Blog do Eliomar

Últimos posts

Irã diz que não terá reunião com EUA, apesar da proposta de Trump

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, afirmou neste sábado (11) que não haverá encontro entre responsáveis iranianos e americanos fora da próxima Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), apesar das propostas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

“Não, não haverá qualquer reunião”, respondeu, taxativamente, o ministro a uma pergunta da agência Tasnim sobre um possível encontro com integrantes do governo americano, como o chefe da diplomacia, Mike Pompeo.

Zarif insistiu que as autoridades iranianas em várias ocasiões se posicionaram contra um diálogo nas atuais circunstâncias, ou seja, após a retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear.

“Os americanos não são honestos. Além disso, a dependência que eles têm das sanções não possibilitará uma conversa”, enfatizou.

Ele negou que Omã esteja fazendo alguma mediação entre Irã e Estados Unidos e justificou os recentes contatos com esse país como parte da política externa da República Islâmica.

No último dia 6, Trump disse que está “aberto” a fechar um novo acordo “mais amplo” com o Irã. Na semana anterior, ele tinha dito que estaria disposto a se reunir com o presidente iraniano, Hassan Rohani, “sem condições prévias”.

Por conta destes comentários surgiram rumores sobre um possível encontro entre Trump e Rohani, ou algo em nível ministerial, durante a próxima Assembleia Geral da ONU, em setembro. Mas o próprio Rohani já descartou, no dia 6, um possível diálogo, afirmando que é a vez do Executivo em Washington “demonstrar que quer solucionar algo com as negociações”. Ele qualificou a postura americana de “contraditória”, já que, em sua opinião, “não se pode negociar ao mesmo tempo em que sanções são aplicadas”, em alusão às medidas que entraram em vigor no dia 7 deste mês.

No mesmo dia, Zarif tachou as propostas de diálogo de “espetáculo de propaganda”.

“Alguém acredita que o senhor Trump é sério para negociar?”, perguntou o chefe da diplomacia iraniana em uma coletiva de imprensa.

Em maio, Trump tirou os Estados Unidos do acordo nuclear que o Irã assinou em 2015 com seis potências internacionais e decidiu voltar a impor sanções econômicas ao país.

(Agência Brasil com EFE)

R$ 1,5 milhão – Após pagar prêmio milionário, Quina volta a acumular

Após pagar uma premiação de mais de R$ 17,5 milhões, a Quina voltou a acumular e promete neste sábado (11) um prêmio de R$ 1,5 milhão para quem acertar os cinco números, segundo previsão da Caixa Econômica Federal. Nessa sexta-feira (10), ninguém acertou os números 04 – 15 – 16 – 38 e 50. A aposta pode ser feita até as 19 horas, ao preço mínimo de R$ 1,50.

A Mega-Sena, após acumulada em R$ 35,1 milhões, paga neste sábado o prêmio de R$ 3 milhões, de acordo ainda com a Caixa. A aposta mínima é de R$ 3,50.

O que o debate trouxe de revelador

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (11), pelo jornalista Érico Firmo:

Primeiro debate é bom por revelar muito sobre estratégias, ao menos de saída. Na última quinta-feira, o encontro entre candidatos na TV Bandeirantes permitiu ver o seguinte:

1) Ciro Gomes (PDT) mira Geraldo Alckmin (PSDB). Começou a polemizar ainda na resposta à pergunta da produção, no início do programa. Disse que o tucano – “meu amigo”, disse ele – alimenta ilusões sobre a competitividade do Brasil na mera abertura de mercado. Depois, nas duas perguntas em que pode escolher quem responderia, questionou o tucano. Ciro já havia dito que, pela estrutura e apoios, crê na presença de Alckmin no segundo turno, apesar do desempenho muito ruim em pesquisas até aqui. Tenta desde já polarizar com quem acha que vai crescer.

2) Alckmin, por sua vez, perguntou a Marina Silva (Rede) nas duas oportunidades que teve. Mirou na candidata que vem logo abaixo de Bolsonaro nas pesquisas. Ela tem sido a opção mais forte de centro, onde o tucano tenta entrar. Ela, porém, foi mais incisiva que ele nos embates. Por exemplo, quando ele perguntou sobre saúde, Marina respondeu que o PSDB não deu conta nem em São Paulo.

3) Alckmin, aliás, foi alvo de muita gente. Marina Silva bateu nele, ainda, pelas alianças. Henrique Meirelles (MDB), um dos mais atrapalhados no debate, confrontou o tucano sobre a posição do PSDB contra o Bolsa Família.

4) Jair Bolsonaro (PSL), sempre valente e polemista, não quis saber de briga. Nas possibilidades de perguntar, indagou a Álvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota). Com ambos, houve certo “jogo de compadre”. Até parabenizou Dias pela resposta.

Álvaro Dias, o tempo todo, tentou se aproveitar da imagem do juiz Sergio Moro. Anunciou que o nomearia ministro da Justiça. No dia seguinte, o magistrado não disse nem que sim nem que não. Deixou a porta aberta para seguir usado em palanque.

Meirelles, por sua vez, tratou de se escorar o quanto conseguiu em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – que tenta ser candidato contra ele, Meirelles, e só não estava lá porque se encontra preso. O emedebista foi presidente do Banco Central na época de Lula. Inclusive, usou isso quando foi criticado por Guilherme Boulos (Psol). Mencionou que ele havia sido escolhido por Lula, a quem Boulos defendeu em sua primeira manifestação. Meirelles, por sua vez, fez muito menos menções à sua atuação como ministro de Michel Temer.

Mas, nada se comparou ao constrangimento que foi Cabo Daciolo (Patriotas) explorando a fé e usando o nome de Deus para tentar conseguir votos.

Votei, mas não votei – Barroso diz que Congresso só deve dar aumento ao STF se houver verba

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso disse na noite dessa sexta-feira (20) que seu voto, na sessão administrativa da Corte que aprovou a proposta de elevação dos salários dos próprios ministros em 16,38%, não foi no sentido “de dar aumento aos juízes”, mas de permitir que a categoria reivindique o aumento no Congresso Nacional. Ele disse também que o Congresso deve decidir conforme as disponibilidades financeiras do país, “e se não houver disponibilidade, não deve dar”.

“Meu voto foi pensando em que não se deveria impedir uma categoria de reivindicar, mas não foi um voto no sentido de que eu ache que deva dar aumento. Essa é uma discussão que tem de ser feita no Congresso. E o Congresso é que vai decidir se este é o caso, se cabe no Orçamento, e se há recurso”, disse, após participar de evento na capital paulista.

“Uma coisa é você autorizar que alguém vá reivindicar, a outra coisa é você conceder aumento. Meu voto foi: eu acho que os juízes têm o direito de postularem, como tem os policiais, como todas categorias que estão hoje no Congresso postulando aumento. Se o aumento deve ser dado ou não, é uma decisão política a ser tomada pelo Congresso de acordo com a disponibilidade do país, e se não houver disponibilidade, não deve dar”, acrescentou.

Na última quarta-feira (8), por 7 votos a 4, os ministros do STF decidiram enviar ao Congresso Nacional proposta de aumento de 16% nos salários dos ministros da Corte para 2019. Atualmente o salário é de R$ 33,7 mil e passará para R$ 39,3 mil por mês, caso seja aprovado no Orçamento da União. Como o subsídio dos ministros é o valor máximo para pagamento de salários no serviço público, o reajuste provocaria efeito cascata nos vencimentos do funcionalismo.

Votaram a favor da proposta os ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Moraes. A presidente da Corte, Cármen Lúcia, votou contra, assim como os ministros Rosa Weber, Edson Fachin e Celso de Mello. A decisão do Supremo já foi seguida, imediatamente, pelo Ministério Público Federal, que também incluiu o aumento na sua proposta orçamentária.

(Agência Brasil)

Jovens escritores lançam livro na Academia Maracanauense de Letras

Uma antologia de jovens escritores de Maracanaú marca a manhã deste sábado (11), no Teatro Dorian Sampaio, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza.

A iniciativa é do presidente da entidade, Francisco Siqueira, autor de livros como uma obra sobre a dona Eunisia Barroso, ex-coordenadora da Pastoral Carcerária.

Os jovens escritores são estudantes da escola pública de Maracanaú.

(Foto: Reprodução Facebook)

Fortaleza terá dois miniterminais

430 1

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (11):

O prefeito Roberto Claudio (PDT) anunciou que, antes do final deste ano, dará início a dois miniterminais para reforçar o sistema de transporte público de Fortaleza.

O primeiro será no Conjunto José Walter, na Avenida Bernardo Manuel, com obras entre os meses de outubro e dezembro. O segundo miniterminal será no Centro, próximo ao Lord Hotel.

Os dois deverão ser entregues à população ainda no primeiro semestre do próximo ano. RC não especificou valores, mas disse que esses empreendimentos constam no pacote de investimentos da mobilidade urbana, financiado pelo Banco Latino-Americano de Desenvolvimento (CAF).

Sobre a Nova Aguanambi, mudança na data de inauguração: de 31 de agosto, deverá ser entregue agora no final de setembro. Mas no dia 31, libera o trânsito da área.

(Foto: Divulgação)

Série B – Goiás goleia CSA e chega pela primeira vez ao G4

Após 20 rodadas, o Goiás chegou pela primeira ao G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, na noite dessa sexta-feira (11), ao golear o CSA, por 3 a 0, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, na rodada de abertura do segundo turno. Lucão, aos 29 minutos do primeiro tempo, Michael aos 36 minutos da segunda etapa, e Felipe Gedoz, aos 46 minutos, marcaram os gols.

O Goiás, no entanto, poderá deixar o G4, neste sábado (11), após o complemento da rodada. Para permanecer na zona de acesso à Série A do próximo ano, o time goiano terá que torcer por derrota do Atlético Goianiense, que joga em Criciúma, além de empates ou derrotas de Figueirense, que joga fora de casa contra o Juventude, e do Guarani de Campinas, que recebe o líder Fortaleza, a partir das 16h30min, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Em caso de vitória, o Fortaleza colocará 10 pontos à frente do Goiás, atual quarto colocado com 30 pontos.

(Foto: Reprodução)

Ciro pretende aumentar salário dos professores e tornar escola mais atrativa para aluno

2181 4

“(O modelo atual) faz com que a escola seja muito ‘careta’, com pouca capacidade de reter, atrair o aluno, e isso vai se agravando na proporção com que a idade sobe”. A declaração é do presidenciável Ciro Gomes (PDT), na noite dessa sexta-feira (10), durante o movimento Todos Pela Educação, com apoio da Folha de S.Paulo e acompanhamento da Agência Brasil.

Ciro Gomes apontou, ainda, a necessidade do reajuste nos valores pagos aos professores, além de elevar o número de mulheres em funções públicas e também unificar a base curricular. Ciro destacou que Fortaleza e o estado do Ceará tiveram experiências bem-sucedidas a partir de equipes formadas por, pelo menos, 50% de mulheres.

A série de diálogos terá seguimento na segunda-feira (13), com Marina Silva (Rede). Depois será a vez de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente na chapa do PT, na terça-feira (14). Na quarta-feira (15), Geraldo Alckmin (PSDB) encerra as discussões. Dos 13 candidatos, somente esses quatro aceitaram o convite.

(Com informações da Agência Brasil e da Folha de S.Paulo / Foto: Fábio Lima – O POVO)

Garçom – Reginaldo Rossi, pelo Dia do Garçom, neste sábado

Não se sabe ao certo de onde veio a data comemorativa ao Dia do Garçom, em 11 de agosto. Certo, mesmo, é que a profissão sempre foi cercada de polêmica, desde a formação até a famosa gorjeta. Quase sempre incompreendido, o garçom muitas vezes está associado à boemia. Talvez por isso o 11 de agosto também seja o Dia do Pindura. Por meio do maior sucesso de Reginaldo Rossi, surge também a melhor definição do garçom: 90% das homenagens hoje vão para Reginaldo Rossi, os outros 10% são do garçom.

Dólar fecha a semana em R$ 3,86, maior alta desde 16 de julho

A moeda norte-americana subiu 1,6% no último pregão da semana, fechando a R$ 3,8640 para venda sendo o maior valor registrado desde 16 de julho – quando chegou a R$ 3,8753. O dólar fecha a semana valorizado 4,23%, invertendo uma queda de 4,39% acumulada nas últimas cinco semanas. Mesmo com alta da moeda, o Banco Central manteve sua política tradicional de swaps cambial, sem realizar nenhum leilão extraordinário para venda futura da moeda norte-americana.

O índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), fechou a semana com uma forte queda, registrando baixa de 2,86%, com 76.514 pontos, a menor desde o final do mês de maio. Todos os pregões desta semana terminaram em baixa na Bovespa, com acumulo de queda de 6% depois de uma sequência de seis semanas em alta.

(Agência Brasil)

Evento em defesa do SUS acontece neste sábado em Fortaleza

O “Fórum em Defesa do SUS e pelo Concurso Público Já” promove neste sábado (11), a partir das 8 horas, no auditório da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (Adufc), no bairro Benfica, o debate “Em defesa do SUS no contexto do desmonte da Seguridade Social e dos Ataques aos Trabalhadores Brasileiros”.

O evento seguirá até o meio-dia e terá inscrições gratuitas, realizadas no próprio local do debate. Participam da discussão a professora Dra. Alba Maria Pinho Carvalho (UFC), o médico sanitarista Manoel Fonseca e a sindicalista e diretora do MOVA-SE Maria Auxiliadora Alencar.

(Foto: Arquivo)

Enquanto isso… – Governo vai propor adiamento de reajuste de servidores para 2020

O presidente Michel Temer vai encampar a recomendação do Ministério do Planejamento, segundo a qual não é possível dar aumento salarial ao funcionalismo em 2019.

A sugestão de suspender o aumento, que beneficia diferentes categorias, foi levada ao presidente pelo ministro do Planejamento, Esteves Colnago. O Palácio do Planalto já recebeu a proposta, que deverá ser transformada em Medida Provisória (MP). A medida será enviada em breve ao Congresso. A decisão final sobre o adiamento do reajuste para 2020 caberá ao Legislativo.

Com o orçamento apertado, o governo sustenta que haverá cortes bilionários nos programas sociais no ano que vem se não houver a suspensão do aumento, previsto para ser pago em janeiro, quando o novo presidente já terá assumido o cargo. A medida acarretaria uma economia de até R$ 11 bilhões no orçamento de 2019, considerando todos os servidores, entre civis e militares. Se o reajuste for adiado apenas para os civis, o impacto seria de R$ 6,9 bilhões, informou o Planejamento.

A previsão é que as despesas com pessoal da União em 2019, como salários e encargos, seja de R$ 322 bilhões. O ministro do Planejamento já informou, em entrevista recente, que, se o presidente concordasse com o adiamento do reajuste, uma proposição deveria ser enviada ao Legislativo antes do projeto do Orçamento de 2019, conhecido como Lei Orçamentária Anual (LOA 2019). Conforme a legislação, o governo precisa enviar até 31 de agosto a peça orçamentária para o ano seguinte.

O governo também já decidiu que irá esperar o Congresso se posicionar sobre a proposta de aumento de 16% nos salários do Judiciário, apresentada nesta quinta-feira (9) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Conforme antecipou a Agência Brasil, o reajuste irá onerar a folha de pagamento do Executivo em R$ 243 milhões. Se considerado o “efeito cascata” nos demais poderes e também nas unidades da Federação, as despesas podem aumentar em até R$ 4 bilhões, segundo projeções de técnicos da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Somente no Judiciário, o impacto seria de R$ 717 milhões ao ano. Nesta sexta-feira, o Ministério Público Federal (MPF) também anunciou a mesma proposta de reajuste para procuradores.

(Agência BRasil)

Candidatas do PT vão ao Interior em busca de votos

A Secretaria de Mulheres do PT do Ceará levará para o Interior, a partir da próxima terça-feira-feira, 14, a Caravana “Elas por Elas”. Ao todo, 13 candidatas percorrerão as cinco regiões do Estado durante nove dias. “Vamos de forma inédita, juntas, conversar, dialogar e planejar um Ceará melhor com as mulheres”, informa Fátima Bezerra, secretária de Mulheres do PT Ceará. Na legenda, serão cinco candidatas à Câmara dos Deputados e oito candidatas à Assembleia Legislativa nas eleições deste ano.

A Caravana “Elas por Elas” terá inicio pelo Sertão Central, seguirá para a Região do Cariri, onde haverá atividade no dia 17 de agosto, em seguida, no dia 18, vai para a Região Centro-Sul, encerrando no dia 25 próximo na Região Norte e na Serra da Ibiapaba.

Para a Câmara dos Deputados disputam: Alba Cristina, Luizianne Lins, Fátima Oliveira, Lourdinha ou Liduína e Rachel Marques. Para o legislativo estadual, disputa: Ana Jarline, Erika Carvalho, Hilda Maia, Alice de Oliveira, Elzivone Magalhães, Rosângela Rodrigues, Teresinha Santos e Vilani de Oliveira.

Receita começa a receber a declaração do Imposto Territorial Rural a partir de segunda-feira

Proprietários rurais devem ficar atentos à entrega da Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural, a DITR. O prazo de apresentação do documento começa já na próxima segunda-feira (13) e segue até 28 de setembro. De acordo com a Receita Federal, as normas para a prestação de contas referente ao exercício 2018 incluem pessoa física ou jurídica e pode ser pago pelo proprietário da terra, pelo titular do domínio útil ou pelo possuidor a qualquer título.

O tributo federal, que é cobrado anualmente, incide sobre os imóveis localizados distante das áreas urbanas dos municípios e a alíquota varia de acordo com o tamanho da propriedade e o grau de utilização da terra.

(Foto -Arquivo)

X Festival de Dança do Litoral Oeste – “Pertenço” abrirá a segunda noite

Um dos espetáculos montados pelo Itinerário Formativo de Dança do Instituto Ecoa de Sobral (Escola de Cultura, Comunicação, Ofícios e Artes), o “Pertenço”, vai abrir a segunda noite do X Festival de Dança do Litoral Oeste Ceará, na cidade de Trairi (Praça da Justiça). A apresentação acontecerá neste sábado (11), a partir das 19h30min. A informação é da assessoria de imprensa do evento.

O trabalho, que conta com direção coreográfica de Rubens Lopes (Fortaleza) e direção dramatúrgica de Gerson Moreno, diretor do Balé Baião, nasceu do encontro de pessoas de diferentes idades e distintas experiências com danças. Cada uma delas trouxe seu trajeto para compartilhar e assim teceu-se um processo de composição e dramaturgia, partindo primeiramente das pessoas-corpos, de suas memórias, ancestralidades e clamores contextuais.

Essa é a primeira participação do Itinerário Formativo no Festival de Dança do Litoral Oeste já considerado um dos principais eventos do gênero no Ceará.

SERVIÇO

*Acesso gratuito.

José Pimentel debaterá na FCDL Fortaleza

O senador José Pimentel (PT) dará palestra, às 12 horas da próxima segunda-feira, na sede da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará. Ele vai bater duro no veto integral do presidente Michel Temer ao projeto que permite o retorno ao Simples Nacional das microempresas excluídas.

José Pimentel atende a um convite do presidente da FCDL, Freitas Cordeiro, que vem promovendo, mensalmente, encontros com lideranças de segmentos da sociedade civil para debater assuntos do interesse do setor lojista.

(Foto – Agência Senado)

Mercado dos Pinhões recebe neste sábado feita de arte e moda

360 1

Mais de 50 expositores de moda, arte, design, decoração, artesanato, música e gastronomia vão estar no Mercado dos Pinhões, das 17 às 21 horas, em clima de feira que sempre ocorre no segundo sábado do mês. A iniciativa é da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

A feira contará ainda com noite de autógrafos e com o projeto Fabricando Oportunidades, onde serão expostos e vendidos artesanatos de internas do Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa. Entre as peças estão produtos feitos com ponto cruz, bordado, vagonite, macramẽ, tapeçaria e composição de retalhos, além de bijuterias.

Expositores

Entre os expositores, estão: Acessórios By Friends, Aframoso, Amofrozinha, Amor Perfeito, Arte Em Couro, @Arte Miúda Craft, Ateliê da Nanda, Atelier Germana e Silvia, Atelier Flor da Terra – Arte Cerâmica, Betocello, Carlos Capucho, Celtic Wood Store, Cenart, Chico Xique, Cleane de Lima, Coletivo Fubá, Coletivo Nozis, Coisas de Maricotinha, CP Design Store, Do Carmo Arte em Pedraria, Dheby-Doo, Emoldurados, Espinho Fulô, Eulina Artes, Fabricando Oportunidades, Feito_Pra_Tu, Flat Decoração, @Flora Bamboo, Foca Off Beach Wear, Hani Camisaria, Hooker, Ialê Acessórios, Jardim das Samambaias, Jardim Plantarum, Juvalle Artes, Le Ban Dog, Lovely Trip, Lúcia Castro, @Matias, Mirabolante Store, Monstrengos, Mr Raj, Mundo Interno, Negro Piche, Nely Rosa, Oficina D.A.D.A, Papel de Bodega, Popota da Tia, Rebijóias, Reciclarte, Tambakids, Tenda Boho, Thales Angert, Território Marginal e Wood Clothing.

DETALHE – Nesta edição, o som será comandado pelo DJ Bruno Vasconcelos, com o projeto Sonidos Tropicales, com discotecagem em vinil de acervo variado.

SERVIÇO

*Mercado dos Pinhões – Praça Visconde de Pelotas, S/N – Centro.

(Foto – Arquivo)

Ex-presidente da Fiec apoia Camilo Santana

Nem todo empresário esconde o voto.

O ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará, Roberto Macedo, também membro da Confederação Nacional da Indústria, diz que votará na reeleição do governador Camilo Santana.

Segundo diz, porque a gestão do petista tem sintonia com o setor industrial e ele conta com um forte respaldo de aliados. São 24 partidos na base do petista.