Blog do Eliomar

Últimos posts

Secult lança o XX Edital Ceará Junino

A Secretaria da Cultura do Estado receberá, até o próximo dia 20, em seu site, as inscrições para o XX Edital Ceará Junino. A festança se estenderá por todo o Estado, garante o titular da pasta, Fabiano Piúba.

Bem, agora só falta garantir o tão prometido concurso público da Secult, que foi anunciado no fim do ano passado e, até agora, continua na formação de uma comissão organizadora.

Tomara que saia antes da proibição da legislação eleitoral.

 

PSDB pode apostar num general para disputar o Governo

O nome do general de Exército Guilherme Theóphilo está entre os estudados pelo PSDB do Ceará para disputar o Governo do Estado contra o governador Camilo Santana (PT), na eleição de outubro. O ex-comandante militar da Amazônia se filiou recentemente ao partido.

Em entrevista ao O POVO, o presidente estadual da sigla, Francini Guedes, disse que Theóphilo é um “bom nome” para concorrer e que o PSDB fará uma reunião nesta noite de quinta-feira para avaliar a possibilidade.

Nos bastidores da oposição, o clima é de expectativa, tendo em vista a divisão do grupo e a demora na indefinição do líder na eleição majoritária para o Palácio da Abolição.

Com a Segurança Pública sendo a área mais desgastada do governo petista, o título de “general” do provável candidato pode ser uma estratégia para a disputa. Lideranças da oposição dizem que um nome “de um assunto só” não vence eleição, mas já se torna um candidato com capilaridade eleitoral.

(O POVO)

Ceará deve ter voos regionais no segundo semestre

505 1

Em parceria com a Gol e a TWO Taxi Aéreo, o governo cearense fecha um projeto com objetivo de estimular a aviação regional em sete municípios. A previsão é de que esses voos possam ter início logo no segundo semestre deste ano. Neste período, prevê-se ainda a internacionalização do Aeroporto de Jericoacoara.

As cidades de Aracati, Iguatu, Crateús, Camocim, São Benedito, Jericoacoara e Sobral já estão com seus terminais homologados e liberados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), informa o governo. Falta apenas a formalização das empresas.

Esses aeroportos deverão receber aeronaves Grand Caravan, que transportam cerca de 12 passageiros, com trabalho do Governo na área do turismo, interligando o hub do Aeroporto Internacional Pinto Martins que a Gol tem com a Air France-KLM. Vai ser possível ir de Fortaleza direto para esses municípios em avião, por exemplo.

(Com O POVO)

STF retoma nesta quinta-feira julgamento sobre recurso que pede liberdade de Maluf

Quatro ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram contra o pedido deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) para que ele possa recorrer em liberdade da condenação de 7 anos e 9 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro. O julgamento foi interrompido e deverá ser retomado amanhã (19).

Está em votação se o deputado tem direito a mais um recurso antes de voltar a cumprir a condenação. Atualmente, o deputado está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. De acordo com boletim médico divulgado ontem (17), ele faz tratamento contra um câncer de próstata, que está em estágio evoluído, com metástase.

Até o momento, já votaram contra o pedido de Maluf os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes divergiram e entenderam que o deputado ainda tem direito a mais um recurso. Dessa forma, a execução da condenação deveria ser anulada e o deputado passaria a ter direito a esperar o julgamento em liberdade.

Novo recurso

Em dezembro do ano passado, a prisão do deputado foi determinada pelo ministro Edson Fachin, relator da ação penal que originou a pena de Maluf. No entanto, a defesa recorreu para pedir a concessão de prisão domiciliar em função do agravamento da saúde do deputado, mas o recurso foi distribuído para Dias Toffoli, e não para Fachin.

Dessa forma, Toffoli concedeu a liminar a favor da defesa e o caso foi parar no plenário da Corte, exigindo o exame da questão sobre o novo recurso e a domiciliar. Toffoli aceitou recurso protocolado pela defesa por entender que o acusado tem direito a mais um recurso, os embargos infringentes. Para o ministro, como a votação na Primeira Turma contou com um voto divergente, a pena não poderia ser executada.

Pelo voto do ministro, a execução penal determinada pelo ministro Edson Fachin deve ser anulada e, com isso, Maluf deve ganhar liberdade plena, e não somente o benefício da domiciliar. “Eu proponho em meu voto, que se acaso prevalecer o cabimento dos infringentes, há que se dar a concessão de liberdade plena ao agravante, com a expedição de alvará de soltura”, disse.

Em seu voto, Dias Toffoli também se queixou de matérias divulgadas pela imprensa e disse que não derrubou a decisão do ministro Edson Fachin, relator da ação penal que determinou a execução da pena. Segundo ele, houve equívoco na leitura de sua decisão. “Jamais este relator subverteu qualquer decisão do eminente ministro relator na Ação Penal 463. Eu não subverti a decisão de trânsito em julgado, não decidi contra a aplicação imediata da prisão”.

Defesa

Durante o julgamento, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, defendeu a manutenção de prisão domiciliar de Maluf e disse que, durante os meses em que ficou na Papuda, o deputado não recebeu o tratamento médico adequado. Segundo o advogado, a liminar de Toffoli ajudou a salvar a vida do parlamentar.

“Foi necessário que nós mostrássemos neste processo, que tem essa visibilidade, absoluta falta de condições de tratar um homem de 86 anos de idade. Hoje, infelizmente, eu tenho a infelicidade de dizer está com metástase”, disse a defesa.

Condenação

Maluf foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter recebido propina em contratos públicos com as empreiteiras Mendes Júnior e OAS quando era prefeito de São Paulo (1993-1996). De acordo com a denúncia, os recursos foram desviados da construção da Avenida Água Espraiada, hoje chamada Avenida Roberto Marinho. O custo total da obra foi cerca de R$ 800 milhões.

(Agência Brasil)

Por um hub de capacitação já no turismo cearense

Anya com o presidente da Abih/CE, Eliseu Barros.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira.

A ex-secretária do Turismo do Ceará, Anya Ribeiro, comemora que o Estado tenha conquistado avanços importantes no setor turístico. Ela cita a chegada da Fraport como gestora do Aeroporto Internacional Pinto Martins, o hub da Air France-KLM/Gol, incremento de voos internacionais para a capital cearense e, em especial, foco em Jericoacoara, sem se esquecer de destacar a TAP Air Portugal, com 20 anos ligando o Ceará à Europa via Lisboa.

Aqui, ela fez questão de lembrar que foi uma conquista do tempo em que estava à frente da Setur na Era Tasso Jereissati.

Mas, segundo Anya Ribeiro, hoje consultora na área, há gargalos enormes que ainda precisam ser enfrentados pelo Estado nessa busca por mercado externo. Qualificação dos profissionais do segmento precisa vir com urgência. Precisa de serviços de táxi de qualidade, operadores do transporte público melhor preparados, receptivos antenados, restaurantes e pontos de entretenimento. Todos convictos de que o mercado é que deve ser explorado, não o turista.

Ou seja, preço justo.

Suspeito de ter envolvimento no ataque do 11 de Setembro é preso na Síria

Um dos suspeitos de envolvimento nos atentados do 11 de setembro nos Estados Unidos, foi preso pelas forças curdas na Síria. Mohammed Haydar Zammar, que tem nacionalidade alemã, está sendo investigado em um centro de detenção das forças de segurança curdas Asayish.

A informação sobre a prisão foi divulgada nesta quinta-feira (19), mas a data da prisão não foi informada pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Segundo o observatório, Zammar nasceu na cidade de Aleppo, e é acusado pelos EUA de ter recrutado os terroristas que realizaram os ataques. Ele chegou a ser detido pelas forças sírias, mas acabou sendo libertado em 2013.

Zammar é membro da Al Qaeda, e também se uniu ao Estado Islâmico.

(Com Agência EFE)

Camilo reforça agenda com ações nas áreas da Educação e Segurança

217 3

O binômio educação-segurança ganha força, cada vez mais, na agenda do governador Camilo Santana (PT). A ordem é mostrar que a gestão estadual investe firme no setor educacional, expandindo a rede e comemorando bons resultados divulgados pelo MEC, e, também mostrar, na prática, que, apesar da onda de violência, o Palácio da Abolição enfrenta o problema.

Dentro dessa estratégia, Camilo Santana vai inaugurar, às 9 horas desta quinta-feira, a nova sede da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Maria Antonieta Nunes, no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza

Já no final da tarde, será a vez do governador ir até Russas, onde vai entregar o Núcleo de Perícia Forense do Vale de Jaguaribe.

Pois é, a campanha começou mesmo.

TRF-4 julga nesta quinta-feira último recurso de José Dirceu. Ele pode voltar à cadeia

Condenado a 30 anos e nove meses de prisão, o ex-ministro José Dirceu (PT) terá seu último recurso no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) julgado nesta quinta-feira (19). Aguardando julgamento em liberdade, o petista pode voltar à cadeia caso o tribunal negue os embargos infringentes ajuizados por sua defesa.
Dirceu ganhou direito a ingressar com o recurso porque a decisão que elevou sua pena não foi por unanimidade. Ele havia sido condenado a 20 anos e 10 meses de cadeia pelo juiz Sergio Moro por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A informação é do jornal Zero Hora.

Ao recorrer ao TRF4, a pena foi aumentada em 10 anos em setembro do ano passado. Porém, o relator do processo, desembargador João Pedro Gebran Neto, queria punição maior. Gebran votou para que Dirceu cumprisse 41 anos de prisão. Acabou vencido por 2 a 1 pelos demais integrantes da 8ª Turma. Na ocasião, Leandro Paulsen e Victor Laus votaram por 30 anos e nove meses de cadeia.

De acordo com a denúncia, Dirceu liderava um esquema que teria recebido R$ 56,8 milhões em propinas da empreiteira Engevix, integrante do cartel de empresas que fraudava licitações na Petrobras. O valor seria equivalente a 0,5% e 1% de cada contrato e aditivo da empresa em obras da Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas (UTGC), nas refinarias Presidente Bernardes (RPBC), Presidente Getúlio Vargas (Repar) e Landulpho Alves (RLAM).

Propina

A propina teria sido paga por meio de repasses da Engevix à empresa de consultoria de Milton Pascowitch em troca da manutenção de pessoas da confiança de Dirceu em cargos estratégicos na Petrobras, facilitando as fraudes em licitações. Na mesma apelação, também tiveram as condenações confirmadas o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e o ex-vice-presidente da Engevix Gerson de Mello Almada. O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto foi absolvido por insuficiência de provas.

Dirceu estava cumprindo prisão preventiva em Curitiba, mas recebeu habeas corpus do STF em maio. Desde então, usa tornozeleira eletrônica. Na prática, os embargos infringentes são um novo julgamento. O recurso será analisado pela 4ª Seção, colegiado que reúne as duas turmas criminais do TRF4, e é presido pela vice-presidente da Corte, Maria de Fátima Freitas Labarrère.

Manifestantes pró-Lula deixam rastro de destruição na Praça Murilo Borges

317 4

Os manifestantes que ocuparam, por vários dias, a Praça Murilo Borges, que fica em frente à sede da Justiça Federal do Estado, em Fortaleza, deixaram um rastro de destruição no local. Tudo bem que podiam bradar o Lula Livre!” à vontade, mas respeitando o patrimônio público.

Além do dó que dar conferir a fonte da sereias depredada e o busto de Murilo Borges pichado, até referências ao Comando Vermelho apareceram nas escadarias da praça.

Conclusão: Quem paga essa conta? O contribuinte, com certeza.

(Fotos- Leitores do Blog)

Câmara adia votação de inclusão obrigatória de consumidores no cadastro positivo

A falta de acordo sobre as mudanças no cadastro positivo (PLP 441/17, do Senado), aliada à forte obstrução de parlamentares contrários ao projeto, adiou a votação do cadastro positivo para a semana que vem.

A principal alteração do texto é a inclusão automática de todos os consumidores adimplentes no cadastro positivo, um serviço de banco de dados sobre informações dos pagamentos em dia e de empréstimos quitados. Esses dados geram uma nota ao consumidor, que pode interferir nos juros e serviços bancários a ele oferecidos. Atualmente, a inclusão no cadastro é voluntária.

De acordo com a oposição, o adiamento foi realizado depois que o governo contabilizou que o relatório não teria os votos necessários para aprovação – por se tratar de projeto de lei complementar, são necessários 257 votos favoráveis. Essa é a avaliação do líder do PCdoB, deputado Orlando Silva (SP). “Há uma mobilização de líderes da base, que estão vendo que não têm apoio nas suas bancadas. Precisamos rediscutir esse tema no Colégio de Líderes”, disse.

A privacidade de dados foi o ponto central da discussão sobre a proposta. Para os deputados contrários ao texto, haverá quebra do sigilo bancário. “O projeto viola a dignidade e a privacidade dos consumidores, em prol do interesse apenas das grandes redes de crédito”, sustentou o líder do Psol, Ivan Valente (SP).

Deputados favoráveis, no entanto, dizem que o texto levará à queda dos juros para os bons pagadores. “Esta proposta não vai quebrar sigilo, vai democratizar informações de acesso ao crédito para reduzir os juros”, defendeu Betinho Gomes (PSDB-PE).

(Agência Câmara Notícias)

Trump negocia com Coreia do Norte libertação de três norte-americanos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nessa quarta-feira (18) que está negociando a libertação de três norte-americanos que estão presos na Coreia do Norte. A informação foi repassada à imprensa em uma entrevista coletiva, na Flórida, durante o encontro entre ele e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe.

Trump afirmou que há uma “chance de conseguir a libertação dos prisioneiros”. Além disso, afirmou que irá continuar pressionando o líder norte-coreano em prol de uma completa desnuclearização do país.

Sobre o encontro que está sendo preparado por Washington e Pyongyang, Trump afirmou que espera ter uma “reunião muito bem-sucedida” com o líder norte-coreano Kim Jong-Un, “Se eu achar que o encontro pode não ser frutífero, não iremos”, afirmou.

(Agência Brasil)

Ferroviário dá gostinho à torcida, mas Atlético Mineiro reage e empata em 2 a 2

Parecia que a torcida do Ferroviário iria viver “um sonho a mais” na Copa do Brasil. A equipe precisava de cinco gols, diante do Atlético Mineiro, na noite dessa quarta-feira (18), no Castelão, e já vencia por 2 a 0 aos 37 minutos de partida. Melhor! Pressionava o time mineiro no campo de ataque e levava desespero à defesa do Galo.

Aos 24 minutos, Esquerdinha recebeu cruzamento na área e cabeceou livre para o gol. Treze minutos depois, a defesa mineira cochila e Mazinho cabeceia no canto esquerdo do goleiro Victor.

Na volta para o segundo tempo, o Ferroviário faria novamente história na Copa do Brasil se marcasse mais três gols. Dois levaria a decisão da vaga às oitavas de final para os pênaltis.

Mas o sonho coral começou a desmoronar aos 5 minutos, em um chute de longa distância de Roger Guedes. Com o gol mineiro, o Ferrão partiu todo para o ataque e, aos 28 minutos, levou o contra-ataque com a finalização de Gustavo Blanco.

Com a igualdade no placar, o Atlético administrou a classificação, beneficiado pela goleada na partida em Belo Horizonte, por 4 a 0.

Restou ao Ferroviário a história da heroica classificação na segunda fase, diante do Sport, em plena Ilha do Retiro, ao empatar o jogo em 3 a 3, após desvantagem de três gols no placar.

(Foto: Reprodução)

Governo do Brasil pede explicação ao Facebook sobre vazamento de dados

O governo federal notificou o Facebook para explicar o suposto vazamento de dados para a empresa britânica de marketing digital Cambridge Analytica. A informação foi divulgada nessa quarta-feira (18) pelo Ministério da Justiça. Em março deste ano, veículos de mídia dos Estados Unidos e do Reino Unido revelaram que um desenvolvedor, Aleksandr Kogan, coletou informações de milhões de pessoas usando um aplicativo e repassou à empresa de análise, que utilizou os registros para influenciar eleições, como a disputa dos Estados Unidos de 2016.

Neste mês, o Facebook revelou que o vazamento teria atingido 87 milhões de pessoas, indo além dos Estados Unidos. Esse total incluiu 443 mil usuários brasileiros , que segundo a empresa foram notificados sobre o ocorrido.

A notificação do governo brasileiro, expedida pela Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, traz uma série de questionamentos que deverão ser respondidos em até 10 dias pelo Facebook. Entre eles, o número de brasileiros atingidos, como os dados foram utilizados e a quem essas informações foram repassadas.

Em depoimento ao Congresso dos EUA, o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, admitiu que outras empresas compraram as informações levantadas pelo desenvolvedor Aleksandr Kogan. A Senacon também indagou o escritório do Facebook no Brasil sobre o que está sendo feito para contornar o problema.

De acordo com o Ministério da Justiça, se os questionamentos não forem respondidos poderá haver a instauração de processo administrativo. Se condenada, a empresa pode ser multada em até R$ 9 milhões. “Esse compartilhamento indevido viola a Constituição Federal, que resguarda a privacidade do cidadão”, diz a secretária substituta, Ana Carolina Caram.

Questionado sobre a notificação, o Facebook enviou um comunicado em que afirma que “nada é mais importante do que proteger a privacidade das pessoas. Estamos à disposição para prestar esclarecimentos às autoridades sobre este caso”, disse a assessoria de empresa. Em depoimento ao Congresso dos EUA, Zuckerberg admitiu falhas no cuidado com os dados de usuários e anunciou medidas que, segundo ele, aumentariam o controle das pessoas sobre as informações na plataforma.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) já havia aberto investigação sobre a responsabilidade do Facebook no caso no dia 21 de março. No documento que instaura o inquérito, o órgão aponta um “tratamento ilegal de dados” no episódio.

(Agência Brasil)

Alckmin vai ao comando do PSB para não perder palanque

O presidenciável tucano Geraldo Alckmin passou recibos à entrada do ex-ministro Joaquim Barbosa (STF) na lista de pré-candidatos. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Primeiro, quando as conversas entre o ex-ministro e o PSB esquentaram, ele telefonou para Carlos Siqueira, presidente da sigla, para colher mais informações sobre o flerte.

Agora, às vésperas da filiação de Barbosa, num jantar em São Paulo, o tucano pediu autorização a Siqueira para que Marcio França (PSB) continue trabalhando por ele. Lógico, Alckmin teme ver seu sucessor no governo paulista engrossando o palanque adversário.

Na ocasião, o que o candidato do PSDB ao Planalto não precisou dizer é que, se França o abandonar, Alckmin trabalhará para arruinar o projeto Marcio França/PSB de continuar no Palácio dos Bandeirantes a partir de 2019.

A essa altura, João Doria só torce para que França abrace Joaquim Barbosa.

Pobreza e desemprego dificultam a Agenda 2030, aponta Cepal

A pobreza aumenta desde 2015 na América Latina e no Caribe, segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal). Em 2017, mais de 187 milhões de pessoas ainda viviam na pobreza, ao passo que 62 milhões encontravam-se em condições de pobreza extrema. A situação mantém a região como a mais desigual do mundo.

Já o número de desempregados chegou a 22,8 milhões em 2017. As mulheres são as mais atingidas. Em 2016, a taxa de desemprego urbano foi de 7,9% no caso dos homens e 10,2% no das mulheres. Grupos como indígenas e afrodescentendes também sofrem com o desemprego e com limitações impostas pela discriminação, diz a Cepal.

Os dados constam do relatório Segundo Informe Anual sobre el Progreso y los Desafíos Regionales de la Agenda 2030 para el Desarrollo Sostenible en América Latina y el Caribe link 1 e foram apresentados nesta quarta-feira (18), durante o Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre o Desenvolvimento Sustentável.

O encontro, que ocorre na sede da Cepal, no Chile, reúne representantes de governos, instituições internacionais, setor privado, academia e da sociedade civil para discutir a implementação da Agenda 2030 na região. Iniciada hoje, a reunião seguirá até a próxima sexta-feira (20).

A agenda foi adotada em 2015 e sintetiza os chamados Objetivos pelo Desenvolvimento Sustentável (ODS), metas que devem orientar políticas nacionais e atividades de cooperação internacional no caso dos 193 países que a subscreveram. Ao todo, são 169 objetivos, entre os quais erradicação da pobreza, redução das desigualdades, igualdade de gênero, adoção de padrões sustentáveis de produção e de consumo, garantia de cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres e crescimento econômico inclusivo.

O prazo para o que a Cepal considera uma agenda de transformação civilizatória, contudo, pode não ser suficiente para que a mudança ocorra. “Nos próximos anos, com as incertezas que ainda existem acerca do desempenho da economía mundial e à luz do baixo dinamisno recente da região (as taxas de crescimento se situam em torno de 1%), o desafio de cumprir com os objetivos do desenvolvimento sustentável se torna mais difícil”, destaca o relatório.

(Agência Brasil)

Camilo e Cid visitam açudes que sangram com últimas chuvas

O governador Camilo Santana e o ex-governador Cid Gomes visitaram nesta quarta-feira (18) os açudes de Itapajé, Gameleira (Itapipoca), Barragem Germinal (Pacoti), Maranguapinho e Cocó (Fortaleza), todos “sangrando” devido às últimas chuvas. Atualmente, o Ceará tem 20 açudes sangrando. O secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, acompanhou as visitas.

Durante as visitas, Camilo e Cid destacaram os investimentos do Estado em recursos hídricos, nesses últimos 12 anos.

(Foto: Divulgação)

ANS prepara portaria para regulamentar franquia em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) discute a regulamentação da coparticipação e da cobrança de franquia em contratos de planos de saúde, mecanismos em que os consumidores também pagam por consultas e demais procedimentos de assistência à saúde, além das mensalidades. O tema é controverso. Para a ANS, essas cobranças melhorarão a utilização dos planos. Já entidades de defesa dos consumidores apontam que as modalidades poderão levar a abusividade nas contratações.

De acordo com a agência, 49% dos contratos de saúde suplementar em vigor no Brasil hoje já têm previsão de coparticipação, enquanto apenas 1% trabalha com a modalidade de franquia. Tais mecanismos, contudo, não estão regulamentados. Agora, a ANS discute portaria que regulamenta esses chamados instrumentos de regulação de uso, o que pode levar à maior adoção da cobrança de franquia em contratos de planos de saúde. A expectativa é que as regras sejam apresentadas até o início do próximo semestre, com data de vigência prevista para o início do ano que vem.

Os dois tipos de contratos são diferentes entre si. Na modalidade da coparticipação, o usuário paga uma taxa fixa ou percentual a cada vez que utilizar o plano. Na franquia, a ANS discute as regras de duas modalidades: a comum e a acumulada. Na primeira, a cada vez que o beneficiário fizer um procedimento, deverá ser observado se o valor ultrapassa ou não o estabelecido como franquia. Por exemplo, determinado contrato pode estabelecer que a operadora só pagará exames ou consultas com valor superior a R$ 100. Assim, o que for mais barato que isso ficará a cargo do usuário. Na acumulada, é fixado um valor mínimo a partir do qual a operadora passa a arcar com os custos. Se um contrato possuir uma franquia de R$ 3 mil, só após o acúmulo desse valor com um ou diversos procedimentos é que a empresa passará a pagar.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Setorial da agência reguladora, Rodrigo Aguiar, “esses dois mecanismos existem para que tenhamos um uso mais moderado do plano de saúde, para que a gente evite desperdício, repetição”. Questionado sobre possível ampliação do número de contratos com franquia e os impactos disso, ele disse que isso deve ocorrer porque tal modalidade poderá garantir redução de 20% a 30% no valor das mensalidades. “O objetivo é ampliar os acessos aos serviços de saúde. A partir do momento que esses mecanismos reduzem o valor das mensalidades, os planos passam a caber no bolso da população”, argumenta.

Opinião contrária é expressa pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Pesquisadora em saúde da instituição, Ana Carolina Navarrete afirma que a cobertura poderá ficar mais restrita. Ao analisar a adoção desses modelos em outros países, como nos Estados Unidos, o que se verifica não é uma melhora no uso. “As pessoas não passam a usar melhor, elas usam menos e pronto. E isso tem um impacto na prevenção. Elas só vão procurar um serviço quando elas não puderem mais, já que terão que pagar por eles”, alerta.

(Agência Brasil)

Tasso protesta contra nova paralisação das obras de Transposição

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) se manifestou nesta quarta-feira (18), no plenário do Senado, contra a nova paralisação das obras de Transposição das águas do Rio São Francisco.

De acordo com o Senador, o governo alega que as obras foram interrompidas por conta da desistência da empresa contratada para realizar o projeto, problema esse considerado por ele “recorrente”.

Tasso destacou que, no final de 2017. esteve com o então ministro da Integração solicitando várias medidas emergenciais por conta da grave seca no Nordeste brasileiro, na iminência de um colapso no fornecimento de água nas grandes cidades.

“Naquela ocasião, o governo justificou que era necessário adotar todas as cautelas, para que as obras não voltassem a ser paralisadas em função de problemas na contratação da empresa construtora. Pois o problema se repetiu”, reclamou.

Para o Senador, “a negligência do Governo Federal em relação ao drama da seca que atinge a população cearense é inaceitável. É preciso que o Governo tome medidas realmente emergenciais, visto a gravidade da situação”, apontou.

(Foto: Arquivo)