Blog do Eliomar

Últimos posts

Prefeito vai liberar R$ 3 milhões para o Lar Torres de Melo

66 1

2406cd0201

Nesta segunda-feira, às 9 horas, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai assinar a liberação de R$ 3 milhões para o Lar Torres de Melo. Ele visitará o estabelecimento -no bairro Jacarecanga, que cuida de cerca de 250 idosos. A verba é oriunda do Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

A ordem é garantir a plena funcionalidade do Lar Torres de Melo, instituição pelo menos por mais um ano. O fundo é administrado pela Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH), e a escola do Lar Torres de Melo veio por meio da realização de edital público para a convocação de empresas sem fins lucrativos.

Receita Federal lança nova versão do Guia do Viajante

“A Receita Federal lançou uma nova versão do Guia do Viajante para quem vai para o exterior. O manual é mais completo do que a versão lançada em 2010 e, por exemplo, procura responder várias questões relativas a viagens internacionais. O guia é dividido em três áreas seções: Saída do Brasil, Entrada no Brasil e e-DBV, que é o sistema eletrônico de declaração de bagagem ou valores.

Na seção Saída do Brasil é possível encontrar os procedimentos que devem ser observados pelo viajante com destino ao exterior, seja em viagem de turismo ou mudança definitiva. Na seção Entrada no Brasil, o viajante encontra informações relativas ao retorno ao país e como evitar problemas ao passar pela alfândega, entre outros.

É explicado o que pode ser considerado bagagem, o que pode ser incluído na cota de isenção, o que deve ser declarado à Receita Federal e outros temas importantes. Já o tópico e-DBV apresenta o sistema eletrônico que o viajante utilizará para apresentar sua declaração eletrônica de bagagem ou porte de valores à Receita Federal nas situações obrigatórias.

Os técnicos que elaboraram o guia procuraram tratar de vários assuntos de interesse do viajante sobre bagagem, com ícones direcionados a um glossário, à legislação, a links úteis e a publicações. No guia é possível encontrar ainda uma seção de perguntas e respostas . De acordo com a Receita, atualmente, a página de orientação aos viajantes internacionais tem mais de 70 mil acessos mensais.

Para a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-Nacional) as atualizações das versões do guia, além de muito válidas, são necessárias, pois consideram as inovações tecnológicas que facilitam processos e procedimentos de entrada e saída nos aeroportos, despacho e recolha de bagagem, entre outros, além das questões relacionadas à legislação. Para a Abav, é importante também para os agentes de viagens, como ferramenta de consulta e atualização.”

(Agência Brasil)

Manifestantes fazem concentração na Esplanada dos Ministérios

“Cerca de 20 mil pessoas se concentram por toda a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para uma manifestação em apoio ao combate à corrupção e a favor o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. De acordo com Breno Saradelo, coordenador regional do Movimento Brasil Livre, a manifestação é um apelo “contra a corrupção institucionalizada, independentemente do governo e do partido”.

Para o servidor público, da Justiça Federal, Fábio Freitas, de 51 anos, a corrupção começou no país em 1500, desde o descobrimento do Brasil. “Sou um dos milhares de brasileiros indignados com a corrupção”, disse. Ele, entretanto, afirmou que a corrupção não é privilégio de apenas um partido. “O Brasil precisa se reinventar. O que se está pedindo não é solução. O necessário seria convocar uma nova Constituinte”.

As pessoas começaram a se concentrar perto do Museu da República ainda às 9h. Entre o público, há várias famílias. A maioria das pessoas se veste de camiseta verde e amarela. Um boneco vestido de presidiário, chamado pelo movimento de Pixuleco, está amarrado no chão. Alguns manifestantes estão se alinhando, em frente ao Congresso Nacional, como em um moldura para escrever a frase “Fora, Dilma”. Em vários momentos, os manifestantes faziam uma ola em defesa da “limpeza”, que defende a saída de políticos corruptos. Nominalmente, eles citam o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e de Dilma.

Desempregada desde outubro, Roberta Born, de 34 anos, fez parte de vários movimentos que já acamparam no gramado do Congresso, disse acreditar que o Brasil está sofrendo com o governo atual. Para ela, o governo é uma “facção criminosa”. Vinda de Porto Alegre, Roberta se considera de direita e afirmou que só volta para sua cidade quando a presidenta Dilma sair da Presidência.

Segundo o capitão da PM, Michelo Bueno, a expectativa é que 110 mil pessoas participem do evento. O evento na capital federal deve se estender até as 13h.

Em nota, o presidente do PT no Distrito Federal, Roberto Policarpo, informou que decidiu cancelar o ato que realizaria hoje (13) na Torre de TV, local próximo ao movimento contrário. “O ato estava mantido até o início da noite de ontem [sexta, dia 11], quando eu e o deputado Chico Vigilante estivemos reunidos com o comandante da Polícia Militar, que nos informou da decisão do governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, de determinar à polícia que impedisse o acesso dos manifestantes mobilizados pelo PT até a Torre de TV”, disse.

Segundo o governo do Distrito Federal (GDF), o PT entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública para no último dia 8, para comunicar que faria uma manifestação em frente à Torre de TV, neste domingo, a partir das 8h.

Pelo fato de parte do horário dos dois movimentos ser coincidente e também porque havia a Rodoviária do Plano Piloto, na área central da cidade, como ponto de acesso comum, a secretaria avisou o partido que a manifestação seria ilegal e sugeriu que fosse marcado outro local para a manifestação pró-Dilma.”

(Agência Brasil)

Frente Popular Brasil realiza caravana pró-Dilma e Lula em Fortaleza

manifestao

A Frente Popular Brasil, que inclui o PT entre seus integrantes, promove uma caravana por vários pontos de Fortaleza. Em apoio ao Governo Dilma Rousseff.

A caravana saiu do Ginásio Poliesportivo da Parangaba e deve ser encerrada no Vila do Mar, no Pirambu.

Vários petistas prestigiam o ato, que não é dos mais concorridos, como o senador José Pimentel, líder do Governo no Congresso, e José Guimarães, líder do Governo na Câmara.

(Foto –  O POVO)

Obama pede a candidatos que rejeitem insultos e violência durante campanha

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apelou nesse sábado (12) aos candidatos à Presidência do país para rejeitarem “insultos” e “violência” durante a campanha eleitoral.

O pedido de Obama ocorre após incidentes registrados na sexta-feira (11), em Chicago, onde houve confrontos entre simpatizantes e opositores do pré-candidato pelo Partido Republicano, Donald Trump, que acabou cancelando um comício previsto na cidade.

“Os candidatos à Casa Branca deveriam concentrar-se no que podem fazer para que a campanha corra bem. Não devem fazer insultos, nem provocações, nada de divisões com base na raça ou na religião e, sobretudo, nada de violência contra outros americanos”, disse Obama.

Donald Trump tem sido criticado pela retórica incendiária, com ataques feitos aos mexicanos e aos muçulmanos, que, segundo os seus adversários, provoca tensões.

O comício previsto para sexta-feira em uma universidade de Chicago acabou sendo cancelado porque os manifestantes, muitos deles hispânicos e negros, entraram em confronto com os simpatizantes de Trump. Cinco pessoas foram detidas e dois policiais ficaram feridos quando tentaram separar os grupos e esvaziar o sala onde ocorreria o comício.

(Agência Brasil)

Ciro: ‘O povo é chamado pras ruas por corruptos notórios’

178

foto ciro gomes pdt

“O Brasil corre riscos extraordinários. Taí o nosso povo sendo chamado pras ruas
por corruptos notórios para defender uma coisa que não tem cabimento, nem pé, nem
cabeça. A população, com razão, está muito aborrecida com as condicionantes gerais
do governo na área da economia, mas também nos sinais contraditórios de decência.
Sabemos nós que a presidente Dilma é uma pessoa decente”.

A observação é do ex-governador do Ceará, ex-ministro e pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, nesse sábado (12), em Belém (PA), durante convenção estadual do partido, que contou também com a presença do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Ciro Gomes também criticou o pedido de prisão contra o ex-presidente Lula, feito pelo Ministério Público de São Paulo, na quinta-feira (10), por meio dos promotores Cássio Conserino, Fernando Henrique Araújo e José Carlos Blat.

“É um dos maiores disparates políticos que eu já vi. Você pedir a prisão preventiva de um homem que nunca se recusou a comparecer à Justiça, acaba de sair da Presidência da República e não pode se esconder em qualquer lugar do planeta porque é uma das personalidades mais conhecidas do mundo, não passa de um disparate”, comentou.

Para Ciro Gomes, o pedido trata-se de uma arbitrariedade. “Você só pode subtrair a liberdade de uma pessoa depois de presumida a sua inocência, se instalar um contraditório, garantir sua ampla defesa, se atribuir o ônus da prova, e todos os recursos comprovados. Lula nem sequer foi acusado”, critica.

De acordo com os promotores, o pedido foi fundamentado na “garantia da ordem pública”, quando o ex-presidente estaria inflamando a população e reclamando de medidas judiciais.

Continuidade do projeto vigente

A pré-candidatura de Ciro Gomes ao Palácio do Planalto ganhou a “simpatia” do líder do PT no Senado, Paulo Rocha, que afirmou na convenção do PDT que “o PT naturalmente vai ter seu candidato, e os companheiros do PDT têm direito também de lançar uma alternativa. Acho que eles têm quadro para poder ser uma alternativa de poder e dar continuidade aos avanços e conquistas do nosso país”.

(com agências)

Vereador é detido em Ipaumirim

Richard Lopes (Ipaumirim) – Está preso o vereador Agemiro Felizardo Vieira (PSD), de Ipaumirim. Nessa noite de sábado, ele furou uma blitz da Polícia e, por pouco, não provoca atropelamentos, de acordo com policiais.

Segundo a PM, o vereador chegou a se identificar como “autoridade de Ipaumirim” e resistiu à prisão. Acabou algemado e levado para um posto da Polícia Rodoviária Federal. Apresentava sinais de embriaguez, o que foi confirmado em um teste de alcoolemia realizado pela PRF.

Caberá à Delegacia Regional da Polícia Civil de Iguatu, onde foi estabelecida uma fiança de R$ 8 mil pela soltura do vereador, dar prosseguimento a inquérito. Familiares do vereador são aguardadas pela Polícia de Iguatu.

Jovens participam neste domingo do ‘chamado à vocação Shalom’

Mais de mil jovens são aguardados na manhã deste domingo (13) no evento católico VocacionalShalom 2016, que acontece no Colégio Shalom, no bairro São João do Tauape. O encontro é aberto ao público e aborda o tema “Sim! Vou te seguir. Tua voz me conquistou”.

Os jovens que desejarem trilhar o “caminho vocacional” neste ano deverão participar do encontro aberto e depois passar por um processo no qual será identificado se há as condições necessárias para iniciar o discernimento da sua vocação, conforme destaca a organização do evento.

Durante os encontros mensais, os vocacionados irão refletir sobre o chamado à vocação Shalom, com temas como a oração na vocação Shalom, a radicalidade evangélica, a “Obra Nova”, o “Amor Esponsal” e a vivência dos conselhos evangélicos na Comunidade (pobreza, obediência, castidade).

A princípio não é um requisito obrigatório ser alguém de grupo de oração da Comunidade Shalom. Ao longo do ano, o vocacionado irá se engajar nos grupos de oração e nos diversos serviços de evangelização da Comunidade, tais como o cuidado com pessoas em situação de risco, a coordenação de grupos de oração, oração e aconselhamento.

“O essencial do ano vocacional é a vida de oração. É lá onde Deus vai se revelar, onde vai nos moldar e onde eu vou poder ouvir a voz de Deus, o seu chamado. Fora de lá, só há inquietude, apaixonamento. É na oração que Deus vai selando e ordenando a cada um que se sente chamado ao carisma”, disse o secretário Vocacional do Shalom em Fortaleza, Ramilson Silva.

(Shalom)

A tarefa do pós-Dilma

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (13):

Muito em breve, a política brasileira vai encarar outra fase com outro tema central para debater. Chama-se futuro. Porém, com um olho no passado. Eis a grande questão a ser colocada: o que pode e deve ser feito para que a democracia brasileira possua instrumentos mais eficazes para que grandes impasses como o verificado até agora não sejam duradouros a ponto de levar a economia do País para o buraco?

Tudo precisará passar por uma boa e efetiva reforma política. Aquela que os políticos de todos os matizes chamam de “a mãe de todas as reformas”. A mãe mais enxovalhada da República. Sem exceção, todos os últimos três presidentes, cada um deles com dois mandatos, anunciaram que priorizariam a reforma política. Nada feito
e muito pelo contrário.

No poder, os presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff foram pródigos em fragilizar o sistema partidário que ainda estava em formação no País. Fizeram isso estimulando a diluição dos partidos. Ou seja, quanto mais partidos, mas fracas seriam as siglas. Em tese, todas seriam mais facilmente controláveis. Deu no que deu.

O monstrengo partidário do Brasil assumiu a sua pior face durante o primeiro mandato de Lula, no período que se seguiu ao mensalão, que já se evidenciou como um esquema para manter a base, com seus PPs da vida, saciada. A ordem era diluir. Tirar força dos maiores partidos, incluindo o PMDB e os opositores DEM e PSDB. Nesse ponto, a coisa funcionou.

O rito contrário teria sido o melhor caminho. Uma democracia moderna sobrevive com qualidade mantendo de quatro a seis partidos. Essa quantidade de siglas é mais do que suficiente para atender a todas as demandas por representatividade das linhas de pensamento da sociedade.

Atentem para um fato: em 1996, uma maioria parlamentar mais engajada na ideia de um sistema partidário moderno, aprovou um ponto fundamental a ser previsto em qualquer reforma política que se preze. No caso, a cláusula de desempenho. Essa regra estabelecia uma série de critérios para que os partidos tivessem direito a, por exemplo, fundo partidário, tempo na TV, direito à liderança nas casas legislativas e outros.

A ideia era justamente promover o enxugamento do quadro partidário, que ainda estava longe de ser o absurdo que é hoje. Para preservar os pequenos partidos, a regra previa que a lei só entraria em vigor dez anos depois. Ou seja, em 2006. E o que aconteceu? Ora, em 2006, a maioria governista no Congresso derrubou a medida. Não por crença, mas por método. Fazia parte do projeto de poder de longo prazo da esquerda brasileira.

Chega o momento de acabar com essa bandalheira de partidos. Hoje, são mais de 30. Veremos ainda o espetáculo das siglas de aluguel nas próximas eleições. Alianças serão construídas com mais de uma dezena de siglas. Sopas de letrinhas que não dizem nada e só sugam o dinheiro do contribuinte.

A tarefa mais digna do pós-Dilma será promover essa reforma. Caso o caminho adotado seja manter as coisas como estão, podemos ter a plena certeza das más intenções em andamento.

Dilma pede paz e respeito às manifestações deste domingo

A presidente da República, Dilma Rousseff, disse nesse sábado (12) que as manifestações contra seu governo, marcadas para este domingo (13), em várias cidades do país, devem ser tratadas “com todo respeito”.

“Para mim é muito importante a democracia no nosso país, então eu acredito que o ato de amanhã deve ser tratado com todo respeito”, disse. “Então, eu faço um apelo pela paz e pela democracia”, afirmou. “Nós vivemos um momento em que as pessoas podem se manifestar, podem externar o que pensam, e isso é algo que nós temos de preservar”.

Dilma também pediu para que as manifestações ocorram em paz, sem violência ou vandalismo. “Não acho que seja cabível, e acho que é um desserviço para o Brasil, qualquer ação que constitua provocação, violência e atos de vandalismo de qualquer espécie. Então, eu faço um apelo pela paz e pela democracia”.

A última grande manifestação contra o governo Dilma Rousseff, em março de 2015, levou muitas pessoas às ruas em todo o Brasil. Não houve, no entanto, registros de violência pelas polícias locais.

(Agência Brasil)

Papa Francisco visitará campo de concentração alemão em julho

“O Papa Francisco vai visitar o antigo campo de concentração alemão de Auschwitz-Birkenau, durante a Jornada Mundial da Juventude, que se realiza em Cracóvia no final de julho. De acordo com o programa preliminar, no terceiro dia da sua visita à Polônia, Francisco deverá viajar para Auschwitz, no Sul do país, em 29 de julho, disse o presidente da agência de informação católica KAI, Marcin Przeciszewski.

Esta não será a primeira vez que um papa visita Auschwitz: João Paulo II esteve em 1979 no antigo campo, símbolo do Holocausto dos judeus da Europa. Bento XVI visitou o local em 2006.

O papa deverá permanecer cinco dias na Polônia. Sua chegada está prevista para 27 de julho. O programa prevê que, no segundo dia, Francisco visite o santuário mariano de Czestochowa, onde deverá celebrar uma missa para marcar o 1.050º aniversário do batismo da Polônia.

No primeiro dia, uma vez que é o chefe de Estado do Vaticano, Francisco deverá reunir-se com o presidente Andrzej Duda e outros altos funcionários. O tema central do Dia Mundial da Juventude será a Misericórdia, segundo decisão do papa em relação a todo o ano de 2016.”

(Agência Lusa)

Caso Roberta Carneiro – Justiça revoga prisão de empresário

O ministro Marco Aurelio de Mello, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar, neste sábado (12), garantindo que o empresário Marcelo Fontenele continue respondendo em liberdade o processo no qual é acusado de tentativa de assassinato de Roberta Carneiro.

O ministro acatou uma reclamação dos advogados Paulo Quezado e João Marcelo Pedrosa, tornando sem efeito a decisão da 3ª Vara Federal, que mandava o acusado para a prisão, ao invés do regime semi-aberto, seguindo determinação recente do STF que manda um réu condenado em segundo instância cumprir pena.

A empresária Roberta Carneiro foi baleada no dia 12 de dezembro de 1998, quando, segundo familiares, iria se separar de Marcelo Fontenelle. Ele não aceitava a separação e, durante uma discussão, disparou vários tiros contra Roberta.

Hoje a empresária tem paralisia do lado direito do corpo, além de falta de coerência na fala, cegueira parcial e instabilidade emocional.

Fortaleza terá 900 policiais mobilizados neste domingo de manifestações e clássico-rei

ceará-x-fortaleza (1)

“Fortaleza terá mais de 900 policiais trabalhando durante os eventos previstos para amanhã em Fortaleza. Com duas grandes manifestações marcadas na Capital e um Clássico-Rei no Castelão, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS) montou plano estratégico para garantir a ordem durante os dois eventos.

Ao todo, 713 policiais militares irão trabalhar no entorno do estádio, em terminais de ônibus e vias de acesso ao local. Serão 100 policiais a mais do que o escalado para o último clássico, em 2015, segundo o comandante do Batalhão de Policiamento de Eventos, coronel Aginaldo de Oliveira.

Já para acompanhar os protestos pró e contra o governo Dilma Rousseff, concentrados em dois pontos da Cidade (bairro Parangaba, às 10 horas, e Aterro da Praia de Iracema, às 15 horas) serão 180 militares.

Confronto

O cenário de batalha do último Clássico-Rei em Fortaleza e as recentes cenas de conflito entre torcedores do Fortaleza na última quarta-feira, 9, motivaram a Justiça a retomar medida que proíbe entrada de torcidas organizadas no estádio. Não serão permitidos símbolos, camisas, bandeiras ou instrumentos que façam alusão à Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), à Jovem Garra Tricolor (JGT) e à Cearamor. Apesar da medida, coronel Aginaldo reconhece que a Polícia “não tem meios suficientes” para conter o acesso dos torcedores envolvidos nos últimos confronto.

(POVO Online)

PMDB reconduz Temer para o comando do partido e aprova moção para não ocupar novos cargos

50 1

temerr

Carlos Mazza (Brasília) – A Convenção Nacional do PMDB, realizada neste sábado, 12, em Brasília, reconduziu o vice-presidente da República, Michel Temer, à presidência nacional do partido por mais dois anos. Ele foi reeleito com 537 votos, totalizando 96%.

Foi aprovado em plenário a proposta de recusa de novos cargos no Governo Federal. Isso significa que nenhum peemedebista poderá aceitar nomeação para qualquer cargo de nível federal nos próximos 30 dias.

Com a decisão, o deputado Mauro Lopes (PMDB-MG) não deve assumir a Secretaria de Aviação Civil (SAC), oferecida ao partido pelo Planalto para obter apoio à recondução de Leonardo Picciani (PMDB-RJ) à liderança do partido na Câmara. O PMDB mineiro acatou a deliberação do plenário.

Segundo o tesoureito adjunto do partido, senador Valdir Raupp (RO), 80% dos delegados e parlamentares do PMDB trabalham para que o partido se coloque na posição de independência em relação ao Planalto no Congresso Nacional. A tendência da ala é contestada por ministros peemedebistas, como Henrique Eduardo Alves, do Turismo, Edson Lobão, de Minas e Enrgias, entre outros.

Filiada ao partido desde setembro de 2015, a senadora Marta Suplicy (ex-PT) foi recebida com aplausos por diversos militantes do partido. No evento, a peemedebista afirmou que Dilma “não dá conta do recado” e defendeu que Michel Temer assuma a presidência.

Entre aqueles que estão dentro do governo, o discurso é de que não é momento para discutir o rompimento, e que se deve trabalhar para a unificação, reforçando a aliança da legenda com a gestão petista.

(Com O POVO Online)

Urnas eletrônicas passam por teste de segurança

Durante três dias, especialistas em violar sistemas eletrônicos tentaram quebrar a segurança da urna eletrônica. O chamado Teste Público de Segurança reuniu 13 participantes entre os dias 8 e 10 deste mês em Brasília. Uma Comissão Avaliadora apresentará o resultado dos exames de segurança na terça-feira (15).

“Nesses testes o objetivo é identificar pontos de fragilidade. Uma vez identificados, nós temos tempo de fazer a melhoria para implementar nas eleições”, disse o secretário de Tecnologia de Eleições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino.

Ele diz que esse tipo de teste acontece apenas no Brasil. “Não há outro país que faça algo semelhante de abrir os sistemas eleitorais para que investigadores ou hackers venham tentar quebrar as barreiras de segurança do processo”. Para ele, os testes são uma forma eficiente de melhorar a urna eletrônica.

Dois outros testes foram feitos em anos anteriores. O diferencial desta terceira edição é que foi a primeira depois que o tribunal aprovou uma resolução tornando os testes obrigatórios antes das eleições.

Segundo ele, um relatório será elaborado com as possíveis fragilidades encontradas pelos investigadores. A equipe do TSE buscará soluções e depois submeterá a urna a um novo teste feito pelo investigador que encontrou a fragilidade.

(Agência Brasil)

‘Vão estarrecer o Brasil’ – CPI desvendará a caixa-preta das demarcações de terras, assegura deputado

55 1

O sub-relator da Comissão Parlamentar de Inquérito da Funai-Incra, deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), assegurou que a CPI vai desvendar a caixa-preta das ilegalidades cometidas nas demarcações de terras indígenas e quilombolas em todo o Brasil, que prejudicam os agricultores e a população do País em geral. “Esta CPI vai mostrar coisas que vão estarrecer o Brasil”, disse o deputado.

Colatto citou como exemplo a gravidade da situação da região de Morro dos Cavalos, na Grande Florianópolis, onde conflitos alimentados pela Funai, segundo ele, impediram obras na BR-101. “Isso causou grandes transtornos para a população, com custos elevadíssimos que estão sendo investigados pelo Tribunal de Contas da União (TCU)”, alertou.

De acordo com Valdir Colatto, as demarcações de terras indígenas e de quilombolas são marcadas por desvios de recursos, atos ilegais e contaminações ideológicas. Ele disse que o direito à propriedade privada deve ser respeitado para garantir a produção de alimentos no País.

“E ainda dizem que nós, representantes da agricultura na Câmara, é que agimos com ideologia. Ora, plantar soja, produzir comida, fazer as coisas andar no Brasil e pagar impostos é ideologia? É a agricultura que segura o Brasil em pé e não merece ser tratada assim. Todos os agricultores deveriam ser aplaudidos. E sem direito à propriedade privada não existe democracia”, ressaltou.

O deputado disse que hoje são reivindicadas áreas quilombolas até no centro de grandes cidades, como Salvador e Rio de Janeiro, onde originalmente não haviam quilombos. “Há um caso, em Santa Catarina, em que se reconheceu uma terra de quilombos no centro da cidade. Os próprios remanescentes eram agricultores e, quando foi reconhecida essa área como quilombola, ela passou a ser da União e os remanescentes perderam o direito à propriedade individual, o que gerou um conflito”, alertou.

Valdir Colatto informou que os deputados integrantes da CPI farão diligências nos estados, com apoio da Polícia Federal, para investigar mais casos de abusos e de irregularidades nas demarcações de terras indígenas.

(Agência Câmara Notícias)