Blog do Eliomar

Últimos posts

Camilo vai ao enterro do Padre Ágio

O governador Camilo Santana (PT) vai comparecer, no fim da tarde desta quinta-feira, ao enterro do monsenhor Ágio Augusto Moreira, o conhecido “Padre Ágio”, que fundou a Sociedade Lírica de Belmonte (Sliberl), no Crato. O ato ocorrerá na Capela de Nossa Senhora das Graças na presença de muitos fieis, amigos, autoridades e envolvidos no projeto de música que era a paixão do religioso.

Padre Ágio morreu vítima de falência múltipla dos órgãos. Tinha 101 anos e, em dezembro, havia completado 75 anos de vida sacerdotal. Camilo Santana divulgou nota em sua página no Facebook lamentando a morte do religioso que tinha sua admiração.

(Foto – Divulgação)

IBGE – Setor de serviços cresceu 0,3% de março para abril

O volume do setor de serviços cresceu 0,3% na passagem de março para abril deste ano, segundo dados divulgados hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta não recupera, no entanto, a perda acumulada de 1,8% nos três primeiros meses do ano.

Na comparação com abril do ano passado, houve uma queda de 0,7% no setor. No acumulado do houve alta de 0,6% e, no acumulado de 12 meses, um crescimento de 0,4%.

Na passagem de março para abril, três das cinco atividades pesquisadas tiveram alta no volume, com destaque para serviços de informação e comunicação (0,7%). Também houve crescimentos nos serviços profissionais, administrativos e complementares (0,2%) e nos serviços prestados às famílias (0,1%).

Por outro lado, tiveram recuo os transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,6%) e os outros serviços (-0,7%).

A receita nominal do setor de serviços teve crescimentos de 0,8% na comparação com março deste ano, de 3,4% na comparação com abril do ano passado, de 4% no acumulado do ano e 3,4% no acumulado de 12 meses.

(Agência Brasil)

Caminhão da Defensoria Pública oferece serviços no Lagamar

A Defensoria Pública Geral do Estado oferece seus serviços de assistência jurídica em Fortaleza.

Até esta sexta-feira, das 8 às 12 horas, por meio do seu caminhão “Defensoria em Movimento”, que se encontra estacionado em frente ao CRAS do bairro Lagamar (Rua Sabino Monte, 4506).

Os defensores recebem a clientela de todo tipo de caso, orienta e esclarece dúvidas e confere documentação e tramitação de processos.

(Foto – Divulgação)

Editorial do O POVO: “Inadimplência: é preciso sair da enrascada”

Com o título “Inadimplência: é preciso sair da enrascada”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira:

O número recorde de brasileiros inadimplentes atingiu marca histórica: 63,2 milhões em abril. Isso significa que 40,4% da população adulta no Brasil está com dívidas atrasadas ou negativados, fruto de uma economia estagnada, com alto desemprego e crescente tensão social e política. No Ceará, são 2,4 milhões de pessoas nesta situação, tendo crescido 8,76% em relação a 2018. Somente na Capital, são 1,27 milhão de inadimplentes. Chegar a uma situação tão desalentadora, depois de tanta promessa de crescimento tão logo houvesse o desmonte do modelo desenvolvimentista que vigorou até 2015 é profundamente frustrante. Sobretudo, para quem jogou suas fichas na expectativa de uma economia “dinâmica” e “livre das amarras do Estado”.

Tem ocorrido justamente o contrário, as estimativas de crescimento só fazem cair: o Produto Interno Bruto (PIB) do País sofreu 15 revisões, somente nestes primeiros seis meses de 2019. A derradeira projeção foi uma redução do crescimento de 1,13% para 1%. As dívidas em atraso com os bancos e os cartões de crédito destacaram-se no mês de abril. Traduzem a dificuldade das famílias brasileiras em honrar pagamentos prioritários.

O mesmo se diga do atraso no pagamento da conta da água, da energia elétrica, gás e telefonia. Pois, inadimplente por conta da falta de fluxo de renda, o consumidor faz uma “escolha de Sofia”, optando pelas contas…

*Confira a íntegra do Editorial do O POVO aqui.

(Foto – Ilustrativa)

Esquerda prevê gritos contra Moro em greve geral; grupos pró-Bolsonaro se unem pelo ministro

Líderes de partidos de esquerda e de movimentos sociais e sindicalistas têm a expectativa de uma greve geral sem precedentes para esta sexta (14). É o que informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quinta-feira.

Esses grupos estimam que a adesão vai superar a de 28 de abril de 2017, contra as reformas do governo Temer. A ideia é forçar a abertura de uma negociação com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

O otimismo tem um ingrediente: a polêmica em torno do ministro Sergio Moro e as conversas que ele manteve com o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol. O caso deve ser explorada nas manifestações.

Já os movimentos Vem Pra Rua e MBL deverão estar juntos em atos a favor de Moro e da reforma da Previdência, dia 30 próximo, em todo o país. A crise da Lava Jato estimulou o reagrupamento.

(Fotos – Divulgação e Agência Brasil)

Federação das Indústrias do Ceará vai debater Biotecnologia

A Federação das Indústrias do Ceará promoverá, nesta quinta-feira, em seu auditório, a partir das 10 horas, um painel sobre Biotecnologia. O convidado é Leonardo Bezerra, professor da Universidade Federal do Ceará, cirurgião ginecologista e especialista em cirurgia robótica.

Ele ministrará palestra dentro do evento intitulado “Perfis profissionais para o futuro da indústria cearense”, que reunirá representantes das empresas, instituições de ensino e pesquisa, governo e terceiro setor em debates sobre temas que digam respeito ao Estado e suas perspectivas.

Em formato de mesa redonda, o encontro espera antecipar a oferta de mão de obra qualificada frente à demanda industrial e aos desafios recorrentes das principais tendências tecnológicas setoriais, adianta a Fiec.

Leonardo Bezerra

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Leonardo Bezerra tem mestrado e doutorado em ginecologia pela USP. É professor adjunto de Ginecologia e Obstetrícia da UFC, supervisor da residência médica de Endoscopia Ginecológica da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC) da UFC, orientador e membro do Colegiado do Mestrado e Doutorado em Cirurgia também dessa mesma universidade.

(Foto – Divulgação)

Xô, desgaste! Bolsonaro veste a camisa do Flamengo

O presidente Jair Bolsonaro que, ao lado do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança), assistiu, nessa noite de quarta-feira, ao jogo do Flamengo, que derrotou o CSA pelo placar de 2 a 0, no Estádio Mané Garrincha (DF), vestiu, literalmente, a camisa do clube.

Com ele e Moro, nada de ficar pensando em desgaste causados pelas conversas vazadas pelo site The Intercept, onde Moro conversa com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato.

(Do Youtube)

Ceará vai contratar mais um goleiro e um atacante, anuncia Robinson de Castro

1037 15

O time do Ceará vai aproveitar a pausa do Campeonato Brasileiro – Série A, por conta da Copa América, não apenas para reforçar os treinamentos, mas, também, para investir no elenco. O presidente do clube, Robinson de Castro e Silva, informou, nesta quinta-feira, que vai contratar mais dois reforços: um goleiro e um atacante.

“A preço de hoje, a gente precisa de mais um goleiro, pois só temos dois, porque o Richard está fora. E também mais um atacante, outra peça que a gente tem que buscar. Vamos buscar jogadores para essas duas posições não só par compor, mas vir ser titular”, adiantou o dirigente alvinegro, que embarcou na rota do Rio. Ali, ele assiste ao jogo do Ceará contra o Vasco.

O alvinegro está em 11º lugar na tabela de classificação e, segundo Robinson, vai brigar para avançar mais um pouco e, com a parada dos jogos, trabalhar mais ainda. “Será um momento importante para o técnico Henderson (Moreira) que, assim, poderá planejar mais a parte tática que ele imagina”.

Ceará tem a maior frota de helicópteros do Norte e Nordeste

Com 43 unidades, o Ceará tem a maior frota de helicópteros do Norte e Nordeste, de acordo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Em seguida, está o Pará, com 41 veículos. No Estado, o setor conta com transporte particular e outros serviços feitos por helicópteros, como voos panorâmicos por praias e atendimento de casos de urgência e emergência em saúde.

Dentro desse quadro e ainda após o registro de acidente envolvendo helicóptero na última segunda-feira, 10, em Nova York, o O POVO busca entender como o setor funciona no Ceará e quais são as regras de segurança estabelecidas para esse tipo de transporte aéreo.

De acordo com João César Moura, responsável pelo mestrado profissional em Segurança da Aviação e Aeronavegabilidade Continuada (MPSafety), é importante avaliar a forma mais adequada de chegar ao destino desejado, seja por meios marítimos, aéreos ou terrestres.

O especialista ressalta que, ainda que o Ceará não tenha histórico recente de acidentes de helicópteros, devem ser levadas em conta as características do trajeto — se o destino final possui pista de pouso adequada e se haverá continuação da viagem para outro lugar, por exemplo. Já em relação à regularização das empresas prestadoras de táxi-aéreo, a recomendação mais básica é que os consumidores se informem junto à Anac.

A Agência indica que, ao entrar em aeronave de empresa que presta serviço…

*Confira a íntegra da matéria no O POVO aqui.

DETALHE – Vários centros comerciais de Fortaleza estão tendo aprovação de projeto para implantação de heliponto. O mais recente agora é do Iguatemi Empresarial.

(Foto – Repodução do Youtube)

Brasil enfrenta Austrália na segunda rodada da Copa feminina

Nesta quinta-feira(13), Brasil volta a campo com a expectativa de conquistar a segunda vitória e tentar uma classificação antecipada para as oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Se ganhar, o Brasil quebra um jejum de cinco jogos sem vencer a Austrália. A última vitória brasileira foi nas Olimpíadas do Rio (2016), quando as australianas foram eliminadas nos pênaltis. A goleira Bárbara defendeu duas cobranças e garantiu a classificação para a semi-final.

Mas vale lembrar que a Austrália foi a carrasca do Brasil na última Copa. Em 2015, as “matildas” eliminaram as brasileiras prematuramente, nas quartas de final.

s seleções já se enfrentaram 18 vezes. As australianas venceram nove jogos, sendo um deles com a goleada de 6 a 1. As brasileiras ganharam oito vezes. E o outro jogo terminou empatado.

Pelo Grupo C, Brasil joga contra a Austrália às 13h, no estádio de la Mosson, em Montpellier.

(Agência Brasil)

Ex-presidente da OAB/CE será o novo Chefe da Casa Civil do Governo do Distrito Federal

O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do Ceará, Valdetário Monteiro, será o novo chefe da Casa Civil do Governo do Distrito Federal. Ele foi convidado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), seu contemporâneo no Conselho Federal da OAB.

Valdetário já está providenciando, inclusive, seu desligamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), onde cumpriria mandato até dezembro.

Assumirá ainda neste mês no lugar do coronel Eumar Novacki, que pediu para sair logo após a publicação de um decreto, assinado pelo governador, que tira da Casa Civil a responsabilidade pela publicação do Diário Oficial do GDF. Na prática, “esvazia” o órgão.

Fontes do Palácio do Buriti dizem que não é só isso. O pedido de demissão também teria ligação com a demissão do presidente do Detran, Fabrício Moura, envolvido em improbidade administrativa. Novacki defendeu uma investigação rápida e isenta, desde a primeira denúncia. No entanto, o governador defendia o então diretor.

(Foto – CNJ)

Sergio Moro diz que “mais vítima vai aparecer”, ao falar com deputado sobre diálogos vazados

597 11

Em uma reunião com o deputado federal Celso Russomanno (PRB-SP) na tarde dessa quarta-feira, 12, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que haverá novas “vítimas” dos vazamentos de mensagens do aplicativo Telegram, possivelmente parlamentares. Um áudio de cerca de oito minutos do diálogo entre o ministro e o parlamentar foi obtido por VEJA por meio de uma ligação do repórter ao celular de Russomanno pelo aplicativo WhatsApp, que ele atendeu sem querer. O arquivo contém longos trechos inaudíveis, mas é possível ouvir com clareza declarações de Moro (ouça o áudio completo abaixo). O telefonema ao parlamentar foi feito por volta das 15h15min dessa quarta.

No último domingo, o site The Intercept Brasil divulgou mensagens trocadas entre Moro e o coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, nas quais o ex-juiz orienta uma investigação da força-tarefa da operação sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cobra a deflagração de novas ações e até antecipa uma decisão. Moro atribui o vazamento das informações à atuação de hackers. O site afirma que recebeu o material de uma fonte anônima.

A reunião entre Moro e Russomanno, no gabinete do ministro, começou às 14h30, segundo a agenda oficial do ministério. Além dos dois, o áudio indica a presença de pelo menos mais uma pessoa, de nome Lucas, aparentemente levada ao encontro por Russomanno.

Sobre os diálogos vazados pelo The Intercept Brasil, Moro disse a Russomanno e Lucas ter “ouvido falar” que parlamentares também foram alvos de invasões de hackers. “Quando apareceu [inaudível] era montado, acho que invadiram dos procuradores, ficou esse negócio sendo remoído. Mas eles estão invadindo ainda muita gente, já ouvi falar que invadiram parlamentar lá também”, disse o ministro da Justiça.

(Veja Online)/Foto – Agência Brasil)

Fortaleza registra chuvas nesta manhã de quinta-feira

135 3

Fortaleza registrou uma madrugada de poucas chuvas que, neste começo de manhã de quinta-feira, se intensificaram, deixando o trânsito a exigir maior cautela por parte dos motoristas. Há alguns alagamentos ainda resistindo e previsão de que mais chuva virá ao longo do período.

A Fuceme prevê, para o Interior, eventos de chuva no Centro-Norte do Estado.

Essas precipitações que ocorrem entre terça e está quarta-feira, de acordo com a Funceme, estão associadas à atuação de um Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), que é um sistema indutor de chuvas que costuma formar-se neste período de Pós-Estação. As áreas de instabilidade geradas avançaram do oceano Atlântico em direção ao continente.

(Foito – Leitor do Blog)

11 municípios cearenses aguardam poços profundos

Onze sedes municipais podem sofrer problemas de abastecimento de água já a partir do segundo semestre deste ano. É o que revela o titular da Superintendência de Obras Hidráulicas do Estado (Sohidra), Yuri Castro.

Ele afirma que, diante da quadra chuvosa 2019 que não beneficiou todas as regiões, já pediu apoio ao Governo para intensificar a perfuração de poços profundos e evitar o colapso.

Na lista estão as sedes de Mombaça, Pedra Branca e Boa Viagem, por exemplo. Castro revela que, em 32 anos de história da Sohidra, foram perfurados 13 mil poços – 7 mil desses só na primeira gestão de Camilo Santana. “Além de poços, pedimos apoio para intensificar também a implantação de adutoras”, informa.

Mesmo assim, alguns distritos continuarão sendo abastecidos pelo velho carro-pipa.

(Foto – Divulgação)

Governo deve propor projeto de lei para extinguir conselhos federais

Após os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) formarem maioria para limitar o alcance do decreto presidencial que extinguiu os conselhos federais , o Palácio do Planalto informou nessa quarta-feira (12) que o governo deve enviar um projeto de lei para garantir o fim dos órgãos colegiados, inclusive os que foram criados por lei.

Em sessão, ontem, nove ministros do Supremo votaram no sentido de que o decreto presidencial não pode extinguir colegiados cuja existência conste em lei. O julgamento foi suspenso, porém, por um pedido de vista (mais tempo de análise) do presidente da Corte, Dias Toffoli, que prometeu retomar a análise do caso na sessão plenária desta quinta-feira (13).

O plenário encontra-se dividido, entretanto, sobre se o decreto deve ser integralmente suspenso via liminar ou se a medida cautelar deve suspender apenas para a parte da norma que trata dos colegiados mencionados em lei. Até o momento, cinco ministros votaram pela suspensão integral, enquanto quatro votaram pela suspensão apenas parcial, no ponto que se refere aos colegiados cuja existência consta em lei.

“Aquilo que foi julgado, há pouco, pelo Supremo Tribunal Federal é perfeitamente compreendido e, por considerar que o fato em si precisa ser reforçado, o senhor presidente há de retornar com um instrumento legal, provavelmente um projeto de lei, para apresentar essa modificação, partindo dessa feita, para o Congresso Nacional”, disse o porta-voz do governo, Otávio Rêgo Barros.

A liminar pela suspensão integral do decreto foi pedida pelo PT em uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI). Para o partido, além de ser uma medida que atenta contra o princípio democrático da participação popular, a extinção dos conselhos federais somente poderia se dar por meio de lei aprovada no Congresso.

(Agência Brasil)

Senado aprova fim do sigilo bancário em operações com dinheiro público

O Senado aprovou na noite dessa quarta-feira (12) projeto de lei que remove o sigilo bancário das operações de empréstimo realizadas com recursos do Orçamento público. Também não serão mais protegidas pelo sigilo, em caso de operações policiais, as contas bancárias que tenham sido usadas para movimentação de dinheiro público. O PLS 26/2014 segue para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta modifica a Lei do Sigilo Bancário, que em sua versão original se referia apenas a empréstimos de bancos públicos para outros países ou que contassem com garantia, direta ou indireta, de nações estrangeiras. O texto do Senado estendeu a medida para quaisquer operações feitas por bancos públicos que usarem, total ou parcialmente, recursos provenientes do Orçamento público.

Outro dispositivo determina que bancos privados também retirem o sigilo quando efetuarem operações de empréstimo com dinheiro público. Dessa forma, fica estabelecido o fim do sigilo para as contas que movimentarem dinheiro público. O projeto também determina que os instrumentos contratuais e eventuais aditivos de operações de crédito sejam divulgados em página específica da instituição na internet.

Governo federal

Em abril, o presidente Jair Bolsonaro retirou o sigilo bancário das operações de crédito envolvendo recursos públicos federais, inclusive em transações com estados, municípios, além de autarquias e fundações da administração pública.

“Nós temos que ser transparentes. Quantas vezes eu falei de caixa preta do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]? Tem melhorado o BNDES? Tem melhorado sim, mas nós queremos algo que seja aberto a toda administração pública. Não pode mais ter aquela história de que esse ministério, esse banco oficial ou essa estatal não pode [abrir os dados]”, disse Bolsonaro ao assinar o parecer.

Na ocasião, o advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, disse que o parecer cria efeito vinculante sobre toda a administração pública e deverá ser observado pelos gestores.

“Todos os órgãos de controle, Polícia Federal, tribunais de Conta, eles vão ter acesso livre ao dinheiro público, ou seja, tem um dinheiro da União que foi repassado ao BNDES, lá para o município ou para o estado, esses órgãos de controle vão ter acesso livre. Não vai poder ser defendido que não pode ter acesso por causa do sigilo bancário. Não tem sigilo bancário, a partir dessa assinatura, em relação ao dinheiro público federal”, disse.

(Agência Brasil)

Fortaleza volta a ter jogador expulso no segundo tempo, mas vence Cruzeiro

O Fortaleza deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão, na noite desta quarta-feira (12), no Castelão, ao derrotar o Cruzeiro, por 2 a 1, com dois gols de André Luís, ambos no primeiro tempo, com Sassá descontando.

Pelo terceiro jogo seguido, o Fortaleza teve um jogador expulso no segundo tempo, quando Nathan recebeu o segundo amarelo, mas dessa vez não houve gol do adversário, diante da vantagem.

Ainda na primeira etapa, o Fortaleza pediu a expulsão do zagueiro Léo, do Cruzeiro, pela entrada em Romarinho. Mas, apesar de atingir o atacante do leão, o árbitro interpretou que não houve a intenção.

O Fortaleza volta a campo somente dia 14 de julho, diante do Avaí, no Castelão, após a paralisação do Brasileirão pela Copa América.

(Fotos: Reprodução)

TRF-1 mantém bloqueio de verbas de universidades

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) aceitou nesta quarta-feira (12) recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e derrubou a decisão da Justiça Federal da Bahia que suspendeu, na semana passada, o contingenciamento de verbas de universidades federais e de outras instituições públicas de ensino.

Na decisão, o desembargador Carlos Moreira Alves, presidente do tribunal, entendeu que não há ilegalidades no bloqueio temporário de recursos, que também ocorreu nos demais órgãos do Poder Executivo, não somente no Ministério da Educação, segundo o magistrado.

“A programação orçamentária e financeira não afetou apenas a área da Educação, mas a de todos os demais ministérios do Poder Executivo, deixando ver a impessoalidade da medida necessária para a busca do equilíbrio fiscal e do aprimoramento da gestão dos recursos públicos, indispensável para o alcance da estabilidade econômica do país”, decidiu o desembargador.

Na sexta-feira (7), a juíza Renata Almeida de Moura, da 7ª Vara Federal de Salvador, atendeu a pedido feito em oito ações populares contra o contingenciamento de verbas, que foi anunciado pelo governo federal no fim de abril. Em todos os casos, há questionamento acerca do volume de bloqueios, bem como em relação aos critérios adotados pelo MEC na distribuição dos limites orçamentários.

No pedido de derrubada da liminar, a AGU citou que o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 1º Bimestre de 2019 indicou a necessidade de contingenciar R$ 29,6 bilhões no âmbito do Poder Executivo Federal. “Desta forma, foi editado o Decreto nº 9.741/19, que afetou não somente a Educação, mas todos os ministérios – o da Defesa, por exemplo, teve 52,3% dos recursos para despesas discricionárias bloqueados”, divulgou, em nota, o órgão.

A AGU argumenta que o bloqueio foi feito em estrito cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina que o Poder Público deve limitar a movimentação financeira sempre que a arrecadação não for compatível com as metas de resultado primário ou nominal e avalia que este seria o caso de aplicação da lei.

(Agência Brasil)