Blog do Eliomar

Últimos posts

AFBNB repudia manutenção dos altos juros do FNE

affb

A Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) divulgou, nesta tarde de sexta-feira, nota repudiando decisão do Conselho Monetário Nacional, que manteve a elevação dos juros dos Fundos Constitucionais, entre os quais o FNE. Confira:

Contrariando a expectativa e ignorando a pressão que se iniciou desde o anúncio do aumento dos juros dos Fundos Constitucionais (que envolve o FNE) para 2016 das operações não rurais, o Conselho Monetário Nacional manteve a Resolução 4.452. No entanto, emitiu uma nova resolução garantindo as taxas anteriores, praticadas em 2015, para as operações aprovadas até 16 de dezembro do ano passado, data da medida. A decisão foi tomada na reunião ocorrida ontem, dia 25.

A expectativa da AFBNB e de outros setores era de que esse equívoco fosse corrigido, expectativa essa aumentada pela notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico, cujas fontes ouvidas falavam de revogação da Resolução, o que poderia ocorrer justamente na reunião de ontem.

A decisão é um ataque direto às regiões da área dos fundos constitucionais e uma brecha para que procedimentos semelhantes sejam aplicados a outros setores, inclusive ao setor agrícola, quando do Plano Safra e do Plano Agrícola e Pecuário.

A elevação dos juros do FNE afeta a região de diferentes maneiras e a repercussão é em série: produtores, instituições de desenvolvimento, região de modo geral e o próprio instrumento FNE. Isso porque se o diferencial de um banco de desenvolvimento, a exemplo do BNB, é justamente ter crédito em condições diferenciadas, conforme determina a Constituição Federal, isso é completamente ignorado com a manutenção da Resolução. Além do que o crédito do BNB, que é de longo prazo e de fomento, não pode ser referenciado pelo mercado. Com os juros nesses patamares elevados, a tomada do crédito fica retraída. Assim, perde a Região, perde o Brasil.

Para alguns especialistas, que conhecem o BNB, não é possível manter a Resolução 4452 porque antes de tudo é um atentado à própria Constituição Federal, porque ao colocar o artigo 159 – referente aos fundos constitucionais – a Constituição instituiu condições diferenciadas para as regiões mais pobres em termos de financiamento do desenvolvimento.

Além disso, o custo diferencial das operações dos fundos constitucionais nas regiões mais pobres significa um fator de competitividade importante para oferecer às empresas que já operam (já atuam, estão implantadas) e também como fator de competitividade para atrair novas empresas para a região. Esses e outros fatores fundamentam a crítica à Resolução do Governo.

Tão logo tomou conhecimento da Resolução, a AFBNB não mediu esforços para agregar mais atores contrários, por entender que é extremamente prejudicial à sociedade nordestina. Por isso realizou seminário, tratou do assunto no Congresso Nacional e pautou a imprensa. Um dos participantes do seminário, o deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE), apresentou em 03 de fevereiro, na Câmara dos Deputados, um Projeto de Decreto Legislativo – PDC 313/2016 (acompanhe aqui) – que determina que as taxas de juros para utilização de recursos do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Nordeste (FNE) retornem a seu nível normal, sustando a Resolução 4.452, do CMN.

Se a medida não foi revertida pela via administrativa, ainda pode ser pela via política. Portanto, a mobilização e pressão da sociedade devem continuar. A AFBNB acompanhará o PDC e colocará todo o seu conhecimento e trabalho de articulação política voltado para a revogação da lamentável medida.

AFBNB – Diretoria.

FGTS libera mais de R$ 21,7 bilhões para projetos de habitação em 2016

“O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aprovou hoje (26) a liberação de mais R$ 21,7 bilhões em recursos do FGTS para habitação em 2016. Com a ampliação, o orçamento do FGTS para este ano passa de R$ 83 bilhões para R$ 104,7 bilhões. O fundo financia obras de infraestrutura.

Os R$ 21,7 bilhões a mais serão distribuídos em duas linhas de investimento. Na primeira, R$ 11,7 bilhões serão para investimentos tradicionais na habitação, sendo R$ 8,2 bilhões para o FGTS Pró-Cotista. A segunda linha de investimento será de R$ 10 bilhões para Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), de modo a estimular a construção civil no país.

“Esses recursos, todos eles voltados para habitação, representam mais empregos e a construção de, em média, 140 mil novas unidades habitacionais”, afirmou o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto. “Estamos ampliando nossos investimentos, dinamizando a economia, aumentando a produção de habitações e estimulando a geração de trabalho e emprego”, acrescentou.

De acordo com o secretário-executivo do Conselho Curador do FGTS, Quênio Cerqueira, do total de R$ 21,7 bilhões anunciados hoje, pelo menos R$ 7,6 bilhões devem ser investidos em habitação popular.

Cerqueira esclareceu que o orçamento para linha pró-cotista foi ampliado devido ao crescimento da procura por esse financiamento, que é voltado mais para famílias de classe média que não se enquadram nos limites de financiamento da habitação popular e em programas como o Minha Casa, Minha Vida.”

(Agência Brasil)

Sintsef/CE vai inaugurar a Biblioteca Patativa do Assaré

A direção colegiada do Sindicato dos Trabalhos no Serviço Público Federal no Ceará (Sintsef/CE), através da coordenação de Formação Política e Sindical, vai inaugurar, nesta segunda-feira, a Biblioteca Patativa do Assaré. O evento ocorrerá às 18 horas, na sede do sindicato. Após a cerimônia de inauguração, haverá momento de autógrafos de livros de filiados da entidade, publicados com o apoio do sindicato nos últimos anos.

O espaço homenageia Patativa do Assaré, nome escolhido, em votação pela direção colegiada, por sua reconhecida contribuição cultural em cantar, com seus versos, a força, o amor e a resistência dos cearenses e nordestinos diante das dificuldades.

Com acervo de livros, revistas, vídeos e fotos, a Biblioteca Patativa do Assaré se propõe a ser um espaço de socialização da cultura, da educação e da memória do sindicalismo cearense e da luta dos trabalhadores.

SERVIÇO

*Sintsef/CE – Biblioteca – Rua 24 de maio, 1201, Centro de Fortaleza.

Orquestra Sinfônica da Uece homenageará Humberto Teixeira

humbertoteisie

A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (Osuece) fará concerto neste domingo, às 17 horas, na Praça Verde dom Centro Dragão do Mar. Trata-se de uma homenagem ao compositor cearense Humberto Teixeira, parceiro musical de Luiz Gonzaga e teórico do baião.

Com entrada franca, o show “Humberto Teixeira – Viva a Memória do Doutor do Baião” apresentará arranjos executadas pela orquestra, sob regência e direção artística do maestro Alfredo Barros, e contará com os cantores Adelson Viana, Calé Alencar, Marcus Caffé, Paulo Belim e Marina Cavalcante, representantes de diferentes gerações da cena musical cearense.

O show conta com a parceria do Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE, também equipamento da Secult), da TVC, que fará transmissão ao vivo do concerto, e da Koisa & TAO Produções Artísticas.

“Doutor do Baião”

Cearense nascido no Iguatu, em 1915 – mesmo ano de uma das mais devastadoras secas que o Ceará já viu –, Humberto Cavalcanti Teixeira partiu no rumo do Rio de Janeiro para, junto de Luiz Gonzaga, formatar e inserir o Baião e todo seu sertão na Indústria Cultural do País, nas décadas de 1940 e 1950. Nesse movimento, o poeta de Asa Branca ajudou a compor também um dos painéis mais ricos e diversificados da música brasileira.

Teórico e ideólogo do baião, Teixeira foi muito mais que o parceiro brilhante de Luiz Gonzaga. Foi um músico respeitável, que merece ser conhecido em razão das iniciativas que tomou, da luta pelos direitos autorais, pela atuação política (foi Deputado Federal pelo Ceará, eleito em 1954) e por conta de um sem número de composições gravadas por vários intérpretes. Em 2015, o poeta de Iguatu completou centenário de nascimento.

Fortaleza terá um pouquinho dos shows da Broadway

2602va04100

O grupo Rod Hanna fará apresentação única, a partir das 21 horas desta sexta-feira, no Teatro RioMar. O grupo levará ao palco o espetáculo A Festa dos Musicais, onde os shows mais icônicos da Broadway são revisitados durante a exibição. Há também, uma homenagem a Carmen Miranda – cantora que, segundo o coletivo, explica a paixão dos brasileiros por musicais.

No palco, 16 artistas fazem homenagem aos grandes musicais da Broadway como Mudança de Hábito, Flashdance, Priscilla, Rei Leão, Fantasma da Ópera, Grease, Embalos de Sábado à Noite e Mamma Mia. “Priorizamos as canções mais conhecidas de cada musical. É um show para todo mundo cantar junto. Tem coreografias, tem versões bem particulares de cada musical. É uma celebração do amor dos brasileiros por musicais”, explica Rodrigo Laguna, vocalista do Rod Hanna.

A Festa dos Musicais circula há quatro anos e já passou por várias Capitais. Para compor a apresentação, o grupo fez uma série de viagens a Nova York. Parte do material coletado, em vídeos e fotografias, é apresentado no painel de LED que compõem a cenografia do espetáculo. Imperdível.

SERVIÇO

Teatro RioMar Fortaleza – Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Papicu.

Classificação livre.

Plateia alta: R$ 180/ R$ 90

Plateia baixa B e A: R$ 200 / R$ 100.

Correios oferece 4 mil vagas do Programa Jovem Aprendiz

“A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos abre inscrições para formação de cadastro de reserva dentro do Programa Jovem Aprendiz. Os interessados devem se inscrever através do site da instituição até o dia 13 de março e não pagam nada. A empresa oferta quase 4 mil vagas.

É preciso que o candidato tenha entre 14 e 22 anos completos, exceto se pessoa com deficiência. Além disso, deve estar matriculado na escola e cursando, no mínimo, o 9º ano do ensino fundamental.

O salário é de R$ 413,33 com vale-transporte e vale-refeição ou alimentação.O Jovem Aprendiz terá direito ao curso de aprendizagem de assistente administrativo e jornada de aprendizagem de 20 horas semanais, distribuídas em quatro horas diárias.

A seleção ocorre por meio da comprovação de requisitos referentes à renda familiar, da aprovação escolar, série atual e participação em projetos sociais, a partir de uma pontuação detalhada no edital.”

(O POVO Online)

Bispos do Nordeste visitarão o projeto da Transposição do São Francisco

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) – Regional Nordeste 2, organizou uma caravana socioambiental que vai percorrer, de segunda-feira até quinta próxima, as obras do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF). O presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Felipe Mendes, participará da programação.

A Codevasf será a operadora do Projeto São Francisco quando a obra – considerada a maior realizada pelo governo federal no Nordeste – for concluída e entregue pelo Ministério da Integração Nacional. Ao todo, cerca de doze milhões de pessoas em quatro estados (Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco) serão beneficiadas.

A comitiva será composta por representantes da igreja católica, organizações da sociedade civil, universidades e representantes do governo federal, dos ministérios da Integração Nacional, do Meio Ambiente, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, do Desenvolvimento Agrário, além de técnicos do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

O ponto inicial da viagem será o município de Itajá, no Rio Grande do Norte, onde haverá visita à Barragem Armando Ribeiro. O grupo também vai conhecer as obras da Barragem Oiticica, em Jucurutu. À tarde, se deslocará para Cajazeiras. Na terça, a comitiva irá à Barragem Engenheiro Ávidos – conhecido como Boqueirão –, no município paraibano de São José de Piranhas, um dos reservatórios que receberá as águas do Velho Chico. À tarde, virá para o Ceará, onde serão visitados o Açude Jati e o Canal Eixo Norte, no município de Jati. Ainda, no Ceará, a caravana conhecerá algumas vilas produtivas.

Na quarta, a comitiva conhecerá a Estação de Bombeamento da água do Velho Chico, em Salgueiro, Pernambuco. No final da tarde, irão ao rio São Francisco, onde acontecerá uma celebração.  A viagem termina na quinta-feira, com uma missa na Catedral, na cidade de Salgueiro, e com um momento de diálogo com representantes da sociedade civil, órgãos públicos, envolvidos com o Projeto de Integração das Bacias e representantes do assentamento Baixa Verde (de Jati-CE) e de uma comunidade quilombola de Salgueiro (PE).

Prefeito Roberto Cláudio assinará ordem de serviço da Areninha do Planalto Ayrton Senna

396 1

rclaudio-1-1

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai assina, ás 18 horas desta sexta-feira, a ordem de serviço para construção da Areninha do bairro Planalto Ayrton Senna. Com 3.900m², o local vai receber investimento de R$ 1,4 milhão para a construção de uma área moderna, adequada para a prática de esporte, lazer e convivência diária da população. O prazo para a conclusão e inauguração do novo equipamento esportivo é de seis meses.

Com o início da obra, o campinho de areia localizado no encontro da Avenida 1 com a rua Juventude receberá gramado sintético, redes de proteção, alambrados, arquibancadas, acessibilidade para cadeirantes, vestiários, sala de administração, paisagismo, nova iluminação, pavimentação e piso podotátil. Também será realizada a requalificação do entorno do equipamento e a implantação de luz branca.

Além da comunidade do Planalto Ayrton Senna, moradores dos bairros vizinhos como Mondubim, Prefeito José Walter e Parque Presidente Vargas serão beneficiados com a nova Arenhinha.

Alô, cearense! Correio Aéreo Nacional oferece voo gratuito

Cruzex V 2010 Na foto: Avião Hércules Foto: Rafael Cavalcante, em 12/11/2010

Já imaginou viajar de graça para vários cantos do Brasil? Saiba que a Base Aérea de Fortaleza, por meio do Correio Aéreo Nacional (CAN), oferece voos gratuitos aos fortalezenses. A carona ocorre devido a disponibilidade nas aeronaves durante as viagens de Transporte Aéreo Logístico.

O interessado deve comparecer ao Posto do Correio Aéreo Nacional de Fortaleza (PCAN-FZ), portando a original e cópia da carteira de identidade (RG) e comprovante de residência para realizar sua inscrição. No ato do cadastro é preciso estabelecer o período e o local desejados. Caso coincidam as datas e o local de viagem com algum voo, a Base Aérea entrará em contato para informar sobre a disponibilidade.
Diferentemente das viagens por meio das companhias comerciais, as aeronaves não possuem serviços a bordo. Além disso, os limites da bagagem de mão correspondem ao peso máximo de 5kg por passageiro e dimensão total de até 115 cm. Já as bagagens despachadas pelos passageiros estão limitadas 10kg em aeronaves com até 20 assentos, 15kg de 20 até 50 assentos e 20kg em aviões com mais de 50 assentos.
Segundo o PCAN-FZ, os destinos mais procurados pelos fortalezenses são Manaus, Brasília, Rio de Janeiro, Natal e Recife dentre dos 16 destinos disponíveis pelo País.
SERVIÇO
*Posto do Correio Aéreo Nacional de Fortaleza (PCAN-FZ)
Local: av. Borges de Melo, 205, Aeroporto.
Telefone para mais informações: (85) 3216-3195/(85) 3216-3025.
(O POVO Online)

Cearense integra lista tríplice para Advogado-Geral da União

325 1

18-07-UNAFE-realiza-Assembleia-Geral-Extraordinária-em-Brasília-3-UNAFE

O cearense Carlos Marden está na lista tríplice da qual sairá o futuro Advogado-Geral da União em substituição a Luis Inácio Adams. Completam a lista Lademir Gomes e Galdino Dias. A lista tríplice será agora enviada para a presidente Dilma Rousseff, que definirá o nome a ocupar a função.

“É urgente que seja promovido o resgate da dignidade da Advocacia-Geral da União e sua valorização, para assegurar que, dentro do perfil de advocacia de estado, ela seja capaz de combater à corrupção, preservar o erário público e viabilizar as políticas públicas”, diz Carlkos Marden.

O cargo de Advogado Geral da União foi disputado por oito mil membros em todo o Brasil, entre procuradores federais, procuradores do Banco Central, procuradores da Fazenda Nacional e Advogados da União, através de votação aberta aos membros da categoria.

Quem é?

Carlos Marden Cabral Coutinho é Procurador Federal da AGU. Tem bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com posterior especialização em Processo Civil e Mestrado em Ordem Jurídica Constitucional pela mesma Instituição. Por fim, recebeu o título de Doutor em Direito Processual pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUCMINAS). Atua como professor de Direito na Escola Superior Dom Hélder Câmara. Carlos Marden foi, ainda, Diretor-Geral da União dos Advogados Públicos Federais do Brasil (UNAFE).

Dilma indica nomes para o STJ

“A presidenta Dilma Rousseff indicou nessa quinta-feira (25) os magistrados Antonio Saldanha Palheiro, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), e Joel Paciornik, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, para integrar o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os nomes foram publicados na edição de hoje (26) do Diário Oficial da União.

As indicações seguem para sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal e, posteriormente, serão submetidos à votação no plenário da Casa. Aprovados, serão nomeados pela presidenta da República.

Antonio Saldanha Palheiro e Joel Paciornick vão substituir, respectivamente, os ministros aposentados Sidnei Beneti e Gilson Dipp.

De acordo com o STJ, ambos foram indicados após figurar em lista tríplice definida pelo Pleno do tribunal e encaminhada à presidenta Dilma. Com o preenchimento das duas vagas, a composição do tribunal ficará completa.

O STJ é composto por 33 ministros: um terço de magistrados oriundos dos tribunais regionais federais, um terço de desembargadores dos tribunais de justiça e um terço, em partes iguais, alternadamente, de advogados e membros do Ministério Público Federal, estadual e do Distrito Federal.”

(Agência Brasil)

Empresas têm até segunda-feira para entregar comprovante de rendimento aos funcionarios

“As fontes pagadoras têm menos de quatro dias para entregar o comprovante de rendimento aos funcionários, para que eles possam preencher a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2016. O prazo termina na segunda-feira (29). Na terça-feira (1º de março), a Receita Federal começa a receber as declarações. De acordo com o Supervisor do Imposto de Renda, Joaquim Adir, a multa por atraso para as fontes pagadoras é de R$ 41,43 por documento.

O programa gerador da declaração para ser usado no computador já está disponível no site da Receita Federal. Para enviá-lo, o contribuinte deverá usar o Receitanet, que poderá também ser baixado na página da Receita, onde estão disponíveis as configurações mínimas dos computadores que executarão o programa. Embora já possa instalar os programas no computador, o contribuinte só conseguirá enviar a declaração na próxima terça-feira, início do prazo.

O aplicativo do Imposto de Renda para dispositivos móveis (tabletes e smartphones) na versão Android será enviado no dia 1º para a loja virtual da Google Play. De acordo com a Receita Federal, o envio do programa será feito às 7 horas. Normalmente, segundo os técnicos, leva uma ou duas horas para ser liberado aos usuários. “O aplicativo está homologado, mas somente podemos disponibilizá-lo quando a transmissão da declaração 2016 estiver autorizada”, informou a área da Receita responsável pelo aplicativo.

A versão iOS já foi enviada para Apple e aguarda autorização da empresa, informou a Receita. A previsão é que esteja disponível nos primeiros dias de março. A declaração on-line da declaração, que estará disponível no Centro Virtual de Atendimento (eCAC) para usuários com certificado digital, está prevista também a ser disponibilizada no começo do mês.

Cerca de 28,5 milhões de contribuintes deverão enviar à Receita Federal a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016. O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado.”

(Agência Brasil)

Sinduscon lança campanha “Construção Unida Contra o Mosquito”

foto andré montenegro construção civil

O presidente do Sindicato das Construtoras do Ceará, André Montenegro, lançará, terça-feira próxima, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, a campanha “Construção Unida Contra o Mosquito Aedes aegypti”. O ato ocorrerá às 7h30min, no canteiro de obras do empreendimento Esquina das Silvas, situado no Meireles.

A ação faz parte do calendário de atividades do Programa Qualidade de Vida na Construção (PQVC), do Sinduscon, e tem por objetivo mobilizar operários dos mais de 300 canteiros de obras espalhados pela Capital e Região Metropolitana em ações de prevenção contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Governo e Prefeitura homeangearão Audifax Rios

acrisiiss

O secretário da Cultura de Fortaleza, Magela Lima, e o assessor especial para Acolhimento dos Movimentos Sociais do Estado, Acrísio Sena, discutiram, nesta sexta-feira, sobre uma programação em homenagem a Audifax Rios. Os detalhes ainda não foram divulgados.

Audifax Rios era escritor e artista plástico. Morreu no dia 26 de abril de 2015, em sua terra natal, Santana do Acaraú. Era também colunista do O POVO.

*Sobre o artista, leia aqui.

(Foto – Divulgação)

Assembleia Legislativa debaterá Doenças Raras

Fernanda-Pessoa-631x450

Uma audiência pública debaterá “Doenças Raras – a Atrofia Muscular Espinhal (AME) e o cumprimento da Portaria Federal n. 199 no Ceará”. A audiência será aberta ao público e acontecerá às 8h30min, no Complexo das Comissões da Assembleia Legislativa, atendendo a um requerimento da deputada Fernanda Pessoa (PR).

A portaria nº 199 institui políticas públicas para familiares e pessoas portadoras de doenças raras e, entre disposições, estabelece a distribuição de medicamentos e insumos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) no âmbito do SUS e uma Rede de Atenção e Cuidados à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas também pelo SUS. De acordo com muitas famílias, a portaria não está sendo cumprida no Ceará.

Membros da Associação Brasileira de Amiotrofia Espinhal (ABRAME) informam que existem crianças morando em hospital, porque as famílias não têm condições financeiras de implantar estrutura hospitalar em suas residências. A Atrofia Muscular Espinhal ( AME ) é uma doença genética e rara que atinge os neurônios que ligam a medula espinhal ao músculo. As crianças que nascem com a ame não andam, e nos casos mais graves não tem o controle do tronco para sentar. Para especialistas é imprescindível mais incentivos à pesquisa.

Convidados da audiência

André Pessoa, neuropediatra do Hospital Infantil Albert Sabin, Henrique Javi, secretário de saúde do Estado do Ceará, Socorro Martins, secretária de saúde de Fortaleza, Cristiano Rola, coordenador Unimed Lar/Doenças Crônicas, Marcelo Alcântara, médico pneumologista/especialista em doenças neuromusculares e Fátima Braga, presidente da Associação Brasileira de Amiotrofia Espinhal – ABRAME e mãe de um adolescente com Doença Rara – Atrofia Muscular Espinhal – AME.

Contas públicas fecharam em janeiro com saldo positivo

“A União, os estados e os municípios iniciaram o ano com saldo positivo nas contas públicas de R$ 27,913 bilhões, após oito meses seguidos de défícit primário, receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros. Em janeiro de 2015, o superávit primário foi menor: R$ 21,063 bilhões.

Esse foi o maior superávit primário desde novembro de 2013 (R$ 29,745 bilhões). Em janeiro de 2013, o superávit primário ficou em R$ 30,251 bilhões. Os dados foram divulgados, hoje, pelo Banco Central, em Brasília.

Em janeiro deste ano, o Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) acusou superávit primário de R$ 20,899 bilhões. Os governos estaduais registraram superávit primário de R$ 6,401 bilhões, e os municipais, de R$ 1,576 bilhão. As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas as dos grupos Petrobras e Eletrobras, tiveram déficit primário de R$ 962 milhões em janeiro último. Os gastos com os juros – que incidem sobre a dívida – totalizaram R$ 56,218 bilhões em janeiro contra R$ 18,022 bilhões no mesmo mês de 2015.”

(Agência Brasil)

Companhia de Dança Jane Ruth leva ao palco do Dragão do Mar o espetáculo “Neura”

neura 2

O espetáculo “Neura” ocupará o palco do anfiteatro do Dragão do Mar nesta sexta e sábado, a partir das 20 horas. Trata-se de uma produção da Companhia de Dança Jane Ruth e do Grupo BCAD (Bailarinos de Cristo, Amor e Doação). Essas apresentações encerram temporada desses grupos, depois de uma circulada pelas principais capitais brasileiras e vários municípios cearenses,

“Neura” é  um espetáculo que tem sua base conceitual calcada nas neuroses geradas pela atual forma de viver na sociedade contemporânea. Os dançarinos usam a dança para falar do cotidiano, da correria das grandes cidades e da rotina atribulada que incomoda os seres humanos.

SERVIÇO

*Anfiteatro do Centro Cultural Dragão do Mar

*Gratuito.

Ameaçadas por desapropriação, famílias farão passeata no Presidente Kennedy

Moradores do entorno do Shopping RioMar, ameaçados de desapropriação, realizarão passeata neste sábado, a partir das 8 horas. Eles protestarão contra a Prefeitura de Fortaleza, pois não querem deixar suas casas.

A passeata tem o apoio de movimentos como o Levante Popular da Juventude e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. A desapropriação integra o plano de mobilidade do futuro Shopping RioMar.

A Defensoria Pública do Estado do Ceará e o Escritório Frei Tito de Alencar apoiam a manifestação, que sairá pelas ruas do bairro com foco nas Avenidas Dr. Theberge e Rua Santa Sofia.

Minha Casa, Minha Vida terá R$ 970 milhões

minha-casa

“Resolução publicada hoje (26) no Diário Oficial da União estabelece o plano de metas e as diretrizes gerais para a aplicação dos recursos do Fundo de Desenvolvimento Social, destinados ao Programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo o texto, poderá ser usado o montante de até R$ 970 milhões em 2016, dos quais R$ 613,8 milhões para pagamento de obras em curso e R$ 338 milhões para contratação de novas operações de crédito.

A terceira fase do programa deverá ser anunciada em março. A prestação mínima do Minha Casa, Minha Vida vai subir de R$ 25 para R$ 80 e será cobrada para as novas moradias do programa habitacional, que começam a ser contratadas este ano. Pertencente à terceira etapa do programa, a mudança se refere às famílias que estão na primeira faixa, com renda de até R$ 1,8 mil.

Para as pessoas que recebem salário mensal de no máximo R$ 800, a prestação será de R$ 80. De acordo com o Ministério das Cidades, para aqueles que têm renda mensal entre R$ 800 e R$ 1,2 mil, o valor corresponderá a 10% do salário. As famílias cujo salário médio varia entre R$ 1,2 mil e R$ 1,8 mil pagarão mensalmente o valor que corresponde a 15% do salário.

A prestação mínima paga anteriormente pelos beneficiários do programa era de R$ 25 por mês. Antes das mudanças, em toda a Faixa 1, cerca de 95% do imóvel era subsidiado pelo governo.”

(Agência Brasil)

Qual mãe suportaria ter o filho chamado de “monstro”?

157 2

Com o título “A mãe entre tiros”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda sobre a mãe do jovem Dylan Klebold, um dos autores do massacre em colégio dos EUA, em 1999. Confira:

Dia desses me deparei com matéria – muito bem escrita, por sinal – do The Guardian, postada no Facebook pela amiga Ana Nunes. Assinada pela jornalista Emma Brockes, o texto foi desenvolvido com base em entrevista feita com Sue Klebold, mãe de Dylan Klebold. Para quem não lembra, há 17 anos, em 20 de abril de 1999, dois atiradores planejaram e executaram um ataque à Columbine High School, em Denver, Colorado (EUA), matando 12 alunos e um professor. Um dos autores da chacina foi Dylan, 17 anos, que planejou, com o colega Eric Harris, 18, explodir a escola inteira. Ambos cometeram suicídio depois.

O episódio deixou cicatrizes na memória americana, virou filme dirigido pelo polêmico cineasta Michael Moore, que documentou o evento, que sempre é lembrado quando surgem notícias de massacres em escolas americanas. Após anos de silêncio, Sue resolveu falar a respeito e lançou o livro A Mother’s Reckoning: Living in the Aftermath of the Columbine Tragedy. Ainda sem tradução em português, trata-se de um acerto de contas de uma mãe com sua vida após a tragédia.

Num mundo tomado pelo ódio, onde a pena de morte e da redução da maioridade penal são “soluções” apontadas por uma incômoda maioria para “resolver” o problema da violência, é desafiador ler a reportagem. Verificar o amor inabalável de uma mãe por seu filho e a dificuldade de aceitar toda uma sociedade chamá-lo de “monstro”, após partilhar intensas experiências de carinho e atenção durante toda uma – curta – vida. No memorial para as vítimas de Columbine, lê-se uma frase paradigmática: “a parte mais difícil é ver que eram crianças matando crianças”.

Mais do que isso, é inevitável pensar sobre o nível de cobrança que se abate sobre a família de quem comete tais crimes hediondos, notadamente sobre a figura materna. A expressão “isso é falta de pai e mãe” ou “a mãe não viu isso, não?” vem quase que imediatamente à cabeça. Como não podia deixar de ser, Sue Klebold também foi tomada por tal indagação e perguntou-se, como qualquer mãe, “onde foi que eu errei”. Como ela mesma diz, a mãe, supostamente, “deve saber tudo”.

Meu sogro sempre me lembra a diferença de tratamento que nossa sociedade faz entre pai e mãe: “no Dia das Mães, os cemitérios ficam lotados. No dos Pais, está entregue aos coveiros”. Tal carinho ou reconhecimento tem seu preço. A facilidade com que se culpa a mãe pelos males da humanidade é evidente. E não é só nos estádios de futebol. Admito que é dureza ser mulher neste mundo. Mas, na qualidade de pai, tenho que reconhecer também que ser mãe deve ter um grau de dificuldade ainda maior.

A carga de amor depositada num filho supera qualquer tipo de questionamento e, muitas vezes, cega nossos olhos. Ter um assassino na família, alguém que se ama profundamente, exige um nível compreensão que aniquila, complexifica e resignifica nossos padrões éticos. Pensar no outro que matou, tentar entendê-lo, é tarefa para bem poucos. Exercer o poder do perdão em eventos como este é talvez a maior das raridades.
Sue viu-se frente à frente com o cruel exercício de tentar perdoar não só o filho, mas a si mesma. É inevitável pensar em milhares de mães, aqui mesmo, no Brasil, que precisam administrar esta mesma situação todos os dias. A elas, o testemunho dolorido de Sue Klebold pode parecer uma linha no horizonte deste difícil aprendizado: “o amor não é suficiente”.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.
demetriofarias@gmail.com