Blog do Eliomar

Últimos posts

Movimento PT indica nome para vice de Luizianne

379 24

zemsaria

Depois do ex-deputado estadual Mário Made, surge mais um nome indicado para ocupar a vice da pré-candidata à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins (PT). O Movimento PT, corrente interna do partido ligada ao deputado federal José Airton, está lançando José Maria Moreira Castro na lista de opções.

José Maria Castro é servidor público federal aposentado pela UFC, onde militou como presidente do Sindicato dos Servidores Técnicos Administrativo da Instituição. Também foi membro do Departamento Nacional dos Trabalhadores em Educação da CUT, coordenador-geral da Federação de Sindicatos das Universidades Brasileiras (Fasubra), foi membro da coordenação nacional dos Servidores Federais do Brasil e fez parte da direção estadual do PT.

O pré-candidato a vice José Maria Castro também foi chefe do setor de Contabilidade e Finanças da Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC), chefe de Implementação do SIAF da UFC e, na Prefeitura de Fortaleza, exerceu o cargo de chefe do Distrito de Meio Ambiente e Controle Urbano da SER V, além de ter sido na Secretaria da Cultura do Estado o coordenador Administrativo-Financeiro. Foi ainda assessor do gabinete do ex-vereador Dr. Vicente Pinto e, na Câmara dos Deputados,  secretário parlamentar de José Airton.

STF obriga governo a fornecer fraldas descartáveis para pessoas com deficiência

“O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, decidiu hoje (14) manter decisão da Justiça Federal que obriga o Programa Farmácia Popular do Brasil, do Ministério da Saúde, a fornecer gratuitamente fraldas descartáveis a pessoas com deficiência. Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), a decisão deve gerar impacto de R$ 2 bilhões por ano nas finanças públicas, valor equivalente a praticamente todo o orçamento anual do programa.

Na decisão, Lewandowski rejeitou recurso da AGU para barrar a decisão de Justiça Federal, por entender que o Estado deve garantir a proteção às pessoas com deficiência. Sobre a questão financeira, o ministro entendeu que não ficou comprovado no processo “o perigo de grave lesão aos valores da ordem e economia públicas”.

“Por isso, se existente risco de dano à saúde pública, este seria inverso, caracterizado pela afronta ao postulado da dignidade da pessoa humana e às disposições constitucionais que garantem às pessoas com deficiência o amparo do Estado para o gozo do direito fundamental à saúde”, decidiu o presidente do STF.

No recurso, a AGU também informou ao Supremo que o Programa Farmácia Popular do Brasil não fornece fraldas gratuitamente e que idosos recebem o benefício em função do Estatuto do Idoso. Segundo os advogados públicos, farmácias privadas devem observar diversos critérios para serem ressarcidas posteriormente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O programa foi criado pelo Ministério da Saúde para ampliar o acesso da população a medicamentos por meio de rede própria de farmácias ou parcerias com drogarias privadas.

A Agência Brasil entrou em contato com o Ministério da Saúde, que informou que irá recorrer da decisão.”

(Agência Brasil)

Mãe do deputado Bruno Pedrosa será vice de Tin Gomes

adriannaa

A professora Adriana Pedrosa (PMN), mãe do deputado estadual Bruno Pedrosa (PP) e mulher do ex-deputado estadual Wanderley Pedrosa, deverá ocupar a vice na chapa do pré-candidato a prefeito de Fortaleza, deputado estadual Tin Gomes.

O nome, segundo Carlos André Souza, coordenador político do PMN de Fortaleza, foi definido numa reunião da executiva municipal com aval da executiva estadual.

A oficialização da chapa está marcada para o próximo dia 31, em local ainda a ser definido.

Salmito – O atleta do voto

salmit

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), visitou O POVO nesta sexta-feira, em clima de entrevistas.

Mas ele acabou chamando a atenção porque andava com o pé esquerdo metido numa bota ortopédica.

Indagado pelo Blog sobre o fato, disse logo: “Não, não foi correndo atrás de eleitor. É que eu gosto de um futebolzinho de fim de semana”.

Salmito atua como meio-campista, papel que, aliás, no plano da política, vem tentando fazer, em matéria de conversações, também no quesito vice do seu amigo, o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

(Foto – Paulo MOska).

Que tal conferir um festival de esquetes?

esqueteed

Prossegue, até o próximo dia 23, o XIII Festival de Esquetes (Fecta), uma realização da Companhia Teatral Acontece. Nesta sexta-feira, a partir das 18 horas, haverá espetáculo no Sesc Iracema.

O Fecta 2016 é uma realização da Companhia de Teatro Acontece (CTA), em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) – por meio do Edital de Demanda Espontânea, Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza (CCBNB-Fortaleza).

*Confira a programação

15 de julho (Teatro Antonieta Noronha))

– Sangue do meu sangue – Coletivo Teatraria / Fortaleza –CE – Censura 12 anos
– Dita Dura no Ar! – Grupo Grite / Fortaleza – CE – Censura Livre
– Entrega da primeira Comenda Walden Luiz
– Apetite – Cia Em Êxtase / Fortaleza –CE – Censura 18 anos
– Neuza – Coletivo Nóis Artista / Fortaleza – CE – Censura Livre

16 de julho (Teatro Sesc Iracema)

– Fecta Convida – Solitude – CITA 25º turma / Fortaleza – CE – Censura Livre
– Um Santo Remédio – Teatro Experimental de Cultura / Fortaleza –CE – Censura Livre
– Censurados – Cia Viv’arte / Fortaleza – CE – Censura Livre
– D’aqueles Dois – Aqueles Dois / Fortaleza-CE- Censura 16 anos
– Papéis Laminados – PesquisAtores / Fortaleza –CE – Censura Livre

17 de julho (Teatro Sesc Iracema)

– Fecta convida – (Des)equilibrada(mente) – 26ª turma CITA / Fortaleza – CE – Censura Livre
– Uma Obra para 2016 – Inconsciente Coletivo de Teatro I.C.T / Fortaleza – CE – Censura Livre
– Um Homem, Uma Mulher para não falar do Garçom – Trupe Nóis Bar / Rio de Janeiro – RJ – Censura 14 anos
– A corrupção está no DNA – Grupo Teatral Vagalume Negro / Pires Ferreira –CE – Censura Livre
– Matriarca – Leuise Furtado / Fortaleza – CE – Censura Livre

20 de julho (Teatro Emiliano Queiroz)

– Mulheres – Grupo Arte de Viver / Fortaleza – CE – Censura 12 anos
– A quase morte de Zé Malandro – Evenice Neta e Gerson Anderson / Fortaleza –CE – Censura Livre
– 900 segundos de cinismo – Estoriatores de Teatro / Fortaleza – CE – Censura 14 anos
– Anjos no Terraço – Grupo Grite / Fortaleza – CE – Censura 14 anos

21 de julho (Teatro Emiliano Queiroz)

– Os Deserdados – Companhia Teatro Movimento Fortaleza – CE – Censura Livre
– Fragmentos – Deux Theatre / Fortaleza – CE – Censura 12 anos
– Grande Edgar – Leusi Furtado e Júnior Martins / Fortaleza – CE – Censura Livre
– A Caixa de Sapato – Retalho Produções/ Maracanaú – CE – Censura 12 anos

22 de julho (Teatro Sesc Iracema)

– Os Decretos do Rei – Mirante de Teatro da Unifor / Fortaleza – CE – Censura 12 anos
– Limiar – Kalangopréa / Sobral – CE – Censura Livre
– Dueto – Caras Teatro Multifácico / Brasília – DF – Censura 14 anos
– Tortura de Mesa – Teatro em Película / Fortaleza – CE – Censura 16 anos

DETALHE – Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e os estudantes pagam R$ 5 (meia) para as Mostras Noturnas e o Fecta Convida. O restante da programação é gratuita.

MPF/CE e MP/CE investem contra planos de saúde

“O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) e o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) ajuizaram ação civil pública contra os planos particulares de saúde Camed Vida e Unimed Norte/Nordeste. Na ação, os MPs pedem a manutenção da qualidade de atendimentos dos planos nos mesmos padrões daqueles prestados antes da transferência da cartela de clientes da Camed para a Unimed Norte/Nordeste. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) também é alvo da ação.

Em 2014, a Camed Vida vendeu para a Unimed mais de 100 mil de planos médicos e odontológicos individuais, familiares e empresariais. No ato de transição de planos, aprovado pela ANS, foi exposto que a Unimed deveria manter as condições contratuais e preservar todos os direitos dos usuários.

Contudo, vários problemas em relação à prestação de serviços foram constatados. Diversas reclamações de antigos consumidores do plano Camed Vida são atendidas diariamente pelo Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) do MPCE. Clientes descontentes com a mudança afirmam que a área de cobertura dos planos diminuiu e que atendimentos, consultas, exames e cirurgias tornaram-se burocráticos e de difícil acesso.

As autoras da ação, procuradora da República Nilce Cunha e promotora de Justiça Ann Celly, apontam “uma atitude desleal por parte das empresas demandadas, porquanto restou frustrada a legítima expectativa do consumidor com relação ao serviço contratado, mas que, hoje, não vem sendo oferecido a contento”.

Na ação, o MPF e o MPCE pedem a realização de uma audiência de conciliação e mediação entre as entidades, e que a Unimed Norte/Nordeste demonstre, de forma clara e precisa, sua possibilidade de propiciar atendimentos nos mesmos padrões daqueles prestados pelo antigo plano.

Os MPs também requerem, para a ANS, a apresentação da quantidade de reclamações formalizadas pelos contratantes transferidos e que a instituição fiscalize as operadoras que não estejam cumprindo com o acordo.”

(Site do MPF/CE)

Michel Temer: “Quero desidratar essa coisa de Centrão!”

 

micheltemer

O presidente em exercício Michel Temer disse, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que pretende implodir o Centrão, grupo de partidos médios e até hoje ligados ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está prestes a ser cassado. “Quero desidratar essa coisa de Centrão e de outro grupo. É preciso unificar isso. Quero que seja tudo situação”, afirmou ele. O “outro grupo” se refere à antiga oposição, composta por PSDB, DEM, PPS e PSB.

Temer confia no recesso branco deste mês para que as “pequenas ranhuras” deixadas na disputa pelo comando da Câmara sejam cicatrizadas. “Uma ferida não dura mais do que 15 dias, não é verdade? Se você se ferir, verá que dali a 15 dias se formou uma casquinha. A casquinha se dissolve.”

Um dia após a vitória de Rodrigo Maia (DEM-RJ), apoiado pelo Planalto e pelo PSDB para a presidência da Câmara, Temer contou que usará os 15 dias do recesso para compor o segundo escalão do governo. A direção de Furnas, por exemplo, ficará com a bancada do PMDB de Minas.

O sr. avalia que a eleição do deputado Rodrigo Maia para a presidência da Câmara representou derrota do PT, do ex-presidente Lula, da presidente afastada Dilma Rousseff e de Eduardo Cunha?

O Congresso quis dar uma mensagem de apoio ao governo, com os dois candidatos que foram para o segundo turno (Rodrigo Maia e Rogério Rosso, do PSD, candidato do Centrão). Acho que está havendo uma distensão na Câmara. O candidato que teve apoio de outras alas foi justamente o nosso peemedebista Marcelo Castro. O que restou de tudo isso foi apoio ao governo.

E uma derrota poderia ter impacto na votação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff?

Convenhamos, se há outro tipo de vitória já iam dizer “Ah, o governo perdeu”, dar outra interpretação. Se o Planalto fosse derrotado seria negativo para o governo e para o País.

O Centrão saiu maculado, presidente, está se desintegrando…

Hoje, conversando com Rodrigo (Maia), nossa ideia é acabar com essa história da divisão. O que houve foram pequenas ranhuras, pequenas rachaduras. O recesso branco vai ajudar. Quando chegar agosto, não haverá cicatriz. Eu quero aos poucos desidratar essa coisa de Centrão e outro grupo (formado pela antiga oposição). Quero que não haja mais essa coisa. É preciso unificar isso. Quero que seja tudo situação.

O sr. fará reforma ministerial para acomodar a base aliada após a disputa na Câmara?

Isso eu vou examinar naturalmente depois que o Senado decidir (se acatará o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff). Seria apressado qualquer outra afirmação. Mas não creio que haja feridas na base ministerial. Na base parlamentar, isso passa. Especialmente porque agora tem o recesso.

Mas como o sr. vai curar essas feridas? Ficaram cicatrizes.

Não é exatamente a mim que cabe curar. Uma ferida não dura mais do que 15 dias, não é verdade? Se você se ferir, verá que dali a 15 dias se formou uma casquinha. A casquinha se dissolve e volta ao normal.

Nesses 15 dias as nomeações vão sair do papel?

Vamos fechar tudo isso. Os nomes serão examinados, pautados pela Lei das Estatais, que estabelece restrições.

Quem vai para o Turismo? Alguém do PMDB de Minas?

Estamos examinando com calma. A bancada do PMDB de Minas está acertando com Furnas. Vou devolver a estatal a eles. Furnas pode ser mais expressiva politicamente do que o Turismo. Tem Chesf, Eletronorte, Eletrosul, Itaipu…

A ascensão do DEM e do PSDB configura nova hegemonia na base aliada do governo?

Acho que tem de haver hegemonia da base. Por quem ela é composta pouco importa. Se eu falar em hegemonia de um ou outro estarei dividindo aquilo que estou fazendo força para reunificar. É claro que, quando surgirem problemas, em fevereiro (nova eleição para a presidência da Câmara), talvez haja nova movimentação.

O senador Aécio Neves (MG) tentou fechar um acordo para que o sr. apoiasse um candidato do PSDB à presidência da Câmara, em 2017. Isso é possível?

Procurei não entrar nessa questão da Câmara, mas, quando começou a ter aquela coisa de que havia um candidato de oposição e que ia gerar manchete “Temer derrotado”, é claro que eu tive uma preocupação. Não entrei nessas histórias de acordo para depois. No momento oportuno, em janeiro de 2017, vamos examinar.

O sr. planeja se afastar de Eduardo Cunha?

Eu nunca me aproximei demais nem me afastei demais. Sempre tive um trato pessoal e um institucional. Nunca tive preocupação do tipo “Ah, se falar com fulano está condenado”. Eu falo com o Brasil inteiro, falo com a oposição. Aliás, confesso que não sei: como foi a CCJ hoje (ontem)?

Cunha sofreu fragorosa derrota e agora o seu caso vai para o plenário da Câmara.

É matéria tipicamente da Câmara, que saberá decidir. Resta a ele o combate no plenário.

Mas o sr. sugeriu que ele renunciasse, não?

Não. Apenas quando ele falou sobre isso, de passagem, eu disse que ele deveria meditar…

Cunha chegou a dizer a seus pares: “Hoje sou eu, amanhã são vocês”. O sr. não teme uma delação dele na Lava Jato?

Não sei o que ele quis dizer com isso. Talvez ele saiba, mas eu não saberia avaliar.

O sr. já disse que a Lava Jato não abalará sua gestão, mas delatores de empresas que tinham contratos com a Petrobrás acusam políticos do PT e do PMDB, entre outros, de corrupção. O governo está imune?

O presidente da República está e penso que o governo também. Não tenho preocupação com isso. De vez em quando um ou outro fala em meu nome, mas é tão irrelevante que, se me permite a expressão, não cola, não é?

O sr. já mostrou disposição de conversar com a oposição. Quando será isso?

Nas questões de Estado, não nas questões de governo. Nas questões de governo tenho absoluta convicção de que eles não apoiariam. Mas (…) a Previdência, por exemplo, é algo que dá para conversar porque não é para hoje.

O sr. vai procurar o ex-presidente Lula?

Precisamos primeiro esperar passar a decisão do impeachment, não é?

Como será sua participação nas eleições? O sr. subirá no palanque de Marta Suplicy?

Não vou subir em palanque. Acho complicado porque tenho uma base parlamentar muito ampla. Não sou mais presidente do PMDB. Hoje tenho de tomar mais cautela.

O sr. fica incomodado quando é chamado de golpista?

Nada, porque não sou. Só se for um golpista que se ampara na Constituição. Se isso é ser golpista… (faz silêncio e dá risada). Eu acho graça. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

ESTADÃO conteúdo

Governo federal já demitiu 251 servidores por corrupção e atos ilegais

“O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC), antiga Controladoria-Geral da União (CGU), informou hoje (15) que expulsou 251 agentes públicos no primeiro semestre de 2016 por envolvimento em atividades contrárias à Lei nº 8.112/1990, que dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, autarquias e fundações públicas federais.

Ao todo, foram registradas 20 demissões de servidores efetivos; 29 cassações de aposentadorias; e 19 destituições de ocupantes de cargos em comissão. Os dados não incluem os empregados de empresas estatais, a exemplo da Caixa Econômica Federal, Correios e Petrobras.

Segundo o ministério, o principal fundamento das demissões foi a comprovação da prática de atos relacionados à corrupção, com 162 das penalidades aplicadas ou 64,5% do total. Já o abandono de cargo, a inassiduidade ou a acumulação ilícita de cargos são as causas que vêm em seguida, com 59 casos. Também figuram entre as razões que mais afastaram servidores proceder de forma desidiosa (ociosa) e participação em gerência ou administração de sociedade privada.”

(Agência Brasil)

Cid Gomes disputaria a Prefeitura de Sobral?

228 4

cidgomes_586x422

Em Sobral, há um grupo querendo o ex-governador Cid Gomes (PDT) na disputa pela Prefeitura. O prefeito Clodoveu Arruda (PT), no entanto, quer o deputado estadual Ivo Gomes (PDT), que lhe deu aval pró-reeleição.

Esse tipo de reação seria consequência de pesquisas internas que mostram avanços da oposição nesse município da Zona Norte do Estado.

Aliás, vale lembrar que, no começo do ano, Cid Gomes chegou, numa circulada em terras sobralenses, a admitir até uma candidatura a vereador para turbinar seu irmão, Ivo.

Direito de resposta de candidato a prefeito entra em vigor a partir do dia 20

“A partir da próxima quarta-feira (20) é assegurado direito de resposta ao candidato a prefeito, vice-prefeito ou vereador escolhido em convenção partidária, ao partido político ou à coligação atingidos, ainda que de forma indireta, por conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou sabidamente inverídica, difundidos por qualquer veículo de comunicação social. Pela legislação eleitoral, as convenções partidárias para deliberar sobre coligações e escolha de candidatos devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto. O direito de resposta nas situações descritas é garantido pelo artigo 58 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97).

Aquele que se considerar ofendido, ou seu representante legal, poderá pedir o exercício do direito de resposta à Justiça Eleitoral nos seguintes prazos, contados a partir da veiculação da ofensa: 24 horas, quando se tratar do horário eleitoral gratuito; 48 horas, quando se referir à programação normal das emissoras de rádio e televisão; 72 horas, quando se tratar de órgão da imprensa escrita. E, ainda, a qualquer tempo, quando se referir a conteúdo que esteja sendo divulgado na internet, ou em 72 horas, após a sua retirada.

“A eleição é feita de informações e elas devem ser verdadeiras. Obviamente, nenhum candidato, ninguém que use propaganda eleitoral, pode partir para a ofensa a honra de terceiros. Daí a necessidade de se observar a forma civilizada de se fazer campanha, por meio de proposições, eventualmente até críticas a alguns dos candidatos, mas nunca descambando para a ofensa pessoal, para a imputação de calúnia, de difamação, injúria e, sobretudo, para a divulgação de fatos inverídicos”, afirma o ministro Henrique Neves.”

(Site do TSE)

Racionamento de água pode começar no dia 1º de agosto

torneira

“O plano de racionamento de água para a Região Metropolitana de Fortaleza pode ser implantado já no próximo dia 1° de agosto, projeta a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce). A data é um dia após o novo prazo dado à Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) para concluir o planejamento. As ações ainda serão submetidas às agências reguladoras e ao Estado. Ambos sinalizaram que pretendem implantar as medidas o quanto antes.

De acordo com Márcio Gomes, analista de regulação da Coordenadoria de Saneamento da Arce, a concessionária não poderá realizar qualquer ação de contingência até a aprovação do plano. “A partir do momento que eles apresentarem, já poderão executar. Vamos analisar, fazer alguns ajustes, quando for apresentado, mas a Cagece fica autorizada já para o dia seguinte”, frisa.

Na última quarta-feira, 13, o secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, anunciou a apresentação das medidas para hoje. A Cagece confirmou a informação. Contudo, o evento foi cancelado no fim do dia. Nova data não foi informada. A expectativa é de que seja até o dia 31 de julho — prazo máximo que as agências deram à companhia.

No mês passado, o titular da SRH chegou a projetar para 20 de julho o início do racionamento. No entanto, a Cagece pediu novo prazo devido à complexidade do projeto.

Em entrevista na quarta-feira ao Blog do Eliomar, o secretário afirmou que, mesmo com o adiamento, espera para agosto o início das ações de redução do consumo na Capital e Região Metropolitana.”

(O POVO Online – Repórter Igor Cavalcante)

A Felicidade e seus paradoxos

Com o título “O correto como cobrança”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Ele aborda felicidade outra vez e destaca que “talvez a melhor receita seja não ter receita alguma. E descobrir a sua, com seus erros e acertos, sem maiores pretensões.” Confira:

Dia desses estava assistindo a um filme na TV a cabo. Desses que a personagem principal ganha o mundo querendo se autodescobrir e ganhar um sentido para a própria existência. Prestei atenção sobre a quantidade de pessoas que interagiam com aquele ser confuso lhe dando palpites, alguns cravando algumas certezas, outros dando dicas de como proceder para encontrar suas respostas. Em menor ou maior grau, notei que a história carregava em seu enredo, ao tratar destas questões, próprias de qualquer ser humano, um mote sobre o famoso e desconhecido “caminho a se seguir”.

De fato, tal expressão exige um complemento: caminho para onde? Suponho que seja para a tal felicidade. Bom, não é sobre ela que quero falar. Até porque minha opinião é muito clara: felicidade se constrói com muito trabalho e se encontra em alguns momentos da vida, como canta Odair José. Sobre o caminho, bom, o poeta já dizia que ele se faz caminhando. E as receitas de caminhos e felicidade estão em qualquer prateleira de autoajuda. Não, não é sobre isso que queria discorrer.

Veio a mim a seguinte questão: o mercado de trabalho, as religiões, a família, os amigos, as ideologias, enfim, qualquer área do conhecimento – formal ou informal – há sempre a perspectiva de mostrar uma alternativa “correta” para se chegar a um objetivo. Na verdade, por mais fora do esquadro que você seja, por mais que você se ache alternativo, há sempre um véu de enquadramento querendo projetar você dentro de uma perspectiva pré-determinada.

Em suma: da forma como somos criados, assimilamos a normalidade como caráter, padrões de relacionamento como modelos, rotinas de trabalho como meta de vida. Aprendemos a arrumar a cama, produzir, chegar na hora, competir, cumprir regras e a corrigir uma série de “defeitos” em busca de uma perfeição quase inumana. O que ninguém nos ensina é a como sermos imperfeitos, o que, aliás, é um paradoxo ontológico grave, posto que, essencialmente, somos fadados ao erro.

Falo de como deixar a casa desarrumada sem sustos e sem achar que ela cairá sobre nossa cabeça por conta da bagunça. A como não cumprir obrigações sem dor na consciência – Fernando Pessoa já avisava: “Ah! Que prazer não cumprir um dever”. A como magoar as pessoas e conversar ponderadamente com elas depois. A como fracassar nos relacionamentos, chorar e seguir em frente. A como competir e perder e continuar tentando. A como estar fora do padrão de beleza e sobreviver. A como ligar o botão do “foda-se” quando a cobrança está além de nossa capacidade.

Sei não, viu? Desconfio que essa coisa de “seja” é uma teoria impositiva sem consistência. Seja vencedor, seja rico, seja belo, seja magro, seja realizado, seja competitivo, seja alegre, seja bom de cama, seja saudável, seja religioso, seja feliz. Acho que hoje eu tô muito mais pra “seja o que Deus quiser” e olhe lá se Ele vai perder tempo olhando pra este pedaço microscópico de ser encravado na vastidão do universo. Talvez a melhor receita seja não ter receita alguma. E descobrir a sua, com seus erros e acertos, sem maiores pretensões.

*Demétrio Andrade,

Jornalista e sociólogo.

Vem aí o I Encontro Verminosos por Camisas de Futebol

verminososs

O Verminosos por Futebol vai promover uma reunião dos maiores colecionadores de futebol de Fortaleza. O I Encontro de Verminosos por Camisas de Futebol ocorrerá no dia 23 de julho, sendo organizado em parceria com o shopping Maraponga Mart Moda Centro. O evento será realizado das 10 às 13 horas, na praça de alimentação do Maraponga Mart Moda Centro, no 2º andar do prédio.

O encontro, segundo o jornalista Rafael Luís, do Blog Verminosos por Futebol, promoverá o relacionamento entre colecionadores, com trocas, vendas, compras e exibições de relíquias do futebol. Entre os expositores presentes, estarão algumas das coleções mais legais da cidade.

Por exemplo, de Roberto Gomes, maior colecionador de camisas de futebol do Estado; Gerardo Azevedo, maior colecionador do Ceará; Gildo Rodrigues, maior colecionador do Fortaleza; Guto Loureiro, dono de acervo de peças usadas por jogadores; Elenilson Dantas e Anderson Azevedo, que focam em times alternativos do Brasil; além de Diego Lage (Borussia Dortmund), Ciro Câmara (Holanda e Botafogo) e Caio Costa (blusas dos anos 90).

Se você se interessa por camisas de futebol, marque presença para conversar com o Verminosos por Futebol e conferir as raridades dos colecionadores. Se busca uma camisa específica, pode ser que ela esteja lá. E se tiver camisas disponíveis para troca ou venda, leve a tiracolo.

Ah, haverá sorteios de coisas de futebol entre os presentes!

SERVIÇO

*Shopping Maraponga Mart Moda Centro – Avenida Domingos Olímpio, 1.400, na esquina com Avenida Tristão Gonçalves, no Centro de Fortaleza.

*Entrada e estacionamento: Gratuito. Haverá sorteios entre os presentes.

*Informações: Rafael Luis Azevedo (85-98819.0464 e rafael@verminososporfutebol.com.br)

Link do evento no Facebook:
facebook.com/events/1217212281656364

 

MP/CE recomenda fim de pensões ilegais em Cratéus

cragteuss

“O Núcleo de Tutela Coletiva (NUTEC) 9ª Regional de Crateús do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) recomendou, nessa quarta-feira, que o prefeito e o presidente da Câmara Municipal de Crateús, Antônio Mauro Rodrigues Soares e João de Deus Ferreira, respectivamente, revoguem as Leis Municipais nº 01/1987 e 07/1987, que concedem pensão vitalícia a viúvas e filhas de ex-vereadores e ex-prefeitos falecidos do município de Crateús, por serem inconstitucionais, e suspendam o pagamento do benefício a quem já recebe.

Os promotores de Justiça do NUTEC 9ª Unidade Regional, Francisco Ivan de Sousa, Flávio Bezerra e Lázaro Trindade de Santana, informam no documento que “tramita nesta Promotoria de Justiça Procedimento Preparatório autuado de ofício para apurar possível irregularidade na folha de pagamento da Câmara Municipal de Crateús e Prefeitura Municipal de Crateús, haja vista a concessão de pensão vitalícia a viúvas, filhas de ex-vereadores e ex-prefeitos falecidos, além de outros beneficiários”.

Na recomendação, eles explicam que “os Municípios submetem-se aos princípios da Seguridade Social previstos nos artigos 194, 195 e 201 da Constituição Federal, prevendo que sem a correspondente fonte de custeio, não há como instituir benefícios previdenciários”, lembrando que “o Supremo Tribunal Federal, em diversas oportunidades, já se manifestou pela invalidade jurídico-constitucional de normas que afrontam o art. 195, § 5º, da CR/88, segundo o qual `nenhum benefício ou serviço da seguridade social poderá ser criado, majorado ou estendido sem a correspondente fonte de custeio total”.

Para os membros do MPCE, as Leis Municipais nº 01/1987 e 07/1987 de Crateús feriram gravemente “os princípios constitucionais da impessoalidade, da isonomia e da moralidade administrativa, ao permitir que pessoa determinada fosse contemplada com o recebimento de pensão”. A recomendação deve ser cumprida num prazo de 30 dias.”

(Site do MP-CE)

Candidatos a prefeito terão 30 dias de propaganda no rádio e na TV

“Os candidatos ao cargo de Prefeito, terão 30 dias para fazerem junto com suas coligações, o programa partidário com suas propostas de campanha. As emissoras de rádio e de TV veicularão no período de 26 de agosto a 29 de setembro de 2016, a propaganda eleitoral gratuita, ou seja, no período de 30 dias.

A transmissão deve ser em rede e de segunda a sábado, das 7 horas às 7 horas e 10 minutos e das 12 horas às 12 horas e 10 minutos, no rádio e das 13 horas às 13 horas e 10 minutos e das 20 horas e 30 minutos às 20 horas e 40 minutos, na televisão.”

(Site do TSE)

Assembleia aprova contas 2015 da gestão Camilo

Camilo Santana(1)

A Assembleia Legislativa aprovou, durante a ordem do dia da sessão plenária, as contas do Governo do Estado relativas ao exercício de 2015. Ou seja, o primeiro ano da gestão do petista Camilo Santana.

O decreto legislativo nº 2/2016, de autoria da Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação da Casa, foi aprovado com 31 votos a favor e oito contra.

O TCE já havia recomenda, inclusive, a aprovação.

Justiça do Trabalho recebe verba extra para amenizar situação precária

“A Justiça do Trabalho recebeu R$ 353 milhões em créditos extraordinários para atenuar o corte orçamentário. O presidente da República em exercício Michel Temer assinou Medida Provisória, e a liberação foi oficializada com a publicação da MP 740/2015.

De acordo com o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), no entanto, os totais liberados são bem-vindos, mas insuficientes para sanar os problemas enfrentados pelos tribunais regionais do trabalho. As cortes com situação mais precárias, segundo o CSJT, são as de Goiás, do Rio de Janeiro e de Mato Grosso.

Os créditos liberados vêm de fontes obtidas pelos próprios tribunais. Os montantes são provenientes de depósitos judiciais feitos com convênios bancários, renda arrecadada em concursos públicos e reservas de contingência dos TRTs.

Para ajudar os tribunais, o conselho está elaborando um estudo, sem previsão de entrega, para readequar os valores recebidos pelos TRTs. Na terça-feira (13/7), o Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO) anunciou que irá demitir 94 estagiários e 60 adolescentes que trabalham na corte, além de devolver 97 equipamentos alugados.”

(Site Consultor Jurídico)

Crianças do Abrigo Tia Júlia e um passeio cultural de ônibus

tiajulia

As crianças do Abrigo Tia Júlia participam, nesta sexta feira (150, da programação infantil “Conhecendo a História do Transporte Pela Janela do Ônibus”. O projeto é uma iniciativa do Sest/Senat Fortaleza, em parceria com a FETRANS e Centro Cultural do Transporte.

A criançada fará passeio cultural e, em seguida, terá direito a brincadeiras e jogos de competição com educadores físicos do Sest/Senat. O objetivo da atividade nestas férias é possibilitar às crianças uma vivência lúdica criativa e estimular o resgate dos jogos populares e das brincadeiras cantadas.

(Foto – Arquivo do Blog)

Papa Francisco lamenta ataque em Nice

foto papa francisco

“O Papa Francisco enviou hoje (15) mensagem às autoridades católicas de Nice condenando o ataque ocorrido ontem (14) na riviera francesa que provocou a morte de ao menos 80 pessoas e deixou 100 feridos, sendo 54 crianças.

“Enquanto a França celebrava sua festa nacional, a violência cega atingiu a cidade de Nice, fazendo numerosas vítimas, entre elas, crianças. Condenando mais uma vez esses atos, Sua Santidade exprime profunda tristeza e proximidade espiritual ao povo francês”, disse Francisco, em uma mensagem assinada pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, e enviada ao bispo de Nice, André Marceau.

“Ele confia a misericórdia de Deus àqueles que perderam a vida e se une fortemente à dor das famílias em luto. Expressa sua proximidade aos feridos, como a todos que contribuíram com o resgate, pedindo para o Senhor apoiá-los em toda prova”, diz a carta.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, também disse que o Papa “condena em todo o mundo qualquer manifestação homicida, de ódio, de terrorismo e qualquer ataque contra a paz”. Um caminhão partiu para cima de uma multidão que celebrava o Dia da Bastilha ontem (14), em Nice, considerado o principal feriado do calendário francês. Até o momento, foram registrados 84 mortos. O motorista do veículo foi identificado como Mohamed Lahouaiej Bouhlel, um francês de 31 anos com origem tunisiana.”

(Agência Lusa)

 

Professor da UFC produz equipamento de baixo custo para tratamento de água

prods

O professor José Capelo Neto, do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental da Universidade Federal do Ceará, desenvolve um método de tratamento de água para comunidades rurais, de até 20 famílias, que atende à qualidade da água recomendada para o consumo humano. A iniciativa conta com o apoio da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap).

O projeto “Filtração Rápida em Múltiplas Etapas Aplicada a Pequenas Comunidades do Semiárido” é desenvolvido no centro de pesquisa da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), na Estação de Tratamento de Água (ETA) Gavião, em Itaitinga.

Para a execução da pesquisa, filtros de pressão de piscinas de baixo custo foram comprados e conectados em série visando promover o tratamento da água de açudes ou lagoas. Resultados preliminares indicam que o equipamento deve ser eficiente em referência à qualidade da água tratada e ao baixo uso dela para lavagem e manutenção.

“O objetivo foi utilizar a tecnologia e o conhecimento científico para chegar a uma configuração construtiva simples, ou seja, apesar de termos usado ciência e tecnologia complexas no desenvolvimento do projeto, o equipamento resultante é de extrema simplicidade e funcionalidade”, informa o professor Capelo. Ele destaca ainda que o equipamento utiliza material que pode ser facilmente encontrado em lojas da área de construção.

De acordo com o pesquisador, estações convencionais de tratamento de água costumam utilizar até 30% da água produzida para limpeza da própria estação, sobrando apenas 70% para o consumo. Os resultados preliminares indicam que o novo equipamento utilizaria apenas entre 4% a 7% da água produzida, dependendo da qualidade da água bruta.

Segundo José Capelo, o projeto será concluído até o fim deste ano. O pesquisador pretende patentear o equipamento, em conjunto com a Funcap e Cagece, para garantir a permanência dele sob domínio público, tornando possível entregá-lo à sociedade.

(Site da UFC)