Blog do Eliomar

Últimos posts

Morre jornalista Eliakim Araújo

leila_e_eliakim2

O jornalista Eliakim Araújo (75) morreu nesse domingo, nos Estados Unidos. A informação é do site do Estadão, adiantando que ele estava internado para o tratamento de um câncer no pâncreas. O jornalista realizava o tratamento de quimioterapia, mas não resistiu. A doença foi diagnosticada há um mês.

Ao lado da jornalista Leila Cordeiro, Eliakim formou o primeiro casal de apresentadores da televisão brasileira, ao comandar o Jornal da Globo, em 1983. O casal vivia nos Estados Unidos desde 1997.

Mercado financeiro estima que taxa básica de juros fique em 14,25% ao ano

“Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) esperam pela manutenção da taxa básica de juros, a Selic, em 14,25% ao ano, na reunião desta semana do Comitê de Política Monetária (Copom), que começa amanhã (19) e termina quarta-feira (20).

Mas até o final do ano, a expectativa é de redução da taxa básica. De acordo com as projeções, ao final de 2016 a Selic estará em 13,25% ao ano. Em 2017, a expectativa é de mais cortes na taxa Selic, que encerrá o período em 11% ao ano.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Já quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação. Quando mantém a taxa, o Copom considera que ajustes anteriores foram suficientes para alcançar o objetivo de controlar a inflação.

Meta de inflação

O BC tem que encontrar equilíbrio ao tomar decisões sobre a taxa básica de juros, de modo a fazer com que a inflação fique dentro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional. A meta de inflação é de 4,5%, com limite superior de 6,5% este ano e 6% em 2017.

A expectativa de redução na taxa Selic acompanha uma estimativa de inflação menor no próximo ano. Para 2017, as instituições financeiras projetam inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), abaixo do teto da meta, em 5,30%, mas ainda longe do centro do objetivo. A projeção anterior para o IPCA em 2017 era 5,40%. Para este ano, a estimativa para o IPCA foi mantida em 7,26%, portanto, acima do limite superior da meta.”

(Agência Brasil)

Cassação de Cunha deve virar bandeira eleitoral

cunha3

Eduardo Cunha virou trampolim para seus pares.

A cassação dele servirá como palanque eleitoral para, pelo menos, 28 deputados que concorrerão a prefeituras nessas eleições.

Os deputados votarão pela cassação de Cunha como estratégia para fortalecer o discurso de combate a corrupção e assim repercutir na mídia.

Curiosamente, os deputados Rodrigo Pacheco, Valtenir Pereira e Cabuçu Borges, que utilizarão da estratégia, também são do PMDB.

Franceses prestam homenagens às vítimas de Nice

frnaca

“Franceses prestaram uma homenagem nesta segunda-feira (18) às mais de 80 vítimas do massacre ocorrido em Nice, na semana passada, e fizeram um minuto de silêncio diante do Monument du Centenaire, próximo à avenida Promenade des Anglais, palco do ataque.

Líderes franceses, prefeitos e representantes diplomáticos, como a cônsul italiana Serena Lippi, compareceram à cerimônia.

O primeiro-ministro da França, Manuel Valls também foi ao evento, mas recebeu vaias do público ao chegar ao local e gritos para que ele “trocasse de emprego”. Ontem (17) ele disse que o ataque não era evitável e que não existe “chance zero para o terrorismo”.

(Agência Lusa)

Pedro Parente descarta privatização da Petrobras

Brasília - O presidente da Bunge no Brasil, Pedro Parente, fala à imprensa após encontro com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse à Folha de São Paulo, em entrevista nesta segunda-feira, que não haverá “dogmas” na venda de ativos da estatal e admitiu estudar o controle compartilhado com o setor privado de algumas subsidiárias, como a BR Distribuidora ou a Transpetro.

“Na hipótese de a gente abrir a maior parte do controle, é com cocontrole”, afirmou, lembrando que isso será feito obedecendo a três condições: maximizar o valor dos ativos, preservar a empresa verticalizada e manter os seus interesses estratégicos.

Dogma, para Parente, é apenas a privatização da estatal. “Não acho que a sociedade brasileira esteja madura para sequer discutir, isto sim é dogma, a privatização da Petrobras.”

Parente afirmou ainda à Folha que os diretores envolvidos no petrolão “foram escolhidos com a intencionalidade” de praticar crimes e apontou que uma das razões da crise da estatal foi “fazer deliberadamente a escolha desses desonestos para liderar a empresa”.

Nome apontado pelo presidente interino, Michel Temer, como um dos trunfos de seu governo para ganhar a confiança do mercado, Parente sorriu antes de responder se ficaria na empresa numa eventual volta de Dilma Rousseff. “Não sei. Não tenho a menor ideia”, afirmou à Folha.

Universidade Interamericana – Acrísio recebe homenagem por mérito na educação

foto acrísio sena cmfor

O vereador Acrísio Sena (PT) será homenageado nesta terça-feira (19), em Assunção, no Paraguai, pela Universidade Interamericana, com o título de “reconhecimento de honra ao mérito pelos relevantes serviços prestados à educação”. A iniciativa é da Associação Nacional de Pós-Graduados em Instituições Estrangeiras de Ensino Superior (ANPGIEES) e Associação Brasileira de Pós-Graduados no Mercosul (ABPÓS Mercosul).

Acrísio embarcou nesta madrugada de segunda-feira e ali permanecerá na capital até quinta-feira (20), quando visitará duas universidades, o Senado e o Ministério da Educação, a convite dos proponentes da homenagem.

O vereador é autor do Projeto de Indicação nº 74/2016, aprovado dia 8 de junho de 2016, que admite a validade de diplomas de pós-graduação emitidos por instituições de ensino superior do Mercosul para fins de ensino e pesquisa em Fortaleza. Os diplomas devem ser aceitos quando demonstrada a compatibilidade da carga horária e do conteúdo programático com cursos equivalentes em território nacional.

“Nossos professores investem em cursos desta natureza para poder ter ascensão funcional e como forma de uma qualificação feita em outro país. Há também a questão da aquisição de novas experiências educacionais, com a visão de outra realidade e a aplicabilidade de novos métodos, novas metodologias e didáticas para os recém mestres e doutores nas salas de aula de seus municípios brasileiros. É uma aposta também no aumento da qualidade do ensino público”, comentou o parlamentar.

Presidente do DEM de Fortaleza diz que por ele está certo apoio a Roberto Cláudio

castro

“Por nós, o apoio à reeleição de Roberto Cláudio (PDT) já está fechado”, avisa o presidente do DEM de Fortaleza e secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Robinson de Castro.

Ele afirma que essa é a intenção do partido que, no entanto, só aguarda uma reunião com o presidente estadual do DEM, o deputado federal Moroni Torgan, para saber se ele, de fato, vai assumir a condição de pré-candidato a prefeito ou se entrará como opção de vice do prefeito Roberto Cláudio.

Moroni chegou a dizer que resolveria sua situação política até fim de abril, depois passou para o fim de maio e agora fica a expectativa sobre um encontro dele com membros do DEM para uma posição final.

 

Professores da rede estadual cobram pagamento de carga horária ampliada

Um grupo de professores da rede oficial de ensino do Estado manda carta para este Blog cobrando do Governo pagamento da ampliação definitiva de carga horária de 100 horas. Eles dizem que passaram por processo seletivo em dezembro último, mas, até agora, nada de reconhecimento. Confira:

Carta aberta à sociedade cearense

Nós, professores ampliados do ano de 2016, viemos por meio desta carta declarar a nossa indignação pela não publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) de nossa ampliação definitiva de carga horária de 100 horas. Tendo em vista que passamos por processo seletivo interno no mês de dezembro de 2015 e aprovados, no entanto só tivemos, até a presente data, uma publicação de resultado preliminar no site da Seduc no mesmo mês.

Apesar disso, fomos no mês de janeiro lotados nas 200 horas, inclusive no Sige Escola consta que nossa matrícula está com a carga horária semanal de 40 horas. Em virtude dessa lotação, estávamos trabalhando as 40 horas semanais desde o final do mês de janeiro quando começou o ano letivo.
No entanto, nunca recebemos o salário referente às horas ampliadas, na verdade o único benefício que nos foi concedido foi o vale-alimentação, inclusive nossos nomes saem todos os meses no DOE para recebimento do benefício. Essa situação se configura em algo anômalo, já que não tem nada publicado que nos garanta as 200 horas, e mesmo assim todo mês se publica vale alimentação que só é concedido a quem trabalha 200 horas.

Não entendemos o porquê de ainda não termos o nosso direito garantido com a publicação, visto que trabalhamos 3 meses sem receber salário e sem garantias.É importante ressaltar que muitos de nós deixamos outros empregos na iniciativa privada acreditando na lisura do Estado, já que o processo de ampliação é garantido por lei. Todos nós somos responsáveis, pais e mães de família que têm obrigações financeiras a cumprir.

Portanto, estamos pedindo um direito resguardado por lei, somos no total 66 professores alguns destes já quiseram entrar na justiça ou até mesmo acionar o Ministério Público para investigar essa situação, tendo em vista que até o nosso processo demorou a ser iniciado, pois no VIPROC consta como data de início do processo o dia 03 de março de 2016, ou seja, três meses depois que saiu o resultado preliminar e dois meses depois que já estávamos em exercício.

Ainda não formalizamos denúncia no MP e nem entramos na justiça, porque sabemos que será um processo longo e desgastante, mas não descartamos a possibilidade. Estamos tentando por vias do diálogo a resolução desse impasse. Inclusive, quando a categoria entrou em greve pedimos que o sindicato levasse nossa questão, mesmo não sendo algo a se negociar já que é direito do trabalhador receber pelo trabalho.


Na mesa de negociação do dia 16/05 o governo se comprometeu em assinar os papéis no dia 20/05 e receberíamos normal em julho e o retroativo parcelado em valores de 3mil, entretanto não cumpriu.
No dia 5 de julho, em reunião com comissão dos ampliados e o sindicato, o secretário Idilvan Alencar, afirmou que não existe nenhum impedimento burocrático para nosso pagamento, chegou a afirmar que se a greve acabasse no dia 6/7, ele publicaria a ampliação no DOE imediatamente.
Faremos uma nova tentativa de diálogo na reunião com o secretário nesta segunda -feira (18/07) e nela exigiremos a publicação imediata de nossas ampliações.
*Professores da ampliação definitiva 2015/2016

PSB e REDE formalizam aliança nesta segunda-feira

foto heitor 160714 rede

O PSB e a Rede Sustentabilidade formalizarão, a partir das 10 horas desta segunda-feira (18), aliança entre os dois partidos para a disputa da Prefeitura de Fortaleza. O ato ocorrerá no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa.

Dirigentes das duas legendas estiveram reunidos na ultima quinta-feira (14), na sede do PSB, quando acertaram detalhes da união e definiram ainda a data da convenção partidária para o próximo dia 4 de agosto, em local a ser informado nos próximos dias.

Heitor Férrer (PSB) é o pré-candidato a prefeito, enquanto Dimas Oliveira (Rede), presidente estadual da Rede, será o vice-prefeito pela coligação.

 

Camilo Santana em clima de pedaladas

camilobicci

O governador Camilo Santana inaugurou, nesse domingo, a Avenida do Contorno, em Limoeiro do Norte (Vale Jaguaribano). A via promete melhorar o sistema de trânsito e transporte do município.

O objetivo é desviar todo o tráfego pesado, permitindo o escoamento da produção agrícola para uma estrada mais moderna e segura, informou o Palácio da Abolição.

Camilo inaugurou a avenida participando de um passeio ciclístico.

(Foto – Divulgação)

Operação Olimpíadas provoca longas filas em alguns voos no aeroporto de Fortaleza

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=9Zua4UmUAgA[/youtube]

Alguns voos registraram filas na hora do embarque, nesta madrugada de segunda-feira, no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Foi consequência da Operação Olimpíadas que a Agência Nacional de Aviação Comercial (Anac) determinou para todos os aeroportos do País, dentro das ações de prevenção e segurança já com vistas as Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Mesmo com filas, passageiros não reclamaram. A Anac determinou maior rigidez na revista dos passageiros e suas bagagens de mão. O pessoal do Raio X tinha a orientação para aumentar a cautela contra qualquer ato ou atitude suspeita. Os voos da rota Rio, bem como São Paulo e de Brasília, tiveram atenção especial.

Uma das exigências para os passageiros: equipamentos eletrônicos – como notebooks e relógios teria que estar fora da bagagem. Houve um caso de uma passageira que passou por revista minuciosa. Com ela, foi encontrado, no entanto, uma lanterninha que dá choques. Depois de conferido tudo, teve embarque autorizado. As regras, que já valiam para os voos internacionais, agora valem também para todos os voos nacionais.

A revista física vai ser intensificada. Se o passageiro quiser, em local reservado e na presença de uma testemunha. Depois de passar pelo raio-x, a bagagem poderá ser aberta para nova inspeção. O passageiro pode até se recusar a abrir a bagagem para o funcionário do raio-x, ou não querer passar por uma revista mais rigorosa. Mas, nesses casos, segundo a Anac, ele não poderá ter acesso à área de embarque.

A Infraero determinou também que sua equipe de fiscais do aeroporto estivesse atenta e  colaborasse tirando dúvidas de quem fosse embarcar. Nos voos da madrugada e no começo desta manhã de segunda-feira não houve atraso de voos por conta da Operação Olimpíadas, uma ação que visa principalmente uma prevenção contra o terrorismo.

Ônibus que transportava trabalhadores é atacado e incendiado

Homens armados atacaram, nessa noite de domingo, na estrada que liga os municípios de Pacajus e Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza), um ônibus que transportava trabalhadores de uma empresa de calçados.

Segundo a Polícia, os trabalhadores foram obrigados a descer do ônibus e o veículo foi incendiado. Ninguém ficou ferido.

Nesta segunda-feira (18) ainda, o motorista e os trabalhadores serão chamados pela Polícia para tentar reconhecer os agressores por meio de fotos. Há diligências na região.

ProUni: candidatos em lista de espera devem entregar documentação até amanhã

Candidatos em lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm esta segunda-feira (18) e terça-feira (19) para comparecer às respectivas instituições de ensino para a qual se candidataram e apresentar a documentação que comprova as informações prestadas na inscrição.

O ProUni seleciona estudantes para receber bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). São ofertadas, neste segundo semestre, 125.442 bolsas – 57.092 integrais e 68.350 parciais, de 50% – em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino superior.

A lista de espera do Prouni estará à disposição das instituições com a classificação dos estudantes por curso e turno, segundo as notas obtidas no Enem de 2015. A lista será usada na convocação de candidatos para preenchimento de bolsas eventualmente não ocupadas nas duas chamadas regulares.

Para integrar a lista de espera, os candidatos tiveram que confirmar a inscrição até o último dia 11. A relação dos candidatos participantes da lista foi divulgada no dia 14. Agora, independente de terem sido chamados, todos os candidatos em espera deverão comparecer às instituições. A documentação necessária está disponível no site do ProUni.

(Agência Brasil)

Ex-gestora do Santa Cecília é eleita Madre Geral na Bélgica

438 2

foto irmã eulália

Irmã Eulalia Maria Wanderley de Lima é a nova Madre Geral da Congregação das Religiosas da Instrução Cristã Mundial. A eleição aconteceu na sexta-feira (15), em Liège, na Bélgica, berço do nascimento da Congregação, por ocasião do seu Capítulo Geral.

O Colégio Santa Cecília, em Fortaleza, esteve com Irmã Eulalia por mais de 20 anos dedicados à escola, marcados pela generosidade, humildade, espírito coletivo e afeto.

Anuário do Ceará tem lançamento nesta segunda-feira

foto anuário opovo 2016

No vigésimo ano em que o Grupo de Comunicação O POVO se tornou responsável pelo Anuário do Ceará, a edição 2016 será lançada nesta segunda-feira (18), a partir das 20 horas, no Alice’s Buffet (rua Lourival Correia Pinheiro, 149, no bairro Parque Manibura. A publicação já se encontra à venda nas bancas e Livraria Cultura, ao preço de R$ 99, sendo R$ 79 para assinantes, na sede do O POVO ou pelo Call Center – 3254 1010.

O anuário do Ceará é um guia detalhado sobre administração pública, infraestrutura, economia, representação parlamentar, justiça, educação e cultura.

Fortaleza começa a testar carros elétricos compartilhados para uso na cidade

foto carro fortaleza

Quem passa pelo pequeno Zhidou EEC L7e-80 não consegue ficar indiferente. Exposto em um shopping de Fortaleza, o minicarro chama a atenção das pessoas para os testes com os veículos que farão parte do sistema de carros compartilhados em implantação na cidade. A principal novidade do modelo é o fato de ser 100% elétrico.

“É um carro muito pequeno, ocupa um espaço bem menor na cidade. Poderia colocá-lo em qualquer lugar. Dá vontade de levar para casa. Quando eu e meu filho o vimos, disse que ele daria certinho para a gente”, conta o professor Assis Oliveira, de 41 anos.

O edital de chamada pública para escolher a empresa responsável pela implantação e operação do sistema foi lançado em janeiro e tinha como exigência a utilização de carros elétricos. Além do Zidhou, com capacidade para duas pessoas (motorista e carona), há também o BYD e6, mais espaçoso e que leva 5 pessoas. Ambos são importados da China e operam com placa de testes e experiência (placa na cor verde), pelo fato de ainda não serem homologados no Brasil.

O engenheiro da Prefeitura de Fortaleza responsável pelo projeto, Sued Lacerda, explica que a fase de testes serve exatamente para chamar a atenção da população e também para que os futuros usuários se familiarizem com os modelos e com a forma de funcionamento do sistema:

“Esta fase está sendo muito positiva. A população está muito curiosa e boa parte está interessada e procurando informações no estande. Já temos quase 200 cadastros. Eu acompanhei um usuário e ele ficou muito satisfeito e curioso pelo fato de o carro não fazer muito barulho. Gostou também da praticidade de o carro ser automático.”

Os testes são feitos no modelo BYD e6. O estudante Wilker Ferreira Diógenes fez seu cadastro no shopping e, em seguida, já entrou no carro para dar uma volta pelo estacionamento. As portas do veículo são destravadas por um aplicativo e o carro começa a funcionar ao apertar em um botão na lateral do volante. As informações sobre a carga da bateria e o consumo em quilowatts (kW) são alguns detalhes que aparecem no painel digital. A bateria do modelo leva 3 horas para carregar completamente e tem autonomia de 250 quilômetros.

Em agosto, começa outra fase do sistema, que é a operação assistida: serão instaladas cinco estações e sete carros estarão disponíveis. Segundo Lacerda, esse será um momento de continuar dando suporte aos usuários e ajustando os detalhes de funcionamento do sistema, que vai operar de forma completa a partir de 1º de setembro com 12 estações e 20 veículos, sendo 15 Zhidou e 5 BYD.

(Agência Brasil)

Exercício integrado simula operação de segurança da abertura da Olimpíada

As forças de segurança envolvidas na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos realizaram neste domingo (17), há 20 dias da abertura dos Jogos Rio 2016, o 3º Simulado da Operação de Segurança para a abertura da Olimpíada, no Estádio Jornalista Mario Filho, o Maracanã.

Para o titular da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, do Ministério da Justiça e Cidadania (Sesge/MJC), Andrei Rodrigues, a simulação servirá para “garantir atenção ainda maior dos profissionais envolvidos na operação ao trabalho a ser realizado no dia da solenidade de abertura dos Jogos Rio 2016”.

A ação simulou o transporte de atletas, voluntários, árbitros, organizadores e autoridades que participarão do evento no Maracanã.

O simulado contou com a participação de cerca de dois mil profissionais das policiais Federal, Rodoviária Federal, Militar, Força Nacional de Segurança Pública, Corpo de Bombeiros, Forças Armadas e da Companhia de Engenharia de Tráfego e da Guarda Municipal.

(Agência Brasil)

Estado paternalista e quebrado

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (17):

O Estado no formato como nos acostumamos a ver nos últimos anos está estrangulado. Não se sustenta. Onipresente, cheio de tentáculos, ineficiente, investidor, concorrente da iniciativa privada, corrupto, burocrático, dispendioso e pouco produtivo. Exerce múltiplas tarefas que não são de sua responsabilidade, incluindo a sustentação dos grupos políticos. Com a crise na economia, quebrou. Literalmente.

O Rio de Janeiro é um reluzente exemplo. Não tem dinheiro nem para manter as Upas nas favelas. O pagamento dos salários dos servidores se tornou incerto. O Ceará se mantém em pé. É o bom fruto de vigorosos ajustes que foram feitos a partir da segunda metade da década de 1980 e que, com um ou outro senão, foram respeitados por todos os governadores desde então. Porém, sua organização financeira está no limite.

Entre nós, prevalece a cultura de que o Estado tem que resolver tudo. Todas as demandas caem sobre seu colo. Do tratamento caríssimo que a decisão juiz, que recebe auxílio moradia, manda pagar à construção do metrô. Até fila para entrar no ônibus precisa da mão visível do setor público. As responsabilidades individuais se diluíram. Do Estado cobra-se até a educação sexual, tarefa que cabe ao sacrossanto lar.

Ouvi recentemente de um governante: “ao setor privado o que é do setor privado”. Ou seja, é interesse do setor público que este se responsabilize apenas pelas suas atividades fins e que as empresas cumpram sua sina e se ocupem do resto. Que bom. Fosse assim, não faltaria dinheiro. Porém, a prática é outra. Basta ver as estruturas estatais. Tem para todos os gostos, incluindo empresa de limpeza urbana que não limpa e empresa de ônibus que não transporta.

Acabou. Não dá mais. Não há dinheiro. Mas, quando houver, tudo vai se repetir. A não ser que o País rompa com a cultura do estatismo.