Blog do Eliomar

Últimos posts

Prefeito discute cenários de violência em Fortaleza

189 1

rcivo

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) esteve reunido, na tarde dessa terça-feira, com o deputado estadual Ivo Gomes (PDT). Ivo é o presidente do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência da Assembleia Legislativa. No encontro, com a presença de assessores do prefeito como Eudoro Santana (Iplanfor), Júlio Brizzi (Juventude) e Jaime Cavalcante (Educação), Ivo apresentou os resultados de uma pesquisa que mapeou os casos de violência na Capital e em outros municípios cearenses.

A pesquisa foi feita com 325 questionários, sendo 130 com adolescentes infratores e 195 com famílias que tiveram jovens assassinados. Também participaram do encontro, o presidente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Eudoro Santana, o secretário de Educação de Fortaleza, Jaime Cavalcante, o secretário da Juventude, Júlio Brizzi, e a coordenadora Especial de Políticas sobre Drogas, Juliana Sena.

Segundo Ivo Gomes, a pesquisa realizada neste ano revela que existem, hoje, 80 aglomerados urbanos onde os casos são mais comuns. 88% dos jovens que cumprem medidas socioeducativas conviveram com armas de fogo dentro de casa e quase 60% deles são filhos de famílias desestruturadas.

“Muitos deles, são filhos de mães que engravidaram na adolescência”, destaca o deputado Ivo Gomes. Segundo o relato das famílias das vítimas, mais da metade dos jovens assassinados haviam sido ameaçados anteriormente, mas nunca procuraram o Poder Público, dizendo não “confiar” nas instituições, em especial na Polícia.

Outro ponto destacado pelo presidente do Comitê Cearense de Prevenção de Homicídios na Adolescência: entre todos os pesquisados há uma situação comum: cometeram os crimes ou foram vítimas desses crimes em até seis meses depois de abandonar as salas de aula.

“Hoje, segundo os dados apurados na pesquisa, existem cerca de dois mil jovens na faixa de alto risco. É preciso que a rede de proteção faça o resgate e acompanhe o próprio jovem e a família dele imediatamente após a evasão escolar”, pondera Ivo Gomes, afirmando, ainda, que a rede de proteção às famílias em vulnerabilidade social precisa agir pró-ativamente”.

O prefeito Roberto Cláudio pediu que os gestores municipais pensem estratégias para atrair os jovens em situação de risco de volta para a escola ou para equipamentos sociais, como a Rede Cuca.

(Foto – Divulgação)

Comissão aprova estabilidade para servidor que entrou sem concurso até 1990

A proposta de emenda à Constituição que concede estabilidade a servidores celetistas admitidos sem concurso público e em exercício do cargo até a véspera do início da vigência do Regime Jurídico dos Servidores da União (Lei 8.112/90) foi aprovada pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados, nessa quarta-feira.

Como esta lei está em vigor a partir da data de sua publicação, 12 de dezembro de 1990, a data prevista nesta PEC é o dia anterior, 11 de dezembro de 1990. Também é requisito para ganhar a estabilidade que o servidor tenha cumprido pelo menos 20 anos de efetivo exercício no serviço público até a data de promulgação desta emenda à Constituição, caso seja aprovada pelo Congresso.

O texto se aplica aos servidores públicos civis da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, da administração direta, autárquica e das fundações públicas, admitidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-Lei 5.452/43), bem como aos ocupantes de cargos, funções e empregos de confiança, em comissão ou de livre exoneração.”

(Com Agências)

Alô, prefeito, tô ligando pra lhe avisar…

142 1

prefeito-de-fortaleza-roberto-claudio-anda-de-bicicleta-em-inauguracao-de-ciclofaixas

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

O Programa Bicicletar, uma das ações da gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT) com bom saldo de aprovação, precisa ser ampliado. A cobrança é feita por moradores de vários pontos de Fortaleza, em especial aqueles que moram em bairros distantes.

Por exemplo, no lado Oeste, o programa morre na avenida Bezerra de Menezes. Em áreas como o Conjunto Ceará, Vila Manuel Sátiro, Parangaba, Vila Velha, Barra do Ceará, Vila do Mar e Messejana nada de estações do Bibicletar que já contam com 82 implantadas em um ano.

Gente que usa a bicicleta também para trabalhar faz o apelo via Vertical.

Temer quer pressa na aprovação da DRU

O presidente em exercício Michel Temer recebeu, nessa noite de terça-feira, no Palácio do Planalto, os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), para conversar sobre celeridade para projetos de interesse do Governo.

Um deles é a PEC de Desvinculação de Receitas da União (DRU), que prorroga até 2023 a permissão para União usar livremente até 30% das receita.

Preso delata três policiais civis e um delegado que estariam apoiando o tráfico

400 2

cardumee

“Quatro policiais civis, entre eles dois lotados na Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) e um delegado, dariam apoio logístico a traficantes investigados na Operação Cardume. A revelação foi feita pelo preso Lindoberto Silva de Castro, após acordo de colaboração premiada homologado, em novembro do ano passado, pelo juiz Danilo Fontenele Sampaio, da 11ª Vara Federal de Fortaleza.

A delação de Lindoberto de Castro veio a público nesta terça-feira, durante audiência para ouvir sete testemunhas de acusação do processo que apura a responsabilidade de 28 pessoas denunciadas pelo procurador federal Lino Edmar de Menezes por tráfico internacional de drogas e outros crimes.

No depoimento de quase três horas do delegado federal Janderlyer Gomes de Lima, que comandou as investigações da Operação Cardume, a narrativa e indicações de provas de Lindoberto reforçaram o trabalho que vinha sendo feito pela Polícia Federal (PF) em cima de um consórcio de traficantes internacionais de drogas e armas que operavam entre a Bolívia, Paraguai, Fortaleza, Portugal e Itália.

Lindoberto de Castro, preso com a deflagração da Operação Cardume, em março de 2015, acabou confessando a participação nos crimes que envolviam a quadrilha que movimentou milhões com o tráfico. Relacionou nomes e como a organização criminosa se movimentava para lavar o dinheiro sujo das das drogas. Antes da delação, a PF tinha um vasto material de prova colhida via interceptações telefônicas, acompanhamento de suspeitos, aqui e fora do Brasil e documentação apreendida.

Ao O POVO, Janderlyer de Lima afirmou que as acusações contra os policiais foram encaminhadas para a abertura de outra investigação. Na época, o delegado estava à frente da Delegacia Federal de Repressão a Entorpecentes. Hoje, é chefe da Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros.

Segurança policial

Em um dos trechos da delação, Lindoberto afirma que os quatro policiais civis dariam cobertura ao transporte das cargas de drogas no Ceará. Em Fortaleza, diz o traficante, teria havido apoio de segurança para o transporte de um carregamento de 5 mil quilos de maconha, 100 kg de cocaína, 100 kg de crack e seis armas (fuzis e pistolas). A encomenda teria sido levada de Fortaleza para Itaitinga, município da Região Metropolitana de Fortaleza, onde está situada a maior parte dos presídios do Estado.

A paga pela segurança dos policiais, que teriam participado de mais de uma ação com os traficantes, seria a propina que variava de R$ 50 a R$ 100 mil. “Não sei em que estágio estão essas investigações”, afirmou o delegado Janderlyer de Lima.

Risco de morte

Após a delação de Lindoberto de Castro, o advogado Artur Júnior, pediu em “caráter de urgência” a transferência do traficante de presídio que não oferecia segurança para outra unidade no Ceará. Em maio deste ano, o juiz federal Danilo Fontenele ecaminhou a solicitação à Secretaria da Justiça do Ceará (Sejus).

A transferência foi autorizada pelo juiz estadual Cézar Belmino, da Corregedoria dos Presídios e Estabelecimentos Penitenciários da Comarca de Fortaleza. No entanto, com as rebeliões no sistema penitenciário cearense, em maio último, e a falta de controle da situação por parte da Sejus, Linbdoberto de Castro foi posto em um área que “corre risco de morte”. Segundo o advogado Artur Júnior, é necessário que ele seja transferido urgentemente para um local onde possa “usufruir de seu benefício recebido por causa do acordo de colaboração premiada”. Sob pena de o Estado responder por qualquer dano à sua vida.

(O POVO – Repórter Demitri Túlio)

Maia quer colocar em votação na Câmara projeto contra corrupção até o fim do ano

dcezz

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou nessa terça-feira (19) que pretende colocar em votação o pacote de medidas anticorrupção até dezembro. “Vamos trabalhar para isso. O importante é terminar o ano com essa matéria aprovada”, disse Maia. Fruto de pressão e construção de organizações da sociedade civil, o projeto incorpora as chamadas 10 Medidas contra a Corrupção.

Maia se reuniu com representantes de juízes, procuradores, Tribunal de Contas da União (TCU), organizações não governamentais e o relator do projeto na Comissão Especial, deputado Onix Lorenzoni (DEM-RS), para discutir o tema.

Escolhido esta semana para relatar a matéria, Lorenzoni disse que entregará no dia 2 de agosto um cronograma para a tramitação do projeto na Comissão Especial. Segundo ele, a intenção é que o texto seja votado no plenário até o dia 9 de dezembro, Dia Nacional de Combate á Corrupção.

“Queremos, até lá, estar com a matéria votada na Câmara. A orientação foi dada pelo presidente Maia, que disse que quer chegar nesse dia com projetos importantes derivados desse trabalho na Câmara aprovados”, disse Lorenzoni. No último dia 13, o então presidente interino da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA) instalou a comissão que vai analisar o projeto.

De acordo com Onix Lorenzoni, a comissão precisará de cerca de 60 dias para decidir a melhor maneira de encaminhar as proposições. Segundo ele, a intenção é ancorar as medidas em projetos que tratem da transparência dos atos públicos, mecanismos de controle eficientes e a punição para quem praticar esses atos: “A sociedade brasileira tem um clamor: além das questões econômicas que afetam o Brasil, nós temos a questão do combate à corrupção, que é o desejo de todo o país ver enfrentado e reduzido esse processo no nosso país, dando os instrumentos necessários à investigação e execução”.

Indagado se o processo também poderia resultar em mudanças na legislação para enfraquecer mecanismos como a delação premiada e os acordos de leniência, instrumentos utilizados nas investigações da operação Lava Jato, Lorenzoni negou que o projeto vá “retroagir”. Segundo ele, “o Brasil avançou muito com esses instrumentos, nós podemos melhorá-los, jamais retroagir”.

(Agência Brasil)

WhatsApp espera ponto final nos bloqueios do serviço no país

Depois da decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, de liberar o uso do aplicativo de mensagens WhatsApp que fora suspenso pela justiça do Rio de Janeiro em todo o país na tarde dessa terça-feira (19), a empresa disse esperar que os bloqueios não aconteçam novamente.

“Esperamos que a decisão coloque um ponto final nos bloqueios que têm penalizado milhões de brasileiros para que eles possam continuar usando serviços como WhatsApp para manter contato com quem realmente importa para eles”, disse o aplicativo, em nota, na noite dessa terça-feira.

Segundo o WhatsApp, o STF rejeitou o bloqueio por interpretar a medida como desproporcional e por violar a liberdade de expressão fundamental das pessoas. “Em sua decisão, o presidente do STF enfatiza como as pessoas em todo o país, incluindo membros do Judiciário, contam com o WhatsApp para se comunicar todos os dias, e como todos são afetados quando o serviço é bloqueado”.

Depois da decisão de Lewandowski, que determinou a suspensão do bloqueio do aplicativo, à noite o serviço voltou a funcionar. O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) informou que as empresas de telefonia móvel receberam a notificação da decisão do STF de retomar as operações do WhatsApp e logo iniciaram o desbloqueio do aplicativo.

O bloqueio do WhatsApp foi determinado pela juíza Daniella Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (RJ). Na decisão, a magistrada afirmou que o aplicativo descumpriu decisão judicial de interceptar mensagens postadas para uma investigação criminal. Esta foi a terceira suspensão do WhatsApp determinada pela justiça no país.

Após a decisão, o Facebook, proprietário do aplicativo, alegou que não poderia cumprir o bloqueio porque as mensagens são criptografadas e, portanto, inacessíveis. Desde abril deste ano, o WhatsApp começou a adotar o recurso de segurança chamado criptografia de ponta a ponta.

(Agência Brasil)

Pai, filho e advogado são fuzilados ao lado do Quartel da PM de Quixadá

“Um triplo homicídio ocorreu nesta terça-feira, 19, ao lado do Quartel do 9º Batalhão de Polícia Militar de Quixadá. O empresário Veridiano Cabral; seu filho, identificado como Sadoque, e um advogado, identificado como José Filho, foram alvos de, pelo menos, 25 tiros de fuzil.

O trio havia saído da delegacia local há cerca de 20 minutos, onde desmentiu informação divulgada em um site, que dava conta da participação de pai e filho em roubos a banco.

De acordo com a delegada Ana Cláudia Nery, Veridiano respondia por homicídio e, junto ao filho, também respondia a inquérito sobre lavagem de dinheiro. O crime aconteceu no final da tarde. A delegada informou que os policiais que estavam no batalhão chegaram a pensar que seria uma invasão ao local, tendo em vista os recentes ataques às unidades de segurança.

“Quando saíram, viram pessoas correndo para dois carros, um corola prata e uma S10 branca. Pai e filho vieram à delegacia se explicar sobre o que foi divulgado no blog, sem sequer serem solicitados. Vinte e cinco minutos depois, eu soube da execução”, detalhou.

De acordo com Ana Cláudia, duas linhas de investigação são possíveis: rixa entre organizações criminosas, mais especificamente em relação a uma discussão entre Sadoque e o filho de um criminoso pertencente à quadrilha dos pipocas, que atua na região; ou retaliação ainda por causa da morte de três policiais mortos em junho.

“Eles já deveriam estar sendo monitorados e seguidos, então foram para o batalhão justamente para tentar achar abrigo”, sugeriu a delegada. Conforme ela, hoje, haverá reunião junto ao juiz e ao promotor de Justiça de Quixadá para dar prosseguimento às investigações.”

(O POVO Online – Repórter Sara Oliveira)

Donaldo Trump disputará a presidência dos EUA pelo Partido Republicano

nbc-fires-donald-trump-after-he-calls-mexicans-rapists-and-drug-runners

A candidatura do empresário Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos foi oficializada na noite desta terça-feira (19) pelo Partido Republicano. Ele atingiu o número mínimo necessário de delegados para sua indicação como candidato republicano no segundo dia da convenção do partido, em Cleveland. O anúncio de que ele tinha conseguido esse apoio foi feito pelo filho mais velho, Donald Jr., delegado por Nova York. A eleição será em novembro.

No segundo dia da convenção nacional, em Cleveland, Ohio, grandes nomes do partido enfatizaram a união dos delegados em torno das ideias republicanas. O governador de Nova Jersey, Chris Christie, um dos maiores amigos de Trump, e o presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, que só recentemente deu apoio ao candidato, estavam entre eles., assim como os filhos do candidato, Donald Trump Jr. e Tiffany, de 22 anos.

(Agência Lusa)

Ciel é contratado pelo Ceará

ciell

O atacante Ciel foi contratado pelo Ceará. O anúncio foi feito, nesta noite de terça-feira, pelo presidente do clube, Robinson de Castro, durante festa de apresentação do novo uniforme da equipe.

Ciel já vestiu a nova camisa e será, inclusive, apresentado à torcida alvinegra antes do jogo do Ceará contra o Botafogo, em partida decisiva pela Copa do Brasil. O Ceará precisa golear o time paraibano.

A contratação de Ciel, que só foi possível após a formação de um pool de torcedores alvinegros, terá validade até o fim de 2017. Chega como o atleta mais caro do futebol cearense, embora a diretoria do clube não tenha divulgado valores.

Projeto tenta impedir bloqueio de aplicativos de mensagem

Mais uma vez, o aplicativo de mensagens por celular WhatsApp teve o funcionamento suspenso no Brasil. O bloqueio, ocorrido na tarde desta terça-feira (19), foi suspenso poucas horas depois por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

No Senado, um projeto de lei do senador José Medeiros (PSD-MT) busca impedir que esse tipo de interrupção seja usado como um meio para obter informações das empresas.

Para Medeiros, autor do PLS 200/2016, embora as investigações criminais e o combate à violência sejam competência essencial do poder público, não se pode fazer isso impondo danos à liberdade de comunicação. O senador disse acreditar que existam outras medidas menos danosas, que não sacrifiquem toda a população.

“Amplíssimo universo de brasileiros e brasileiras que tem sido posto à mercê de decisões judiciais singulares. Aproximadamente metade da população nacional que, de uma hora para outra, experimenta o corte seco e abrupto de um instrumento essencial para suas comunicações familiares e afetivas, suas interações profissionais, seus círculos sociais”, explicou o Medeiros.

(Agência Senado)

Demanda por voos nacionais cai 5,9% e tem menor resultado para junho desde 2012

aeroportpinto

O Pinto Martins registou queda de 8,4% em todo o primeiro semestre do ano.

As companhias aéreas registraram, em junho, queda de 5,9% na demanda por voos domésticos em relação a junho de 2015, considerando o número de bilhetes vendidos, trecho percorrido e descontos de ocupação pela tripulação, cortesia e gratuidades. Foi a décima primeira queda consecutiva, no pior resultado para um mês de junho desde 2012, segundo informou nesta terça-feira (19) a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear)

A oferta estimada – com base no número de assentos disponíveis e distância percorrida – apresentou retração de 6,4%. Já o movimento de passageiros teve baixa de 7% com 6,8 milhões de viagens. Os dados abrangem as empresas Avianca, Azul, Gol e Latam, associadas à Abear e que respondem por 99% do mercado doméstico.

No acumulado do primeiro semestre, houve queda de 6,6% na demanda; de 5,9% na oferta e de 8% no fluxo de passageiros em 43,2 milhões de viagens. A Gol teve uma participação no mercado de 36,42%; a Latam (34,96%); a Azul (17,15%) e a Avianca (11,48%).

O levantamento da Abear indica, ainda, ainda que a participação no transporte internacional ficou em 25% do mercado, sendo o restante operado por companhias estrangeiras. A procura por viagens internacionais caiu 5,1%, na maior queda dos últimos quatro meses e no semestre houve redução de 0,3%. Já a oferta diminuiu 8%, enquanto as viagens internacionais num total de 558,4 mil, cresceram 2% sobre junho de 2015.

De acordo com nota divulgada pela Abear, há uma tendência de busca por viagens mais curtas, indicando mais os destinos na América do Sul. A maior participação de voos internacionais foi da Latam (81,7%), seguido pela Gol (11,54%); Azul (6,7% e Avianca (0,07%).

(Agência Brasil)

Projeto inclui casais homoafetivos em programas habitacionais do governo federal

gays

Projeto de lei (PL 335/15) em análise na Câmara dos Deputados assegura o direito de casais homoafetivos que mantenham união estável de se inscreverem para participar de programas habitacionais do governo federal, como o Minha Casa Minha Vida.

O texto, apresentado pelo ex-deputado Wadson Ribeiro (PCdoB-MG), reconhece esses casais como entidade familiar. Pela proposta, os programas de habitação deverão incluir cláusula que considere pessoas que mantenham união estável homoafetiva e admitir que os casais homoafetivos possam compor renda.

“Apesar de o Poder Judiciário reconhecer o casamento civil de pessoas do mesmo sexo, a legislação precisa ser atualizada com o objetivo de garantir o acesso dos casais homoafetivos aos programas habitacionais desenvolvidos pelo governo”, ressalta o autor.

Ribeiro lembra que o Supremo Tribunal Federal (STF) já reconhece desde 2011 a união homoafetiva como família. Em 2013, em decisão semelhante, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por meio de resolução (175/13) proibiu a recusa de celebração de casamento civil entre pessoas de mesmo sexo.

O projeto será analisado conclusivamente pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias; de Desenvolvimento Urbano; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

França nega que brasileiro tenha planejado atacar delegação do país nos Jogos Olímpicos

O governo francês informou ao Palácio do Planalto que um brasileiro não estava entre os membros do grupo extremista Estado Islâmico que estariam planejando atentado contra a delegação da França durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A informação foi enviada nesta terça-feira (19) pelos franceses ao ministério da Defesa brasileiro. Após investigações conduzidas pelo governo francês, em parceria com órgãos de inteligência de diversos países, entre eles o Brasil, chegou-se à conclusão que a informação da presença de um brasileiro entre os suspeitos “é falsa”.

O “desmentido” foi comunicado ao presidente interino Michel Temer pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen. Segundo o Palácio do Planalto, o governo brasileiro não recebeu informações quando o assunto veio à tona justamente porque a informação não procede.

“Em documento enviado hoje ao Ministério da Defesa, o diretor de Inteligência Militar da França explicou que a informação foi analisada pelas agências francesas, em cooperação com órgãos de inteligência de diversos países, inclusive do Brasil. A análise das pesquisas realizadas levou à conclusão de que a informação é falsa, razão pela qual o diretor não a transmitiu ao Ministério da Defesa brasileiro naquela ocasião”, informou o Planalto, por meio de nota.

(Agência Brasil)

Assembleia Legislativa adia recesso porque base aliada não vota projeto de interesse do Governo

deputado_zezinho

A Assembleia Legislativa não entrou em recesso nesta terça-feira, como estava programado pela presidência da Casa. É que o principal projeto a ser votado antes das Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), no caso aquele que cria o Fundo de Estabilização Fiscal, acabou não sendo votado.

Na prática, faltou a presença de deputados da base aliada. Era preciso votos de, no mínimo, 24 votos no painel, e só apareceram 20. O fato deixou o presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque, irritado, que anunciou: vai haver sessão até sexta-feira.

O projeto do Fundo de Estabilização Fiscal, oriundo da Sefaz, é polêmico. Ele reduz em 10% a isenção de incentivos fiscais. A oposição diz que há clara quebra de contrato, caso essa matéria seja aprovada.

“‘Fru-fru aristocrático”’ – Ciro Gomes avisa que não muda temperamento

183 2

foto ciro transnordestina

Apesar de bem posicionado nas pesquisas de intenção de voto ao Palácio do Planalto, quando oscila entre 5% e 6% na preferência do eleitor para 2018, o ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes assegura que não mudará seu temperamento, apontado como “ponto fraco” do seu perfil político pela imprensa sulista.

“Não vou mudar meu jeito. Fico pê da vida com esse fru-fru aristocrático. Já viu o (Eduardo) Cunha sendo chamado de ladrão? Ele olha para o outro lado. Essa é a elegância que a elite brasileira gosta. Tenho longa biografia e ocupei muitos cargos, mas na pauta de vocês nunca vai aparecer a pergunta ‘como o senhor explica tanto dinheiro no seu patrimônio’– e olha que é dever de vocês me fustigar. Por isso olho para trás e digo ‘no regrets (sem arrependimentos)’!”, comentou Ciro, em entrevista à revista Poder.

E para demarcar seu estilo, Ciro Gomes voltou a criticar o governo em exercício de Michel Temer. “Um governo ilegítimo, precário, aproveitando a perplexidade do momento, pode congelar o gasto primário por 20 anos”, ressaltou o ex-ministro, ao apontar o congelamento da despesa primária, deixando os juros por fora.

“A próxima crise será do setor financeiro, onde ninguém paga ninguém, é a maior inadimplência da história”, alertou.

(com agências)