Blog do Eliomar

Últimos posts

Sinduscon lança campanha “Construção Unida Contra o Mosquito”

foto andré montenegro construção civil

O presidente do Sindicato das Construtoras do Ceará, André Montenegro, lançará, terça-feira próxima, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, a campanha “Construção Unida Contra o Mosquito Aedes aegypti”. O ato ocorrerá às 7h30min, no canteiro de obras do empreendimento Esquina das Silvas, situado no Meireles.

A ação faz parte do calendário de atividades do Programa Qualidade de Vida na Construção (PQVC), do Sinduscon, e tem por objetivo mobilizar operários dos mais de 300 canteiros de obras espalhados pela Capital e Região Metropolitana em ações de prevenção contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Governo e Prefeitura homeangearão Audifax Rios

acrisiiss

O secretário da Cultura de Fortaleza, Magela Lima, e o assessor especial para Acolhimento dos Movimentos Sociais do Estado, Acrísio Sena, discutiram, nesta sexta-feira, sobre uma programação em homenagem a Audifax Rios. Os detalhes ainda não foram divulgados.

Audifax Rios era escritor e artista plástico. Morreu no dia 26 de abril de 2015, em sua terra natal, Santana do Acaraú. Era também colunista do O POVO.

*Sobre o artista, leia aqui.

(Foto – Divulgação)

Assembleia Legislativa debaterá Doenças Raras

Fernanda-Pessoa-631x450

Uma audiência pública debaterá “Doenças Raras – a Atrofia Muscular Espinhal (AME) e o cumprimento da Portaria Federal n. 199 no Ceará”. A audiência será aberta ao público e acontecerá às 8h30min, no Complexo das Comissões da Assembleia Legislativa, atendendo a um requerimento da deputada Fernanda Pessoa (PR).

A portaria nº 199 institui políticas públicas para familiares e pessoas portadoras de doenças raras e, entre disposições, estabelece a distribuição de medicamentos e insumos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) no âmbito do SUS e uma Rede de Atenção e Cuidados à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas também pelo SUS. De acordo com muitas famílias, a portaria não está sendo cumprida no Ceará.

Membros da Associação Brasileira de Amiotrofia Espinhal (ABRAME) informam que existem crianças morando em hospital, porque as famílias não têm condições financeiras de implantar estrutura hospitalar em suas residências. A Atrofia Muscular Espinhal ( AME ) é uma doença genética e rara que atinge os neurônios que ligam a medula espinhal ao músculo. As crianças que nascem com a ame não andam, e nos casos mais graves não tem o controle do tronco para sentar. Para especialistas é imprescindível mais incentivos à pesquisa.

Convidados da audiência

André Pessoa, neuropediatra do Hospital Infantil Albert Sabin, Henrique Javi, secretário de saúde do Estado do Ceará, Socorro Martins, secretária de saúde de Fortaleza, Cristiano Rola, coordenador Unimed Lar/Doenças Crônicas, Marcelo Alcântara, médico pneumologista/especialista em doenças neuromusculares e Fátima Braga, presidente da Associação Brasileira de Amiotrofia Espinhal – ABRAME e mãe de um adolescente com Doença Rara – Atrofia Muscular Espinhal – AME.

Contas públicas fecharam em janeiro com saldo positivo

“A União, os estados e os municípios iniciaram o ano com saldo positivo nas contas públicas de R$ 27,913 bilhões, após oito meses seguidos de défícit primário, receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros. Em janeiro de 2015, o superávit primário foi menor: R$ 21,063 bilhões.

Esse foi o maior superávit primário desde novembro de 2013 (R$ 29,745 bilhões). Em janeiro de 2013, o superávit primário ficou em R$ 30,251 bilhões. Os dados foram divulgados, hoje, pelo Banco Central, em Brasília.

Em janeiro deste ano, o Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) acusou superávit primário de R$ 20,899 bilhões. Os governos estaduais registraram superávit primário de R$ 6,401 bilhões, e os municipais, de R$ 1,576 bilhão. As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas as dos grupos Petrobras e Eletrobras, tiveram déficit primário de R$ 962 milhões em janeiro último. Os gastos com os juros – que incidem sobre a dívida – totalizaram R$ 56,218 bilhões em janeiro contra R$ 18,022 bilhões no mesmo mês de 2015.”

(Agência Brasil)

Companhia de Dança Jane Ruth leva ao palco do Dragão do Mar o espetáculo “Neura”

neura 2

O espetáculo “Neura” ocupará o palco do anfiteatro do Dragão do Mar nesta sexta e sábado, a partir das 20 horas. Trata-se de uma produção da Companhia de Dança Jane Ruth e do Grupo BCAD (Bailarinos de Cristo, Amor e Doação). Essas apresentações encerram temporada desses grupos, depois de uma circulada pelas principais capitais brasileiras e vários municípios cearenses,

“Neura” é  um espetáculo que tem sua base conceitual calcada nas neuroses geradas pela atual forma de viver na sociedade contemporânea. Os dançarinos usam a dança para falar do cotidiano, da correria das grandes cidades e da rotina atribulada que incomoda os seres humanos.

SERVIÇO

*Anfiteatro do Centro Cultural Dragão do Mar

*Gratuito.

Ameaçadas por desapropriação, famílias farão passeata no Presidente Kennedy

Moradores do entorno do Shopping RioMar, ameaçados de desapropriação, realizarão passeata neste sábado, a partir das 8 horas. Eles protestarão contra a Prefeitura de Fortaleza, pois não querem deixar suas casas.

A passeata tem o apoio de movimentos como o Levante Popular da Juventude e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. A desapropriação integra o plano de mobilidade do futuro Shopping RioMar.

A Defensoria Pública do Estado do Ceará e o Escritório Frei Tito de Alencar apoiam a manifestação, que sairá pelas ruas do bairro com foco nas Avenidas Dr. Theberge e Rua Santa Sofia.

Minha Casa, Minha Vida terá R$ 970 milhões

minha-casa

“Resolução publicada hoje (26) no Diário Oficial da União estabelece o plano de metas e as diretrizes gerais para a aplicação dos recursos do Fundo de Desenvolvimento Social, destinados ao Programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo o texto, poderá ser usado o montante de até R$ 970 milhões em 2016, dos quais R$ 613,8 milhões para pagamento de obras em curso e R$ 338 milhões para contratação de novas operações de crédito.

A terceira fase do programa deverá ser anunciada em março. A prestação mínima do Minha Casa, Minha Vida vai subir de R$ 25 para R$ 80 e será cobrada para as novas moradias do programa habitacional, que começam a ser contratadas este ano. Pertencente à terceira etapa do programa, a mudança se refere às famílias que estão na primeira faixa, com renda de até R$ 1,8 mil.

Para as pessoas que recebem salário mensal de no máximo R$ 800, a prestação será de R$ 80. De acordo com o Ministério das Cidades, para aqueles que têm renda mensal entre R$ 800 e R$ 1,2 mil, o valor corresponderá a 10% do salário. As famílias cujo salário médio varia entre R$ 1,2 mil e R$ 1,8 mil pagarão mensalmente o valor que corresponde a 15% do salário.

A prestação mínima paga anteriormente pelos beneficiários do programa era de R$ 25 por mês. Antes das mudanças, em toda a Faixa 1, cerca de 95% do imóvel era subsidiado pelo governo.”

(Agência Brasil)

Qual mãe suportaria ter o filho chamado de “monstro”?

160 2

Com o título “A mãe entre tiros”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda sobre a mãe do jovem Dylan Klebold, um dos autores do massacre em colégio dos EUA, em 1999. Confira:

Dia desses me deparei com matéria – muito bem escrita, por sinal – do The Guardian, postada no Facebook pela amiga Ana Nunes. Assinada pela jornalista Emma Brockes, o texto foi desenvolvido com base em entrevista feita com Sue Klebold, mãe de Dylan Klebold. Para quem não lembra, há 17 anos, em 20 de abril de 1999, dois atiradores planejaram e executaram um ataque à Columbine High School, em Denver, Colorado (EUA), matando 12 alunos e um professor. Um dos autores da chacina foi Dylan, 17 anos, que planejou, com o colega Eric Harris, 18, explodir a escola inteira. Ambos cometeram suicídio depois.

O episódio deixou cicatrizes na memória americana, virou filme dirigido pelo polêmico cineasta Michael Moore, que documentou o evento, que sempre é lembrado quando surgem notícias de massacres em escolas americanas. Após anos de silêncio, Sue resolveu falar a respeito e lançou o livro A Mother’s Reckoning: Living in the Aftermath of the Columbine Tragedy. Ainda sem tradução em português, trata-se de um acerto de contas de uma mãe com sua vida após a tragédia.

Num mundo tomado pelo ódio, onde a pena de morte e da redução da maioridade penal são “soluções” apontadas por uma incômoda maioria para “resolver” o problema da violência, é desafiador ler a reportagem. Verificar o amor inabalável de uma mãe por seu filho e a dificuldade de aceitar toda uma sociedade chamá-lo de “monstro”, após partilhar intensas experiências de carinho e atenção durante toda uma – curta – vida. No memorial para as vítimas de Columbine, lê-se uma frase paradigmática: “a parte mais difícil é ver que eram crianças matando crianças”.

Mais do que isso, é inevitável pensar sobre o nível de cobrança que se abate sobre a família de quem comete tais crimes hediondos, notadamente sobre a figura materna. A expressão “isso é falta de pai e mãe” ou “a mãe não viu isso, não?” vem quase que imediatamente à cabeça. Como não podia deixar de ser, Sue Klebold também foi tomada por tal indagação e perguntou-se, como qualquer mãe, “onde foi que eu errei”. Como ela mesma diz, a mãe, supostamente, “deve saber tudo”.

Meu sogro sempre me lembra a diferença de tratamento que nossa sociedade faz entre pai e mãe: “no Dia das Mães, os cemitérios ficam lotados. No dos Pais, está entregue aos coveiros”. Tal carinho ou reconhecimento tem seu preço. A facilidade com que se culpa a mãe pelos males da humanidade é evidente. E não é só nos estádios de futebol. Admito que é dureza ser mulher neste mundo. Mas, na qualidade de pai, tenho que reconhecer também que ser mãe deve ter um grau de dificuldade ainda maior.

A carga de amor depositada num filho supera qualquer tipo de questionamento e, muitas vezes, cega nossos olhos. Ter um assassino na família, alguém que se ama profundamente, exige um nível compreensão que aniquila, complexifica e resignifica nossos padrões éticos. Pensar no outro que matou, tentar entendê-lo, é tarefa para bem poucos. Exercer o poder do perdão em eventos como este é talvez a maior das raridades.
Sue viu-se frente à frente com o cruel exercício de tentar perdoar não só o filho, mas a si mesma. É inevitável pensar em milhares de mães, aqui mesmo, no Brasil, que precisam administrar esta mesma situação todos os dias. A elas, o testemunho dolorido de Sue Klebold pode parecer uma linha no horizonte deste difícil aprendizado: “o amor não é suficiente”.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.
demetriofarias@gmail.com

Prefeito comemora contrato fechado com governo federal em plena época de ajuste fiscal

59 1

2406cd0201

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), avisa: o contrato que assinou, nesta semana, em Brasília, com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, no valor de US$ 58 milhões, foi o primeiro firmado no País entre um município e o banco neste segundo mandato dilmista.

Esse dinheiro vai ser empregado nas obras da Nova Avenida Aguanambi e na construção de um novo terminal de passageiros de Messejana.

Roberto Cláudio quis dizer, nas entrelinhas, que sua gestão financeiramente tem crédito em Brasília.

IBGE – renda per capita média do brasileiro no ano passado chegou a R$ 1.113,00

“A renda per capita média do brasileiro em 2015 chegou a R$ 1.113, variando entre os R$ 2.252 do Distrito Federal – o maior valor em todo o país – e os R$ 509 do Maranhão, o de menor peso. Em fevereiro de 2014, a renda era de R$ 1.052. As estimativas de rendimento nominal domiciliar per capita em 2015, para as 27 unidades da Federação, são decorrentes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua e foram divulgadas hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As informações também estão sendo encaminhadas ao Tribunal de Contas da União e servirão de base para o rateio do Fundo de Participação dos Estados (FPE), conforme definido pela Lei Complementar nº 143, de julho de 2013. Pelos dados divulgados, se destacam pelo lado positivo, além do Distrito Federal, seis estados com renda per capita acima da média nacional de R$ 1.113.

Pela ordem, aparecem São Paulo, a segunda maior renda per capita do país (R$ 1.482; Rio Grande do Sul (R$ 1.435); Santa Catarina (R$ 1.368); Rio de Janeiro (R$ 1.285); Paraná (R$ 1.241); e a Bahia (R$ 1.128). Além do Maranhão, com R$ 509, também aparecem com rendimento médio per capita bem abaixo da média nacional, Pernambuco (R$ 598); Pará (R$ 672) e Ceará (R$ 680).”

(Agência Brasil)

Grupo Juvenil apresenta Paixão de Cristo no Bairro Ellery

2f332b40-3ba1-4fbb-9b31-1ac2d48ccd15

O Grupo Juvenil Sagrada Família, da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no Bairro Ellery, iniciou os ensaios do espetáculo “Paixão de Cristo”, que ganhará ruas dessa banda de Fortaleza durante a Semana Santa. A data da apresentação já está marcada: sexta (25), às 7 horas, com saída da praça da Associação do Bairro Ellery e Monte Castelo.

Cerca de 50 crianças e adolescentes percorrerão as ruas do bairro encenando a trajetória de sofrimento dos últimos instantes de vida de Jesus Cristo. Os ensaios do grupo acontecem na sede da associação.

De acordo com a coordenação do evento, crianças e adolescentes que estejam na faixa etária de 6 a 16 anos podem, até o final deste mês, ingressar no grupo, bastando comparecer aos ensaios de segunda à sexta, às 19 horas, e aos sábados e domingos, a partir de 9 horas, na sede da associação.

SERVIÇO

*Local –  Praça da Associação do Bairro Ellery e Monte Castelo

*Mais Informações -Wescley Sacramento 98755.4463/ 3281.5793 e Jordana Gomes: 98793.4887.

(Foto – Divulgação)

Dilma embarca para dois dias de agenda no Chile

foto dilma desespero

“A presidenta Dilma Rousseff embarcou nesta sexta-feira, às 8h20min para viagem de dois dias ao Chile. Ela deve desembarcar em Santiago por volta das 12h30min e segue direto para a Praça da Cidadania, onde deposita flores no Monumento a Bernardo O’Higgins (herói da independência e pai da pátria chilena).

Depois desse compromisso, Dilma será recebida em cerimônia oficial de chegada pela presidenta Michelle Bachelet, no Palácio de La Moneda. Na sequência, participa de almoço oferecido pelo governo chileno, de uma reunião privada com Michelle Bachelet e de declaração à imprensa. Às 18 horas, no último compromisso do dia, Dilma se encontra com representantes de empresas brasileiras no país.

A agenda da presidenta amanhã, no Chile, ainda não foi divulgada.”

(Agência Brasil)

Coelce promoverá “Refis do devedor”

Clientes que está com débito na conta de energia de todo o estado do Ceará poderá renegociar o que deve entre 1º e 12 de março. A Coelce promoverá um novo feirão de negociação em suas lojas de atendimento, oferecendo parcelamento, sem atualização da dívida, com juros zero e entrada reduzida. As condições de parcelamento podem variar de acordo com a situação de cada cliente.

De 1º a 4 de março, todas as lojas da empresa estarão mobilizadas para esse feirão, obedecendo os horários convencionais de cada unidade. Já nos dias 5 e 12 (sábados), os clientes de Fortaleza terão uma oportunidade a mais para regularizar os débitos nas lojas do Carlito Pamplona, Centro, Messejana e Parangaba, das 8 às 12 horas.

Como participar

Para participar, o cliente precisa ter, ao menos, uma fatura vencida há, no mínimo, 60 dias. Caso o consumidor seja cadastrado no benefício baixa renda ou tenha sido descadastrado em 2015, são necessários apenas 30 dias de atraso. Além da conta de energia, o cliente deverá levar seu CPF para a loja de atendimento.

SERVIÇO

Atendimento especial nos dias 5 e 12/03, das 8 às 12 horas, nas lojas abaixo:

· Loja de atendimento Carlito Pamplona: Avenida Francisco Sá, 3777
· Loja de atendimento Centro: Rua Barão do Rio Branco, 1453
· Loja de atendimento Messejana: Rua Pergentino Maia, 620
· Loja de atendimento Parangaba: Rua 07 de Setembro, 56

Para mais informações, a população pode utilizar o aplicativo para smartphones (Coelce), pode acessar o perfil da Coelce nas redes sociais: Facebook (/coelce), Twitter (@coelce), pode acessar o site da Coelce (www.coelce.com.br) ou pode ainda ligar gratuitamente para o número 0800.285.0196.

Confiança do comércio na economia subiu 0,7% em fevereiro

“O Índice de Confiança do Comércio (Icom) subiu 0,7 ponto em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, divulgou nesta sexta-feira, 26, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o Icom atingiu 69,1 pontos, o maior nível desde agosto de 2015 (69,3 pontos). Ainda assim, o patamar é historicamente baixo, segundo a instituição.

“A tendência para os próximos meses continua incerta, uma vez que o setor vem enfrentando uma demanda enfraquecida pela piora do mercado de trabalho e da situação financeira das famílias, baixos níveis de confiança do consumidor e instabilidade no ambiente político”, avalia o superintendente adjunto de Ciclos Econômicos da FGV, Aloisio Campelo. “Como reflexo do cenário negativo para o ano, as perspectivas para o emprego no setor continuaram piorando na Sondagem de fevereiro”, complementou Campelo em nota oficial.

Em fevereiro, a alta da confiança foi pontual e atingiu apenas quatro dos 13 segmentos. Em termos de horizonte, a melhora também foi concentrada no Índice de Expectativas (IE-COM), que subiu 2,1 pontos, para 75,3 pontos. O avanço foi puxado pelo otimismo com as vendas previstas para os próximos três meses, que cresceu 4,0 pontos.

O Índice de Situação Atual (ISA-COM), por sua vez, recuou 0,7 ponto, para 64,4 pontos. A maior contribuição veio do quesito que mede o grau de satisfação com o volume atual da demanda, que caiu 0,9 ponto em relação a janeiro. A coleta de dados para a edição de fevereiro da sondagem foi realizada entre os dias 01 e 23 deste mês e obteve informações de 1.219 empresas.

ESTADÃO conteúdo

Presidente do PT/CE: Elites e parte da mídia querem destruir Lula

202 5

De-assis

“As elites e setores da mídia querem acabar com Lula, assim como fizeram com Jango e Getúlio, mas não vão conseguir”, afirma o presidente regional dom PT, Francisco de Assis DinizEle está em São Paulo participando de reunião da direção nacional petista e no Rio deve conferir os atos que marcarão, neste sábado, os 36 anos de fundação do Partido dos Trabalhadores.

Para Francisco de Assise, há uma “verdadeira guerra” contra o ex-presidente Lula, hoje alvo de inquérito relacionado a um triplex no Guarujá (SP). 

De Assis afirma não ter dúvidas de que há uma estratégia para “destruir a imagem de Lula” e, assim, deixá-lo sem condições de disputar a presidência da República em 2018.

O PT, no entanto, saberá reagir, garante o dirigente estadual do partido.

PDT receberá pacote de adesões de cidistas no próximo dia 3

90 1
12742459_1155550514455393_7222476653962920597_n
O PDT decidiu realizar a filiação do deputados federais e deputados estaduais aliados aos ex-governadores Cid Gomes e Ciro Gomes no próximo dia 3, às 19 horas, no Clube Náutico Atlético Cearense.
O evento contará com a presença do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e, nessa mesma data, será realizada a filiação da vice-governadora Izolda Cela e do secretário da Fazenda do Estado, Mauro Filho.
A definição saiu de um encontro realizado nessa noite de quinta-feira comandado por Cid Gomes e o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque.
(Foto – Divulgação)
VAMOS NÓS – Essa reunião do PDT, que ocorreu fora do expediente da Assembleia Legislativa, bem que poderia também poderia ter ocorrido em outro local e não em gabinete da Casa do Povo. Que mania que nossos políticos têm de misturar o público com o privado…

Governador conhecerá rede hospitalar de Goiás em busca de subsídios para o Ceará

govoov

O governador Camilo Santana (PT) cumprirá agenda, nesta sexta-feira, em Goiás. Ali, ele conhecerá unidades hospitalares que estão conseguindo amenizar problemas provocados pela crise na área da saúde.

Camilo conhecerá o projeto Conecta SUS, que a Secretaria da Saúde de Goiás vem desenvolvendo e que monitora leitos. Ele visitará ainda o Hospital de Urgências de Goiãnia, terá reuniões na pasta da Saúde estadual, almoço com o governador Marconi Perillo, no Palácio das Esmeraldas e mais visitas a hospitais.

Nesta tarde desta sexta-feira, em Goiânia, Camilo Santaná conhecerá o Hospital Geral de Goiânia, o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage e, em seguida, retornará para Fortaleza.

Operação Lava Jato – PF cumpre mandados em seis Capitais

“Agentes da Polícia Federal (PF) dos estados do Paraná, Rio de Janeiro, de Goiás, do Maranhão, de Minas Gerais, São Paulo e do Distrito Federal estão cumprindo hoje (26) mandados judiciais em diversos endereços.

Segundo nota da PF, a Operação Recebedor investiga desdobramentos de fatos apurados na Operação Lava Jato, com base em informações colhidas em acordo de leniência e delação premiada de um dos investigados. Ele forneceu documentos e provas testemunhais contra empresas e pessoas que também teriam participado do esquema criminoso.

A PF executa sete mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para prestar depoimento e depois liberada) e 44 mandados de busca, que estão sendo cumpridos simultaneamente nos estados do Paraná, Maranhão, Rio de Janeiro, de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e no Distrito Federal. Membros do Ministério Público Federal em Goiás participam dos trabalhos.

De acordo com o texto, as buscas visam a colher provas do pagamento de propina para a construção das ferrovias Norte-Sul e Integração Leste-Oeste, bem como da prática de cartel e lavagem de dinheiro ilícito obtido por meio do superfaturamento de obras públicas.

Somente no estado de Goiás, foi detectado desvio de mais de R$ 630 milhões, considerando-se somente os trechos executados na construção da Ferrovia Norte-Sul.

De acordo com as investigações, as empreiteiras faziam pagamentos regulares, por meio de contratos simulados a um escritório de advocacia e a mais duas empresas sediadas em Goiás, que eram utilizadas como fachada para maquiar a origem lícita do dinheiro, proveniente de fraudes em licitações públicas.

Todos os investigados responderão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A operação será detalhada em entrevista, às 10h, na sede da Superintendência da Polícia Federal em Goiânia.”

(Agência Brasil)

Não há desenvolvimento sem a parceria público-privada

107 1

Com o título “O petróleo continua nosso”, eis o título do Editorial do O POVO desta sexta-feira. Aborda a polêmica em torno do projeto que derruba a exclusividade da Petrobras na exploração do Pré-Sal. Confira:

A dinâmica do processo político e econômico do Brasil, em meio a um amontoado de notícias ruins, faz com que a realidade se imponha. Nesse contexto, tanto o mercado quanto a política, mesmo tomadas pela crise, começam a oferecer algumas repostas.

No âmbito da política, é o caso da decisão do Senado que, por 40 votos a 26, estabeleceu uma mudança crucial no modelo de exploração do petróleo na área do pré-sal. Na prática, foi um retorno ao modelo estabelecido na metade da década de 1990, quando Fernando Henrique Cardoso presidia o País.

Era um modelo concorrencial. Porém, com prioridade de opções para a estatal que atua no setor, a Petrobras. Pela proposta, aprovada no Senado, mas que ainda vai passar pelo crivo da Câmara dos Deputados, a estatal deixa de ser obrigada a bancar a participação de pelo menos 30% nos consórcios que operarão as jazidas em águas profundas.

Com a crise ética e gerencial que atingiu em cheio a empresa, perdeu por completo o sentido da regra que concedia à Petrobras o controle absoluto sobre aquelas jazidas de óleo. Diga-se que, ao contrário dos que pregam os discursos nacionalistas, a estatal continua com a primazia na exploração. A diferença é que, com a nova regra, a estatal poderá fazer suas escolhas.

No caso, se quer ou não explorar, se pode ou não explorar. Não podendo ou não querendo, o Estado fica livre para promover as licitações para que outras empresas possam extrair o óleo. E assim, claro, pagando ao setor público (União, municípios e estados), todos os encargos inerentes. O fato é que a extração permanecerá como uma atividade concedida pelo Estado. Portanto, um bem nacional.

Sabe-se que, na última hora, o Palácio do Planalto resolveu abrir mão de suas posições nacionalistas e convocou o apoio de sua base a favor da proposta que foi oriunda do senador José Serra, um quadro da oposição ao PT. A mudança de posição não se deu por concordância, mas por pressão da realidade.

Outras situações impostas pela realidade econômica tendem a se evidenciar. A principal delas é a seguinte: não há desenvolvimento, geração de empregos e renda sem a efetiva participação da iniciativa privada. Portanto, essa convocação, como ocorreu no pré-sal, deve se estender a outras áreas que dependem da decisão do Estado. É melhor que assim seja.