, na Grande São Paulo. Ambas foram entregues em 2010, nos governos José Serra e Alberto Goldman (PSDB), ao custo de R$ 7 bilhões.

Os promotores já identificaram pelo menos dez pessoas indenizadas pela Dersa na cidade de Mauá e na zona leste de São Paulo que têm passagens pela polícia por roubo, furto e tráfico de drogas. A investigação teve origem nos depoimentos de uma ex-funcionária da Dersa chamada Mércia Ferreira Gomes, que trabalhava à época em um consórcio contratado para executar o programa de reassentamento e fechou acordo de delação premiada com o MPE. As indenizações custaram mais de R$ 100 milhões e beneficiaram cerca de 40 mil pessoas.

Segundo Mércia, no processo do Rodoanel, “a bandidagem que domina a área começou a fazer ameaças e, para possibilitar que o pessoal da empresa contratada pela Dersa fizesse seus trabalhos, se deveria pagar algum valor para a criminalidade”. Ainda de acordo ela, se o valor não fosse pago, funcionários sofreriam “represálias”, como ficar trancado na sala do plantão social. “Diante de tanta solicitação nesse sentido, o dinheiro acabou”, disse.

A ex-funcionária relatou que os pagamentos eram feitos em dinheiro e “a maioria dos bandidos recebia valores na Dersa e comparecia armada”. Segundo Mércia, muitos pegavam o dinheiro e saíam sem assinar nenhum recibo. Os pagamentos ocorreram entre agosto e outubro de 2009 e seriam indicados por uma pessoa chamada Hamilton Clemente Alves, que, segundo testemunhas, apresentava-se como assessor do ex-deputado estadual Adriano Diogo (PT), que nega o fato.

À época, Alves participou de audiência pública sobre o caso na Assembleia Legislativa como presidente do Movimento em Defesa das Famílias do Traçado Jacu-Pêssego. Entre 2013 e 2015, ele trabalhou por duas vezes como assessor parlamentar do ex-vereador Alessandro Guedes (PT) e foi exonerado em março deste ano do cargo de assessor na Subprefeitura de Cidade Tiradentes na gestão Fernando Haddad (PT).

De acordo com Mércia, as indenizações variavam de R$ 1,6 mil a R$ 250 mil e chegaram a ser pagas até três vezes a uma mesma pessoa que invadiu diferentes áreas que seriam desapropriadas para as obras. Segundo ela, os pagamentos foram autorizados pelo ex-diretor de Engenharia da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, que também nega o fato. As informações foram prestadas ao MPE em abril de 2015 e ratificadas em recente depoimento prestado por ela, após fechar um acordo de delação premiada.

“Um dos indícios que temos é de que o dinheiro era encaminhado para pessoas ligadas ao crime organizado. As pessoas que trabalhavam e foram indicadas por Mércia, em depoimento, serão chamadas para prestar esclarecimentos”, disse o promotor Cássio Conserino.

Ao ser ouvido em 2015, o ex-diretor do Departamento de Assentamento da Dersa Geraldo Casas Vilela disse que a empresa recebeu uma carta atribuída ao PCC na qual são feitas ameaças, caso as remoções das famílias prosseguissem. Segundo ele, “diversas foram as dificuldades encontradas nesses processos de pagamento, sobretudo porque as áreas geralmente eram dominadas por pessoas ligadas a atividades criminosas”.

(Estadão)

Servidores da saúde paralisarão por uma hora nesta quarta-feira

samuu

Servidores da saúde do Estado vão paralisar as atividades por uma hora nesta quarta-feira, das 7 às 8 horas. O ato acontecerá na base do Samu Ceará, em Caucaia, e faz parte da série de paralisações dos servidores estaduais, mobilizados para a greve que deve ser deflagrada a partir do próximo dia 1º de junho.

A Base do Samu-Ceará em Caucaia conta com 14 equipes que fazem os atendimentos de urgência em municípios da região oeste, como Caucaia e São Gonçalo do Amarante.

Os trabalhadores da saúde cobram do governador Camilo Santana (PT) o retorno das gratificações aos mesmos patamares praticados até dezembro de 2012. Com as mudanças nas gratificações, os servidores da saúde do nível médio dizem amargar perdas em suas remunerações que chegam a 60%.

A categoria também está na expectativa de ganhar reajuste salarial. Nesta terça-feira, o secretário Mauro Filho (Fazenda), em conversa com o Blog, informou que até odia 10, o governador e o secretário do Planejamento e Gestão do Estado, Hugo Figueiredo, devem conversar com representantes dos servidores.

 

Detran viola a lei na Washington Soares

Com o título “Atropelamento de ciclista na Washington Soares’, eis artigo de Phelipe Rabay, engenheiro civil com formação em Planejamento de Transportes e presidente da Ciclovida. 

No último dia 12 de maio, mais um atropelamento fatal na avenida Washington Soares deixou uma vítima. Identificado como Adriano, o ciclista foi atingido por um motorista e, segundo matéria divulgada na imprensa da Capital, arrastado por 200 metros. A identificação do veículo não foi obtida: o criminoso fugiu sem prestar socorro. O fato gerou comoção e resultou em manifestações por parte da comunidade local.

Enquanto o Estado seguir priorizando os veículos motorizados, atropelamentos vão continuar acontecendo. Diante de dois casos de atropelamento que aconteceram na avenida nos dias 1º e 9 de maio, requerimentos de instalação de faixas de pedestres foram enviados ao Detran-CE (protocolo 0671836). O órgão deu como resposta a existência de faixa para passagem de pedestres a 200 metros do trecho do ocorrido e uma passarela de igual distância após. Faixas de pedestres têm sido apagadas na via, como ocorreu próximo à avenida Ministro José Américo, gerando também reclamações da sociedade (protocolo 0671837).

A Washington Soares possui diversos estabelecimentos que tornam alto o fluxo de pessoas a pé e de bicicleta. A política de mobilidade deve respeitar a Lei 12587/2012, cujo art. 6º, II, prevê “prioridade dos modos de transportes não motorizados sobre os motorizados”. Este dispositivo segue violado pelo Estado na avenida em questão tanto pela escassez de faixas de pedestres quanto pela instalação de passarelas em detrimento das faixas. Passarelas são destinadas a zonas onde não é preciso dar passagem ao pedestre e ciclista. O esforço ao subir um equipamento e descê-lo em seguida é ainda mais penoso para idosos, pessoas com crianças de colo e mobilidade reduzida. Ademais, torna-se previsível a ocorrência de mortes na via, dada a velocidade máxima exagerada, 60km/h, superior à maior sugerida para zonas urbanas pela ONU.

A Ciclovida defende, portanto, que mudanças que privilegiem o deslocamento ativo na avenida são urgentes e essenciais. Esta priorização passa, entre outros meios, pela instalação de faixas de pedestres a cada, no máximo, 100 metros, forte campanha educativa, fiscalização e punição dos condutores de veículos motorizados, redução da velocidade máxima em todo o trecho urbano para 50km/h e aplicação de equipamentos de fiscalização eletrônica de 40km/h próximas a faixas de pedestres. Além disso, por se tratar de via em zona urbana, sua municipalização é urgente.

*Phelipe Rabay

phelipe.rabay@gmail.com

Engenheiro civil com formação em Planejamento de Transportes;
presidente da Ciclovida.

Promotor de justiça de Nova Olinda ganha solidariedade

foto plácido rios procurador

O procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Rios, manifestou repúdio ao ataque institucional contra a Promotoria de Justiça de Nova Olinda (Região do Cariri), alvo de arrombamento das portas, destruição de documentos e mensagens ameaçadoras ao promotor de justiça da comarca, Daniel Ferreira de Lira. O procurador-geral designou o Núcleo de Segurança Institucional e Inteligência (NUSIT), do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), para acompanhar as investigações da Polícia Civil e cuidar da segurança do Promotor de Justiça e família.

Na próxima segunda-feira, dia 30, o procurador-geral de Justiça, a vice-procuradora-geral de Justiça e coordenadora da Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), Vanja Fontenele, e o corregedor-geral do MPCE, José Wilson Sales, estarão em Nova Olinda.

“Vamos aferir as consequências das ações danosas à Instituição, reforçando o trabalho do Ministério Público que vem sendo desenvolvido naquela comarca”, pontuou Plácido Rios.

O promotor Daniel Lira vem combatendo a improbidade administrativa, obtendo como fruto dos trabalhos o afastamento do prefeito local, Francisco Ronaldo Sampaio, e do chefe de gabinete do município pelo prazo de 120 dias, por suspeita de contratação da namorada do prefeito como funcionária “fantasma”. Além dos crimes de improbidade, o promotor tem atuado no combate ao crime em geral, visto que a cidade é reconhecida pelos elevados índices de criminalidade relativas ao tráfico de drogas e armas.

A sede da Promotoria de Justiça, localizada no Fórum de Nova Olinda, sofreu o ataque na madrugada da segunda-feira (23/05). O NUSIT está cuidando da segurança do promotor e também acompanha as investigações da Polícia Civil, que já prendeu preventivamente um suspeito da prática do crime.

(Com MP-CE)

Temer defende aprovação de pacote econômico

73 1
Discurso de Temer deve durar 10 minutos

Discurso de Temer deve durar 10 minutos

“O presidente interino Michel Temer criticou hoje (24) a oposição, que promete obstruir a votação da nova meta orçamentária no Congresso Nacional. Temer fez a declaração nesta manhã, antes do anúncio de medidas para controlar o déficit público.

Ontem (23), o presidente interino Michel Temer foi ao Congresso Nacional entregar pessoalmente a proposta da nova meta fiscal para este ano, com previsão de déficit de R$ 170,5 bilhões.

“Estamos governando junto com senadores e deputados. Muitas vezes, leio e ouço que estou instituindo uma espécie de semiparlamentarismo. Isso me envaidece. Significa que estamos reinstitucionalizando o país”, disse.

Ele destacou que, no dia de hoje, há a votação de matéria importante para o governo, que é a análise da meta. Segundo ele, a votação representa o primeiro teste do governo no Congresso. “Estamos trabalhando e exercendo regularmente nossas funções”, disse. “Todos querem testar as instituições nacionais. Lamento dizer que muitos até propuseram a modificação da meta, mas [agora] anunciam que vão impedir a votação.”

De acordo com o presidente, isso revela a absoluta discordância com a normalidade institucional do país. Segundo ele, a oposição existe para ajudar a governar. Ele lembrou que projeto original com um déficit orçamentário, de mais de R$ 90 bilhões, foi remetido por quem estava no poder. “Ontem, tivemos que rever o montante do déficit”, enfatizou. De acordo com ele, a visita ao Congresso ocorreu com o objetivo de mostrar a indispensabilidade de votar a matéria [a mudança da meta]. “Estou pedindo as senhores que se esforcem hoje. Preciso concretizar, não posso ficar na teoria”.

Temer anunciou também que mandará uma emenda constitucional ao Congresso para limitar gastos públicos. As despesas do setor público, segundo ele, se encontram em uma trajetória insustentável. “Vamos apresentar a proposta de emenda que limitará o crescimento dos gastos”, disse.

Fundo soberano

O presidente anunciou ainda que irá usar os recursos do Fundo Soberano para conter o deficit público. Ele destacou que os recursos estão próximos de R$ 2 bilhões. O fundo foi criado após o anúncio do programa de exploração do pré-sal, com o objetivo de funcionar como uma espécie de poupança com o excedente do superávit primário. Entre as finalidades apresentadas para justificar sua criação estão a proteção da economia brasileira contra crises financeiras, formação de uma poupança pública e promoção de investimentos em ativos no Brasil e no exterior.

Medidas

As medidas de política econômica que o governo anunciou são focadas no controle das despesas primárias e financeiras, na eliminação de ineficiências do gasto público e na busca pela melhoria do desempenho da prestação de serviços às camadas mais pobres da população, como antecipou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante participação em um seminário ontem (23) em São Paulo.

De acordo com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a ideia é exatamente um plano de voo, com medidas que tenham efeitos plurianuais e impactos permanentes. A ênfase, portanto, será menos numa melhora pontual do resultado primário e mais na tentativa de colocar a dívida pública em uma trajetória de sustentabilidade no longo prazo, informou o Ministério da Fazenda. Meirelles tem dito que, se nada for feito, a dívida pode ultrapassar, em alguns anos, a marca de 80% do Produto Interno Bruto (PIB), aproximando-se do dobro da média dos países emergentes.

A combinação de aumento permanente da carga tributária com contenção temporária das despesas não se aplica mais, disse o ministro.”

(Agência Brasil)

TRT do Ceará disponibiliza telefone gratuito para marcação de audiências

O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará lança importante serviço: disponibiliza um número de telefone gratuito para receber os pedidos de inclusão de processos nas pautas de audiências da Semana Nacional da Conciliação Trabalhistas, que será realizada no período de 13 a 17 junho.

O fone é o 08002801771, que funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 15 horas. Os pedidos de conciliação podem ser realizados em todas as fases da ação trabalhista por uma das partes ou por advogados.

Além desse fone, também é possível, segundo a assessoria de comunicação do TRT/CE, solicitar audiência por meio de formulário disponível no site www.trt7.jus.br. Nas duas opções, é necessário fornecer o número do processo, telefone e endereço para que a Justiça do Trabalho comunique às partes a data e o horário da audiência de conciliação.

Pesquisa FGV – Confiança do consumidor sobe 3,5 pontos em maio

“O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) avançou 3,5 pontos de abril para maio, ao passar de 64,4 para 67,9 pontos. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgados hoje (24), pela primeira vez desde dezembro de 2013, o consumidor não está pessimista em relação à evolução da economia nos meses seguintes. O resultado de maio do ICC reverte o resultado negativo de 2,7 pontos de abril para março. Em relação a fevereiro, a queda foi de 1,4 ponto.

“Embora a alta do ICC somente compense a queda dos dois meses anteriores, houve expressiva melhora das expectativas em maio e, pela primeira vez desde dezembro de 2013, o consumidor não está pessimista em relação à evolução da economia nos meses seguintes”, explicou a coordenadora da Sondagem do Consumidor, a economista da FGV Viviane Seda Bittencourt.

Na avaliação da economista, os números foram influenciados pelo processo de afastamento da presidenta Dilma Rousseff. “[O aumento deve-se] ao desfecho da primeira fase do processo de impeachment, que alterou positivamente o humor de uma parcela dos consumidores, talvez em função da percepção de redução das incertezas.”

O resultado do mês tem como destaque a melhora das perspectivas em relação aos meses seguintes, com o Índice de Expectativas (IE), que avançou 5,3 pontos de abril para maio – maior alta desde outubro de 2011, quanto o índice subiu 6,2 pontos. Com a alta, o IE atingiu 71,1 pontos, o maior desde junho de 2015 (73,1). O Índice da Situação Atual (ISA) teve resultado positivo, apesar de menor: 0,8 ponto, atingindo 65,5 pontos.

Segundo a FGV, entre os quesitos que integram o ICC, a maior contribuição para a alta no mês foi dada pelo indicador que mede o otimismo com relação à economia nos meses seguintes, que subiu 14,4 pontos ao passar de 86 para 100,4 pontos, o melhor resultado desde dezembro de 2013 (100,4). A parcela de consumidores projetando melhora avançou de 20% para 29,9%; enquanto a dos que preveem piora recuou de 35,2% para 24,4%.

Momento presente

Em relação ao momento presente, o Índice de Confiança do consumidor mostra alta de 2,7 pontos em maio no indicador que mede o grau de satisfação dos consumidores em relação à situação financeira da família.

Segundo a FGV, o resultado reflete certa acomodação após o indicador ter recuado nos dois meses anteriores e atingido o mínimo histórico em abril, ao descer a 56,9 pontos.”

(Agência Brasil)

 

Rebeliões nos Presídios – Líder do PMDB cobra explicações e presença de secretários

politica

O caso das rebeliões, com mortes, registradas no sistema prisional cearense foi um dos motes de discursos da oposição, nesta terça-feira, na Assembleia Legislativa.

O líder do PMDB na Casa, Audic Mota (PMDB), apresentou requerimento, em regime de urgência, cobrando a presença dos secretários Hélio Leitão (Justiça) e Delci Teixeira (Segurança Pública e Defesa Social), Delci Teixeira.

“Queremos explicações sobre essas rebeliões no sistema penitenciário. Queremos os dois secretários no plenário e nas Comissões da Assembleia para que possamos discutir soluções sobre a situação de insegurança das penitenciárias”, explica Mota.

DETALHE – As rebeliões deixaram 15 mortes confirmadas pelo Batalhão de Choque e a fuga de dezenas de detentos.

 

Camilo cumprirá agenda amena na área da segurança

cavv

O governador Camilo Santana (PT) cumprirá agenda na área da segurança pública, mas, dessa vez, bem amena e longe do imbróglio que prevaleceu no fim de semana no sistema prisional cearense.

Às 16 horas, ele vai assinar, durante ato no Palácio da Abolição, o termo de compromisso com a Prefeitura de Fortaleza e o Grupo M. Dias Branco para a construção da nova sede do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Depois, participará da solenidade de comemoração dos 181 anos da Polícia Militar, com promoção de 55 PMs e seis bombeiros militares. Também no Abolição.

Ludmila vai à Polícia após sofrer ataques racistas na internet

ludmillajpg_610x340

A cantora funkeira Ludmila foi a Delegacia de Repressão aos Crimes na Internet, na Cidade da Polícia, zona norte do Rio, nessa segunda-feira, dar queixa contra um homem que lhe fez ataques racistas numa rede social.

Segundo o empresário da artista, não é a primeira vez que ela recebe ofensas raciais pela internet e por isso, a assessoria da cantora já fez um levantamento sobre o homem que fez os ataques.

Em sua conta pessoal, no Instagram, Ludmilla postou uma foto que mostra os comentários feitos contra ela. Um dos usuários a chamou de ‘macaca’ e disse odiar a cantora.

Não é o primeiro caso de agressões racistas contra artistas. Recentemente, as atrizes Tais Araújo e Cris Viana também já denunciaram casos do gênero, bem como a jornalista Maria Júlia Coutinho (Maju).

(Foto – Reprodução do Instagram da cantora)

Coca-Cola interrompe produção na Venezuela por falta de açúcar

cocccaa

“A empresa que produz a Coca-Cola na Venezuela informou que se esgotaram os estoques de açúcar refinado para uso industrial e que interrompeu temporariamente a produção de refrigerantes que contêm esse ingrediente.

“A falta de açúcar implica a interrupção temporária das linhas de bebidas elaboradas com esta matéria-prima. Se mantém em operação as linhas de produtos sem açúcar, tais como água e coca-cola light”, diz um comunicado da empresa.

Na mesma nota, a empresa diz que foi informada de que está prevista, “no curto prazo”, a recuperação dos estoques de açúcar no país.

A empresa mexicana Coca-Cola Femsa está na Venezuela desde 2003, quando comprou a produtora de bebidas Panamerican Beverages Inc (Panamco) e tem ainda presença em outros países da região como a Argentina, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, o México, Brasil e Panamá.”

(Agência Lusa)

Dia dos Namorados – Comércio reforça flerte com a clientela

freitas cordeiro
O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Freitas Cordeiro, é contra a volta da CPMF. “O brasileiro não aguenta mais pagar tanto imposto!”, diz.

Para ele, o governo deve e precisa fazer seu dever de casa, que é enxugar a máquina e, principalmente, não vacilar nesse objetivo.

Freitas lamenta que o governo Temer tenha recuado no caso da transformação do Ministério da Cultura em secretaria, por pressão dos artistas.

Sobre o cenário do varejo, é otimista. Por caus da expectativa das festas juninas e do Dia dos Namorados.

Embora a taxa de inadimplência do comércio de Fortaleza esteja hoje em 7%, segundo a Fecomércio, ele arrisca incremento. “Dá pra gente ter um incremento de até 4% nas vendas”.

Más consequências da greve ilegal

Com o título “Más consequências da greve ilegal”, eis o título do Editorial do O POVO desta terça-feira. Aborda o absurdo da carnificina registrada no  fim de semana no sistema prisional cearense  e a greve dos agentes penitenciários. Confira:

A greve dos agentes penitenciários do Ceará, declarada ilegal pela Justiça antes mesmo do seu início, criou as condições para que ocorresse uma série de graves distúrbios e rebeliões em várias unidades prisionais do Estado. No fim das contas, pelo menos 14 detentos foram mortos, além de danos nas estruturas físicas das penitenciárias.

A paralisação da categoria foi decidida na última quinta-feira, após assembleia realizada entre agentes e representantes do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-CE). No dia seguinte, a greve foi declarada ilegal. Mesmo assim, foi mantida com o argumento de que o comando de greve não havia recebido a notificação da Justiça.

A greve é direito da categoria, mas é evidente que paralisações em um setor tão delicado devem se cercar de todos os cuidados. O comando dos grevistas deveria ter suspendido a greve logo após a decisão judicial que a considerou ilegal. Além disso, iniciar paralisação de agentes penitenciários à meia-noite de sexta-feira, véspera de dia das visitas, permite que a sociedade suspeite de maus intuitos.

As consequências eram previsíveis. O sistema carcerário do Ceará, assim como em todo o País, é repleto de falhas. As estruturas são ruins e persiste a superpopulação carcerária. Proibir a visita aos detentos é como acender o curto pavio que sai de um grande barril de pólvora. Deu no que deu.

É importante que a sociedade atente para as possíveis ações políticas em torno da greve, que ganhou natureza radical. Se realmente há políticos interessados em movimentos desse tipo, eles cometem erro crasso. Os eleitores, em sua maioria, não costumam referendar manipulações, principalmente em um setor tão importante como é a segurança pública.

Da mesma forma, é preciso que a sociedade volte suas atenções para a assembleia geral unificada, que reúne policiais militares, civis, bombeiros e os agentes penitenciários, marcada para o próximo sábado. Na pauta, aumento para as categorias em um momento no qual o setor público está financeiramente estrangulado. A greve será a pior das decisões possíveis.