Blog do Eliomar

Últimos posts

Faculdade de Medicina da UFC comemora 68 anos

O primeiro curso de Medicina do Ceará está em festa. No dia 12 de maio de 1948, era então realizada a primeira aula da novidade que viria melhorar as condições de saúde do povo cearense. Exatos 68 anos depois, professores, alunos e ex-alunos da hoje Faculdade de Medicina (Famed) reuniram-se, nesta quinta-feira (12) em celebração ao aniversário desta que se tornou um dos cursos mais procurados do Brasil na área.

“Este curso é o berço dos grandes nomes da medicina cearense. Somos hoje indispensáveis no Sistema Único de Saúde (SUS) e somos ainda a única faculdade de medicina do País que participa de todos os programas do Ministério da Saúde”, defendeu o reitor Henry Campos, também professor da Faculdade de Medicina, durante cerimônia realizada no Auditório Paulo Marcelo.

Atualmente com 300 professores, a Faculdade possui cerca de dois mil alunos na graduação e pós-graduação. Ao longo destes 68 anos, mais de 100 turmas colaram grau, somando mais de oito mil médicos formados.

Para recuperar toda a história do Curso, foi criada, no fim do ano passado, a Comissão do Memorial da Faculdade de Medicina. De acordo com a coordenadora da comissão, professora Sílvia Bomfim, está sendo elaborado documentário contando toda a história do Famed, para ser apresentado quando se completarem 70 anos da unidade acadêmica.

Durante a cerimônia, foi ainda descerrada placa comemorativa àquela que é considerada a maior descoberta da Famed ao longo de seus 68 anos. O professor Manassés Fonteles, que descerrou a placa, foi responsável juntamente ao professor Aldo Lima pela descoberta dos hormônios chamados guanilinas, o que permitiu, entre outros, o tratamento de cólera e diversos tipos de diarreias.

As comemorações dos 68 anos da Famed seguem nesta sexta-feira (13) com exibição de filmes antigos da Faculdade no Auditório Paulo Marcelo e visitação itinerante a exposições no Campus do Porangabuçu.

(Com UFC)

Presidente do STF assume processo e manda citar Dilma para apresentar defesa

01_ricardo-lewandowski

“A presidenta afastada Dilma Rousseff terá prazo de 20 dias corridos, contados a partir de hoje (12), para apresentar sua defesa à Comissão Processante do Senado – a mesma comissão especial que fez a análise de admissibilidade do processo de impeachment e agora começará a fase de instrução do processo.

O mandado de citação a Dilma foi assinado hoje pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que também tomou posse como presidente do processo de impedimento da presidenta. Lewandowski esteve no Senado para assinar a transferência da presidência do processo de Renan Calheiros para ele, e seu primeiro ato na nova condição foi a assinatura do mandado de citação a Dilma.

Logo em seguida, o presidente do STF conheceu a sala que lhe foi reservada no Senado para que ele possa eventualmente despachar, se for necessário. No entanto, o Lewandowski comunicou ao presidente do Senado que pretende acompanhar os trabalhos da Comissão Processante de seu gabinete no Supremo Tribunal Federal.

À imprensa, Lewandowski explicou que a nova fase da comissão deverá ser para coleta de provas, ouvir testemunhas e debates entre defesa e acusação, inclusive com o depoimento da presidenta afastada se ela desejar. No entanto, ele afirmou que novos fatos, como denúncias relacionadas à Operação Lava Jato, não devem ser acrescidos aos temas que estão em análise no processo.

“Nós tivemos uma acusação que veio da Câmara circunscrita a determinados temas. Nesta primeira fase também houve uma circunscrição da acusação a esses mesmos temas; eu acredito que a comissão especial deve se ater a esses mesmos temas também. Mas essa é uma questão que será resolvida pela comissão”, afirmou Lewandowski.

Embora o prazo de defesa já comece a contar a partir de hoje, a primeira reunião de trabalho da comissão deverá acontecer numa reunião, na próxima terça-feira (17), entre o presidente do colegiado, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), o relator, senador Antonio Anastasia (PMDB-MG) e o presidente Lewandowski, no Supremo Tribunal Federal. Técnicos e assessores jurídicos do Senado e do STF também vão participar. “Vai ser uma reunião para detalhar o trabalho da próxima fase”, explicou Lira.

Aliviado

Logo após a reunião desta tarde com Lewandowski, o presidente do Senado disse estar “aliviado” por passar a ele o comando do processo de julgamento da presidenta afastada. “Eu fico aliviado, em paz porque a partir de amanhã vocês vão ter outra pessoa para decidir essas questões intrincadas”, disse Renan Calheiros (PMDB-AL) aos jornalistas.

Renan também informou que o Senado não deve ter o recesso constitucional do meio do ano porque uma lei especial estabelece que, durante o processo de impeachment, o recesso fica suspenso. E afirmou que não tem, a partir de agora, nenhuma expectativa com relação aos prazos para a conclusão do processo.”

(Agência Brasil)

PSOL acerta nomes para disputar em Sobral

psol

Edmilson e Berkson – A verdadeira esquerda de Sobral.

Nem só de briga política entre o PMDB de Moses Rodrigues e os Ferreira Gomes vive a sucessão em Sobral (Zona Norte).

O PSOL definiu seus pré-candidatos para a disputa pela Prefeitura. A chapa terá o enfermeiro Edmilson Moreira à frente, tendo como postulante a vice-prefeito o professor João Berkson.

(Com Blog Sobral de Prima)

Antonio Balhmann negocia vinda de empresários do granito para a ZPE do Pecém

balhmann

Antonio Balhmann, o assessor especial para Assuntos Internacionais do Governo do Estado, esteve em Vitória mantendo reuniões com empresários do setor de granito. Foi a segunda rodada de negociações, dentro do objetivo de atrair mais empresas para se instalarem na Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE), situadao no Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

“Queremos assinar os protocolos de intenção durante a Fortaleza Brazil Stone Fair, que ocorrerá em Fortaleza de 31 de maio a 3 de junho”, adianta Balhmann. Ele informa que são cerca de 30 empresas do setor. Pelo menos 10 devem se instalar na ZPE.

Atualmente esse segmento é forte nas exportações para os Estados Unidos e passarão a operar suas exportações do Ceará.

Prefeito vai entregar mais uma UPA

robetoclaudio

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), vai inaugura, às 19 horas desta sexta-feira (13), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h) Dr. Fernando Guanabara, situada no bairro Vila Velha (Regional I). Essa é a quarta UPA municipal inaugurada na atual gestão.

Nas UPAs, são oferecidos atendimentos de urgência e emergência clínicas como, crises de pressão, febre alta, início de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), cortes na pele com ferimento exposto e outros. Os usuários também podem contar com aparelhos de eletrocardiograma, raios-x e o serviço completo de exames laboratoriais.

A secretária municipal da Saúde, Socorro Martins, destaca a importância da ampliação desse serviço em Fortaleza. “Ao entregar mais uma UPA, aumentamos a nossa capacidade de atendimento e agregamos uma nova estrutura à nossa rede de urgência e emergência”.

(Foto – Paulo MOska)

Temer declara “absoluto respeito” a Dilma e lembra que liturgia do cargo deve prevalecer

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Udzepxev9mY[/youtube]

O presidente interino Michel Temer aproveitou seu primeiro pronunciamento, nesta quina-feira, para dar recados e principalmente lembrar que ninguém é dono do poder.

Referiu-se à presidente afastada Dilma Rousseff, quando fez questão de declarar seu “absoluto respeito” à petista, ressaltando que não comentaria motivos do seu afastamento. Reiterou que a liturgia do cargo sempre deve prevalecer, em busca da harmonia e do equilíbrio entre os brasileiros.

Temer aproveitou para lançar um lema a mais ao seu, que será ‘Ordem e progresso’:

“Não vamos falar em crise, vamos trabalhar!” Foi a frase que viu num posto de gasolina da avenida Castelo Branco (SP). Encerrou sua fala com um “amém!”

Unasul vê impeachment como precedente “perigoso”

“O secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), Ernesto Samper, afirmou hoje (12) que o afastamento da presidenta afastada Dilma Roussef pode abrir um precedente “perigoso”. Segundo Samper, a atitude “compromete a governabilidade democrática da região em um caminho perigoso”.

“O que aconteceu no Brasil é que uma maioria política mudou o que a maioria dos cidadãos expressou, por eles mesmos, em claro favor de Rousseff”, informou o líder da Unasul sobre a reeleição de Dilma aRousseff em 2014.

Segundo ele, o impeachment é um tipo de “ruptura da ordem democrática”, que pode levar o Brasil a ser suspenso do bloco econômico, já que tem “caráter político”. Samper criticou ainda a postura dos parlamentares na Câmara dos Deputados, que “não deram espaço” para que a defesa de Dilma fosse realizada de maneira correta.

“Nesta nova fase, pedimos que o direito de defesa da presidenta Rousseff seja garantido”, disse Ernesto Samper ao comentar o novo processo que se desenvolverá no Senado e que pode afastá-la definitivamente do cargo.

Sobre o presidente interino do Brasil, Michel Temer, o presidente do bloco se recusou a fazer qualquer comentário por “não ser sua esfera comentar um governo interino”.

(Agência Brasil)

Michel Temer fala em reformas que exigirão a compreensão da sociedade brasileira

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=6lTu6EvLejY[/youtube]

Em seu primeiro pronunciamento, Michel Temer (PMDB) anunciou, nesta quinta-feira, reformas necessárias. A primeira delas, o Pacto Federativo, com respeito a Estados e Municípios. Adiantou que serão necessárias reformas “que não serão fáceis e que exigirão diálogo e compreensão da sociedade brasileira.” Para isso,  buscou uma base sólida no Congresso em busca de um trabalho em harmonia.

Prometeu luta contra a inflação e gerar empregos para o País, observando que o mundo está de olho no Brasil.

Sobre a Reforma da Previdência, disse que virá, pois tem como objetivo assegurar o pagamento das aposentadorias.

DETALHE – Temer se engasgou, em alguns momentos, em seu pronunciamento. Pediu água, pastilhas.

 

 

Michel Temer promete um governo de “salvação nacional” e manter programas sociais

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=XdA5ItjWjf4[/youtube]

Em seu primeiro pronunciamento à Nação, o presidente interino Michel Temer (PMDB) anunciou, nesta quinta-feira, que “confiança” é a palavra-chave para tirar o País da “grave crise”.

Ele prometeu, após empossar seu ministério, um “governo de salvação nacional”, com um projeto que resgate a credibilidade nacional e internacional e que unifique e pacifique o País.

Prometeu buscar um governo com incentivo a parcerias público-privadas (PPs). Prometeu ainda  manter os programas sociais como o Bolsa Família, Prouni, Fies e Minha Casa Minha Vida com aprimoramento.

Michel Temer falou em reformas e garantiu que nenhuma delas vai alterar os direitos da classe trabalhadora, observando que sempre seguirá o que diz o “livrinho”, no caso a Constituição Federal.

Temer empossa ministério em ato concorrido

ateee

O presidente interino Michel Temer (PMDB) está dando posse, neste fim de tarde de quinta-feira, em Brasília, ao seu ministério. O ato é dos mais concorridos, no Palácio do Planalto.

Com Temer, chegaram à cerimônia lideranças do PMDB, como o senador Eunício Oliveira, e o senador Aécio Neves.

De 32 ministérios, esse número caiu para 22 pastas.

  • Equipe ministerial aqui.

Teatro Emiliano Queiroz apresenta “Nando e Bia”

nandobia

O Grupo Teatro Novo ocupará o palco do Teatro SESC Emiliano Queiroz com mais um espetáculo. Desta vez, a peça infantil “Nando e Bia” aos sábados e domingos deste mês de maio, sempre às 17 horas. Ou seja, nos dias 14, 15, 21, 22, 28 e 29.

A peça conta uma história sobre a construção de uma grande e iluminada Árvore da Paz, que precisa fazer brilhar no topo dela uma estrela: a luz do coração endurecido de uma criança já crescida que se desencantou do amor e que causa dor ao Planeta Azul.

SERVIÇO

*Teatro Emiliano Queiroz – Avenida Duque de Caixas.

*Ingressos: R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (Meia).

(Foto – Divulgação)

A equipe de governo de Temer

156 1

michel-temer2

O presidente interino Michel Temer assume oficialmente presidência da República nesta quinta-feira, já com seus ministros. Confira nomes já acertados:

Fazenda: Henrique Meirelles
Planejamento: Romero Jucá (PMDB)
Desenvolvimento, Indústria e Comércio: Marcos Pereira
Relações Exteriores (inclui comércio exterior): José Serra (PSDB)
Programa de Parcerias e Investimentos: Moreira Franco (PMDB) (secretario-executivo)
Casa Civil: Eliseu Padilha (PMDB)
Secretaria de Governo: Geddel Vieira Lima (PMDB)
Secretaria de Imprensa: Marcio Freitas (não é ministério)
Secretaria de Segurança Institucional (inclui Abin): Sérgio Etchegoyen
Educação: Mendonça Filho  (DEM)
Saúde: Ricardo Barros (PP)
Justiça e Cidadania: Alexandre de Moraes
Agricultura: Blairo Maggi (PP)
Trabalho: Ronaldo Nogueira (PTB)
Desenvolvimento Social e Agrário: Osmar Terra (PMDB)
Meio ambiente: Sarney Filho (PV)
Cidades: Bruno Araújo (PSDB)
Ciência e Tecnologia e Comunicações: Gilberto Kasssab (PSD)
Transportes: Maurício Quintella (PR)
Advocacia-Geral da União (AGU): Fabio Medina
Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU): Fabiano Augusto Martins Silveira
Defesa: Raul Jungmann (PPS)
Turismo: Henrique Alves (PMDB)
Esporte: Leonardo Picciani (PMDB)
Minas e Energia: Fernando Coelho (PSB)
Integração Nacional
: Helder Barbalho (PMDB)

 

Justiça afasta prefeito e chefe de gabinete de Nova Olinda

“O juiz Herick Bezerra Tavares, da Comarca de Nova Olinda (Região do Cariri), determinou, nesta semana, o afastamento temporário e cautelar do prefeito de Nova Olinda, Francisco Ronaldo Sampaio, e do chefe de gabinete do município, José Alyson dos Santos Silva. A decisão foi motivada por ação civil pública (ACP) proposta pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por intermédio do promotor de justiça da Comarca desse município, Daniel Ferreira de Lira. O presidente da Câmara Municipal foi intimado nesta quinta-feira (12) para dar posse ao vice-prefeito da cidade.

Na decisão, o juiz reconheceu a existência de indícios da prática de inúmeros atos de improbidade administrativa que lesaram o erário na gestão de Francisco Ronaldo Sampaio. Além disso, após o ajuizamento da ACP pelo MPCE, o prefeito e o chefe de gabinete forjaram provas e tentaram dissuadir um dos promovidos a colaborar com as investigações, podendo prejudicar a instrução processual e o consequente ressarcimento ao erário.

Além do prefeito e do chefe de gabinete de Nova Olinda, estão sendo investigados pela prática de improbidade administrativa o secretário de Saúde de Nova Olinda, Pedro Neto de Sousa, e Viviane Chaves dos Santos. De acordo com as investigações, entre 2014 e 2015, quando ainda era namorada do prefeito Ronaldo Sampaio, Viviane Chaves dos Santos foi contratada como psicóloga com carga horária de 20 horas semanais, mas nunca prestou serviço naquele município.

Já na cidade de Codó, no Maranhão, a mesma firmara contrato de trabalho, contudo cumpria a carga horária de 40 horas semanais nos anos de 2013, 2014 e 2015. “É evidente que a sra. Viviane estava sujeita a uma carga horária total de 60 horas semanais, sendo impossível que conseguisse cumpri-las por total impossibilidade física e geográfica, já que se tratam de cidades separadas por mais de 700 km de distância, e em estados diferentes”, afirma o promotor Daniel Ferreira de Lira.

Pelo contrato com Nova Olinda, Viviane Chaves dos Santos recebeu um valor mensal de R$ 1.500,00 durante os meses de fevereiro de 2014 a setembro de 2015, totalizando R$ 30.000,00 ao longo de 20 meses, sem jamais ter assinado qualquer contrato de prestação de serviços com o município de Nova Olinda, tendo ainda informado endereço falso na minuta do Contrato. Os pagamentos só cessaram após correrem boatos no município de que o fato estava sob investigação, mesmo assim a mesma nunca assinou o contrato de encerramento da prestação de serviço.

Junto ao juiz titular da comarca de Nova Olinda, Herick Bezerra Tavares, o MPCE conseguiu a indisponibilidade dos bens dos acusados, como forma de viabilizar as pretensões ressarcitória e indenizatória de Nova Olinda, município que ostenta um dos menores IDHs do Estado. Também foi decretada a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos requeridos no período de 01/02/2014 à 30/09/2015, como forma de verificar eventuais transações bancárias entre eles.”

(Site do MP-CE)

Eduardo Cardozo avisa: continuará como advogado de Dilma Rousseff

72 1

“O ex-ministro da Advocacia-Geral da União, José Eduardo Cardozo, disse hoje (12) que vai continuar como advogado no processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. Ele deu a declaração no Palácio do Planalto após afastamento de Dilma do cargo.

“O Conselho de Ética da Presidência da República disse que tem uma quarentena, mas que na causa específica relativa ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff não haveria nenhum conflito para que eu pudesse continuar, não só para não prejudicar a defesa, mas como também é uma situação em que eu já atuava como advogado dela. Houve uma liberação específica para esta causa: atuar no caso do impeachment”, afirmou Cardozo, que vai comandar uma equipe de advogados na defesa de Dilma.

De acordo com a regra, os ministros exonerados devem cumprir uma quarentena de 180 dias e eles não podem exercer outros empregos, porque são considerados pessoas com informações estratégicas para o país.

O Senado aprovou, no início da manhã, por 55 votos a favor e 22 contra, a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Com isso, o processo será aberto no Senado e Dilma será afastada do cargo por até 180 dias, a partir da notificação. Os senadores votaram no painel eletrônico. Não houve abstenções. Estavam presentes 78 parlamentares, mas 77 votaram, já que o presidente da Casa, Renan Calheiros, optou por não votar.”

(Agência Brasil)

TJ suspende liminar e mantém prefeito de Canindé no cargo

celso-crisostomo-1

“A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará suspendeu liminar que determinou o afastamento do prefeito de Canindé, Celso Crisóstomo Secundino (PT), acusado de improbidade administrativa. A decisão, proferida na tarde dessa quarta-feira (11), mantém o gestor no cargo e desbloqueia os bens dele.

Segundo o relator do caso, desembargador Heráclito Vieira de Sousa Neto, “o fato de não estar adimplindo com as obrigações administrativo financeiras, por si só, não caracteriza o ato ímprobo. Seria necessária a prova contundente do desvio de verbas públicas ao seu próprio proveito ou de terceiros, ou a omissão do cumprimento do mínimo exigível das políticas públicas”.

De acordo com denúncia do Ministério Público do Ceará (MP/CE), Celso Crisóstomo não teria repassado ao Instituto de Previdência do Município, referente ao regime previdenciário dos servidores, a importância de R$ 4.815.416,52, praticando assim ato de improbidade administrativa. Por isso, ajuizou ação civil pública, com pedido liminar, requerendo o afastamento do gestor e o bloqueio dos bens dele.

Na contestação, o prefeito alega que deixou de realizar os depósitos em nome do Instituto de Previdência, devido a débitos inadimplidos pelo gestor anterior, a exemplo do pagamento de dezembro de 2012 dos vencimentos dos servidores, e cuja quitação teria impedido que fosse colocada em dia a dívida previdenciária.

Também sustentou que o afastamento viola a ordem política e constitucional vigentes, pois foi eleito pelo voto popular para o exercício de mandato que tem a brevidade como uma de suas características.

Ao analisar o caso, o Juízo da 2ª Vara da Comarca de Canindé concedeu a liminar e determinou a indisponibilidade dos bens (móveis e imóveis) do gestor. Ordenou ainda que o prefeito se afastasse do cargo por 180 dias. Inconformado com a decisão, Celso Crisóstomo interpôs agravo de instrumento (0626899-22.2015.8.06.0000) no TJCE, pleiteando a suspensão da liminar, sob os mesmos argumentos da contestação.

Ao julgar o caso, a 4ª Câmara Cível determinou a suspensão da medida para que o prefeito retome o cargo e tenha os bens desbloqueados, acompanhando o voto do relator. “Nesse caso, especialmente no que se refere ao dolo da ação de improbidade administrativa, que constitui matéria de mérito, há necessidade de uma apuração acurada e serena dos fatos que ensejaram o crime de improbidade”.

(Site do TJ/CE)

Federação das Indústrias do Rio divulga apoio ao Governo Temer

“Em nota divulgada no início da manhã de hoje (12), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) manifestou apoio à decisão do Senado Federal de instauração do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff’, que considera “mais um exemplo da força da democracia brasileira”, e também ao novo governo.

A Firjan acredita que o diálogo, “há tanto tempo ausente do comando da nação”, estará de volta com Michel Temer. ”Agora terá início um novo governo. Um novo Brasil, que deve estar unido na busca pela superação da crise e da retomada do crescimento”, indica a entidade.

A expectativa da Firjan é que o Congresso Nacional seja convocado a dar sua contribuição para o futuro do país, por meio da aprovação de “reformas e projetos que recoloquem o Brasil no caminho do desenvolvimento econômico e social”. Nesse sentido, a nota destaca entre as reformas urgentes para a retomada do crescimento a “adoção de uma nova política fiscal, com a fixação de metas para a dívida pública, a reforma da Previdência, um amplo programa de venda de ativos públicos e a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do projeto que altera as regras para a exploração do pré-sal”.

(Agência Brasil)

VAMOS NÓS – A Federação das Indústrias do Ceará (FIEC) ainda não divulgou nota de apoio ao Governo Temer. Precisa?

Joaquim Barbosa – Faltou consultar o povo sobre impeachment

Joaquim_Barbosa

“O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, criticou hoje (12) a tramitação do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Para ele, as decisões sobre o afastamento foram tomadas sem levar a em consideração a opinião da população. “Como explicar ao mundo uma troca de comando tão espetacular? Nada sutil, apenas com a estampa de normalidade, como essa que está ocorrendo no dia de hoje. Como explicar ao mundo uma mudança tão brutal sem que ele, o maior interessado, o povo, tenha sido sequer cogitado como partícipe desse debate”, disse ao participar da Vtex Day, feira de comércio eletrônico no Parque Ibirapuera, zona sul da capital paulista.

Na início da manhã de hoje, o Senado aprovou a abertura de processo de destituição de Dilma e o afastamento da presidenta por até 180 dias. O vice, Michel Temer, assume o cargo neste período. Ao final do processo, Temer pode tomar posse definitivamente, caso os senadores confirmem o impedimento da presidenta.

“Não é estranho que o povo assista mais uma vez, como se deu no final do século 19, bestializado ao que os políticos estão a perpetrar no nosso país? Onde estão as vozes da população?”, questionou Joaquim Barbosa na palestra. A expressão faz referência ao artigo do jornalista Aristides Lobo sobre a proclamação da República. Na ocasião, o autor ressaltou que a revolução organizada por militares e membros da elite política que derrubou o imperador não teve participação popular. “O povo assistiu àquilo bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava”, diz o texto publicado em 1889.

A ascensão do PMDB, em uma provável aliança com o PSDB, também foi alvo das críticas de Barbosa. “Estarão no comando do nosso país a partir de agora dois grupos bem especiais de operadores políticos”, disse em referência aos dois partidos. “O primeiro grupo, nestes 30 anos de vida democrática, jamais conseguiu eleger um presidente da República. Esse grupo terá agora a Presidência da República”, disse em referência ao partido de Temer.

“O segundo grupo de operadores políticos, no prazo constitucionalmente marcado para as próximas eleições [2018], iria completar 20 anos sem ganhar uma eleição, sem ter o gosto de uma vitória”, completou o raciocínio ao falar sobre o PSDB. “Como justificar essa anomalia? Por que os nossos acadêmicos, os nossos intelectuais e os nossos meios de comunicação têm evitado esse debate específico?”

Novas Eleições

Barbosa disse que é “radicalmente favorável” à convocação de novas eleições pra presidente. “Essa é a verdadeira solução. A solução que eliminaria toda essa anomalia, esse mal-estar com o qual nós seremos obrigados a conviver nos próximos dois anos e oito meses. Dar a palavra ao povo”, defendeu.

O ministro aposentado reconheceu, entretanto, que a medida tem empecilhos constitucionais. A única forma de ser aplicada, na visão de Barbosa, seria se Dilma tivesse renunciado e o vice tivesse feito o mesmo.

Dilma

Apesar das críticas ao processo e aos grupos políticos que devem assumir o poder, Barbosa também atribuiu parte da culpa pela instabilidade política à Dilma. “A presidente Dilma Rousseff não soube conduzir o país. Não soube exercer a liderança que se espera de um chefe de Estado dessa envergadura. Ela agiu como se governasse para o seu grupo político e para os seus aliados de ocasião. Ela não soube se comunicar com a nação. Ela fez péssimas escolhas e cometeu erros imperdoáveis”, disse.

Para o ministro aposentado, a presidenta não soube como lidar com a corrupção. “Eu não digo que a presidente compactuou abertamente com os segmentos corruptos existentes no seu governo, partido e base de apoio. Mas ela se omitiu, silenciou-se, foi ambígua. Não soube se distanciar do ambiente deletério que a cercava. Não soube exercer o comando e acabou engolida por essa gente”, analisou.

“Eu sei bem que a presidente da República que foi tirada do cargo no dia de hoje é extremamente impopular. Eu sei que há um sentimento generalizado pela sua saída. A minha preocupação é com os aspectos estruturais das nossas instituições”, ponderou.”

(Agência Brasil)

BNB – Crediamigo completa 18 anos com R$ 38,9 bilhões aplicados

3103CD0201

Marcos Holanda preside o banco na Era Temer.

O programa de microcrédito urbano do Banco do Nordeste, o Crediamigo, completou 18 anos em abril com mais de R$ 38,9 bilhões aplicados. Nesse período, foram contratados 25,7 milhões de empréstimos para microempreendedores formais e informais em todo o Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

O valor médio histórico por operações de crédito é de R$ 1.512,14. A maior parte das contratações é feita por mulheres: 67%.

O programa atingiu, em 2015, a marca de 2 milhões de clientes ativos e registrou R$ 8,1 bilhões em aplicações, distribuídos em 4,2 milhões de operações, com o valor médio de R$ 1.951,52. O montante foi 14,2% maior do que o volume do ano anterior. A quantidade de desembolsos cresceu 7,6%.

Em 2015, foram abertas mais de 520 mil contas correntes, sem cobrança de tarifa. O programa oferece financiamentos de R$ 100 a R$ 15 mil e a taxa de juros varia entre 1,20% a 2% ao mês, com prazo de pagamento de até 24 meses.

DETALHE – O Crediamigo é o maior programa de microcrédito produtivo orientado da América do Sul, com reconhecimento internacional pela atuação na promoção do desenvolvimento regional.