Blog do Eliomar

Últimos posts

Expo Evangélica traz a Fortaleza músicas gospel e encontro com mulheres

416 1

foto expoevangélica

A cantora e escritora Bianca Toledo, autora do livro “A História de Um Milagre”, é uma das atrações da Expo Evangélica Fortaleza 2016, que acontece de 6 a 9 de julho, no Centro de Eventos. Ela estará à frente do encontro com mulheres, quando dará seu testemunho de vida.

Além de Bianca Toledo, outras atrações são Marcela Taís, Damares, Cristina Mel, Leonardo Gonçalves e Mariana Ava, da gravadora Sony Music Gospel, e Davi Sacer, Daniela Araújo, Ton Carfi e o Ministério Aliança do Tabernáculo, da gravadora Som Livre.

Bancos começam a usar inteligência artificial no relacionamento com clientes

Decorar senhas e digitar códigos de acesso estão prestes a virar coisa do passado para os clientes de banco do país. Em breve, basta conversar com o celular ou com o computador para ver o saldo da conta, pedir um empréstimo ou negociar uma dívida, com garantia de que nenhum intruso se passe pelo correntista. A inteligência artificial está começando a ser usada no relacionamento com os clientes pelas instituições financeiras no Brasil.

Em 60 dias, o Banco do Brasil oferecerá a novidade para clientes dos segmentos Private e Estilo Digital – de maior poder aquisitivo. Por meio do aplicativo da instituição financeira no smartphone, os correntistas terão acesso a um assistente que permite a realização de transações por meio do celular sem risco de fraude porque a biometria da voz do cliente estará gravada. O Bradesco testa tecnologia semelhante para que os clientes possam conversar com os computadores, ainda sem previsão de lançamento.

Chamada de computação cognitiva, a tecnologia se baseia na capacidade de computadores cruzarem grandes volumes de dados e gerarem análises e respostas por conta própria. No caso de reconhecimento de voz, os computadores captam a voz do usuário para decodificarem padrões, descobrirem hábitos e interpretarem comandos. No Brasil, a novidade está sendo desenvolvida com base na ferramenta Watson, importada dos Estados Unidos.

Segundo o vice-presidente de Tecnologia do Banco do Brasil, Geraldo Dezena, o uso da inteligência artificial no mercado financeiro traz vantagens, não apenas agiliza o atendimento, como melhora significativamente a relação dos bancos com os clientes, que poderão fazer transações e consultas apenas por meio da voz.

“Os funcionários não precisarão mais ensinar clientes a usar terminais de autoatendimento, aplicativos ou computadores. Mesmo a pessoa mais simples vai poder conversar com a máquina. A computação cognitiva valoriza o tempo do cliente e traz ganho de eficiência operacional para o banco”, explica.

(Agência Brasil)

Safadão doa cachê polêmico de show em Caruaru

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=3g8uPzkbMM4[/youtube]

O cantor Wesley Safadão doou todo o cachê que ganhou ao se apresentar no São João de Caruaru, um dos maiores do País. Ele resolveu encerrar o assunto de uma forma inusitada e digna de aplausos.

O anúncio foi feito na madrugada deste domingo (26), quando o artista disse que doou todo o dinheiro para instituições filantrópicas da cidade pernambucana, dando fim a uma polêmica em torno do valor recebido. O cachê de Safadão foi de R$ 575 mil.

“O problema do país não é culpa minha não. Terminou sobrando pra quem não tinha nada a ver”, afirmou Safadão. “Se o problema é dinheiro, pode espalhar por aí que eu não ficarei com 1 centavo do meu cachê. O que eu quero é cantar todos os anos no São João de Caruaru. E todo meu cachê será revertido para as instituições de caridade de Caruaru”, disse o cantor para o delírio do público.

 

(Com Agências)

Polícia investiga mais uma fuga no Carrapicho; Assassino do policial do Raio entre os fugitivos

Pelo menos seis presos teriam fugido nesse sábado (25) do Centro de Triagem Criminológica, conhecido como presídio Carrapicho, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Entre os fugitivos estaria Gabriel Alves de Lima, o Biel, 20, que em fevereiro deste ano matou em uma única manhã o policial militar do Raio, Augusto Huebster Rabelo Félix, 27, e o comerciante José Vilemar de Freitas, 83, nos bairros Planalto Pici e Jardim Iracema, respectivamente, ambos vítimas de assalto.

A unidade prisional é a que registra o maior número de fugas este ano no Estado. Em abril, 30 detentos deixaram o presídio por meio de um túnel. A maioria dos fugitivos responde por assalto, mas há um grupo também de homicidas.

Já o latrocida – assalto seguido de morte – Biel havia sido preso dois dias após as mortes do policial e do comerciante. Ele estava em regime “condicional”, mediante monitoramento por tornozeleira eletrônica. No entanto, ao ser detido no município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza, o suspeito estava sem o equipamento eletrônico. Em depoimento à Polícia, Biel teria confessado que retirava a tornozeleira para praticar assaltos.

Prisão de Bernardo serviria para retirar o foco do governo Temer

112 2

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (26):

A Operação Lava Jato volta a focar o PT – com a prisão do ex-ministro das Comunicações Paulo Bernardo. A iniciativa é vista como uma operação de diversionismo tosco para retirar o foco do governo Temer, acossado por denúncias de toda ordem.

A virada ocorreu, coincidentemente, após a visita do ministro da Justiça à “República do Paraná”. Como sempre, foi acionada a poderosa máquina de produção de realidade virtual.

O sistema recorreu a um velho truque: recolocou a Lava Jato nos trilhos (pois tinha saído da bitola quando começou a atropelar intocáveis do sistema), voltando a priorizar o PT, com o maior estardalhaço possível (policiais fardados foram colocados ostensivamente na entrada da sede do PT, em São Paulo – sem necessidade -, como se estivessem numa operação de guerra contra alguma brigada terrorista, numa encenação primária). Sem esquecer – é claro – a destruição prévia de reputações.

Se alguém for inocente, “Inês já estará morta” quando a verdade for restabelecida.

Vicente Pinzón – Roberto Cláudio e Camilo inauguram a Praça da Conquista

foto RC e camilo 160625 vpinzón

“Esse é um caminho definitivo para prevenir a violência. Foi assim que grandes cidades puderam reduzir os índices de violência: sempre com o braço forte da lei, da Polícia, mas com o outro braço social, integrador e comunitário das políticas sociais”.

A observação é do prefeito Roberto Cláudio (PDT), na noite desse sábado (25), no bairro Vicente Pinzón, durante a inauguração da Praça da Conquista, que em mais de 100 metros quadrados conta com uma academia ao ar livre, playground, quadra poliesportiva, pista de skate, acessibilidade, mesas com tabuleiros para xadrez e damas, lixeiras de coleta seletiva e iluminação branca.

Ao lado do prefeito Roberto Cláudio, o governador Camilo Santana, que destacou a sintonia entre as duas administrações (Estado e Município). “Quando Prefeitura, Governo do Estado e comunidade se unem, os resultados acontecem. As pessoas querem ter espaço, e não tenho dúvidas que esse é o grande caminho: dialogando com a comunidade, acolhendo a comunidade, ouvindo a comunidade”, disse.

Tortura ainda persiste no Brasil, diz psicanalista

O Memorial da Resistência, no Largo General Osório, na região da Luz, na capital paulista, antiga sede do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), recebeu nesse sábado (25) um debate sobre a tortura. A discussão antecedeu ao Dia Internacional da Luta contra a Tortura, celebrado neste domingo (26).

Durante o evento, chamado de “Tortura, Crime que os Humanos Cometem contra os Próprios Humanos”, Maria Auxiliadora de Almeida Cunha Arantes, psicóloga, psicanalista e doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e autora do livro “Tortura, Testemunhos de um Crime Demasiadamente Humano”, disse que a tortura surgiu no país já com a chegada dos portugueses, em 1500, e que ainda persiste no Brasil.

Segundo ela, a tortura já foi mecanismo usado por regimes autoritários no mundo todo, mas foi constante no país durante o período colonial, principalmente em relação aos indígenas, e também nos tempos da escravidão. Além disso, ela foi usada de forma sistemática durante a ditadura militar brasileira. “A tortura começou no nosso país em 1500 e ela persiste, de formas diferentes”, disse.

Para Ivan Seixas, ex-preso político e presidente do Conselho do Núcleo Memória e integrante da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, a tortura é uma profissão [porque os torturadores, em geral, são pagos para cometê-la] e poderia ocorrer com qualquer pessoa.

“A tortura é uma profissão. Essa normalidade profissional de torturador é o que precisamos quebrar. Sou contra a vitimização. Ele [torturador] faria isso contra absolutamente qualquer um que aparecesse na frente dele. A tortura é uma prática de dominação, de imposição pelo terror e tem um caráter muito danoso e, junto dela, há uma parceira, que é a omissão”, disse Seixas.

(Agência Brasil)

Moro volta a investigar Lula por corrupção e lavagem de dinheiro

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), devolveu ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, os inquéritos que apuram corrupção e lavagem de dinheiro, contra o ex-presidente Lula, diante da compra e reforma de um sítio, em Atibaia (SP), além da aquisição de um triplex no Condomínio Solaris, no Guarujá (SP).

Teori havia decretado a suspensão da tramitação das investigações contra Lula, ao atender a um pedido da defesa do ex-presidente, que questionou a competência em primeiro grau.

Moro determinou que os inquéritos devem “tramitar exclusivamente entre Ministério Público Federal e autoridade policial”. O Instituto Lula e a defesa do ex-presidente reafirmam que o triplex e o sítio não pertencem a Lula e que os valores recebidos pela LILS são relativos a palestras realizadas pelo ex-presidente.

(com agências)

Fiec parabeniza senador Tasso por parecer na transparência das estatais

foto tasso homenagem fiec

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) destacou em publicações a iniciativa do senador cearense Tasso Jereissati (PSDB), que resgatou na condição de relator o texto original do projeto de Lei de Responsabilidade das Estatais, ao proibir a nomeação de dirigentes ligados a partidos políticos ou sindicatos para cargos de direção e para os conselhos de administração das estatais.

Aprovado esta semana no Senado, o projeto havia sofrido alterações na Câmara dos Deputados que afetariam a transparência da gestão e dos gastos dos recursos públicos nas estatais.

Para Tasso, “a regra é evitar as práticas de corrupção identificadas pela operação Lava-Jato”.

Papa Francisco visita memorial do genocídio na Armênia

O papa Francisco visitou neste sábado (25), no segundo dia de viagem à Armênia, o Memorial do Genocídio, localizado em Tzitzernakaberd. No local, o pontíficie afirmou que este momento da história deve ser lembrado para que outros episódios semelhantes não se repitam.

“A memória é uma fonte de paz e de futuro. Aqui rezo, com dor no coração, para que nunca mais existam tragédias como essa, para que a humanidade não se esqueça e saiba vencer o mal com o bem. Que Deus conceda ao amado povo armênio e ao mundo inteiro a paz e a consolação. Que Deus guarde a memória do povo armênio”, disse.

O líder católico visitou o local, ao lado da máxima autoridade da Igreja Apostólica da Armênia, Karekin II, e pelo presidente do país, Serzh Sargsyan. Francisco colocou uma coroa de flores na frente do monumento, onde um grupo de crianças levava cartazes com os nomes dos mortos de 1915. Ele também se encontrou com descendentes dos sobreviventes que foram alojados em Castel Gandolfo, residência papal, pelo pontífice Bento XV.

No primeiro dia da viagem ao país, Francisco destacou a palavra “genocídio” em seu discurso na capital Erevan, dentro do Palácio Presidencial, para se referir ao extermínio de 1,5 milhão de armênios pelo Império Otomano há um século, mesmo sabendo que o vocábulo poderia desencadear um mal-estar diplomático com a Turquia, como já ocorreu no ano passado.

A Santa Sé não previa o termo “genocídio” nos discursos de Francisco, porém o líder católico não quis renunciar à palavra diante das autoridades armênias.

(Agência Brasil)

‘Doutor Ivens construiu um mar de oportunidades’, diz deputado federal José Airton

foto josé airton e ivens

O coordenador da Bancada Federal do Ceará, deputado José Airton Cirilo (PT), lamentou a morte do empresário cearense Ivens Dias Branco, presidente do Grupo M. Dias Branco. Confira:

Dr. Ivens nos deixa um legado de quem construiu um mar de oportunidades e capitaneou o crescimento industrial e econômico do Ceará e do Brasil. “Um homem de fé, determinado, respeitado pela sociedade e admirado pelos seus colaboradores”.

Nesse momento de dor, envio minhas condolências à família, na pessoa de sua esposa Dona Consuelo Dias Branco, filhos, netos e parentes.

Plebiscito britânico: vitória do exclusivismo

Editorial do O POVO deste sábado (25) afirma que a saída do Reino Unido da União Europeia trará consequências no continente, com reflexos na correlação internacional. Confira:

A saída do Reino Unido da União Europeia (UE) foi consagrada pelo plebiscito realizado na quinta-feira (23). O resultado foi apertado (51,9% a 48,1%), o que indica a divisão da sociedade britânica em relação ao assunto. As consequências internas e externas da decisão afetarão os dois lados – britânicos e europeus – com reflexos na correlação internacional.

Do ponto de vista interno, da Inglaterra, os efeitos políticos já se traduzem na renúncia do primeiro-ministro David Cameron, que se concretizará até outubro próximo. Já na União Europeia, o choque é ainda maior, pois nunca um país deixou o bloco, desde sua constituição em 1973, quando ainda se chamava Comunidade Econômica Europeia. Esperam-se negociações duras e complexas, pois a UE não deixará por barato o desfalque de um membro tão importante. Ainda tentará convencer os britânicos a não cortar todos os laços. Por sua parte, o Reino Unido necessita manter um pé no mercado europeu.

O fato é que se trinca – de uma forma quase irreparável -, o sonho de uma Europa sem fronteiras, por onde transitariam livremente pessoas, bens e serviços prodigalizando uma cidadania e uma identidade comuns. Tudo reunido num modelo de sociedade baseada nos princípios democráticos, no respeito aos direitos humanos e à ideia de democracia social, configurada no Estado de Bem-Estar Social.

Alternativa bem diferente do individualismo crasso da sociedade liberal de estilo americano. Infelizmente, essa ideia generosa já vinha sendo comprometida, desde há muito, pela voracidade da crise econômico-financeira que culminou em 2008, e do seu enfrentamento por meio do monetarismo ortodoxo, desmantelando os fundamentos sobre os quais se ergue o ideal europeu de sociedade.

A saída do Reino Unido, presumivelmente, dará fôlego aos movimentos separatistas, não apenas na Europa, mas na própria Grã-Bretanha. A Escócia, por exemplo, votou em peso (66%) pela permanência na UE. O mesmo acontecendo com a Irlanda do Norte, (56% pela permanência). Essa frustração, sem dúvida alguma, não passará despercebida pelos movimentos independentistas locais.

O fato mais lamentável é que a vitória do exclusivismo nacional britânico tende a suscitar preconceitos de toda ordem contra os defensores de referenciais mais universalistas.

Cinco presos fogem de delegacia no José Walter durante a madrugada

Cinco presos fugiram 8º Distrito Policial, durante a madrugada deste sábado, 25, no bairro José Walter, em Fortaleza. Eles serraram as grades do xadrez onde estavam e conseguiram escapar pulando o muro da unidade. Dois inspetores que davam plantão na delegacia perceberam a movimentação e conseguiram render o restante do grupo, obrigando que 11 presos voltassem à cela. Nenhum dos fugitivos foi recapturado.

A ação ocorreu por volta das 2 horas. No momento da fuga, as duas celas da delegacia, que deveriam abrigar no máximo 10 presos, sendo cinco em cada uma, acumulavam 31 homens. “A ação deles foi muito rápida. Por sorte os colegas conseguiram notar antes que todos fugissem. Os xadrezes estão lotados”, detalhou a inspetora Gilvânia Oliveira.

Desde o momento da fuga até a manhã deste sábado, os 26 presos que continuam na unidade foram colocados todos na mesma cela até que os reparos nas grades fossem realizados. Dos presos que fugiram, quatro respondiam por roubo e um por receptação.

(O POVO Online)

Salmito e Evaldo Lima dão aula na Academia Enem

foto salmito 160625 academia enem

O sociólogo e professor da UFC, Salmito Filho, e o professor de História, Evaldo Lima, foram as atrações na tarde deste sábado (25), no ginásio Paulo Sarasate, durante o curso preparatório da Academia Enem, ofertado pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria da Juventude.

Os dois professores, ambos vereadores, falaram sobre política e atualidades e tiraramn dúvidas dos estudantes que prestarão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Academia Enem é gratuita e atende a jovens estudantes, em especial os da rede pública de ensino. Este ano, o projeto mais de três mil alunos.

Polícia Civil indicia 14 pessoas pela queda de ciclovia no Rio

foto ciclovia rio

A Polícia Civil do Rio indiciou 14 pessoas pela queda de trecho da Ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, no dia 21 de abril. O acidente deixou duas pessoas mortas, Eduardo Marinho Albuquerque de 54 anos, e Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos.

No inquérito conduzido pelo delegado José Alberto Lage, titular da 15ª Delegacia de Polícia, foram ouvidas 27 pessoas, entre testemunhas e envolvidas no caso. Segundo a polícia, nas provas do inquérito há informações de engenheiros responsáveis pela obra reconhecendo que o projeto deveria conter um estudo prévio do regime das marés e de que havia a necessidade de um plano de contingência que considerasse a instabilidade das marés.

“Verificou-se que não foi cogitada a incidência de ondas nos tabuleiros da ciclovia, não tendo havido uma reunião para o estudo dessa incidência. A solução construtiva revelou-se frágil na fixação dos tabuleiros”, ressaltou a polícia em nota à imprensa.

No inquérito foram ouvidos especialistas em engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que produziram um relatório apontando que as ondas que atingiram a ciclovia são raras, mas não inéditas. De acordo com as informações creditadas pela polícia ao relatório da UFRJ, conclui-se que não se tratou de uma ressaca extrema, “eventos que ocorrem em intervalos de 40 a 50 anos, de acordo com o levantamento feito por meio de notícias de jornal de 1850 até 2010”.

Por fim, o inquérito aponta negligência dos envolvidos, pela inobservância de cuidados na realização dos projetos básico, executor e fiscalizador da obra.

(Agência Brasil)

Outras interrogações sobre a eleição

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (25), pelo jornalista Érico Firmo:

A coluna do sábado passado tratou de cinco grandes interrogações diversas sobre a eleição para prefeito de Fortaleza. Sobretudo, relacionadas a personagens e grupos políticos.

A interrogação número dois já começou a ser respondida. Diz respeito à posição de Camilo Santana (PT). “O governador apoia Roberto Cláudio (PDT)”, escrevi há uma semana. “Camilo irá se envolver explicitamente na campanha na Capital? Como tratará a candidatura petista? Que apoio dará a Roberto Cláudio?”, indagava. Na entrevista a Fábio Campos, no programa Jogo Político, ele não poderia ser mais claro. Terá candidato, sim. E tomará sua posição independentemente do partido. Leia mais sobre a entrevista neste link: http://bit.ly/camiloPT

Outras dúvidas, porém, permanecem. Para além de nomes, envolvem aspectos simbólicos e assuntos que estarão presentes na discussão.

  1. O PESO DO DISCURSO POLICIALESCO

O discurso sobre segurança pública tornou-se bastante intenso nas eleições em Fortaleza, sobretudo desde 2000. Naquele ano, Moroni Torgan (DEM) foi uma das surpresas da eleição, com forte apelo devido ao histórico policial. Dois anos depois, o Delegado Cavalcante bateu recorde de votação para deputado estadual. Em 2004, foi indicado candidato a vice de Antonio Cambraia, ambos pelo PSDB. Em alguns momentos, foi tido como mais popular que o próprio cabeça de chapa. No final das contas, terminaram em quarto lugar. Moroni foi o segundo, depois de ter liderado o primeiro turno. Repetiu o desempenho em 2008. No intervalo, em 2006, disputou o Senado e perdeu para Inácio Arruda (PCdoB). Em 2012, Moroni foi quarto.

Capitão Wagner (PR) é o mais recente fenômeno eleitoral a despontar. Bateu recorde de votação para vereador em 2012e para deputado estadual em 2014. Ele tem perfil diferente do de Moroni. Defende interesses corporativos, sim. Mas evita se vincular apenas à área de segurança. E procura não reduzir a criminalidade a problema de falta de policiamento. Tem fala mansa e tranquila, diferente do estilo agitado e de murro na mesa de Moroni. É diferente do perfil clássico da “bancada da bala”.

Mas, ainda assim, é egresso do aparelho de segurança. O perfil tem feito sucesso em eleições legislativas, mas coleciona insucessos nas disputas majoritárias. A rejeição, no fim das contas, até hoje foi maior que a enorme aprovação. Veremos se a tendência irá se manter ou se o estilo Wagner se revelará mais palatável.

  1. O DESTINO DO “VOTO REBELDE”

De uma forma ou de outra, costuma se manifestar algum grau de rebeldia, contestação, ousadia no voto do fortalezense. A busca por algo diferente, fora do previsível, seja à direita ou à esquerda. Maria Luiza Fontenele em 1985 e Luizianne Lins, em 2004, foram exemplos mais emblemáticos. Mas não os únicos. Em 1988, Edson Silva teve votação estrondosa, embalado pelo movimento “Fortaleza sim, Cambeba não”, embora tenha saído derrotado por diferença ínfima. Ao longo da década de 1990, Juraci Magalhães dominou a Capital ajudado pela rejeição ao PSDB, que comandava o Estado. Em 2000, Inácio Arruda perdeu, mas teve enorme votação. Em 2012, Heitor Férrer (PSB) quase deixou Roberto Cláudio fora do segundo turno. E Renato Roseno (Psol) teve votação bastante expressiva.

Esse voto muitas vezes não foi vitorioso. Mas quase sempre se manifesta e interfere no rumo da eleição. Para onde esse eleitor irá? Heitor? Roseno? Conseguirá Wagner atraí-lo? Voltará a Luizianne? Irá se diluir?

  1. FATOR LAVA JATO

A Lava Jato, o impeachment de Dilma Rousseff (PT), a crise nacional serão fatores certamente determinantes. Estimularão discurso de ética, combate à corrupção. Afetarão atores estratégicos. Como mexerão com a disputa em Fortaleza é difícil saber. Que vão mexer, isso é certo.

Instituto Butantã começa a testar vacina contra a dengue em todo o país

Os testes da terceira e última etapa da vacina contra a dengue, que já vinham sendo feitos desde fevereiro com 1,2 mil voluntários recrutados pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), começaram a ser realizados também, desde a quinta-feira (23), com 1,2 mil voluntários na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), no interior paulista.

O Hospital das Clínicas e a Famerp são dois dos 14 centros de estudo credenciados pelo Instituto Butantã – que desenvolve a vacina -, onde serão feitos os testes da terceira etapa do projeto. Esta fase envolverá 17 mil pessoas em 13 cidades, nas cinco regiões do país. Na próxima semana, segundo o instituto, um centro em Manaus (AM) e outro em Boa Vista (RO) também darão início aos trabalhos.

A última etapa da pesquisa servirá para comprovar a eficácia da vacina. Do total de voluntários, dois terços receberão a vacina e um terço receberá placebo, que é uma substância com as mesmas características da vacina, mas sem os vírus, ou seja, sem efeito. Ninguém – nem a equipe médica e nem o voluntário – saberá quem vai receber a vacina e quem receberá o placebo. O objetivo é descobrir, a partir dos exames do material coletado desses voluntários, se quem tomou a vacina ficou protegido e se quem tomou o placebo contraiu a doença.

Segundo Jorge Kalil, diretor do Instituto Butantã, São José do Rio Preto é a única cidade sem ser uma capital que participará desta etapa. “É o único centro que não está em uma capital. [São José do] Rio Preto tem uma medicina de muito boa qualidade e está em uma região onde é muito forte a dengue. Então, é  lugar bom para a gente testar [a vacina]”, disse.

(Agência Brasil)